Iniciação
Resistência do usuário
Contágio
Adesão do usuário
Controle
Dado
Usuário como força propulsora
Integração
Qualida...
Acurácia
dados sem erro
Complementariedade
cada parte do dado deve ser completamente acurada
Relevância
Vera L Lorenset Be...
Apesar da interoperabilidade e da comparabilidade reduzirem a
necessidade de interfaces e facilitar a comunicação, eles nã...
O Termo “Level 7” refere-se ao mais alto nível do
modelo de comunicação do Open System
Interconnection (OSI) da ISO (Inter...
HL7HL7 -- CoberturaCobertura
laboratório
radiologia
farmácia
administração
Prescrições médicas
Relatos
Evolução do pacient...
2500 Membros2500 Membros
500 Membros Corporativos500 Membros Corporativos
35 Afiliações Internacionais35 Afiliações Intern...
Características do HL7 ORGCaracterísticas do HL7 ORG
11 Associação aberta para todos.Associação aberta para todos.
22 Lide...
www.hl7.org
Technical Steering CommitteeTechnical Steering Committee
(Comitê Executivo)(Comitê Executivo)
6 representantes eleitos por...
Comitês Técnicos e Grupos de InteresseComitês Técnicos e Grupos de Interesse
Technical Committees:Technical Committees:
Ar...
Accredited Standards Committee X12Accredited Standards Committee X12 —— ASCASC--X12X12
American Dental AssociationAmerican...
Plenária
Annual (Outono)
Working GroupWorking Group
2 per year
Inverno & Primavera (Hemisfério Norte)
Reuniões Internacion...
MembrosMembros – desenvolvedores, vendedores, consultores,
instituições governamentais, pesquisadores, usuários
Grupos de ...
HL7 International Council
Germany
China
Taiwan
Franc
e
Argentina
Australia
UruguayJapan
Colombia
SwitzerlandRomania
Russia...
HL7 foi criado em Março de 1987 na “Health University
of Pennsylvania”
A motivação principal era ser economicamente viável...
Version 1.0
Published
Implementation
Support Guide
published
Version 2.2
Published
Version 2.2
ANSI
Version 2.3.1
Publishe...
HL7
X.12
NCPDP
ASTM
OMG
DICOM
Padrões funcionais
e documentos estruturados
Terminologia
Mensagem
7/3/2015 www.hl7brazil.or...
OO produto finalproduto final do processo de votação é umdo processo de votação é um documentodocumento..
O documentoO doc...
HL7 Voting Members - By Type As of May 1, 2010
NUMBER OF ORGANIZATIONS
Consultants 72
General Interests 94
Payors 10
Pharm...
Participação voluntáriaParticipação voluntária
Sem dedicação exclusivaSem dedicação exclusiva
Diferentes níveis de partici...
Documentos podem ser :Documentos podem ser :
ReferênciaReferência
Conteúdo é harmonizado durante as reuniões do HL7 ouCont...
O consenso a respeito de um determinado assunto é
obtido através da ampla participação de todos em
resposta a uma Solicita...
As propostas recebidas são organizadas e divulgadas
As convergências e as divergências entre propostas são
explicitadas pe...
FHIR
ART DECOR
HL7 GRATUITO – FREE IP
REDES SOCIAISREDES SOCIAIS
WIKI
G-FORCE
LINKEDIN
FACEBOOK
TWITTER
Conduzir o desenvolvimento de técnicas globais e funcionais de
padrões de informação em saúde.
Racionalizar o processo de ...
Implementar e divulgarImplementar e divulgar a marca “HL7 Brasil”
Abertura do projeto para filiaçãoprojeto para filiação e...
www.hl7.org.br
www.hl7.virtual.org.br
Criação do Instituto HL7 BrasilInstituto HL7 Brasil
filiaçãofiliação
patrocíniopatrocínio
DivulgaçãoDivulgação do HL7 no B...
Renato M.E. Sabbatini, PhD
Secretário Geral eSecretário Geral e
Coordenador do Grupo de Interesse em
Educação e Capacitaçã...
