SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
Engº Cassio Geraldo Marques Silva
Reg. CREA-SP 060.148693.2
ALAMEDA MIRUNA, 69 - ALPHAVILLE, SANTANA DE PARNAIBA-SP
CEP 06540-020 FONE: 11 4152-2522 E-MAIL : ccmele@uol.com.br
MEMORIAL DE CÁLCULO DE CARGA INSTALADA E DEMANDA
ART Nº 92221220120923501
INTERESSADO: TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO – TCE
OBRA: UR-14 - UNIDADE REGIONAL DE GUARATINGUETÁ
ENDEREÇO: AV. DR. ARIBERTO PEREIRA DA CUNHA, Nº 1.302 - Lot. Pref. Gilberto Filippo
MUNICÍPIO: GUARATINGUETÁ-SP CEP12516-410
EDIFICIO DE ESCRITÓRIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ÁREA CONSTRUÍDA: 1.150,0 m²
RELAÇÃO E CÁLCULO DAS CARGAS INSTALADAS
DESCRIÇÃO Tensão/ Sistema Potência Unitária [W] Quantidade Potência Total [W]
A/C Split VRV - Evaporador 220V/monofásico 140 25 3500
A/C Split VRV 20 TR- Condensador 220V/trifásico 29040 1 29040
A/C Split VRV 30 TR- Condensador 220V/trifásico 43970 1 43970
Cafeteira elétrica 220V/monofásico 1500 1 1500
Chuveiro elétrico 220V/monofásico 5400 2 10800
Estações de Trabalho de T.I. 110V/Estabilizada 300 36 10800
Forno de micro-ondas 220V/monofásico 1500 2 3000
Lâmpada Fluorescente C-D 18W 220V/monofásico 18 29 522
Lâmpada Fluorescente C-D 26W 220V/monofásico 26 33 858
Lâmpada Fluorescente T16- 28W 220V/monofásico 28 273 7644
Tomada de energia de uso especial 127V/monofásico 600 5 3000
Tomada de energia de uso especial 220V/monofásico 600 3 1800
Tomada de energia de uso geral 127V/monofásico 100 52 5200
Elevador hidráulico - motor 5,0 CV 220V/trifásico 4510 1 4510
Bomba de Incêndio - motor 7,5 CV 220V/trifásico 6570 1 6570
Bomba de recalque - motor 1,0 CV 220V/monofásico 1140 1 1140
Bomba de recalque - motor 2,0 CV 220V/monofásico 2170 1 2170
RESUMO DAS CARGAS TOTALIZADAS
-Estações de Trabalho de T.I.
-Iluminação e Tomadas
-Chuveiros e Aparelhos Elétricos comuns
-Ar Condicionado
-Motores monofásicos e trifásicos
CARGA TOTAL INSTALADA [W]
10.800
19.024
15.300
76.510
14.390
136.024
CÁLCULO DA DEMANDA [VA]
a)Demanda referente às Estações de Trabalho T.I.
DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quantidade
Potência Total
[W] Fator de Potência
Estações de trabalho de T.I. 300 36 10800 0,92
Portanto:
𝒂 =
10800
0,92
∗ 1 = 𝟏𝟏, 𝟕𝟒𝒌𝑽𝑨
TCE UR-14 Guaratinguetá- Memorial de cálculo da Carga Instalada e Demanda – CONT./
Página 2 de 3
b)Demanda referente à Iluminação e Tomadas
DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quantidade
Potência Total
[W] Fator de Potência
Lâmpada Fluorescente C-D 18W 18 29 522 0,50
Lâmpada Fluorescente C-D 26W 26 33 858 0,50
Lâmpada Fluorescente T16- 28W 28 273 7644 0,92
Tomada de energia de uso especial 600 5 3000 1,00
Tomada de energia de uso especial 600 3 1800 1,00
Tomada de energia de uso geral 100 52 5200 1,00
Portanto:
𝒃 =
522 + 858
0,5
+
7644
0,92
+
4800
1,0
+
5200
1,0
∗ 1 = 𝟐𝟏, 𝟎𝟕𝒌𝑽𝑨
c)Demanda referente aos chuveiros
DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quantidade
Potência Total
[W] Fator de Potência
Chuveiro elétrico 5400 2 10800 1,00
Portanto:
𝒄 =
10800
1,00
∗ 1 = 𝟏𝟎, 𝟖𝒌𝑽𝑨
d)Demanda referente a Forno de Microondas e outros (acima de 1000W)
DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quantidade
Potência Total
[W] Fator de Potência
Cafeteira elétrica 1500 1 1500 1,00
Forno de Microondas 1500 2 3000 0,8
Portanto:
𝒅 =
1500
1,00
+
3000
0,8
∗ 0,7 = 𝟑, 𝟔𝟖𝒌𝑽𝑨
e)Demanda referente ao sistema de Ar Condicionado(VRV)
.Equipamento monofásico e/ou bifásico (𝒆 𝟏∅)
DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quant. Potência Total [W] Fator de Potência
A/C Split VRV - Evaporador (FanCoil) 140 25 3500 0,92
Portanto:
𝒆 𝟏∅ =
3500
0,92
∗ 0,75 = 𝟐, 𝟖𝟓𝒌𝑽𝑨
.Equipamento trifásico (𝒆 𝟑∅)
DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quant. Potência Total [W] Fator de Potência
A/C Split VRV 20 TR- Condensador 29040 1 29040 0,87
A/C Split VRV 30 TR- Condensador 43970 1 43970 0,88
Portanto:
𝒆 𝟑∅ =
29040
0,87
∗ 0,5 +
43970
0,88
∗ 1 = 𝟔𝟔, 𝟔𝟔𝒌𝑽𝑨
TCE UR-14 Guaratinguetá- Memorial de cálculo da Carga Instalada e Demanda – CONT./
Página 3 de 3
f)Demanda referente aos Motores elétricos
.Equipamento monofásico e/ou bifásico (𝒇 𝟏∅)
DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quant. Potência Total [W] Fator de Potência
Bomba de recalque - motor 1,0 CV 1140 1 1140 0,73
Bomba de recalque - motor 2,0 CV 2170 1 2170 0,73
Portanto:
𝒇 𝟏∅ =
1140
0,73
∗ 0,5 +
2170
0,73
∗ 1 = 𝟑, 𝟕𝟓𝒌𝑽𝑨
.Equipamento trifásico (𝒇 𝟑∅)
DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quant. Potência Total [W] Fator de Potência
Elevador hidráulico - motor 5,0 CV 4510 1 4510 0,75
Bomba de Incêndio - motor 7,5 CV 6570 1 6570 0,76
Portanto:
(𝒇 𝟑∅) =
4510
0,75
∗ 0,5 +
6570
0,76
∗ 1 = 𝟏𝟏, 𝟔𝟓𝒌𝑽𝑨
Sendo 𝑫 𝟏∅ a demanda das cargas monofásicas e/ou bifásicas [kVA], temos
𝐷1∅ = a + b + c + d + e1∅ + f1∅
D1∅ = 11,74 + 21,07 + 10,80 + 3,68 + 2,85 + 3,75 => 𝑫 𝟏∅ = 𝟓𝟑, 𝟖𝟗 𝒌𝑽𝑨
Sendo 𝑫 𝟑∅ a demanda das cargas trifásicas [kVA], temos
D3∅ = e3∅ + f3∅
D1∅ = 66,66 + 11,65 => 𝑫 𝟏∅ = 𝟕𝟖, 𝟑𝟏 𝒌𝑽𝑨
DT = D1∅+D3∅ = 53,89 + 78,31 => 𝑫 𝑻 = 𝟏𝟑𝟐, 𝟐𝟎 𝒌𝑽𝑨
CÁLCULO DA CORRENTE DE DEMANDA [A]
Para o sistema estrela com Neutro e tensão de 220/127[V] (FFFN) 𝐈 𝐃 = D 𝐓 /𝟐𝟐𝟎 ∗ √𝟑
∴ 𝑰 𝑫 = 𝟏𝟑𝟐. 𝟐𝟎𝟎 ÷381,05 = 346,94 [A]
Categoria de atendimento T-10 com disjuntor geral de 350[A], conforme tabela 01 do
Padrão bandeirante PB-01/2004.
CASSIO GERALDO MARQUES SILVA
Engenheiro de Segurança do Trabalho e Tecgº. Eletrotécnico
S.P. 06/08/2012

