AS SETENTA SEMANAS DE DANIEL“24 Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e sobre a tuasanta cidade, para cessa...
O Propósito Das 70 Semanas (Dan 9:24)O propósito é completar, totalmente cumprir as promessas de Deus a (e asalianças e pr...
tinha obedecido a Deus para guardar o sábado do sétimo ano tal como foiordenado em Levítico capítulo 25. Assim, Daniel est...
outrotrabalho. Enquanto os Judeus estão cegados, em parte, e são errantessobre a face da terra, Deus está ajuntando e reco...
(retorne a http://solascriptura-                     tt.org/   EclesiologiaEBatistas/                                     ...
Demonstrarei que a profecia das 70 Semanas de Daniel é hoje muito mais profecia realizadado que escatologia futura. Daniel...
completas e o elemento designado como um ungido é evidentemente significativo narealização dos propósitos descritos no ver...
6.9s e 7.9s, para notar um caráter completamente distintivo de Grande Tribulação. A GrandeTribulação mencionada no livro d...
Portanto, não existe nada no texto de Daniel que indique algo como um intervalo ouparalisação do relógio profético. Vemos ...
ÚLTIMOS ASSUNTOS
QUEM ESTÁ CONECTADOHá 226 usuários online :: 3 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 223 Visitantes :: 2Motores de busc...
Cálculo das Setentas Semanas deDaniel...   por Ed em Qui 03 Fev 2011, 8:44 amIsrael S. Reis“Setenta semanas estão determin...
Calendário bíblico:Calendário bíblico ou profético mês= 30 dias - ano= 360 diasO ano bíblico ou profético tem uma duração ...
Início das 69 semanas: (Ne 2.1)“Sucedeu, pois, no mês de Nisã, no ano vigésimo do rei Artaxerxes, que estava posto vinhodi...
A semana que falta para se cumprir: a 70°semana (a última)Quantidade de anos da 70° semana: 7 x 1 = 7 anos (bíblico ouprof...
“Jerusalém foi invadida em 70 d.c. pelos romanos, o templo destruído e os judeus foram                                   d...
“Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vósmesmos): que o endurecimento veio em pa...
Laodicéia                 ATUAL                  DIREITOS DO POVO         (Ap 3:14-22)A GRANDE TRIBULAÇÃO – 70° Semana. Co...
“Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra selamentarão, e verão o Filho do homem, vind...
- 144.000 JUDEUS SALVOS EM ISRAEL- O ANTICRISTO NO BLOCO DE 10 NAÇÕES- O BLOCO DE NAÇÕES DO NORTE- GOGUE E MAGOGUE- A FALS...
Israel na Grande TribulaçãoO Anticristo e sua perseguição à Israel por 3 anos e meio (na segunda metade):. “E, quanto aos ...
Pentecost, J.Dwight - Manual de Escatologia - Editora Vida, 1998Ellisen, Stanley A. - Conheça melhor o Antigo Testamento -...
Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel...  por Eduardo em Qui 03 Fev 2011,7:40 pmNão há motivo escriturístico para joga...
Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel...  por Josoco em Seg 14 Fev 2011, 5:20amIsto de ensinar que Laodicéia represent...
Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel...  por Eterna em Dom 17 Abr 2011,4:58 pmEu concordo com você, Josoco. Mas no ca...
por carlosect em Dom 17 Abr 2011,5:15 pmAté que o cálculo é interessante mas não vejonecessidade neste tipo de cálculo no ...
passados e sobre os 3 anos e meio finais é que acoisa ficará bem feia...isto já é suficiente para demonstrar o período do ...
Existem períodos históricos que se encaixam dentrodesta matemática, numa contagem diferente. Não meparece que a igreja acr...
Estude Kardec para viver JesusDe qual Jesus vc está falando?..."Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ning...
Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel...  por Eterna em Dom 17 Abr 2011,8:17 pmJarbas escreveu:...Estude Kardec para v...
Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel...  por Jarbas em Dom 17 Abr 2011,8:22 pmEterna escreveu:Jarbas escreveu:...Estu...
"Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tuacoroa." (Apocalipse 3 : 11) Jarbas        moderad...
Jarbas escreveu:...Estude Kardec para viver JesusDe qual Jesus vc está falando?...Só houve um! Ou você conhece outros?Para...
Eterna     Diamante Azul     Número de Mensagens:1916     Localização: Sampa     flag:     Data de inscrição:17/04/2011  R...
carlosect     Diamante Azul     Número de Mensagens:1155     flag:     Data de inscrição:06/10/2009  Re: Cálculo das Seten...
De qual Jesus vc está falando?...Só houve um! Ou você conhece outros?Para conhecer e viver o MEU Jesus, se estuda a Bíblia...
"Eterna", vc está anunciando outro evangelho alémdo que nós já recebemos, e Paulo diz que quem faztal coisa, seja anátema ...
por sabino-sp em Seg 18 Abr 2011,9:56 pmEd escreveu:Israel S. Reis“Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e ...
Total de anos: 70 x 7 = 490 anos (no calendário bíblico ouprofético) com um total de 176.400 diasCalculando o número de an...
reedificarão, mas em tempos angustiosos” (Dn 9.25)ACF*Esse primeiro período tem duração de 7 semanas = 49 anos, que se ini...
testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco” (Ap 11.2-3)ACF*É um período conhecido como...
O termo “temposdos gentios” é o período no qual Jerusalém estaria sob o domínio dosgentios, desde o cativeiro babilônico, ...
(Ap 2:1-7)           Esmirna                   100 - 312                 AMARGURA         (Ap 2:8-11)          Pérgamo    ...
- O tempo da angústia de Jacó- O dia de trevas- O dia do Senhor- Aquele dia- O grande dia- Dia da ira- Ira Vindoura       ...
- Os Judeus aceitarão Jesus como o Messias: Rm 11.25-27; Zc 12.10- O julgamento das Nações: Mt 25.31-34- Satanás aprisiona...
- JUÍZOS SOBRE A TERRA SOBRE AS SETE TROMBETAS- ISRAELITAS FIEIS FUGIRÃO PARA OS MONTES- JUÍZOS SOBRE A TERRA SOB AS SETE ...
. “Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de quefalou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, atenda”...
sabino-sp     Diamante Azul     Número de Mensagens:1940     Idade: 59     Localização: Santo André - São Paulo     flag: ...
Essa foi a ordem p/ reedificar primeiramente o temploe consequentemente a Cidade e todo o Israel.Pois foi a partir dessa o...
Então, extraído-se 33 anos que foi aproximadamentea vida do Messias, temos o seguinte resultado:483 anos- 33 anos________=...
Artaxexes já se tinham ± uns 80 anos desde que osjudeus voltaram do cativeiro.Pois só p/ a construção do templo demorou-se...
Depois posto sobre a última semana.Jefté        Pérola        Número de Mensagens:205        flag:        Data de inscriçã...
Chronological Studies Related to Daniel 8:14 and9:24-27 é um sumário de uma desafiadorainvestigação exegética, histórica e...
O livro bíblico de Daniel já havia predito, com séculos de antecedência, os anosexatos do início e do fim do ministério te...
julgar desnecessário apreendê-los por agora,poderá avançar diretamente para o próximoestudo.Apêndice aos Estudos 3, 4 e 5N...
esse assunto e dará um passo indispensável para aconfirmação da profecia de Daniel.9. Em Que Dia Jesus Morreu?No estudo 10...
Escrituras.Caso você esteja interessado em algumainformação específica e não queira percorrer cadaum dos estudos para enco...
melhoradas em sua redação, visando a umaapresentação mais clara do assunto.Última edição por Eduardo em Sab 26 Nov 2011, 1...
por Jefté em Sex 25 Nov 2011, 10:54pmOlá irmão EduardoSobre as 70 semanas:Atententemos à profecia no seu esboço sobre as 7...
a cidade e o santuário são destruídos após asmesmas 7 + 62 semanas... e não se falou da 70ªsemana - será que não nos damos...
Mostrando mais uma vez que o versículo 27 está afalar do príncipe que há de vir (cujo povo destruiu acidade) porquanto é e...
por Eduardo em Sab 26 Nov 2011,11:08 amJefté escreveu:(desde a saída da ordem p/ edificar acidade até o Messias 7 + 62 sem...
Eduardo       Arcturus       Número de Mensagens:7415       Idade: 36       flag:       Data de inscrição:17/10/2008    Tó...
InícioCriar um fórum | © phpBB | Fórum grátis de ajuda | Assinalar uma queixa | Criar um fórum         Início         O Au...
As 70 Semanas de Daniel revisitadas                                                         Por Hermes C. Fernandes“Portan...
mundo foi expiada, e a justiça divina satisfeita. Com a ressurreição, o Santo dosSantos foi ungido.O anjo prosseguiu:“Sabe...
Muito se tem discutido acerca da identidade do tal príncipe. Quem seria ele, afinal?Certamente não se está falando do Ungi...
(Hb.9:9-10).Sobre a Asa das AbominaçõesFoi devido à rejeição do Messias por parte dos judeus que a destruição veio sobreJe...
Pr. Edivaldo Pereira de Souza28 de agosto de 2011 21:02         Parabens,    seu   acha    por    bem      pode   me      ...
 As 70 Semanas de Daniel revisitadas    DESTRUIÇÃO OU RESTAURAÇÃO?                                      Tecnologia do Blo...
o   Halloweeno   Natalo   Páscoa    Boletim    Pesquise em NOSSOS SITES                                  Searc h    Pesqui...
LEMBRE-SE:Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que manejabem a palavra d...
mandamento implica em que os filhos de Israel teriam que trabalhar seis anos consecutivos, e nãotrabalhar no sétimo. Duran...
Semanas do hebraico que dizer, tão somente, sete. E não obviamente, sete dias (Gên 29 v 27; Levt 24 v8). E quanto a estas ...
