Biovale project overview 1

93 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
93
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Biovale project overview 1

  1. 1. PROJETO VEREDAS PARA O GRANDE SERTÃOdesenvolvimento tecnológico e agrícola paraprodução de oleaginosa de alta produtividadee óleo vegetal destinado à indústria de biodieselInovação e sustentabilidade
  2. 2. BioVale Energia & LogísticaFundada em 1993 com a razão social de Docas Navegação, a empresa teve início desuas atividades em logística internacional e por meio de vários spin-offs expandiupara expressivos empreendimentos de trading & shipping com base operacional naInglaterra.Descontinuando suas atividades de shipping em 2002, a empresa é focadaatualmente em empreendimentos na cadeia produtiva do biocombustível e logísticana condição de investimento socialmente e ambientalmente responsável. Sóciafundadora da MinasInvest Aliança de Desenvolvimento e TEIAS – Teia deEmpreendedores e Executivos de Impacto Ambiental e Social, em parceria com NetImpact, EUATermo de Outorga com FAPEMIG para o adensamento tecnológico de oleaginosa dealta produtividade (pinhão-manso), em parceria com Universidade Federal de ViçosaAcordos de Cooperação Técnica com: Centro Tecnológico de Minas Gerais, CETEC,BIOERG]Escritório de Bioenergia de Minas Gerais, Secretaria de Ciência e Tecnologiade Minas Gerais e EPAMIG.Associada à D1 Oils PLC da Inglaterra, empresa em sociedade com British Petroleum,maior organização em pesquisa, desenvolvimento e plantio de pinhão-manso domundoBioVale - Perfil
  3. 3. O principal objetivo do Projeto écongregar capacitações e interessesde vários agentes envolvidos nacadeia produtiva do bio-dieselaportando recursos e difundidoconhecimento e tecnologia.Os benefícios das parcerias são degrande importância em função dacomplementariedade decapacitações entre os diversosagentes, conferindo eficiência eceleridade em sua execução.Parcerias com Centros deConhecimento e organizaçõesinternacionais podem dinamizar,diminuir a curva de aprendizagem,aportando competitividade eacelerando o programa de bio-diesel de Minas e do Brasil.reunião de competênciasINOVAÇÃODESEMPENHOAMBIENTE DENEGÓCIOSCOLABORAÇÃOESPECIALIZAÇÃOCOMPOSIÇÃOECONÔMICAPRODUTIVIDADEESTRATÉGIAAGLOMERAÇÃOPRODUTIVA(CLUSTER)“ Por que é que todos não se reúnem,para sofrer e vencer juntos, de uma vez?”(Guimarães Rosa)
  4. 4. Biosfera da energia social“ A gente tem de sair do sertão! Mas só se sai do sertãoé tomando conta dele a dentro...” (Guimarães Rosa)
  5. 5. BIOVALE ENERGIA – empresa mineira de produção, comercialização econsultoria na cadeia produtiva do biodieselMINASINVEST ALIANÇA DE DESENVOLVIMENTO – Organização Social Civil deInteresse Público – OSCIP – de fomento do desenvolvimento sustentável de MinasGeraisUNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA – BIOAGRO/FUNARBEEPAMIG – EMPRESA DE PESQUISA DE AGROPECUÁRIA DE MGCONAB – COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTOBIOERG-Escritório de Bioenergia de Minas Gerais]Secretaria deEstado deCiência e Tecnologia e Ensino SuperiorCETEC – Centro Tecnológico de Minas GeraisEMATERreunião de agentes“ Por que é que todos não se reúnem, para sofrer evencer juntos, de uma vez?”(Guimarães Rosa)
  6. 6. Um dos principais benefícios dos bio-combustíveis é o seu potencial deaumentar a receita agrícola e fortalecer as economias rurais. Relatóriodo Banco Mundial atesta que as indústrias de biocombustíveis precisamde cerca de 100 vezes a mais de trabalhadores por unidade de energiaproduzida do que a indústria de petróleo.A natureza dispersa da agricultura faz com que, provavelmente, aprodução de biocombustíveis não se torne tão centralizada quando aindústria de óleo fóssil.Os projetos focados pela BIOVALE priorizam as regiões mais pobres dopaís (principalmente, o semi-árido) onde o acesso a formas modernasde energias é limitado ou inexistente.Um “pool” de competências que integram a cadeia produtiva dobiodiesel pode ser instrumental para promover renda e energia limpa eacessível fundamental no desenvolvimento rural e alívio da pobreza.Biocombustíveis: perspectivas para as comunidades rurais