Fomentar a formação, capacitação e reciclagem em padrões de
intercâmbio e representação de dados e informação na área de
a...
Cursos de Treinamento Básico e Avançado
HL7 RIM, V2 e V3
CDA
DICOM
TISS/TUSSTISS/TUSS
Sistemas de Codificação e Nomenclatu...
Curso de Capacitação Profissional em HL7
INTRODUÇÃO
UNIDADE 01 – INTRODUÇÃO À INTEROPERABILIDADE EM SAÚDE
UNIDADE 02 – INT...
PARTICIPAÇÕES RECENTES EM EVENTOS
Connectathon FHIR – Buenos Aires
Congresso e Showcase do SNOMED - Amsterdam
Congresso da...
CURSOS
06/06 - II Curso On-line de Capacitação em OpenEHR
13/06 - I Curso On-line de Introdução a Padrões em Informação
em...
CURSOS FUTUROS
III On-Line International Seminars on Health Information
Technologies and Standards
I Curso On-Line de LOIN...
OBRIGADO !!!OBRIGADO !!!
Dr. Marivan Santiago AbrahãoDr. Marivan Santiago Abrahão
Diretor Executivo (Chair)Diretor Executi...
Introdução ao Instituto  HL7 Brasil
Introdução ao Instituto  HL7 Brasil
Introdução ao Instituto  HL7 Brasil
Introdução ao Instituto  HL7 Brasil
Introdução ao Instituto  HL7 Brasil
Introdução ao Instituto  HL7 Brasil
Introdução ao Instituto  HL7 Brasil
Introdução ao Instituto  HL7 Brasil
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Introdução ao Instituto HL7 Brasil

278 visualizações

Publicada em

O Instituto HL7 Brasil é o representante oficial da HL7 International, uma fundação dedicada ao desenvolvimento de padrões de informação em sistemas de saúde, e tem por objetivo impulsionar o seu aprendizado e uso no Brasil.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
278
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução ao Instituto HL7 Brasil

  1. 1. Iniciação Resistência do usuário Contágio Adesão do usuário Controle Dado Usuário como força propulsora Integração Qualidade da informação impõe integração Administração da informação Sistemas corporativos e setoriais Maturidade Conhecimento como patrimônio Richard Nolan - Management Accounting and Control of Data Processing Conhecimento
  2. 2. Acurácia dados sem erro Complementariedade cada parte do dado deve ser completamente acurada Relevância Vera L Lorenset Benedetti- SETREM Relevância o dado recebido deve ser importante para aquela decisão a ser tomada Oportunidade importante para decisões que envolvem condições mudando rapidamente Auditabilidade habilidade para verificar a acurácia e a complementariedade dos dados
  3. 3. Apesar da interoperabilidade e da comparabilidade reduzirem a necessidade de interfaces e facilitar a comunicação, eles não garantem a qualidade A qualidade da informação é a extensão para qual o dado é: QUALIDADE DA INFORMAÇÃOQUALIDADE DA INFORMAÇÃO 7/3/2015 www.hl7brazil.org 4 A qualidade da informação é a extensão para qual o dado é: Acessível, exato, consistente, compreensível, atual, definido,Acessível, exato, consistente, compreensível, atual, definido, detalhado, relevante, preciso e oportuno.detalhado, relevante, preciso e oportuno. A qualidade da informação requer : Correção de dados incompletos e inconsistentesCorreção de dados incompletos e inconsistentes Uniformidade em medidasUniformidade em medidas Uso de padrões e definiçõesUso de padrões e definições Identificação única de pacientesIdentificação única de pacientes Garantia da integridade de dadosGarantia da integridade de dados..