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
As setenta semanas de daniel
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

As setenta semanas de daniel

8.405 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.405
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
487
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
131
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As setenta semanas de daniel

  1. 1. AS SETENTA SEMANAS DE DANIEL“24 Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e sobre a tuasanta cidade, para cessar a transgressão, e para dar fim aos pecados, epara expiar a iniqüidade, e trazer a justiça eterna, e selar a visão e aprofecia, e para ungir o Santíssimo. 25 Sabe e entende: desde a saída daordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até ao Messias, oPríncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; as ruas e omuro se reedificarão, mas em tempos angustiosos. 26 E depois dassessenta e duas semanas será cortado o Messias, mas não para si mesmo;e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e oseu fim será com uma inundação; e até ao fim haverá guerra; estãodeterminadas as assolações. 27 E ele firmará aliança com muitos por umasemana; e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; esobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e oque está determinado será derramado sobre o assolador.” (Dn 9:24-27ACF) Esta surpreendente passagem das Escrituras dá a seqüência cronológica deDeus para restaurar Israel e derrubar os poderes dos Gentios. A ocasião destaprofecia das 70 semanas foi a oração de Daniel suplicando que Deus tivessemisericórdia de Israel (vv. 3-20). A visão das 70 semanas é a resposta de Deus(vv. 21-23). Nesta visão, Deus revela a Daniel a programação temporal e oseventos que levarão ao estabelecimento do reino messiânico de Israel.O Povo A Quem A Profecia Das 70 Semanas PertenceA profecia tem a ver com "teu povo" (referindo-se ao povo de Daniel, osJudeus [literalmente]) e com "tua santa cidade" (referindo-se a Jerusalém[literalmente])
  2. 2. O Propósito Das 70 Semanas (Dan 9:24)O propósito é completar, totalmente cumprir as promessas de Deus a (e asalianças e profecias de Deus a respeito de) Israel [literalmente].A Duração Das 70 SemanasO termo hebraico aqui usado para semanas ("shebuah") significasimplesmente “grupos de sete.” O contexto é que tem que determinar se é umasemana de dias ou de anos. Por causa das seguintes razões, nós sabemos que otermo se refere a semanas de anos [isto é, cada semana é um grupo de seteanos].1. As semanas que já têm sido cumpridas demonstram que estas são semanasde anos ao invés de semanas de dias. Dan. 9:25 diz que haveriam 69 semanasdesde a reconstrução do Templo de Jerusalém até a vinda do Messias. Háalguma leve discordância sobre exatamente quando este período começa etermina, mas nós sabemos que houve menos de 500 anos entre a ordem parareconstruir Jerusalém e a vinda de Cristo. 69 semanas de anos seriam 483anos. Assim, nós vemos que a parte da profecia que já tem sido cumpridaexige que nós interpretemos as semanas como sendo semanas de anos. Érazoável acreditar que a 70a semana será também uma semana de anos, isto éum período sete anos.2. O conceito das semanas de anos era familiar ao pensamento judaico (Lev25:3-9). Em Levítico capítulo 25, Deus ordenou que Israel pensasse emtermos de períodos ou de semanas de sete anos. Cada sétimo ano a terra deviadescansar.3. Na altura da visão, Daniel tinha estado pensando em termos de semanas deanos. Em Daniel 9:2, ele estava pensando sobre a profecia de Jeremias queensinava que Israel seria feita cativa por 70 anos. Nós encontramos estaprofecia em Jer 25:11-12. Se nós olharmos para 2 Crônicas 36:21, nósencontraremos que a razão para esses 70 anos de cativeiro foi que Israel não
  3. 3. tinha obedecido a Deus para guardar o sábado do sétimo ano tal como foiordenado em Levítico capítulo 25. Assim, Daniel estava pensando em termosde semanas de anos [isto é, cada semana sendo um grupo de 7 anos] quando avisão de Daniel 9 foi dada.A Divisão Das 70 SemanasAs 70 semanas (isto é, os 490 anos) que completam o programa de Deus paracom Israel são divididas em três períodos distintos. Há sete semanas (49anos), depois há 62 semanas (434 anos), e depois há a semana final (7 anos).1. Durante as primeiras 7 semanas (49 anos) Jerusalém foi reconstruída emtempos trabalhosas. Isto é descrito no livro de Neemias. “A saída da ordempara restaurar e reedificar Jerusalém é o decreto de Artaxerxes tal como estáregistrado em Neemias 2. Durante os 49 anos seguintes, a cidade foireconstruída” (Ironside).2. As 62 semanas seguintes (434 anos) estendem-se desde a reconstrução deJerusalém até a vinda do Messias. “Então, 434 anos mais tarde, nosso Senhorentrou montado [sobre um jumentinho] em Jerusalém e foi aclamado pelosmultidões como o rei, o filho de David; mas, alguns poucos dias mais tarde,foi rejeitado e crucificado Assim, o Messias foi cortado fora” (Ironside).3. Entre o final da 69a e o início da 70a semana está havendo um período detempo indeterminado durante o qual o Messias foi cortado fora (rejeitado ecrucificado), Jerusalém foi destruída pelos exércitos Romanos (no ano 70d.C.), e estão havendo e haverá desolações até o final de tudo. A palavrahebraica traduzida como “desolação" também é traduzida como “destruição"(Oséias 2:12). Refere-se ao fato que Jerusalém tem sidorepetidamente destruída e invadida [e sua população morta ouexpulsa] durante todo o período em que estamos, entre o fim da 69a e o inícioda 70asemana. Não visto por Daniel está o interlúdio da época das igrejas,durante o qual o Messias foi ressuscitado e ascendeu de volta ao Céu parasupervisionar o chamamento, de entre as nações, de um povo para Seu nome(Luc 19:11 - 27; Atos 15:14 - 18). “O anjo revelador disse a Daniel, “e até aofim haverá guerra; estão determinadas as assolações” (9: 26). Isto dá ainteira história de Palestina pelos dezenove séculos passados. Ela tem sidoum grande campo de batalha e uma cena de desolação quase que semparalelo, porque Israel não reconheceu a época de sua visitação. [Portanto,]Seus tempos não estão em andamento agora: Deus está fazendo um
  4. 4. outrotrabalho. Enquanto os Judeus estão cegados, em parte, e são errantessobre a face da terra, Deus está ajuntando e recolhendo para fora a Suaigreja, o corpo de Cristo, um exército celestial, que reinará com Cristoquando Este estabelecer Seu reino de [absoluta] justiça sobre [toda] aterra” (Ironside).4. A 70a semana (os sete anos finais).O príncipe do Império Romano revivido fará um pacto com Israel. Que oAnticristo se levanta de entre o Império Romano revivido é evidente pelo fatode que ele é chamado de o príncipe do povo que destruiu Jerusalém após amorte do Messias; este povo foi o povo de Roma. No meio dos sete anos, oAnticristo profana o Templo Judaico (comparar Mat 24:15; 2Tes 2:3-4).Haverá desolações até que Cristo retorne para derrubar o Anticristo (compararMat 24:16 - 21; Apo 11:2). A abominação que faz desolação marca a metadedos sete anos. Comparando com Mateus 24:15, nós vemos que Jesus colocaeste evento dentro do período de Tribulação. Esta abominação da desolaçãoprovavelmente se refere à ocasião quando o Anticristo colocará a si mesmocomo Deus (2Tes 2:4). David Cloud Traduzido por Valdenira N.M. Silva, Nov 2006 O acima foi extraído do curso de estudos bíblicos avançados intitulado de "Understanding Bible Prophecy," que se encontra disponível em Way of Life Literature, http://www.wayoflife.org/ , P.O. Box 610368, Port Huron, MI 48061, 866-295-4143 , fbns@wayoflife.org. Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARCidealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus). (Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)
  5. 5. (retorne a http://solascriptura- tt.org/ EclesiologiaEBatistas/ retorne a h Escatologia Cristã Estudos sobre Escatologia e outros temas teológicos Início Estudos em Vídeo Estudos em Áudio Sermões O Milênio Apocalíptico Conceitos Tribulacionistas Estudos Diversossegunda-feira, 25 de fevereiro de 2008 70 Semanas de Daniel Como interpretar as 70 Semanas de Daniel? (autor: Bispo José Ildo Swartele de Mello) Qual o significado das “70 Semanas de Daniel (Dn 9.24-27)? Primeiramente gostaria de ressaltar que em nenhum lugar no livro de Daniel ou em qualquer outra passagem da Bíblia encontramos qualquer menção de que exista um lapso, um intervalo ou um parêntesis entre a sexagésima-nona e septuagésima semanas da profecia de Daniel. Pelo contrário, Daniel profetiza: “Mas, nos dias destes reis, o Deus do céu suscitará um reino que não será jamais destruído; este reino não passará a outro povo, esmiuçará e consumirá todos estes reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre. Como viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o outro. O Grande Deus faz saber ao rei o que há de ser futuramente...” (Dn 2.44,45).
  6. 6. Demonstrarei que a profecia das 70 Semanas de Daniel é hoje muito mais profecia realizadado que escatologia futura. Daniel estava com seu povo no exílio babilônico. Ele estavaestudando as profecias de Jeremias que previam que o exílio duraria 70 anos (Dn 9.2). Vistoque o prazo dos 70 anos de exílio estava se cumprindo, Daniel, consciente de que o exíliohavia sido uma punição de Deus por causa dos pecados de Israel, começa a intercederpedindo perdão a Deus em nome do seu povo, na esperança de que o castigo de Israel estavapara acabar com o final dos 70 anos de cativeiro. A oração de Daniel é ouvida (Dn 9.20-23).Mas, para sua surpresa, ele recebe uma visão de 490 anos (70 Semanas), no final dos quaisas bênçãos viriam sobre Israel na pessoa do Ungido (Messias).Em Daniel 9.24, temos os seis propósitos da visão das 70 Semanas: 1. Para fazer cessar atransgressão; 2. Para dar fim aos pecados; 3. Para expiar a iniqüidade; 4. Para trazer a justiçaeterna; 5. Para selar a visão e a profecia; e 6. Para ungir o Santo dos Santos. Todos estespropósitos tiveram seu cumprimento na pessoa de Cristo. Da cruz, Jesus bradou: “Estáconsumado!” (Jo 19.30).As 70 Semanas estão dividas em três períodos (v.25): 1. Sete Semanas (7x7=49 anos) dereedificação; Seguidas por: 2. Sessenta e duas semanas (62x7=434 anos); seguida do terceiroe último período: 3. Uma semana (1x7=7 anos) - O v. 26 diz que após as sessenta e duassemanas, ou seja, já dentro da última semana, será morto o ungido, após a morte do ungidoocorreria a destruição de Jerusalém e do templo por um povo de um príncipe que haveria de vir(v.26b); período em que surge o assolador (v.27); a visão de Daniel termina com o assoladorrecebendo o merecido juízo de Deus.Deve-se observar que a visão tem um caráter todo judaico: “70 semanas estão determinadassobre o teu povo e sobre a tua santa cidade...” (v.24a). A visão vem em resposta a oração deDaniel por perdão e libertação do povo. Embora a profecia de Jeremias 25.12 tenha seucumprimento no retorno do povo à Palestina e reconstrução da cidade e do templo, 70semanas ainda estão determinadas para libertação espiritual, que só se dará mais tarde com oadvento do Messias, que cumprirá todos os seis propósitos da visão. Depois dos dois primeirosperíodos (v.26), ou seja, já na última semana, o Messias será morto, o que traz consigo doisresultados distintos: 1) justificação e salvação para os fiéis e 2) e traz para os infiéis oassolador que sitiará a cidade e destruirá o templo, trazendo muita desolação, tais atrocidadessão o resultado da rejeição e da morte do Messias. Joyce Baldwin em seu comentário deDaniel disse com muita propriedade que: “Os números são simbólicos e não aritméticos; pelotempo em que as sessenta e nove semanas tivessem passado, as 70 de Deus estarão quase