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estruturas de sustentação dos alimentadores n1 n2-n3-n4 e meio beco
Estruturas de sustentação dos alimentadores n1 n2-n3-n4 e meio becoEstruturas de sustentação dos alimentadores n1 n2-n3-n4 e meio beco
Estruturas de sustentação dos alimentadores n1 n2-n3-n4 e meio becoJonatas Ramos
 
Nbr 17240-substituindo-nbr-9441 manutenção spcip
Nbr 17240-substituindo-nbr-9441 manutenção spcipNbr 17240-substituindo-nbr-9441 manutenção spcip
Nbr 17240-substituindo-nbr-9441 manutenção spcipLaerte Bessa
 
Conectores e terminais elétricos BT
Conectores e terminais elétricos BTConectores e terminais elétricos BT
Conectores e terminais elétricos BTAlexandre Vieira
 
Cap 1 - A - Elementos de projetos de uma instalação elétrica industrial - ...
Cap 1 -  A  -  Elementos de projetos de uma instalação elétrica industrial - ...Cap 1 -  A  -  Elementos de projetos de uma instalação elétrica industrial - ...
Cap 1 - A - Elementos de projetos de uma instalação elétrica industrial - ...Zacarias Junior
 
Eletricista predial previsão de carga-carlos eduardo
Eletricista predial previsão de carga-carlos eduardoEletricista predial previsão de carga-carlos eduardo
Eletricista predial previsão de carga-carlos eduardoCarlos Melo
 
Pirelli
PirelliPirelli
Pirelliedgjp
 
Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)
Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)
Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)Manoel Salazar
 
N 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dir
N 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dirN 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dir
N 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dirHigor Bastos
 
Guia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencial
Guia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencialGuia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencial
Guia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencialRanieri Abrantes Sarmento
 
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicos
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicosPorque raiz 3 nos circuitos trifasicos
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicosAlex Davoglio
 
Apostila CEFET - Instalações Elétricas
Apostila CEFET - Instalações ElétricasApostila CEFET - Instalações Elétricas
Apostila CEFET - Instalações ElétricasFermi Xalegre
 
Abnt nbr 14639 posto de servico - instalacoes eletricas
Abnt nbr 14639   posto de servico - instalacoes eletricasAbnt nbr 14639   posto de servico - instalacoes eletricas
Abnt nbr 14639 posto de servico - instalacoes eletricasMônica Nobrega
 
Instalações elétricas comerciais
Instalações elétricas comerciaisInstalações elétricas comerciais
Instalações elétricas comerciaisAnderson Rodrigues
 
