SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
Fundamentos de SQL Microsoft SQL Server 2005 Emiliano Eloi <emilianoeloi@gmail.com>
Objetivos ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Para hoje ,[object Object],[object Object],[object Object]
Lista de Verificação ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
DER – DB_CALL_CENTER_CENTRAL
DER – DBEMIL
Cadastrar Call center - Proprietário Base de dados:   DB_CALL_CENTER_CENTRAL Tabela:   TBL_PROPRIETARIOS  (ID_PROPRIETARIO[INT], NM_NOME_PROPRIETARIO[VARCHAR(255)] ) Obs.: A coluna ID_PROPRIETARIO é uma identidade da tabela e é controlada pelo banco de dados. INSERT INTO  TBL_INSTRUMENTOS  (NM_NOME_INSTRUMENTO) VALUES  ( ‘Guitarra’ )
Cadastro Call center – Call Center Base de dados:  DB_CALL_CENTER_CENTRAL Tabela:  TBL_CALLS_CENTERS (ID_CALL_CENTER[INT], NM_NOME_CALL_CENTER[VARCHAR(255)], ID_PROPRIETARIO[INT]) Obs.: A coluna ID_CALL_CENTER é uma identidade da tabela e é controlada pelo banco de dados; A coluna ID_PROPRIETARIO se refere a um registro presenta na tabela TBL_PROPRIETARIOS.
Alterar uma tabela - ALTER TABLE O comando ALTER TABLE altera a definição de uma tabela existente. A forma ADD COLUMN adiciona uma nova coluna na tabela utilizando a mesma sintaxe de CREATE TABLE. A forma ALTER COLUMN SET/DROP DEFAULT  permite definir ou remover o valor padrão para a coluna. Note que o valor padrão somente se aplica aos próximos comandos INSERT; as linhas existentes na tabela não são modificadas. A forma ALTER COLUMN SET STATISTICS permite controlar a coleta de estatísticas para as operações ANALYZE posteriores. A cláusula RENAME faz com que o nome da tabela, coluna, índice ou seqüência seja mudado sem que os dados sejam modificados. Os dados permanecem do mesmo tipo e tamanho após o comando ser executado. A cláusula ADD definição_de_restrição_de_tabela  adiciona uma nova restrição de tabela utilizando a mesma sintaxe de CREATE TABLE. A cláusula DROP CONSTRAINT restrição  elimina todas as restrições da tabela (e de suas descendentes) que correspondam à restrição. A cláusula OWNER muda o dono da tabela para o usuário  novo_dono.
ALTER TABLE – Excluir uma coluna /* Excluir coluna */ ALTER TABLE  TBL_ATENDIMENTOS   DROP COLUMN  DT_DATA_INICIO_ATENDIMENTO
ALTER TABLE – Tabela temporária /* Criar uma tabela temporária Com o nome #TMP1 */ CREATE TABLE  #TMP1 ( ID_TMP  INT , DS_DESCRICAO_TMP  TEXT )
ALTER TABLE – Tabela temporária /* Copiar dados de um tabela física para uma tabela temporária. */ INSERT INTO  #TMP1 ( ID_TEMP ,  DS_DESCRICAO_TEMP ) SELECT  ID_ATENDIMENTO , DS_DESCRICAO_ATENDIMENTO FROM  TBL_ATENDIMENTOS
ALTER TABLE – Tabela temporária /* Apagar a tabela TBL_ATENDIMENTOS */ DROP TABLE  TBL_ATENDIMENTOS
ALTER TABLE – Adicionar uma coluna /* Criar uma coluna na tabela TBL_ATENDIMENTOS */ ALTER TABLE  TBL_ATENDIMENTOS ADD  NM_NOME_ATENDIMENTO  VARCHAR (255)
Exercícios  ,[object Object],[object Object]
Funçõs de data - GETDATE -- Retorna a data de agora SELECT   GETDATE () [AGORA]
Funções de data – DATEADD E DATEDIFF -- Retorna a data de daqui a um mês SELECT   DATEADD ( MONTH , 1 , GETDATE ()) [MES_QUE_VEM] -- Retorna o tempo de atendimento SELECT   DATEDIFF ( HOUR , '2009-05-05 10:00' , '2009-05-05 11:30' ) [TEMPO_ATENDIMENTO]
Funções de data – Tabela de partes da data Palavra-chave Período year Ano quarter Trimestre month Mês day Dia week Semana hour Hora minute Minuto second  Segundo millisecond Milisegundo
Funções de data – YEAR, MONTH, DAY E DATEPART /* Usar uma variável para  armazenar uma data */ DECLARE  @DATA  DATETIME SET  @DATA  =   '2001-10-11 07:55' -- Ano dessa data SELECT   YEAR ( @DATA ) [ANO] -- Mês dessa data SELECT   DATEPART ( MONTH , @DATA ) [MES] -- DIA dessa data SELECT   DAY ( @DATA )
Exercícios  Relatórios: R1) Idade dos atendentes. Colunas : Nome e Idade R2) Idade dos Clientes. Colunas : Nome e Idade R3) Contatos Futuros.  Colunas : id do cliente, id do atendente, data do contato, data do próximo contato. Regra : Próximo contato é igual a data do contato mais um mês. R4) Tempo de atendimento. Colunas : id do cliente, id do atendente, tempo de atendimento.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Comandos DDL para o MySQL
Comandos DDL para o MySQLComandos DDL para o MySQL
Comandos DDL para o MySQLArley Rodrigues
 
