Ebook - Como ganhar dinheiro com milhas aéreas

738 visualizações

Publicada em

Como acumular milhas;
Milhas tem validade?
Oportunidades de negócios;
Como funciona a venda de milhas;
Pra quem vender as milhas;
Vale a pena trocar milhas por produtos?

Publicada em: Turismo
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
738
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ebook - Como ganhar dinheiro com milhas aéreas

  1. 1. Como ganhar dinheiro com Milhas Aéreas
  2. 2. Introdução. De um lado, empresas que buscam fidelizar clientes oferecendo pontos e re- compensas. De outro, clientes que aproveitam as vantagens e, mais do que isso, perceberam que é possível ganhar dinheiro nesse mercado. Estamos falando das mi- lhas aéreas, um negócio que pode ser extremamente lucrativo para os consumido- res, graças à possibilidade de vendê-las a empresas que atuam nesse ramo. O negócio, que tem cada vez mais adeptos no Brasil, é muito simples: as pes- soas vendem suas milhas aéreas para empresas que comercializam passagens emi- tidas com milhas de terceiros. Assim, essas empresas funcionam como uma inter- mediadora entre quem deseja ganhar dinheiro com a venda de milhas e quem busca uma passagem aérea mais barata. Um negócio bom e lucrativo para todos os lados. Nesse e-book, vamos desvendar todos os segredos desse mercado, dar dicas valiosas de como acumular mais milhas, como vendê-las e como fazer para lucrar cada vez mais. Falaremos ainda sobre um software que permite o gerenciamento de diversas contas de fidelidade, evitando que as milhas aéreas sejam perdidas ou ven- çam. E, é claro, explicaremos em detalhes como funciona e quais os possíveis riscos desse negócio. Boa leitura, boas vendas e boa viagem! Equipe MilhasAereas.Net
  3. 3. Capítulo 1: Primeiros Passos Como acumular milhas aéreas. Os programas de fidelidade estão cada vez mais populares. Se antigamente só era possível acumular milhas ao voar por determinadas companhias aéreas, hoje o que se vê são empresas de todos os setores oferecendo pontos e milhas em troca da fidelidade de seus clientes. Bancos, lojas, editoras, postos de combustíveis, car- tões de crédito e supermercados, só para citar alguns exemplos, perceberam que essas parcerias tendem a ser determinantes na hora de atrair clientes. Quem ga- nha, é claro, são os consumidores, que têm cada vez mais chances de acumular mi- lhas aéreas e decidir se querem utiliza-las para emitir passagens ou para ganhar di- nheiro vendendo-as para empresas intermediadoras. Confira abaixo uma lista com as melhores maneiras de acumular milhas: Passagens Aéreas: Viajar ainda continua sendo a melhor maneira de acumular milhas aé- reas. As companhias têm tabelas próprias para definir o número de pontos ofereci- dos aos clientes a cada trecho voado em suas aeronaves, ou em aeronaves de com- panhias parceiras. Em voos nacionais pela TAM, o cliente acumula 500 pontos em passagens compradas pela tarifa Básica; 1000 pontos na tarifa Flex e 1500 pontos nas tarifas Top e Relax. No entanto, se o cliente tiver um cartão de fidelidade da companhia, esse acúmulo aumenta consideravelmente: 25% de bônus para Categoria Azul, 75% de bônus para Categoria Vermelha e 100% de bônus para as categorias Ver- melho Plus e Black. Nos trechos internacionais, a TAM oferece a partir de 1000 pontos para via- gens na América do Sul, 5000 pontos para a América do Norte e 6000 pontos para a Europa, com bônus extras para as categorias Azul (25%), Vermelho (75%), Verme-