Norma EDP-Escelsa Instalações Individuais
Norma EDP-Escelsa Instalações IndividuaisNorma EDP-Escelsa Instalações Individuais
Norma EDP-Escelsa Instalações Individuaisjacksoow Sobrenome
 
Recon da LIGHT(RIO DE JANEIRO).
Recon da LIGHT(RIO DE JANEIRO).Recon da LIGHT(RIO DE JANEIRO).
Recon da LIGHT(RIO DE JANEIRO).Claudio Arkan
 

Mais procurados (20)

Estruturas de sustentação dos alimentadores n1 n2-n3-n4 e meio beco
Estruturas de sustentação dos alimentadores n1 n2-n3-n4 e meio becoEstruturas de sustentação dos alimentadores n1 n2-n3-n4 e meio beco
Estruturas de sustentação dos alimentadores n1 n2-n3-n4 e meio beco
 
Corrente nominal de motores trifásicos 220v
Corrente nominal de motores trifásicos 220vCorrente nominal de motores trifásicos 220v
Corrente nominal de motores trifásicos 220v
 
Nbr 17240-substituindo-nbr-9441 manutenção spcip
Nbr 17240-substituindo-nbr-9441 manutenção spcipNbr 17240-substituindo-nbr-9441 manutenção spcip
Nbr 17240-substituindo-nbr-9441 manutenção spcip
 
Conectores e terminais elétricos BT
Conectores e terminais elétricos BTConectores e terminais elétricos BT
Conectores e terminais elétricos BT
 
Catalogo Gerdau
Catalogo GerdauCatalogo Gerdau
Catalogo Gerdau
 
Cap 1 - A - Elementos de projetos de uma instalação elétrica industrial - ...
Cap 1 -  A  -  Elementos de projetos de uma instalação elétrica industrial - ...Cap 1 -  A  -  Elementos de projetos de uma instalação elétrica industrial - ...
Cap 1 - A - Elementos de projetos de uma instalação elétrica industrial - ...
 
Eletricista predial previsão de carga-carlos eduardo
Eletricista predial previsão de carga-carlos eduardoEletricista predial previsão de carga-carlos eduardo
Eletricista predial previsão de carga-carlos eduardo
 
Pirelli
PirelliPirelli
Pirelli
 
Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)
Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)
Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)
 
Laudo resistencia aterramento suzano
Laudo resistencia  aterramento suzanoLaudo resistencia  aterramento suzano
Laudo resistencia aterramento suzano
 
N 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dir
N 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dirN 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dir
N 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dir
 
Guia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencial
Guia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencialGuia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencial
Guia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencial
 
Nbr10897 sprinklers
Nbr10897   sprinklersNbr10897   sprinklers
Nbr10897 sprinklers
 
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicos
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicosPorque raiz 3 nos circuitos trifasicos
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicos
 
Apostila CEFET - Instalações Elétricas
Apostila CEFET - Instalações ElétricasApostila CEFET - Instalações Elétricas
Apostila CEFET - Instalações Elétricas
 
Abnt nbr 14639 posto de servico - instalacoes eletricas
Abnt nbr 14639   posto de servico - instalacoes eletricasAbnt nbr 14639   posto de servico - instalacoes eletricas
Abnt nbr 14639 posto de servico - instalacoes eletricas
 
Instalações elétricas comerciais
Instalações elétricas comerciaisInstalações elétricas comerciais
Instalações elétricas comerciais
 
Tabela barramentos ii
Tabela barramentos iiTabela barramentos ii
Tabela barramentos ii
 
Norma EDP-Escelsa Instalações Individuais
Norma EDP-Escelsa Instalações IndividuaisNorma EDP-Escelsa Instalações Individuais
Norma EDP-Escelsa Instalações Individuais
 
Recon da LIGHT(RIO DE JANEIRO).
Recon da LIGHT(RIO DE JANEIRO).Recon da LIGHT(RIO DE JANEIRO).
Recon da LIGHT(RIO DE JANEIRO).
 

Destaque

Cálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensão
Cálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensãoCálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensão
Cálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensãoGustavo Brito Beltrame
 
Quadro de previsão de cargas
Quadro de previsão de cargasQuadro de previsão de cargas
Quadro de previsão de cargasPaisdaniel
 
Dimensionamento de instalação elétrica pela demanda de consumo
Dimensionamento de instalação elétrica pela demanda de consumoDimensionamento de instalação elétrica pela demanda de consumo
Dimensionamento de instalação elétrica pela demanda de consumoBruno Borges
 
Cálculo de luminárias para antas
Cálculo de luminárias para antasCálculo de luminárias para antas
Cálculo de luminárias para antasCarlos Elson Cunha
 
memorial calculo iluminacao projetores
memorial calculo iluminacao projetoresmemorial calculo iluminacao projetores
memorial calculo iluminacao projetoresptharsocastro
 
Calculo de demanda residenciMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM...
Calculo de demanda residenciMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM...Calculo de demanda residenciMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM...
Calculo de demanda residenciMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM...Ranieri Abrantes Sarmento
 
Memorial descritivo-instalacoes-eletricas
Memorial descritivo-instalacoes-eletricasMemorial descritivo-instalacoes-eletricas
Memorial descritivo-instalacoes-eletricasRaimundo Renato
 
Relatório do tce sobre o desabamento da marquise do hospital regional de sobral
Relatório do tce sobre o desabamento da marquise do hospital regional de sobralRelatório do tce sobre o desabamento da marquise do hospital regional de sobral
Relatório do tce sobre o desabamento da marquise do hospital regional de sobralJosé Ripardo
 
