LIXO URBANO E POLUIÇÃO: AMBIENTAL, SONORA E VISUAL

2.676 visualizações

Publicada em

LIXO URBANO E POLUIÇÃO: AMBIENTAL, SONORA E VISUAL

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.676
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

LIXO URBANO E POLUIÇÃO: AMBIENTAL, SONORA E VISUAL

  1. 1. ESCOLA PLÁCIDO DE CASTRO Professora: Série/turma: LIXO URBANO E POLUIÇÃO: AMBIENTAL, SONORA E VISUAL Alunos: Tucuruí-Pa 2014
  2. 2. INTRODUÇÃO  Este trabalho falara sobre o meio ambiente, lixo urbano, poluição sonora, poluição visual e ambiental.  O meio ambiente é algo muito preciso, uma das relíquias do ser humano, o planeta terra é algo tão bom, tão raro, todo o meio ambiente que nele existe deveria ser bem cuidado ter seu devido valor dado, mas muitas pessoas sem respeito não dão tanta importância para essa relíquia que continua sendo poluída constantemente.  Lugar de lixo é no lixo, embora seja uma frase simples, muita gente joga-se lixo na rua. Então preste mais atenção em suas atitudes.
  3. 3. Meio Ambiente  Meio ambiente envolve todas as coisas vivas e não-vivas que ocorrem na Terra, ou em alguma região dela, que afetam os ecossistemas e a vida dos humanos.  Meio ambiente também compreende recursos e fenômenos físicos como ar, água e clima, assim como energia, radiação, descarga elétrica, e magnetismo.  A preservação do meio ambiente depende muito da sensibilização dos indivíduos de uma sociedade. A cidadania deve contemplar atividades e noções que contribuem para a prosperidade do meio ambiente. Desta forma, é importante saber instruir os cidadãos de várias idades, através de formação nas escolas e em outros locais.
  4. 4. LIXO URBANO  Um dos principais problemas ambientais da atualidade é a grande produção de lixo, pois esse processo tem como consequência a liberação de gases que promovem o efeito estufa e a poluição das águas subterrâneas e superficiais.  Esse fenômeno é uma das consequências do aumento populacional nas cidades, da intensificação do modelo consumista, do uso de produtos descartáveis, além do modismo, pois existe uma “necessidade” de se adquirir objetos mais modernos.
  5. 5. As origens do lixo urbano  Domiciliar: alimentos, papéis, plásticos, vidros, papelão, produtos deteriorados, etc.  Industrial: cinzas, lodos, metais, cerâmicas, madeira, borracha, resíduos alcalinos, etc.  Hospitalar: embalagens, seringas, agulhas, curativos, gazes, ataduras, peças atômicas.  Lixo tecnológico: computadores, pilhas e aparelhos eletrônicos em geral.
  6. 6.  A coleta do lixo deve ocorrer de acordo com a sua classificação, pois os tratamentos finais desses resíduos são diferentes.  O mais importante, porém, é a conscientização da população, e isso pode ser promovido através da utilização da Política dos 3 R’s: Reduzir, Reutilizar e Reciclar.
  7. 7. POLUIÇÃO SONORA  Poluição sonora é provocada por sons e ruídos que, sozinhos ou em conjunto, se tornam muito altos. Barulhos de carros e de suas buzinas, conversas, latidos, sons de máquinas, música alta, ruídos da TV e de eletrodomésticos, etc.; são alguns exemplos.
  8. 8.  A poluição sonora pode provocar irritação, cansaço, estresse e até mesmo surdez.  De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o ouvido humano tem limite de 65 decibéis (dB) e após este valor o organismo sofre estresse. Ruídos acima de 85 dB aumentam o risco de comprometimento auditivo.  Para evitar a surdez é que alguns profissionais, como músicos, e pedreiros que trabalham com britadeiras, devem usar protetores de ouvido.
  9. 9. POLUIÇÃO VISUAL  A grande quantidade de elementos destinados à comunicação visual, como cartazes publicitários, anúncios, placas, pichações, outdoors, entre outros, geram desconforto visual para a população. Esse processo é caracterizado como poluição visual.  Há aqueles que defendam que este seja um termo criado apenas para justificar uma espécie de “ditadura estética” que atenta contra a liberdade de expressão. Entretanto, existem também aqueles para os quais o excesso de publicidade, por outro lado, descaracteriza o espaço urbano além de causar grande confusão, estresse e outros problemas relacionados à grande quantidade de informação.  Políticas Públicas devem ser criadas com o objetivo de solucionar o problema da poluição visual. Alguns municípios aplicam normas que proíbem a excessiva quantidade de anúncios espalhados pela cidade, determinando que lojas e outros pontos comerciais adéquem suas fachadas de forma que proporcionem um local agradável para a população que transita por esses espaços.
  10. 10. POLUIÇÃO AMBIENTAL Podemos definir poluição ambiental como a ação de contaminar as águas, solos e ar. Esta poluição pode ocorrer com a liberação no meio ambiente de lixo orgânico, industrial, gases poluentes, objetos materiais, elementos químicos, entre outros. A poluição ambiental prejudica o funcionamento dos ecossistemas, chegando a matar várias espécies animais e vegetais.
  11. 11. consequências Aquecimento global; Elevação da temperatura; Perda de biodiversidade,
  12. 12. Os principais poluentes ambientais são: chumbo, mercúrio, benzeno, enxofre, monóxido de carbono, pesticidas, dioxinas e gás carbônico.
  13. 13. CONCLUSÃO  O homem tem transformado profundamente a natureza, destruindo espécies animais e vegetais, desviando cursos de rios, cortando montanhas, drenando pântanos e amontoando toneladas de detritos no ar, na água e no solo.  A saúde e o bem-estar do homem estão diretamente relacionados com a qualidade do meio ambiente.
  14. 14. BIBLIOGRAFIA  http://bibocaambiental.blogspot.com.br/2011/11/p oluicao-urbana.html  http://www.alienado.net/poluicao-do-meio-ambiente/

×