Sql - Introdução ao mysql
Sql - Introdução ao mysqlSql - Introdução ao mysql
Sql - Introdução ao mysqlArley Rodrigues
 
Junções e subconsultas
Junções e subconsultasJunções e subconsultas
Junções e subconsultasjulianaveregue
 
Aula 6 sql - introdução
Aula 6   sql - introduçãoAula 6   sql - introdução
Aula 6 sql - introduçãoHélio Martins
 
TOTVS LINHA RM TREINAMENTO SQL
TOTVS LINHA RM TREINAMENTO SQLTOTVS LINHA RM TREINAMENTO SQL
TOTVS LINHA RM TREINAMENTO SQLFábio Delboni
 
Treinamento de SQL Básico
Treinamento de SQL BásicoTreinamento de SQL Básico
Treinamento de SQL BásicoIgor Alves
 
Aula5 normalização
Aula5   normalizaçãoAula5   normalização
Aula5 normalizaçãoMatias Silva
 
Normalização de Banco de Dados
Normalização de Banco de DadosNormalização de Banco de Dados
Normalização de Banco de Dadoselliando dias
 
Normalização Banco de Dados
Normalização Banco de DadosNormalização Banco de Dados
Normalização Banco de DadosKablo Skater Rail
 
Linguagem SQL (com MySQL)
Linguagem SQL (com MySQL)Linguagem SQL (com MySQL)
Linguagem SQL (com MySQL)Marco Pinheiro
 
Normalização básica
Normalização básicaNormalização básica
Normalização básicaNadia Habu
 
Sql com sql server básico - Bóson treinamentos
Sql com sql server básico - Bóson treinamentosSql com sql server básico - Bóson treinamentos
Sql com sql server básico - Bóson treinamentosFábio dos Reis
 
Sql - Comandos dml do mysql - parte 1
Sql - Comandos dml do mysql - parte 1Sql - Comandos dml do mysql - parte 1
Sql - Comandos dml do mysql - parte 1Arley Rodrigues
 

Mais procurados (20)

Comandos DDL para o MySQL
Comandos DDL para o MySQLComandos DDL para o MySQL
Comandos DDL para o MySQL
 
Aprofundamento de DDL e DML
Aprofundamento de DDL e DMLAprofundamento de DDL e DML
Aprofundamento de DDL e DML
 
Sql - Introdução ao mysql
Sql - Introdução ao mysqlSql - Introdução ao mysql
Sql - Introdução ao mysql
 