Tabela de consumo mensal dos aparelhos eletrodomésticos
Tabela de consumo mensal dos aparelhos eletrodomésticosTabela de consumo mensal dos aparelhos eletrodomésticos
Tabela de consumo mensal dos aparelhos eletrodomésticosviviannecoura
 
Cartilha de instrucoes_tecnicas_de_engenharia_e_arquitetura
Cartilha de instrucoes_tecnicas_de_engenharia_e_arquiteturaCartilha de instrucoes_tecnicas_de_engenharia_e_arquitetura
Cartilha de instrucoes_tecnicas_de_engenharia_e_arquiteturarubemchagas
 
Apresentação sobre a minha casa ecológica francisco fonseca
Apresentação sobre a minha casa ecológica  francisco fonsecaApresentação sobre a minha casa ecológica  francisco fonseca
Apresentação sobre a minha casa ecológica francisco fonsecaxikofonseca
 
Gree split bee - tabela comparativa
Gree   split bee - tabela comparativaGree   split bee - tabela comparativa
Gree split bee - tabela comparativaGuilherme Gugelmin
 
Instalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_iInstalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_iJeziel Rodrigues
 
Ntc 905200 2014 - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;
Ntc 905200 2014  - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;Ntc 905200 2014  - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;
Ntc 905200 2014 - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;Marcelo Godoy
 
Eletricistainstaladorpredial 121103175549-phpapp01-131229183128-phpapp02
Eletricistainstaladorpredial 121103175549-phpapp01-131229183128-phpapp02Eletricistainstaladorpredial 121103175549-phpapp01-131229183128-phpapp02
Eletricistainstaladorpredial 121103175549-phpapp01-131229183128-phpapp02Marcos Roberto
 
Projetos elétricos residenciais parte 3
Projetos elétricos residenciais   parte 3Projetos elétricos residenciais   parte 3
Projetos elétricos residenciais parte 3Sala da Elétrica
 
2 pat e acidentes
2  pat e acidentes2  pat e acidentes
2 pat e acidentesJho05
 
Análise detalhada do projeto
Análise detalhada do projetoAnálise detalhada do projeto
Análise detalhada do projetocileneaiette
 

Destaque (20)

Cálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensão
Cálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensãoCálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensão
Cálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensão
 
Quadro de previsão de cargas
Quadro de previsão de cargasQuadro de previsão de cargas
Quadro de previsão de cargas
 
Dimensionamento de instalação elétrica pela demanda de consumo
Dimensionamento de instalação elétrica pela demanda de consumoDimensionamento de instalação elétrica pela demanda de consumo
Dimensionamento de instalação elétrica pela demanda de consumo
 
Cálculo de luminárias para antas
Cálculo de luminárias para antasCálculo de luminárias para antas
Cálculo de luminárias para antas
 
memorial calculo iluminacao projetores
memorial calculo iluminacao projetoresmemorial calculo iluminacao projetores
memorial calculo iluminacao projetores
 
Calculo de demanda residenciMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM...
Calculo de demanda residenciMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM...Calculo de demanda residenciMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM...
Calculo de demanda residenciMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM...
 
Memorial descritivo-instalacoes-eletricas
Memorial descritivo-instalacoes-eletricasMemorial descritivo-instalacoes-eletricas
Memorial descritivo-instalacoes-eletricas
 
Relatório do tce sobre o desabamento da marquise do hospital regional de sobral
Relatório do tce sobre o desabamento da marquise do hospital regional de sobralRelatório do tce sobre o desabamento da marquise do hospital regional de sobral
Relatório do tce sobre o desabamento da marquise do hospital regional de sobral
 
Tabela de consumo mensal dos aparelhos eletrodomésticos
Tabela de consumo mensal dos aparelhos eletrodomésticosTabela de consumo mensal dos aparelhos eletrodomésticos
Tabela de consumo mensal dos aparelhos eletrodomésticos
 
Manual de-projetos
Manual de-projetosManual de-projetos
Manual de-projetos
 
Cartilha de instrucoes_tecnicas_de_engenharia_e_arquitetura
Cartilha de instrucoes_tecnicas_de_engenharia_e_arquiteturaCartilha de instrucoes_tecnicas_de_engenharia_e_arquitetura
Cartilha de instrucoes_tecnicas_de_engenharia_e_arquitetura
 
Apresentação sobre a minha casa ecológica francisco fonseca
Apresentação sobre a minha casa ecológica  francisco fonsecaApresentação sobre a minha casa ecológica  francisco fonseca
Apresentação sobre a minha casa ecológica francisco fonseca
 
Patologias
PatologiasPatologias
Patologias
 
Gree split bee - tabela comparativa
Gree   split bee - tabela comparativaGree   split bee - tabela comparativa
Gree split bee - tabela comparativa
 
Instalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_iInstalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_i
 
Ntc 905200 2014 - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;
Ntc 905200 2014  - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;Ntc 905200 2014  - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;
Ntc 905200 2014 - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;
 
Eletricistainstaladorpredial 121103175549-phpapp01-131229183128-phpapp02
Eletricistainstaladorpredial 121103175549-phpapp01-131229183128-phpapp02Eletricistainstaladorpredial 121103175549-phpapp01-131229183128-phpapp02
Eletricistainstaladorpredial 121103175549-phpapp01-131229183128-phpapp02
 
Projetos elétricos residenciais parte 3
Projetos elétricos residenciais   parte 3Projetos elétricos residenciais   parte 3
Projetos elétricos residenciais parte 3
 
