The myth of_white_box_net (1) (1)

642 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

The myth of_white_box_net (1) (1)

  1. 1. Forrester Research, Inc., 60 Acorn Park Drive, Cambridge, MA 02140 USA Tel.: +1 617.613.6000 | Fax: +1 617.613.5000 | www.forrester.com O mito dos switches de rede white box Autor: Andre Kindness, 20 de fevereiro de 2015 Para: profissionais de infraestrutura e operações PONTOS PRINCIPAIS Fornecedores têm hardware de switches white box como parte do portfólio “White box” é um nome dado a switches fabricados com componentes prontos para a comercialização. Todos os fornecedores tradicionais oferecem switches white box há muito tempo, e os clientes podem reduzir seus custos brutos incorporando esses switches. Os custos estão em software, pesquisa, desenvolvimento e suporte As empresas que se concentram na padronização e eliminação de recursos de software supérfluos reduzirão custos mais rapidamente do que aquelas que se concentram na redução de hardware, o que equivale a menos de 15% dos custos com switches de rede. O aumento da flexibilidade e das opções gera maior responsabilidade Os produtos de sistemas de rede dos fornecedores oferecem aos clientes soluções de rede com integração firme. O ato de separar software e hardware traz mais flexibilidade, mas essas empresas realizam mais do trabalho que geralmente é o valor agregado do fornecedor.
  2. 2. © 2015, Forrester Research, Inc. Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada é estritamente proibida. As informações se baseiam nos melhores recursos disponíveis. As opiniões refletem o julgamento no momento da elaboração deste estudo e estão sujeitas à alteração. Forrester® , Technographics® , Forrester Wave, RoleView, TechRadar e Total Economic Impact são marcas registradas da Forrester Research, Inc. Todas as outras marcas registradas são propriedade de suas respectivas empresas. Para adquirir reimpressões deste documento, envie um e-mail para clientsupport@forrester.com. Para obter mais informações, acesse www.forrester.com. PARA PROFISSIONAIS DE INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES POR QUE LER ESTE RELATÓRIO? As plataformas de nuvem pública levaram o setor de sistemas de rede a uma onda de exageros. Ao longo dos últimos anos, empresas que oferecem XaaS (x-as-a-service, X como serviço) têm alegado que a transição da rede para switches white box reduziu os custos de infraestrutura de rede em 90%. Embora os sistemas white box e bare-metal tragam benefícios únicos para empresas de XaaS, os departamentos de I&O (Infrastructure & Operations, infraestrutura e operações) empresariais devem ter cuidado com essas afirmações e concessões ocultas. Este relatório expõe a questão dos switches padrão de fornecedores, mostra as etapas de decomposição do custo de switches white box e de fornecedores e analisa os fatos que merecem atenção com relação aos custos reais. A pesquisa também examina as responsabilidades que os profissionais de I&O devem assumir quando os switches white box são incorporados à rede da empresa. Índice Não confunda alhos com bugalhos: faça comparações equivalentes A diferença no custo da venda de mercadorias é insignificante Variação de switches leva ao aumento de custos O custo da venda de mercadorias favorece um pouco os fornecedores O software é o real fator de custo Flexibilidade e opções trazem mais responsabilidade SIGNIFICADO “Bom o suficiente” é bom o suficiente para a sua empresa Observações e recursos A Forrester entrevistou oito fornecedores de sistemas de rede, um fornecedor de sistema operacional de rede, dois fabricantes de equipamentos originais e um revendedor. Documentos de pesquisa relacionados Customer-Centric Strategies Require Business-Centric Network Hardware 9 de dezembro de 2014 Quick Take: Brocade Launches Networking’s First Commercial Open Source Software 23 de setembro de 2014 Predictions For 2014: Servers And Data Centers 19 de dezembro de 2013 O mito dos switches de rede white box O hardware de rede white box oferece às empresas mais flexibilidade e opções, mas isso gera maior responsabilidade autor: Andre Kindness com a colaboração de Glenn O’Donnell e Michael Caputo 2 2 5 7 8 20 DE FEVEREIRO DE 2015
