2012 sermonario - 10 domingos especiais

8.565 visualizações

Publicada em

3 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • 16-Título = Jogando.net/mu Venha se divertir de verdade !!!
    [b]Ola,sou o Pr1nceMG,Divulgador oficial do Servidor de Mu online Season 6 do Brasil
    ESTÁ ON HÁ MAIS DE 5 ANOS,Produzindo sua Diversão com qualidade.
    TODOS OS SERVERS ficam ON 24 horas por dia, Sempre Buscamos o Melhor para os Gamers.
    São varios Server esperando por você :
    * MuWar' 1000x/1500x
    * Super - 10.000x ** Pvp 15.000x
    * Very Easy - 5.000x
    * Hard 100 x
    * Extreme 10x
    * Novo servidor Phoenix: Free 3000x | Vip: 4000x Phoenix
    SÓ NO http://www.jogando.net/mu VOCÊ ENCONTRA
    Os Melhores itens e kits mais tops de um server De MU Online:
    * Novas asas level 4
    * Novos Kits DEVASTADOR
    * Novos Kits DIAMOND v3 + Kit Mystical (a combinação da super força)
    * Novos Sets especiais de TIME.
    *CASTLE SIEGE AOS SÁBADOS e DOMINGOS.
    Site http://www.jogando.net/mu/
    Esperamos pela sua visita.Sejam todos muito benvindos ao nosso Servidor.
    *Um mês de grandes eventos e Promoções do dia das Crianças e Sorteio de 1 iPad e 2.000.000 de Golds!
    E obrigado pela atençao de todos voces !!!
    Conheça também animes cloud http://animescloud.com/ São mais de 20.000 mil videos online.
    By:Pr1nceMG divulgador oficial do jogando.net/mu
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • valeu
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Não tem o power-point das lições?
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.565
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
329
Comentários
3
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2012 sermonario - 10 domingos especiais

  1. 1. sermonário.indd 1 24/2/2012 08:57:19
  2. 2. sermonário.indd 2 24/2/2012 08:57:21
  3. 3. Sumário 5 Domingos Especiais 9 Ficha Responsabilidade Sermonário 13 Sermão 1 – Por que existe o sofrimento 19 Sermao 2 – Seduções Perigosas 23 Sermão 3 – Vida Para Sempre 27 Sermão 4 – Falsa Esperança 33 Sermão 5 – A Paz Verdadeira 37 Sermão 6 – Nossa Única Esperança 41 Sermão 7 – Em Defesa da Verdade 45 Sermão 8 – Esperança Real 49 Sermão 9 – O Maior Resgate da História 53 Sermão 10 – A Vitória do Amorsermonário.indd 3 24/2/2012 08:57:21
  4. 4. sermonário.indd 4 24/2/2012 08:57:21
  5. 5. DOMINGOS ESPECIAIS O  programa de Domingos especiais, é um programa voltado para as lideranças de jovens que querem experimentar um “algo a mais” em suas igrejas. A ideia é envolver o máximo de jovens durante os domingos que forem determinados pela Associação/Missão, como sendo de responsabilidade dos jovens. Objetivos: 1. Desenvolver os jovens nas várias áreas de atuação da igreja. 2. Ter durante os domingos especiais todas as funções de uma igreja funcionando de forma exemplar. 3. Ter cultos bem organizados e bem frequentados durante os domingos à noite. Para desenvolver este programa, sugerimos que a liderança JA siga os seguintes passos: 1. Faça uma reunião da liderança JA e assumam o compromisso de desenvolver o projeto “Domingos Especiais”. 2. Conversem com o pastor e com a comissão da igreja para que toda a igreja esteja envolvida no projeto. 3. Façam propaganda para a igreja e desafio em os membros a trazerem os convidados para a pro- gramação. Esta fase de preparação pode ser feita com vigílias e outros métodos de mobilização da igreja. 4. Escolham os melhores pregadores do distrito ou convidem pastores ou pregadores de outros distri- tos para participarem dos domingos. 5sermonário.indd 5 24/2/2012 08:57:21
  6. 6. 5. Os jovens devem estar divididos em equipes para o melhor funcionamento do projeto. Sugerimos algumas destas possíveis equipes. São elas: A. Amigo + Amigo: Amigo + Amigo. São os jovens que estarão dispostos a fazer um contato pessoal com amigos e parentes para que estes estejam na igreja. Para ter sucesso em um convite, recomendamos: 1. Que o convite seja feito sem medo ou vergonha de estar convidando para ir a uma programação na igreja. 2. Que o convite seja pessoal e que no ato do convite já seja combinado a hora e o local que se encon- trarão para irem JUNTOS a programação. B. Louvor: A equipe de louvor deve ter em mente que o seu trabalho é tão importante quanto o do pregador. Dicas importantes: 1. Treinem as músicas. É importante saber com antecedência quais músicas a equipe de louvor irá dirigir. 2. Chegar 1 hora antes na igreja, para testar som, testar o microfone e para orarem. 3. Providenciar letra para toda a congregação. A música mais conhecida da igreja, é completamente desconhecida para os convidados. C. Programação: É importante que esta equipe esteja na igreja pelo menos 1 hora antes do início do culto. Esta equipe é o coração do programa. Os responsáveis desta equipe devem checar a equipe de louvor, a mensagem musical e todos mais que estarão envolvidos no programa do dia. Para que não haja surpresas desagradáveis, é recomendável que durante a semana seja feito um contato telefônico com as pessoas que desempenharão alguma parte no programa. Esta equipe é responsável por fazer o programa acontecer com a melhor qualidade possível. Medindo a qualidade: 1. Pontualidade no início do programa. 2. Pessoas treinadas para desenvolver a sua parte. 6sermonário.indd 6 24/2/2012 08:57:21
  7. 7. 3. Não permitir “buracos” na programação. 4. Anunciar o próximo dia de reunião 5. Programação sugestiva: (pode ter inicio as 19h, 19h30 ou as 20h) 20h00 - Boas vindas, oração e início do louvor. 20h20 - Sorteio de brindes entre os convidados. 20h25 - Mensagem musical 20h30 - Uma música para preparar para a mensagem. 20h35 - Sermão. 21h10 - Cântico e oração final. 21h15 - Confraternização - comes e bebes. Esta é uma sugestão básica. Crie momentos especiais de oração de confraternização para variar a cada do- mingo. D. Amigos do coração: Jovens que possuem o dom de servir. Estes jovens devem estar sentados em lugares estratégicos na igreja para poderem ajudar os convidados nos seguintes aspectos: 1. Ajudar os convidados a encontrarem os textos bíblicos 2. Depois que o convidado entrar na igreja, a equipe “Amigos do coração” deve ir até onde ele está sentado e cumprimentar novamente, criando um clima de amizade. 3. Caso os convidados estejam acompanhados de crianças, a equipe “Amigos do Coração” deve estar atento para, caso precise, pegar as crianças e levar para fora da igreja. Desta forma os pais terão tranquilidade em assistir o culto. E. Equipe: Alô amigo. Esta equipe deve pegar os nomes dos convidados ao fi nal do culto com a equipe da recepção e durante a semana cada membro desta equipe ora por seus nomes. Na quinta-feira esta equipe deve fazer um contato telefônico com as pessoas. A conversa deve ser algo mais ou menos assim: - Alô. - Alô. - É a senhora Marina? - Sim, sou eu... 7sermonário.indd 7 24/2/2012 08:57:22
  8. 8. - Que alegria em poder falar com a senhora... - Hmmmmm - Eu sou o Paulo da Igreja Adventista do 7º dia, que está fazendo os domingos especiais. - Sei. - Só estou ligando para dizer que nos últimos dias temos orado pela senhora e pela sua família e para dizer que fi camos muito felizes com a sua presença no último domingo. - Há eu também gostei muito. - Mas estamos ligando para confi rmar a sua presença neste próximo domingo. O tema será muito bonito. Contamos com a sua presença. F. Equipe: Algo+ Esta equipe é responsável em desenvolver em todos os eventos ou em alguns dias, um momento pós culto. Este momento pode ser com um chá com biscoitos, suco, pipoca etc. A ideia é que aconteça algo+ do que o culto. G. Equipe: Cuidados especiais Esta equipe precisa fazer uma visita na igreja alguns dias antes para verificar alguns detalhes do tipo. 1. Ver se as lâmpadas da frente da igreja estão em bom funcionamento. Se não estiver deve providen- ciar a troca. 2. Ver se o terreno da igreja precisa de limpeza. Se tiver mato, ele deve ser tirado. 3. Ver o que pode ser melhorado nos banheiros. Se o convidado for ao banheiro ele vai se sentir bem? Estes são alguns itens que devem ser vistos na semana anterior ao programa, mas a cada domingo esta equipe deve checar a parte física da igreja para ver o que pode ser feito para que os convidados possam se sentir bem em visitar a “nossa casa”. H. Equipe: Oração A equipe de oração deve escolher um lugar especial. Este grupo também deve fazer uma escala com mem- bros da igreja. Quanto mais pessoas envolvidas melhor. Durante o programa de domingo, esta equipe deve estar reunida no local escolhido para a oração e interce- 8sermonário.indd 8 24/2/2012 08:57:22
  9. 9. der pelo pregador. Durante o sermão devem ser feitas orações e leituras bíblicas em prol do derramamento do Espírito Santo. I. Equipe: Recepção Sua igreja tem uma boa recepção? Se sim, ótimo. Eles podem fazer esta parte a cada domingo. Se não existir nenhuma equipe, os jovens podem fazer este trabalho em sintonia com o Ministério da Mulher da igreja local Esta equipe deve ser formada por pessoas sorridentes e de bem com a vida. A ideia não é simplesmente cumprimentar, mas é criar um ambiente agradável para o convidado. As pessoas que não fazem parte da igreja NÃO DEVEM SER CHAMADAS DE VISITA, mas eles são os nossos... CONVIDADOS. Pode ser feito um cadastro na porta da igreja com nome e telefone. Não mais do que estas duas informações. A equipe de recepção deve dizer que estes dados serão necessários para o sorteio durante o programa. A equipe de recepção são os guardiões dos convidados. Por isto, devem cuidar para que eles se sintam bem na igreja. Ai está este grande projeto. As igrejas que estão participando vibram com o resultado. Os jovens, depois de participar desta coordenação, ficam mais ativos e unidos. Experimente este PLUS no Ministério Jovem. 9sermonário.indd 9 24/2/2012 08:57:22
