Concurseiro solitario ii 5_6_passos

748 visualizações

Publicada em

Concurso Público

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
748
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Concurseiro solitario ii 5_6_passos

  1. 1. ESPECIAL WWW.CONCURSEIROSOLITARIO.COM.BR APOIO 5 Monte sua tabela de planejamento de estudosMonte sua tabela de planejamento de estudosMonte sua tabela de planejamento de estudos PEQUENO GUIA DE PLANEJAMENTO DE ESTUDOS FASCÍCULO5-DEZEMBRODE2012
  2. 2. ESPECIAL CONCURSEIRO SOLITÁRIO2 DEZEMBRO 2012 - FASCÍCULO Nº 5 Coordenador e Editor CHARLES DIAS concurseirosolitario@gmail.com Revisão DENISE CAMARGO dercamargo@yahoo.com.br Editoração CARLOS RELVA carlosrelva@gmail.com carlosrelva.blogspot.com EDITORIAL As imagens usadas nesta revista são “copyright free” e disponibilizadas no site www.sxc.hu FASC. 5 | DEZ. 2012 oncurseiros precisam fazer de tudo para tornar a vida mais prática. Quaisquer coisas que os façam perder tempo devem ser analisa- das a fim de evitar que tal desperdício de recurso tão precioso continue. Muitos concurseiros não utilizam uma tabela de planejamento de estudos e, com isso, perdem tempo diariamente tentando decidir o que estudar, quando estudar e com que material estudar. No dia a dia, dez ou quinze minutos podem parecer pouca coisa… numa semana já dá mais de uma hora, em um mês é meio dia de estudo desperdi- çado, em um ano é um dia e meio de estudo jogado no lixo… e esse tempo desperdiçado faz diferença na hora da prova, podem ter certeza. Aprenda neste fascículo como montar uma tabela de planejamento de estudos de forma simples e prática. Com isso você não terá mais desculpas para não utilizar essa importante ferramenta indispensá- vel para quem se propõe a estudar sério para concursos públicos. Charles Dias Editor do Blog do Concurseiro Solitário, servidor público federal, autor de livros de preparação para concursos públicos e concurseiro C
  3. 3. WWW.CONCURSEIROSOLITARIO.COM.BR 3DEZEMBRO 2012 - FASCÍCULO Nº 5 precisaráestudarparadeterminadocertame.Evoualém,precisasaber,dentre o rol de matérias a ser estudado, o que demanda mais ou menos atenção. Mas como diria nosso bom amigo Jack, o estripador, vamos por partes. Você já deve estar cansado de ler e ouvir que “o edital é a lei do concur- so”, e não é para menos, já que esse documento oficial traz tudo o que valerá para o certame e que regra, inclusive, as matérias, tópicos e subtópicos que serão cobrados. Ora, é indiscutível que você terá de tomar o edital como base para o que deverá estudar e ponto final. Muitos concurseiros caem na armadilha de assumir ingenuamente que deverão estudar todas as matérias de forma igualitária. Infelizmente, as coisas não são tão simples assim, por diversos motivos: • Algumasmatériassãomaisfáceiseoutrasmaisdifíceisdeaprender; •Algumasmatériassãomaisextensasecomplexasdoqueoutras; •Opróprioeditalpodepreverpesosdiferentesparaasdiversasmatérias. Portanto, será preciso fazer uma análise crítica das matérias previstas no edital a fim de identificar as que deverão receber maior atenção. 2º passo - Quanto tempo você terá para estudar? Um dos mitos de concurseiros mais famosos é o repetido à exaustão: “Eu estudo 12 horas por dia”. Esse é um mito porque muitos ainda se referem às “horas brutas de estudo”, ou seja, não descontam as várias paradas ao longo do dia para comer, descansar, ir ao banheiro e por aí vai. Concurseiros sérios são muito sinceros quanto ao tempo que realmen- te poderão dedicar efetivamente aos estudos, referem-se apenas às cha- madas “horas líquidas de estudo”. Será esse tempo que utilizaremos na tabela de planejamento de estudos, para que esta efetivamente reflita o quanto o concurseiro terá de se “desdobrar” para conseguir estudar com qualidade todas as matérias previstas no edital. Q MONTE SUA TABELA DE PLANEJAMENTO DE ESTUDOS Por CHARLES DIAS PASSO 5 