Fisiologia professor

1.141 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.141
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
61
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fisiologia professor

  1. 1. A fisiologia do exercício desenvolveu-se a partir de sua disciplina mãe, a fisiologia. Pode ser definida como a área do conhecimento científico queestuda como o organismo se adapta fisiologicamente ao estresse agudodo exercício, isto é, à atividade física e também ao estresse crônico dotreinamento físico (WILMORE & COSTILL, 1994).MARGARIA (1976) considera estudar a fisiologia do exercício como uma“forma de estudar a fisiologia humana com lentes de aumento”. Para elea fisiologia do exercício não deve ser objeto de estudo somente para oscientistas da área, mas deve também fazer parte da formação depessoas em vários outros campos do conhecimento, em função de suaaplicação prática.
  2. 2. Os efeitos da atividade física regular sobre os sistemas fisiológicoshumanos já são conhecidos desde 1850 e, em 1881, Jules Arnould jádiscutia o que então chamava de “efeitos sanitários” da atividade física(PINTO, 1996).Um dos mais importantes laboratórios de fisiologia do exercício domundo, o Harvard Fatigue Laboratory (HFL), foi criado em 1927 nos EUA(WILMORE & COSTILL, 1994).Os trabalhos sobre fisiologia do exercício e fisiologia ambiental produzidospelo HFL constituem a base dos conhecimentos atuais nesta área, tendosido este laboratório, modelo para a criação de vários outros na área defisiologia do exercício em todo o mundo, incluindo o Brasil (McARDLE,KATCH & KATCH, 1998).
  3. 3. ADAPTAÇÃO AGUDA- alterações ADAPTAÇÃO CRÓNICA- alterações orgânicas e funcionais que ocorrem orgânicas e funcionais que ocorrem durante e após o esforço (ex. da no organismo como resultado dasensação retardada de dor muscular). atividade física sistemática (treino).Exemplos: Exemplos:- Aumento da FC; -Diminuição da FC de repouso;- Aumento da temperatura; - Melhoria da termorregulação;- Aumento da Frequência respiratória; - Hipertrofia muscular.- Aumento da atividade muscular.
  4. 4. - Melhora o funcionamento do coração (para um mesmo esforço, o trabalhocardíaco passa a ser menor).- Aumenta a resistência aos esforços físicos e ao estresse- Reduz doenças cardíacas (angina, infarto, arritmias, insuficiência etc.).- Aumenta a sobrevida até mesmo nas pessoas que já tiveram um infarto.- Reduz obstruções nas paredes dos vasos, diminuindo problemas comoaterosclerose (placas de gordura), " derrames cerebrais" e infartos.- Estimula uma melhor vascularização (aumento da irrigação de sangue parao próprio coração), o que garante melhor funcionamento do órgão. Reduzfatores de risco para artérias coronárias - como pressão arterial e colesterol.- Reduz as taxas de colesterol total e eleva o HDL (colesterol "bom"), queprotege contra a formação de placas de gordura nas artérias. Combate ahipertensão, reduzindo os níveis de pressão arterial.
  5. 5. FC basal: menor freqüência cardíaca em 24 horasGeralmente após 6 horas de sono profundo.FC de repouso: FC antes do inicio de uma atividade física.•GERALMENTE ENTRE 60 – 80 BPMFC máxima (máx):-Pode ser determinada após 3 a 4 minutos de exercíciointenso. -Testes máximos progressivos. FC máx= 220 – idade FC máx= 220 – idade ou FC máx= 210 – (0,65 x idade) Impedimentos médicos Estudos epidemiológicos FC de Reserva: FC Máx – FC de repouso
  6. 6. Existem várias formas de se saber a frequência cardíaca de umapessoas. Podemos utilizar desde uma formula matemática, atéfrequêncimetros que nos relatam inclusive nosso gasto calórico.Quem não possui um frequêncimetro pode utilizar suas mãos.Basta colocar os dedos indicador e médio (da mão esquerda, porexemplo) na artéria radial (na região do pulso direito, abaixo dodedão) que é o mais utilizado. Ou colocar os dedos indicador emédio na artéria carótida na região do pescoço e contar aspulsações durante 10 segundos e multiplicar por 6 ou contar aspulsações durante 15 segundos e multiplicar por 4, para indicar osbatimentos cardíacos em 1 minuto.