  3. 3. PARA PROFISSIONAIS DE INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES O mito dos switches de rede white box 2 © 2015, Forrester Research, Inc. Reprodução proibida 20 de fevereiro de 2015 NÃO CONFUNDA ALHOS COM BUGALHOS: FAÇA COMPARAÇÕES EQUIVALENTES Promovidos pelas principais empresas de nuvem e Web, os switches de rede white box passaram a ser a bola da vez. Junto com a histeria, também surgiram concepções equivocadas sobre economias de custo de capital atribuídas aos switches white box em relação aos switches desenvolvidos por fornecedores. No início, a maioria dos switches era criada de forma personalizada pelos fornecedores. Porém, mais de um terço dos modelos de switch dos fornecedores no mercado atualmente são desenvolvidos completamente com componentes commodities e prontos para a comercialização. Hoje, considera-se que um switch é personalizado ou patenteado quando o ASIC (Application-Specific Integrated Circuit, circuito integrado específico a aplicações) é feito sob medida para aquele fim, em oposição aos ASICs padrão da Broadcom, Intel ou Marvell. Embora os switches personalizados também tenham ASICs personalizados, a realidade mostra que a maioria desses componentes (conectores, ventoinhas, PHYs e capacitores) foram obtidos já prontos.1 De modo geral, o setor passou a usar componentes commodities nos switches de rede. A diferença está principalmente no uso de ASICs comerciais ou personalizados para agregação de valor. Basicamente, a maioria das análises de economia de custos foi feita com base na comparação de itens distintos: switches white box em relação a switches com ASIC personalizado. Os consumidores têm uma má impressão dos fornecedores e os veem como empresas que só oferecem soluções patenteadas a fim de limitar os clientes e cobrar mais caro. O que muitas pessoas não sabem é que todos os fornecedores oferecem switches com ASICs padrão e que o setor tem oferecido switches prontos para comercialização há anos. Os fornecedores simplesmente não divulgaram isso de modo muito claro. A maior parte dos modelos de switch da HP tem componentes padrão e toda a linha de produtos da Arista usa esse tipo de componente. Uma comparação real deve levar em conta switches white box e switches de fornecedores com componentes padrão em seu interior. Assim, as empresas verão que há pouca diferença de custo entre switches white box e os switches com VMS (Vendor Merchant Silicon, componentes padrão de fornecedores). Essa é uma comparação entre itens verdadeiramente equivalentes. A DIFERENÇA NO CUSTO DE VENDA DE MERCADORIAS É INSIGNIFICANTE Para comparar switches white box e VMS com precisão, elimine os fatores que afetam o COGS (Cost of Goods Sold, custo de venda de mercadorias) de um switch. Baseamos nossa análise nestes atributos principais: ■ Volume. Os preços de componentes commodities podem variar muito dependendo do volume. Entretanto, os recursos de fabricação são finitos, e a criação de uma análise com base em pedidos excessivamente grandes não é algo prático. Os melhores custos de materiais são obtidos quando os pedidos são constantes e correspondem à produção dos OEMs (Original Equipment Manufacturers, fabricantes de equipamentos originais) que criam soluções para vários clientes. Consequentemente, baseamos os custos dos materiais nas taxas médias de venda de switches 10 GbE de 12 fornecedores nos últimos seis meses. ■ Switch. O mercado está repleto de switches commodities que estabelecem conexão de 10/100 Mbps de até 40 GbE com preço por porta que varia de US$ 10 a algumas centenas de dólares. Como o foco dos switches white box está majoritariamente no data center, a Forrester criou uma análise com switches de fibra 10 GbE com 48 portas e algumas conexões 40 GbE para conexão upstream. O buffer médio dos switches era cerca de 12 MB. Essas especificações são as configurações mais comuns dos principais fornecedores e fabricantes de white box.
