Presentation Hammurabi

765 visualizações

Publicada em

This is presentation of Hammurabi band... inside your history and your evolution in the last 3 years.

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
765
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Presentation Hammurabi

  1. 1. O Hammurabi foi fundado por Daniel Lucas (baixo e vocais) e Críslei Rodrigo(bateria) em 2006. A banda surgiu a partir da dissolução da banda Gestalt, também fundada por ambos. Sua primeira formação contava também com Wagner Oliveira, que também fez parte da antiga banda.
  2. 2. Neste mesmo ano o Hammurabi lançou uma demo com duas faixas. Submersos, assim chamada foi muito bem aceita pela mídia nacional especializada possibilitando shows em outros estados quase de imediato. Submersos, em seu formato demo, vendeu 120 cópias e seu material promocional (camisas) mais de 50 unidades.
  3. 3. Após vários shows e diversos palcos Wagner Oliveira (guitarras) saíria da banda em agosto de 2007, logo após tocarem no festival Annihilation Metal Fest ao lado do Krisiun em Belo Horizonte.
  4. 4. Já em 2008, com uma nova formação e ainda de forma independente, seu primeiro lançamento profissional veio a tona. Shelter of Blames alavancou 7 shows em 3 semanas consecutivas no estado de São Paulo, incluindo a capital paulista.
  5. 5. O lançamento oficial de Shelter of Blames em Belo Horizonte foi assistida de perto durante a abertura do show dos alemães do Sodom, um dos maiores ícones do thrash metal mundial na passagem por Belo Horizonte.
  6. 6. Este álbum, possibilitou uma diversidade maior de cidades pelas quais a banda passou, englobando o Rio de Janeiro e cidades do interior de Minas Gerais e São Paulo. A tour de “Shelter of Blames” alavancou a venda de mais de 800 cópias e pelo menos 150 camisas em um ano, em um formato totalmente independente.
  7. 7. Em meados de 2009, Josias Martins deixou a banda para a volta de Wagner Oliveira, que foi oficialmente efetivado em dezembro deste mesmo ano após realizar os dois últimos shows da agenda da banda em Conselheiro Lafaiete, no interior de Minas Gerais e na capital do estado do Rio de Janeiro.
  8. 8. Para alguns shows, não tivemos o registro fotográfico devido as circunstâncias que a estrada nos impõe quando temos vários shows intercalados. A lista completa se encontra em nosso myspace.
  9. 9. Outras bandas tocaram ao lado do Hammurabi ao longo desses três anos e por toda a sua notável experiência e reconhecimento, seja no mercado nacional e/ou internacional, não poderiam deixar de ser mencionadas neste release.
  10. 10. (...) dentre outras várias bandas, não menos importantes, nas várias cidades em que passamos, agradecemos a todas pelo suporte e hospitalidade.
  11. 11. “(...) As duas faixas apresentadas (Submersos e USA Terrorista) mostram um Death Metal "old school" cantado em português e que certamente irá agradar fãs do Cannibal Corpse (nos vocais guturais) e do Celtic Frost (no timbre e em alguns riffs de guitarra) “. Revista Roadie Crew sobre a demo Submersos São Paulo, SP. Março/ 2007
  12. 12. “(...) Um material pesado e bem arranjado primando pela técnica e levadas diferenciadas de riffs e cristalinos solos. As boas variações rítmicas acompanhadas pelos vocais guturais de Daniel Lucas são alguns dos pontos destacáveis de "Submersos" e "USA Terrorista"“. And Heavy Metal for All sobre a demo Submersos São Paulo, SP. Março/ 2007
  13. 13. “(...) Vale ressaltar novamente o bom trabalho gráfico e sonoro neste registro de estréia, envolto também por uma precisa preocupação estética. Uma demo que acaba rápido, mas logo dá vontade de se ouvir novamente." Metal Vox sobre a demo Submersos Salvador, BA. Março/ 2007
  14. 14. “(...)a banda conseguiu de forma competente mostrar sua proposta musical extrema e um som em que velozes riffs, vocal gutural de Daniel Lucas e o trabalho de bateria de Críslei Rodrigo se destacavam" Metal Clube sobre o show no Cadavers of Metal Belo Horizonte, MG. Março/ 2007
  15. 15. “(...)Death Metal sem frescuras, direto, com alternância de velocidades, bom gosto para timbres, riffs marcantes, cozinha cumprindo bem sua função e vocal adequado ao estilo.” All the Bangers sobre a demo Submersos Navegantes, SC. Março/ 2007