  7. 7. O Lado de Venda ( Sell Side) de importantes mercados financeirosreconhece a materialidade da responsabilidade social corporativa.As questões sociais e de meio ambiente afetam materialmente ospreços da bolsa de valores, principalmente a longo-prazo e, atémesmo, no curto prazo.“O negócio faz parte da sociedade, e não está fora dela. Quandofalamos de responsabilidade social corporativa, não a enxergamoscomo algo que o negócio faz para a sociedade , mas como algofundamental integrado a tudo que fazemos… não como filantropiaou investimento comunitário, mas o impacto que exerce sobrenossas operações e produtos assim como a interação que temos comas sociedades que servimos. Responsabilidade social corporativa nãoé tema banal ou favor que prestamos por conta dos resultados donegócio. É central no ato empresarial. Seu gerenciamento édesafiador e difícil.” (expresso pela gigante Unilever na Londonbusiness School)Responsabilidade social corporativa
  8. 8.  Na condição de empreendedores socialmente responsáveis, temos o dever depriorizar e defender os interesses de longo prazo de nossos parceiros e sócios. No exercício deste papel, acreditamos que temas como meio ambiente,desenvolvimento social e governança corporativa (MDSG) podem afetar odesempenho de nossa gestão e capacidade de atração de investimento. Também reconhecemos que a aplicação desses Princípios pode melhor alinharnossos parceiros aos objetivos mais amplos da sociedade. Ao aderir aosPrincípios, na condição de empreendedores socialmente responsáveis,comprometemo-nos publicamente a adotá-los e implementá-los. Também nos comprometemos a avaliar sua eficácia e aprimorar seu conteúdoao longo do tempo.Acreditamos que isto irá melhorar nossa habilidade de cumprir nossoscompromissos com nossos sócios e parceiros, bem como melhor alinhar nossasatividades com os mais amplos interesses da sociedade, na crença de que nãopode haver empreendimento de êxito em uma sociedade falida.Princípios e compromisso
  9. 9.  A organizaçãoatual dosprodutores não ésuficiente paraviabilizar umnegócio do portenecessário aosuprimento dademanda de usinasde processamentode biodiesel. Agentes demaisna cadeiaprodutiva e faltade coordenaçãoo desafio
  10. 10. No desenvolvimento do arranjo produtivo, um conjunto de fatores facilitadores vãorepresentar o conceito de eficiência coletiva que envolve a provisão de serviços, infra-estrutura, treinamento e tecnologia, tais como:Pesquisa: melhora o desempenho do sistema produtivo com a pesquisa edesenvolvimento de pacote tecnológico, voltado a variedades adaptadas às condiçõeslocais, utilização de insumos, processo de produção;Gestão Agrícola e Assistência Técnica : difundi insumos e tecnologia para o produtorrural, introduzindo processos sustentáveis de produção.Sistema Financeiro: disponibiliza recursos financeiros necessários à execução dasatividades, observados os mecanismos governamentais e de entidades privadasenvolvidas e com interesse no desenvolvimento das ações específicas.Organização Não Governamental: contribui com ações que resultem nasustentabilidade e diversificação da produção nas comunidades envolvidasComercialização: atua como catalisadora das ações inerentes aos processos deidentificação, recebimento e distribuição dos produtos, para que a atividade obtenharesultado econômico.Logística: executa as atividades de movimentação dos produtos das zonas deprodução para as zonas de armazenamento e/ou processamento.Desenvolvimento do arranjo produtivo
  11. 11. Foco: entorno da UHE de Irape da CEMIGUm dos quatro pólos para produçãode óleo vegetal produzida pelaagricultura familiar parasuprimentoà Refinaria de biodiesel daPetrobras em Montes Claros
  12. 12. Área de influência e sua caracterização
  13. 13. Produtividade agrícola