2 pat e acidentes
2  pat e acidentes2  pat e acidentes
2 pat e acidentes
 
Análise detalhada do projeto
Análise detalhada do projetoAnálise detalhada do projeto
Análise detalhada do projeto
 

Semelhante a Memorial de calculo de carga instalada e demanda

instalacoes_eletricas_cap3_parte3.ppt
instalacoes_eletricas_cap3_parte3.pptinstalacoes_eletricas_cap3_parte3.ppt
instalacoes_eletricas_cap3_parte3.pptNei Barreto
 
Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)
Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)
Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)Manoel Salazar
 
Trabalho instalações
Trabalho instalaçõesTrabalho instalações
Trabalho instalaçõesHiago Almeida
 
Eletrot tarefa 10
Eletrot tarefa 10Eletrot tarefa 10
Eletrot tarefa 10Maria Izala
 
Tipos padronizados de cargas
Tipos padronizados de cargasTipos padronizados de cargas
Tipos padronizados de cargasAngelo Hafner
 
Trabalho instalações
Trabalho instalaçõesTrabalho instalações
Trabalho instalaçõesHiago Almeida
 
SEL 0312 - Aula2 - demanda.pdf
SEL 0312 - Aula2 - demanda.pdfSEL 0312 - Aula2 - demanda.pdf
SEL 0312 - Aula2 - demanda.pdfYuriFac
 
Aula 3 geração eólica
Aula 3 geração eólicaAula 3 geração eólica
Aula 3 geração eólicaDouglas Adolpho
 
Formulario hidraulico
Formulario hidraulicoFormulario hidraulico
Formulario hidraulicoCabral75
 
Instalações elétricas industriais_slides_parte_ii
Instalações elétricas industriais_slides_parte_iiInstalações elétricas industriais_slides_parte_ii
Instalações elétricas industriais_slides_parte_iiJeziel Rodrigues
 
Apresentação de motores e servomecanismos slideshare
Apresentação de motores e servomecanismos slideshareApresentação de motores e servomecanismos slideshare
Apresentação de motores e servomecanismos slideshareWatson Oliveira
 
Cálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensão
Cálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensãoCálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensão
Cálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensãoEduardo Matos
 
Acionamentos elétricos ventiladores
Acionamentos elétricos   ventiladoresAcionamentos elétricos   ventiladores
Acionamentos elétricos ventiladoresAngelo Hafner
 

Semelhante a Memorial de calculo de carga instalada e demanda (20)

Infra ii projeto
Infra ii   projetoInfra ii   projeto
Infra ii projeto
 
instalacoes_eletricas_cap3_parte3.ppt
instalacoes_eletricas_cap3_parte3.pptinstalacoes_eletricas_cap3_parte3.ppt
instalacoes_eletricas_cap3_parte3.ppt
 
2242 ie projeto 2 - residência
2242 ie   projeto 2 - residência2242 ie   projeto 2 - residência
2242 ie projeto 2 - residência
 
Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)
Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)
Memorial de calculo_projeto_eletrico (1)
 
Trabalho instalações
Trabalho instalaçõesTrabalho instalações
Trabalho instalações
 
Eletrot tarefa 10
Eletrot tarefa 10Eletrot tarefa 10
Eletrot tarefa 10
 
Tipos padronizados de cargas
Tipos padronizados de cargasTipos padronizados de cargas
Tipos padronizados de cargas
 
Trabalho instalações
Trabalho instalaçõesTrabalho instalações
Trabalho instalações
 
SEL 0312 - Aula2 - demanda.pdf
SEL 0312 - Aula2 - demanda.pdfSEL 0312 - Aula2 - demanda.pdf
SEL 0312 - Aula2 - demanda.pdf
 
Acs oportunidades de economia com sistema de gerenciamento de energia 2014
Acs oportunidades de economia com sistema de gerenciamento de energia 2014Acs oportunidades de economia com sistema de gerenciamento de energia 2014
Acs oportunidades de economia com sistema de gerenciamento de energia 2014
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
 
Aula 3 geração eólica
Aula 3 geração eólicaAula 3 geração eólica
Aula 3 geração eólica
 
Formulario hidraulico
Formulario hidraulicoFormulario hidraulico
Formulario hidraulico
 
Instalações elétricas industriais_slides_parte_ii
Instalações elétricas industriais_slides_parte_iiInstalações elétricas industriais_slides_parte_ii
Instalações elétricas industriais_slides_parte_ii
 
Projeto light demanda-model
Projeto light demanda-modelProjeto light demanda-model
Projeto light demanda-model
 
Dad 5
Dad 5Dad 5
Dad 5
 
Apresentação de motores e servomecanismos slideshare
Apresentação de motores e servomecanismos slideshareApresentação de motores e servomecanismos slideshare
Apresentação de motores e servomecanismos slideshare
 
Claudia
ClaudiaClaudia
Claudia
 
Cálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensão
Cálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensãoCálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensão
Cálculo de demanda para medição de cliente em baixa tensão
 
Acionamentos elétricos ventiladores
Acionamentos elétricos   ventiladoresAcionamentos elétricos   ventiladores
Acionamentos elétricos ventiladores
 

Mais de Paulo H Bueno

livro_os_cem_quilos_spinelli.pdf
livro_os_cem_quilos_spinelli.pdflivro_os_cem_quilos_spinelli.pdf
livro_os_cem_quilos_spinelli.pdfPaulo H Bueno
 
Manual do Vestuario 1.pdf
Manual do Vestuario 1.pdfManual do Vestuario 1.pdf
Manual do Vestuario 1.pdfPaulo H Bueno
 