  7. 7. completas e o elemento designado como um ungido é evidentemente significativo narealização dos propósitos descritos no versículo 24” iÉ assim que Jesus interpreta a visão das 70 Semanas de Daniel. Vejamos o registro de Mt 23:“Enchei vós, pois, a medida de vossos pais (comparar com Dn 9.24 e 1 Ts 2.16). Serpentes,raça de víboras como escapareis da condenação do inferno? Por isso eis que eu vos envioprofetas, sábios e escribas. A uns matareis e crucificareis; a outros açoitareis de cidade emcidade; para que sobre vós recaia todo o sangue justo derramado sobre a terra, desde osangue do justo Abel até ao sangue de Zacarias, filho de Baraquias, a quem matastes entre osantuário e altar. Em verdade vos digo que todas estas coisas hão de vir sobre a presentegeração. Jerusalém, Jerusalém! Que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados!Quantas vezes quis eu reunir os teus filhos como a galinha ajunta os seus pintinhos debaixodas asas, e vós não quisestes! Eis que a vossa casa vos ficará deserta... Em verdade vos digoque não ficará aqui pedra sobre pedra, que não seja derrubada... Quando, pois, virdes oabominável da desolação de que falou o profeta Daniel, no lugar santo (quem lê, entenda)...porque nesse tempo haverá grande tribulação...” (Mt 23.32-24.2, 15, 21). Jesus deixa claro queaquela geração (v.36) de judeus que o rejeitaram seria punida conforme profetizou Daniel, coma casa ficando deserta (v.38) e o templo destruído (24.2). No ano 70 d.C. se deu ocumprimento da profecia de Daniel e de Cristo sobre o abominável da desolação e a destruiçãodo templo. O historiador Josefo que foi testemunha ocular daqueles eventos disse que osjudeus nunca haviam sofrido tamanha tribulação em toda a sua história como nação. Josefoconta que mais de 1.3000.000 judeus foram mortos durante os sete anos em que Jerusalémficou sitiada pelos exércitos romanos, chefiados pelo General Tito, que culminou, em 70 d.C.,com a destruição do templo e da cidade. Josefo conta que durante os últimos anos de cerco, afome era tanta em Jerusalém, que as mães judias estavam matando os seus filhos para comer.Ele ainda conta que os judeus eram crucificados e que por ocasião da invasão não havia lugarna cidade onde não houvessem corpos esparramados uns por cima dos outros. De tal forma iique as profecias de Daniel e de Cristo tiveram cumprimento literal (Lc 19.41-44; Lc 13.34).Os Evangelhos sinópticos, escritos provavelmente antes de 70 a.C., relatam as profecias deCristo quanto ao “abominável da desolação” de que falou o profeta Daniel e a conseqüentedestruição de Jerusalém e do templo. Já o Evangelho de João, escrito depois de 90 d.C., nadamenciona a este respeito. Podemos concluir que não o faz por entender que tais profecias (Mt23, 24, Mc 13, Lc 21) tiveram seu cumprimento literal e já, naquele tempo em que o Evangelhode João foi escrito, não eram mais profecias, mas sim história. Seria bom também comparar orelato dos mártires da glória procedentes da grande tribulação conforme encontramos em Ap
  8. 8. 6.9s e 7.9s, para notar um caráter completamente distintivo de Grande Tribulação. A GrandeTribulação mencionada no livro de Apocalipse nada tem de judaica, nenhuma palavra é ditasobre destruição de templo. Os mortos nesta grande tribulação são chamados de mártires. Nãoforam mortos por rejeitarem a Cristo, pelo contrário foram mortos por causa do testemunho quedavam de Cristo. Os mártires são cristãos procedentes de todas as partes do mundo e detodas as nacionalidades (Ap 7.9-14). Trata-se, portanto, de uma Grande Tribulação cristã.Entendemos daí que este seja um caso de duplo significado e cumprimento, que mesmo apóso cumprimento literal da profecia bíblica, podemos encontrar um outro significado ainda por secumprir. É como se na visão das 70 Semanas a obra histórica de Cristo e a Sua SegundaVinda estivessem sendo focalizadas, ao mesmo tempo, através de um telescópio. Sendo esteo caso, podemos dizer que mesmo após 70 d.C., podemos entender que está reservado àIgreja uma Grande Tribulação, produto do ódio do Anticristo. Baldwin argumenta que paraJesus o significado do “abominável da destruição” não foi esgotado pela sua aplicabilidade àsafrontas de Antíoco Epifânio, mas tem uma espécie de duplo cumprimento que se daria comGeneral Titu e a destruição do templo e de Jerusalém em 70 d.C. Ele conclui este raciocíniodizendo: O livro de apocalipse retoma o simbolismo da „metade da semana‟, expresso em 11.2 como quarenta e dois meses, durante os quais a cidade santa é pisada aos pés; e em 13.5 a bem tem autoridade por um período idêntico. Se este livro foi escrito, como a maioria dos estudiosos o afirma, após a queda de Jerusalém, então temos aqui uma posterior aplicação da nossa passagem a um fim dos tempos que ainda não teve lugar. Assim, o Novo Testamento positivamente encoraja o ponto-de-vista de que, embora hajam eventos neste ínterim que demonstram a verdade das imagens usadas, ela tem a sua perspectiva voltada para adiante, para uma culminação ao fim da história... Como, então, devemos encarar a última das 70 Semanas com relação ao tempo presente? Do ponto-de-vista da perspectiva do autor, a primeira vinda de Cristo é o ponto focal da mirada para a frente, embora a Segunda Vinda em juízo também esteja em vista. Para ele as 70 Semanas cobriam todo o tempo futuro, e a vinda do reino parecia da posição em que ele se encontrava, como um único evento. É a luz do Novo Testamento que temos aprendido a separar a primeira e a Segunda Vindas de Cristo, e, com a ajuda do Seu ensino, a perceber que há um padrão reconhecível na história, que os Seus seguidores devem observar e esperar vê-lo se desenrolando nos acontecimentos do seu próprio tempo. A reinterpretação das visões de Daniel dada por Jesus em Mt 24 e 25 não subestima os sofrimentos que podem ser esperados pelos Seus seguidores; “desolações são determinadas” (Dn 9.26), embora “ainda não seja o fim” (Mt 24.6-8). Mesmo antes da intensa oposição final (Mt 24.15) o crente pode esperar oposição tal como o Mestre experimentou (Jo 15.20), e assim a Igreja como um todo. A visão de Daniel terminou com o perseguidor encontrando o merecido julgamento. Jesus levou a mensagem um passo mais adiante, focalizando a esperança na Sua vinda em glória (Mt 24.30), descrita em termos cunhados por Daniel 7.13. E o quadro ainda mais completo estava para ser dado no livro de Apocalipse. iii
  9. 9. Portanto, não existe nada no texto de Daniel que indique algo como um intervalo ouparalisação do relógio profético. Vemos que tais profecias são hoje mais história, do queprofecias apocalípticas a respeito de dias ainda futuros, pois Jesus veio como Rei de Israel eestabeleceu a nova aliança que fôra profetizada por Jeremias. Jesus foi e é a única esperançade Israel. Na sua primeira vinda, Cristo cumpriu todos os seis objetivos da visão das 70Semanas de Daniel. A Segunda Vinda de Cristo não será o início da septuagésima semana deDaniel, mas, sim, a consumação final. O Reino de Deus não foi postergado, mas já foiinaugurado por Jesus Cristo em Sua primeira Vinda, como veremos com mais detalhes nopróximo capítulo que tratará da natureza do Reino de Deus, com as conseqüentes implicaçõespara a Missão da Igreja...................................................... Que bom que você entrouConvidadoTÓPICOS SIMILARES
  10. 10. ÚLTIMOS ASSUNTOS
  11. 11. QUEM ESTÁ CONECTADOHá 226 usuários online :: 3 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 223 Visitantes :: 2Motores de buscaalicarvalho, Jarbas, KhweyO recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm Consulta Bíblica Palav ra ou ref erênc ia Bus c a Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10 Contador de visitasALIMENTE OS PEIXESCálculo das Setentas Semanas deDaniel...Forum Gospel Brasil :: Forum :: Escatologia Página 1 de 1 • Compartilhe • Mais!
  12. 12. Cálculo das Setentas Semanas deDaniel... por Ed em Qui 03 Fev 2011, 8:44 amIsrael S. Reis“Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e sobre a tua santa cidade, paracessar a transgressão, e para dar fim aos pecados, e para expiar a iniqüidade, e trazer ajustiça eterna, e selar a visão e a profecia, e para ungir o Santíssimo. Sabe e entende: desde asaída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe,haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; as ruas e o muro se reedificarão, mas emtempos angustiosos. E depois das sessenta e duas semanas será cortado o Messias, mas nãopara si mesmo; e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seufim será com uma inundação; e até ao fim haverá guerra; estão determinadas as assolações.E ele firmará aliança com muitos por uma semana; e na metade da semana fará cessar osacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até àconsumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador”(Dn 9.24-27)ACFNosso calendário:Nosso calendário conhecido como Gregoriano Com a ajudadoastrônomo Sosígenes, Júlio Cesar introduziu um ano médiode365,25 dias: um ciclo de 3 anos de 365 dias e um de 366(bissexto). Mas tinha uma diferença de 3 dias de 400 em 400anos, para resolver o problema, o Papa Gregório XIII seguindo umconselho de sábios, propôs em 1582 suprir 3 anos bissextos de 400em 400 anos. Logo o ano tem: 365,2421 dias (0,2421 corrigido peloano bissexto menos 3 dias de 400 em 400 anos)
  13. 13. Calendário bíblico:Calendário bíblico ou profético mês= 30 dias - ano= 360 diasO ano bíblico ou profético tem uma duração de 360 dias, pois em Gênesis 7.11 e 8.4 temos“cincomeses” (tempo do dilúvio), e em Gênesis 7.24 e 8.3 asua quantidade em dias = 150dias, logo cada mês tem 30 dias. Portanto o ano bíblico ou profético tem 12 X 30 = 360dias. Em Apocalipse 12.6 e 13.5 aexpressão 1260 dias equivale exatamente 42 meses (42 x 30=1260) ou seja 3 1/2 anos.As 70 semanas de Daniel são semanas de anos e não de dias:Total de anos: 70 x 7 = 490 anos (no calendário bíblico ouprofético) com um total de 176.400 diasCalculando o número de anos de nosso calendário: número de dias/365,2421176.400/365,2421 = 483 anosSemanas que já se cumpriram: 69 (ano bíblico ou profético)Quantidade de anos das 69 semanas: 69 x 7 = 483 anos (bíblico)Quantidade de dias das 69 semanas: 483 x 360 = 173880Calculando o número de anos de nosso calendário 173880 dias/365,2421 = 476 anos Início das 70 semanas: Decreto para reedificar os muros de Jerusalém“Disse mais ao rei: Se ao rei parece bem, dêem-se-me cartas para os governadores dalém dorio, para que me permitam passar até que chegue a Judá. Como também uma carta paraAsafe, guarda da floresta do rei, para que me dê madeira para cobrir as portas do paço dacasa, para o muro da cidade e para a casa em que eu houver de entrar. E o rei mas deu,segundo a boa mão de Deus sobre mim” (Ne 2.7-8)ACF
  14. 14. Início das 69 semanas: (Ne 2.1)“Sucedeu, pois, no mês de Nisã, no ano vigésimo do rei Artaxerxes, que estava posto vinhodiante dele, e eu peguei o vinho e o dei ao rei; porém eu nunca estivera triste diante dele”(Ne 2.1)ACFNo mês de nisã, no ano vigésimos do rei Artaxerxes (março de 445 a.C.)7 Semanas = 49 anosÉ o período da reconstrução do templo de Jerusalém.“Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até aoMessias, o Príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; as ruas e o muro sereedificarão, mas em tempos angustiosos” (Dn 9.25)ACF*Esse primeiro período tem duração de 7 semanas = 49 anos, que se inicia com o decretopara reconstrução dos muros do Templo em (445 a.c.) por ArtaxerxesNe 2.1-8(Neemias foicomissionado para isto). Foi um período difícil onde encontraram oposição de Sambalá eTobias e tiveram de trabalhar armados, pois a qualquer momento podiam ser atacados (Ne4.16-23). Porém Neemias confiava em Deus , sabia que o Senhor estava com eles ecompletaram a reconstrução dos muros cf. (Ne 6.15-16).Calculando o final das 69 semanas: (aproximadamente)março de 445 a.C. + 476 anos: (março de 32 d.C.)Dataem que Jesus entra em Jerusalém e é aclamado como Rei(Lc19.28-42)Crucificação de Jesus Cristo (FINAL DA 69a Semana)Jesus morreu para a nossa Salvação.Isaias 53.8“Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foicortado da terra dos viventes; pela transgressão do meu povo ele foi atingido” (Is 53.8)ACF
  15. 15. A semana que falta para se cumprir: a 70°semana (a última)Quantidade de anos da 70° semana: 7 x 1 = 7 anos (bíblico ouprofético)Quantidade de dias da 70° semana: 7 x 360 = 2520 dias (divididos emdois períodos de 1260 dias ou 42 meses)veja em: (Ap 11.2-3)APOCALIPSE 11.2-3“E deixa o átrio que está fora do templo, e não o meças; porque foi dado às nações, episarão a cidade santa por quarenta e dois meses. E darei poder às minhas duastestemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco” (Ap 11.2-3)ACF*É um período conhecido como a Grande Tribulação, pela bíblia sabemos a duração, masnão a data da volta de Jesus.62 Semanas = 434 anos“Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até aoMessias, o Príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; as ruas e o muro sereedificarão, mas em tempos angustiosos” (Dn 9.25)ACFEste período de 434 anos vai de 396 a.C. até 32 d.C., após esteperíodo acontece a morte de Jesus e a destruição de Jerusalémpelos romanos (no ano 70 d.C.), profetizada por Daniel:“E depois das sessenta e duas semanas será cortado o Messias, mas não para si mesmo; e opovo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com umainundação; e até ao fim haverá guerra; estão determinadas as assolações” (Dn9.26)ACF cf. (Is 53.8); Lc 21.24) ERA DA IGREJA - TEMPO DOS GENTIOS
