Clusters e    Inteligência    Competitiva-   Uma Agenda de      Valor -    Francisco Jaime Quesado   1
Clusters e Inteligência Competitiva – Uma Agenda de Valor     Defesa, Segurança e Aeronáuica – State of Play              ...
A Nova Política Industrial•   Portugal tem pela frente o desafio de uma Nova Política    Industrial (Philippe Aghion) – os...
A Nova Política Industrial•   As Novas Empresas Tech (Takever, Critical, Novabase) irão    determinar um Novo Ecossistema ...
O Papel do IDE de Inovação•   O IDE de Inovação faz a diferença no processo de mudança    – a Parceria Global entre os “Ac...
A Inteligência Competitiva•   Os Clusters – com um papel mobilizador da Política Política –    dinamizam também uma Agenda...
Desafios de Futuro – Casos de Sucesso•   EMBRAER – Uma Parceria de Excelência na Cadeia Global    de Valor da Indústria Ae...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Clusters e inteligência competitiva

434 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
434
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Clusters e inteligência competitiva

  1. 1. Clusters e Inteligência Competitiva- Uma Agenda de Valor - Francisco Jaime Quesado 1
  2. 2. Clusters e Inteligência Competitiva – Uma Agenda de Valor Defesa, Segurança e Aeronáuica – State of Play A Nova Política Industrial O Papel do IDE de Inovação A Inteligência Competitiva Desafios de Futuro – Alguns Casos de Sucesso 2
  3. 3. A Nova Política Industrial• Portugal tem pela frente o desafio de uma Nova Política Industrial (Philippe Aghion) – os Clusters de Inovação vão ter um papel central nesta Agenda• Clusters – e em particular a área da Defesa, Segurança e Aeronáutica, – serão um “Actor Chave” nesta Nova Política Industrial, através de Novas Propostas para o Mercado Global• A Nova Política Industrial pressupõe também um Contrato de Confiança entre a I&D Universitária e a Ambição Empresarial 3
  4. 4. A Nova Política Industrial• As Novas Empresas Tech (Takever, Critical, Novabase) irão determinar um Novo Ecossistema de Valor, em que a Competência de Integração de Empresas Centrais (Embraer, OGMA) é decisiva• Este “Novo Ecossistema Empreendedor” assenta numa capacidade poderosa de dinamizar novas soluções de produtos e serviços para abordar os mercados globais competitivos• Clustering a Economia é a resposta certa para este desafio da Nova Política industrial, dando ao Conhecimento uma mais efectiva Ambição para agarrar a Excelência num Mundo Competitivo 4
  5. 5. O Papel do IDE de Inovação• O IDE de Inovação faz a diferença no processo de mudança – a Parceria Global entre os “Actores Centrais” (Embraer, Thales, Microsoft, Cisco) dá às PME nacionais a possibilidade de participarem nas dinâmicas Redes Europeias de Inovação• As Multinacionais trazem a Experiência Global para um país pequeno e aportam novas competências numa rede competitiva em que o Talento e a Inovação fazem a diferença• A mobilização dos Clusters para uma Nova Agenda Competitiva na Economia Portuguesa deverá pois envolver PME, Multinacionais e Universidades / Centros I&D 5
  6. 6. A Inteligência Competitiva• Os Clusters – com um papel mobilizador da Política Política – dinamizam também uma Agenda de Inteligência Competitiva, dando a uma Sociedade Aberta novas possibilidades de Partilha de Valor• A Inteligência Competitiva é um objectivo colectivo,em que a contribuição da experiência das PME de Inovação, Universidades e Centros de I&D e Multinacionais é o melhor exemplo da importância dos Clusters• Em tempo de crise, com Orçamentos Públicos limitados, as PME da DAS – com a participação de Multinacionais – têm pela frente a oportunidade dos Mercados Globais, com novas respostas a novas perguntas que a Sociedade suscita 6
  7. 7. Desafios de Futuro – Casos de Sucesso• EMBRAER – Uma Parceria de Excelência na Cadeia Global de Valor da Indústria Aeronáutica• Cluster TIC Português – Um Consórcio Dinâmico de PME e algumas Empresas Centrais (Microsotf, Cisco) que aportam Talento e Competência de Inovação no Mercado Global• Novos Campeões do Conhecimento – Empresas associadas ao desenvolvimento de Projectos do Estado com capacidades globais em áreas dinâmicas (EID, ETI, EDISOFT) 7

×