Aula 2

285 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
285
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 2

  1. 1. Rede de Computadores
  2. 2. Objetivos  Apresentar conceitos básicos em redes, abordando:  Contexto Atual  Definição  Distribuição Geográfica  Topologias
  3. 3. Objetivos Apresentar conceitos básicos em redes, abordando:  Meios de Transmissão  Equipamentos de Comunicação  Arquiteturas de Redes  Tecnologias de LAN’s
  4. 4. Mundo Globalizado  Acelerado desenvolvimento tecnológico Expansão acentuada das redes de comunicação Liberalização e desregulamentação em vários setores incluindo Telecomunicações, Transporte e Comércio
  5. 5. Mundo Globalizado  Internacionalização dos mercados Associações, Alianças, Fusões, Cooperação entre empresas Ambiente de competitividade
  6. 6. Mundo Globalizado • NETWORK-ENABLED • RELATIONS• Consumidores • Empresas q Qualquer coisa para qualquer um em qualquer q lugar a qualquer hora •Troca Eletrônica de Informações
  7. 7. Definição: s Uma rede de computadores consiste na interconexão entre dois ou mais computadores e dispositivos complementares acoplados através de recursos de comunicação, geograficamente distribuídos, permitindo a troca de dados entre estas unidades e otimizando recursos de hardware e software.
  8. 8. Distribuição Geográfica  LANs  MANs  WANs
  9. 9. • Lan: Local Area Network (Lan) - Redes privadas locais, podem abranger desde uma sala até um campus, tem a abrangência de algumas centenas de metros. Distribuição Geográfica
  10. 10. • Man: Metropolitan Area Network - Podem ser redes privadas ou públicas, pode abranger uma área de até cem km. , incluindo toda uma cidade e sua redondeza. Distribuição Geográfica
  11. 11. • Wan: Wide Area Network - Pode abranger locais em múltiplas cidades, países e continentes. Distribuição Geográfica
  12. 12. • Pan: Personal Área Network – Este tipo de rede é formada por dispositivos de uso pessoal, como telefones, impressoras, Tvs, etc Distribuição Geográfica
  13. 13. • É possível classificar as redes de computadores com base na tecnologia de transmissão utilizada. Dessa forma, encontraremos as seguintes categorias: • Links de difusão: caracterizam-se por terem o canal de comunicação compartilhado pelas estações da rede. Para que não ocorra processamento de mensagens destinas a outros hosts da rede, cada mensagem possui uma identificação de destinatário. As estações que não forem o destinatário irão ignorar a mensagem. Nesta tecnologia as mensagens podem ser para uma estação, todas estações (broadcast) ou um grupo de estações (multicast). Tecnologias de transmissão
  14. 14. • Half-duplex: A comunicação é enviada em apenas uma direção, o computador pode enviar ou receber dados, não podendo realizar as duas operações ao mesmo tempo. Transmissão do Frame Envia dados Recebe dados
  15. 15. • Full-duplex: O computador pode enviar e receber dados ao mesmo tempo. Transmissão do Frame Envia dados Recebe dados
  16. 16. • Para o funcionamento da rede, além do cabeamento, existe a necessidade de equipamentos (devices ou ativos de rede) e de um sistema operacional de rede (NOS). Equipamentos de Rede
  17. 17. • Para o funcionamento da rede, além do cabeamento, existe a necessidade de equipamentos (devices ou ativos de rede) e de um sistema operacional de rede (NOS). Equipamentos de Rede
  18. 18. • Para o funcionamento da rede, além do cabeamento, existe a necessidade de equipamentos (devices ou ativos de rede) e de um sistema operacional de rede (NOS). Equipamentos de Rede
  19. 19. • Repetidor: Equipamento utilizado para conectar dois segmentos de rede; • Amplifica o sinal de um segmento a outro; • Alcance máximo de 2,5 Km; Equipamentos de Rede - Repetidor
  20. 20. • Repetidor: Equipamento utilizado para conectar dois segmentos de rede; • Amplifica o sinal de um segmento a outro; • Alcance máximo de 2,5 Km; Equipamentos de Rede - Repetidor
  21. 21. • Hub: O hub é uma evolução do repetidor, possui a mesma finalidade, com a vantagem de possuir múltiplas portas; • Alguns hubs podem ser empilhados (stackeable), através de uma conexão especial na parte traseira do hub; Equipamentos de Rede - Hub
  22. 22. • Hub: O hub é uma evolução do repetidor, possui a mesma finalidade, com a vantagem de possuir múltiplas portas; • Alguns hubs podem ser empilhados (stackeable), através de uma conexão especial na parte traseira do hub; Equipamentos de Rede - Hub
  23. 23. • Bridge: A bridge tem a função de segmentar uma rede, criando por exemplo dois segmentos diferentes; • Cada segmento forma um domínio de colisão único; Equipamentos de Rede - Bridge
  24. 24. • Bridge: A bridge tem a função de segmentar uma rede, criando por exemplo dois segmentos diferentes; • Cada segmento forma um domínio de colisão único; Equipamentos de Rede - Bridge