  7. 7. 55 bpm FC Basal: FC de repouso: 60 bpm 194 bpm FC máx: utilizando (FC máx= 220 – idade) FC máx: Após 4 minutos de exercício 190 bpm intenso 130 bpm FC de reserva: Tempo de estabilização da FCOBS: Utilize sempre BPM (batimentos por minuto) após aFC aferida.
  8. 8. Pesquise e descreva os fatores que podem interferir na frequênciacardíaca. Alguns fatores podem interferir na medição da FC: Posição do corpo: deitado ou imerso na água a FC é mais baixa do que em pé. Temperatura: quanto mais alta a temperatura, mais alta a FC. Sexo: as mulheres tem a FC geralmente de 5 à 7 bpm mais elevados que os homens com o mesmo condicionamento físico. Estado de ânimo: quanto mais tensão tiver o indivíduo, mais alta será a sua FC. Quem fuma ou ingere bebidas com cafeína tem a FC aumentada.
  9. 9. O bombeamento do sangue para o corpo é feito pelo coração, nos dandoassim um ritmo ou frequência cardíaca, ou seja, quantas vezes o coraçãobate em uma determinada fração de tempo.A tensão que é exercida na parte interna da artéria pelo sangue bombeadoé chamado de pressão arterial (PA) . Este fenômeno varia a cada instante,seguindo um comportamento cíclico.No momento em que o coração ejeta seu conteúdo na aorta, gera umapressão máxima. Esta fase no ciclo cardíaco chama-se sístole, sendo quea pressão neste instante é chamada de pressão arterial sistólica.Imediatamente antes do próximo batimento cardíaco, a energia é mínima,com a menor força exercida sobre as artérias em todo o ciclo, gerando apressão arterial diastólica, portanto a menor pressão arterial do ciclocardíaco.
  10. 10. A medida indireta da pressão arterial só se tornou possível a partir doséculo XIX, aproximadamente 1880, quando Samuel Sigfried Ritter vonBasch (1837-1905) , na Alemanha, idealizou o primeiro aparelho, quenada mais era que uma bolsa de borracha cheia de água e ligada a umacoluna de mercúrio ou a um manômetro. Comprimindo-se a bolsa deborracha sobre a artéria até o desaparecimento do pulso obtinha-se apressão sistólica. Em 1896, um médico italiano, Riva-Rocci, substituiu abolsa por um manguito de borracha e a água pelo ar. A medida dapressão diastólica teve que esperar por mais 9 anos, até que um jovemmédico russo, Nikolai Korotkov descobrisse os sons produzidos durante adescompressão da artéria.O que é medida Indireta da PA? Dê um exemplo.É a medida utilizando o esfigmomanômetro e o estetoscópio (método palpatório ouauscultatório ) ou utilizando o esfigmomanômetro digital.O que é medida direta da PA?É a medida invasiva, realizada por meio da punção de uma artéria e inserção de uma agulhaou cateter o qual é conectado a um transdutor calibrado, o qual transforma o sinal mecânico(pressão arterial) em sinal elétrico, que é (após amplificação adequada) registrado - pode-seassim medir o nível pressórico batimento a batimento.
  11. 11. Considerável
  12. 12. A hipertensão arterial ou pressão alta, como é comumente conhecida, é aelevação da pressão arterial acima de 140 por 90 mmHg ¹ ou 14 por 9 comocostumamos falar.Esta patologia que atinge um em cada três brasileiros, também é conhecida comoassassina silenciosa, pois normalmente é assintomática, não gerando qualquertipo de problemas ao indivíduo até que afete algum órgão vital.A PA deve ser aferida pelo menos uma vez ao ano em indivíduos saudáveis ecom uma maior frequência em indivíduos hipertensos ou que possuem casos nafamília.Uma pessoa com um pai ou mãe hipertenso tem um grande risco de ter herdado apatologia, aproximadamente 30% (segundo pesquisa), caso ambos os paispossuam a doença, o risco dobra.Faça uma conta rápida e pense quantas pessoas você conhece com pressão alta.¹ Milímetros de mercúrio
  13. 13. TÉCNICA DA MEDIDA INDIRETA DA PRESSÃO ARTERIAL (Baseada nas Recomendações da American Heart Association) Prepare o material separando o estetoscópio, o esfigmomanômetro, caneta ou lápis e papel para registro, algodão com antisséptico; Certifique-se de que o estetoscópio e o esfigmomanômetro estejam íntegros e calibrados; Certifique-se de que o manguito esteja desinsuflado antes de ser ajustado ao membro do cliente; Lave as mãos antes de iniciar qualquer procedimento junto ao cliente;Posicione o cliente em local calmo e confortável, com o braço apoiado ao nível do coração, permitindo 5 minutos de repouso;Esclareça seu cliente dos procedimentos aos quais será submetido, a fim de diminuir a ansiedade;
  14. 14. Pesquise e relate abaixo os principais motivos do aumento da pressãoarterial. Exemplo: EstresseVocê se considera um indivíduo possivelmente hipertenso no futuro?Justifique.
