Cnl regulamento 2012-2013_nv

1.306 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.306
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.082
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cnl regulamento 2012-2013_nv

  1. 1. Agrupamento de Escolas António Granjo GTBEC Grupo de Trabalho das Bibliotecas Escolares de Chaves_________________________________________________________________________________________________ 7ª Edição do Concurso Nacional de Leitura 2012-2013 Regulamento Artigo 1º Objetivos Tendo em conta a necessidade de promoção da leitura nas escolas, o Plano Nacional de Leitura(PNL) – em articulação com a Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB) e coma Rede das Bibliotecas Escolares (RBE) – promove, no ano letivo de 2012/2013, a 7ª Edição doConcurso Nacional de Leitura (CNL) ao qual o Agrupamento de Escolas António Granjo se associa,com o objetivo de estimular a prática da leitura entre os alunos. Artigo 2º Condições gerais de participação A participação no concurso está aberta a todos os alunos do 3º Ciclo e do Ensino Secundário. Os candidatos, menores de 16 anos, apurados para a Fase Distrital ou para a Final Nacional, sópoderão participar com autorização expressa dos pais/encarregados de educação. Artigo 3º Categorização dos concorrentes Os concorrentes serão agrupados em duas categorias: a) alunos do 3º Ciclo do Ensino Básico (7º, 8º e 9º anos); b) alunos do Ensino Secundário (10º, 11º e 12º anos). Artigo 4º Júri 1 - Constituição - O Júri do concurso na Fase de Escola será constituído por um(a) professor(a)bibliotecário(a) e por um grupo de docentes de Português do 3º Ciclo e do Ensino Secundário. 2 - Competências - Cabe ao Júri a divulgação do regulamento do concurso, a correção dasprovas e a afixação da lista dos vencedores, bem como a supervisão de todo o processo relacionadocom o Concurso na fase de Escola. Artigo 5º Fases do Concurso Após o anúncio público do Concurso Nacional de Leitura, a Fase de Escola será organizada doseguinte modo:
  2. 2. Agrupamento de Escolas António Granjo GTBEC Grupo de Trabalho das Bibliotecas Escolares de Chaves_________________________________________________________________________________________________ 1ª Etapa (novembro-dezembro) - Anúncio e afixação das regras do concurso, incluindo a listade obras para leitura, e inscrição. As inscrições para o concurso são feitas junto dos professores dePortuguês ou na Biblioteca da Escola, até ao dia 20 de dezembro; 2ª Etapa (novembro-janeiro) - Período de tempo para leitura das obras a concurso; 3ª Etapa - Realização das provas da Fase de Escola: dia 7 de janeiro de 2013 (2.ª feira); 4ª Etapa - Apuramento e seriação dos concorrentes e afixação da lista dos alunos apuradospara a Fase Distrital (até três alunos por categoria). - A Fase de Escola terminará impreterivelmente a 11 de janeiro de 2013. Artigo 6º Provas de seleção a) A prova da Fase de Escola terá a seguinte estrutura: - Questionário de escolha-múltipla; - Uma questão de resposta aberta (que servirá para efeitos de desempate). b) Esta prova terá a duração de 45 minutos e decorrerá às 15 horas do dia 7 de janeiro de2013, na Biblioteca ou em salas de aula. Os alunos só poderão abandonar o local em que decorre a prova após o término do temporegulamentar. Artigo 7º Obras selecionadas para a Fase de Escola 3º Ciclo do Ensino Básico - Histórias da Terra e do Mar, Sophia de Mello Breyner Andresen - Sexta-Feira ou a vida selvagem, Michel Tournier Ensino Secundário - Amor de Perdição, Camilo Castelo Branco - Capitães da Areia, Jorge Amado Artigo 8º Prémios Na Fase de Escola os 3 vencedores de cada categoria receberão um diploma e livros. Para mais informações aconselha-se a consulta do sítio PNL www.planonacionaldeleitura.gov.pt Nota: Os regulamentos relativos às fases 2 e 3 são da responsabilidade das instituições que asorganizam e a sua divulgação, aos alunos envolvidos, será feita em tempo oportuno.
  3. 3. Agrupamento de Escolas António Granjo GTBEC Grupo de Trabalho das Bibliotecas Escolares de Chaves_________________________________________________________________________________________________

×