uandovocêquermarcarumaconsulta,asecretáriadomédicoconsul- taaagendadoseupatrãoafimdeverificaremquaisdiaseleatenderá, quais os horários vagos ou tomados por consultas e cirurgias. Imagine se ela não tivesse essa importante ferramenta e tivesse de saber “de cabeça” quando haverá horário livre para você se consultar com o médico! Pois bem, concurseiros também precisam utilizar uma ferramenta pare- cida por vários motivos, dentre eles: 1 - Para poder distribuir de forma eficiente as matérias que têm para estudar no tempo que têm disponível para isso; 2 - Para poder estudar mais as matérias que requerem maior atenção, sem penalizar os estudos das matérias menos importantes; 3 - Para poder otimizar os estudos sob a ótica dos materiais de estudo utilizados; 4 - Para poder lidar com os inevitáveis contratempos que impe- dirão o estudo planejado; 5 - Para poder saber rapidamente o que estudar, quando estudar e com que material de estudo fazer isso. Há diversas formas de montar uma tabela de planejamento de estudos. Como a intenção neste fascículo é não enrolar, mas ir direto ao ponto, ensinarei uma forma rápida e prática de fazer isso. Essa é uma ótima forma de começar a planejar os estudos de forma sistematizada. Se você quiser aprender uma forma mais detalhada e eficiente de fazer isso, sugiro a leitura do livro Guia de Preparação do Concurseiro Solitá-Guia de Preparação do Concurseiro Solitá-Guia de Preparação do Concurseiro Solitá-Guia de Preparação do Concurseiro Solitá-Guia de Preparação do Concurseiro Solitá- rioriorioriorio, de Charles Dias (Editora Campus). 1º passo - O que você terá de estudar? Antes de qualquer coisa, o concurseiro precisa saber exatamente o que
  4. 4. ESPECIAL CONCURSEIRO SOLITÁRIO4 DEZEMBRO 2012 - FASCÍCULO Nº 5 PASSO 5 3º passo - Que material de estudos você terá disponível? Atualmente, existe uma grande variedade de materiais de estudos espe- cíficos para concursos públicos. Há os tradicionais livros, cursos em PDF, cursos em vídeo, aulas presenciais e on-line, Mapas Mentais, resumões, ufa, a variedade é mesmo grande. É muito fácil de o concurseiro se perder em meio a essa variedade de materiais de estudo. Quais são os melhores? Não, essa não é a per- gunta mais importante que devemos fazer no tocante a materiais de estudo. Devemos perguntar, isso sim, quais são os mais adequados para os estudos para determi- nado certame. Como disse, é preciso analisar de forma crítica o que o edital prevê de matérias que serão cobradas em prova a fim de determinar quais demandam estudo mais aprofundado e rigoroso. Do que adiantará estudar com um livro ultra- detalhista uma matéria que terá menor importância na prova, enquanto se estudará apenas com mapas mentais uma matéria superimportante? Entendeu aonde quero chegar. Concurseiros sérios são organizados e têm separados por matérias os materiais de estudo, reservando apenas materiais de ótima quali- dade, claro. Dessa forma, com base na análise crítica do edital, será fácil determinar quais materiais utilizar nos estudos para determinado certame. A “receita de bolo” Pois bem, vejamos um exemplo prático de como planejar os estudos. Comecemos com os ingredientes: • Matérias que deverão ser estudadas com seus respectivos “pesos” e número de questões: > Português - Peso 1 - 5 questões; > Atualidades - Peso 1 - 5 questões; > Informática - Peso 1 - 5 questões; > Direito Constitucional - Peso 2 - 10 questões; > Direito Administrativo - Peso 2 - 10 questões; > Administração Pública - Peso 3 - 15 questões. • Tempo disponível para estudar: > Durante a semana: 4 horas líquidas todas as noites; > Fins de semana: 8 horas líquidas diariamente. • Material de estudo que será utilizado: > Português: Resumão + exercícios; > Atualidades: Exercícios; > Informática: Resumão + exercícios; > Direito Constitucional: Curso em vídeo + exercícios; > Direito Administrativo: Livro de doutrina + exercícios; > Administração