Palavra jovem 42

1.165 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Palavra jovem 42

  1. 1. PALAVRA JOVEMN° 42 - 06/11/2012RESPONSÁVEIS: Norma Holanda, Marcos Lima, Pedro Henrique,Jefferson Alves, Tadeu Oliveira, Karolyne Lima, Carlos Marcus e SamariaSoto.ABERTURA: BOM DIA QUERIDOS OUVINTES, ESTÁ NO AR MAISUM PROGRAMA DA ESCOLA FIGUEIREDO CORREIA, O PALAVRAJOVEM, EU SOU................................ E O TEMA DE HOJE É SOBRETOLERANCIA.MAS ANTES A MESNSAGEM DO DIA:Tolerância é caridadeQuando falamos em tolerância, apenas pensamos emaceitaralgo ou alguém, mas a tolerância é uma virtude muitomais ampla, pois ela também é Caridade.Porque podemos dar ao outro nossa compreensão, nossacompaixãoe principalmente nosso Amor.Através da tolerância colocamos em prática várias virtudese uma delas é a Caridade para com o outro, que por muitas vezespodemos não concordar, mas respeitamos como se fossemos nós mesmos,esta é a grande lição da tolerância, não cobrar do outro,apenas compreende-lo e ajuda-lo no que ele necessitar,mesmo não tendo a conivência para com os acontecimentos,somos capazes de doar o nosso entendimento e a nossa melhor palavra,por mais difícil que seja a situação.Não importa ao tolerante as faltas alheias, ele simplesmente compreendee procura sempre amenizar positivamente as piores situações.Sendo tolerantes, não perdemos nada, ao contrário,conquistamos uma condição melhor de convivênciapara com nossos irmãos.
  2. 2. MUSICA: Ouviremos neste momento á musica sinhá com o cantor chicoBuarque que vai para toda comunidade principalmente para os queridosouvintes do palavra jovem.1º RETORNO: BOM DIA, EU SOU............................... E ESTAMOS DEVOLTA COM O PALAVRA JOVEM E ESTAMOS FALANDO SOBREO TEMA: TOLERÂNCIADicionário da Língua Portuguesa daPorto Editora define a palavratolerância como sendo o respeito pelasideias, crenças ou práticas dos demaissempre que estas sejam diferentes oucontrárias às nossas.O conceito tem origem no termo latimtolerare (“suportar”, “sustentar”) e fazreferência ao grau de aceitaçãorelativamente a um elemento contrárioa uma regra moral, civil ou física. Por outras palavras, a tolerância é a atitudeque uma pessoa tem para com aquilo que é diferente dos seus valores.É importante ter em conta que a tolerância não é o mesmo que a indiferença.Isto é, não prestar atenção ou refutar os valores do próximo não é umaatitude tolerante. A tolerância pressupõe o respeito mútuo e, acima de tudo, oentendimento mútuo, inclusive quando não se partilha dos mesmos valores. De qualquer maneira, estas formas de entender o mundo não podem, demodo algum, atentar contra os direitos dos outros. Se uma pessoa tivervalores que implicam conceitos de supremacia racial e visar o extermínio dopróximo, por exemplo, não significa que se tenha de tolerar tal postura.MÚSICA: Ouviremos neste momento a música intolerância de MarceloBonfá que vai para toda a comunidade Figueiredo Correia e os ouvintesdo Palavra Jovem.2º RETORNO: BOM DIA, EU SOU ............................... E ESTAMOSDE VOLTA COM O PALAVRA JOVEM E ESTAMOS FALANDOSOBRE O TEMA: TOLERÂNCIASe o Dia Nacional de Combate à Intolerância começou a fazer parte do calendário é