  4. 4. lho Plus (100%) e Black (100%). Já na GOL, o acúmulo funciona de maneira diferente. Em trechos nacionais, a companhia aérea garante três milhas a cada real gasto em passagens da tarifa Flexí- vel, e duas milhas a cada real gasto na tarifa Programada. Passagens compradas na tarifa Promocional não pontuam. Em relação aos voos internacionais da Gol e suas parceiras, existe uma pontu- ação mínima (dependendo da tarifa escolhida) de 5000 milhas para os Estados Uni- dos, 3000 milhas para América Central e Caribe, e 1000 milhas para voos na Améri- ca do Sul. Lembrando que tanto para passagens nacionais quanto internacionais, cli- entes fidelidade Smiles ganham bônus sobre as milhas acumuladas (Diamante 100%, Ouro 50% e Prata 25%). Na Azul, as regras mudaram em janeiro de 2015. Agora, clientes da categoria TudoAzul ganham de dois a quatro pontos a cada real gasto; clientes TudoAzul Topá- zio de 2,5 a 4,5 pontos para cada real; clientes TudoAzul Safira de três a quatro pontos e clientes TudoAzul Diamante de 3,5 a 5,5 pontos por cada real gasto. O nú- mero de pontos acumulados depende da tarifa e da classe escolhida. Cartões de crédito: A segunda melhor maneira de acumular mi- lhas aéreas é pelos cartões de crédito. Para isso, o cliente precisa transferir os pontos acumulados pa- ra seu programa de fidelidade preferido, de acordo com as regras estabelecidas por cada cartão. É im- portante destacar que esses pontos têm validade, então é sempre bom ficar de olho para não perder o prazo. Cada tipo de cartão de crédito tem uma pontuação diferente. Basicamente, os cartões intermediários, como os internacionais e Gold, dão em média uma milha a cada dólar gasto. Os cartões Platinum, por sua vez, costumam oferecer cerca de 1,5 a duas milhas para cada dólar gasto. Os cartões Black e Infinite, destinado aos con- sumidores de maior poder aquisitivo, oferecem a partir de duas milhas por dólar gasto.
  5. 5. Entre as melhores opções de cartões de crédito do mercado brasileiro para quem busca acumular milhas* estão: Santander Unlimited Mastercard Black (2,2 pontos por dólar); HSBC Mastercard Black (de dois a três pontos por dólar); Porto Seguro Visa Infinite (de dois a 2,2 pontos por dólar); American Express The Platinum Card (2,2 pontos por dólar); Banrisul Visa Infinite (2,2 pontos por dólar); Caixa Master- card Black e Visa Infinite (2,1 pontos por dólar); Banco do Brasil Mastercard Black e Visa Infinite (de dois a 2,2 pontos por dólar) e Credicard Exclusive Platinum (de dois a quatro pontos por dólar). *O número de pontos corresponde à pesquisa realizada no mês de dezembro de 2014, porém as regras podem variar sem aviso prévio. Para juntar ainda mais pontos com cartões de crédito, algumas pessoas têm optado inclusive por fazer o pagamento de contas de água, luz e telefone com o pró- prio cartão. Essa é uma excelente dica para quem tem um bom planejamento finan- ceiro, mas é preciso ter cuidado para não se perder nas contas. Lojas online Essa modalidade, relativamente nova, tem chamado a atenção dos consumido- res. Algumas lojas da Internet têm assinado parcerias com as companhias aéreas e oferecido de duas a sete milhas para cada real gasto por seus clientes. Trata-se de uma excelente maneira de acumular pontos, ainda mais vantajosa que os cartões de crédito, porém ainda restrita a um pequeno número de estabelecimen- tos e a promoções por tempo limitado. Demais programas de fidelidade Também é possível acumular milhas aéreas em programas oferecidos por ho- téis, locadoras de veículos, postos de combustíveis, editoras de revistas, entre ou- tros. Esses pontos podem ser transferidos para as companhias aéreas, mas é preciso estar atento: muitas vezes, cinco ou seis pontos nesses programas individuais po- dem valer apenas um ponto ou uma milha na companhia aérea. Nesses casos, vale a pena estudar para ver se está fazendo um bom negócio.