Pública: Curso em PDF + Mapas Mentais + exer- > cícios. Jogamos todos esses ingredientes na batedeira e o resultado é este aqui: Agora observe com cuidado esses quadros de estudo atentando para: 1 -1 -1 -1 -1 - Como as matérias foram distribuídas ao longo da semana de forma que há uma alocação de tempo de estudo diretamente proporcional à importância de cada matéria expressa pelo nú- mero de questões e peso da mesma na prova (informação co- lhida no edital); 2 -2 -2 -2 -2 - Como os diferentes materiais de estudo foram distribuídos ao longo da semana de forma que os mais intensivos são mais utilizados e os outros, auxiliares, são utilizados de forma a “quebrar a rotina”; 3 -3 -3 -3 -3 - Como essa é uma tabela fácil de ler e entender, o que facilitará muitíssimoavidadoconcurseiroqueautilizar,poisbasta“bater o olho” nela para saber em segundos o que estudar, em que hora estudar e qual material de estudo utilizar. RESUMO DA ÓPERA –RESUMO DA ÓPERA –RESUMO DA ÓPERA –RESUMO DA ÓPERA –RESUMO DA ÓPERA – Como vocês puderam ver, não há nenhum segredo para se montar um planejamento de estudos simples, prático e muito eficiente. O que há são métodos mais refinados de se fazer isso. Logo, não há mais desculpa para você não incorporar a utilização da tabela de planejamento de estudos em sua rotina de concurseiro. Charles DiasCharles DiasCharles DiasCharles DiasCharles Dias é Servidor público federal, editor do blog Concurseiro Solitário e concurseiro 1º Bloco de estudo Segunda-feira Administração Pública - Curso em PDF Direito2º Bloco de estudo Constitucional - Curso em vídeo Terça-feira Administração Pública - Curso em PDF Direito Administrativo - Livro de doutrina Quarta-feira Administração Pública - Mapas Mentais Atualidades Quinta-feira Administração Pública - Curso em PDF Direito Constitucional - Curso em vídeo Sexta-feira Administração Pública - Curso em PDF Direito Administrativo - Livro de doutrina 1º Bloco de estudo 3º Bloco de estudo Sábado Português- Resumão Informática - Resumão Direito 2º Bloco de estudo 4º Bloco de estudo Constitucional - Exercícios Domingo Português - Exercícios Informática - Exercícios Direito Administrativo - Exercícios Administração Pública - Mapas Mentais Administração Pública - Exercícios
  5. 5. WWW.CONCURSEIROSOLITARIO.COM.BR 5JULHO 2012 - FASCÍCULO Nº 1
  6. 6. ESPECIAL DESIGN GRÁFICO ILUSTRAÇÃO PUBLICIDADEcarlosrelva@gmail.comcarlosrelva.blogspot.com ESPECIAL WWW.CONCURSEIROSOLITARIO.COM.BR APOIO 2 Defina o tempo que terá disponível para estudarDefina o tempo que terá disponível para estudarDefina o tempo que terá disponível para estudar PEQUENO GUIA DE PLANEJAMENTO DE ESTUDOS ESPECIAL WWW.CONCURSEIROSOLITARIO.COM.BR ESPECIAL WWW.CONCURSEIROSOLITARIO.COM.BR APOIO APOIO FASCÍCULO1 FASCÍCULO2 FASCÍCULO3 1 3 O que é, porque e como planejar os estudosO que é, porque e como planejar os estudosO que é, porque e como planejar os estudos Saiba com certeza o que terá de estudarSaiba com certeza o que terá de estudarSaiba com certeza o que terá de estudar PEQUENO GUIA DE PLANEJAMENTO DE ESTUDOS PEQUENO GUIA DE PLANEJAMENTO DE ESTUDOS ESPECIAL WWW.CONCURSEIROSOLITARIO.COM.BR APOIO 5 Monte sua tabela de planejamento de estudosMonte sua tabela de planejamento de estudosMonte sua tabela de planejamento de estudos PEQUENO GUIA DE PLANEJAMENTO DE ESTUDOS ESPECIAL WWW.CONCURSEIROSOLITARIO.COM.BR ESPECIAL WWW.CONCURSEIROSOLITARIO.COM.BR APOIO APOIO 4 6 Invista no melhor material de estudoInvista no melhor material de estudoInvista no melhor material de estudo Incorpore o planejamento de estudos em sua vidaIncorpore o planejamento de estudos em sua vidaIncorpore o planejamento de estudos em sua vida PEQUENO GUIA DE PLANEJAMENTO DE ESTUDOS PEQUENO GUIA DE PLANEJAMENTO DE ESTUDOS FASCÍCULO4 FASCÍCULO5 FASCÍCULO6 Revisão e Preparação de Textos Cel.: 11 - 99979-0930 | E-mail: dercamargo@yahoo.com.br Denise Camargo

×