  14. 14. Preparação dos agricultores familiares . Esta preparação consiste eminformar sobre todas as etapas do Projeto, objetivos e os resultadosesperados usando técnicas de empreendedorismo, motivação,conscientização.Organização em formas associativas/cooperativas de produção ecomercialização. Todo o processo será desenvolvido em sistema de co-gestão, para que os produtores rurais/grupo familiar assumam o processoà medida que os trabalhos forem sendo implantadosOs associados e cooperados participam na elaboração do plano dedesenvolvimento localO plantio e produção do óleo observa um projeto de conservaçãoambientalTodos os passos do Projeto são apoiados pela educação para a convivênciacom o semi-áridoCriar condições para que os agricultores familiares participem da cadeiaprodutiva da oleaginosa até à fase da produção do óleo, melhorando a sualucratividade e estimulando a sua capacidade empreendedora.Modelo de gestão
  15. 15. Objetivo estratégicoInvestir o desprovido produtor rural de tecnologia e capacitaçãopara produção de oleaginosas produtivas com vistas à produçãode óleo vegetal para comercialização às indústrias de biodiesel.PARA ALCANÇAR ESTE OBJETIVO, O PROJETO BIOVALE SEPROPÕE AAumentar o seu acesso às tecnologias avançadas de sementes emudas de alta qualidade, técnicas agrícolas avançadas e sistemaindustrial eficiente, intermediando o fortalecimento de suascapacidades e suas organizações e acesso justo aos recursosnaturais produtivos.
  16. 16. Os resultados a serem obtidos com a consecução deste arrojado projeto só vêm areforçar as expectativas que o mercado está demonstrando em relação aobiodiesel, em especial ao proveniente do óleo extraído do pinhão-manso. Ouseja, a atividade é economicamente viável além de ser socialmente eambientalmente correta.A implantação de unidades descentralizadas de produção de Biodiesel, deveorientar-se pelos novos paradigmas do desenvolvimento econômico e social queprivilegiam uma forte articulação entre a comunidade e os mais diferentesagentes locais de desenvolvimento.A compra de matéria prima da agricultura familiar possibilita ainda o acesso aoselo combustível social que dá acesso ao produtor de biodiesel de reduções emimpostos federais e a melhores condições de financiamento junto ao BNDES.Outras potencialidades na implementação do projeto é o mercado de crédito decarbono, comercializando bônus de sequestro de carbono por tratar-se de plantaperene e de quantificação mensurável.Comercialização dos subprodutos do biodiesel, tais como a torta de pinhão mansopara ser usada como fertilizante de qualidade e como ração animal de alto teorprotéico quando destoxificada com o processo desenvolvido pela BioVale.Benefícios gerais
  17. 17. DESCRIÇÃOSUMÁRIAMETASMETASresíduosresíduos agrícolaagrícola indústriaindústriapesquisapesquisa A multiplicação das mudas por cultura de tecidos garante a produção de mudasuniformes. A inoculação das mudas com fungos “micorrízicos arbusculares”, assegura oafloramento em até 7 meses. Além da aceleração do crescimento, essa técnica invitro de produção de mudas de pinhão manso micorrizado conduz à umaprodutividade e biomassa mais elevadas, da ordem de 30%. A associação de mudas com fungos “micorrízicos arbusculares” (FMAs) contribuipara o desenvolvimento vegetal, refletindo não apenas no aumento da biomassa ena morfogênese radicular, mas também no controle biológico às pragas e doenças. Elminação dos compostos anti-nutricionais da torta por meio de mecanismosbiológicos e segregação das toxinas durante o processo de extração do óleo
  18. 18. A produção debiocombustível tem setornadosubstancialmentemais eficiente nosúltimos 25 anos com aescala crescente dasindústrias Americanase BrasileirasOs ganhosincrementaispossivelmente vãocontinuar pelospróximos anos.novas tecnologias: novos ganhosEntretanto, o maior potencial para os biocombustíveis está nodesenvolvimento de novas tecnologias que vão expandirsignificativamente a gama de insumos de biomassa, aumentaras eficiências de conversão e baratear os custos de produção.