  15. 15. O oxigênio é um gás incolor, insípido, inodoro, comburente, nãocombustível e pouco solúvel em água.Representa aproximadamente 20% da composição da atmosferaterrestre. É um dos elementos mais importantes da químicaorgânica, participando de maneira relevante no ciclo energético dosseres vivos, por ser essencial na respiração celular dos organismosaeróbicos.Mesmo sendo absorvido em pequena quantidade em relação aonitrogênio, nós, seres humanos, temos a capacidade máxima decaptação e utilização do O².Essa capacidade é denominada VO2 máx.
  16. 16. Teste de Cooper (pista) O testado deve correr ou caminhar, se não puder correr, em pistademarcada, a maior distância possível em 12 minutos . Os valores dadistância são anotados e substituídos na fórmula abaixo para predizer oVO² máx. Este teste tem como principal vantagem a simplicidade deaplicação, podendo ser utiliado em grandes grupos, simultaneamente.Porém, algumas variáveis influem no resultado como a tática da corrida,que levam os inexperientes a conseguir valores muito baixos. É importante lembrar, que os resultados podem apresentar erros emindivíduos altamente treinados, crianças ou mulheres, que devem serconsiderados com resalvas.Material:-Pista de 400 com marcação a cada 100 m-CronômetroVO² máx= (Dist. percorrida (metros) - 504.9) / 44.73 = VO² em ml 1/(kg.min)
  17. 17. VO² máx= ( ) - 504.9) / 44.73 = VO² em ml 1/(kg.min) Resultado Qual a qualificação do seu VO2 máx?
  18. 18. Nível de Aptidão Física de Cooper para Homens - VO2 max. ml(kg.min)-1 Muito Idade Fraca Regular Boa Excelente Superior Fraca  35,1 a   38,4 a   45,2 a   51,0 a 13 - 19  - 35,0  > 56,0 38,3 45,1 50,9 55,9  33,1 a   36,5 a   42,5 a   46,5 a 20 - 29  - 33,0  > 52,5 36,4 42,4 46,4 52,4  31,6 a   35,5 a   41,0 a   45,0 a 30 - 39  - 31,5   > 49,5  35,4 40,9 44,9 49,4  30,3 a   33,6 a   39,0 a   43,8 a 40 - 49  - 30,2  > 48,1 33,5 38,9 43,7 48,0  26,2 a   31,0 a   35,8 a   41,0 a 50 - 59  - 26,1  > 45,4 30,9 35,7 40,9 45,3Mais de  20,6 a   26,1 a   32,3 a   36,5 a   - 20,5  > 44,3 60 26,0 32,3 36,4 44,2
  19. 19. Nível de Aptidão Física de Cooper para Mulheres - VO2 max. ml(kg.min)-1 Muito Idade Fraca Regular Boa Excelente Superior Fraca  25,1 a   31,0 a   35,0 a   39,0 a 13 - 19  - 25,0  > 42,0 39,9 34,9 38,9 41,9  23,7 a   29,0 a   33,0 a   37,0 a 20 - 29  - 23,6  > 41,0 28,9 32,9 36,9 40,9  22,9 a   27,0 a   31,5 a   35,7 a 30 - 39  - 22,8   > 40,1  26,9 31,4 35,6 40,0  21,1 a   24,5 a   29,0 a   32,9 a 40 - 49  - 21,0  > 37,0 24,4 28,9 32,8 36,9  20,3 a   22,8 a   27,0 a   31,5 a 50 - 59  - 20,2  > 35,8 22,7  26,9 31,4 35,7Mais de  17,6 a   20,2 a   24,5 a   30,3 a   - 17,5  > 31, 60 20,1 24,4 30,2 31,4
  20. 20. O exercício aeróbico é qualquer tipo de exercício feito em níveis moderados deintensidade, por um longo período, que mantém a freqüência cardíacaaumentada. Aeróbico literalmente significa "com oxigênio", e refere-se ao usode oxigênio no processo de geração de energia dos músculos.Há vários tipos de exercícios aeróbicos. Em geral, exercício aeróbico é aquelefeito em nível de intensidade moderadamente alto por longo período de tempo.Por exemplo, correr uma distância longa em ritmo moderado é um exercícioaeróbico, porém dar uma arrancada de 100 metros não é.Essa modalidade de arrancada de 100 metros é chamada de exercícioanaeróbio.Cite dois exercícios em que há a prevalência do sistema aeróbio.--
  21. 21. Exercícios anaeróbicos são atividades de duração curta eintensidade alta. O termo anaeróbico significa "sem ar" ou "semoxigênio". Obviamente isso é impossível visto que em ausência deoxigênio é impossível a manutenção da vida humana além depoucos minutos. Somos capazes de sobreviver neste curto períodode tempo, pois temos certa quantidade de oxigênio mantida noorganismo.É definido como exercício anaeróbico por não haver troca gasosa doorganismo com o meio ambiente, ou a sua captação ser insuficiente.
