Successfully reported this slideshow.
 Grande       quantidade de elementos destinados à    comunicação visual.   Ex:                                         ...
 Sons que estão em excesso no ambiente. Causando desconforto, doenças, estresse, diminuição da    qualidade de vida.   ...
 A primeira fonte dessa forma de poluição foram as    explosões nucleares.   A água usada na refrigeração dos reatores a...
 Vazamento de Material Radioativo - Angra dos Reis/RJ      Ocorreu em virtude de falha humana no procedimento        de  ...
 Do latim: petra (pedra) e oleum (óleo). No    estado      líquido    é    uma      substância oleosa, inflamável, menos...
 Em     1847,   o     petróleo começou    a   ser    utilizado  comercialmente, quando um comerciante americano começou a...
 1960 – Fundação da OPEP Países     fundadores:        Venezuela,       Arábia Saudita, Kuwait, Iraque e Irã. Adesões p...
 ANP Agência Nacional do Petróleo. Vinculada ao Ministério de Minas e Energia. Finalidade: promover a regulação, a con...
Fração do Petróleo                     Utilização Natural   Gás Natural       Combustível e matéria prima na síntese de co...
 Vantagens: Não necessita de muita mão de obra, matéria-prima de mais de 300 produtos, facilidade de armazenamento e tran...
Componentes: Camila Mondaini, DéboraPorto, Jéssica, Mariane, Monique e Thayssa.         Nº.: 11, 13, 21, 27, 28 e 42.     ...
G3   poluição visual, sonora e radioativa
G3   poluição visual, sonora e radioativa
G3   poluição visual, sonora e radioativa
G3   poluição visual, sonora e radioativa
G3   poluição visual, sonora e radioativa
G3   poluição visual, sonora e radioativa
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

G3 poluição visual, sonora e radioativa

3.342 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

G3 poluição visual, sonora e radioativa

  1. 1.  Grande quantidade de elementos destinados à comunicação visual. Ex: cartazes publicitários, anúncios, pichações, outdoors, etc. Presente de forma intensa nos centros urbanos. Atuam de forma prejudicial, escondendo a arquitetura original da cidade. Geram o cansaço visual. Ocasionam acidentes no trânsito devido ao desvio de atenção dos motoristas e pedestres. Gera transtornos, principalmente psicológicos, que não são notados pelas pessoas.
  2. 2.  Sons que estão em excesso no ambiente. Causando desconforto, doenças, estresse, diminuição da qualidade de vida. Os ouvidos, são alvo de propaganda, barulhos de carros, motos e ônibus, conversas simultâneas, telefone fixo e o celular. As pessoas que ouvem músicas em alto volume, prejudicam sua audição. Através de comerciantes, ambulantes, feirantes, na intenção de chamar a atenção para seus produtos. Alto-falantes, sons automotivos, sons presentes em motos ou bicicletas. Dependendo do volume e da frequência com que são utilizados, causam danos irreversíveis aos nossos sentidos.
  3. 3.  A primeira fonte dessa forma de poluição foram as explosões nucleares. A água usada na refrigeração dos reatores apresenta radioatividade quando devolvida ao ambiente. Problemas no armazenamento dos resíduos radioativos produzidos, como o lixo atômico. Há possibilidades de ocorrerem acidentes como o vazamento de material radiativo. Uso de raios X e outros instrumentos que usam pequena quantidade de material radioativo, televisão em cores e celulares, aumentam a taxa de radiação no ambiente. As substâncias radioativas podem causar uma série de doenças ao organismo, inclusive o câncer.
  4. 4.  Vazamento de Material Radioativo - Angra dos Reis/RJ Ocorreu em virtude de falha humana no procedimento de descontaminação de um equipamento, ocorreu a liberação de material radioativo na sala onde o trabalho estava sendo executado. A Eletronuclear informou que das seis pessoas que estavam próximas do local do acidente, três foram contaminadas, porém sem gravidade. Informou também que não houve danos ao meio ambiente, aos trabalhadores da Usina e à comunidade e que teria comunicado o acontecimento ao Conselho Nacional de Energia Nuclear (CNEM), à Prefeitura de Angra dos Reis e ao Ministério de Minas e Energia. O acidente somente foi veiculado na imprensa 11 dias depois do ocorrido, em 26/05/09. (Angra dos Reis/RJ - 15/05/09)
  5. 5.  Do latim: petra (pedra) e oleum (óleo). No estado líquido é uma substância oleosa, inflamável, menos densa que a água, com cheiro característico e cor variando entre o negro e o castanho-claro. Está ligado a decomposição dos seres, que se acumularam no fundo dos mares e lagos, sendo pressionados pelos movimentos da crosta terrestre. Principal fonte de energia na atualidade.
  6. 6.  Em 1847, o petróleo começou a ser utilizado comercialmente, quando um comerciante americano começou a engarrafar e vender petróleo de vazamentos naturais, para ser utilizado com lubrificante. Em 1852, um químico canadense descobriu que aquecendo e destilando o petróleo produzia querosene, um líquido que podia ser utilizado em lâmpadas. As primeiras tentativas de perfuração de poços aconteceram nos EUA, com o Coronel Drake. Em 27/08/1859, Drake encontra o petróleo. John Rockfeller ajudou na supremacia americana como maior produtor mundial de petróleo. Durante a Segunda G.M, a demanda por petróleo atingiu proporções gigantescas; afinal, as forças armadas necessitavam de combustíveis para movimentar as suas máquinas e guerra.
  7. 7.  1960 – Fundação da OPEP Países fundadores: Venezuela, Arábia Saudita, Kuwait, Iraque e Irã. Adesões posteriores: Qatar, Indonésia, Líbia, Emirados Árabes Unidos, Argélia, Nigéria, Equador e Gabão. Países que saíram: Equador e Gabão. Objetivo: Centralizar a administração da atividade petrolífera, incluindo o controle de preços e volume de produção.
  8. 8.  ANP Agência Nacional do Petróleo. Vinculada ao Ministério de Minas e Energia. Finalidade: promover a regulação, a contratação e a fiscalização das atividades da indústria petrolífera. Regulamentar – fiscalizar – monitorar – promover – informar.
  9. 9. Fração do Petróleo Utilização Natural Gás Natural Combustível e matéria prima na síntese de compostos orgânicos e na fabricação de plásticos. GLP Combustível, gás de cozinha e matéria prima para a fabricação da borracha. Éter do Petróleo Solventes em lavagens a seco. Benzina Solvente orgânico. Possui um caráter tóxico quando inalado, causando câncer subcutâneo. Nafta ou Ligroina Matéria prima para a Indústria Petroquímica. Gasolina Combustível de motores de explosão. Querosene Iluminação, solvente, combustível doméstico e para aviões. Óleo Diesel Combustível de ônibus e caminhões. Óleo Lubrificante Lubrificante de máquinas e motores. Vaselina Lubrificante, pomadas, cosméticos, e produtos alimentícios. Parafina Fabricação de velas, e usado em pranchas de surf. Asfalto Pavimentações de ruas e calçadas.
  10. 10.  Vantagens: Não necessita de muita mão de obra, matéria-prima de mais de 300 produtos, facilidade de armazenamento e transporte. Desvantagens: Produz poluição atmosférica, exaustão das jazidas, fonte esgotável de energia e degradação do meio ambiente.
  11. 11. Componentes: Camila Mondaini, DéboraPorto, Jéssica, Mariane, Monique e Thayssa. Nº.: 11, 13, 21, 27, 28 e 42. Turma: 3001 Colégio Estadual Dom Helder Câmara

×