Manual do Vestuario 2.pdf
Manual do Vestuario 2.pdfManual do Vestuario 2.pdf
Manual do Vestuario 2.pdfPaulo H Bueno
 
Manual do Vestuario 3.pdf
Manual do Vestuario 3.pdfManual do Vestuario 3.pdf
Manual do Vestuario 3.pdfPaulo H Bueno
 
Manual do Vestuario 4.pdf
Manual do Vestuario 4.pdfManual do Vestuario 4.pdf
Manual do Vestuario 4.pdfPaulo H Bueno
 
Nbr 5419-3-2015-danos-fisicos-a-estrutura-e-perigo-a-vida
Nbr 5419-3-2015-danos-fisicos-a-estrutura-e-perigo-a-vidaNbr 5419-3-2015-danos-fisicos-a-estrutura-e-perigo-a-vida
Nbr 5419-3-2015-danos-fisicos-a-estrutura-e-perigo-a-vidaPaulo H Bueno
 
Nbr 5419-1-2015-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-1-principios-ger...
Nbr 5419-1-2015-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-1-principios-ger...Nbr 5419-1-2015-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-1-principios-ger...
Nbr 5419-1-2015-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-1-principios-ger...Paulo H Bueno
 
Nbr5419 4-sistema eletronicos.pdf
Nbr5419 4-sistema eletronicos.pdfNbr5419 4-sistema eletronicos.pdf
Nbr5419 4-sistema eletronicos.pdfPaulo H Bueno
 
Nbr5419 2-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-2-gerenciamento-de-risco
Nbr5419 2-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-2-gerenciamento-de-riscoNbr5419 2-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-2-gerenciamento-de-risco
Nbr5419 2-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-2-gerenciamento-de-riscoPaulo H Bueno
 
Memorial descritivo Corpo de Bombeiros
Memorial descritivo Corpo de BombeirosMemorial descritivo Corpo de Bombeiros
Memorial descritivo Corpo de BombeirosPaulo H Bueno
 
Para raio restaurante
Para raio restaurantePara raio restaurante
Para raio restaurantePaulo H Bueno
 
Memorial descritivo spda ifal
Memorial descritivo spda  ifalMemorial descritivo spda  ifal
Memorial descritivo spda ifalPaulo H Bueno
 
Memorial descritivo spda tipo b
Memorial descritivo spda tipo bMemorial descritivo spda tipo b
Memorial descritivo spda tipo bPaulo H Bueno
 
memorial-de-calculo-spda-5419
memorial-de-calculo-spda-5419memorial-de-calculo-spda-5419
memorial-de-calculo-spda-5419Paulo H Bueno
 
Memorial descritivo spda_-_18
Memorial descritivo spda_-_18Memorial descritivo spda_-_18
Memorial descritivo spda_-_18Paulo H Bueno
 
313788546 autopower-2016-spda-nbr-5419-2015-documentacao
313788546 autopower-2016-spda-nbr-5419-2015-documentacao313788546 autopower-2016-spda-nbr-5419-2015-documentacao
313788546 autopower-2016-spda-nbr-5419-2015-documentacaoPaulo H Bueno
 
anexo-i-memorial-descritivo-tabelado
 anexo-i-memorial-descritivo-tabelado anexo-i-memorial-descritivo-tabelado
anexo-i-memorial-descritivo-tabeladoPaulo H Bueno
 
aula-sobre-nova-nbr-5419-2015
 aula-sobre-nova-nbr-5419-2015 aula-sobre-nova-nbr-5419-2015
aula-sobre-nova-nbr-5419-2015Paulo H Bueno
 
291270020 memorial-de-calculo-spda-5419-2015
291270020 memorial-de-calculo-spda-5419-2015291270020 memorial-de-calculo-spda-5419-2015
291270020 memorial-de-calculo-spda-5419-2015Paulo H Bueno
 
memorial-de-calculo-spda-5419-2015
memorial-de-calculo-spda-5419-2015memorial-de-calculo-spda-5419-2015
memorial-de-calculo-spda-5419-2015Paulo H Bueno
 

Mais de Paulo H Bueno (20)

livro_os_cem_quilos_spinelli.pdf
livro_os_cem_quilos_spinelli.pdflivro_os_cem_quilos_spinelli.pdf
livro_os_cem_quilos_spinelli.pdf
 
Manual do Vestuario 1.pdf
Manual do Vestuario 1.pdfManual do Vestuario 1.pdf
Manual do Vestuario 1.pdf
 
Manual do Vestuario 2.pdf
Manual do Vestuario 2.pdfManual do Vestuario 2.pdf
Manual do Vestuario 2.pdf
 
Manual do Vestuario 3.pdf
Manual do Vestuario 3.pdfManual do Vestuario 3.pdf
Manual do Vestuario 3.pdf
 
Manual do Vestuario 4.pdf
Manual do Vestuario 4.pdfManual do Vestuario 4.pdf
Manual do Vestuario 4.pdf
 
Nbr 5419-3-2015-danos-fisicos-a-estrutura-e-perigo-a-vida
Nbr 5419-3-2015-danos-fisicos-a-estrutura-e-perigo-a-vidaNbr 5419-3-2015-danos-fisicos-a-estrutura-e-perigo-a-vida
Nbr 5419-3-2015-danos-fisicos-a-estrutura-e-perigo-a-vida
 
Nbr 5419-1-2015-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-1-principios-ger...
Nbr 5419-1-2015-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-1-principios-ger...Nbr 5419-1-2015-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-1-principios-ger...
Nbr 5419-1-2015-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-1-principios-ger...
 