  10. 10. RES P O N SA B I L I DA DES DATA PREGADOR TELEFONE OB S ERVAÇÕ ES 10sermonário.indd 10 24/2/2012 08:57:22
  11. 11. SERMONÁRIOsermonário.indd 11 24/2/2012 08:57:23
  12. 12. sermonário.indd 12 24/2/2012 08:57:23
  13. 13. 1– Por que existe o sofrimento (Baseado no Capítulo 1 e 2 do livro: A Grande Esperança) Introdução: No dia 5 de agosto de 2010 na mina de San José, no deserto de Atacama, um desabamento prendeu 33 mineiros a quase 700 metros de profundidade. Nos primeiros 17 dias, não houve comunicação com o exterior. Os mineiros sobreviveram com duas colheres de atum enlatado, um gole de leite e meio biscoito, a cada 48 horas. No dia 22 de agosto, a perfuração conseguiu chegar ao local em que os trabalhadores estavam confinados e veio a mensagem: “Estamos bem no refúgio, os 33”. Existia esperança. Mesmo em meio à escuridão e à tragédia eles estavam vivos. Ao lado da mina e em meio ao frenético trabalho, foi montado um acampamento chamado Esperança. Este era o local no qual parentes e amigos oravam dia e noite para que de forma rápida e segura, o resgate deixasse de ser um sonho para se transformar em uma realidade. Finalmente depois de 69 dias de espera - recorde absoluto em termos de sobrevivência - a cápsula Phoenix 2 trouxe à superfície, um a um, todos os 33 mineiros sãos e salvos. Esta heroica história terminou entre abraços, sorrisos e lágrimas de alegria. Porém, por muitos dias os mi- neiros imaginaram que estavam condenados à escuridão e finalmente à morte. Esta não parece ser a nossa realidade? Vivemos em meio à escuridão da maldade, do crime, das dívidas e das lágrimas. Muitas vezes a sensação é de que estamos vivendo sem perspectiva de futuro. Para onde ir? O que fazer? Existe uma saída? Existe esperança? A partir de hoje e ao longo dos próximos 9 domingos, estaremos estudando de onde e como surgiu o mal e o pecado que nos rodeia. Nossos livros base serão a Bíblia e o “A Grande Esperança”. A cada domingo estudaremos um capítulo deste último livro. Leia anteriormente em casa. Traga-o a cada domingo para que juntamente com a Bíblia, possamos saber de onde viemos, porque vivemos como vivemos e principalmente, para onde vamos. Este livro segue uma ordem lógica, que começa com a origem dos problemas e termina com a solução final - a volta de Jesus, a esperança da salvação. Vamos perceber que podemos sonhar com um futuro melhor. Mesmo vivendo na escuridão do pecado e nas profundezas do mal, Jesus, nosso Salvador, planejou e executou um plano de resgate. Existe esperança. 13 1– Por que existe o sofrimentosermonário.indd 13 24/2/2012 08:57:23
  14. 14. Desenvolvimento: 1. Surgimento do mal no universo No dia 16 de outubro, o mundo ficou chocado com a barbárie e indiferença do atropelamento de uma me- nina de 2 anos na China. Ao atravessar a rua sozinha, ela foi atropelada propositalmente por uma van e em seguida por outro carro. Durante infindáveis 7 minutos, ela ficou no chão sangrando sendo observada pelos pedestres. Ninguém fez nada. Após este período uma mulher puxou seu corpo machucado para a calçada até a chegada da sua mãe. As câmeras de segurança do prédio na frente da rua registraram estas cenas horripilantes de maldade e indiferença. Wang Yue teve morte cerebral mais de uma semana depois do acidente em Foshan, na província de Guang- don, no sul da China. De onde vem tanto mal? Como pode o ser humano chegar ao ponto de não sentir pena de uma criança de dois anos? Vivemos em um mundo de injustiças e tristezas: Morte de crianças; Fome; Crimes; Bebes que são jogados na lata de lixo; Políticos que roubam dos pobres; Tsunamis; Terremotos. De onde surgiu o mal? Como é possível um mundo tão perverso? Quem é o culpado? A Bíblia diz que Deus criou todas as coisas: “Nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos ou soberanias, poderes ou autoridades; todas as coisas foram criadas por Ele e para Ele”. ( Colossenses 1:16). Deus é amor e Ele criou suas criaturas com a liberdade da escolha. Uma destas criaturas optou por ser contra os princípios de Deus. 14 1– Por que existe o sofrimentosermonário.indd 14 24/2/2012 08:57:23
  15. 15. Deus não é o criador do pecado. “Ninguém, ao ser tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e ele mesmo a ninguém tenta”. Tiago 1:13. “Houve, porém, alguém que preferiu deturpar essa liberdade. O pecado se originou com aquele que, depois de Cristo, havia sido o mais honrado por Deus. Antes do pecado, Lúcifer era o primeiro dos querubins guar- diões, santo e puro.” A Grande Esperança, 11 “Você era o modelo da perfeição, cheio de sabedoria e de perfeita beleza. Você estava no Éden, no jardim de Deus; todas as pedras preciosas o enfeitavam (...) Você foi ungido como um querubim guardião, pois para isso Eu o designei (...) Seu coração tornou-se orgulhoso por causa da sua beleza, e você corrompeu a sua sa- bedoria por causa do seu esplendor (...) Você pensa que é sábio, tão sábio quanto Deus”. Ezequiel 28: 12-15 “Você, que dizia no seu coração: Subirei aos céus; erguerei o meu trono acima das estrelas de Deus; eu me assentarei no monte da assembleia, no ponto mais elevado do monte santo. Subirei mais alto que as mais altas nuvens: serei como o Altíssimo”. Isaías 14: 13,14. A rebelião no céu chegou a tal ponto, que Deus precisou expulsar Lúcifer do céu. “Houve peleja no céu. Miguel e os seus anjos pelejaram contra o dragão. Também pelejaram o dragão e seus anjos”. Apocalipse 12:7. Porque Deus não exterminou Lúcifer: a) Lúcifer acusava Deus de ser arbitrário e déspota. Deus permitiu a permanência de Lúcifer para reve- lar que o amor traz liberdade e o pecado traz escravidão; b) Se Deus destruísse Lúcifer, os outros anjos obedeceriam por medo e não por amor; c) Com a demonstração dos males que o pecado traz, o universo inteiro entendeu que o único cami- nho da felicidade é a obediência a Deus. 2. Surgimento do mal no planeta Terra: a) Adão e Eva foram criados para encher a terra; b) Eles tinham contato direto com Deus; c) Eles eram puros e perfeitos; d) Ao não comer o fruto da árvore do “conhecimento do bem e do mal”, eles dariam prova do amor e da dedicação a Deus. Contar a história da tentação de Eva - Gênesis 3 - deixar claro que a serpente era Lúcifer, o anjo rebelde. 15 1– Por que existe o sofrimentosermonário.indd 15 24/2/2012 08:57:24
  16. 16. Eva foi enganada e desobedeceu a ordem divina. Sua escolha juntamente com a de Adão, trouxe para o planeta Terra todas as consequências da ação do pecado. 3. Consequências do pecado: Quando um pai e uma mãe perdem seu filho para morte, a dor é terrível. Mas será que algum casal já sofreu mais do que Adão e Eva ao ver um filho morto? Quando Caim matou Abel, Adão e Eva perceberam a terrível consequência da sua escolha pelo pecado. Tudo o que é ruim, tem sua origem no pecado. Nunca foi plano de Deus que houvesse dor, sofrimento e lágrimas. Lúcifer, que se transformou em Satanás é o culpado de todas as infelicidades do mundo. Ele trouxe o pecado para o planeta Terra. Em nossos dias, Satanás continua tentando derrotar as pessoas: “Estejam alerta e vigiem. O diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar”. I Pedro 5:8. Certa vez uma família estava no zoológico e o pai imaginou que poderia sair do carro para tirar fotos dos leões que estavam na sua frente. Qual não foi a sua surpresa e a causa de sua morte, que havia um outro leão atrás, escondido, que ele não havia visto. No momento em que ele se posicionou para tirar a foto, ele foi atacado por trás. Podemos tirar algumas lições: ( fazer das lições abaixo, aplicações espirituais) a) Nunca confie em leões: eles são traiçoeiros. Satanás é traiçoeiro. b) Nunca dê as costas para os leões: ele é covarde e pode atacar quando você menos espera. Satanás espera o momento de fraqueza para destruir nossa vida. c) Nunca chegue muito perto dos leões: a melhor forma de estar seguro de um leão é ficar longe dele. Quanto mais longe do pecado e de Satanás, mais seguro estaremos. O problema de algumas pessoas é a negação de Satanás. Quando negamos a sua existência, não nos prepa- ramos para enfrentá-lo. Em vários momentos Jesus se confrontou com Satanás e em todos eles Ele o repreendeu. a) Marcos 7:26-30 b) Marcos 9: 17-27 c) Lucas 4: 33-36 d) Lucas 4:36 16 1– Por que existe o sofrimentosermonário.indd 16 24/2/2012 08:57:24
  17. 17. Conclusão: Vivemos em um mundo de maldade. Não podemos negar esta realidade, basta olharmos ao nosso redor. Porém, existe alguém que pode nos salvar e proteger: Jesus. A melhor forma de estar seguro contra as maldades deste mundo é ficar de mãos dadas com o Salvador Jesus. Enquanto estivermos nesta terra, sofreremos as consequências do pecado, mas a Grande Esperança, é a volta de Jesus e a restauração de um mundo perfeito e sem pecado. “Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”. Tiago 4: 7. Pr. Elmar Borges. Líder de Jovens da União Sul Brasileira 17 1– Por que existe o sofrimentosermonário.indd 17 24/2/2012 08:57:24
  18. 18. sermonário.indd 18 24/2/2012 08:57:25