  4. 4. PARA PROFISSIONAIS DE INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES O mito dos switches de rede white box 3 © 2015, Forrester Research, Inc. Reprodução proibida 20 de fevereiro de 2015 ■ Chips de rede. A Broadcom, Intel e Marvell produzem chips de rede commodity. O Broadcom Trident II é o mais usado por fornecedores de white box e tradicionais para criar switches ToR (Top of Rack, parte superior do rack).2 O Broadcom Trident II é usado nos seguintes switches: 1) Accton AS5712-54X; 2) Arista 7250X e 7500E Series; 3) Cisco Nexus 3100; 4) Dell S6000; 5) Extreme Summit X770; 6) HP Flex Fabric 5930 Series; 7) Juniper QFX3500 e 5100 Series; 8) Penguin Computing 4800 Series; e 9) Quanta Computer T3048 Series. Usando esses três atributos, a Forrester descobriu que o custo de materiais de um switch 10/40 GbE fica por volta de US$ 2.100, seja white box ou VMS. Os switches usam componentes prontos e 81% dos custos de materiais podem ser associados a estas quatro categorias: 1) ASIC, cerca de US$ 550 por switch; 2) conectores e caixas SFP/SFP+/QSFP+, cerca de US$ 500; 3) CPU e memória associada, cerca de US$ 350; e 4) fontes de alimentação para redundância total, cerca de US$ 300. Como três das quatro empresas fabricam componentes de cada categoria, há pouca liberdade para otimizar a estrutura de custo. A arquitetura e o layout do switch também não variam muito. Variação de switches leva ao aumento de custos Mas isso não significa que todos os switches ou hardware baseado no Broadcom Trident II sejam exatamente iguais. Nem todos os clientes utilizam configurações idênticas. Por exemplo, fábricas e unidades de negociação de alta frequência têm aplicações e serviços completamente diferentes.3 Portanto, os fornecedores desenvolvem e produzem switches para tipos de clientes diferentes. A variação entre os switches se dá de uma ou mais formas dentre as listadas a seguir: ■ Variedade de tipos de conexão. No caso de data centers com Fibre Channel, convém ter algumas portas com suporte a 4 Gbps/8 Gbps. Outros data centers podem usar conexões de cobre e fibra, e isso exige que os switches também tenham suporte a conexões de cobre. ■ Buffers maiores. Embora a maioria dos switches commodities tenha suporte a até 12 MB de memória compartilhada, alguns fornecedores oferecem até 4 GB de buffers para ambientes que precisam lidar com picos de tráfego. Por exemplo, serviços financeiros que recebem uma grande quantidade de dados em certos períodos do ano precisam de mais espaço de buffer. ■ Melhor desempenho de CPU. A CPU pode variar com base nas necessidades de desempenho do sistema operacional. Alguns fornecedores criaram recursos extras para trabalhar com as tabelas TCAM (Ternary Content Addressable Memory) de modo mais eficiente para agilizar o processamento de pacotes.4 ■ Recursos mais avançados de processamento de pacotes. À medida que as empresas se esforçam para automatizar mais tarefas, elas precisam de mais visibilidade, lançando mão da aplicação do carimbo de data e hora, de pacotes de desduplicação, da desmontagem de pacotes e de outros recursos avançados. Isso pode exigir hardware adicional, como mais memória, CPUs extras, mais PHYs ou outros componentes. ■ Serviços extras. Alguns switches oferecem recursos extras para hospedar segurança, aceleração e outros serviços. A Arista oferece aos clientes uma unidade de estado sólido de 50 GB para comportar logs ou coleta de dados. O Facebook Wedge sustenta um servidor baseado em x86 conectado à placa para permitir o uso de um sistema operacional com base em Linux.