  4. 4. O Termo “Level 7” refere-se ao mais alto nível do modelo de comunicação do Open System Interconnection (OSI) da ISO (International Organization for Standardization) O que quer dizer HL7O que quer dizer HL7 6 Apresentação 5 Sessão FunçãoFunção 7 Aplicação MLP SOCKETS Organization for Standardization) ISO desenvolveu OSI RM Open Systems Interconnection Reference Model Sete níveis de modelo de comunicação Cada um tem uma função bem definida O sétimo nível deu origem ao HL7 1 Físico 2 Enlace 3 Rede 4 Transporte ComunicaçãoComunicaçãoComunicaçãoComunicação Modelo de Comunicação em 7 níveis OSI RJ-45 ETHERNET IP TCP-IP
  5. 5. HL7HL7 -- CoberturaCobertura laboratório radiologia farmácia administração Prescrições médicas Relatos Evolução do paciente Repositório de dados UsoUso ConteúdoConteúdo administração medicina nuclear nutrição terapia respiratória Fisioterapia ECG EEG Sumário de alta Relato de cirurgia Anotações clínicas Evolução Repositório de dados médicos Planejamento de cuidados Agendamento Saúde pública Estudos especiais Administração de clientes
  6. 6. 2500 Membros2500 Membros 500 Membros Corporativos500 Membros Corporativos 35 Afiliações Internacionais35 Afiliações Internacionais 3 encontros anuais ( de 5 dias)3 encontros anuais ( de 5 dias) Afiliados :Afiliados : HL7HL7 -- AtuaçãoAtuação Afiliados :Afiliados : 60 Publicações60 Publicações TraduçõesTraduções –– Holanda, Finlândia, Alemanha, JapãoHolanda, Finlândia, Alemanha, Japão Adaptações e Implementações locaisAdaptações e Implementações locais Interpretações de termosInterpretações de termos Endossado pelos GovernosEndossado pelos Governos –– USA, Nova Zelândia,USA, Nova Zelândia, Australia, Holanda, Uruguai, Brasil (São Paulo)Australia, Holanda, Uruguai, Brasil (São Paulo)
  7. 7. Características do HL7 ORGCaracterísticas do HL7 ORG 11 Associação aberta para todos.Associação aberta para todos. 22 Liderança eleita democráticamenteLiderança eleita democráticamente 33 Organização sem fins lucrativosOrganização sem fins lucrativos33 Organização sem fins lucrativosOrganização sem fins lucrativos 44 Decisões técnicas baseadas em consensos.Decisões técnicas baseadas em consensos.
  8. 8. www.hl7.org
  9. 9. Technical Steering CommitteeTechnical Steering Committee (Comitê Executivo)(Comitê Executivo) 6 representantes eleitos por votos 4 membros eleitos por indicação dos membros Presidente eleito pelo Comitê
  10. 10. Comitês Técnicos e Grupos de InteresseComitês Técnicos e Grupos de Interesse Technical Committees:Technical Committees: Architectural Review BoardArchitectural Review Board CCOWCCOW Clinical Decision SupportClinical Decision Support EducationEducation Electronic Health RecordElectronic Health Record Electronic ServicesElectronic Services Financial ManagementFinancial Management Implementation Infrastructure andImplementation Infrastructure and MessagingMessaging International AffiliatesInternational Affiliates Special Interest Groups:Special Interest Groups: Anatomic PathologyAnatomic Pathology Arden SyntaxArden Syntax AttachmentsAttachments CardiologyCardiology Clinical GuidelinesClinical Guidelines Clinical GenomicsClinical Genomics Community Based HealthCommunity Based Health ServicesServices ConformanceConformance Other:Other: ••Ballot TaskBallot Task ForceForce ••ClinicalClinical StatementsStatements ••CommonCommon MessageMessage ••Element TypesElement Types ••Dynamic ModelDynamic Model ••HarmonizationHarmonization International AffiliatesInternational Affiliates MarketingMarketing Medical Records/InformationMedical Records/Information ManagementManagement Modeling and MethodologyModeling and Methodology Orders/ObservationsOrders/Observations