Palacio da pena interiores

482 visualizações

Publicada em

PALÁCIO DA PENA

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
482
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palacio da pena interiores

  1. 1. Portugal Sintra Palácio Nacional da Pena Parte II O interior das edificações J. Portojo Outubro 2015 Clicar para avançar
  2. 2. Concebido por D. Fernando II, rei-consorte casado com D. Maria II Rainha de Portugal, o Palácio Nacional da Pena revela interiores de grande intimidade e conforto que marcaram a arquitectura romântica do séc. XIX.
  3. 3. Foram adaptados espaços a partir da estrutura original do convento jeronimita do século XVI A capela do antigo convento de Nossa Senhora da Pena apresenta ainda a configuração original do século XVI.
  4. 4. Retábulo executado pelo francês Nicolau de Chanterene obra em alabastro e mármore negro Construído entre 1529 e 1532
  5. 5. Abóbada em ogiva e azulejos do século XVI.
  6. 6. Cadeiral dos monges de 22 lugares
  7. 7. Algumas imagens
  8. 8. Cozinha Real Esta é a maior das diversas que existiam. Destinava-se a servir os banquetes na Sala dos Veados
  9. 9. Sala dos Veados Concebida como uma Sala de Cavaleiros
  10. 10. Exposição de alguns Vidros e Vitrais vindos de outros Palácios e fabricados em vários Pontos da Europa. Uma paixão de D. Fernando
  11. 11. Salão Nobre Sofreu várias transformações e funções
  12. 12. Sala de Fumo no Palácio Novo Tecto de inspiração Islâmica O lustre neorrococó de meados do século XIX representa, em vidro, uma trepadeira Glória-da-Manhã com cachos de uvas
  13. 13. Pormenores ao longo de várias salas de passagem
  14. 14. Antigo refeitório dos monges jeronimitas
  15. 15. Sala de visitas
  16. 16. Quando passamos por estas salas, devemos olhar ao que nos rodeia e não imaginar para que serviram, pois quase nada é real.
  17. 17. Tema musical A Whiter Shade Of Pale dos Procol Harum Interpretação André Rieu e orquestra Fotos e formatação J. Portojo portojo@gmail.com http://portojofotos.blogspot.com Outubro 2015

×