  6. 6. Milhas aéreas têm prazo de validade! No ano de 2010, os brasileiros deixaram de resgatar mais de 100 bilhões dos quase 600 bilhões de pontos gerados pelos pro- gramas de fidelidade. Com esse valor, daria para emitir cinco mi- lhões de passagens para países da América do Sul. E tem mais: uma pesquisa feita pela CVA Solutions, mostrou que quatro em cada dez clientes de cartões de crédito que participam de programas de fidelidade já viram seus pontos vencerem. Contra fatos, não há argumentos. Os brasileiros deixam de ganhar milhões de reais e milhares de benefícios, como viagens e prêmios, todos os anos, aumentando consideravelmente o lucro das empresas que mantém os programas de fidelidade. Por falta de informação, ou simples descuido, não é difícil encontrar alguém que já viu escapar de suas mãos a possibilidade de trocar pontos ou milhas por recompen- sas. É preciso entender que cada programa de fidelidade, seja ele de companhias áreas, bancos ou de qualquer outro setor, possui regras próprias sobre a validade de seus pontos ou milhas. Nas principais companhias áreas brasileiras, as regras são claras: no Programa de Fidelidade da TAM e no TudoAzul, da Azul, a pontuação vale por dois anos, enquanto que no Smiles GOL as milhas têm validade de três anos. Al- gumas ofertas e promoções, no entanto, podem se sobrepor a essas regras e ter validade menor. Outro fator importante é que os programas de fidelidade não costumam avisar sobre a proximidade do vencimento das pontuações. Trata-se de uma visão estraté- gica do negócio, uma vez que quanto mais pontos vencerem, menores os gastos das operadoras. Vale atentar também ao prazo de vencimento dos pontos nos cartões de crédito, que costuma ser ainda menor, mas é reiniciado quando os pontos são trans- feridos para um programa de milhagem.
  7. 7. Milhas vencidas nunca mais! Pontos, milhas, regras, senhas, prazos de validade. Se lidar com tantas informações parece impossível, a boa notícia é que a Oktoplus, uma empresa catarinense, desenvolveu um software capaz de administrar os principais programas de fidelidade em uma mesma conta. Ao acessar o site www.oktoplus.com.br, o consumidor faz seu cadastro grátis e adiciona os principais programas de fidelidade que participa, sejam eles de compa- nhias aéreas, supermercados, farmácias, postos de combustíveis ou cartões de cré- dito. A partir daí, basta informar login e senha de cada programa e pronto: o sof- tware busca as informações de cada conta, organiza em uma única página, informa sobre os prazos de validade e regras de cada programa, e ainda calcula a possibili- dade de juntar os pontos para ter acesso aos melhores benefícios. O usuário também recebe emails de alerta sobre os próximos pontos a expirar, e pode consultar as informações de sua conta pelo aplicativo de celular para Android e iOS. E não para por aí: quem usa as milhas para comprar bilhetes tem acesso a um buscador de passagens aéreas por pontos nas principais companhias. Tudo isso de graça e a poucos cliques. Dica quentíssima.
  8. 8. Capítulo 2: Como ganhar dinheiro com milhas aé- reas Oportunidade de negócio: Você tem dinheiro nas mãos e não sabia Agora que você já sabe como acumular milhas aéreas e como evitar que suas milhas vençam, chegou a hora de descobrir como ganhar dinheiro com milhas aé- reas. Trata-se de uma excelente oportunidade de negócio, visto que você só tem a ganhar, desde que escolha uma empresa séria e de credibilidade para vender suas milhas. Antes de tudo, perceba que talvez você nem saiba que tem dinheiro acumulan- do por aí. Se você considerar que suas milhas valem dinheiro, fica fácil fazer essa constatação. A maioria das empresas que atua na intermediação entre quem deseja vender milhas e quem busca passagens mais baratas compra pequenos lotes a par- tir de 10 mil milhas, o que já garante um dinheiro extra sem qualquer tipo de esfor- ço. No entanto, esse mercado é tão vantajoso que muitas pessoas têm feito disso uma forma de sustento. Sempre antenados nas melhores promoções e ofertas, os acumuladores de milhas chegam a juntar milhares de pontos por mês, garantindo um excelente rendimento extra. A verdade é que qualquer pessoa pode ganhar dinheiro com esse negócio. Para isso, basta que se cadastre em um dos programas de fidelidade das companhias aé- reas e comece a acumular pontos. Quem não viaja muito e não tem gastos elevados no cartão de crédito, deve se cadastrar em apenas um programa de fidelidade, vi- sando otimizar os ganhos. Já quem viaja rotineiramente, deve participar de todos os programas possíveis para não perder a chance de acumular pontos. O mercado é bastante promissor. Atualmente, estima-se que apenas 5% da po- pulação brasileira faça parte de algum tipo de programa de fidelidade, o que de-