Nbr5419 4-sistema eletronicos.pdf
Nbr5419 4-sistema eletronicos.pdfNbr5419 4-sistema eletronicos.pdf
Nbr5419 4-sistema eletronicos.pdf
 
Nbr5419 2-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-2-gerenciamento-de-risco
Nbr5419 2-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-2-gerenciamento-de-riscoNbr5419 2-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-2-gerenciamento-de-risco
Nbr5419 2-protecao-contra-descargas-atmosfericas-parte-2-gerenciamento-de-risco
 
Memorial descritivo Corpo de Bombeiros
Memorial descritivo Corpo de BombeirosMemorial descritivo Corpo de Bombeiros
Memorial descritivo Corpo de Bombeiros
 
Para raio restaurante
Para raio restaurantePara raio restaurante
Para raio restaurante
 
Memorial descritivo spda ifal
Memorial descritivo spda  ifalMemorial descritivo spda  ifal
Memorial descritivo spda ifal
 
Memorial descritivo spda tipo b
Memorial descritivo spda tipo bMemorial descritivo spda tipo b
Memorial descritivo spda tipo b
 
memorial-de-calculo-spda-5419
memorial-de-calculo-spda-5419memorial-de-calculo-spda-5419
memorial-de-calculo-spda-5419
 
Memorial descritivo spda_-_18
Memorial descritivo spda_-_18Memorial descritivo spda_-_18
Memorial descritivo spda_-_18
 
313788546 autopower-2016-spda-nbr-5419-2015-documentacao
313788546 autopower-2016-spda-nbr-5419-2015-documentacao313788546 autopower-2016-spda-nbr-5419-2015-documentacao
313788546 autopower-2016-spda-nbr-5419-2015-documentacao
 
anexo-i-memorial-descritivo-tabelado
 anexo-i-memorial-descritivo-tabelado anexo-i-memorial-descritivo-tabelado
anexo-i-memorial-descritivo-tabelado
 
aula-sobre-nova-nbr-5419-2015
 aula-sobre-nova-nbr-5419-2015 aula-sobre-nova-nbr-5419-2015
aula-sobre-nova-nbr-5419-2015
 
291270020 memorial-de-calculo-spda-5419-2015
291270020 memorial-de-calculo-spda-5419-2015291270020 memorial-de-calculo-spda-5419-2015
291270020 memorial-de-calculo-spda-5419-2015
 
memorial-de-calculo-spda-5419-2015
memorial-de-calculo-spda-5419-2015memorial-de-calculo-spda-5419-2015
memorial-de-calculo-spda-5419-2015
 