Junções e subconsultas
Junções e subconsultasJunções e subconsultas
Junções e subconsultas
 
Aula 6 sql - introdução
Aula 6   sql - introduçãoAula 6   sql - introdução
Aula 6 sql - introdução
 
Apostila de sql
Apostila de sqlApostila de sql
Apostila de sql
 
TOTVS LINHA RM TREINAMENTO SQL
TOTVS LINHA RM TREINAMENTO SQLTOTVS LINHA RM TREINAMENTO SQL
TOTVS LINHA RM TREINAMENTO SQL
 
Treinamento de SQL Básico
Treinamento de SQL BásicoTreinamento de SQL Básico
Treinamento de SQL Básico
 
Introdução ao SQL
Introdução ao SQLIntrodução ao SQL
Introdução ao SQL
 
Aula5 normalização
Aula5   normalizaçãoAula5   normalização
Aula5 normalização
 
Aula 12 banco de dados
Aula 12   banco de dadosAula 12   banco de dados
Aula 12 banco de dados
 
Aula10 sql-ddl
Aula10 sql-ddlAula10 sql-ddl
Aula10 sql-ddl
 
Aula 10 banco de dados
Aula 10   banco de dadosAula 10   banco de dados
Aula 10 banco de dados
 
Normalização de Banco de Dados
Normalização de Banco de DadosNormalização de Banco de Dados
Normalização de Banco de Dados
 
Normalização Banco de Dados
Normalização Banco de DadosNormalização Banco de Dados
Normalização Banco de Dados
 
Linguagem SQL (com MySQL)
Linguagem SQL (com MySQL)Linguagem SQL (com MySQL)
Linguagem SQL (com MySQL)
 
Normalização básica
Normalização básicaNormalização básica
Normalização básica
 
Sql com sql server básico - Bóson treinamentos
Sql com sql server básico - Bóson treinamentosSql com sql server básico - Bóson treinamentos
Sql com sql server básico - Bóson treinamentos
 
Aula 11 banco de dados
Aula 11   banco de dadosAula 11   banco de dados
Aula 11 banco de dados
 
Sql - Comandos dml do mysql - parte 1
Sql - Comandos dml do mysql - parte 1Sql - Comandos dml do mysql - parte 1
Sql - Comandos dml do mysql - parte 1
 

Destaque

Apostila de Banco dados
Apostila de Banco dadosApostila de Banco dados
Apostila de Banco dadosFernando Palma
 
Fundamentos de SQL - Workshop 2
Fundamentos de SQL - Workshop 2Fundamentos de SQL - Workshop 2
Fundamentos de SQL - Workshop 2Emiliano Barbosa
 
Fundamentos de SQL - Workshop 3
Fundamentos de SQL - Workshop 3Fundamentos de SQL - Workshop 3
Fundamentos de SQL - Workshop 3Emiliano Barbosa
 
Livro banco de_dados_volume_03
Livro banco de_dados_volume_03Livro banco de_dados_volume_03
Livro banco de_dados_volume_03CLEAN LOURENÇO
 
Bancos de dados e usuários de banco de dados
Bancos de dados e usuários de banco de dadosBancos de dados e usuários de banco de dados
Bancos de dados e usuários de banco de dadosElaine Cecília Gatto
 
Apostila de sql basico
Apostila de sql basicoApostila de sql basico
Apostila de sql basicoFernando Palma
 
Caderno de info(banco de dados).
Caderno de info(banco de dados).Caderno de info(banco de dados).
Caderno de info(banco de dados).Ajudar Pessoas
 
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade RelacionamentoMer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade RelacionamentoRademaker Siena
 

Destaque (9)

Apostila de Banco dados
Apostila de Banco dadosApostila de Banco dados
Apostila de Banco dados
 
Apostila banco de dados
Apostila banco de dadosApostila banco de dados
Apostila banco de dados
 
Fundamentos de SQL - Workshop 2
Fundamentos de SQL - Workshop 2Fundamentos de SQL - Workshop 2
Fundamentos de SQL - Workshop 2
 