Organization Review CommitteeOrganization Review Committee Outreach Committee for ClinicalOutreach Committee for Clinical ResearchResearch Patient AdministrationPatient Administration Patient Care Personnel ManagementPatient Care Personnel Management Process ImprovementProcess Improvement PublishingPublishing Regulated Clinical ResearchRegulated Clinical Research Information Mgmt.Information Mgmt. Scheduling and LogisticsScheduling and Logistics SecuritySecurity Structured DocumentsStructured Documents Tooling CommitteeTooling Committee VocabularyVocabulary ConformanceConformance Emergency CareEmergency Care Generation of AnesthesiaGeneration of Anesthesia StandardsStandards Government ProjectGovernment Project Health Care DevicesHealth Care Devices Imaging IntegrationImaging Integration Java LaboratoryJava Laboratory Patient SafetyPatient Safety Pediatric Data StandardsPediatric Data Standards PharmacyPharmacy Public Health and EmergencyPublic Health and Emergency ResponseResponse Services OrientedServices Oriented ArchitectureArchitecture TemplateTemplate XMLXML ••HarmonizationHarmonization ••HL7TerminfoHL7Terminfo ••Services BOFServices BOF Updated: 5/06
  11. 11. Accredited Standards Committee X12Accredited Standards Committee X12 —— ASCASC--X12X12 American Dental AssociationAmerican Dental Association —— ADAADA American Society for Testing MaterialsAmerican Society for Testing Materials —— ASTMASTM -- CCDCCD Comitê ISO de Informática em SaúdeComitê ISO de Informática em Saúde -- CEN/TC 251CEN/TC 251 Clinical Data Interchange Standards ConsortiumClinical Data Interchange Standards Consortium —— CDISCCDISC Acordos com OrganizaçõesAcordos com Organizações Digital Imaging and Communication In MedicineDigital Imaging and Communication In Medicine —— DICOMDICOM eHealth InitiativeeHealth Initiative –– eHIeHI Institute for Electrical and Electronic EngineersInstitute for Electrical and Electronic Engineers —— IEEEIEEE Integrating the Healthcare EnterpriseIntegrating the Healthcare Enterprise —— IHEIHE National Council for Prescription Drug ProgramNational Council for Prescription Drug Program —— NCPDPNCPDP Object Management GroupObject Management Group —— OMGOMG College of American PathologistsCollege of American Pathologists -- SNOMEDSNOMED -- CTCT
  12. 12. Plenária Annual (Outono) Working GroupWorking Group 2 per year Inverno & Primavera (Hemisfério Norte) Reuniões Internacionais Reunião Educacionais (presenciais e à distância)
  13. 13. MembrosMembros – desenvolvedores, vendedores, consultores, instituições governamentais, pesquisadores, usuários Grupos de trabalhoGrupos de trabalho : Comitês Técnicos – responsáveis pela criação dos protocolosprotocolos Grupos de Interesse especial – servem como campos de testes e provas para as especificações criadas Preocupação em identificaridentificar os diferentes anseiosanseios de cada grupo, assegurando os requisitos necessários de uniformidade e eqüidade, com qualidade e consistência. Gerenciada por um corpo de diretorescorpo de diretores, com política de filiação aberta e com votação balanceada.
  14. 14. HL7 International Council Germany China Taiwan Franc e Argentina Australia UruguayJapan Colombia SwitzerlandRomania RussiaLuxembourg 37 Members Bosnia-Herzegovina Canada United States United Kingdom Czech Republic Finlan d Brazil Italy Turkey New Zealand The NetherlandsCroatia India Greece Spain Sweden Austria South Korea Singapore Chile Hong Kong Norway Pakistan Puerto Rico