  19. 19. 2 – Seduções Perigosas (Baseado no capítulo 3 do livro: A Grande Esperança) INTRODUÇÃO: Ler: Lucas 18:18-23 Jesus estava chegando a uma nova cidade. Como normalmente acontecia, uma multidão de pessoas for- mada por curiosos, doentes, líderes religiosos e carentes de atenção, tornavam lentos os passos do Mestre. Os discípulos tentaram apressar a caminhada, mas, sem sucesso. Jesus não se importava, até parecia gostar desse contato com o povo. Apenas observando o movimento de longe, alguém acompanhava, com os olhos, cada passo de Jesus. Durante muito tempo aquele jovem e bem sucedido judeu havia escutado boatos sobre o carpinteiro de Na- zaré. E com base nessas histórias criara mentalmente uma imagem de quem era Jesus. Conhecia um pouco de seus discursos, mas o desencontro de informações não o deixava a vontade para emitir uma opinião final de quem era realmente aquele que muito diziam ser o Messias. De repente, as poucas e confusas informações que possuía foram confrontadas com aquilo que via. Jesus não parecia ser alguém cheio de si, vaidoso, óculos escuros, como muitos pop stars modernos. Pelo contrário, ele era simples, simpático e aparentava uma humildade fora do comum. Essa imagem de Jesus fez aquele jovem que havia nascido e crescido na igreja, caminhar em direção à multidão. Com certa dificuldade se aproximou de Jesus, e com um discurso meio programado o questionou: “Bom Mestre o que eu preciso fazer para ser salvo?” Jesus olhou bem nos olhos daquele que o interrogava e logo colocou as coisas em seu devido lugar: Ninguém é perfeito o suficiente para ser bom, senão um que é o Pai. Diante do espanto do jovem, Jesus prosseguiu enquanto provavelmente já sentia uma leve pressão de alguns, que o empurravam: você tem guardado os mandamentos? A resposta veio de imediato: Tenho feito isso desde criança. Então Jesus continuou: Então só te falta uma coisa! Os olhos do rapaz se abriram e sua intuição lhe dizia que estava prestes a receber um grande elogio. Nada seria mais difícil do que tudo o que ele já havia feito em nome da religião. Seria apenas um detalhe a mais a ser cumprido e seu passaporte para a salvação estaria em mãos. Jesus então toma fôlego e responde de uma só vez: Vai, toma tudo o que você tem, venda e distribua aos pobres, depois você vem e segue-me. Vocês conhecem a história. O rapaz virou as costas e foi embora, provavelmente levando no coração um misto de tristeza, frustação e até um pouco de indignação. Quando nos deparamos com esse relato bíblico, apresen- 19 2 – Seduções Perigosassermonário.indd 19 24/2/2012 08:57:25
  20. 20. tado em Lucas 18: 18 a 23, logo temos a tendência de imaginar que Jesus estava fazendo uma severa crítica aos mais ricos. Puro engano! O problema não era os bens que o jovem possuía, mas sim, que importância tinham esses bens em sua vida. DESENVOLVIMENTO O que Jesus estava pedindo mesmo, era a oportunidade de ser a prioridade na vida daquele abastado Judeu. Para aquele jovem, a salvação era importante, mas estava longe de ser o mais importante. Quando analisamos a resposta dada por Jesus, percebemos que os bens materiais podem ser facilmente substituídos por família, amigos, emprego, estudo ou qualquer outra coisa que ocupe um grande espaço em nossos corações. Normal- mente temos a tendência de gastarmos tempo, dinheiro e muito suor naquilo que achamos ser importante. A questão é: que lugar Jesus tem ocupado em minha escala de prioridades? Você já viu pessoas que gastam horas e horas com algum hobby? Muitas vezes não conseguimos compreender como alguém em sã consciência, pode gastar tanto tempo com selos, moedas, chaveiros ou outra coisa qual- quer que seja colecionável. Se você parar para pensar, vai perceber que essas pessoas são movidas pela paixão que sentem por aquilo que colecionam. Mas isso não veio do nada. Provavelmente essa paixão nem existia no início. Aos poucos, foram conhecendo, achando interessante, curioso e até mesmo intrigante. Quanto mais conheciam, mais atraídas ficavam. Aos poucos um novo mundo foi se abrindo diante de seus olhos. Passaram a conhecer e conviver com pessoas que como elas eram apaixonadas por suas coleções. Vendo esse processo, percebo que o primeiro passo para que algo seja grande em nossas vidas, é conhecer. Isso deveria ter acontecido com o jovem rico. Só não deu certo porque ele não conhecia aquele a quem chamou de Mestre. O jovem apenas tinha ouvido falar do suposto Messias. Muito diferente de Pedro, Tiago, João e dos demais discípulos que, através do convívio diário, conheciam muito bem a Jesus. Se o segredo para ser salvo é conhecer e então se apaixonar por Jesus, não existe melhor caminho que o estudo da sua biografia: a Bíblia. Esse livro inspirado por Deus, não deixa dúvidas de quem é o Criador e Recriador da vida. Em cada verso percebemos Deus se revelando, se deixando conhecer pelo homem. Vários personagens na história se renderam à importância da Bíblia e testemunharam do poder desse livro: Abraham Lincoln: “Creio que a Bíblia é o melhor presente que Deus já deu ao homem. Todo o bem, da parte do Salvador do mundo, nos é transmitido mediante este livro”. George Washington: “Impossível é governar bem o mundo sem Deus e sem a Bíblia”. Napoleão: “A Bíblia não é um simples livro, senão uma Criatura Vivente, dotada de uma força que vence a quantos se lhe opõem.” 20 2 – Seduções Perigosassermonário.indd 20 24/2/2012 08:57:25
  21. 21. Rainha Vitória: “Este livro dá a razão da supremacia da Inglaterra”. Isaac Newton: “Há mais indícios seguros de autenticidade na Bíblia do que em qualquer história profana”. No contexto espiritual que envolve o Planeta Terra, o ser humano já nasce bem no meio de um conflito entre o bem e o mal. Deus trava uma luta intensa com as hostes satânicas com o objetivo de resgatar todos os seus filhos. Por outro lado, Satanás não mede esforços para levar cada morador do planeta à morte eterna. Nosso inimigo é extremamente criativo e espalha várias armadilhas nos caminhos que trilhamos. Elas podem ser fatais para a vida espiritual de cada filho de Deus. A leitura da Bíblia é o meio criado por Jesus para que o homem conheça essas armadilhas e se previna contra elas. Davi perdido na escuridão desse mundo, já via nessa estratégia um ótimo caminho para vencer o inimigo (Salmos 119:105). Satanás sabe que se aplicarmos o conhecimento deixado por Deus, na Bíblia, suas possibilidades de vitória serão grandemente reduzidas (II Tim 3:15-17). Então, um de seus mais ferrenhos objetivos é nos manter longe da Palavra de Deus. Grandes técnicos esportivos atribuem boa parte do seu sucesso às estratégias que adotam para vencer obstáculos, diminuir tempo e baterem recordes. No campo espiritual, não é diferentes. Se desejarmos chegar à Bíblia, conhecer Jesus e obter a salvação, temos que criar algumas estratégias que nos possibilitem alcançar esse objetivo. Primeira Estratégia Romanos 12:2: Esteja sempre pronto para conhecer algo novo. A Bíblia é uma fonte inesgotável de conhe- cimento. Sempre haverá algo novo a aprender. Deus é infinito e como a Bíblia é sua biografia, já da para entender quanto conhecimento existe nela. Ao mergulhar em suas páginas certamente alguns conceitos serão reafirmados e novos surgirão. Segunda Estratégia Salmo 5:2-3: Escolha um bom momento para o estudo da Bíblia. Davi estava certo, não existe melhor horário para um contato mais íntimo com o Pai do que as primeiras horas de cada dia. Antes de fazer qualquer coisa, descubra o que Deus deseja ensinar-lhe naquele dia. As informações que Deus lhe dará através do estudo da Bíblia podem ser usadas no decorrer de um dia que ainda é desconhecido para você. Com a mente descan- sada, mergulhe logo pela manhã nos braços de Jesus. Isso demonstra que, mais importante que qualquer outra coisa a fazer durante o dia é dar bom dia a Jesus, através do estudo da Bíblia, e isso é sua prioridade. Terceira Estratégia Estabeleça uma sequência de estudo. Defina quais livros você deseja ler primeiro. Você poderá usar o ano 21 2 – Seduções Perigosassermonário.indd 21 24/2/2012 08:57:26
  22. 22. bíblico (plano de leitura da Bíblia em um ano que tem seu início em Gênesis e término em Apocalipse) ou re- alizar uma leitura aleatória. Talvez um bom caminho, se você desejar adotar o plano aleatório, é iniciar com os pequenos livros do antigo testamento, depois continuar com os maiores: Atos, Salmos e aí por diante. Busque primeiro aqueles livros que mais lhe chamam a atenção. Não se esqueça de anotar os livros que você já leu. Quarta Estratégia Efésios 6:17-18: Ore pedindo a Deus entendimento para o estudo que irá realizar. Como seres humanos “dani- ficados” pelo pecado, perdemos a capacidade, que certamente Adão e Eva possuíam, de aprender tudo muito rápido e sem esforço. Após a queda, o ser humano criou uma resistência a qualquer coisa que o leve para mais perto de Deus. Santidade e pecado são antagônicos e como esse mundo ainda é governado por Satanás, é compreensível que tenhamos dificuldade em assimilar a vontade explícita de Deus. Sem o apoio divino será muito difícil compreendermos e aplicarmos a vontade de Deus em nossas vidas. Quinta Estratégia Mateus 13:23: Procure aplicar os conhecimentos adquiridos com o estudo da Bíblia ao seu dia a dia. A existên- cia de Deus vai muito além da teoria. Aquilo que Deus propõe a cada um de nós é a prática do caminhar lado a lado com o Mestre. O cristianismo pode e deve ser vivido em cada momento do nosso dia; no trabalho, escola, namoro, passeio com os amigos, compras e tudo mais que faz parte da nossa rotina. Jesus não deixou dúvidas da importância que o estudo da Bíblia tem na vida de seus filhos, isso fica evidente em João 5:39: “Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testi- ficam de mim.” Em outras palavras, se você deseja conhecer a Jesus e se apaixonar por ele, o melhor e mais eficiente caminho é através do estudo da sua Palavra. Quando isso acontecer, você então terá uma grande coleção, não de selos ou chaveiros, mas de bênçãos. Pr. Marco Bueno Pastor da Igreja Central de Blumenau 22 2 – Seduções Perigosassermonário.indd 22 24/2/2012 08:57:26