Fundamentos de SQL - Workshop 3
Fundamentos de SQL - Workshop 3Fundamentos de SQL - Workshop 3
Fundamentos de SQL - Workshop 3
 
Livro banco de_dados_volume_03
Livro banco de_dados_volume_03Livro banco de_dados_volume_03
Livro banco de_dados_volume_03
 
Bancos de dados e usuários de banco de dados
Bancos de dados e usuários de banco de dadosBancos de dados e usuários de banco de dados
Bancos de dados e usuários de banco de dados
 
Apostila de sql basico
Apostila de sql basicoApostila de sql basico
Apostila de sql basico
 
Caderno de info(banco de dados).
Caderno de info(banco de dados).Caderno de info(banco de dados).
Caderno de info(banco de dados).
 
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade RelacionamentoMer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
 

Semelhante a Fundamentos de SQL - Parte 4 de 8

Banco II - PostgreSQL - Funções
Banco II - PostgreSQL - FunçõesBanco II - PostgreSQL - Funções
Banco II - PostgreSQL - FunçõesGustavo Sávio
 
BD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelas
BD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelasBD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelas
BD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelasRodrigo Kiyoshi Saito
 
Aula 05 banco de dados em asp.net (site do administrador - alterar e excluir)
Aula 05   banco de dados em asp.net (site do administrador - alterar e excluir)Aula 05   banco de dados em asp.net (site do administrador - alterar e excluir)
Aula 05 banco de dados em asp.net (site do administrador - alterar e excluir)Gabriel Bugano
 
364722271-Modulo-III-Linguagem-SQL-Versao-Final.pdf
364722271-Modulo-III-Linguagem-SQL-Versao-Final.pdf364722271-Modulo-III-Linguagem-SQL-Versao-Final.pdf
364722271-Modulo-III-Linguagem-SQL-Versao-Final.pdfQuitriaSilva550
 
Stored Procedures and Triggers
Stored Procedures and TriggersStored Procedures and Triggers
Stored Procedures and Triggersflaviognm
 
Oracle 11g resumo
Oracle 11g resumoOracle 11g resumo
Oracle 11g resumomarcosgama
 
UNIFAL - MySQL Linguagem SQL Básico - 5.0/5.6
UNIFAL - MySQL Linguagem SQL Básico - 5.0/5.6UNIFAL - MySQL Linguagem SQL Básico - 5.0/5.6
UNIFAL - MySQL Linguagem SQL Básico - 5.0/5.6Wagner Bianchi
 
ODI Tutorial - Modelo de Dados
ODI Tutorial - Modelo de DadosODI Tutorial - Modelo de Dados
ODI Tutorial - Modelo de DadosCaio Lima
 
Principais instruções em sql
Principais instruções em sqlPrincipais instruções em sql
Principais instruções em sqlCharleston Anjos
 
TechEd 2005: Novos Recursos T-SQL (SQL 2005)
TechEd 2005: Novos Recursos T-SQL (SQL 2005)TechEd 2005: Novos Recursos T-SQL (SQL 2005)
TechEd 2005: Novos Recursos T-SQL (SQL 2005)Fabrício Catae
 
Apostila de sql oracle (pt br)
Apostila de sql   oracle (pt br)Apostila de sql   oracle (pt br)
Apostila de sql oracle (pt br)Sandro Freitas
 
Apostila completa-excel
Apostila completa-excelApostila completa-excel
Apostila completa-excelLuciane Garcia
 

Semelhante a Fundamentos de SQL - Parte 4 de 8 (20)

Modulo 15 PSI
Modulo 15 PSIModulo 15 PSI
Modulo 15 PSI
 
Bd08
Bd08Bd08
Bd08
 
Aula 05 acessando o mysql
Aula 05   acessando o mysqlAula 05   acessando o mysql
Aula 05 acessando o mysql
 
Banco II - PostgreSQL - Funções
Banco II - PostgreSQL - FunçõesBanco II - PostgreSQL - Funções
Banco II - PostgreSQL - Funções
 