  22. 22. Quando se fala de provas de média e longa distância, de 10 km oumais, logo vem à cabeça os quenianos e sua supremacia no esporte.Em todos os cantos do mundo, onde existe uma prova com premiação,pode saber que entre os 3 primeiros colocados, quando não os 3, sãodo Quênia. Para se ter uma ideia, um comparativo mundial mostrouque, em 2003, 55% dos vencedores em corridas eram quenianos.DNA DE CORREDORLeves, magros, donos de longas e incansáveis pernas, eles parecemter sido feitos para correr. Os melhores atletas de médias e longasdistâncias vêm de oito tribos Kalenjin e, dentre eles, destacam-se osNandi, cerca de 2% da população do Quênia. Estudo publicado naJornal Escandinavo índice que marca o aproveitamento do oxigênio,muito altos e uma economia de corrida impressionante. Tambémacumulam menos ácido láctico e amônia (subprodutos associados àfadiga) no sangue durante a prova, quando comparados aos corredoresescandinavos, mesmo em intensidades de exercício muito altas.Elevado VO2 máx, utilização fracionada durante a execução eeconomia de corrida são fatores cruciais para o sucesso do corredor.
  23. 23. Mas ao que tudo indica, a chave da superioridade do Quênia em médias e longas distâncias é uma combinação única desses fa-tores, como aponta um estudo do Centro de Pesquisas do Músculo de Copenhague. A prova de que a combinação certa é que faz a diferença foi uma pesquisa com um grupo de atletas africanos com VO2 máx. significativamente menor (61ml/min/kg) do que um grupo de eu-ropeus (70 ml/min/kg). Ainda assim, eles foram capazes de atingir o mesmo desempenho em 10k que o ou-tro grupo, devido à economia de cor-rida e à capacidade de sustentar por mais tempo uma maior porcentagem do VO2 máx. Outro fator estudado foi a composição muscular desses atletas. Um estudo que saiu no Journal of Applied Physiology em 2007 com 13 Xhosas e 13 europeus mostrou que os corredores de 10k africanos, mesmo sendo fundistas, tinham mais fibras do tipo IIA e menos fibras do tipo I, do que os brancos.Fonte: site da Revista Sportlife (http://sportlife.terra.com.br/index.asp?codc=1455)
  24. 24. O que são fibras musculares?Cite quais os tipos de fibras musculares, quais suas funções específicase duas atividades físicas com predominância de cada uma delas.
  25. 25. Todos os processos que ocorrem em um organismo para manter seufuncionamento necessitam de uma temperatura adequada. Isso se deve aofato de tais processos envolverem proteínas, enzimas, reações químicas efísicas que ocorrem mais rapidamente ou de forma muito lenta de acordo coma temperatura do meio em que se encontram. Por exemplo, se a temperaturabaixar muito as reações ficam lentas e podem ate cessar parando a funçãocorporal. Por outro lado, temperaturas elevadas podem desnaturar proteínascomprometendo a integridade do organismo.Perda ou dissipação de calor, ou seja, quando a temperatura da pele é maiorque a temperatura do ambiente.Explique as variações abaixo:-Radiação-Condução-Convecção-Evaporação
  26. 26. Respostas cardiovasculares no Calor:-Aumento da frequencia cardíaca e diminuição do volume sistólico-Aumento do lactato sanguíneo e diminuição do fluxo sanguíneo hepáticoe muscular-Diminuição da capacidade de remoção de metabólitos e transporte deoxigênio.3 importantes respostas circulatórias ao exercício máx:
  27. 27. Quem é Gabrielle Andersen?http://www.youtube.com/watch?v=Zs4lbNPiat0

×