  16. 16. “Quando alguém me disser que qualidade significa quantidade, mostrarei esse cd demo do trio Hammurabi, pois ele tem apenas duas faixas e não chega a dez minutos de gravação. Porém, comprova o poderio dos caras(...)” Metal Attack sobre a demo Submersos Porto Alegre, RS. Abril/ 2007
  17. 17. “Bom power trio que faz jus ao passado histórico do Estado. O som é um death metal em estado bruto, sem polimentos (porém, técnico), direto na veia e sem compromissos(...)” Revista Valhalla sobre a demo Submersos São Paulo, SP. Julho/ 2007
  18. 18. “Muitas vezes nos surpreendemos com a qualidade do material que chega em nossas mãos, mesmo que seja uma simples demo. Se muitas bandas brasileiras, ainda precisam ralar bastante no underground para ganhar experiência e destaque na cena, outras já entram com os dois pés na porta como é o caso dos mineiros do Hammurabi.(...)” Whiplash sobre a demo Submersos São Luís, MA. Agosto/ 2007
  19. 19. “Um deles é a banda Hammurabi, considerada, por muitos, uma das grandes revelações da atualidade e, diga-se de passagem, a rotulação é mais do que justa(...)” Metal Clube sobre o Festival Massacre Sonoro Belo Horizonte, MG. Fevereiro/ 2008
  20. 20. “Voltando de uma turnê por SP, onde divulgaram seu último disco, Shelter of Blames, a banda Hammurabi apresentou seu Death/Thrash visceral e agressivo(...) Trabalho de atitude, com excelente harmonia musical – inclusive solos de baixo muito bem executados por Daniel. ” BH Eventos sobre o a abertura do show do Sodom Belo Horizonte, MG. Setembro/ 2008
  21. 21. “Shelter of Blames” apresenta uma banda que tem preocupação com todos os detalhes: ótima arte gráfica, excelente qualidade de gravação e composições fortes mostrando uma banda com identidade própria. Hammurabi é raivoso, cru, potente, pesado e preciso.” Psychosis Death sobre o MCD Shelter of Blames São Paulo, SP. Março/ 2009
  22. 22. “(...) A banda é promissora e executa um trabalho de qualidade. Se a evolução observada entre os dois materiais recebidos prosseguir, o debut certamente surpreenderá e poderá por a Hammurabi na lista de grandes nomes nacionais.” All the Bangers sobre o MCD Shelter of Blames Navegantes, SC. Março/ 2009
  23. 23. “(...) A maturidade das novas composições é tal que as tornaram ainda mais viscerais, cuja fusão de Thrash, Death e Hardcore apresentam aquela pegada consistente e sem frescuras, mas nunca negligenciando totalmente a boa e velha técnica.” Whiplash sobre o MCD Shelter of Blames São Luís, MA. Março/ 2009
  24. 24. “(...) “Bom, quando o CD começa a rolar, nos deparamos com um Thrash Metal que possui lá seus elementos de Death e Metalcore. As quatro composições apresentadas são legais, mas no “posto” de melhor composição fica a faixa título.” Novo Metal sobre o MCD Shelter of Blames Brasília, DF. Maio/ 2009
  25. 25. “(...) Neste novo cd, “Shelter of Blames” a banda deixa clara sua preocupação e cuidado com vários detalhes, tais como a arte gráfica, a qualidade de gravação e composições fortes, mostrando uma banda com identidade própria. O som do Hammurabi é raivoso, cru, potente, pesado e preciso.” JM News (TV sobre o MCD Shelter of Blames São Luís, MA. Março/ 2009
  26. 26. “(...) As composições são furiosas, viscerais e agressivas, mostrando um death/thrash metal desenvolvido com muitas variações sonoras, sendo peso e velocidade uma constante e recheado por riffs e bases poderosos. “ JM News (TV sobre o MCD Shelter of Blames São Luís, MA. Março/ 2009
  27. 27. “(...) Com a experiência conquistada através de apresentações junto a grupos como Krisiun, Andralls, Drowned, o equatoriano Total Morte, e mais recentemente com os alemães do Sodom, a banda vem a cada registro demonstrando que está madura o suficiente para brindar seus fãs com um cd “full”, mas de qualquer forma, este cd é um bom cartão de visita, especialmente para que algum selo (nacional ou internacional) possa interessar-se e investir na banda no sentido de facilitar ou patrocinar a gravação e distribuição de um cd completo.” JM News (TV sobre o MCD Shelter of Blames São Luís, MA. Março/ 2009