  9. 9. demonstra um enorme potencial de crescimento e novas oportunidades. Como funciona a venda de milhas Ao acumular milhas aéreas, o consumidor pode utiliza-las para emitir passagens em seu próprio no- me ou em nome de terceiros. Caso não tenha inte- resse em viajar, ou queira ganhar um dinheiro ex- tra, ele pode ainda negociar suas milhas com em- presas que atuam nesse setor. Essas empresas in- termediam o comércio entre quem deseja vender as milhas e quem busca passagens aéreas mais bara- tas, emitindo passagens com milhas de terceiros a seus clientes. Vamos dar um exemplo: o "cliente A" entra no site da companhia aérea e vê uma passagem de Cu- ritiba a Manaus (ida e volta) por R$1200,00, ou 10 mil milhas o trecho. Neste caso, é extremamente vantajoso adquirir o bilhete com milhas aéreas, mas o cliente pode não ter milhas disponíveis. Para não desembolsar o valor cobrado, ele procura as empre- sas que emitem passagens com milhas de terceiros e pode economizar até 80% em relação ao preço praticado no site da companhia aé- rea. Tudo depende das ofertas encontradas pela intermediadora. As milhas utilizadas nessa transação são provenientes do "cliente B", que buscou a empresa para vender suas milhas e ganhar um dinheiro extra. Assim que o negócio for fechado, a empre- sa fará o pagamento ao "cliente B" e emitirá a passagem ao "cliente A", finalizando a transação. A empresa intermediadora precisa ter acesso a todos os dados do cliente que deseja vender as milhas para conseguir emitir a passagem em nome de uma terceira pessoa. Além de informações pessoais como nome completo, RG, CPF, endereço e telefone, para vender milhas da TAM é necessário repassar o número do cartão fide- lidade, a assinatura eletrônica do site, a senha de resgate e o número do telefone cadastrado. Para vender milhas Smiles, é preciso o número do cartão e a senha, e para vender milhas do TudoAzul é necessário informar o CPF e a senha do site.
  10. 10. Pra quem vender as milhas aéreas Dezenas de empresas, e até mesmo pessoas físicas, atuam nesse ramo de compra e venda de milhas no Brasil, mas é preciso prestar muita atenção na hora de decidir para quem vender. Ofertas mirabolantes são muito comuns nessa área, mas costumam ser golpes de pessoas que agem de má fé. Em geral, os preços pa- gos pelas milhas aéreas não variam muito entre as intermediadoras. Antes de escolher com quem fechar o negócio, a principal dica é priorizar em- presas em relação a pessoas físicas, para ter como recorrer em caso de problemas na transação. É importante certificar-se de que essa empresa possua CNPJ, endere- ço e telefone fixo. Além disso, sempre é bom pesquisar em sites como Reclame Aqui (www.reclameaqui.com.br) para ver se existe algum registro de reclamação contra a prestadora de serviço. Se informar sobre a idoneidade e o histórico da empresa é meio caminho andado para uma negociação de sucesso. Depois de escolher para quem vender, basta seguir as instruções enviadas pela empresa e receber seu dinheiro quando a transação for concluída. Venda suas milhas aqui
  11. 11. Vale a pena trocar milhas aéreas por produtos? Além da possibilidade de emitir passagens para destinos nacionais e internaci- onais, algumas companhias aéreas e programas de fidelidade permitem que os clien- tes troquem suas milhas por produtos como eletrônicos, utilidades domésticas, cal- çados, entre outros. A oportunidade de adquirir um produto sem botar a mão no bol- so é muito tentadora, mas quase nunca vantajosa ao cliente. Antes de fazer essa troca, é sempre bom avaliar. Um produto que possa ser tro- cado por 10 mil milhas, possivelmente tenha um custo menor do que uma passagem aérea nacional, que pode ser facilmente encontrada por esse mesmo número de mi- lhas. Além disso, vale a pena fazer a cotação com as empresas que compram milhas aéreas, para ver quanto estão pagando por 10 mil milhas. Muitas vezes, é possível comprar o mesmo produto em uma loja e ainda guardar parte do dinheiro recebido pela venda dessas milhas. Nem sempre as ofertas que parecem tentadoras são, de fato, uma boa opção. Normalmente, é mais vantajoso trocar os pontos de programas de fidelidade por passagens aéreas ou vende-los para ganhar dinheiro, mas algumas promoções de produtos podem ser realmente imbatíveis, então a dica é avaliar bem para não cor- rer o risco de perder, ou deixar de ganhar dinheiro, com essa modalidade!