  19. 19. Desenvolvimento mais rápido e uniforme das lavouras;Possibilidade de controle de eventuais ataques inesperados de pragas edoenças;Facilitará futuras pesquisas e atividades técnicas, cuja finalidadesejam aprimorar ainda mais a atividade.Solo doente e fraco torna-se fértil e saudável95% taxa de sucesso de germinação da sementes versus 50% comsementes não micorrizadasFruição e florescimento precoce—a partir do sétimo mês contra um anocom a plantação clonadaProdutividade mais elevada (20%–30%) com inoculação micorrizal emrelação a plantação não inoculada amplamente testadaVantagens do pinhão-manso micorrizado
  20. 20. DESCRIÇÃOSUMÁRIAMETASMETASresíduosresíduos agrícolaagrícola indústriaindústriapesquisapesquisaUtilização de torta do pinhão-manso para produção de composto, cogumelos e raçãoanimal.BioVale está desenvolvendo pesquisas com vistas a avaliar o potencial da utilização defungos de podridão-branca na destoxificação de resíduos de torta de pinhão manso paraposterior utilização como ração animal ou produção de cogumelos comestíveis.A bioconversão transformará o resíduo, hoje considerado tóxico e somente aplicadodiretamente no solo, em produtos com alto valor agregado.
  21. 21. O grande desafio é assegurar a produção em grande escala, cumprindo requisitosmínimos de qualidade e exigência regulamentares.Organizar a base da cadeia produtiva, a fim de assegurar a competitividade dapequena produção e consequente acesso a condições tributárias e financeirasfavoráveis e aproveitamento e agregação de valor aos resíduos.As dimensões do mercado consumidor, impostas por Lei, tornam imperativa aarticulação com diversos atores no Brasil e no exterior.O principal caminho para a sua viabilização econômica e sua produção em grandesvolumes está na descoberta de matérias-primas oleaginosas mais baratas e de maiorrendimento físico por unidade de área, com maior percentual de óleo.Ponto crítico é a necessidade de compatibilizar os ganhos de produtividade em todasas etapas da cadeia produtiva. Como a participação dos custos industriais deprocessamento é relativamente pequena (estimada em 15 a 20%),deve-se dar ênfase à pesquisa agronômica, aportandoprecocidade de produção agrícola, qualidade e uniformidade dasoleaginosas, produtividade e aproveitamento de resíduos. AQUI RESIDE O DIFERENCIAL MARCANTE DOPROJETO BIOVALEBRo desafio
  22. 22. DESCRIÇÃOSUMÁRIAMETASMETASresíduosresíduos AgrícolaAgrícola indústriaindústriapesquisapesquisa Produção de 12.000 ts de biomassa para produção 4.800 l]ano deProdução de 12.000 ts de biomassa para produção 4.800 l]ano deóleo vegetal de mamona para possibilitar aóleo vegetal de mamona para possibilitar a produção de 63,504 milhõesprodução de 63,504 milhõesde litros de biodisel/anode litros de biodisel/ano Educação, treinamento, capacitação de 1000 mil famílias para oEducação, treinamento, capacitação de 1000 mil famílias para oplantio sustentável de 3 hectares por família de pinhão-manso emplantio sustentável de 3 hectares por família de pinhão-manso emmunicípios no entorno da UHE Irapé, Vale do Jequitinhonhamunicípios no entorno da UHE Irapé, Vale do Jequitinhonha produção de feijãoprodução de feijão consorciadoconsorciado para subsistência e comercializaçãopara subsistência e comercializaçãodo excedente para CONAB]MAdo excedente para CONAB]MA