  28. 28. “O Hammurabi traz nesse EP: ‘Shelter of Blames’, uma produção profissional tanto no que concerne à estética e ao sonoro. Criatividade, boa escolha no repertório, fotografia excelente. Banda com destaque no cenário underground, diretamente de um dos celeiros do Metal nacional e posso afirmar com propriedade, também internacional. Trazem na bagagem uma longa colaboração em eventos variados e a dádiva de abrir para um dos ícones vivos do Metal: a grande banda Sodom.” Revista HORNSUP sobre o MCD Shelter of Blames Lisboa, Portugal. Fevereiro/ 2010
  29. 29. “(...) Minas Gerais sempre foi o berço do Metal nacional, porque foi lá que tudo começou. E mesmo depois de muito tempo, ainda continuam nos mostrando grandes bandas como o Hammurabi. Com seu som calcado no Thrash/Death Metal pesado, atual, e sem soar forçado, tem tudo para conquistar os fãs desses estilos logo na primeira ouvida.” Roadie Crew sobre o MCD Shelter of Blames São Paulo, SP. Março/ 2010
  30. 30. “(...)ao pegarmos o CD em mãos já notamos que a competência foi colocada em primeiro plano. Desde qualidade técnica dos músicos, á produção, arte gráfica (excelente diga-se), acabamento (com direito à faixa interativa com três vídeos, biografia e etc), letras políticas e, principalmente, as músicas pesadíssimas e cativantes, nos mostram que o Hammurabi tem muita lenha para queimar.” Roadie Crew sobre o MCD Shelter of Blames São Paulo, SP. Março/ 2010
  31. 31. - - . número de visualizações: + 1.300 (exibição do canal) . videos relacionados: 12 videos . número de visualizações: + 13.000 Abrangência do perfil: Estados Unidos, Colômbia, Finlândia, Alemanha, Egito, Reino Unido, Austrália, Bolívia, Argentina, Grécia, Itália, Portugal, Paraguai, Bélgica, Bósnia e Herzegovina, França e Índia.
  32. 32. - - . número de seguidores positivados: + 4.000 . número de enquetes: 9 enquetes . participações nas enquetes: + 900 Abrangência do perfil: Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Amazonas, Espírito Santo, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Paraná, Pernambuco, Piauí, Maranhão, Santa Catarina, Pará, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Tocantins e Paraíba.
  33. 33. - - . número de visualizações: + 120 (média semanal) . número de fãs: próximos dos 300; . número de fãs no Brasil: concetrados em MG, RJ e SP. Abrangência do perfil: Estados Unidos, Colômbia, Finlândia, Alemanha, Egito, Reino Unido, Austrália, Bolívia, Argentina, Grécia, Itália, Portugal, Paraguai, Bélgica, Bósnia e Herzegovina, França e Índia.
  34. 34. - - . número de seguidores: + 800 positivados . número de seguidos: + 500 positivados Alguns seguidores importantes: Nuclear Blast Records (GER), Metal Blade Records (USA), Victory Recods (USA), Throwdown (USA), Severe Torture (NED), Dr. Sin (BRA), Sepultura (BRA), Matt Heafy e Paolo Gregoletto (Trivium), Andreas Kisser e Jean Dolabella (Sepultura), Vladmir Korg (Chakal), BC Rich Guitars e Ford Guitars (USA).
  35. 35. - - . número de visualizações: + 25.000 . número de fãs: + 1.800 . número de audições: + 10.000 . número de visualizações no blog: + 25.000 . número de comentários positivados: + 500 Estados (USA) Popularidade Estados (BRA) Oklahoma 61% - Estados Unidos São Paulo Tenessee 39% - Brasil Minas Gerais Nevada Rio de Janeiro Flórida Amazonas Indiana Paraná
  36. 36. Paulo Jr., baixista de um dos ícones do metal nacional, a banda Sepultura; apontou o Hammurabi como sendo a banda revelação nacional no ano de 2009 pela coluna Mondo Metal, uma das principais colunas do portal do Grupo UAI, um dos mais importantes veículos de comunicação de Minas Gerais.
  37. 37. Em fevereiro deste ano, iniciaram-se as gravações daquele que será o primeiro álbum do Hammurabi. Até então, intitulado como THE EXTINCTION ROOT, este novo album será produzido no Engenho Studios, com previsão de lançamento no início do segundo semestre.
  38. 38. Ainda na sequência, o Hammurabi foi selecionado para a seletiva regional do Wacken Metal Battle, evento que nacional que seleciona um representante do Brasil para se apresentar no Wacken Open Air Festival, um dos maiores festivais do planeta.

×