  5. 5. PARA PROFISSIONAIS DE INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES O mito dos switches de rede white box 4 © 2015, Forrester Research, Inc. Reprodução proibida 20 de fevereiro de 2015 Há mais de 25 variações de hardware de switches 10/40 GbE, com uma ampla faixa de preços. Cada nuance entre componentes ou atributos pode gerar um efeito impactante nos preços, já que há alterações na quantidade e nos tipos de componentes, juntamente com o volume. Um switch criado para um tipo de cliente ou mercado específico tem como consequência uma produção menor e descontos por volume reduzidos. Isso também aumenta os custos de fabricação, cadeia de fornecimento e garantia, pois sofrem os impactos dos custos de materiais. O custo de venda de mercadorias favorece um pouco os fornecedores Embora os custos de materiais sejam semelhantes, o COGS pode ser ligeiramente menor para soluções de fornecedores em comparação com as white box. Ainda assim, ele é relativamente insignificante em relação ao custo final, que é de aproximadamente US$ 2.600 (consulte a Figura 1). Para o setor de rede, o custo direto associado ao hardware abrange as três áreas a seguir: ■ Custo de fabricação. O custo para os fabricantes dos dois tipos de switches é semelhante. Os switches commodities e white box são produzidos basicamente utilizando vários fornecedores OEM/ODM (Original Design Manufacturer, fabricante de projeto original) globais, como Accton, Alpha Networks, Foxconn Technology Group e Quanta Computer. Em qualquer um desses OEMs, lotes de switches da Cisco, Dell, HP e de outras empresas são produzidos na mesma linha de montagem, pelas mesmas pessoas, usando as mesmas ferramentas. As operações são altamente automatizadas, eliminando grande parte dos custos de mão de obra. ■ Custo da cadeia de fornecimento. Aproveitando a sinergia da cadeia de fornecimento de outras linhas de produtos, os principais fornecedores têm uma vantagem de 2% a 3% no custo de materiais em relação aos produtores de white box. Os fabricantes de componentes criam contratos de preço independentes com empresas individuais, não os OEMs que atendem a várias empresas, pois são os fornecedores que tomam a decisão final em relação aos componentes. Essa estratégia de cadeia de fornecimento só se confirma no caso de componentes como ASICs, CPUs, ventoinhas, fontes de alimentação com memória e outras peças com preços elevados. Chapas de metal, parafusos e LEDs são obtidos por meio do OEM. ■ Custos de suporte e garantia. Os custos de garantia e suporte são cerca de 3% mais baixos para switches de fornecedores em comparação com os white box equivalentes. As taxas de falhas de switches VMS são menores, já que eles são projetados com base em padrões mais elevados para permitir a ampliação da garantia. Além disso, os fornecedores executam testes com base nas piores condições possíveis, ou seja, normalmente quando todos os recursos de software são ativados, produzindo o máximo de calor. Os switches white box não são testados sob as mesmas condições, já que as empresas testam apenas um conjunto de recursos comum a todos os firmwares.
  6. 6. PARA PROFISSIONAIS DE INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES O mito dos switches de rede white box 5 © 2015, Forrester Research, Inc. Reprodução proibida 20 de fevereiro de 2015 Figura 1 Decomposição do custo de venda de mercadorias relativo a switches baseados em componentes Broadcom 10/40 GbE Decomposição do preço de mercado de switches white box e de fornecedores baseados em componentes Broadcom 10/40 GbE O mito dos switches de rede white box FORRESTER RESEARCH | PROFISSIONAIS DE INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES Fonte: Forrester Research, Inc. Proibido reproduzir ou distribuir sem autorização.118267 Custo de hardware white box Custo de materiais Custos de fabricação Custo da garantia Cadeia de fornecimento (custos de transporte e manutenção) COGS US$2.100 US$ 140 US$ 250 US$100 US$ 2.590 O SOFTWARE É O REAL FATOR DE CUSTO A Big Switch Networks, a Cumulus Networks e a Pica8 oferecem sistemas operacionais de rede executados nos próprios switches. A Cumulus recebeu certificação por 10 switches 10/40 GbE diferentes, o maior número entre os três fornecedores. Ela oferece seu sistema operacional de rede por uma taxa de licenciamento anual de US$ 1000. O ciclo de atualização médio de switches é de cerca de seis anos.5 Uma empresa que adquire um switch Accton com sistema operacional Cumulus Linux gasta cerca de US$ 13.332 ao longo desses seis anos. Um produto popular comparável (Cisco Nexus 3172PQ) custa cerca de US$ 14.197 no mesmo período. O hardware corresponde a menos de 15% do custo. A maior parte do custo dos switches tem como base o software nas seguintes categorias de custo indireto (consulte a Figura 2):6 ■ Custos de investimento em P e D (Research & Development, pesquisa e desenvolvimento). Os custos de engenharia não recorrentes podem variar de US$ 500.000 a US$ 5 milhões no caso dos switches. Para o switch usado como parâmetro de comparação deste relatório, a Forrester estima um investimento em P e D de cerca de US$ 3,5 milhões. Os custos de P e D são mais elevados para os fornecedores, já que eles gastam recursos otimizando o switch para o software e cumprindo as metas de garantia. A HP, por exemplo, oferece garantia vitalícia para seus switches. As ventoinhas são os componentes com maior chance de falhas, por isso a HP dedica mais tempo de P e D para incorporar e testar ventoinhas com tempos de ciclo maiores a fim de manter baixos custos de garantia. Os fabricantes de white box concentram-se mais nos pontos principais e escolhem ventoinhas com base nas condições térmicas e no preço. ■ Custos operacionais. Os custos operacionais são consideravelmente maiores no caso dos fornecedores tradicionais, já que essas empresas têm departamentos de vendas, técnicos e de marketing maiores, que lidam diretamente com os clientes, e VARs (Value-Added Resellers, revendedores de valor agregado). A maioria dos fornecedores de rede também oferece programas de treinamento e certificação, que são raros entre os fornecedores de white box e de sistema operacional de rede.