  23. 23. Parte significativa do Nordeste é semi-árida, com evaporação médiaanual superior a 2.000mm, temperatura média elevada (23 a 27 ºC),grande insolação (média de 2.880 h/ano) e precipitações pluviaisbastante irregulares, em torno de 500 a 600 mm/ano, tendo assimpoucas opções agrícolas rentáveis, que sustentem os produtores nasáreas rurais (SUDENE, 1996).O Pinhãomanso (Jatropha curcas L.) está sendo considerado umaopção agrícola para esta região por ser uma espécie nativa, exigenteem insolação e com forte resistência a seca.Atualmente, essa espécie não está sendo explorada comercialmenteno Brasil,mas segundo Carnielli (2003) é uma planta oleaginosaviável para a obtenção do biodiesel, pois produz, no mínimo, duastoneladas de óleo por hectare, levando de três a quatro anos paraatingir a idade produtiva, que pode se estender por 40 anos.Segundo Cortesão (1956) e Peixoto (1973), sua distribuiçãogeográfica é bastante vasta devido a sua rusticidade, resistência alongas estiagens, bem como às pragas e doenças, sendo adaptável acondições edafoclimáticas muito variáveisPinhao manso: a oleaginosa do biodiesel
  24. 24. Para Purcino e Drummond (1986) o pinhão manso é uma planta produtorade óleo com todas as qualidades necessárias para ser transformado emóleo diesel.Além de perene e de fácil cultivo, apresenta boa conservação da sementecolhida.esta é uma cultura que pode se desenvolver nas pequenas propriedades,com a mão-de-obra familiar disponível, sendo mais uma fonte de rendapara as propriedades rurais do semi-arido.como é uma cultura perene, segundo Peixoto (1973), pode ser utilizado naconservação do solo, pois o cobre com uma camada de matéria seca,reduzindo,dessa forma, a erosão e a perda de água por evaporação,evitando enxurradas e enriquecendo o solo com matéria orgânicadecomposta.O plantio do pinhão já é tradicionalmente utilizado como cerca viva parapastos no Norte de Minas Gerais, coma vantagem de não ocupar áreasimportantes para outras culturas e pastagens e favorecer o consórcio nosprimeiros anos, pois o espaçamento entre plantas é grande (PURCINO eDRUMMOND, 1986).Pinhao manso: a oleaginosa do biodiesel
  25. 25. Em ReaisESPECIFICAÇÕES Unid. Quant. V.Unitário por ha V.Total por ha V.Total/29.240haa - INSUMOSMudas Und 1.100,00 0,25 275,00 8.041.000,00Adubo plantio Kg 720,00 0,15 108,00 3.157.920,00Inseticida L 1,00 40,00 40,00 1.169.600,00Fungicida Kg 2,00 50,00 100,00 2.924.000,00Formicida Kg 1,00 8,00 8,00 233.920,00SUB-TOTAL (a) 531,00 15.526.440,00b - MÃO DE OBRAPreparo do Solo h/tr 5,00 25,00 125,00 3.655.000,00Coveamento/plantio H/d 4,00 10,00 40,00 1.169.600,00Capinas H/d 16,00 10,00 160,00 4.678.400,00Adubação cobertura H/d 0,00 0,00 0,00 0,00Combate pragas/doe. H/d 1,00 10,00 10,00 292.400,00Colheita Diária 1,00 20,00 20,00 584.800,00Operação de máquina 2H/ha 2,00 45,00 90,00 2.631.600,00SUB-TOTAL (b) 445,00 13.011.800,00TOTAL GERAL (a+b) 976,00 28.538.240,00Custo estimativo do módulo agrícolaAssistência técnica e outros custos não estão incluídos
  26. 26. DESCRIÇÃOSUMÁRIAMETASMETASresíduosresíduos agrícolaagrícola indústriaindústriapesquisapesquisa Instalação de unidades descentralizadas de extração de óleovegetal e sub-produtos mediante processos de extrusão e extraçãomecânicos. Comercialização do óleo bruto para indústrias de produção debiodiesel , com foco na Refinaria da Petrobras, em Montes Claros.