  16. 16. “Jerusalém foi invadida em 70 d.c. pelos romanos, o templo destruído e os judeus foram dispersos pelo mundo”Romanos 11.25“Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vósmesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentioshaja entrado” (Rm 11.25)ACFLUCAS 21.24“E cairão ao fio da espada, e para todas as nações serão levados cativos; e Jerusalém serápisada pelos gentios, até que os tempos dos gentios se completem” (Lc 21.24)ACFO termo “temposdos gentios” é o período no qual Jerusalém estaria sob o domínio dosgentios, desde o cativeiro babilônico, continuando até hoje e continuará durante a tribulação.Terminando na segunda vinda de Jesus à terra onde irá julgar as nações.(Dn 2.35) A era da igreja que começou no dia de Pentecostes vai atéoarrebatamento da igreja. Também conhecida como dispensação dagraça cf. (Ef 3.1-7). No livro de apocalipse temos representadas aera da igreja em diversas épocas, através das sete igrejas daÁsia: Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia eLaodicéia (a útima igreja).. Este período não é contado como dentro das 70 semanas, pois nãocorrespondem a “teupovo e a tua santa cidade” (Israel e aJerusalém), mas sim a Igreja, pois a profecia é para Israel eJerusalém. A IGREJA NO PASSADO E NO PRESENTE ERA DA IGREJA
  17. 17. “Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vósmesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentioshaja entrado. E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, Edesviará de Jacó as impiedades”(Rm 11.25-26)ACF A 7 IGREJAS DA ÁSIA REPRESENTAM SETE PERÍODOS DE TODAS AS IGREJAS IGREJA ÉPOCA SIGNIFICADO Éfeso 33 - 100 DESEJÁVEL APO (Ap 2:1-7) Esmirna 100 - 312 AMARGURA (Ap 2:8-11) Pérgamo 313 - 600 CASAMENTO M (Ap 2:12-17) Tiatira 600 - 1517 QUEM SACRIFICA SEMPRE (Ap 2:18-29) Sardes 1517 - 1750 REMANESCENTE (Ap 3:1-6) Filadélfia 1750 - 1914 AMOR FRATERNAL (Ap 3:7-13)
  18. 18. Laodicéia ATUAL DIREITOS DO POVO (Ap 3:14-22)A GRANDE TRIBULAÇÃO – 70° Semana. Corresponde a última semana de Daniel (70° semana), ou seja,um período de 7 anos.É dividido em 2 períodos de 3 anos e meio, sendo o primeiro chamado de Tribulação. E osegundo chamado de Grande Tribulação (maiores guerras e sofrimentos piores), mastambém o período todo é chamado de Grande Tribulação.Outros nomes que a Bíblia descreve a 70° semana de Daniel:- O dia da vingança de nosso Deus- O tempo da angústia de Jacó- O dia de trevas- O dia do Senhor- Aquele dia- O grande dia- Dia da ira- Ira Vindoura Final da 70° semana: Mt 25.13 - Volta de JesusVolta de Jesus Cristo
  19. 19. “Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra selamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grandeglória. E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seusescolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus” (Mt 24.30-31)ACF. É a segunda fase da Vinda de Cristo (a primeira fase é noarrebatamento da igreja: se dará nos ares e só a igreja verá, Jesusnão pisa na Terra).Acontecimentos:- A Manifestação física e pessoal de Jesus acompanhado de seus santos e anjos: Mt 24.30-31- Todo olho O verá: Mt 24.30; At 1.11- Defenderá Israel das nações inimigas: Zc 12.9- A destruição do Anticristo e do Falso Profeta: Ap 19.20- Os Judeus aceitarão Jesus como o Messias: Rm 11.25-27; Zc 12.10- O julgamento das Nações: Mt 25.31-34- Satanás aprisionado: Ap 20.1-3- Implantação do Milênio: Ap 20.4-6 ACONTECIMENTOS:- SURGIMENTO DO ANTICRISTO E DO FALSO PROFETA NO MUNDO- ALIANÇA DE 7 ANOS DO ANTICRISTO COM ISRAEL- OS JUÍZOS DO CÉU SOB OS SETE SELOS DE AP.6- AS DUAS TESTEMUNHAS E SUA MISSÃO NOS 3 ½ ANOS
  20. 20. - 144.000 JUDEUS SALVOS EM ISRAEL- O ANTICRISTO NO BLOCO DE 10 NAÇÕES- O BLOCO DE NAÇÕES DO NORTE- GOGUE E MAGOGUE- A FALSA IGREJA MUNDIAL- A PREGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO- GOGUE E MAGOGUE INVADEM ISRAEL- O ANTICRISTO ROMPERÁ A SUA ALIANÇA COM ISRAEL- IGREJA FALSA MUNDIAL DESTRUIDA PELO ANTICRISTO- OS JUDEUS SERÃO MARTIRIZADOS- JUÍZOS SOBRE A TERRA SOBRE AS SETE TROMBETAS- ISRAELITAS FIEIS FUGIRÃO PARA OS MONTES- JUÍZOS SOBRE A TERRA SOB AS SETE TAÇAS- A QUASE DESTRUIÇÃO DE ISRAEL (ARMAGEDOM)- A VOLTA DE JESUS EM GLÓRIA- EVENTOS GEOFÍSICOS- JULGAMENTO DAS NAÇÕES VIVENTES- DERROTA DO ANTICRISTO E DO FALSO PROFETA- O REMANESCENTE JUDAICO- SATANÁS APRISIONADO
  21. 21. Israel na Grande TribulaçãoO Anticristo e sua perseguição à Israel por 3 anos e meio (na segunda metade):. “E, quanto aos dez chifres, daquele mesmo reino se levantarão dezreis; e depois deles se levantará outro, o qual será diferente dosprimeiros, e abaterá a três reis. E proferirá palavras contra oAltíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar ostempos e a lei; e eles serão entregues na sua mão, por um tempo, etempos, e a metade de um tempo” (Dn 7.24-25)ACF. “E deixa o átrio que está fora do templo, e não o meças; porque foidado às nações, e pisarão a cidade santa por quarenta e dois meses.E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por milduzentos e sessenta dias, vestidas de saco” (Ap 11.2-3)ACF. “Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de quefalou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, atenda” (Mt24.15)ACF. “Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vosperturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola,como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto. Ninguém demaneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antesvenha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho daperdição, O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chamaDeus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templode Deus, querendo parecer Deus” (2Ts 2.2-4)ACFAs nações cercarão os Judeus na guerra do Armagedom:“E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom” (Ap 16.16)ACFBibliografia
  22. 22. Pentecost, J.Dwight - Manual de Escatologia - Editora Vida, 1998Ellisen, Stanley A. - Conheça melhor o Antigo Testamento - Editora Vida -1991Lehman, H.I. - A Revelação de Jesus Cristo - Edições Shophar -1991Pearlman, Myer - Através da Bíblia-Livro por livro - Editora Vida - 1977 Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17 O Forum Gospel Brasil completa hoje 1699 dias de existência com 158361 mensagens Ed Arcturus Número de Mensagens:6786 Idade: 60 Localização: Guarujá flag: Data de inscrição:13/04/2008
  23. 23. Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel... por Eduardo em Qui 03 Fev 2011,7:40 pmNão há motivo escriturístico para jogar a 70° semanapara o fim dos tempos.Ela ocorreu na sequencia imediata da 69°.Eduardo Arcturus Número de Mensagens:7415 Idade: 36 flag: Data de inscrição:17/10/2008
  24. 24. Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel... por Josoco em Seg 14 Fev 2011, 5:20amIsto de ensinar que Laodicéia representa uma épocado período da humanidade, tem muitas controvérsiase outras maneiras de explicar e se compreender...Josoco Diamante Azul Número de Mensagens:1893 Idade: 59 Localização: Brasil flag: Data de inscrição:16/06/2010
  25. 25. Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel... por Eterna em Dom 17 Abr 2011,4:58 pmEu concordo com você, Josoco. Mas no caso emquestão, para que a réplica tenha conteúdo, énecessário demonstrar uma outra maneira de explicarpara que se possa compreender. Você poderia fazeristo?Eterna Diamante Azul Número de Mensagens:1916 Localização: Sampa flag: Data de inscrição:17/04/2011 Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel...
  26. 26. por carlosect em Dom 17 Abr 2011,5:15 pmAté que o cálculo é interessante mas não vejonecessidade neste tipo de cálculo no que se refere aotempo do anti cristo aqui na terra por estes motivos:Daniel 724 Quanto aos dez chifres, daquele mesmo reino selevantarão dez reis; e depois deles se levantaráoutro, o qual será diferente dos primeiros, e abateráa três reis.25 Proferirá palavras contra o Altíssimo, e consumiráos santos do Altíssimo; cuidará em mudar os tempose a lei; os santos lhe serão entregues na mão por umtempo, e tempos, e metade de um tempo.Apocalipse 135 Foi-lhe dada uma boca que proferia arrogâncias eblasfêmias; e deu-se-lhe autoridade para atuar porquarenta e dois meses.6 E abriu a boca em blasfêmias contra Deus, parablasfemar do seu nome e do seu tabernáculo e dosque habitam no céu.7 Também lhe foi permitido fazer guerra aos santos,e vencê-los; e deu-se-lhe autoridade sobre toda tribo,e povo, e língua e nação.ou seja 3 anos e meio.Antes destes 3 anos e meio, temos 3 anos e meio, ouseja = 7 anos27 E ele fará um pacto firme com muitos por umasemana; e na metade da semana fará cessar osacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominaçõesvirá o assolador; e até a destruição determinada, aqual será derramada sobre o assolador.Observe que o assolador virá com 3 anos e meio já
  27. 27. passados e sobre os 3 anos e meio finais é que acoisa ficará bem feia...isto já é suficiente para demonstrar o período do fim,independente das 70 semanas de Daniel com exeçãoda última parte que fala da última semana, afinal seesta semana tivesse sido concluída, então Jáestaríamos no CÉU OU inferno, não é mesmoEduardo?carlosect Diamante Azul Número de Mensagens:1155 flag: Data de inscrição:06/10/2009 Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel... por Eterna em Dom 17 Abr 2011,5:34 pm
  28. 28. Existem períodos históricos que se encaixam dentrodesta matemática, numa contagem diferente. Não meparece que a igreja acredita numa época em que oapocalípse entre num período passível de iniciar suacontagem esquecendo que em virtude de centenas deacontecimentos esta contagem já foi iniciada. Eterna Diamante Azul Número de Mensagens:1916 Localização: Sampa flag: Data de inscrição:17/04/2011 Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel... por Jarbas em Dom 17 Abr 2011,8:12 pm...
  29. 29. Estude Kardec para viver JesusDe qual Jesus vc está falando?..."Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tuacoroa." (Apocalipse 3 : 11) Jarbas moderador Número de Mensagens:12059 Localização: Goiânia - Go flag: Data de inscrição:16/08/2008
  30. 30. Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel... por Eterna em Dom 17 Abr 2011,8:17 pmJarbas escreveu:...Estude Kardec para viver JesusDe qual Jesus vc está falando?...Só houve um! Ou você conhece outros?Eterna Diamante Azul Número de Mensagens:1916 Localização: Sampa flag: Data de inscrição:17/04/2011
  31. 31. Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel... por Jarbas em Dom 17 Abr 2011,8:22 pmEterna escreveu:Jarbas escreveu:...Estude Kardec para viver JesusDe qual Jesus vc está falando?...Só houve um! Ou você conhece outros?Para conhecer e viver o MEU Jesus, se estuda a Bíbliaque é a Palavra de Deus.11 As palavras dos sábios são como aguilhões, ecomo pregos, bem fixados pelos mestres dasassembleias, que nos foram dadas pelo únicoPastor.12 E, demais disto, filho meu, atenta: não há limitepara fazer livros, e o muito estudar é enfado dacarne.
  32. 32. "Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tuacoroa." (Apocalipse 3 : 11) Jarbas moderador Número de Mensagens:12059 Localização: Goiânia - Go flag: Data de inscrição:16/08/2008 Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel... por Eterna em Dom 17 Abr 2011,9:07 pmJarbas escreveu:Eterna escreveu:
  33. 33. Jarbas escreveu:...Estude Kardec para viver JesusDe qual Jesus vc está falando?...Só houve um! Ou você conhece outros?Para conhecer e viver o MEU Jesus, se estuda a Bíblia queé a Palavra de Deus.11 As palavras dos sábios são como aguilhões, e comopregos, bem fixados pelos mestres das assembleias, quenos foram dadas pelo único Pastor.12 E, demais disto, filho meu, atenta: não há limitepara fazer livros, e o muito estudar é enfado dacarne.Jarbas, este é o seu momento. Da mesma forma vivoo meu! Penso que seria muito difícil continuar adiscussão sob essas bases. As portas se fechamquando existe interesse religioso a ser defendido edepois se abrem para atender os mesmos interesses.A única coisa que lamento é ver a bíblia ser usada aobel prazer de cada um sem qualquer escrúpulo.
  34. 34. Eterna Diamante Azul Número de Mensagens:1916 Localização: Sampa flag: Data de inscrição:17/04/2011 Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel... por carlosect em Dom 17 Abr 2011,9:52 pmESTUDE a bíblia para conhecer Kardec.Bom, não vou ficar postando comentários aqui nestesentido pois isto não tem como objetivo as discussõesdo tópico.