  23. 23. 3 – Vida Para Sempre (Baseado no Capítulo 4 do livro: A Grande Esperança) INTRODUÇÃO Texto Chave: Eclesiastes 3:11 Você já pensou se existisse uma “fórmula mágica”, um “comprimido” administrado em dose única, que ao ser adquirido e ingerido garantisse a vida eterna? Quanto você pagaria por este “medicamento”? Em outras palavras, quanto você seria capaz de investir para não morrer e viver para sempre? Esta possibilidade de vida eterna existe, é real e está acessível a todo aquele que aceita a Cristo como seu Salvador, mesmo daquele que for atingido pela cruel morte. Conta-se que Alexandre, o Grande, compartilhou com um de seus generais, 3 surpreendentes desejos que gostaria que fossem devidamente atendidos, por ocasião de sua morte: 1. Que seu caixão fosse transpor- tado pelas mãos de alguns importantes médicos da época; 2. Que fossem espalhados no caminho até seu túmulo alguns de seus tesouros conquistados como prata, ouro e pedras preciosas; 3. Que suas mãos fossem deixadas estendidas, uma de cada lado, para fora do caixão, à vista de todos. O general, que ouvia atentamente, pergunta a Alexandre a razão destes três pedidos inquietantes. E obteve como resposta, as seguintes considerações e explicações: 1. Quero que os mais eminentes médicos carreguem meu caixão para mostrar que eles não têm poder de cura perante a morte; 2. Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros conquistados para que as pessoas vejam que os bens materiais aqui adquiridos, aqui permanecem; 3. Quero que minhas mãos estejam estendidas ao vento para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos e de mãos vazias partiremos. Que percepção e convicção diante da trágica realidade da morte! Nesta noite, vamos refletir sobre este que é um dos principais mistérios do fim do mundo: a morte. Porém, o objetivo principal é o de que nossa mente seja conduzida ao Doador da vida eterna, Àquele que “tudo fez formoso em seu devido tempo e que também pôs a eternidade no coração dos homens”. Eclesiastes 3:11 23 3 – Vida Para Sempresermonário.indd 23 24/2/2012 08:57:26
  24. 24. QUEDA LIVRE Quantos aqui já foram ao Hopi Hari ou ao Beto Carrero World para desfrutar de um passeio recheado de aventuras? Sendo um pouco mais direto, quantos aqui já “desceram” pela La Tour Eiffel (localizada no Hopi Hari), um elevador de 69 metros de altura, cuja queda livre atinge aproximadamente 85 Km/h, em apenas 4 segundos? Ou mesmo na Big Tower, a atração mais alta do Beto Carrero World, com 100 metros de queda livre, e que alcança uma velocidade de 120 km/h? Para você que já foi, qual é a sensação durante a queda? Pavor, morte? A maior queda livre ocorrida em nosso Universo foi resultada não de um passeio, entretenimento ou aven- tura, mas de uma legítima rebelião. A Palavra de Deus apresenta alguns detalhes desta queda que tem nos atingido diretamente: “E houve guerra no Céu: Miguel e Seus anjos batalhavam contra o dragão... E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama diabo e Satanás, que engana a todo o mundo. Ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele... Ai dos que habitam na Terra, pois o diabo desceu até vós, cheio de grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta”. Apocalipse 11: 7, 9,11 CRIADOR X ENGANADOR Lembra-se da brincadeira do telefone sem fio? Uma pequena história era contada para alguém, que “re- passava” a informação adiante, que por sua vez transmitia a outro e etc.? O último terminava ouvindo uma “história” totalmente distorcida de sua originalidade. O livro de Gênesis narra não apenas a criação da vida nesta Terra, mas também a triste realidade da morte, originada pela aceitação da mentira, como se fosse verdade. Deus, que criou o mundo em seis dias, e no sétimo descansou, ao contemplar cada etapa diária concluída, exclamava: “eis que era bom”. De fato, Deus é a fonte da vida e da perfeição! Até mesmo Lúcifer, enquanto anjo de luz no Céu, era “perfeito em seus caminhos, desde o dia em fora criado, até que se achou a iniquidade nele”. (Ezequiel 28:15). Não temos como entender como um ser perfeito, em um ambiente perfeito, origina o mal. Na realidade, o que fica evidente, é que o mal representa a rejeição do bem e Deus criou tanto os anjos como os seres humanos com a capacidade e liberdade de O escolherem ou O rejeitarem. E após sua expulsão do Céu, o diabo teve acesso ao perfeito jardim do Éden, utilizando uma serpente. Sua artimanha característica foi a de distorcer, mediante o engano e a mentira, as palavras de Deus. Deus havia advertido o primeiro casal da Terra a não comer do fruto proibido e sua inevitável consequência, caso comessem: “mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás, pois no dia em que dela comeres, certamente morrerás” Genesis 2:17 24 3 – Vida Para Sempresermonário.indd 24 24/2/2012 08:57:27
  25. 25. Vale notar que Deus, ao advertir nossos primeiros pais no Éden, não fez uma pergunta ou uma sugestão, simplesmente afirmou. Por outro lado, o diabo trabalhou e trabalha no sentido inverso, pois primeiro per- gunta, lançando a dúvida: “É assim que Deus disse: não comereis de toda árvore do jardim?” Genesis 3:1 para finalmente sentenciar a mentira, não como pergunta, mas como uma afirmação: “Certamente não morrereis” Gênesis 3:4. O único que prometeu vida na desobediência foi o grande enganador. Entretanto, a Bíblia clara- mente afirma que o “salário do pecado é a morte” Romanos 6:23. E justamente este salário que certamente abriríamos mão de receber, é pago em dia e dependendo das escolhas, até antecipadamente! Desta forma, a semente da crença que o homem é imortal, mesmo sendo pecador, foi ouvida já pelos pri- meiros habitantes deste planeta, e infelizmente aceita como se fosse digna de crédito. “Depois da queda, Satanás ordenou a seus anjos que difundissem a crença na imortalidade natural do ser humano. Ao induzirem o povo a receber esse erro, deveriam levá-lo a concluir que o pecador viveria em eterna desgraça. Hoje o príncipe das trevas representa Deus como um tirano vingativo, declarando que Ele mergulha num inferno todos aqueles que não Lhe agradam e que, enquanto se contorcem em chamas eternas, o Criador olha para eles com satisfação. Assim, o chefe dos demônios reveste com seus próprios atributos o Benfeitor da humanidade” (Ellen White, A Grande Esperança, p.36) A GRANDE ESPERANÇA – João 11:25 Alguém, certa vez disse o seguinte: “Você nasce sem pedir e morre sem querer. Aproveite o intervalo.” Frase curiosa esta, não? Afinal, existe vida após a morte? E durante a morte? O que a Bíblia diz a respeito? É essencial entendermos isso, para não sermos engolidos pelos enganos satânicos nestes últimos dias da história terrestre. Veja o que a inspiração profética adverte: “Mediante os dois grandes erros - a imortalidade da alma e a santidade do domingo - Satanás há de enredar o povo em suas malhas. Enquanto o primeiro lança o fundamento do espiritismo, o último cria um laço de simpatia com Roma”. (Ellen White. Eventos Finais, p. 157) A instrução bíblica contra este engano da imortalidade é vasta dentro das Escrituras Sagradas. Consideremos somente 2 trechos, devidamente selecionados. Vamos ler: Eclesiastes 9:5-6 e 10 e I Tessalonicenses 4:16-17 Fica evidente que as oportunidades que Deus nos confere são em vida. Na morte, não existe consciência alguma, muito menos decisões. O texto de Eclesiastes nos desafia a fazermos tudo da melhor forma possí- vel, aproveitar ao máximo as oportunidades concedidas nesta vida, pois estas escolhas definirão o destino eterno. Em I Tessalonicenses destaca-se a promessa da volta gloriosa do Senhor, trazendo a recompensa 25 3 – Vida Para Sempresermonário.indd 25 24/2/2012 08:57:27
  26. 26. dos fiéis, garantindo-lhes a vida eterna até mesmo daqueles que experimentaram a morte, crendo nEle, pois afinal, em Cristo “há vida original, não emprestada, não derivada” (Ellen White, O Desejado de Todas as Nações, p. 530). CONCLUSÃO Em que você tem acreditado hoje? Ou melhor, em quem você tem acreditado, depositado suas esperanças e expectativas? Quem tem lhe ajudado a decifrar os mistérios do fim do mundo em sua vida? São os líderes re- ligiosos? Seu time favorito? Seria a mídia? Seria a moda? Os ídolos? Ou as redes sociais de relacionamentos? Seus passos inevitavelmente seguirão na direção de suas crenças e prioridades! A quem você tem seguido? Onde deseja passar a eternidade? Se a morte porventura lhe batesse à porta, você morreria na bendita esperança de viver para sempre ao lado de Cristo? Hoje é o dia da graça! Agora é o tempo da salvação! Você quer renovar seu compromisso de seguir a Jesus e a Sua Santa Palavra em todos os aspectos de sua vida? Ter um relacionamento de namoro ou casamento digno da aprovação divina? Ser fiel no tempo e nos recursos, reconhecendo a Soberania de Deus? Construir relacionamentos reais e virtuais, com padrões morais elevados e espirituais? Lembre-se das palavras inspiradas: “Eu vim para que tenhais vida, e vida em abundância”. João 10:10 Pr. Jayme Gandra Líder de Jovens da Associação Sul Paranaense 26 3 – Vida Para Sempresermonário.indd 26 24/2/2012 08:57:28