  12. 12. Capítulo 3: MilhasAereas.net Por que escolher o MilhasAereas.net. Há mais de dez anos no mercado de compra e venda de milhas, o MilhasAere- as.net (www.milhasaereas.net) é uma empresa com sede em Florianópolis, Santa Catarina, que preza pela segurança e satisfação em todas as suas transações. Visando facilitar a vida de quem deseja vender milhas aéreas, contamos com um sistema online que permite uma negociação ágil e muito segura em todas as eta- pas do processo. Pagamos um preço justo, compatível com o mercado, e temos con- dições especiais para revendedores e agências de viagens. Nossas cotações são diárias, de acordo com a variação do mercado, e os inte- ressados em fechar negócio conosco recebem o retorno imediato ao solicitarem a co- tação no site. Sempre atentos ao que acontece no mercado brasileiro de milhas aéreas, man- temos contato com nossos clientes por meio das redes sociais, canais utilizados tam- bém para divulgar as melhores promoções e ofertas do setor. No nosso blog, apre- sentamos posts com dicas importantes para quem tem interesse nas novidades e se- gredos dos programas de fidelidade, além de sugestões de roteiros para viagens ba- ratas pelo Brasil e pelo mundo. O MilhasAereas.net possui endereço fixo, telefone e CNPJ, garantindo toda a se- gurança que o cliente precisa para realizar sua transação. Sem falar em mais de uma década de expertise nesse mercado de compra e venda de milhas aéreas, com clientes satisfeitos em todo o Brasil.
  13. 13. Passo a passo para vender suas milhas para o Mi- lhasAereas.net. Vender suas milhas para o MilhasAereas.net é muito simples e extremamente seguro. Confira o passo a passo: - Acesse www.milhasaereas.net e clique em "vender milhas" na caixa que fica ao centro da página. Preencha os campos solicitados, envie e receba, em no máximo um minuto, a cotação por e-mail. Se não receber dentro desse tempo, verifique sua caixa de spam. - Se você ficar satisfeito com a nossa cotação e quiser negociar suas milhas, basta responder o email com seu nome completo, RG, CPF, endereço, telefones e dados bancários, para que possamos fazer o pagamento das milhas assim que a negocia- ção for concluída. - Confirmaremos os seus dados e lhe solicitaremos as informações do seu programa de fidelidade, conforme abaixo: TAM/Multiplus: número do seu cartão de fidelidade, assinatura eletrônica do site, senha de resgate e número do telefone cadastrado. Smiles: número do cartão Smiles e senha. TudoAzul: CPF e senha do site. - Suas milhas passarão a compor nosso quadro de milhas para emissão imediata. Assim que encontrarmos um cliente interessado, você receberá um email confirman- do a emissão da passagem com as suas milhas e o referido valor da transação. - Na primeira segunda-feira após a conclusão do negócio, depositaremos o dinheiro na sua conta corrente e a negociação será finalizada. O pagamento será efetuado à medida que suas milhas forem negociadas com nossos clientes. Exemplificando: se você disponibilizar 60 mil milhas para venda e em um primeiro negócio efetivarmos a emissão de passagens no valor total de 30 mil milhas, você receberá o pagamento por essa primeira transação e o restante de suas milhas permanecerá no nosso quadro até encontrarmos novos compradores. Vale ressaltar que, algumas vezes, as companhias cobram valores quebrados pelas
  14. 14. passagens, como seis ou sete mil milhas, e nesses casos pode acontecer de sobra- rem algumas milhas ao final da negociação. Se isso acontecer, as milhas restantes são devolvidas. Viu só como é simples e seguro vender suas milhas aéreas pra gente? Para co- nhecer melhor os nossos serviços, acesse www.milhasaereas.net, ou acesse nossas redes sociais:

×