BD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelas
BD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelasBD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelas
BD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelas
 
Aula 05 banco de dados em asp.net (site do administrador - alterar e excluir)
Aula 05   banco de dados em asp.net (site do administrador - alterar e excluir)Aula 05   banco de dados em asp.net (site do administrador - alterar e excluir)
Aula 05 banco de dados em asp.net (site do administrador - alterar e excluir)
 
364722271-Modulo-III-Linguagem-SQL-Versao-Final.pdf
364722271-Modulo-III-Linguagem-SQL-Versao-Final.pdf364722271-Modulo-III-Linguagem-SQL-Versao-Final.pdf
364722271-Modulo-III-Linguagem-SQL-Versao-Final.pdf
 
Stored Procedures and Triggers
Stored Procedures and TriggersStored Procedures and Triggers
Stored Procedures and Triggers
 
Agrupamento
AgrupamentoAgrupamento
Agrupamento
 
Agrupamento
AgrupamentoAgrupamento
Agrupamento
 
Oracle 11g resumo
Oracle 11g resumoOracle 11g resumo
Oracle 11g resumo
 
UNIFAL - MySQL Linguagem SQL Básico - 5.0/5.6
UNIFAL - MySQL Linguagem SQL Básico - 5.0/5.6UNIFAL - MySQL Linguagem SQL Básico - 5.0/5.6
UNIFAL - MySQL Linguagem SQL Básico - 5.0/5.6
 
Curso de sql
Curso de sqlCurso de sql
Curso de sql
 
ODI Tutorial - Modelo de Dados
ODI Tutorial - Modelo de DadosODI Tutorial - Modelo de Dados
ODI Tutorial - Modelo de Dados
 
Principais instruções em sql
Principais instruções em sqlPrincipais instruções em sql
Principais instruções em sql
 
TechEd 2005: Novos Recursos T-SQL (SQL 2005)
TechEd 2005: Novos Recursos T-SQL (SQL 2005)TechEd 2005: Novos Recursos T-SQL (SQL 2005)
TechEd 2005: Novos Recursos T-SQL (SQL 2005)
 
2832014 curso plsql
2832014 curso plsql2832014 curso plsql
2832014 curso plsql
 
Apostila de sql oracle (pt br)
Apostila de sql   oracle (pt br)Apostila de sql   oracle (pt br)
Apostila de sql oracle (pt br)
 
Apostila completa-excel
Apostila completa-excelApostila completa-excel
Apostila completa-excel
 
Apostila Excel
Apostila ExcelApostila Excel
Apostila Excel
 

Último

O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaanapsuls
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxMarceloMonteiro213738
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptxLuana240603
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptParticular
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfMaiteFerreira4
 

Último (20)

