Cyberbullying

377 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
377
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cyberbullying

  1. 1. CyberBullying
  2. 2.  Cyberbullying é uma pratica de agressãopsicológica com uso das novas tecnologias.
  3. 3.  O cyberbullying pode ser tão simples comoenviar um e-mail, com ameaças físicas epsicológicas, ofensas … Todo este tipo de “bullying” é feito a partir demeios eletrónicos (telemóvel, computador…)
  4. 4.  As raparigas são mais propícias aenvolverem-se em cyberbullying do que osrapazes. Mas independente do género, obully tem como objetivo, intencionalmente,envergonhar, perseguir ou fazer ameaçasonline para a vítima.
  5. 5.  Umas das mais graves características docyberbullying é o anonimato, já que asoportunidades para descobrir o autor dasações são muito menores no ambientevirtual. “Quem pratica o cyberbullying écobarde”, assegura a professora MariaApparecida Mamede.
  6. 6.  O cyberbullying, via Web, pode serconsiderado tão prejudicial como o bullying,podendo levar, em casos extremos, aosuicídio.
  7. 7.  É importante que pais, professores e amigosda vítima de Cyberbullying estejam atentosaos indícios desta agressão, tais como: Isolamento; Diminuição no rendimento profissional; Não querer estar com amigos e colegas; Não querer sair de casa; Não atender o telefone;
  8. 8.  Existem medidas que se podem executarpara combater este tipo de agressão: Reportar a AgressãoEm vários sites e redes sociais, há a opção“Reportar Abuso”, que tem como objetivocomunicar algo que, naquele local, não está aregular consoante os termos e regrasestabelecidos.
  9. 9.  Colocar o Computador num local comumO simples facto de o computador estar num localonde todas as pessoas o possam ver, evita-se queos agressores façam algo mais grave. As crianças,que são mais inofensivas, sempre podem ter umadulto por perto para verificar o que se passaonline. E se decorrer algo, deve-se conversarcom a criança e explicar-lhe que ela não tem odireito de ser humilhada e agredida.
  10. 10.  Não partilhar dados pessoaisAinda há quem partilhe dados pessoais, comofotos e números de telemóvel à disposição noFacebook, o que facilita a vida aos agressores. Guardar as mensagens de CyberbullyingPodem não ser agradáveis de ler, mas são umaprova, no caso de o assunto se tornar maisduvidoso e necessitar da intervenção deentidades especializadas, como a GNR.
  11. 11.  Mudar de e-mailQuando alguém sentir que estão a usar a suapassword, contas de redes sociais e e-mails emsites, deve-se mudá-los.

×