  35. 35. carlosect Diamante Azul Número de Mensagens:1155 flag: Data de inscrição:06/10/2009 Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel... por Jarbas em Dom 17 Abr 2011,10:01 pmEterna escreveu:Jarbas escreveu:Eterna escreveu:Jarbas escreveu:...Estude Kardec para viver Jesus
  36. 36. De qual Jesus vc está falando?...Só houve um! Ou você conhece outros?Para conhecer e viver o MEU Jesus, se estuda a Bíblia queé a Palavra de Deus.11 As palavras dos sábios são como aguilhões, e comopregos, bem fixados pelos mestres das assembleias, quenos foram dadas pelo único Pastor.12 E, demais disto, filho meu, atenta: não há limitepara fazer livros, e o muito estudar é enfado dacarne.Jarbas, este é o seu momento. Da mesma forma vivo omeu! Penso que seria muito difícil continuar a discussãosob essas bases. As portas se fecham quando existeinteresse religioso a ser defendido e depois se abrempara atender os mesmos interesses. A única coisa quelamento é ver a bíblia ser usada ao bel prazer de cadaum sem qualquer escrúpulo.8 Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vosanuncie outro evangelho além do que já vos tenhoanunciado, seja anátema.9 Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novotambém vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outroevangelho além do que já recebestes, seja anátema.
  37. 37. "Eterna", vc está anunciando outro evangelho alémdo que nós já recebemos, e Paulo diz que quem faztal coisa, seja anátema (maldito)."Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tuacoroa." (Apocalipse 3 : 11) Jarbas moderador Número de Mensagens:12059 Localização: Goiânia - Go flag: Data de inscrição:16/08/2008 Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel...
  38. 38. por sabino-sp em Seg 18 Abr 2011,9:56 pmEd escreveu:Israel S. Reis“Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e sobre a tua santa cidade, paracessar a transgressão, e para dar fim aos pecados, e para expiar a iniqüidade, e trazer ajustiça eterna, e selar a visão e a profecia, e para ungir o Santíssimo. Sabe e entende: desde asaída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe,haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; as ruas e o muro se reedificarão, mas emtempos angustiosos. E depois das sessenta e duas semanas será cortado o Messias, mas nãopara si mesmo; e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seufim será com uma inundação; e até ao fim haverá guerra; estão determinadas as assolações.E ele firmará aliança com muitos por uma semana; e na metade da semana fará cessar osacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até àconsumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador”(Dn 9.24-27)ACFNosso calendário:Nosso calendário conhecido como Gregoriano Com a ajudadoastrônomo Sosígenes, Júlio Cesar introduziu um ano médiode 365,25 dias: um ciclo de 3 anos de 365 dias e um de366(bissexto). Mas tinha uma diferença de 3 dias de 400 em 400anos, para resolver o problema, o Papa Gregório XIII seguindo umconselho de sábios, propôs em 1582 suprir3 anos bissextos de 400em 400 anos. Logo o ano tem:365,2421 dias (0,2421 corrigido peloano bissexto menos 3 dias de 400 em 400 anos)Calendário bíblico:Calendário bíblico ou profético mês= 30 dias - ano= 360 diasO ano bíblico ou profético tem uma duração de 360 dias, pois em Gênesis 7.11 e 8.4 temos“cincomeses” (tempo do dilúvio), e em Gênesis 7.24 e 8.3 asua quantidade em dias = 150dias, logo cada mês tem 30 dias. Portanto o ano bíblico ou profético tem 12 X 30 = 360dias. Em Apocalipse 12.6 e 13.5 aexpressão1260 dias equivale exatamente 42 meses (42 x 30=1260) ou seja 3 1/2 anos.As 70 semanas de Daniel são semanas de anos e não de dias:
  39. 39. Total de anos: 70 x 7 = 490 anos (no calendário bíblico ouprofético) com um total de 176.400 diasCalculando o número de anos de nosso calendário: número dedias/365,2421176.400/365,2421 = 483 anosSemanas que já se cumpriram: 69 (ano bíblico ou profético)Quantidade de anos das 69 semanas: 69 x 7 = 483 anos (bíblico)Quantidade de dias das 69 semanas: 483 x 360 = 173880Calculando o número de anos de nosso calendário 173880 dias/365,2421 = 476 anos Início das 70 semanas: Decreto para reedificar os muros de Jerusalém“Disse mais ao rei: Se ao rei parece bem, dêem-se-me cartas para os governadores dalém dorio, para que me permitam passar até que chegue a Judá. Como também uma carta paraAsafe, guarda da floresta do rei, para que me dê madeira para cobrir as portas do paço dacasa, para o muro da cidade e para a casa em que eu houver de entrar. E o rei mas deu,segundo a boa mão de Deus sobre mim” (Ne 2.7-8)ACFInício das 69 semanas: (Ne 2.1)“Sucedeu, pois, no mês de Nisã, no ano vigésimo do rei Artaxerxes, que estava posto vinhodiante dele, e eu peguei o vinho e o dei ao rei; porém eu nunca estivera triste diante dele”(Ne 2.1)ACFNo mês de nisã, no ano vigésimos do rei Artaxerxes (março de 445 a.C.)7 Semanas = 49 anosÉ o período da reconstrução do templo de Jerusalém.“Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até aoMessias, o Príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; as ruas e o muro se
  40. 40. reedificarão, mas em tempos angustiosos” (Dn 9.25)ACF*Esse primeiro período tem duração de 7 semanas = 49 anos, que se inicia com o decretopara reconstrução dos muros do Templo em (445 a.c.) porArtaxerxesNe 2.1-8 (Neemias foicomissionado para isto). Foi um período difícil onde encontraram oposição de Sambalá eTobias e tiveram de trabalhar armados, pois a qualquer momento podiam ser atacados (Ne4.16-23). Porém Neemias confiava em Deus , sabia que o Senhor estava com eles ecompletaram a reconstrução dos muros cf. (Ne 6.15-16).Calculando o final das 69 semanas: (aproximadamente)março de 445 a.C. + 476 anos: (março de 32 d.C.)Dataem que Jesus entra em Jerusalém e é aclamado como Rei (Lc19.28-42)Crucificação de Jesus Cristo (FINAL DA 69a Semana)Jesus morreu para a nossa Salvação.Isaias 53.8“Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foicortado da terra dos viventes; pela transgressão do meu povo ele foi atingido” (Is 53.8)ACFA semana que falta para se cumprir: a 70°semana (a última)Quantidade de anos da 70° semana: 7 x 1 = 7 anos (bíblico ouprofético)Quantidade de dias da 70° semana: 7 x 360 = 2520 dias (divididos emdois períodos de 1260 dias ou 42 meses)veja em: (Ap 11.2-3)APOCALIPSE 11.2-3“E deixa o átrio que está fora do templo, e não o meças; porque foi dado às nações, episarão a cidade santa por quarenta e dois meses. E darei poder às minhas duas
  41. 41. testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco” (Ap 11.2-3)ACF*É um período conhecido como a Grande Tribulação, pela bíblia sabemos a duração, masnão a data da volta de Jesus.62 Semanas = 434 anos“Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até aoMessias, o Príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; as ruas e o muro sereedificarão, mas em tempos angustiosos” (Dn 9.25)ACFEste período de 434 anos vai de 396 a.C. até 32 d.C., após esteperíodo acontece a morte de Jesus e a destruição de Jerusalémpelos romanos (no ano 70 d.C.), profetizada por Daniel:“E depois das sessenta e duas semanas será cortado o Messias, mas não para si mesmo; e opovo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com umainundação; e até ao fim haverá guerra; estão determinadas as assolações” (Dn9.26)ACF cf. (Is 53.8); Lc 21.24) ERA DA IGREJA - TEMPO DOS GENTIOS “Jerusalém foi invadida em 70 d.c. pelos romanos, o templo destruído e os judeus foram dispersos pelo mundo”Romanos 11.25“Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vósmesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentioshaja entrado” (Rm 11.25)ACFLUCAS 21.24“E cairão ao fio da espada, e para todas as nações serão levados cativos; e Jerusalém serápisada pelos gentios, até que os tempos dos gentios se completem” (Lc 21.24)ACF
  42. 42. O termo “temposdos gentios” é o período no qual Jerusalém estaria sob o domínio dosgentios, desde o cativeiro babilônico, continuando até hoje e continuará durante a tribulação.Terminando na segunda vinda de Jesus à terra onde irá julgar as nações.(Dn 2.35) A era da igreja que começou no dia de Pentecostesvai até oarrebatamento da igreja. Também conhecida como dispensação dagraça cf. (Ef 3.1-7). No livro de apocalipse temos representadas aera da igreja em diversas épocas, através das sete igrejas daÁsia: Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia eLaodicéia(a útima igreja).. Este período não é contado como dentro das 70 semanas, pois nãocorrespondem a “teupovo e a tua santa cidade” (Israel e aJerusalém), mas sim a Igreja, pois a profecia é para Israel eJerusalém. A IGREJA NO PASSADO E NO PRESENTE ERA DA IGREJA“Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vósmesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentioshaja entrado. E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, Edesviará de Jacó as impiedades”(Rm 11.25-26)ACF A 7 IGREJAS DA ÁSIA REPRESENTAM SETE PERÍODOS DE TODAS AS IGREJAS IGREJA ÉPOCA SIGNIFICADO Éfeso 33 - 100 DESEJÁVEL APO
  43. 43. (Ap 2:1-7) Esmirna 100 - 312 AMARGURA (Ap 2:8-11) Pérgamo 313 - 600 CASAMENTO M (Ap 2:12-17) Tiatira 600 - 1517 QUEM SACRIFICA SEMPRE (Ap 2:18-29) Sardes 1517 - 1750 REMANESCENTE (Ap 3:1-6) Filadélfia 1750 - 1914 AMOR FRATERNAL (Ap 3:7-13) Laodicéia ATUAL DIREITOS DO POVO (Ap 3:14-22)A GRANDE TRIBULAÇÃO – 70° Semana. Corresponde a última semana de Daniel (70° semana), ou seja,um período de 7 anos.É dividido em 2 períodos de 3 anos e meio, sendo o primeiro chamado de Tribulação. E osegundo chamado de Grande Tribulação (maiores guerras e sofrimentos piores), mastambém o período todo é chamado de Grande Tribulação.Outros nomes que a Bíblia descreve a 70° semana de Daniel:- O dia da vingança de nosso Deus
  44. 44. - O tempo da angústia de Jacó- O dia de trevas- O dia do Senhor- Aquele dia- O grande dia- Dia da ira- Ira Vindoura Final da 70° semana: Mt 25.13 - Volta de JesusVolta de Jesus Cristo“Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra selamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grandeglória. E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seusescolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus” (Mt 24.30-31)ACF. É a segunda fase da Vinda de Cristo (a primeira fase é noarrebatamento da igreja: se dará nos ares e só a igreja verá, Jesusnão pisa na Terra).Acontecimentos:- A Manifestação física e pessoal de Jesus acompanhado de seus santos e anjos: Mt24.30-31- Todo olho O verá: Mt 24.30; At 1.11- Defenderá Israel das nações inimigas: Zc 12.9- A destruição do Anticristo e do Falso Profeta: Ap 19.20
  45. 45. - Os Judeus aceitarão Jesus como o Messias: Rm 11.25-27; Zc 12.10- O julgamento das Nações: Mt 25.31-34- Satanás aprisionado: Ap 20.1-3- Implantação do Milênio: Ap 20.4-6 ACONTECIMENTOS:- SURGIMENTO DO ANTICRISTO E DO FALSO PROFETA NO MUNDO- ALIANÇA DE 7 ANOS DO ANTICRISTO COM ISRAEL- OS JUÍZOS DO CÉU SOB OS SETE SELOS DE AP.6- AS DUAS TESTEMUNHAS E SUA MISSÃO NOS 3 ½ ANOS- 144.000 JUDEUS SALVOS EM ISRAEL- O ANTICRISTO NO BLOCO DE 10 NAÇÕES- O BLOCO DE NAÇÕES DO NORTE- GOGUE E MAGOGUE- A FALSA IGREJA MUNDIAL- A PREGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO- GOGUE E MAGOGUE INVADEM ISRAEL- O ANTICRISTO ROMPERÁ A SUA ALIANÇA COM ISRAEL- IGREJA FALSA MUNDIAL DESTRUIDA PELO ANTICRISTO- OS JUDEUS SERÃO MARTIRIZADOS
  46. 46. - JUÍZOS SOBRE A TERRA SOBRE AS SETE TROMBETAS- ISRAELITAS FIEIS FUGIRÃO PARA OS MONTES- JUÍZOS SOBRE A TERRA SOB AS SETE TAÇAS- A QUASE DESTRUIÇÃO DE ISRAEL (ARMAGEDOM)- A VOLTA DE JESUS EM GLÓRIA- EVENTOS GEOFÍSICOS- JULGAMENTO DAS NAÇÕES VIVENTES- DERROTA DO ANTICRISTO E DO FALSO PROFETA- O REMANESCENTE JUDAICO- SATANÁS APRISIONADO Israel na Grande TribulaçãoO Anticristo e sua perseguição à Israel por 3 anos e meio (na segunda metade):. “E, quanto aos dez chifres, daquele mesmo reino se levantarão dezreis; e depois deles se levantará outro, o qual será diferente dosprimeiros, e abaterá a três reis. E proferirá palavras contra oAltíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar ostempos e a lei; e eles serão entregues na sua mão, por um tempo, etempos, e a metade de um tempo” (Dn 7.24-25)ACF. “E deixa o átrio que está fora do templo, e não o meças; porque foidado às nações, e pisarão a cidade santa por quarenta e dois meses.E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por milduzentos e sessenta dias, vestidas de saco” (Ap 11.2-3)ACF
  47. 47. . “Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de quefalou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, atenda” (Mt24.15)ACF. “Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vosperturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola,como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto. Ninguém demaneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antesvenha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho daperdição, O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chamaDeus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templode Deus, querendo parecer Deus” (2Ts 2.2-4)ACFAs nações cercarão os Judeus na guerra do Armagedom:“E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom” (Ap 16.16)ACFBibliografiaPentecost, J.Dwight - Manual de Escatologia - Editora Vida, 1998Ellisen, Stanley A. - Conheça melhor o Antigo Testamento - Editora Vida -1991Lehman, H.I. - A Revelação de Jesus Cristo - Edições Shophar -1991Pearlman, Myer - Através da Bíblia-Livro por livro - Editora Vida - 1977parecia simples e quanta conta.....vc poderia me dizerse esta conta foi a que foi feita pelo criador doadventismo e deu datas sobre o fim dos tempos e avolta de Jesus?????