  27. 27. Sistema de extrusão e extração do óleo
  28. 28. O cultivo de pinhão-manso reúne diversas vantagens comparativaspara a produção de biodiesel:Trata-se de planta perene, rústica, de fácil manejo, com óleo dequalidade para biodiesel em alto teor nas sementes (38%)Adequada ao consórcio com cultivos alimentares (feijão, porexemplo) ou outro cultivo agro-energético (amendoim, porexemplo) por ser arbustiva e plantada em espaçamentos largos. Oconsórcio com amendoim aumentaria a produção de óleo por áreaTais vantagens credenciam o pinhão-manso como espécieapropriada para cultivo em pequenas propriedades com mão-de-obra familiar, gerando renda e fixando o homem no campoPortanto, antes que o plantio empírico, com o uso de sementes deorigem desconhecida, ganhe escala, é fundamental que a pesquisase inicie com ações de pré-melhoramento genético visando ofertarsementes de genótipos superiores em produção de óleo por área.Vantagens do pinhão-manso
  29. 29. A implantação de florestamento de pinhão-manso, que tem um ciclo devida maior do que 50 anos, com raízes profundas e que podem sercultivadas no semi-árido. Pode ser usada em ações de contenção deprocessos de erosão, atuar contra a desertificação, além de fertilizar osolo com húmus produzidos a partir das folhas que caem.O cultivo de pinhão-manso pode gerar alterações microclimáticas, sendoque o seu cultivo como cultura permanente lucrativa serve para umarevitalização sustentável e o reflorestamento em terrenos degradados.A utilização de energia renovável poderá diminui a renovação de CO2(Protocolo de Quioto).O uso de biodiesel e biolubrificantes aumenta a durabilidade dos motorese os biolubrificantes uma vez que são biodegradáveis serão destruídosrapidamente por bactérias.A qualidade do biodiesel faz aumentar a vida útil de filtros de partículasde carbono bem como os catalisadores. O uso de biodiesel com designecológico nos grandes centros urbanos diminuirá sensivelmente osproblemas de saúde de origem respiratória.Impacto ambiental
  30. 30. IMPACTO SOCIAL Implantação de lavouras familiares de alta produtividade deImplantação de lavouras familiares de alta produtividade de pinhaopinhaomansomanso micorrizado nas regiões do semi-árido brasileiro, com ênfase nosmicorrizado nas regiões do semi-árido brasileiro, com ênfase nosVales do Jequitinhonha e MucuriVales do Jequitinhonha e Mucuri disponibilização de insumos necessários para a Instalação de parquesdisponibilização de insumos necessários para a Instalação de parquesindustriais de extração de óleo vegetalindustriais de extração de óleo vegetal e sub-produtose sub-produtos MMelhoraria dos níveis de segurança alimentar, promovendo a adoçãoelhoraria dos níveis de segurança alimentar, promovendo a adoçãode tecnologiasde tecnologias dirigidas ao manejo sustentável dos cultivos no modelodirigidas ao manejo sustentável dos cultivos no modeloagroflorestalagroflorestal Educação dos agricultores familiares sobre métodos alternativos deEducação dos agricultores familiares sobre métodos alternativos deconvivência com o semi-áridoconvivência com o semi-árido Reforço às organizações comunitárias para sua autogestão sobre aReforço às organizações comunitárias para sua autogestão sobre abase do processobase do processo participativo, de autodiagnose e priorização dasparticipativo, de autodiagnose e priorização dasnecessidades e potencialidades locaisnecessidades e potencialidades locais