  7. 7. PARA PROFISSIONAIS DE INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES O mito dos switches de rede white box 6 © 2015, Forrester Research, Inc. Reprodução proibida 20 de fevereiro de 2015 ■ Custos de suporte. Os custos de suporte são ligeiramente mais baixos porque os esforços de P e D resultam em produtos que precisam menos desses serviços. O trabalho de integração de software e hardware de nível superior, os atributos de facilidade de uso, as classes e os serviços de implantação mantêm os custos de suporte mais baixos. Além disso, para ampliar o suporte, esses fornecedores oferecem serviços extras, como treinamentos com preços separados. Suas comunidades oferecem um suporte que custa ao fornecedor pouco mais do que promovê-las. Além do mais, os fornecedores de software têm que gastar mais tempo trabalhando com fornecedores de hardware diferentes, solucionando problemas que surgem com o suporte a diferentes ASICs e configurações de componentes. ■ Lucro. O lucro por unidade é maior no caso de fornecedores consagrados. O preço do white box é baseado no volume, por isso seus lucros por unidade são menores. Como os fornecedores de white box não estão vinculados a um software específico, eles têm mais probabilidade de substituir componentes ou produtos à medida que opções de custo mais baixo são disponibilizadas. Os fornecedores tradicionais não têm essa opção e precisam continuar usando componentes específicos. ■ Impostos. Como os impostos são baseados no lucro, a obrigação para os fornecedores é maior. ■ VARs. O custo associado aos VARs é um pouco mais elevado no caso do white box, já que os fornecedores de white box dependem dos VARs para oferecer parte do serviço e suporte normalmente proporcionados pelos fornecedores de rede tradicionais, como integração e testes. Além disso, os VARs têm um custo operacional maior para gerenciar mais fornecedores. Portanto, o canal espera um retorno maior sobre os produtos. Figura 2 Decomposição do preço de mercado de switches white box e de fornecedores baseados em componentes Broadcom 10/40 GbE Decomposição do preço de mercado de switches white box e de fornecedores baseados em componentes Broadcom 10/40 GbE O mito dos switches de rede white box FORRESTER RESEARCH | PROFISSIONAIS DE INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES Fonte: Forrester Research, Inc. Proibido reproduzir ou distribuir sem autorização.118267 COGS Operações (exec., RH, marketing, engenheiros, cadeia de fornecimento) Custo de investimento distribuído ao longo da vida útil Suporte Carga tributária Lucro Revendedor de valor agregado Preço final ao cliente Sistema operacional white box (Cumulus Linux por 6,6 anos) US$ 0 US$ 1.665 US$ 695 US$600 US$ 1.150 US$ 1.100 US$ 1.400 US$ 6.600 Custo de hardware white box (Accton AS5712-54X) US$ 2.589 US$ 1.000 US$ 252 US$ 200 US$800 US$899 US$ 1.000 US$ 6.739 Hardware white box + sistema operacional US$ 2.589 US$ 2.655 US$ 947 US$800 US$ 1.950 US$ 1.999 US$2.400 US$ 13.339 Fornecedor (Cisco Nexus 3172PQ) US$ 2.589 US$ 3.595 US$ 1.100 US$ 698 US$ 1.956 US$ 2.128 US$ 2.132 US$ 14.198 Custo final de switch white box em relação a switch de fornecedor de rede tradicional