  48. 48. sabino-sp Diamante Azul Número de Mensagens:1940 Idade: 59 Localização: Santo André - São Paulo flag: Data de inscrição:13/03/2011 Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel... por Jefté em Qua 23 Nov 2011, 12:41pmOlá irmãosCreio haver um erro comum na interpretação das 70semanas.O início da contagem não se refere a Artaxexes, masa Ciro, no primeiro ano do seu reinado o qual fezpassar pregão por todo o seu reino, como tambémpor escrito: (II Cron. 36:21-23 e Esd. 1:1-3)
  49. 49. Essa foi a ordem p/ reedificar primeiramente o temploe consequentemente a Cidade e todo o Israel.Pois foi a partir dessa ordem que os judeus todos -que estavam por Deus expulsos de sua terra e deJerusalém afim de que a terra descasasse 70 anossabáticos (ou seja, cada ano dos 70 anos de exílio foium ano de descanso da terra - isso foi instituído emLevíticos 25).E os filhos de Israel que foram banidos da terra elevados cativos, ou seja, prisioneiros, só puderamvoltar a Jerusalém quando o Senhor através de Cirodeu a ordem.Então as 70 semanas se iniciam aí!E outro ponto errado é que a Bíblia jamais tratou oano como tendo 360 dias.Os anos bíblicos são como devem ser: ou seja, a terrademora 365 de 6 horas no seu movimento detraslação, e isso é que é um ano.Ora, foi Deus que pôs os luminares para tempos eestações próprias, e como a Escritura haveria decontrariar sua própria instituição e determinação ??quanto as próprias estações ???Na verdade, há erros no calendário instituído,principalmente antes de Cristo.E a ordem de Ciro foi dada a exatamente 450 anosantes do Messias nascer em Belém.E isso pode ser verificado na própria profecia, pois oanjo diz que desde a saida da ordem p/ se edificarJerusalém até o Messias se dariam 7 + 62 semanas.Sendo as 7 + 62 semanas de anos, totalizam-se 483anos.Somente que esse periodo não seria até seunascimento, mas até sua morte, pois diz: "E depoisdas 62 semanas será tirado o Messias, e não serámais..."
  50. 50. Então, extraído-se 33 anos que foi aproximadamentea vida do Messias, temos o seguinte resultado:483 anos- 33 anos________= 450 anos.Ou seja, Ciro deu a ordem p/ a reconstrução deJerusalém foi a de Ciro, vejamos que a sua ordem foiprimeiramente de Deus, e depois sua:"E os anciãos dos judeus iam edificando eprosperando pela profecia do profeta Ageu, e deZacarias, filho de Ido. E edificaram e terminaram aobra conforme ao mandado do Deus de Israel, econforme ao decreto de Ciro e Dario, e de Artaxerxes,rei da Pérsia." (Esd. 6:14)"No primeiro ano do rei Ciro, este baixou o seguintedecreto: A casa de Deus, em Jerusalém, sereedificará para lugar em que se ofereçam sacrifícios,e seus fundamentos serão firmes; a sua altura desessenta côvados, e a sua largura de sessentacôvados;" (Esd. 6:3)Quanto à permissão que Artaxexes deu a Neemias,ele apenas ajudou a acabar de construir o muro eessa sua obra do muro foi de apenas 53 dias:"Acabou-se, pois, o muro aos vinte e cinco do mês deElul; em cinqüenta e dois dias." (Nee. 6:15)E também quando Artaxexes deu permissão aNeemias p/ subir a Jerusalém, os judeus já habitandoa cidade a mais de 50 anos, e o templo já estavaconcluído, pois ele foi acabado do no 6º ano de Dario(Esd. 6:15), e quando Esdras subiu a Jerusalém jáestava no 7º ano de Artaxexes (que reinou depois deDario); e Neemias só subiu no 20º ano desse rei.Ou seja, quando Neemias subiu a mando de
  51. 51. Artaxexes já se tinham ± uns 80 anos desde que osjudeus voltaram do cativeiro.Pois só p/ a construção do templo demorou-se 46anos - João 2:20.Sendo que o término da construção foi no 6º ano deDario (e não se sabe ao certo quanto tempo mais elereinou) para depois reinar Artaxexes, e só novigésimo ano do seu reinado é que Neemias subiu aJerusalém (que já estava praticamente reconstruída,só faltando mesmo o resto do muro.Como alguém pode afirmar que Artaxexes é que deuordem p/ reedificar Jerusalém ???Também tem outro ponto:Bem antes do templo estar concluído (pois demorou46 anos) os judeus já estavam c/ suas casas forradase Deus os exorta (através de Ageu) a se esforçaremp/ a edificação do templo, pois eles já estavam emcasas forradas enquanto o Templo permaneciainacabado:"Assim fala o SENHOR dos Exércitos, dizendo: Estepovo diz: Não veio ainda o tempo, o tempo em que acasa do SENHOR deve ser edificada. Veio, pois, apalavra do SENHOR, por intermédio do profeta Ageu,dizendo: Porventura é para vós tempo de habitardesnas vossas casas forradas, enquanto esta casa ficadeserta? Ora, pois, assim diz o SENHOR dosExércitos: Considerai os vossos caminhos. (Ageu 1:2-5)"Esperastes o muito, mas eis que veio a ser pouco; eesse pouco, quando o trouxestes para casa, eudissipei com um sopro. Por que causa? disse oSENHOR dos Exércitos. Por causa da minha casa, queestá deserta, enquanto cada um de vós corre à suaprópria casa." (Ageu 1:9-10)Para não ficar muito longo...
  52. 52. Depois posto sobre a última semana.Jefté Pérola Número de Mensagens:205 flag: Data de inscrição:16/05/2011 Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel... por Eduardo em Sex 25 Nov 2011,10:16 pmsabino-sp escreveu:vc poderia me dizer se esta conta foia que foi feita pelo criador do adventismo e deu datassobre o fim dos tempos e a volta de Jesus?????1) O criador do adventismo foi Jesus Cristo, eleprometeu que voltaria.2) A IASD nunca deu datas sobre o fim dos tempos.3) Nossa interpretação sobre as setenta semanas é aseguinte:
  53. 53. Chronological Studies Related to Daniel 8:14 and9:24-27 é um sumário de uma desafiadorainvestigação exegética, histórica e astronômica dasbases historicistas sobre a compreensão do ponto departida, da extensão e do cumprimento de cada umdesses períodos proféticos. Devido a sua abordageminterdisciplinar, a investigação traz novasintrospecções à discussão global, especialmente daperspectiva astronômica.Esse livro é um marco acadêmico histórico que nãopode ser evitado por nenhum estudo sério dessestempo proféticos.Juarez Rodrigues de Oliveira, nasceu no estado deMinas Gerais, porém, reside na Grande Vitória,Estado do Espírito Santo, Brasil, desde 1980,iniciando seus estudo dos períodos proféticos nadécada de 80. Em 1990 ele visitou as maisdestacadas livrarias e observatórios astronômicos daEuropa e dos Estados Unidos, e iniciou um diálogosobre o tema com estudiosos adventistas e nãoadventistas ao redor do mundo. Esses diálogos,algumas vezes em tons apologéticos, ajudaram acristalizar os conceitos básicos expressados em seulivro. 1. Apresentação do Livro 2. Origem e evolução do nosso calendário 3. As Origens da Escrita: O Cuneiforme 4. Estevão, Israel e a Igreja 4shared.com 4shared.com/dir/8136027/2a37656c/Juarez. html
  54. 54. O livro bíblico de Daniel já havia predito, com séculos de antecedência, os anosexatos do início e do fim do ministério terrestre de Jesus. Atualmente, com oauxílio da História e da Astronomia, essas datas podem ser seguramentecomprovadas. Examine por si mesmo esta fascinante série de estudos e saibacomo “responder a todo aquele que pedir a razão” de sua fé.Nos 2 primeiros estudos desta série, você terá umavisão geral da profecia de Daniel 9, sem, contudo,adentrar nos pormenores técnicos envolvidos nacomprovação das datas.1. A Profecia - Base da Mensagem Cristã2. Uma Visão Panorâmica de Daniel 9Nos apêndices, você receberá valiosas informaçõesadicionais sobre pontos específicos dos estudosanteriores. Caso não tenha dúvidas sobre nenhumaquestão e considere desnecessário examinar osapêndices por enquanto, poderá seguir adiante,sem prejuízo para sua compreensão do assunto.Apêndice ao Estudo 02Nos próximos 3 estudos, você aprenderá noções deAstronomia e conhecerá os principais sistemas deCalendário produzidos no decorrer da História.Essas informações serão extremamenteimportantes para a verificação do cumprimento daprofecia de Daniel.3. A Astronomia e o Plano de Salvação4. Noções de Calendário - 1ª Parte5. Noções de Calendário - 2ª ParteAlguns detalhes relacionados aos estudos 3, 4 e 5serão fornecidos no apêndice a seguir. Se você
  55. 55. julgar desnecessário apreendê-los por agora,poderá avançar diretamente para o próximoestudo.Apêndice aos Estudos 3, 4 e 5No estudo 6, um dos mais importantes da série,você se surpreenderá com a exatidão matemáticada profecia bíblica, pois o livro de Daniel já haviadefinido, com inigualável precisão, não somente oano, mas até mesmo o dia e o mês da morte deJesus.6. A Precisão dos Períodos ProféticosA fixação do ano 457 A.C. para o início dos períodosproféticos de Daniel 8 e 9 está circundada pordiversas dificuldades, tanto de interpretação bíblicaquanto de pesquisa histórica. No estudo 7, você nãosomente ficará a par desses problemas, comotambém conhecerá a melhor maneira de confirmaras datas indicadas pela profecia.7. Certezas e Incertezas Sobre 457 A.C.No estudo 8, que, assim como o estudo 6, constituium dos mais importantes da série, você descobriráo DIA, o MÊS e o ANO exatos da morte de Jesus. Alocalização dessa data, pela combinação dos dadoshistóricos e astronômicos, comprovará a precisãode toda a profecia.8. O Meio da Septuagésima SemanaAparentemente, as informações bíblicas sobre adata judaica da morte de Jesus são conflitantes. Noestudo 9, você eliminará qualquer incerteza sobre
  56. 56. esse assunto e dará um passo indispensável para aconfirmação da profecia de Daniel.9. Em Que Dia Jesus Morreu?No estudo 10, você conhecerá as evidênciashistóricas e astronômicas que permitem localizar obatismo de Cristo no outono do ano 27, o tempoexato indicado pela profecia de Daniel. Não deixede examinar este último estudo ordinário da série.Com certeza, sua fé em Jesus, o Ungido de Israel,será grandemente fortalecida!10. A Data do Batismo de Jesus.Se você desejar melhores esclarecimentos sobrepontos específicos dos estudos 6, 7, 8, 9 e 10,consulte o apêndice a seguir. Ele trará informaçõesvaliosíssimas para seu aporfundamento no assunto.Por serem muitas as questões abordadas, apreparação do conteúdo desse apêndice exigirámais tempo e trabalho de nossa equipe, de modoque as páginas serão disponibilizadasgradativamente.Apêndice aos Estudos 6, 7, 8, 9 e 10No Estudo Suplementar 1, você poderá comparar asdeclarações, co-fundadora da Igreja Adventista doSétimo Dia, sobre os períodos proféticos de Daniel8:14 e 9:24-27 e sobre a tipologia das festasjudaicas com as conclusões obtidas nos estudosprecedentes, a partir de dados bíblicos, históricos eastronômicos. Você perceberá que os escritos sobrecronologia profética, produzidos no século XIX,resistem ao exame científico mais rigoroso, o quecoloca um selo de garantia sobre seu ministérioprofético.Estudo Suplementar 1: Cronologia Profética das
  57. 57. Escrituras.Caso você esteja interessado em algumainformação específica e não queira percorrer cadaum dos estudos para encontrá-la, utilize o mapa dasérie. Nele, há um índice geral, com todas as seçõesdos estudos, o que facilitará a localização dainformação desejada.Mapa da Série de EstudosMuitas das informações sobre Astronomia esistemas de Calendário discutidas nesta série deestudos podem ser obtidas, confirmadas eaprofundadas em outros sites da Internet. Parafacilitar sua pesquisa, “Links Relacionados” trazuma lista com os endereços desses sites e umbreve resumo das informações mais importantesneles disponíveis.Links RelacionadosEra a intenção de Cristo que Seus seguidores nãosomente fossem beneficiados por Sua mensagem,mas que também se tornassem, eles mesmos,instrumentos para a redenção de outros. Por isso,você também tem uma parte importante adesempenhar! Faça aqui o download destafantástica série de estudos e divulgue essasverdades em sua igreja e entre seus amigos. Formepequenos grupos de estudo e ajude a fortalecer a fédaqueles que lhe são mais próximos.DownloadsEsta série de estudos está em contínuo processo deaperfeiçoamento. Por isso, não deixe de rever aslições que você já estudou. Elas poderão estarenriquecidas com novas informações ou
  58. 58. melhoradas em sua redação, visando a umaapresentação mais clara do assunto.Última edição por Eduardo em Sab 26 Nov 2011, 11:20 am, editado 1 vez(es) Eduardo Arcturus Número de Mensagens:7415 Idade: 36 flag: Data de inscrição:17/10/2008 Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel...