O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 

Fundamentos de SQL - Parte 4 de 8

  • 1. Fundamentos de SQL Microsoft SQL Server 2005 Emiliano Eloi <emilianoeloi@gmail.com>
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 7. Cadastrar Call center - Proprietário Base de dados: DB_CALL_CENTER_CENTRAL Tabela: TBL_PROPRIETARIOS (ID_PROPRIETARIO[INT], NM_NOME_PROPRIETARIO[VARCHAR(255)] ) Obs.: A coluna ID_PROPRIETARIO é uma identidade da tabela e é controlada pelo banco de dados. INSERT INTO TBL_INSTRUMENTOS (NM_NOME_INSTRUMENTO) VALUES ( ‘Guitarra’ )
  • 8. Cadastro Call center – Call Center Base de dados: DB_CALL_CENTER_CENTRAL Tabela: TBL_CALLS_CENTERS (ID_CALL_CENTER[INT], NM_NOME_CALL_CENTER[VARCHAR(255)], ID_PROPRIETARIO[INT]) Obs.: A coluna ID_CALL_CENTER é uma identidade da tabela e é controlada pelo banco de dados; A coluna ID_PROPRIETARIO se refere a um registro presenta na tabela TBL_PROPRIETARIOS.
  • 9. Alterar uma tabela - ALTER TABLE O comando ALTER TABLE altera a definição de uma tabela existente. A forma ADD COLUMN adiciona uma nova coluna na tabela utilizando a mesma sintaxe de CREATE TABLE. A forma ALTER COLUMN SET/DROP DEFAULT permite definir ou remover o valor padrão para a coluna. Note que o valor padrão somente se aplica aos próximos comandos INSERT; as linhas existentes na tabela não são modificadas. A forma ALTER COLUMN SET STATISTICS permite controlar a coleta de estatísticas para as operações ANALYZE posteriores. A cláusula RENAME faz com que o nome da tabela, coluna, índice ou seqüência seja mudado sem que os dados sejam modificados. Os dados permanecem do mesmo tipo e tamanho após o comando ser executado. A cláusula ADD definição_de_restrição_de_tabela adiciona uma nova restrição de tabela utilizando a mesma sintaxe de CREATE TABLE. A cláusula DROP CONSTRAINT restrição elimina todas as restrições da tabela (e de suas descendentes) que correspondam à restrição. A cláusula OWNER muda o dono da tabela para o usuário novo_dono.
  • 10. ALTER TABLE – Excluir uma coluna /* Excluir coluna */ ALTER TABLE TBL_ATENDIMENTOS DROP COLUMN DT_DATA_INICIO_ATENDIMENTO
  • 11. ALTER TABLE – Tabela temporária /* Criar uma tabela temporária Com o nome #TMP1 */ CREATE TABLE #TMP1 ( ID_TMP INT , DS_DESCRICAO_TMP TEXT )
  • 12. ALTER TABLE – Tabela temporária /* Copiar dados de um tabela física para uma tabela temporária. */ INSERT INTO #TMP1 ( ID_TEMP , DS_DESCRICAO_TEMP ) SELECT ID_ATENDIMENTO , DS_DESCRICAO_ATENDIMENTO FROM TBL_ATENDIMENTOS
  • 13. ALTER TABLE – Tabela temporária /* Apagar a tabela TBL_ATENDIMENTOS */ DROP TABLE TBL_ATENDIMENTOS
  • 14. ALTER TABLE – Adicionar uma coluna /* Criar uma coluna na tabela TBL_ATENDIMENTOS */ ALTER TABLE TBL_ATENDIMENTOS ADD NM_NOME_ATENDIMENTO VARCHAR (255)
  • 15.
  • 16. Funçõs de data - GETDATE -- Retorna a data de agora SELECT GETDATE () [AGORA]
  • 17. Funções de data – DATEADD E DATEDIFF -- Retorna a data de daqui a um mês SELECT DATEADD ( MONTH , 1 , GETDATE ()) [MES_QUE_VEM] -- Retorna o tempo de atendimento SELECT DATEDIFF ( HOUR , '2009-05-05 10:00' , '2009-05-05 11:30' ) [TEMPO_ATENDIMENTO]
  • 18. Funções de data – Tabela de partes da data Palavra-chave Período year Ano quarter Trimestre month Mês day Dia week Semana hour Hora minute Minuto second Segundo millisecond Milisegundo
  • 19. Funções de data – YEAR, MONTH, DAY E DATEPART /* Usar uma variável para armazenar uma data */ DECLARE @DATA DATETIME SET @DATA = '2001-10-11 07:55' -- Ano dessa data SELECT YEAR ( @DATA ) [ANO] -- Mês dessa data SELECT DATEPART ( MONTH , @DATA ) [MES] -- DIA dessa data SELECT DAY ( @DATA )
  • 20. Exercícios Relatórios: R1) Idade dos atendentes. Colunas : Nome e Idade R2) Idade dos Clientes. Colunas : Nome e Idade R3) Contatos Futuros. Colunas : id do cliente, id do atendente, data do contato, data do próximo contato. Regra : Próximo contato é igual a data do contato mais um mês. R4) Tempo de atendimento. Colunas : id do cliente, id do atendente, tempo de atendimento.