  8. 8. PARA PROFISSIONAIS DE INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES O mito dos switches de rede white box 7 © 2015, Forrester Research, Inc. Reprodução proibida 20 de fevereiro de 2015 FLEXIBILIDADE E OPÇÕES TRAZEM MAIS RESPONSABILIDADE Muitas vezes os clientes mencionam o custo como o melhor motivo para escolher switches white box. Essa percepção é infundada. Os reais motivos para escolher switches white box são flexibilidade e opções. Ao separar o sistema operacional de rede do hardware, as ofertas de white box e bare-metal proporcionam às empresas outra opção além dos diversos fornecedores ou dos modelos que oferecem. Os clientes podem escolher sistemas operacionais e hardware como itens separados e montar soluções completas próprias. Este é um elemento importante para os provedores de XaaS, que diferenciam suas negociações baseando-se no fato de possuírem os mais competitivos data centers do mercado. Esses data centers precisam sempre apresentar servidores, armazenamento e hardware de rede mais rápidos, mais potentes e mais baratos. O hardware tem um ciclo de vida curto nesse tipo de infraestrutura, os equipamentos são substituídos a cada 8 a 12 meses. Para que esse modelo funcione, as empresas de XaaS da Web (com grande poder de compra) forçaram o setor de rede a dissociar o software do hardware e criar um hardware que pudesse ser facilmente trocado com o mínimo custo operacional. O hardware padronizado, simples e genérico forma uma base tecnológica para o modelo de negócios dessas empresas. As empresas não têm (e nem deveriam ter) os recursos ou a estrutura de custo para operar com base nesse cronograma. O modelo white box traz alguns dilemas. As empresas que defendem as alternativas white box e bare metal optaram por assumir: ■ Design, testes e qualificação dos sistemas operacionais e hardware de rede. A velocidade e os recursos de um switch de rede dependem igualmente da interação entre hardware e software. Isso é uma parte dos custos de P e D dos switches de fornecedores, que é transferida aos clientes. Os provedores da Web assumem esses custos de P e D, pois não há testes de compatibilidade para as combinações altamente personalizadas de software e hardware. ■ Custos com cadeia de fornecimento. Empresas como Amazon, Facebook, Google e Rackspace fazem a maior parte de suas aquisições nos EUA e trabalham com um conjunto pequeno e único de revendedores de valor agregado.7 Os provedores de nuvem em hiperescala estão desenvolvendo-os à medida que criam data centers em diferentes regiões. As empresas globais têm dificuldades de encontrar distribuidores e VARs que vendam produtos white box, e é ainda mais complicado localizá-los em qualquer lista de fornecedores aprovados. Além disso, a maioria das empresas trabalha diretamente com os fornecedores. As empresas OEM e ODM não criaram suas estruturas de negócios para contemplar esse método. As despesas gerais com a cadeia de fornecimento, tratadas de forma eficiente pelos fornecedores tradicionais, trarão problemas para a maioria das empresas. ■ Desenvolvimento dos atributos da rede. Vários atributos avançados, como o HP IRF (Intelligent Resilient Framework) ou a tecnologia Brocade VCS (Virtual Cluster Switching), não existem no ambiente white box. Os sistemas operacionais de rede comercialmente disponíveis e de fonte aberta têm um conjunto padrão de atributos, como OSPF (Open Shortest Path First) e IEEE 802.1Q. Os provedores de XaaS precisaram desenvolver seus próprios atributos avançados e até mesmo alguns básicos encontrados em muitos switches atuais.8 Essas empresas assumem os esforços de P e D normalmente executados pelos fornecedores. Diversos recursos são considerados diferenciações competitivas e não são compartilhados.
