Moda final

585 visualizações

Publicada em

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
585
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Moda final

  1. 1. INTRODUÇÃO AO DESIGN E MODA ESTILISTAS /Profª. Pollyanna Melo MARCAS:Alunos: Larissa Alves Chanel Lyana Suenya Issey Miyake Julio Cesar Hermes Vivienne Westwood
  2. 2. Gabrielle Coco Chanel, (1883-1971)Antes de abrir a sua primeira casa em1910, a criadora fracesa faziachapéus. Criava vestuário elegante,despretensioso e desportivo,destinado à mulher moderna eindependente, que pretendia vestirbem em qualquer ocasião.Em 1915, Charnel divulgou o práticocorte de cabelo à pajem e em 1926criuo o “pequeno vestido preto” (petiterobenoire), como peça básica devestuário. Inventou o conceito debijuteria com longos colares depérolas falsas e, em 1954, o lendário “ Uma mulhertailleur. O seu perfume “Chanel No. 5”tornou-se objeto de culto . Tinha uma elegantementepersonalidade vibrante e por vezes
  3. 3. CRETA Renascimento Casaquetos e conjuntos de tweed em preto, branco, cinza e rosa foram os grandes destaques. Looks com referências esportivas, brilho, xadrez, casacos pesados e combinações ultrachics também marcaram a temporada. Com o título New Vintage para a coleção. Fechando a apresentação, um vestido de noiva volumoso, trazia fechos românticos em formato de flores.O estilista francês Karl Lagerfeldestá à frente da marca desde
  4. 4. Nascido em Hiroshima, em 1938,Issey Miyake tinha sete anosquando a cidade sofreu com aexplosão da bomba nuclear.Formado em desenho gráfico emTóquio, trabalhou em Paris e NovaYork como Artista de modajaponês. Utiliza somente aestrutura dos tecidos como basepara suas obras de arte têxteisque reprimem sem compromissoso corpo e a personalidade dequem as veste. Desde 1988, aimagem geométrica e esculturaldos seus trabalhos é acentuadapor materiais de um plissadoextremamente fino, drapejados deforma complicada.Atualmente o estilista Dai Fujiwara
  5. 5. Com um visual origami e um preto estendido verticalmente, teve a presença deestampas geométricas, zigue-zague e pied-de-coq (mini e ultramaximizado) quemarcaram a coleção. Recortes ousados deixaram longas pontas na barra decasacos acolchoados. Por fim o Universo gótico e das bruxas da Idade Médiamarcando com muito preto, couro e transparências que deram a leveza de umvestido fluido, com transpassado de tecidos pretos e coloridos. Na cartela decores o preto, branco, vermelho, e o couro. Renascimento Universo Gótico
  6. 6. Nascida em 1941, e “Fashion-Queen” britânica, altamentegalardoada. O seu proto-a-vestir é tecnicamente perfeito etem um espirito algo provocante. Nos anos 70, VivienneWestwood viveu com Malcom MacLaren do Sex Pistols, comque criou o look “punk”.As criações desta estilista autodidata caracterizam-se por umeclecticismo genial. Vivienne Westwood conseguiu tornarsocialmente aceitável a moda fetiche em cabedal e látex,copiou os fatos dos teddyboys, bem como os vestidosROCOCÓ, criou ainda coleções inspiradas nas vestes dos
  7. 7. Com o passar dos anos a moda do movimento punk foiperdendo sua força e Vivienne foi adquirindo um estilopróprio com muitas cores, erotismo e exagero. Ela lançouvárias coleções de roupas, jóias e muitos sapatos. Nomomento ela está encantando o mundo com os seuslançamentos para a marca Melissa.
  8. 8. AOS 70 ANOS, DAME VIVIENNE WESTWOOD AINDA DETÉM A COROA DE RAINHA DO PUNK E DA SEU INVERNO 2013, OUSADIA. sóbrio. As escolhas veio mais recorrentes de Vivienne estavam lá – tartan, xadrez, mistura de estampas, tule – em peças de alfaiataria impecáveis, com estruturas que lembravam origamis e shapes maximalistas. O grunge se misturou ao aspecto hobo chic para trazer peças podrinhas e sobreposições exageradas. Na cartela de cores, preto, branco, laranja, azul, cinza e chocolate.Renascimento
  9. 9. Criada em 1937 por Thierry Hermès, a marca surgiu de um seleiro que manufaturava acessórios de couro, como baús, selas, rédeas, botas e luvas. Ficou famosa pela cor laranja, pelos lenços de estampas equestres e suas desejadas bolsas de couro em formato de trapézio, como a Kelly, criada em 1935, em homenagem a Grace Kelly. Seus produtos e suas roupas se transformaram em artigo de luxo com o passar dos anos. OCHRISTOPHE LEMAIRE estilista Christophe Lemaire comanda a direção criativa da marca.
  10. 10. BOLSA KELLYÉ um ícone dos clássicos produtos de luxo franceses
  11. 11. BARROCOInspirações o visual do gaúcho. O indefectível ponchoestá lá, assim como as calças folgadas usadas paradentro das botas e os chapéus estão lá. A escolha dosmateriais como o veludo molhado e o couro brilhantedeixaram as peças ainda mais ricas. Na cartela de cores,preto, branco, marrom, bege e laranja.

×