  27. 27. 4 – Falsa Esperança (Baseado no capítulo 5 do livro: A Grande Esperança) INTRODUÇÃO Vocês eram tão felizes, companheiros inseparáveis. Sempre desfrutando da presença um do outro e amando mais e mais cada minuto juntos. Um dia lindo de sol traz junto com seus raios a triste notícia: a pessoa que você mais ama aqui nessa terra infelizmente chegou a óbito. Seu coração está despedaçado, a alegria sim- plesmente abandonou sua alma, você não consegue mais ver brilho em nada e tudo que você mais queria era poder ter novamente ao seu lado quem você tanto ama. Têm coisas nessa vida que não dá para mudar, e você, indiscutivelmente, tem que aceitar. Veja agora outra cena. Ela passou anos de sua vida esperando desejosamente que desse certo o sonho de ser mãe. Eles preparam tudo e já sabem até o sexo, então o quartinho é todo adaptado a este pequeno ser que vai chegar. Está che- gando a hora! Ambos numa expectativa inexplicável e descontrolada, ela entra na sala de parto e o inespe- rado acontece! A situação complica-se de repente e depois de tanta reviravolta naquele hospital, ela acorda deitada na cama olha de um lado e outro procurando o pedacinho de vida que trouxe alegria a sua vida antes mesmo de aparecer nesse mundo, nem nota que ali do seu lado sentado e desfalecido de tristeza está seu marido, que só estava esperando ela acordar para dar-lhe a triste notícia: “nosso bebê morreu, querida. Não deu certo. Ele está morto!” Dura e amarga a realidade que esforçamo-nos para nem ouvi-la e mais longe ainda de aceitá-la e prosseguir a vida com essa ferida aberta que sangra cada hora que lembramos. Verdade que sufoca o coração num sentimento que parece que ninguém no mundo todo é capaz de imaginar sua dor! Diante de tal situação existem dois caminhos, duas escolhas: I – ACREDITAR QUE A MORTE É O FIM DE TUDO. A morte é o fim absoluto! As pessoas se transformam em terra e é isso. Nunca mais você verá essa pessoa, restando assim apenas as lembranças do tempo em que viveram juntos, e para essa mãe e esse pai, a dor de nunca ter visto o rostinho de seu filho, o triste fato de nunca ter sentido o cheirinho de seu neném, de não tê-lo visto nascer e crescer e de nunca ter pronunciado seu nome que foi escolhido com tanto cuidado e carinho. Ou seja, morte cruel devassadora que traz ao homem o desespero de nada poder fazer quando ela chega, morte que põe para sempre uma pedra em cima dos seus sonhos sem se importar com o sofrimento 27 4 – Falsa Esperançasermonário.indd 27 24/2/2012 08:57:28
  28. 28. que vai torturar você todos os dias até o dia em que ela vem e também o leva para sempre! Morte que faz você sentir que não é nada, que não há ninguém que se importe com sua vida, afinal, um dia você também vai virar pó, um dia você também deixará de existir para sempre! Bem, essa é uma opção de crença, mas em contrapartida temos a segunda opção: II – ACREDITAR QUE A MORTE NÃO É UM PONTO FINAL. A morte não é um ponto final em sua vida, ela é uma vírgula. A Bíblia diz que ela é apenas um sono profundo (Daniel 12:2; Salmos 17:15) e que há alguém que está acima da morte! Sim, Jesus é a ressureição e a vida. Ele promete e garante! Confira comigo em João 11:25. Sim! Jesus vem para acordar a quem a morte fez dormir, Ele vai chamar os Seus que confiaram em Suas promessas (1Tessalonicenses 4: 13-15), Ele é o Deus da vida e o Senhor da morte, Ele a venceu depois de três dias de morto e vai fazer o mesmo na vida de todos que hoje esperam Nele, vai trazer de volta os queridos que se foram sem dizer adeus! Todos nós desejamos ser IMORTAIS, na verdade, essa palavra é tão bonita e profunda que até nem parece ser real. Mas enquanto ela não se torna possível a nós, Deus nos alerta de algumas verdades em relação à morte e aos mortos: 1. Existe o enganador que desde o princípio de tudo mexeu nesse assunto confun- dindo a cabeça do homem e causando-lhe dúvidas em relação ao que Deus já havia afirmado. Abra a sua bíblia e confira Gênesis 2: 16-17 e Gênesis 3: 4-5. Deus disse no jardim do Éden que se Adão e Eva desobedecessem, certamente morreriam. O inimigo garan- tiu a Eva o contrário, ou seja, que eles não morreriam. Deus declarou que no estado de pecado que o homem se encontra aqui nessa terra ele estaria sujeito a mor- te e Satanás garantiu ao homem que ele era imortal. Baseado nesse engano ele pôs no coração do homem falsas esperanças sobre a imortalidade. Se Deus garantiu que o homem morreria, por que os homens tentam comunicar-se com os mortos? Deus 28 4 – Falsa Esperançasermonário.indd 28 24/2/2012 08:57:28
  29. 29. garantiu que os mortos não sabem de nada, não escutam nada, não falam nada, não pensam em nada, não se preocupam com nada, não ajudam em nada, não atrapalham em nada. Veja Eclesiastes 9:5. Toda vez que Deus declara suas verdades, o inimigo sempre tenta fazer-nos crer no contrário. VERDADE MENTIRA Gn 2:7 - Deus afirma que o homem é uma alma. O inimigo diz que todo homem tem uma alma. Deus afirma que o sopro de sua boca trouxe-lhe a O inimigo afirma que o espírito do homem tem vida (Gn 2:7). vida. Ec 12:6 - Deus declara que quando morremos o pó O inimigo diz que o pó volta a terra e a alma do ho- volta a terra e o sopro de sua boca volta para Deus, mem sobe para o céu ou desce para o inferno. resumindo assim a vida do homem. Lv 19:31, 20:27 - Deus diz que não devemos con- O inimigo diz que um parente morto pode voltar a sultar os mortos. falar com você! Não existe reencarnação! Os seres humanos sempre viveram e sempre vive- rão. Cada indivíduo segue morrendo e reencarnan- do, idealmente em sucessivas mais elevadas for- mas de vida. Um inseto pode reencarnar como um rato, o rato como um cão, o cão como um macaco, e o macaco como um ser humano. Existem pessoas que afirmam ter visto alguém que já morreu e até falado com o morto. Deus o desmascara avisando que são espíritos de demônios enganadores. 2. A Bíblia condena todos os esforços para se comunicar com os mortos através de médiuns espíritas. “Não recorram aos médiuns, nem busquem a quem consulta espíritos”, disse Moisés aos antigos Israelitas em Levítico 19:31. “Não permitam que se ache alguém entre vocês que… pratique adivinhação, ou se dedi- que à magia, ou faça presságios, ou pratique feitiçaria, ou faça encantamentos; que seja médium, consulte os espíritos ou consulte os mortos” (Deuteronômio 18:10-11). Séculos mais tarde, o profeta Isaías advertiu, “Quando vos disserem: Consultai os necromantes e os adivi- nhos, que chilreiam e murmuram, acaso, não consultará o povo ao seu Deus? A favor dos vivos se consulta- rão os mortos?” (Isaías 8:19). 29 4 – Falsa Esperançasermonário.indd 29 24/2/2012 08:57:28
  30. 30. Há uma boa razão do por que os escritores da Bíblia tão vigorosamente condenaram o espiritismo e a bru- xaria: Estas práticas são um convite aberto para os seres demoníacos nos enganar! A Bíblia nos adverte que “Satanás se disfarça em anjo de luz” (2 Coríntios 11:14). O Apocalipse prevê que nos últimos dias da história da Terra, uma religião cristã apóstata vai se tornar “morada de demônios, covil de toda espécie de espírito imundo”, e que os maus espíritos irão “aos reis de todo o mundo, a fim de reuni-los para a batalha do grande dia do Deus todo-poderoso” (Apocalipse 18:2; 16:14). Os enganos de Satanás no fim dos tempos serão tão inteligentes que o povo de Deus estará em perigo de ser enganado! (Mateus 24:24). Não admira que Deus adverte os cristãos contra o fascínio enganador do espiritismo! Alguns também acreditam que quando morto, a alma sai da pessoa e se for bom, vai para o céu se for mau para o inferno. Deus tem mesmo um céu lá em cima esperando por nós, seus filhos, mas em nenhum mo- mento a Bíblia declara que assim que morremos vamos para o céu. O céu não é lugar de defunto, depois de mortos, para subir precisamos da ressurreição oferecida por Jesus e a Bíblia garante que Ele só fará no dia final quando Ele vier nos buscar (I Tessalonicenses 4: 16-17). E quanto à tese de que os mortos condenados já descem ao inferno, a Bíblia tem uma relação de homens que morreram perdidos, mas não tem um texto se quer que nos dê essa afirmativa, e mais, inferno? O que é isso? Onde fica? Quem sabe o endereço? O inimigo é tão desgraçado que nem casa tem. A bíblia diz que seu lar era o céu, mas Deus o expulsou de lá e ele ficou tão sem rumo que caiu aqui nessa terra. Ele não tem casinha cheia de fogo esperando os conde- nados que vão morrendo para fazê-los sofrerem. Quem vai punir o homem por seus pecados é o próprio Deus e Ele não tem parceria nenhuma com o demônio a ponto de pedir a ajuda dele pra execução dos condenados. A Bíblia afirma que haverá sim um lago de fogo e que o próprio demônio será nele executado e destruído para sempre (Mateus 25:41). Deus também jamais deixaria seus filhos mesmo que perdidos e condenados queimando eternamente. Se assim o fosse o homem realmente seria imortal, pois nunca seria destruído. CONCLUSÃO Querido amigo! Deus é honesto com você porque Ele é justiça e verdade. 30 4 – Falsa Esperançasermonário.indd 30 24/2/2012 08:57:29
  31. 31. Ele te avisa em sua palavra que você precisa preparar-se para o dia final ou para sua morte, porque se você morrer sem arrependimento dos seus pecados, você ressuscitará para ser por Ele julgado e condenado no dia final. Mas se você hoje aceita Jesus em sua vida, como aquele que já sofreu a condenação eterna e morreu por você a morte eterna e que ressuscitou, então ele vai chamar você na tumba e vai levar você para viver a eternidade ao seu lado. Para os salvos a eternidade de alegria e paz no céu. Aos perdidos a morte eterna. Para quem perdeu alguém que muito amava, para quem foi assaltado pela morte, existe JESUS como a solução e resposta a sua frustração. Aos mortos que hoje se foram, descendo à região do silêncio, se morreram com Jesus no coração, serão levantados das sepulturas um dia e transformados para viverem a eternidade com seu Deus. E aos que não aceitaram Jesus em sua vida, a ressureição e condenação no juízo final decretando então fogo e destruição eterna! Vale apena confiar nas promessas do Senhor! As promessas do Senhor são verdadeiras e sempre se cum- prem. Ele é o único que pode nos libertar dos braços da morte, mas só pode fazê-Lo se entregarmos toda nossa vida a Ele! Deus abrace você agora onde estiver e cuide do seu coração que, mesmo doendo, não vai ser falsamente confortado por uma afirmação mentirosa. Espere um pouco mais e você vai ter a chance de rever queridos que tanto ama! Deus console o seu coração e dê a você a certeza de que quem crer em Cristo ainda que morra viverá. Apegue-se nesta verdadeira ESPERANÇA e em breve, estaremos num lugar onde não haverá morte e com Jesus reinaremos para sempre! Você deseja estar neste lugar? Pr. Rafael Santos Líder de Jovens da Associação Catarinense 31 4 – Falsa Esperançasermonário.indd 31 24/2/2012 08:57:29