  15. 15. HL7 foi criado em Março de 1987 na “Health University of Pennsylvania” A motivação principal era ser economicamente viável a construção de Sistemas de Informações em Sáude comconstrução de Sistemas de Informações em Sáude com qualidade O foco inicial era a construção de componentes voltados para S.I.H, tais como Admissão, Dados demográficos, Solicitação e resultados de Exames Laboratoriais e Fármacia Os principais interessados eram as emprêsas de TI em Saúde e os Prestadores de Serviços de Saúde
  16. 16. Version 1.0 Published Implementation Support Guide published Version 2.2 Published Version 2.2 ANSI Version 2.3.1 Published and ANSI Messages Organization ANSI More Than Messages PRA 1987 1988 1989 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 First Meeting Hospital University of PA.. Version 2.0 Published Version 2.1 Published Charter member of ANSI HISPP Version 3.0 to be published Version 2.3 Published and ANSI Arden Syntax 2.0 2.4 CCOW Messages Organization ANSI More Than Messages Designed by David Marotta
  17. 17. HL7 X.12 NCPDP ASTM OMG DICOM Padrões funcionais e documentos estruturados Terminologia Mensagem 7/3/2015 www.hl7brazil.org 21 DICOM SNOMED ICD LOINC IHE CEN TC 251 ISO TC 215 Serviços Perfis / categorização
  18. 18. OO produto finalproduto final do processo de votação é umdo processo de votação é um documentodocumento.. O documentoO documento se sustenta por sise sustenta por si só, como uma versãosó, como uma versãoO documentoO documento se sustenta por sise sustenta por si só, como uma versãosó, como uma versão isolada, ou pode ser parte de versõesisolada, ou pode ser parte de versões
  19. 19. HL7 Voting Members - By Type As of May 1, 2010 NUMBER OF ORGANIZATIONS Consultants 72 General Interests 94 Payors 10 Pharmaceuticals 10 Providers 107 Vendors 245 Total Organizations 538 ORGANIZATIONAL VOTING MEMBERS Consultants 155 General Interests 149 Payors 64 Pharmaceuticals 101 Providers 429 Vendors 689 Total Organizational Voting Members 1587 INDIVIDUAL VOTING MEMBERS Consultants 141 General Interests 18 Payors 3 Pharmaceuticals 11 Providers 107 Vendors 99 Total Individual Voting Member s 379 TOTAL VOTING MEMBERS Consultants 296 General Interests 167 Payors 67 Pharmaceuticals 112 Providers 536 Vendors 788 Affiliates (29 plus 87 add'l voting members) 116 Total Voting Members 2082 Students (no votes) 65 Others (Comp'd - no votes) 54 TOTAL MEMBERS 2201
  20. 20. Participação voluntáriaParticipação voluntária Sem dedicação exclusivaSem dedicação exclusiva Diferentes níveis de participaçãoDiferentes níveis de participaçãoDiferentes níveis de participaçãoDiferentes níveis de participação Diferentes níveis de entendimento e compreensãoDiferentes níveis de entendimento e compreensão Requer resoluções de negaçãoRequer resoluções de negação Tende ao compromisso, geralmente ambíguoTende ao compromisso, geralmente ambíguo
  21. 21. Documentos podem ser :Documentos podem ser : ReferênciaReferência Conteúdo é harmonizado durante as reuniões do HL7 ouConteúdo é harmonizado durante as reuniões do HL7 ou aprovadas pelo Board. Não está sujeito à votaçãoaprovadas pelo Board. Não está sujeito à votação InformativoInformativo Conteúdo é votado pelos associados, mas não é consideradoConteúdo é votado pelos associados, mas não é considerado parte estrutural do padrão, mas só um documento de apoioparte estrutural do padrão, mas só um documento de apoioparte estrutural do padrão, mas só um documento de apoioparte estrutural do padrão, mas só um documento de apoio NormativoNormativo Conteúdo é votado pela assembléia geral e é considerado umConteúdo é votado pela assembléia geral e é considerado um componente estrutural do padrão HL7. Votos negativoscomponente estrutural do padrão HL7. Votos negativos devem ser resolvidosdevem ser resolvidos PadrãoPadrão ““DraftDraft”” parapara ““TrialTrial”” (DSTU)(DSTU) Conteúdo é votado pela assembléia geral comoConteúdo é votado pela assembléia geral como ““draftdraft”” de umde um padrão futuro que depois de um período prépadrão futuro que depois de um período pré--determinado dedeterminado de avaliação e consulta (2 anos) será incorporadoavaliação e consulta (2 anos) será incorporado automáticamente na versão normativaautomáticamente na versão normativa
