Economia Mercantilista - Prof. Altair Aguilar

319 visualizações

Publicada em

História

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
319
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Economia Mercantilista - Prof. Altair Aguilar

  1. 1. ECONOMIA MERCANTI L ISTA
  2. 2. OS IMPOS TOS , A P E S A R D E R E P R E S E N TA R EM G R A N D E PA R T E DA A R R E C A DA Ç ÃO DOS E S TA DOS MOD E R NOS , E R AM I N S U F I C I EN T E S PA R A G A R A N T I R QU E OS GOV E R N A N T E S D E S F R U TA S S EM, D E MA N E I R A MA I S T R A NQU I L A , D E AMP LOS POD E R E S .
  3. 3. PORTANTO, PARA ASSEGURAR O PODER DO TIPO ABSOLUTISTA EM UM ESTADO MODERNO, ERA FUNDAMENTAL CONTAR COM MUITA RIQUEZA. TALVEZ A MAIOR PARTE DESSA RIQUEZA NÃO ESTIVESSE NA EUROPA, MAS, SIM ESPALHADA POR TODO O MUNDO CONHECIDO, OU SEJA, EM PARTES DA ÁFRICA E DA ÁSIA.
  4. 4. VALE LEMBRAR QUE A CHEGADA DE EUROPEUS NAS AMÉRICAS SÓ ACONTECEU NA DÉCADA FINAL DO SÉCULO XV.
  5. 5. OS SOBERANOS DOS ESTADOS MODERNOS TOMARAM MEDIDAS PARA AUMENTAR A CIRCULAÇÃO DE RIQUEZAS EM SEUS REINOS, E CONSEQUENTEMENTE, AUMENTAR A POSSIBILIDADE DE COBRAREM MAIS E MAIORES IMPOSTOS.
  6. 6. PARA ISSO, FOI PRECISO RECORRER AOS BURGUESES, QUE POSSUIAM CAPITAL PARA INVESTIR EM NOVAS ATIVIDADES COMERCIAS.EM TROCA OS ESTADOS CONCEDERAM A DETERMINADOS GRUPOS DE BURGUESES MUITOS PRIVILÉGIOS E BENEFÍCIOS .
  7. 7. MESMO AS MEDIDAS ADOTADAS POR CADA SOBERANO SEREM MUITO DIFERENTES ENTRE SI, CONVENCIONOU-SE DENOMINAR AS PRÁTICAS ECONOMICAS EMPREGADAS DE PRÁTICAS MERCANTILISTAS.
  8. 8. OU SEJA, OS ESTADOS MODERNOS E SEUS GOVERNANTES ABSOLUTISTAS ADOTARAM O MERCANTILISMO COMO SISTEMA ECONÔMICO PARA AMPLIAR SEUS RECURSOS FINANCEIROS E GARANTIR SEUS PODERES.
  9. 9. DE MANEIRA GERAL, O MERCANTILISMO CARACTERIZOU – SE POR EMPREGAR UM CONJUNTO VARIAVEL DE PRÁTICAS COMERCIAIS VISANDO AO LUCRO. PREDOMINOU, NESSE CONTEXTO, O ESPIRITO MERCANTIL, QUE ENFATIZAVA O COMÉRCIO EXTERIOR E A CRIAÇÃO DE POLITICAS MONOPOLISTAS E RESTRITIVAS.
  10. 10. ASSIM, A ALIANÇA ENTRE OS GOVERNANTES ABSOLUTISTAS E REPRESENTANTES DA CLASSE BURGUESA SE CONSOLIDOU.
  11. 11. COSTUMA-SE DIZER QUE, ENTRE AS PRÁTICAS MERCANTILISTAS, DESTACARAM – SE O MONOPÓLIO, O PROTECIONISMO, O METALISMO, A BALANÇA COMERCIAL FAVORÁVEL E O PACTO COLONIAL.
  12. 12. DE FATO, TAIS PRÁTICAS REALMENTE FIZERAM PARTE DAS ECONOMIAS DE DIVERSOS ESTADOS MODERNOS. PORÉM, CADA ESTADO IMPRIMIU SUA PRÓPRIA IDENTIDADE EM CADA UMA DAQUELAS PRÁTICAS, DE MODO A ATENDER AOS PRÓPRIOS INTERRESES.
  13. 13. ASSIM , O MONOPÓLIO QUE ALGUNS COMERCIANTES PORTUGUESES DESFRUTAVAM ERA DISTINTO DE ALGUMAS COMPANHIAS DE COMÉRCIO DOS INGLESES.
  14. 14. INDEPENDENTEMENTE DAS PECULIARIDADES DE CADA MERCANTILISMO, ESSE CONJUNTO DE PRÁTICAS ECONOMICAS RESULTOU EM UM EVIDENTE AUMENTO DAS TRANSAÇÕES COMERCIAIS, QUE EXTRAPOLARAM AS FRONTEIRAS EUROPEIAS EM DIREÇÃO AOS QUATRO OUTROS CONTINENTES DA TERRA.
  15. 15. ALÉM DO COMERCIO, O INTERCÂMBIO COMERCIAL FOI FAVORECIDO E, DE POSSE DE NOVOS CONHECIMENTOS E OUTRAS TECNOLOGIAS, FOI POSSÍVEL AOS EUROPEUS EMPREENDEREM UM PROCESSO DE GRANDES NAVEGAÇÕES AO REDOR DOS MARES DO MUNDO.
  16. 16. ECONOMIA MERCANTILISTA PROFESSOR: ALTAIR AGUILAR

×