  31. 31. Sua área, que é de 1.219.021,50 Km2, equivale aaproximadamente um quinto de superfície total do Brasil eabrange nove Estados (Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande doNorte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia e MinasGerais). População de 1/3 do Brasil.As condições geo-ambientais contribuíram de modo decisivopara a estruturação precária dos quadros regionais, limitandoas atividades econômicas.Principais condicionantes e limitações de recursos: grande extensão de área submetida ao clima semi-árido; pequena proporção e dispersão relativa das áreas dotadas desolos e topografia favoráveis; pequena proporção de manchas de terra favoráveis, ao mesmotempo por condições climáticas e edáficas; escassez de potencial hidro-energético.FOCO: SEMI-ÁRIDO BRASILEIRO
  32. 32. RESULTADOSRESULTADOSresíduosresíduos agrícolaagrícola indústriaindústriapesquisapesquisa Pesquisa e desenvolvimento de semente e muda de qualidade de pinhão-manso (jatropha-curcas) micorrizado . Resultados esperados: 1) obtenção de Proteção de Cultivares nos termos da Lei 9.456/1977 epatente de ”criação” de cultivar derivada de desenvolvimento tecnológico,nos termos da Lei da Inovação (no. 10.973/2004)2) Aplicações ambientais como recuperação de áreas degradas eafluentes de destilaria.
  33. 33. DESCRIÇÃOSUMÁRIARESULTADOSRESULTADOSresíduosresíduos agrícolaagrícola indústriaindústriapesquisapesquisa comercialização da torta de pinhão manso comofertilizante e ração animal de alto teor protéico
  34. 34. DESCRIÇÃOSUMÁRIARESULTADOSRESULTADOSresíduosresíduos agrícolaagrícola indústriaindústriapesquisapesquisa Implantação de empreendimento agrícola no Norte de Minascom aporte integral de agricultura familiar, viabilizando asvantagens tributárias e de financiamento para Grupos industriaisno cumprimento de exigências regulamentares (50% deagricultura familiar).Mercado de crédito de carbono, comercializando bônus desequestro de carbono ( planta perene e quantificaçãomensurável)
  35. 35. DESCRIÇÃOSUMÁRIARESULTADOSRESULTADOSresíduosresíduos agrícolaagrícola indústriaindústriamicorrizamicorriza comercialização da produção de óleo vegetal para indústria debiodiesel na região com grande demanda de matéria-prima em vistadas dificuldades na cadeia de suprimento e necessidade de aportede agricultura familiar para obtenção do selo social.Cliente potencial: PETROBRAS, Montes Claros, inaugurada em abrilde 2009
  36. 36. O projeto pode trazer substantivo fortalecimento econômico criandorenda e oportunidades de emprego tanto às comunidades rurais comoaos empreendedores.O projeto pode ser utilizado como um elemento crucial para estimularum sistema circular combinando efeitos ecológicos, econômicos e degeração de renda (HEN. 1994), principalmente as comunidades ruraissusceptíveis a seca nas regiões semi-áridas do Brasil.sustentabilidadeO projeto promove osprincipais aspectos dodesenvolvimento com vistas aalcancar um modo de vidasustentável para os pequenosagricultores em termos deenergia renovável, controle daerosão, fortalecimento edesenvolvimento socio-econômico.Trata-se, portanto, de projeto com todos os ingredientes (ESG) paravaloração de ações no índice Down Jones de sustentabilidade
  37. 37. O mundo está prestes a ter umcrescimento sem precedente naprodução e uso de bio-combustíveis.RAZÕES: Os preços do petróleo em altavertiginosa traz preocupaçõesnacionais de segurança, interessesagrícolas e uma série de novastecnologias.Os dois bio-combustíveis maisprevalecentes são o etanol e obiodiesel. A produção do etanol mais do quedobrou entre 2000 e 2005, enquantoa produção do biodieselquadruplicou.cenário e perspectivas