  22. 22. O consenso a respeito de um determinado assunto é obtido através da ampla participação de todos em resposta a uma Solicitação de Proposta - SOP A SOP deve ser elaborada por um comitê de especialistas no domínio em questão e deve conter instruções claras sobre o formato e conteúdo das respostas SOC – Solicitação de Comentários SOI – Solicitação de Informações
  23. 23. As propostas recebidas são organizadas e divulgadas As convergências e as divergências entre propostas são explicitadas pelo Comitê, para facilitar o entendimento As reuniões presenciais discutem e eventualmenteAs reuniões presenciais discutem e eventualmente fundem diferentes propostas A experiência tem mostrado que as propostas tendem a se fundir e que, ao final do processo, sobram tipicamente de uma a três propostas A recomendação final de padronização para a comunidade cabe ao Comitê Técnico
  24. 24. FHIR ART DECOR HL7 GRATUITO – FREE IP REDES SOCIAISREDES SOCIAIS WIKI G-FORCE LINKEDIN FACEBOOK TWITTER
  25. 25. Conduzir o desenvolvimento de técnicas globais e funcionais de padrões de informação em saúde. Racionalizar o processo de desenvolvimento de padrões de HL7. Facilitar a adoção, a aplicação e o uso de de padrões de HL7. Definir um abrangente e um coerente "framework" deDefinir um abrangente e um coerente "framework" de interoperabilidade entre sistemas de informação em saúde. Garantir um amplo envolvimento e empenho das partes interessadas no desenvolvimento de padrões de informação em saúde. Alinhar os modelos de negócios do padrão HL7 a fim de dar respaldo as entidades nacionais e apoio ao desenvolvimento de padrões de informação em saúde.
  26. 26. Implementar e divulgarImplementar e divulgar a marca “HL7 Brasil” Abertura do projeto para filiaçãoprojeto para filiação e patrocínio Tradução do material técnicoTradução do material técnico para o português Realização de cursos e provas de certificaçãocursos e provas de certificação técnicaRealização de cursos e provas de certificaçãocursos e provas de certificação técnica IntercâmbioIntercâmbio com instituições governamentais de regulação, instâncias jurídicas, órgãos de classe e empresas privadas para validação
  27. 27. www.hl7.org.br
  28. 28. www.hl7.virtual.org.br
  29. 29. Criação do Instituto HL7 BrasilInstituto HL7 Brasil filiaçãofiliação patrocíniopatrocínio DivulgaçãoDivulgação do HL7 no Brasil Versão dodo material técnicomaterial técnico para o portuguêsVersão dodo material técnicomaterial técnico para o português Programa de capacitaçãocapacitação presencial a distância Acordos de cooperaçãoAcordos de cooperação com instituições governamentais de regulação, órgãos de classe, empresas privadas e afiliados na América Latina CertificaçãoCertificação técnica e profissional
  30. 30. Renato M.E. Sabbatini, PhD Secretário Geral eSecretário Geral e Coordenador do Grupo de Interesse em Educação e Capacitação Profissional do Instituto HL7 Brasil www.renato.sabbatini.com education@hl7.org.br