  3. 3. porque temos a intolerância como uma característicasociocultural que deve ser combatida em todas as suasexpressões. E quando analisamos, chegamos ao pontonevrálgico e central do que é uma sociedade.Assim como a intolerância religiosa, as outras formasde intolerância como a de gênero ou a homofóbica e asque se manifestam no campo ideológico, social ou dasdiferenças étnicas... estão ligadas a concepções devida, de poder e a crenças. Todas elas vêm da mesmaestrutura de sociedade piramidal e patriarcal que seconstitui como organizadora de relações violentas, ouseja, de relações hierarquizadas (e aqui há uma noção de ordem sagrada) onde uns sãotidos como superiores e mais humanos que outros porque são homens, brancos, cristãos,patrões, heterossexuais... ou porque detêm o saber ou os bens econômicos de um povo.Para que essa estrutura social de poder e dominação de uns sobre outras/os possa serperpetuada, é necessário que se acredite que, naturalmente ou por instituição sagrada,uns são superiores a outras/os. Daí é que nascem as diversas formas de preconceito ediscriminação; nascem para desqualificar ou inferiorizar o/a outro/a. Inferiorizar o outroé uma forma eficaz de dominá-lo, legitimando, desta forma, que isso é aceitável porqueele/a não é um igual. Nossa história brasileira é um amargo testemunho dessa estrutura.A intolerância surge também do medo e da disputa pelo poder. O medo cresce com oindividualismo e com a nossa incapacidade crescente de viver a alteridade (ou seja, acapacidade de conviver com os diferentes em relações de diálogo e interdependência).Em uma cultura que vive sob o impacto da imagem (e esta com expressões cada vezmais violentas, tanto no conteúdo quanto na sua forma), a perda da capacidade deescuta e, portanto do diálogo, é cada vez maior. Com a perda do diálogo e daspossibilidades de convivência que ele propicia, vem o desconhecimento e o medo dooutro. Trata-se do medo de que o outro se mostre superior, de que ele domine.MÚSICA: Ouviremos neste momento a música sagrado coração comlegião urbana que vai para todos os alunos da Escola Figueiredo Correiae para as pessoas que nela trabalha.3º RETORNO: BOM DIA, EU SOU ............................... E ESTAMOSDE VOLTA COM O PALAVRA JOVEM COMO NOSSO QUADRO OÉ DE LASCAR:É de lascar vermos pessoas que não tem o mínimo derespeito e de tolerância pelas opiniões e preferenciasdos outros, que só pensão em si mesmas e que estandonos espaços coletivos querem impor o seu estilos demúsicas e de vida, suas opções sexuais e preferências
  4. 4. diversas.4º RETORNO: BOM DIA, EU SOU ............................... E ESTAMOSDE VOLTA COM O PALAVRA JOVEM E ESTAMOS DE VOLTAAGORA COM OS ANIVESARIANTES DA SEMANA: Do dia 04 a 09/11/2012 Alfredo Aguilar Pinheiro 9º ano, Joab Henrique Araujo 1° ‘’A’’, Larissa Oliveira Barreto 1º ‘’A’’, Marcos Aurélio de lima Goiana 1° ‘’A’’, Maria de Fátima Maia Santos 1° ‘’A’’, José Victor Magalhães Gomes 1º ‘’C’’, Antônia Valdinaria de SouzaAlves 2° ‘’B’’, Jefferson Alves Macêdo 2° ‘’B’’, Mikarela dos SantosCardoso 2º ‘’B’’, Darlan Matheus de Oliveira 3° ‘’A’’, FabricrioAlves Bezerra 3º ‘’A’’, Jayne Almeida Silveira 3º ‘’A’’, Jossan NogueiraDiógenes 3° ‘’A’’, Lara Melo Nogueira 3º ‘’C’’, Maria Joziana Martinsda Silva 3° ‘’C’’, Monalisa dos Satos Cardoso 3º ‘’C’’.Agora passo á palavra para nossa diretora norma que vai falar umpouco conosco... algumas informações importantes.MÚSICA: Despedimos-nos anunciando a última música: Quem me guiacom Martinho da Vila que vai para todos ouvintes do Palavra Jovem.Até Próxima Terça-feira.

×