  32. 32. sermonário.indd 32 24/2/2012 08:57:29
  33. 33. 5 – A Paz Verdadeira (Baseado no Capítulo 6 do livro: A Grande Esperança) “Deixo-vos a paz; a minha paz vos dou. Não a dou como o mundo dá...” João 14:27 Introdução Imagine a cena. Você numa ilha paradisíaca, deitado à sombra numa rede entre coqueiros, olhando aquele mar azul quase transparente; a brisa suave lhe balança vagarosamente enquanto você bebe água de coco. Isso tudo sem chefe, sem trânsito, sem barulho e sem nada que o incomode. Ao contemplar a natureza tranquilamente, você dá um suspiro e diz pra você mesmo: “Isso que é paz de verdade...” Porém, essa “paz verdadeira” acaba quando vem um tufão de areia nos seus olhos, uma aranha pula em você e a sua mãe liga brava perguntando por onde você anda e porque não lavou a louça! Como uma “paz verdadeira” pode acabar tão rapidamente e por pouca coisa? Pois, tudo o que é legítimo e verdadeiro têm que ser duradouro. Então, o que o mundo chama de paz verdadeira, na verdade não é. Mas então, o que é a paz verdadeira? Onde a encontro? A Paz Verdadeira E se eu te dissesse que a paz não está num lugar ou em pessoas; nem na tranquilidade, muito menos na fartura. A paz que nos liberta da angústia desse mundo está na Lei! E isso faz todo sentido. Alguns líderes religiosos afirmam que Cristo, em Sua morte, aboliu a lei. Para isso, distorcem a prática da lei dizendo que ela é pesada, insípida e nos transforma em escravos. O evangelho que eles pregam é separado da lei, mas não era assim que os profetas e apóstolos consideravam a santa lei de Deus. Escreveu Davi: “Andarei em verdadeira liberdade, pois tenho buscado os Teus preceitos” (Salmo 119:45). O apóstolo Tiago se refere aos Dez Mandamentos como “a lei perfeita, que traz a liberdade” (Tiago 1:25). O apóstolo João pronun- cia uma bênção sobre todos os que “obedecem aos mandamentos de Deus” (Apocalipse 12:17; 14:12).” Ellen White, A Grande Esperança pg. 55. E o próprio Jesus veio para “tornar grande e gloriosa a Sua lei” (Isaías 42:21). Disse Jesus: “Não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir. [...] Enquanto existirem céus e Terra, de forma alguma desaparecerá da Lei a menor letra ou o menor traço” (Mateus 5:17, 18). A respeito de Si próprio, Cristo 33 5 – A Paz Verdadeirasermonário.indd 33 24/2/2012 08:57:29
  34. 34. disse: “Tenho grande alegria em fazer a Tua vontade, ó Meu Deus; a Tua lei está no fundo do Meu coração” (Salmo 40:8). Percebe a importância da Lei de Deus como libertadora da angústia do mundo e da falsa paz que o mesmo oferece? Entretanto, gostaria ainda de reforçar esse conceito analisando outro aspecto. Acompanhe o raciocínio. Lembra-se do termo conversão? E santificação, sabe o que é? Veja o exemplo: Um homem está andando para o leste - acompanhando o fluxo - em busca da paz. Porém, ele deveria andar para o oeste, pois é lá que ela está. Aí ele encontra um jovem andando no contra-fluxo e pergunta: “para onde você está indo?”“Estou indo em busca da paz!”, responde o jovem. “Mas, para o oeste?”, ele retruca. “Sim, a verdadeira paz é para lá.” Então, o homem começa a andar em sentido contrário também. Essa mudança de sentido chama-se conver- são. E agora ele vai andar e andar de volta até o oeste. Essa caminhada chama-se santificação. Agora, veja o que Ellen White escreveu no livro A Grande Esperança pg.55 “o objetivo da conversão e santi- ficação é reconciliar as pessoas com Deus, pondo-as em harmonia com os princípios de Sua lei. Logo depois da criação, o ser humano estava em perfeita harmonia com a lei de Deus (oeste). O pecado, porém, afastou-o do Criador. O coração estaria em guerra contra os princípios da lei de Deus. “A mentalidade da carne é inimiga de Deus porque não se submete à Lei de Deus, nem pode fazê-lo” (Romanos 8:7) (leste). Mas “Deus tanto amou o mundo que deu o Seu Filho Unigênito” (João 3:16) para que o ser humano pudesse ser reconciliado com Deus, restaurado à harmonia com o seu Criador (oeste).” Agora, vamos colocar esses conceitos em termos práticos. Para encontrar a paz devemos nos convencer dos nossos pecados e reconhecermos que o “Pecado é a transgressão da Lei” (1 João 3:4). De outra forma, “É mediante a Lei que nos tornamos plenamente conscientes do pecado” (Romanos 3:20). Aí então, entra o poder do evangelho de Cristo para nos libertar da condenação do pecado. Para isso, devemos nos arrepender diante de Deus, pois quebramos Sua lei, confessarmos os erros e acreditarmos no sacrifício de Jesus para nos perdoar. Contudo, a prática não termina aí. Após isso, devemos dia-a-dia crescer na obediência à sua Lei. Mesmo andando na contramão, vamos nos aprimorando na obediência a Deus. Assim, vamos nos libertando cada vez mais da angústia e da paz falsificada do mundo, e nos envolvendo gradativamente na paz verdadeira. Conclusão Lembra-se da ilha paradisíaca? As pessoas pagam caro para ter paz por dois ou três dias num lugar assim. E depois voltam para o tormento. 34 5 – A Paz Verdadeirasermonário.indd 34 24/2/2012 08:57:29
  35. 35. Não esqueça: A verdadeira paz é a libertação permanente das angústias da vida; e o segredo para usufruir dessa maravilha é a completa obediência à Lei de Deus. Não se deixe influenciar pelos argumentos diabólicos de que a Lei reprime, sufoca, que é como carregar um saco de pedras. Não! Enquanto obedecermos a essa Lei de amor, estaremos livres das consequências do pecado, livres da dor de consciência e preservados das turbulências da transgressão. Você não tem paz? É escravo da ansiedade e angústia e não tem razão aparente para sofrer assim? Então, examine seu coração e confesse a Deus a qual parte da Lei você está desobedecendo; se arrependa e tome a decisão de não se afastar da Lei. E você terá a paz do Senhor. Pr. Lelis Silva Líder de Jovens da Associação Norte Catarinense 35 5 – A Paz Verdadeirasermonário.indd 35 24/2/2012 08:57:30
  36. 36. sermonário.indd 36 24/2/2012 08:57:30
  37. 37. 6 – Nossa Única Esperança (Baseado no Capítulo 7 do Livro: A Grande Esperança) Introdução Em 1958, um documentário divulgou que os lemingues, pequenos roedores escandinavos, se jogavam, em grupos, de precipícios. Especulou-se que seria um sem sentido suicídio coletivo. Hoje se sabe que era “efeito manada”, ou seja, caso um lemingue desatento que está a frente do grupo cai em um penhasco, os que vêm atrás pulam junto. Trágico não. O mundo atual tem também o seu “efeito manada”, as coisas não estão dando tão certo. Apesar de grandes avanços em muitas áreas, parece que estamos caminhando rumo a um precipício. Cegos espirituais guiando outros cegos. Por exemplo, a medicina nunca esteve tão avançada, mas as doenças continuam levando milhares à morte a cada dia. Podemos conversar com amigos e familiares constantemente, celular, facebook, skype, messen- ger, mas as pessoas continuam sentindo solidão. Nunca tivemos tanto conforto e bens e nunca houve tanta depressão e tristeza. A Grécia, que em 2010 foi apontada pela OMS como o país com menor taxa de suicídio em nível internacional, teve um aumento de 40% de suicídios, devido às dificuldades econômicas atuais. Estamos seguindo por um rumo que conduz ao precipício. O líder deste grupo que caminha para a destruição é o próprio Satanás que um dia foi lançado fora do céu, condenado e caído agora tenta conduzir as multidões por quem Cristo morreu, e que poderiam ir ao Céu, para a destruição. Está claro que é hora de avaliarmos se estamos no caminho certo. A Bíblia é a lâmpada para os pés e luz para o caminho neste período escuro. Salmo 119:105 Nossa única esperança é seguir a orientação de Salmos 119:11 “ Escondi a Tua palavra no coração para não pecar contra Ti” O GPS Perfeito Hoje temos uma ferramenta interessante, o GPS. Com um aparelho destes bem atualizado, é possível ir do Rio Grande do Sul ao Canadá orientado por uma voz, geralmente feminina, que avisa quando devemos virar, ou seguir. É só ficar de olho no mapa e seguir as orientações. É verdade que todos que usam esta ferramenta 37 6 – Nossa Única Esperançasermonário.indd 37 24/2/2012 08:57:30
  38. 38. têm alguma história que não deu tão certo. O GPS aprontou uma pegadinha ao motorista. Porém, ele é uma boa ilustração de um mapa que nunca falha, a Bíblia. Podemos dizer que esse GPS é infalível: A Palavra de Deus. A Bíblia somada à voz do Espírito Santo tem conduzido às pessoas a Canaã Celestial. Nossa única segurança é a palavra de Deus. O inimigo vai colocar obstáculos no caminho, oferecer atalhos, desvios e caminhos alternativos, mas a palavra adverte. “Entrai pela porta estreita, larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz a perdição” Mateus 7:13-14 • Mentira Misturada com verdade Devemos estudar a Bíblia com oração, ouvindo sua voz. A verdade é que ninguém falsifica uma nota de 30 reais. A verdade e o erro estão misturados. Por isso religiões baseadas em esoterismo, centradas no ser humano e não em Deus, que buscam contato com os mortos, têm muitas coisas boas, falam de amor, mas Deus preparou com muito carinho o manual de orientações para que o seu povo permaneça no caminho estreito e correto. Estes caminhos de verdade misturados com erro, ainda que não estejam descaradamente apontados ao abismo são alheios à Bíblia e conduzirão para a queda e destruição. Vergonha de ser Puro e Honesto Uma das estratégias atuais do nosso inimigo é a oposição e zombaria para quem quer ser fiel e honesto. A campanha ganha força com filmes que exaltam aquele que foi desonesto ou com a pressão sobre alguém que deseja ser puro e fiel a toda prova. Precisamos estar com o mapa na mão e atenção à voz de Deus em todo o caminho. Somos peregrinos neste mundo e as coisas eternas precisam ser superiores. Na época de Cristo, os discípulos estavam ligados a coisas materiais e isso impediu que a verdade sobre a missão de Cristo fosse admirada e guardada no coração. Esperavam glórias mundanas para os discípulos do futuro rei de Israel. Queriam pouco, pois a proposta eram glórias eternas ao servir o rei do Universo. O mesmo tem acontecido atualmente. Estamos trocando os tesouros celestiais por moedinhas. • 20 Reais ou 1 Milhão Imagine que alguém te oferecesse um cartão de crédito especial. Que pode ser usado uma única vez. Se você fizer uma retirada de dinheiro nunca mais poderá fazê-lo. A qualquer momento é só ir ao caixa eletrônico e retirar 20 reais, mas o legal da proposta é que se você esperar 10 anos pode retirar 1 milhão. 38 6 – Nossa Única Esperançasermonário.indd 38 24/2/2012 08:57:30