  9. 9. PARA PROFISSIONAIS DE INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES O mito dos switches de rede white box 8 © 2015, Forrester Research, Inc. Reprodução proibida 20 de fevereiro de 2015 ■ Custos de instalação. Embora a maior parte dos switches white box seja criada com base em ONIE (Open Network Install Environment), isso não é o caso para todos eles.9 Independentemente de o ONIE estar carregado ou não, esses dispositivos não têm um sistema operacional neles, então é preciso gastar tempo extra adicionando o SO antes de iniciar qualquer configuração. Além disso, muitos atributos plug-and-play nos switches de fornecedores permitem a instalação dos switches em qualquer lugar sem muito conhecimento do local. Os clientes de white box devem alterar os métodos de implantação para adaptarem-se a essa mudança e aos custos extras associados a esse tipo de atividade. ■ Suporte e serviço. O suporte em vários níveis com centrais de atendimento distribuídas pelo mundo todo é uma opção imediatamente disponibilizada pelos fornecedores de white box. A Edge-Core Networks oferece garantia de três anos na substituição, embora não declare o tempo necessário para o centro de garantia substituir o hardware ou o prazo de resolução.10 No caso do software, as empresas que o adquirem assumem todos os esforços de solução de problemas e correção de erros dos desenvolvimentos realizados. O fornecedor de software corrige apenas os próprios erros. Algumas empresas entraram em desacordo com os fornecedores de software em relação à existência de erros. Além do mais, a atribuição de culpa é algo comum entre os fornecedores de hardware e software. ■ Desenvolvimento e implantação de software e serviços em função do hardware. As empresas da Web têm ambientes altamente padronizados, com pouca variação nos recursos de hardware. Ao contrário das grandes corporações, o software é escolhido ou projetado em função do hardware. Essas empresas não enviam solicitações de hardware para propostas baseadas em detalhes como tempo de failover de certas unidades de fonte de alimentação, portas de fibra e cobre e posição/cor/comportamento de LEDs. Uma infraestrutura altamente padronizada requer pouca variação na rede, o que significa poucas opções de soluções white box. SIGNIFICADO “BOM O SUFICIENTE” É BOM O SUFICIENTE PARA SUA EMPRESA Os profissionais de I&O das empresas devem levar em consideração o fato de que seus colegas nos provedores de nuvem mostraram que a infraestrutura de rede empresarial estava sendo projetada, adquirida e implantada com muita ênfase na instalação do switch maior, mais rápido e com mais atributos. No caso de XaaS, menos é mais. Essas empresas estão fazendo grandes cortes nos custos de capital e executando infraestruturas com menos recursos, pois os profissionais do sistema de rede em nuvem estão optando pela padronização aliada ao equilíbrio do custo com desempenho e atributos. Isso não se aplica a todas as empresas, mas passa a credibilidade de que os switches padrão são uma opção viável para as empresas. Os switches VMS oferecem custos menores e todos os benefícios que os fornecedores tradicionais oferecem.
  10. 10. PARA PROFISSIONAIS DE INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES O mito dos switches de rede white box 9 © 2015, Forrester Research, Inc. Reprodução proibida 20 de fevereiro de 2015 NOTAS FINAIS 1 Qualquer varejista de eletrônicos possui componentes eletrônicos comuns: um capacitor é um componente eletrônico usado para armazenar energia; um PHY conecta um dispositivo de camada de link a um meio físico, como um cabo de fibra ótica ou cobre; e as fontes de alimentação fornecem energia a dispositivos eletrônicos. 2 O switch de parte superior do rack fica no topo do rack do servidor, fornecendo links para todos os servidores e uplinks para distribuição ou spline da rede que pode estar no fim da linha. É diferente do rack de fim da linha, que é maior e conecta todos os racks e servidores na linha a um único dispositivo. 3 Este relatório explica como o mercado de equipamentos de rede está desenvolvendo produtos especializados para mercados verticais específicos e tarefas especializadas relacionadas. Para obter mais informações, consulte o relatório de 9 de dezembro de 2014, “Customer-Centric Strategies Require Business-Centric Network Hardware”. 