Memorial de calculo de carga instalada e demanda

  • 1. Engº Cassio Geraldo Marques Silva Reg. CREA-SP 060.148693.2 ALAMEDA MIRUNA, 69 - ALPHAVILLE, SANTANA DE PARNAIBA-SP CEP 06540-020 FONE: 11 4152-2522 E-MAIL : ccmele@uol.com.br MEMORIAL DE CÁLCULO DE CARGA INSTALADA E DEMANDA ART Nº 92221220120923501 INTERESSADO: TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO – TCE OBRA: UR-14 - UNIDADE REGIONAL DE GUARATINGUETÁ ENDEREÇO: AV. DR. ARIBERTO PEREIRA DA CUNHA, Nº 1.302 - Lot. Pref. Gilberto Filippo MUNICÍPIO: GUARATINGUETÁ-SP CEP12516-410 EDIFICIO DE ESCRITÓRIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ÁREA CONSTRUÍDA: 1.150,0 m² RELAÇÃO E CÁLCULO DAS CARGAS INSTALADAS DESCRIÇÃO Tensão/ Sistema Potência Unitária [W] Quantidade Potência Total [W] A/C Split VRV - Evaporador 220V/monofásico 140 25 3500 A/C Split VRV 20 TR- Condensador 220V/trifásico 29040 1 29040 A/C Split VRV 30 TR- Condensador 220V/trifásico 43970 1 43970 Cafeteira elétrica 220V/monofásico 1500 1 1500 Chuveiro elétrico 220V/monofásico 5400 2 10800 Estações de Trabalho de T.I. 110V/Estabilizada 300 36 10800 Forno de micro-ondas 220V/monofásico 1500 2 3000 Lâmpada Fluorescente C-D 18W 220V/monofásico 18 29 522 Lâmpada Fluorescente C-D 26W 220V/monofásico 26 33 858 Lâmpada Fluorescente T16- 28W 220V/monofásico 28 273 7644 Tomada de energia de uso especial 127V/monofásico 600 5 3000 Tomada de energia de uso especial 220V/monofásico 600 3 1800 Tomada de energia de uso geral 127V/monofásico 100 52 5200 Elevador hidráulico - motor 5,0 CV 220V/trifásico 4510 1 4510 Bomba de Incêndio - motor 7,5 CV 220V/trifásico 6570 1 6570 Bomba de recalque - motor 1,0 CV 220V/monofásico 1140 1 1140 Bomba de recalque - motor 2,0 CV 220V/monofásico 2170 1 2170 RESUMO DAS CARGAS TOTALIZADAS -Estações de Trabalho de T.I. -Iluminação e Tomadas -Chuveiros e Aparelhos Elétricos comuns -Ar Condicionado -Motores monofásicos e trifásicos CARGA TOTAL INSTALADA [W] 10.800 19.024 15.300 76.510 14.390 136.024 CÁLCULO DA DEMANDA [VA] a)Demanda referente às Estações de Trabalho T.I. DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quantidade Potência Total [W] Fator de Potência Estações de trabalho de T.I. 300 36 10800 0,92 Portanto: 𝒂 = 10800 0,92 ∗ 1 = 𝟏𝟏, 𝟕𝟒𝒌𝑽𝑨
  • 2. TCE UR-14 Guaratinguetá- Memorial de cálculo da Carga Instalada e Demanda – CONT./ Página 2 de 3 b)Demanda referente à Iluminação e Tomadas DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quantidade Potência Total [W] Fator de Potência Lâmpada Fluorescente C-D 18W 18 29 522 0,50 Lâmpada Fluorescente C-D 26W 26 33 858 0,50 Lâmpada Fluorescente T16- 28W 28 273 7644 0,92 Tomada de energia de uso especial 600 5 3000 1,00 Tomada de energia de uso especial 600 3 1800 1,00 Tomada de energia de uso geral 100 52 5200 1,00 Portanto: 𝒃 = 522 + 858 0,5 + 7644 0,92 + 4800 1,0 + 5200 1,0 ∗ 1 = 𝟐𝟏, 𝟎𝟕𝒌𝑽𝑨 c)Demanda referente aos chuveiros DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quantidade Potência Total [W] Fator de Potência Chuveiro elétrico 5400 2 10800 1,00 Portanto: 𝒄 = 10800 1,00 ∗ 1 = 𝟏𝟎, 𝟖𝒌𝑽𝑨 d)Demanda referente a Forno de Microondas e outros (acima de 1000W) DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quantidade Potência Total [W] Fator de Potência Cafeteira elétrica 1500 1 1500 1,00 Forno de Microondas 1500 2 3000 0,8 Portanto: 𝒅 = 1500 1,00 + 3000 0,8 ∗ 0,7 = 𝟑, 𝟔𝟖𝒌𝑽𝑨 e)Demanda referente ao sistema de Ar Condicionado(VRV) .Equipamento monofásico e/ou bifásico (𝒆 𝟏∅) DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quant. Potência Total [W] Fator de Potência A/C Split VRV - Evaporador (FanCoil) 140 25 3500 0,92 Portanto: 𝒆 𝟏∅ = 3500 0,92 ∗ 0,75 = 𝟐, 𝟖𝟓𝒌𝑽𝑨 .Equipamento trifásico (𝒆 𝟑∅) DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quant. Potência Total [W] Fator de Potência A/C Split VRV 20 TR- Condensador 29040 1 29040 0,87 A/C Split VRV 30 TR- Condensador 43970 1 43970 0,88 Portanto: 𝒆 𝟑∅ = 29040 0,87 ∗ 0,5 + 43970 0,88 ∗ 1 = 𝟔𝟔, 𝟔𝟔𝒌𝑽𝑨
  • 3. TCE UR-14 Guaratinguetá- Memorial de cálculo da Carga Instalada e Demanda – CONT./ Página 3 de 3 f)Demanda referente aos Motores elétricos .Equipamento monofásico e/ou bifásico (𝒇 𝟏∅) DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quant. Potência Total [W] Fator de Potência Bomba de recalque - motor 1,0 CV 1140 1 1140 0,73 Bomba de recalque - motor 2,0 CV 2170 1 2170 0,73 Portanto: 𝒇 𝟏∅ = 1140 0,73 ∗ 0,5 + 2170 0,73 ∗ 1 = 𝟑, 𝟕𝟓𝒌𝑽𝑨 .Equipamento trifásico (𝒇 𝟑∅) DESCRIÇÃO Potência Unitária [W] Quant. Potência Total [W] Fator de Potência Elevador hidráulico - motor 5,0 CV 4510 1 4510 0,75 Bomba de Incêndio - motor 7,5 CV 6570 1 6570 0,76 Portanto: (𝒇 𝟑∅) = 4510 0,75 ∗ 0,5 + 6570 0,76 ∗ 1 = 𝟏𝟏, 𝟔𝟓𝒌𝑽𝑨 Sendo 𝑫 𝟏∅ a demanda das cargas monofásicas e/ou bifásicas [kVA], temos 𝐷1∅ = a + b + c + d + e1∅ + f1∅ D1∅ = 11,74 + 21,07 + 10,80 + 3,68 + 2,85 + 3,75 => 𝑫 𝟏∅ = 𝟓𝟑, 𝟖𝟗 𝒌𝑽𝑨 Sendo 𝑫 𝟑∅ a demanda das cargas trifásicas [kVA], temos D3∅ = e3∅ + f3∅ D1∅ = 66,66 + 11,65 => 𝑫 𝟏∅ = 𝟕𝟖, 𝟑𝟏 𝒌𝑽𝑨 DT = D1∅+D3∅ = 53,89 + 78,31 => 𝑫 𝑻 = 𝟏𝟑𝟐, 𝟐𝟎 𝒌𝑽𝑨 CÁLCULO DA CORRENTE DE DEMANDA [A] Para o sistema estrela com Neutro e tensão de 220/127[V] (FFFN) 𝐈 𝐃 = D 𝐓 /𝟐𝟐𝟎 ∗ √𝟑 ∴ 𝑰 𝑫 = 𝟏𝟑𝟐. 𝟐𝟎𝟎 ÷381,05 = 346,94 [A] Categoria de atendimento T-10 com disjuntor geral de 350[A], conforme tabela 01 do Padrão bandeirante PB-01/2004. CASSIO GERALDO MARQUES SILVA Engenheiro de Segurança do Trabalho e Tecgº. Eletrotécnico S.P. 06/08/2012