  39. 39. E aí vale a pena esperar? Um dia a fome está enorme, você não tem nenhum centavo. Sente o cheiro de um delicioso restaurante, uma placa chama a tua atenção! Promoção apenas 15 reais! E aí você troca 1 milhão pela satisfação de um momento? Milhares têm aceitado a proposta do falso líder deste mundo e trocado a eterna felicidade por momentos de falsa alegria. Quem você vai seguir? Hoje as pessoas têm escolhido o caminho a seguir baseado em: • Opinião de Intelectuais; • Maioria; • Tradições; • Ciência; • Própria opinião; • Artistas e Celebridades. Um exemplo é a cantora Amy Winehouse encontrada morta no dia 23 de julho de 2011 aos 27 anos. Veja os detalhes contados via Web. Às 13h44 retuitei o @portalr7, a notícia da morte de Amy Winehouse. Às 13h45 já tinha recebido três respostas sobre a coincidência de tantos astros morrerem aos 27 anos. Às 13h58, a Wikipedia - maior enciclopédia livre da web - já havia atualizado a morte em seu perfil. Às 14h50, a página da cantora no Facebook tinha 2.276.331 fãs. Às 14h51, tinha 2.277.811 fãs. Ganhava cerca de 1.500 novos admiradores por minuto. Às 14h56, o twitter oficial de Amy tinha 267.849 seguidores. Às 14h57, subira para 268.758 segui- dores. Crescia cerca de 1.000 por minuto. São milhares seguindo alguém que caminhava para a destruição seguindo o caminho traçado pelo inimigo de Deus. Está na hora de seguirmos a palavra de Deus. Nossa única segurança. “Mas Deus terá um povo que mantém a Bíblia, e a Bíblia somente, como padrão de todas as doutrinas e base de todas as mudanças.” A Grande Esperança- E. G. White p. 65 É perigoso seguir as orientações de homens, bispos, pastores, padres e até nós mesmos e não em Deus e sua palavra. 39 6 – Nossa Única Esperançasermonário.indd 39 24/2/2012 08:57:30
  40. 40. O apóstolo Paulo adverte que mesmo se um anjo aparecer pregando outro evangelho devemos rejeitar. Gálatas 1:8 Sinceramente Errado Um viajante que deseja viajar de Curitiba a Porto Alegre, mas pega a BR em direção a São Paulo pode acredi- tar profundamente que está no caminho certo e crer sinceramente que chegará ao destino . Mas sinceridade não é garantia de estar certo, e a verdade é que ele estará cada vez mais longe do objetivo. Todos são beneficiados com o estudo da Bíblia. Até aqueles que passam rapidamente os olhos nas escrituras. Mas existem pedras preciosas que estão ocultas na profundidade, com oração e ação do Espírito Santo o estudante da palavra encontrará os grandes tesouros. Os perigos do caminho, as tentações serão vencidas com textos bíblicos , como Jesus venceu na tentação. O Espírito Santo os ajudará a lembrar de tudo o que eu lhes disse. João 14:26 “ Maldito o homem que confia no homem...Bendito o que confia no Senhor e cuja a esperança é o Senhor... Enganoso é o coração do homem.” Jeremias 17:5, 7 e 9 É muito bom chegar ao destino após uma longa viagem. Logo estaremos chegando ao nosso destino. O Pai Celestial já preparou tudo e nos espera de braços abertos. Pegue o mapa, a Bíblia, ore e peça para ouvir a voz de Deus na reta final da história deste mundo e chegue ao destino. Pr. Aryel Marques de Paula Líder de jovens da Associação Central Paranaense 40 6 – Nossa Única Esperançasermonário.indd 40 24/2/2012 08:57:30
  41. 41. 7 – Em Defesa da Verdade (baseado no Capítulo 8 do livro: A grande Esperança) Introdução: O que é a verdade? O filósofo grego – Sócrates (469-399 AC) era chamado de “O Mestre em Busca da Verdade”. Antes de Sócrates a filosofia explicava o mundo à luz do que se via, em uma visão completamente materia- lista. Sócrates mudou o ponto de vista de fora para dentro das pessoas, e passou a definir verdade como algo que está dentro de cada um. E além de estar sujeita a mudanças individuais, a verdade ainda está sujeita ao tempo presente. Pois o conhecimento do passado é obsoleto e do futuro uma mera soma de especulações. Logo a filosofia grega concluiu que verdade é relativa e verdade absoluta não existe! No entanto a Bíblia nos desafia ao conceito de que há uma verdade superior, absoluta e libertadora. Diz a Bíblia em João 8:32: “Então conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” Portanto a Palavra de Deus afirma que há uma verdade absoluta, perfeita e libertadora, ao alcance de todos. - O que eu creio é capaz de alterar meus conceitos de vida (verdades pessoais), mas não alteraram o que de fato é a verdade. Precisamos alicerçar os princípios da vida sobre a Verdade Pura, Perfeita e boa. Ilustração – Uma professora ria de seu aluno que se identificava crer em Deus. E desa- fiando sua crença, levou a turma até o pátio, e disse: - Olhem para o céu e procurem ver Deus. Na volta declarou: - atenção classe, alguém viu Deus quando olhou para o céu? Não! Então está provado, Deus não existe. O aluno cristão, pediu então que a professora olhasse para o seu peito, e respondesse: - A senhora viu a vida quando olhou para si? Então está provado a professora está morta, e logo também não existe! Não somos fruto do que podemos ver, mas do que podemos sentir. A vida está bem além dos nossos olhos. 41 7 – Em Defesa da Verdadesermonário.indd 41 24/2/2012 08:57:31
  42. 42. Cap. 1: O que é e Onde Está – A Verdade? O ser humano não tem a verdade - I João 1:8 diz que não há verdade em nós, e II Coríntios 13:8 diz que nada podemos contra a verdade. DEUS é a verdade - Deuteronômio 32:4 Diz que Deus é a Verdade , João 8:36, diz que Cristo é a verdade, , I João 5:6 diz que o Espírito Santo é a Verdade. A Bíblia nos revela a verdade, através dos mandamentos de Deus - João 17:17 diz que a Palavra de Deus é a verdade, e Salmos 119:142 diz que a Lei de Deus é a verdade. O homem é essencialmente hedonista, e na frenética busca pela satisfação do prazer, negocia seus prin- cípios, sua verdade e sua moral. Mas, felizmente Deus cuidou em deixar sua Palavra escrita, registrando o código de honra, da verdade absoluta e eterna. Resumiu esta verdade em um decálogo (Êxodo 20) e colocou em nossa vida o sábado, como um guardião da verdade. Cap. 2: Em Defesa da Verdade Todos nascemos com um desejo intrínseco de adorar a Deus – quando os índios não conhecem a Deus, adoram a vacas, lua, sol, peixes, ou qualquer outra criatura que elejam para representar a Deus. Mas de onde vem este desejo inerente de adoração? - Deus pôs na criatura o desejo de adorar o Criador – Salmos 95:6 e 100:3 (Venham e adorem o Criador. Reconheçam que Deus é o nosso criador.) - A restauração da verdadeira adoração vem através do sábado – Isaias 56:1-8 diz que a restauração da verdadeira adoração, viria através da restauração do sábado, e promete uma benção especial por adorarmos a Deus nos sábados. - Todos os patriarcas Bíblicos antes e depois de Cristo guardaram firmemente os sábados, pois este selo de fi- delidade nunca foi negociado por Deus. Jesus anunciou que o Filho de Deus é Senhor do Sábado (Mat. 12:8), guardou Ele mesmo o sábado e orientou que seus seguidores também deveriam guardar o sábado e todos os 10 mandamentos (Mat. 5:17-20 e 24:20) Mesmo após a morte de Cristo os cristãos continuaram guardando o sábado bíblico (Lucas 23:54-56 e Mateus 28:1, Marcos 16:1-2, Lucas 24:1, João 20:1), e também Jesus cumpriu o mandamento guardando o sábado, até mesmo no momento de sua morte vicária, semelhante a Gênesis 2:1-3, quando na criação Deus descansou no sábado, e Êxodo 20:8-11 quando Deus ordenou que o sábado fosse guardado como dia santo. 42 7 – Em Defesa da Verdadesermonário.indd 42 24/2/2012 08:57:31
  43. 43. Cap. 3: Costumes de Homens X Princípios de Deus Ao longo do tempo Satanás vem usando os costumes dos homens para mudar os princípios de Deus. Ale- gando que grandes homens fizeram, tentam dizer que é regra para todos. Como Sócrates dizia – “Sob o ponto de vista da filosofia dos homens, a verdade sempre é contradita por no- vas descobertas do conhecimento.” Mas em Deus é bem o contrário; Ele nunca erra e por isto nunca muda. Ao longo do tempo confirma Suas orientações, o que nos dá segurança e tranquilidade para seguir sem errar. Embora os homens tenham tentado criar regras de adoração diferente do que está escrito na Bíblia, o pró- prio Criador nos deu regras seguras, e deu o sábado como um memorial – marca da criação. Além do fato de termos fartura de textos e contextos bíblicos, orientando claramente o sábado como dia reservado por Deus, para atividades santas, de devoção e ligação com o criador, a própria obra da criação, nos deu cuidadosamente este presente maravilhoso: O sábado semanal, para parar com a correria do dia a dia, e descansar. Focar em Deus, com a família e a natureza, louvando e adorando o criador. Um dia para ser feliz; a despeito de todos os problemas que possam nos cercar, temos um oásis semanal. Manancial de bênçãos e louvor. - No Brasil temos um problema comum à maioria dos Estados – Duas voltagens (110V e 220V) que confun- dem os usuários, queimando aparelhos elétricos e causando constantes prejuízos. Por isto, quando compra- mos um aparelho elétrico/eletrônico, como um televisor, liquidificador ou forno de micro-ondas, em sua tomada vem colado um papel amarelo, nada discreto, escrito em letras bem grandes: - Verifique a voltagem da sua rede elétrica antes de ligar. Isto é porque embora cada região tenha diferentes costumes, hábitos e valores, a verdade absoluta não muda, e o fabricante sabe qual é a forma certa de fluir energia boa, que funcione e não danifique a vida do aparelho, conforme sua fabricação. O sábado não é um costume, mas especificação do fabricante; expressão de amor do Criador, para uma vida feliz, saudável e abençoada da Sua criatura. FINAL: O ELO COM A ETERNIDADE Deste mundo de pecado, nada ficará. Pois o pecado conseguiu corroer, contaminar e estragar tudo o que existe. Mas, o sábado conseguiu ser preservado. Intacto. Graças à sabedoria de Deus, de colocar como liga- ção entre a criatura e o Criador algo como o tempo – último dia de cada semana (o sábado). O sábado é tão abstrato quanto real, tão universal quanto pessoal, tão semanal quanto absoluto, pequeno se comparado com os seis dias restantes, e enorme se comparado ao prazer de um dia semanal para louvar 43 7 – Em Defesa da Verdadesermonário.indd 43 24/2/2012 08:57:31