  31. 31. Fomentar a formação, capacitação e reciclagem em padrões de intercâmbio e representação de dados e informação na área de aplicações de tecnologias de informação e comunicação em saúde Através da disponibilização de recursos de aprendizado Através de programas educacionais próprios e de outrasAtravés de programas educacionais próprios e de outras associações HL7 internacionais Através de parcerias com instituições e empresas de educação e treinamento especializadas Integração com o programa proTICS da SBIS e com outros programas de certificação profissional Implementar um sistema de certificação de especialistas em HL7 e padrões associados através de exames em nível nacional
  32. 32. Cursos de Treinamento Básico e Avançado HL7 RIM, V2 e V3 CDA DICOM TISS/TUSSTISS/TUSS Sistemas de Codificação e Nomenclatura (SNOMED CT, LOINC e outros) Curso de Aperfeiçoamento em HL7 (Preparatório para Certificação HL7) Inserção de Disciplinas em Cursos de Graduação e Pós- Graduação de Informática em Saúde Cursos de Reciclagem e Educação Continuada
  33. 33. Curso de Capacitação Profissional em HL7 INTRODUÇÃO UNIDADE 01 – INTRODUÇÃO À INTEROPERABILIDADE EM SAÚDE UNIDADE 02 – INTRODUÇÃO AOS VOCABULÁRIOS EM SAÚDE HL7 V2.x UNIDADE 03 – INTRODUÇÃO AO UNIFIED MODELING LANGUAGE (UML) UNIDADE 05 – INTRODUÇÃO A HL7 VERSÃO 2.X, TIPOS DE DADOS, ACK UNIDADE 06- HL7 V2.X: ADMINISTRAÇÃO DE PACIENTES, ORDENS E RESULTADOS UNIDADE 07- HL7 V2.X: SEGMENTOS-Z / IMPLEMENTAÇÃO / PERFIS UNIDADE 08- HL7 V2X.XML: IMPLEMENTAÇÃO XML DE MENSAGENS V2.X HL7 V3 UNIDADE 04 – INTRODUÇÃO AO EXTENDED MARKUP LANGUAGE (XML) UNIDADE 09 – INTRODUÇÃO A HL7 V3 UNIDADE 10 – MODELO DE INFORMAÇÃO DE REFERÊNCIA RIM – MODELOS DERIVADOS UNIDADE 11 – HL7 V3 TIPOS DE DADOS E SUA REPRESENTAÇÃO XML UNIDADE 12 – HL7 V3: DO MODELO À MENSAGEM HL7 CDA R2 UNIDADE 13 – INTRODUÇÃO A HL7 CDA R2 UNIDADE 14 – ARQUITETURA CDA R2: CABEÇALHO, CORPO E ENTRADAS UNIDADE 15 – GUIAS DE IMPLEMENTAÇÃO CDA R2 UNIDADE 16 – ENTRADAS CDA R2: DECLARAÇÃO CLÍNICA, LOINC E SNOMED UNIDADE 17 – INTRODUÇÃO A FHIR
  34. 34. PARTICIPAÇÕES RECENTES EM EVENTOS Connectathon FHIR – Buenos Aires Congresso e Showcase do SNOMED - Amsterdam Congresso da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial – Rio de Janeiro HL7 Plenary Meeting - Chicago Congresso Brasileiro de Informática em Saúde MIE2014 – Istambul HIMSS EUA e Brasil
  35. 35. CURSOS 06/06 - II Curso On-line de Capacitação em OpenEHR 13/06 - I Curso On-line de Introdução a Padrões em Informação em Saúde 23/07 - I Curso de LOINC para Laboratório - ABRAMED/SBPC 04/08 - Curso Desenvolvimento HL7 - v.2.x04/08 - Curso Desenvolvimento HL7 - v.2.x 05/08 - Curso Desenvolvimento HL7 - v.3.x 21/08 - II Curso Básico de Imagens - DICOM e HL7 01/09 - II Curso On-line de Capacitação Profissional em HL7 22/09 - I Curso On-line de Implementação em TISS e TUSS 06/10 - Curso Desenvolvimento CDA - HL7 15/10 - I Curso On-Line de Usabilidade para Sites médicos
  36. 36. CURSOS FUTUROS III On-Line International Seminars on Health Information Technologies and Standards I Curso On-Line de LOINC para Laboratório - ABRAMED I Curso Latinoamericano On-Line de Introdução ao IHE I Curso On-Line de Introdução aos Padrões HL7 FHIRI Curso On-Line de Introdução aos Padrões HL7 FHIR I Curso On-line de Introdução a Padrões em Informação em Saúde I Curso de Introdução a SNOMED CT e Terminologias Médicas I Curso On- Line de Certificação SBIS/CFM para Gestor de Saúde I Curso de Padrões de Usabilidade em Softwares em Saúde
  37. 37. OBRIGADO !!!OBRIGADO !!! Dr. Marivan Santiago AbrahãoDr. Marivan Santiago Abrahão Diretor Executivo (Chair)Diretor Executivo (Chair) EE--mail :mail : chair@hl7.org,brchair@hl7.org,brEE--mail :mail : chair@hl7.org,brchair@hl7.org,br Web :Web : www.hl7.org.brwww.hl7.org.br HL7 BrasilHL7 Brasil RuaRua LoefgrenLoefgren 662662 Vila ClementinoVila Clementino São Paulo, SP BrasilSão Paulo, SP Brasil

×