  25. 25. • Bridge: A bridge tem a função de segmentar uma rede, criando por exemplo dois segmentos diferentes; • Cada segmento forma um domínio de colisão único; Equipamentos de Rede - Bridge
  26. 26. • Bridge: A bridge tem a função de segmentar uma rede, criando por exemplo dois segmentos diferentes; • Cada segmento forma um domínio de colisão único; Equipamentos de Rede - Bridge
  27. 27. • Bridge: A bridge tem a função de segmentar uma rede, criando por exemplo dois segmentos diferentes; • Cada segmento forma um domínio de colisão único; Equipamentos de Rede - Bridge
  28. 28. • Para o funcionamento da rede, além do cabeamento, existe a necessidade de equipamentos (devices ou ativos de rede) e de um sistema operacional de rede (NOS). Equipamentos de Rede
  29. 29. • Bridge: A bridge tem a função de segmentar uma rede, criando por exemplo dois segmentos diferentes; • Cada segmento forma um domínio de colisão único; Equipamentos de Rede - Bridge
  30. 30. • Bridge: A bridge tem a função de segmentar uma rede, criando por exemplo dois segmentos diferentes; • Cada segmento forma um domínio de colisão único; Equipamentos de Rede - Bridge
  31. 31. • Switch: Podemos pensar em um switch como um conjuntos de muitas bridges; • O switch trata cada porta como um segmento independente; • Estes segmentos são interligados entre si, através de um circuito de chaveamento (switch-fabric) ; Equipamentos de Rede - Switch
  32. 32. • Switch: Podemos pensar em um switch como um conjuntos de muitas bridges; • O switch trata cada porta como um segmento independente; • Estes segmentos são interligados entre si, através de um circuito de chaveamento (switch-fabric) ; Equipamentos de Rede - Switch
  33. 33. • Switch: Podemos pensar em um switch como um conjuntos de muitas bridges; • O switch trata cada porta como um segmento independente; • Estes segmentos são interligados entre si, através de um circuito de chaveamento (switch-fabric) ; Equipamentos de Rede - Switch
  34. 34. • Switch: Podemos pensar em um switch como um conjuntos de muitas bridges; • O switch trata cada porta como um segmento independente; • Estes segmentos são interligados entre si, através de um circuito de chaveamento (switch-fabric) ; Equipamentos de Rede - Switch
  35. 35. • Switch: Podemos pensar em um switch como um conjuntos de muitas bridges; • O switch trata cada porta como um segmento independente; • Estes segmentos são interligados entre si, através de um circuito de chaveamento (switch-fabric) ; Equipamentos de Rede - Switch
  36. 36. • Switch: Podemos pensar em um switch como um conjuntos de muitas bridges; • O switch trata cada porta como um segmento independente; • Estes segmentos são interligados entre si, através de um circuito de chaveamento (switch-fabric) ; Equipamentos de Rede - Switch
  37. 37. • Switch: Podemos pensar em um switch como um conjuntos de muitas bridges; • O switch trata cada porta como um segmento independente; • Estes segmentos são interligados entre si, através de um circuito de chaveamento (switch-fabric) ; Equipamentos de Rede - Switch
  38. 38. • Switch: Podemos pensar em um switch como um conjuntos de muitas bridges; • O switch trata cada porta como um segmento independente; • Estes segmentos são interligados entre si, através de um circuito de chaveamento (switch-fabric) ; Equipamentos de Rede - Switch
  39. 39. • Switch: Podemos pensar em um switch como um conjuntos de muitas bridges; • O switch trata cada porta como um segmento independente; • Estes segmentos são interligados entre si, através de um circuito de chaveamento (switch-fabric) ; Equipamentos de Rede - Switch
  40. 40. • Switch: Podemos pensar em um switch como um conjuntos de muitas bridges; • O switch trata cada porta como um segmento independente; • Estes segmentos são interligados entre si, através de um circuito de chaveamento (switch-fabric) ; Equipamentos de Rede - Switch
  41. 41. • Firewall: equipamento utilizado para realizar filtragem de pacotes, proporcionando isolamento da rede privada da rede pública; • Pode ser um servidor configurado com software de firewall ou um appliance dedicado; Equipamentos de Rede - Firewall
  42. 42. • Roteador: Equipamento utilizado para rotear pacotes entre redes distintas; • Pode realizar Nat; • Atua como o gateway da rede; Equipamentos de Rede - Roteador
  43. 43. Equipamentos de Rede – Cabo Ethernet Cat 5 – 568A http://blogmanut.blogspot.com.br/2009/05/para-muitos-tecnicos-de-infor matica-e.html
  44. 44. Equipamentos de Rede – Cabo Ethernet Cat 5 – 568B http://www.boadica.com.br/layoutdica.asp?codigo=149
  45. 45. Equipamentos de Rede Cabo Crossover

×