  59. 59. por Jefté em Sex 25 Nov 2011, 10:54pmOlá irmão EduardoSobre as 70 semanas:Atententemos à profecia no seu esboço sobre as 70semanas:Daniel 9:25:"Sabe e entende: desde a saída da ordem pararestaurar, e para edificar a Jerusalém, até ao Messias,o Príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duassemanas; as ruas e o muro se reedificarão, mas emtempos angustiosos."(desde a saída da ordem p/ edificar a cidade até oMessias 7 + 62 semanas - até aqui já se está fazendoum divisão - porquanto até o Messias seriam 69semanas - eis já a divisão ???)Depois o verso seguinte:Daniel 9:26 -"E depois das sessenta e duas semanas será cortadoo Messias, mas não para si mesmo; e o povo dopríncipe, que há de vir, destruirá a cidade e osantuário, e o seu fim será com uma inundação; e atéao fim haverá guerra; estão determinadas asassolações."(depois das 62 semanas... [notadamente a divisãoprossegue] - depois das 62 semanas o Messias - quealcançaria 7+62 - seria tirado, e não seria mais, e opovo do príncipe que há de vir destruiria a cidade e osantuário; e o seu fim seria como uma inundação, eaté ao fim haverá guerra; estão determinadasassolações)Nossa, como não podemos ver que não se houvedivisão ???Pois o Messias é tirado alcançando 7 + 62 semanas e
  60. 60. a cidade e o santuário são destruídos após asmesmas 7 + 62 semanas... e não se falou da 70ªsemana - será que não nos damos conta ???Após o anjo citar todos os acontecimentos que sedariam nas 7 + 62 semanas e de até ter falado dadestruição da cidade e do santuário pelo povo dopríncipe que há de vir como inundação - contudo nãose mencionou a 70ª semana.Então no verso 27 é dito:"E ele firmará aliança com muitos por uma semana; ena metade da semana fará cessar o sacrifício e aoblação; e sobre a asa das abominações virá oassolador, e isso até à consumação; e o que estádeterminado será derramado sobre oassolador." (Daniel 9:27)Ora, quem é esse que firmaria aliança c/ muitossendo que o Messias já foi tirado e a cidade e osantuário destruídos no tempo das 7+62 semanas ???Acaso após a cidade ser destruída é que o Messias fezalguma aliança ???A divisão é proposta e assinalada na própria profecia:Saída da ordem - inicia a 1ª semana das 7 semanas.O Messias é tirado - termina-se as 62 semanas.O pacto c/ muitos inicia a 70ª semana.Na metade dessa semana é tirado o sacrifício e aoferta de majares e sobre a asa das abominaçõesvem o assolador.( desde quando isso se refere ao Messias ??? )Acaso, o tirar do sacrifício e oferta de manjares sedissesse em relação ao Messias - por esse feito Delese nos viria algum assolador ( ou viria-nos oConsolador ???)Porque, segundo o Senhor, após a Sua ida, nos viria oConsolador. Amém!
  61. 61. Mostrando mais uma vez que o versículo 27 está afalar do príncipe que há de vir (cujo povo destruiu acidade) porquanto é ele que, ao tirar o sacrifício eoferta de manjares abrirá o caminho p/ vir oassolador:"E ele firmará aliança com muitos por uma semana; ena metade da semana fará cessar o sacrifício e aoblação; e sobre a asa das abominações virá oassolador, e isso até à consumação; e o que estádeterminado será derramado sobre o assolador.(Dan.9:27)E que segundo Daniel 11:31 o anticristo é quem tiraráo sacrifício contínuoestabelecendo a abominaçãodesoladora.Jefté Pérola Número de Mensagens:205 flag: Data de inscrição:16/05/2011 Re: Cálculo das Setentas Semanas deDaniel...
  62. 62. por Eduardo em Sab 26 Nov 2011,11:08 amJefté escreveu:(desde a saída da ordem p/ edificar acidade até o Messias 7 + 62 semanas - até aqui já seestá fazendo um divisão - porquanto até o Messiasseriam 69 semanas - eis já a divisão ???)Vamos por partes. Nunca neguei a existências dasdivisões na profecia, mas nenhuma dessas divisõesabriga intervalos intercalados entre elas> Por quesomente a última divisão teria esse intervalodiferenciado que alguns acreditam ser ostempos dosgentios citado em Lucas 21:24 ?... o tirar do sacrifício e oferta de manjares se dissesseem relação ao Messias - por esse feito Dele se nos viriaalgum assolador ...Nem eu nem o texto afirmamos que "o tirar dosacrifício e oferta de manjares" provoca a vinda doassolador.E que segundo Daniel 11:31 o anticristo é quem tiraráo sacrifício contínuoestabelecendo a abominaçãodesoladora.Em lugar nenhum o texto afirma isso. Quemtirou "o sacrifício contínuo" foi opríncipe. Vocêainda está confuso, leia o estudo direito e voltedepois.http://www.concertoeterno.com/v2/estudos/cronologia/index.php?estudo=8#topo
  63. 63. Eduardo Arcturus Número de Mensagens:7415 Idade: 36 flag: Data de inscrição:17/10/2008 Tópicos similares» Semanas 7 e 8 Fração» AS SETENTA SEMANAS DE DANIEL» A IMINENTE VOLTA DE JESUS!!!» 70 semanas de Daniel x parábola da figueira» A Cronologia do Livro de DanielForum Gospel Brasil :: Forum :: Escatologia Página 1 de 1PERMISSÃO DESTE FÓRUM:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
  64. 64. InícioCriar um fórum | © phpBB | Fórum grátis de ajuda | Assinalar uma queixa | Criar um fórum Início O Autor Contato Cremos no Reino de Deus Já O que é o Pós-milenismo?SÁBADO, 9 DE OUTUBRO DE 2010
  65. 65. As 70 Semanas de Daniel revisitadas Por Hermes C. Fernandes“Portanto quando virdes que a abominação da desolação, de que falou o profetaDaniel, está no lugar santo ( quem lê, entenda)...”MATEUS 24:15Depois de orar por vinte e um dias consecutivos, Deus enviou o anjo Gabriel paraconfortar Daniel, e fazê-lo entendido acerca daquilo que haveria de acontecer aoseu povo. Disse o anjo ao profeta:“Daniel, agora vim para fazer-te entender o sentido. No princípio das tuas súplicas,saiu a ordem, e eu vim, para declará-la a ti, porque és muito amado. Portanto,considera a mensagem, e entende a visão: Setenta semanas estão determinadassobre o teu povo, e sobre a tua santa cidade, para fazer cessar a transgressão, edar fim aos pecados, e para expiar a iniqüidade, e trazer a justiça eterna, e selar avisão e a profecia, e para ungir o Santo dos Santos”.DANIEL 9:22-24.É ponto pacífico entre os teólogos que essas setenta semanas referem-se asemanas de anos. Portanto, significam literalmente 490 anos.O que é que aconteceria dentro desse prazo? O pecado seria expiado, e a justiçade Deus seria, por conseguinte, satisfeita. Além disso, o Santo dos Santos seriaungido.Tudo isso aconteceu na primeira vinda de Cristo. Pela Cruz, a iniqüidade do
  66. 66. mundo foi expiada, e a justiça divina satisfeita. Com a ressurreição, o Santo dosSantos foi ungido.O anjo prosseguiu:“Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar e para edificarJerusalém, até o Ungido, o Príncipe, sete semanas, e sessenta e duas semanas.As praças e as tranqueiras se reedificarão, mas em tempos angustiosos.”V.25.Quando Daniel recebeu essa visão, Jerusalém havia sido destruída porNabucodonosor, rei da Babilônia. Entretanto, Deus estava prometendo que aquelacidade ainda haveria de ser restaurada. Em 457 aC. foi promulgado o decreto dorei Artaxerxes, concedendo a Esdras a autorização de começar a reconstrução deJerusalém. 69 semanas de anos depois, ou 483 anos, chegamos precisamente àépoca em que Jesus iniciou o Seu ministério público. Trata-se de uma exatidãoextraordinária, que só pode ser explicada levando-se em conta a incontestávelinspiração do texto sagrado.E o texto profético prossegue:“Depois das sessenta e duas semanas será cortado o Ungido, e não será mais...”v.26a.À essas 62 semanas devem ser somadas as 7 primeiras semanas, totalizando 69semanas. Com a morte do Ungido ( em grego é Christos ), a iniqüidade teria sidoexpiada, e a justiça divina vindicada. Ora, se o Ungido seria cortado depois das 69semanas, logo, concluímos que Ele foi morto na 70a.semana. Isso derruba de veza teoria de que a 70a.semana ainda virá, e que entre a 69a. e a 70a. haveria umaespécie de intervalo ( tal teoria é defendida pelos dispensacionalistas ) Diante dofato de que o Ungido foi cortado depois da 69a. semana, só podemos concluir quetal teoria não passa de uma falácia.Se acreditarmos no fato de que a 70a. semana ainda está pra vir, teremos queadmitir que o pecado ainda não foi expiado, e que Cristo não era o Ungido queestava pra vir. Isso seria um absurdo !Uma vez que Jerusalém rejeitara o seu Rei, nada lhe restara senão a destruição. Amorte de Cristo na Cruz selou o destino daquela cidade. Por isso, na seqüência daprofecia lemos: “e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e osantuário. O seu fim será como uma inundação: Até o fim haverá guerra, e estãodeterminadas desolações” (v.26).A Identidade do Príncipe que destruiria Jerusalém
  67. 67. Muito se tem discutido acerca da identidade do tal príncipe. Quem seria ele, afinal?Certamente não se está falando do Ungido. Trata-se de Tito, general romano queveio a se tornar imperador, e que no ano 70 d.C. invadiu Jerusalém e a destruiujuntamente com o seu soberbo templo. Antes disso, porém, os judeus vivenciaramquatro anos consecutivos de guerra. Sobre isso escreveu exaustivamente ohistoriador judeu Flávio Josefo.A destruição de Jerusalém está profundamente ligada à rejeição do Messias porparte dos judeus.Lucas narra o episódio em que Jesus “vendo a cidade, chorou sobre ela, dizendo:Ah! Se tu conhecesses, ao menos neste teu dia, o que à tua paz pertence! Masagora isso está encoberto aos teus olhos. Dias virão sobre ti em que os teusinimigos te cercarão de trincheiras, e te sitiarão, e te apertarão de todos os lados.Derrubar-te-ão, a ti e a teus filhos que dentro de ti estiverem. Não deixarão em tipedra sobre pedra, porque não reconheceste o tempo da tua visitação” (Lc.19:41-44).Cristo ou o Anticristo?Logo em seguida, o anjo diz: “Ele confirmará uma aliança com muitos por umasemana, mas na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oferta decereais”(v.27). De quem o anjo estava falando, agora ? Alguns entendem que apessoa em foco aqui é o tal príncipe, ou o império que ele representa. Os queacreditam que a 70a.semana ainda virá, crêem que se trata do Anticristo. Nós,porém, temos razões fortes para crer que esta passagem fale do Ungido, e não dopríncipe que destruiria Jerusalém. E que razões seriam estas? Primeiro, no textoem hebraico, o sujeito está oculto. Portanto, ambas as posições parecemplausíveis do ponto de vista lingüístico. Tanto o Ungido, quando o príncipe que viráse encaixam perfeitamente. Porém, do ponto de vista teológico, temos que admitirque é o Ungido o sujeito oculto desta passagem. E por quê?Primeiro: Em Mateus 26:28 encontramos Jesus na última ceia apresentando ocálice que representava o sangue da Nova Aliança, derramado por muitos. Isso seencaixa perfeitamente na passagem de Daniel. A aliança ali mencionada é a NovaAliança feita no sangue de Cristo. Essa aliança foi feita na 70a semana de Daniel.Os muitos mencionados nessa passagem são os eleitos de todas as eras. No meiodessa semana ( a 70a., é claro ), Cristo fez cessar o sacrifício. O escritor deHebreus ressalta que Cristo “havendo oferecido, para sempre, um único sacrifíciopelos pecados, assentou-se à destra de Deus”. Portanto, “já não resta maissacrifício pelos pecados”(Hb.10:12, 26b).Diante destas afirmações, concluímos que não foi Tito, o general romano, quemfez cessar o sacrifício. Foi Cristo, o Santo dos Santos, que invalidou pelo o Seusangue todos os demais sacrifícios. Ainda que, depois de Sua morte, os sacrifícioscontinuassem a ser oferecidos, eles já não possuíam valor algum diante de Deus
  68. 68. (Hb.9:9-10).Sobre a Asa das AbominaçõesFoi devido à rejeição do Messias por parte dos judeus que a destruição veio sobreJerusalém e seu templo. Por isso, na seqüência do versículo lemos: “E sobre a asadas abominações virá o assolador, até a destruição determinada, a qual seráderramada sobre o assolador” (v.27b).O assolador nesta passagem corresponde a Roma, que foi a responsável peladestruição total de Jerusalém e seu santuário. Na última parte do versículo, lemosque Deus também determinara a destruição do assolador. No final das contas,tanto a Jerusalém apóstata, quanto o Império Romano haveriam de ser destruídos.Cerca de cinco séculos depois de haver destruído Jerusalém (476 d.C.), Roma foiinvadida e saqueada pelos bárbaros, caindo assim a porção ocidental do ImpérioRomano.Postado por Hermes C. Fernandes às 12:58Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilharno OrkutMarcadores: 70 Semanas de Daniel, Anticristo3 comentários: 1. Estilo Impacto Emocional27 de maio de 2011 18:44 Muito bem escrito o blog, difícil encontrar bons textos sobre escatologia.Parabéns e continue assim. E o momento de desvelar segredos. Responder 2.