4 TCAM é um tipo especializado de memória de alta velocidade que pesquisa todo o seu conteúdo em um único ciclo de clock. O termo “ternary” (ternário) refere-se à capacidade da memória de armazenar e consultar dados usando três entradas diferentes: 0, 1 e X. A entrada “X”, geralmente conhecida como estado “não se preocupar” ou “curinga”, permite que a TCAM execute pesquisas mais abrangentes com base em correspondência de padrões, em oposição à CAM binária, que executa pesquisas de correspondências exatas usando apenas 0 e 1. Fonte: Margaret Rouse, “(TCAM) ternary content-addressable memory”, TechTarget (http://searchnetworking.techtarget.com/definition/TCAM-ternary-content-addressable-memory). 5 Fonte: Jessica Scarpati, “Refresh cycles lag as enterprises retain more legacy network gear”, TechTarget, 18 de julho de 2014 (http://searchnetworking.techtarget.com/news/2240225018/Refresh-cycles-lag-as- enterprises-retain-more-legacy-network-gear). 6 Dados coletados de fornecedores de sistemas de rede e fabricantes de equipamentos originais. 7 Fonte: Cade Metz, “Mystery Men Forge Servers For Giants of Internet”, Wired, 19 de dezembro de 2011 (http://www.wired.com/2011/12/secret-servers/). 8 Fonte: Nathan Bronson, “Solving the Mystery of Link Imbalance: A Metastable Failure State at Scale”, Facebook, 14 de novembro de 2014 (https://code.facebook.com/posts/1499322996995183/solving-the- mystery-of-link-imbalance-a-metastable-failure-state-at-scale/). 9 ONIE é um pequeno pacote Linux cuja única tarefa é auxiliar na instalação do sistema operacional correto no switch white box, seja uma instalação nova, atualização ou alteração de distribuição. O ONIE pode fazer o download do sistema operacional de destino de vários modos diferentes. Com o ambiente ONIE pré-carregado, você tem liberdade para escolher qualquer NOS (Network OS, sistema operacional de rede) compatível. 10 “Edge-Core Networks shall strive to repair or replace any Product returned under the warranty in a reasonable turn-around-time” (A Edge-Core Networks se esforçará para reparar ou substituir qualquer produto devolvido sob a garantia em um período razoável). Fonte: Edge-Core Networks, “Edge-Core Limited Product Warranty Statement”, (http://www.edge-core.com/Warranty.asp).
  11. 11. A Forrester Research (Nasdaq: FORR) é uma empresa mundial de pesquisas e consultoria que atende a profissionais em 13 funções importantes de três segmentos de clientes distintos. Todos os dias, nossos clientes devem tomar decisões cada vez mais complexas relacionadas a negócios e tecnologia. Para ajudá-los a compreender, planejar e agir de acordo com as oportunidades criadas pelas mudanças, a Forrester oferece pesquisas patenteadas, dados de consumidores e empresas, comunidades on-line, eventos e consultoria personalizados e programas executivos peer-to-peer. Orientamos líderes em tecnologia empresarial, marketing e estratégia e o setor de tecnologia por meio de insights independentes baseados em fatos, garantindo o sucesso empresarial no presente e no futuro. 118267 « A Forrester se concentra em profissionais de infraestrutura e operações Você é responsável por identificar (e justificar) quais tecnologias e mudanças de processo o ajudarão a transformar e industrializar a infraestrutura de sua empresa e criar um departamento de TI mais produtivo, resiliente e eficiente. A experiência da Forrester a respeito do assunto e a profunda compreensão de sua função o ajudarão a criar estratégias inovadoras, ponderar oportunidades e riscos, justificar decisões e otimizar o seu desempenho individual, corporativo e da sua equipe. IAN OLIVER, personagem que representa profissionais de infraestrutura e operações Sobre a Forrester A Forrester é uma empresa mundial de pesquisa e consultoria que inspira líderes, oferece maior embasamento para a tomada de decisões e ajuda as principais empresas do mundo a transformar a complexidade das mudanças em vantagens comerciais. Nossos insights de pesquisa e nossa consultoria objetiva permitem que os profissionais de TI tornem-se líderes do setor e uma grande influência, não só para os departamentos de TI tradicionais. Personalizados de acordo com funções individuais, nossos recursos permitem que você se concentre primeiramente nos principais problemas empresariais (como margem, velocidade e crescimento) e depois na tecnologia. PARA OBTER MAIS INFORMAÇÕES Para descobrir como a Forrester Research pode ajudá-lo a tornar-se bem-sucedido todos os dias, entre em contato com o nosso escritório mais próximo ou acesse www.forrester.com. Para obter uma lista completa de nossos escritórios no mundo, acesse www.forrester.com/about. SUPORTE AO CLIENTE Para obter informações sobre reimpressões físicas ou eletrônicas, entre em contato com o suporte ao cliente nos telefones +1 866.367.7378, +1 617.613.5730 ou pelo e-mail clientsupport@forrester.com. Oferecemos descontos de acordo com a quantidade e preços especiais para instituições acadêmicas e sem fins lucrativos.

×