Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP)

FISIOLOGIA CARDIOVASCULAR

Disciplina: Fisiologia Geral

D...
Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP)

SISTEMA CARDIOVASCULAR: Principais funções

 Liberação:
...
Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP)

SISTEMA CARDIOVASCULAR: Principais funções

 Manutenção:
...
Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP)

VISÃO GERAL DO SISTEMA CARDIOVASCULAR
 Componentes princi...
Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP)

CORAÇÃO
 Órgão muscular localizado no centro do tórax e e...
Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP)

SISTEMA CARDIOVASCULAR: Estrutura cardíaca

1. Quais são o...
VIA DO FLUXO SANGUÍNEO ATRAVÉS DO
SISTEMA CARDIOVASCULAR
MÚSCULO CARDÍACO: combina as propriedades dos músculos
esqueléticos e lisos
Zônulas comunicantes:
semelhante músculo liso,...
Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP)

MÚSCULO ESQUELÉTICO versus MÚSCULO CARDÍACO
Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP)

SUPRIMENTO SANGUÍNEO
 ARTÉRIAS CORONÁRIAS: ramificações d...
Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP)

SISTEMA CARDIOVASCULAR: Condução cardíaca

1. O que é auto...
Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP)

SISTEMA CARDIOVASCULAR: Condução cardíaca

1. Nodo sino-at...
1.

Localização:
Definição: conjunto especializado de
parede
do
átrio
ramos terminais do feixe
direito, próximo
fibras car...
Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP)

EXCITAÇÃO DO NODO SINOATRIAL

Despolarização gradual que c...
POTÊNCIAS DE AÇÃO DAS CÉLULAS DO MIOCÁRDIO
a) Aumento da permeabilidade ao sódio
(retroalimentação positiva);
b) Diminuiçã...
Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP)

INFLUÊNCIA DOS CANAIS IÔNICOS NO POTENCIAL MARCA-PASSO

a)...
Sistema cardiovascular
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sistema cardiovascular

411 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
411
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema cardiovascular

  1. 1. Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) FISIOLOGIA CARDIOVASCULAR Disciplina: Fisiologia Geral Docente Responsável: Prof. Dr. Adelino Sanchez Ramos da Silva
  2. 2. Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) SISTEMA CARDIOVASCULAR: Principais funções  Liberação:  Exemplo: Liberação de O2 e nutrientes para as células do corpo;  Remoção:  Exemplo: Remoção de CO2 e metabólicos das células do corpo;  Transporte:  Exemplo: Transporte de hormônios das GE para as células-alvo;
  3. 3. Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) SISTEMA CARDIOVASCULAR: Principais funções  Manutenção:  Exemplo: Manutenção da temperatura corporal;  Prevenção:  Exemplo: Manutenção dos níveis adequados de fluídos para prevenir a desidratação;
  4. 4. Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) VISÃO GERAL DO SISTEMA CARDIOVASCULAR  Componentes principais:  Coração;  Sangue;  Vasos sanguíneos;
  5. 5. Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) CORAÇÃO  Órgão muscular localizado no centro do tórax e envolvido por um saco fibroso denominado pericárdio;  Epicárdio: membrana fibrosa que está afixada no coração;  Espaço entre pericárdio e epicárdio possui líquido lubrificante que permite a movimentação do coração;  Miocárdio: células musculares cardíacas que compõem as paredes do coração;  Células endoteliais: camada fina de células que cobrem a superfície interna das câmaras cardíacas e de todos os vasos sanguíneos;
  6. 6. Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) SISTEMA CARDIOVASCULAR: Estrutura cardíaca 1. Quais são os componentes do coração ? 2. Quais os tipos de circulação ?
  7. 7. VIA DO FLUXO SANGUÍNEO ATRAVÉS DO SISTEMA CARDIOVASCULAR
  8. 8. MÚSCULO CARDÍACO: combina as propriedades dos músculos esqueléticos e lisos Zônulas comunicantes: semelhante músculo liso, que permitem a transmissão rápida do impulso que estimula a contração Discos intercalares: conectam as fibras musculares
  9. 9. Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) MÚSCULO ESQUELÉTICO versus MÚSCULO CARDÍACO
  10. 10. Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) SUPRIMENTO SANGUÍNEO  ARTÉRIAS CORONÁRIAS: ramificações da aorta que realizam a troca de nutrientes e produtos metabólicos com as células miocárdicas;  FLUXO SANGUÍNEO CORONÁRIO: sangue que flui através das artérias coronárias;
  11. 11. Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) SISTEMA CARDIOVASCULAR: Condução cardíaca 1. O que é autocondução ? Resposta: Capacidade do coração de gerar seu próprio sinal elétrico sem estimulação neural; 2. Qual a FC sem estimulação neural ou hormonal ? Resposta: 70 - 80 bpm; 3. Quais os principais componentes do sistema de condução cardíaca ?
  12. 12. Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) SISTEMA CARDIOVASCULAR: Condução cardíaca 1. Nodo sino-atrial (SA); 2. Nodo atrioventricular (AV); 3. Feixe atrioventricular; 4. Fibras de Purkinje;
  13. 13. 1. Localização: Definição: conjunto especializado de parede do átrio ramos terminais do feixe direito, próximo fibras cardíacas;ao centro do coração; atrioentricular; 2. Localização: parte posterior elétrico Função: conduzir o impulso do átrio direito;os para os ventrículos através para dos átrios ventrículos com maior velocidade (cerca de 6 x). POR QUE AV do feixe AV; Nota: A marcapasso cardíaco, pois Função: condução do IE do nodo ? 3. para o impulso retardada cerca de gera o feixe AV é elétrico (IE) numa 0,13 s. POR QUE ? freqüência entre 60-80 bpm;
  14. 14. Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) EXCITAÇÃO DO NODO SINOATRIAL Despolarização gradual que conduz o potencial da membrana ao limiar e dispara o potencial de ação
  15. 15. POTÊNCIAS DE AÇÃO DAS CÉLULAS DO MIOCÁRDIO a) Aumento da permeabilidade ao sódio (retroalimentação positiva); b) Diminuição da permeabilidade ao potássio; COMPARANDO AS FIGURAS A e B, QUANDO OS CANAIS DE SÓDIO SE FECHAM, OCORRE REPOLARIZAÇÃO DAS CÉLULAS DO MIOCÁRDIO? c) Abertura dos canais de cálcio de longa duração (Canais tipo L) que equilibra a saída de potássio e mantém a despolarização em 0mv; d) A repolarização ocorre quando os canais de cálcio e potássio retornam ao seu estado original;
  16. 16. Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) INFLUÊNCIA DOS CANAIS IÔNICOS NO POTENCIAL MARCA-PASSO a) REDUÇÃO PROGRESSIVA NA PERMEABILIDADE AO POTÁSSIO; b) CONJUNTO ÚNICO DE CANAIS IÔNICOS LOCALIZADOS NAS CÉLULAS MARCA-PASSO QUE SE ABREM QUANDO O POTENCIAL DE MEMBRANA ESTÁ EM VALORES NEGATIVOS E CONDUZEM ÍONS SÓDIO PARA DENTRO; c) CANAIS DE CÁLCIO TRANSITÓRIOS (TIPO T) QUE PERMITEM A ENTRADA DESSE ÍON E A DESPOLARIZAÇÃO DA MEMBRANA;

×