  69. 69. Pr. Edivaldo Pereira de Souza28 de agosto de 2011 21:02 Parabens, seu acha por bem pode me seguir no Blog: umaigrajaparaessetempo.blogspot.com Pastor Edivaldo Pereira Responder 3. Fernando Jessica25 de novembro de 2012 10:22 Este comentário foi removido pelo autor. Responder Postagem mais recenteInício Assinar: Postar comentários (Atom) SERÁ ASSIM O FIM DO MUNDO? CONHEÇA O BLOG PESSOAL DO AUTOR PESQUISAR ESTE BLOG Pes quis ar SEGUIDORES ARQUIVO DO BLOG ▼ 2010 (4)o ▼ Outubro (4) O Reino de Cristo não é deste Mundo? O Futuro Glorioso da Igreja Adeus Mundo Velho, Feliz Mundo Novo!
  70. 70.  As 70 Semanas de Daniel revisitadas DESTRUIÇÃO OU RESTAURAÇÃO? Tecnologia do Blogger. Maria Madalena era prostituta? “E eis que uma mulher da cidade, uma pecadora, sabendo que ele estava à mesa em casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com ungüento.” (Lc 7.36-47). Inicio Estudoso Angeologiao Batalha Espiritualo Diversoso Escatologiao Familiao Louvor e Adoraçãoo Polemicos Esboçoso Geral Temas Diversoso Artigoso Crônicaso Curiosidadeso Duvidas Biblicaso Reflexoeso Variedades A Biblia Respondeo Angeologiao Antropologiao Bibliologiao Cristologiao Demonologiao Deuso Eclesiologiao Escatologiao Etica Cristão Hemartiologiao Historia da Igrejao Pneumatologiao Religiões e Seitaso Satanaso Soteriologia Datas Comemorativaso Ano Novoo Carnavalo Corpus Christio Dia das Criançaso Dia das Mãeso Dia dos Namoradoso Dia dos Paiso Festas Juninas
  71. 71. o Halloweeno Natalo Páscoa Boletim Pesquise em NOSSOS SITES Searc h Pesquisa Ultra-Rápida ( CLick na IMAGEM) Leia o Tutorial Ilustrado e ative seu email, dentro da propria explicação!
  72. 72. LEMBRE-SE:Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que manejabem a palavra da verdade.II Timóteo 2:15Estão Nesse Momento no Site! Searc h Pesquise em nossos sites As Setenta Semanas de DanielEntre todas as profecias, da Bíblia, as Setenta Semanas de Daniel merecem destaque especial. Nelascontém um enigma relacionado ao passado, ao presente e ao futuro. Sem ela era impossível desvendar aEscatologia Bíblica.A compreensão destas semanas é indispensável para quem pretende entender a Escatologia Bíblica.Daniel 9 v 24 – 27: “Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo e sobre a tua santa cidade,para extinguir a transgressão, e dar fim aos pecados, e expiar a iniqüidade, e trazer a justiça eterna, eselar a visão e profecia, e ungir o Santo dos santos. Sabe e entende: desde a saída da ordem pararestaurar e para edificar Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe, sete semanas e sessenta e duas semanas:as ruas e as tranqueiras se reedificarão, mas em tempos angustiosos.E, depois das sessenta e duas semanas, será tirado o Messias e não será mais; e o povo do príncipe, quehá de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma inundação; e até ao fim haveráguerra; estão determinadas assolações. E ele firmará um concerto com muitos por uma semana; e nametade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; e sobre as asas das abominações virá oassolador, e isso até a consumação; e o que estar determinado será derramado sobre o assolador.”1.1. UMA DAS CAUSAS MAIS IMPORTANTES DAS SETENTA SEMANAS DE DANIELUm dos mais rigorosos mandamentos da lei era a guarda do ano Sabático (Levt 25 v 1 – 7). Este
  73. 73. mandamento implica em que os filhos de Israel teriam que trabalhar seis anos consecutivos, e nãotrabalhar no sétimo. Durante os doze meses do sétimo ano eles não poderiam trabalhar lavrando a terra.Mas teriam descansá-la por um ano completo.Mas os hebreus desprezaram este mandamento muito cedo. Desde a sua monarquia até a sua dispersão,a qual deu um período 490 anos, eles não guardaram este importante mandamento. E trabalharamlavrando a terra todos os anos.Se Deus fosse homem, Ele iria fazer a conta: “Mas quantos anos sabáticos os hebreus me deve mesmo?!Eles trabalharam 490 anos consecutivos.E 490 divididos por 7 são igual 70. Haá eles deve-me 70 anos!” Mas, como Deus, é Deus, Ele já tachou: aotrabalhar 490 anos eles trabalharam durante os meus 70 anos sabáticos!Deus como é justo.E para descansar a terra Deus apreendeu os judeus por 70 anos na Babilônia (2º Cron 36 v 21; Jer 25 v 11,12; 29 v 10).1.2. A INTERCESSÃO DE DANIELO profeta Daniel lendo e estudando o Livro do profeta Jeremias (Dan 9 v 2), entendeu que os judeus iriamficar escravizados na Babilônia por setenta anos.E estava vencendo os setenta anos, e nada estava acontecendo para que eles pudessem ser livresdaquela terrível escravidão. Então o profeta começou a orar e a jejuar para que Deus viesse a libertar oseu povo. E Daniel quis saber também como seria o futuro da sua nação (Dan 9 v 3 – 19).E a sua interseção durou vinte e um dias. E por três semanas Daniel orou e jejuou (Dan 10 v 2 – 21).No mesmo momento que Daniel que começou a orar, Deus lhe deu a resposta. Mas um demônio detémo anjo que traria a, respectiva, resposta. Mas ele continuou a orar r a jejuar, então o Senhor envia outroanjo forte para ajudá-lo. Em fim a sua resposta chega até as suas mãos (Dan 10 v 11 – 14). O anjo queDeus enviara é o anjo Gabriel. E com respeito à escravidão, já estava se findado. Mas, além dos 70 anosda escravidão, Deus tinha mais sete semanas para os judeus (7 x 7 = 490). Que são igual 490 anos.1.3. O OBJETIVO DAS SETENTA SEMANAS DE DANIELNa escravidão Babilônica, Deus acerta com os judeus os Setenta anos Sabáticos, para descansar a terra.Mais ainda faltavam os 490 anos que eles viveram irregular com o Todo Poderoso.Portanto, ainda lhes faltavam 490 anos, para que o Senhor viesse a cumprir com as maiores bênçãos paraos salvos.
  74. 74. Semanas do hebraico que dizer, tão somente, sete. E não obviamente, sete dias (Gên 29 v 27; Levt 24 v8). E quanto a estas semanas são também de anos:“Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo e sobre a tua santa cidade, para extinguir atransgressão, e dar fim aos pecados, e expiar a iniqüidade, e trazer a justiça eterna, e selar a visão eprofecia, e ungir o Santo dos santos” (Dan 9 v 24).E o objetivo destas semanas é que no final delas seis (6) fatores importantes irão acontecer:a) Para extinguir a transgressão,b) E dar fim aos pecados,c) E expiar a iniquidade,d) E trazer a justiça eterna,e) E selar a visão e profecia,f) E ungir o Santo dos santos.Somente no Milênio pode dar inicio ao cumprimento destas imensuráveis bençãos.1.4. DIVISÕES DAS 70 SEMANAS, OU DOS 490 ANOSAs setenta semanas de Daniel são divididas em três etapas. A saber: “Sete Semanas, Sessenta e duasSemanas e uma Semana”.1.4.1. Sete Semanas: “Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém,até ao Messias, o Príncipe, sete semanas” (Dan 9 v 25). Sete semanas são iguais: 7 x 7 = 49. Esta parterefere-se a um período de 49 anos que iniciou em 14 de março 445 a.C. com a “saída da ordem pararestaurar e para edificar Jerusalém” (Neem 2 v 4 – 9); e estendeu até a inauguração da edificação deJerusalém.1.4.2. Sessenta e duas Semanas: “E sessenta e duas semanas”. Sessenta e duas semanas são iguais: 62 x7 = 434. E fala a respeito do período que iniciou na com inauguração de Jerusalém e se estendeu até porvolta do ano 30 – 33 d.C. na época do batismo de Jesus, que aproximadamente, 434 anos.1.4.3. Sete semanas e sessenta e duas semanas: “Sete semanas” são iguais: 7 x 7 = 49. Um período de 49anos. Mais “sessenta e duas semanas” são iguais 62 x 7 = 434. É um período que duraram 434 anos.Unindo os dois períodos, usando a linguagem “anos”, temos: 49 anos, mais 434 anos que é igual a 483anos (49 + 434 = 483).Justamente nesta época os judeus não receberam a Jesus, mas mandou crucificá-lo (João 1 11, 12);faltando 7 anos para os 490 anos. Usando o linguajar “Semanas”, temos: 7 semanas, mais 62 semanas,

×