  38. 38. O preço dopetróleotriplicou entre2002 e 2005enquanto o gásnatural atingeum nível seisvezes maior doque os últimosdez anoscenário e perspectivasFonte: GTZ/WorldWatch Institute
  39. 39.  as companhias de energia não investiram em construirrefinarias o suficiente para atender o nível crescente dademanda mundial A produção de óleo fóssil cresceu 40% nos últimos 20 anosenquanto a capacidade de refinaria cresceu apenas 15%.As reservas de petróleo descobertas entre 1950 e 1980 estão esgotando!As companhiasnão conseguiramachar reservas depetróleo e gáspara substituir asque se exauriram.O petróleo estásendo extraído dosólo três vezesmais rápido doque está sendosubstituído pornovos poços.a lacuna crescenteFonte: GTZ/WorldWatch Institute
  40. 40. "Não existem projetos em larga escala em desenvolvimento nomomento suficientes para contrapor a produção decrescente empoços de petróleo maduros e atender o crescimento da demandaglobal além de 2007". (Chris Skrebowski, editor do Petroleum Review)A quantidade total deenergia que o mundoobtém do petróleo e dogás começará adeclinar depois de 2010tendência de alta dos preçosFonte: GTZ/WorldWatch Institute
  41. 41. A demanda global por óleo cresce mais de 2% ao ano.Este aumento da demanda, somado à lacuna sendocriada pelo declínio do fornecimento, implica em novasfontes de energia a cada ano equivalente a 4-5% daprodução mundial atual de petróleo:cerca de 1.800 milhões de barris por ano!Em 2015, quando cessa a produção de gás capaz deatender a demanda crescente , as novas fontes de energiateriam de aumentar a taxa anual que vinha crescendoem mais 900 milhões de barris!alternativas para preencher a lacunaSource: GTZ/WorldWatch Institute
  42. 42.  As únicas fontes de energia genuinamente sustentável sãoaquelas baseadas no fluxo de energia do sol: solar, hídrica,aeólica, onda, biomassa.Portanto, fontes renováveis podem atender todas asnecessidades de energia do mundo, agora e no futuro. A quantidade de energia fornecida por fontes renováveispoderiam ser 120 vezes o nível atualEstima-se que o mercado por tecnologias limpas chegue avaler US$1.9 trilhões até 2020Alternativas para preencher a lacunaO problema é desenvolver estas fontes o rápido suficientepara preencher a lacuna à medida que se abre.Fonte: GTZ/WorldWatch Institute
  43. 43. FONTE: MME A lei 11 097/2005 estabelece o uso obrigatório de misturade biodiesel ao diesel fóssil , com demanda atual de 43bilhões de litros ao ano!!20125% AutorizativoMercado potencial:860 milhõeslitros/ano2%Autorizado2%obrigatório5% autorizadoMercado firme:860 milhões litros/anoMercado Potencial:1.3 bilhões/anoMercado firme ( basedemanda atual):2.2 bilhõeslitros/ano5%obrigatório20%20202020Projeção:12,4bilhõesLitros/anoProjeção:12,4bilhõesLitros/anoPROJEÇÃO DO MERCADO BRASILEIRO
  44. 44. Visão demercadoEstrutura eCapacitaçõesAliançasEstratégicasRECURSOSGESTÃO EFICIENTEEstratégias eMetodologiasInovaçãotecnológicaPlanejamentoVisão a longoprazoCompetitividade e SustentabilidadeViabilidade do empreendimento
  45. 45. “Uma coisa é pôr idéias arranjadas, outra é lidar com paísde pessoas, de carne e sangue, de mil-e-tantasMisérias...” Tanta gente – e dá susto de saber; e nenhum se sossega: todosnascendo, crescendo, se casando, querendo colocação de emprego, comida,saúde, riqueza, ser importante, querendo chuva e negócios bons.”(*)

×