  44. 44. a Deus e receber Suas ricas bênçãos. Deus deu com o sábado promessas de bendições exclusivas: Isaias 58:13 “Se desviares o teu pé de profanar o sábado...” Uma das poucas coisas que não serão destruídas após o pecado. O sábado é o elo que liga o Éden perdido ao Éden restaurado. Liga o tempo da graça com o tempo da glória. Liga o louvor e a adoração imperfeitos ao louvor e a adoração perfeito na eternidade: Isaias 66:23 De um sábado a outro hoje e na vida eterna no céu, os sábados continuarão sendo o elo da verdade eterna. O sábado não salva ninguém, mas liga os salvos em Cristo ao dia da glória eterna! Pr. Elton Bravo Líder de jovens da Associação Central Sul Riograndense 44 7 – Em Defesa da Verdadesermonário.indd 44 24/2/2012 08:57:31
  45. 45. 8 – Esperança Real (Baseado no capítulo 9 do livro: A Grande Esperança) Introdução Para os gregos pagãos da antiguidade a esperança não era uma qualidade e sim uma maldição dos deuses para iludir o homem. Visto que os gregos conceberam deuses a sua imagem e semelhança, sendo eles fúteis, adúlteros e invejosos não é de admirar que seus mitos como o de Hércules, Teseu e Édipo sempre termi- nassem em tragédias reproduzindo seu pessimismo em relação ao futuro. Também no campo da ciência moderna, os físicos por muito tempo discutiram como terminaria o universo. Conforme suas últimas ideias, as galáxias estão se afastando e o dentro de bilhões e bilhões de anos, quando a última estrela se apagar, o universo vai terminar escuro e gelado. É difícil pensar em qualquer motivação ou ajuda que a ideia dos gregos antigos ou a ideia dos cientistas ateus modernos possam prover a quem está no fim da vida, ou se prepara para morrer vítima de uma doen- ça terminal. No entanto, a esperança não é como uma ‘morfina’ para anestesiar o desafortunado, ela é uma convicção real, um subproduto da fé, que é a certeza daquilo que esperamos e não vemos. A fé por sua vez, não pode ser uma auto sugestão porque ela mesma não é inerente no homem, prova disso que muitos não a tem. Pelo contrário, a fé é um dom de Deus para aqueles que acolheram suas promessas e testemunharam de como sua mão tem conduzido a história. I. A Esperança na volta de Jesus sempre foi a marca dos verdadeiros adoradores ao longo dos tempos • Enoque, o sétimo depois de Adão declarou: “O Senhor vem com milhares de milhares de Seus san- tos, para julgar a todos” Judas 14-15; • Os poetas Bíblicos expressaram esta esperança em livros como Jó e Salmos; • Os profetas proclamaram incessantemente; • Os apóstolos transmitiram o que ouviram de Jesus; • “Na casa de meu Pai há muitas moradas ... Vou preparar-lhes lugar. E se Eu for ..., voltarei e os levarei para Mim, para que vocês estejam onde Eu estiver” S. Jo 14:2-3; • Os textos Bíblicos são claros ao dizer que esta esperança não seria uma metáfora ou um evento simbólico, mas advento real, visível e audível em que Jesus apareceria nas nuvens do céu, At. 1:11, I Tesa 4:16-18; 45 8 – Esperança Realsermonário.indd 45 24/2/2012 08:57:31
  46. 46. • Ao longo da história os mártires, os valdenses e os reformadores como Wycliffe, Lutero e Calvino tiveram a mesma esperança. II. Jesus apresentou sinais de que sua vinda estaria muito próxima; O capítulo 24 de Mateus apresenta uma série de sinais dos últimos tempos. Muitos destes sinais se cum- priram antes da destruição de Jerusalém, no ano 70 d.C., entretanto voltarão a sinalizar a consumação dos séculos, ou seja, a volta de Jesus; • Sinais na natureza, no Sol, na Lua, nas estrelas e terremotos em muitos lugares; • Sinais mundiais como guerras e rumores de guerras, falsos cristos e enganos como sinais e prodí- gios religiosos • Sinais sociais, violência e o amor se esfriando de quase todos; • Neste tempo, o evangelho seria anunciado ao mundo todo! III. Os momentos que precedem a volta de Jesus serão marcados pelo auge do enga- no; Furioso, o inimigo de Deus quando entender que lhe resta pouco tempo fará de tudo para subverter o maior número de pessoas para o seu lado e assim tentar adiar o dia de seu próprio juízo! Seus dois grandes enganos serão: 1. A mentira da imortalidade da alma – Com isto ele leva as pessoas a pensarem que terão outra chance e então, as pessoas não precisam se arrepender e através das consultas aos espíritos tomam como conselho os próprios demônios que se fazem passar por entes queridos falecidos; 2. A mentira de que o sábado foi mudado para o domingo – Com esta mentira o inimigo faz com que as pessoas se esqueçam de seu Criador, que é honrado pelo sábado da criação e ao desobedecer tão simples mandamento, não se torna problema desobedecer aos demais mandamentos. Neste tempo, as profecias de Ap. 12 e 13 e as profecias esclarecidas no livro A Grande Esperança dizem que os poderes Religiosos e Políticos do mundo, as igrejas e o Estado, se unirão para impor uma lei que obrigue a guarda do domingo. A última disputa será sobre o selo de Deus de Ezequiel 20:20! Por fim, o maior de todos os enganos ocorrerá. O próprio Satanás aparecerá em alguns lugares da Terra se fazendo passar por Cristo, fazendo milagres de curas e anunciando ter mudado o sábado para o domingo. Ele enganará aqueles que não conhecerem corretamente o que a Bíblia diz sobre a volta de Jesus que é o tema de nosso próximo estudo. 46 8 – Esperança Realsermonário.indd 46 24/2/2012 08:57:32
  47. 47. CONCLUSÃO O triunfo da mensagem verdadeira será pela convicção e obras do Espírito e não pelos argumentos humanos! Cristo convida você a transmitir esta mensagem para que as pessoas que você ama não sejam enganadas. Quando tudo isto ocorrerá? Quando Jesus voltará? Uma história diz que o professor pediu às crianças que limpassem suas carteiras para serem examinadas pelo diretor que faria uma visita às salas. Uma menina perguntou quando seria a visita e então o professor respondeu que não sabia, podia ser a qualquer dia daquela semana! Mas como saber quando devo limpar minha carteira para esperá-lo? – perguntou a menina. O professor respondeu – limpe hoje, pois pode ser que venha ainda hoje, mas se não vier, limpe amanhã pois pode ser que venha amanhã, mas se ainda amanhã não vier mantenha sempre limpa e você não será pega de surpresa! Que tal manter sua vida sempre limpa? Não sabemos o dia, mas sabemos que Jesus está voltando! Pr. Ericson Danese Líder de jovens da Associação Sul Riograndense 47 8 – Esperança Realsermonário.indd 47 24/2/2012 08:57:32
  48. 48. sermonário.indd 48 24/2/2012 08:57:32
  49. 49. 9 – O Maior Resgate da História (baseado no capítulo 10 do livro: A Grande Esperança) Introdução Imagens gravadas por uma equipe de TV mostram o salvamento de uma mulher em São José do Vale do Rio Preto, na Região Serrana do Rio de Janeiro. O resgate da mulher ilustra o drama que os moradores da região serrana enfrentaram. De uma hora para outra o rio que corta o município na região serrana do Rio engoliu a cidade. Dona Elair se abrigou no terraço com cachorros. Mas em vão porque correnteza chegou onde ela estava. Vizinhos jogaram uma corda e com a ajuda de amigos salvaram a vida da dona de casa de 52 anos. A população, desesperada pela força da água, tenta salvar o que pode dentro de casa. Duas pessoas arrasta- das pela correnteza morreram e mais de 60 casas foram completamente destruídas. Plano de Resgate Quanta destruição. Quanto desespero em meio às catástrofes. Hoje em dia existe um sistema muito avançado para prever estas tragédias, avisando assim a população que haverá uma grande tempestade, terremoto ou tsunami que possa destruir uma cidade ou região. Mas por que mesmo assim muita gente acaba morrendo? Por quê? Deus tem um plano maravilhoso para resgatar os seus preciosos filhos das mãos de Satanás. Evitando assim que eles possam ser destruídos. Mas qual o meu papel nisso tudo? Que plano de resgate é esse que Deus tem para mim e para você? A Bíblia é o grande sistema de identificação dos grandes eventos cataclísmicos que irão em breve acontecer. Na Bíblia encontramos em detalhes o que está acontecendo e o que vai acontecer no futuro próximo. Abra a sua Bíblia em Mateus 24: 3-14. Neste texto você encontra de maneira clara os eventos que irão abalar este planeta. Perceba no verso 6 e no verso 8 que a Bíblia diz que ainda não é o fim mas apenas o começo. Imagine só que todas estas tragédias ainda não são nada, que ainda é apenas o começo da grande destruição que logo virá. Todos os problemas que as nações ao redor do mundo têm sofrido, desde catástrofes naturais até profundos problemas finan- 49 9 – O Maior Resgate da Históriasermonário.indd 49 24/2/2012 08:57:32

×