Manual de Aquecimento  Solar para Piscina     1ª Edição / 2011
ÍndiceIntrodução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 04PLACALORAquecedor S...
Introdução 	        É muito importante que todos saibam que a linha de Coletores Solar PLACALOR foi desenvolvida pela SIBR...
PlacalorAquecedor Solar de Piscina	          O Coletor Solar Placalor, é o grande responsável por captar a energia solar, ...
Vantagens de se obter o Aquecedor Solar PLACALOR• É fabricado com material atóxico, ou seja, que não reage com os produtos...
Kit de Instalação	         O Kit de instalação é essencial para melhor instalação dos coletores PLACALOR.Formado por vário...
Capa Térmica SIBRAPE	         Reduz significativamente as perdas térmicas da piscina. Apesar de ser opcional ( ocliente po...
Filtro PLC	         O filtro Autolimpante foi desenvolvido para que a água que adentraao filtro, entre na forma de turbilh...
2 - Tipo de piscina ( fechada, coberta ou aberta );3 - Tempo de utilizacão da piscina;4 - Taxa de utilizacão da piscina;5 ...
Observações Importante• É recomendada a utilização da capa térmica para piscina nas horas inutilizáveis;• Recomendamos que...
Preparando para instalaçãoOs Coletores Solar da Linha PLACALOR podem ser instalados em telhados, lajes, solos, pla-no incl...
Instalação Hidráulica    	         A instalação hidráulica de um sistema de aquecimento solar para piscina é sim-    ples ...
Interligação Hidráulica entre baterias de coletores	         Há varias forma de se interligar coletores. A mais comum dela...
15
16
Para um bom desempenho dos sistema de aquecimento solar as interliga-ções das baterias devem seguir as seguintes regras:• ...
• A alimentação ou retorno dos coletores deve estar compensado, ouseja, a trajetória por onde a água passa deve ter compri...
Interligação entre Sistema Solar e Sistema de Filtragem	         O circuito Hidráulico dos sistemas de filtragem de piscin...
Notas importantes:• Utilize sempre o registro globo entre as tubulações de alimentação e retornodo sistema solar, quando h...
Fixação dos Coletores SolaresConcluída a instalação hidráulica, agora o mais importante é fixar bem oscoletores para que n...
CDT (Controlador Digital Temperatura)O Quadro de Comando para Piscina (CDT) é responsável pelo gerenciamento de aciona-men...
Para se evitar ruídos nos sinais dos sensores comprometendo a medição detemperatura, deve-se fazer uma instalação independ...
O sensor CDT ligado aos coletores deve ser instalado sobre os mesmos, presoentre os tubos dos coletores de maneira que fiq...
Como Inicializar o Aquecimento da PiscinaParabéns, seguindo todos os passos você conseguiu instalar nossos sistema,é impor...
Figura 23Instalação do sistema de aquecimento SolarPLACALOR                                             RALO DE FUNDO  26
Após checar todos os pontos mencionados acima, inicialize o sistema de aquecimento dapiscina optando por operacionalizá-lo...
Principais Problemas, Causas e SoluçõesCaso ocorra algum problema no funcionamento do equipamento, recorraao quadro de fal...
A      Cliente: ___________________________________________________________      Produto:_________________________________...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Manual Placalor Sibrape

4.171 visualizações

Publicada em

Manual Placalor Sibrape

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.171
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manual Placalor Sibrape

  1. 1. Manual de Aquecimento Solar para Piscina 1ª Edição / 2011
  2. 2. ÍndiceIntrodução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 04PLACALORAquecedor Solar de Piscina PLACALOR. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 05Vantagens de se obter o Aquecedor Solar PLACALOR.. . . . . 06Kit de Instalação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 07Preparação para Instalação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12Instalação Hidráulica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13Interligação Hidráulica entre Coletores Solares . . . . . . . . . . . . 13Interligação Hidráulica entre Baterias de Coletores . . . . . . . . 14Interligação entre Sistemas Solar e Sistema de Filtragem . . 19Fixação dos Coletores Solares . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . 21CDT (Controlador de Temperatura). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 22Como Inicializar o Aquecimento da Piscina . . . . . . . . . . . . . . . 25Manutenção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27Problemas e Soluções . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28Garantia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29
  3. 3. Introdução É muito importante que todos saibam que a linha de Coletores Solar PLACALOR foi desenvolvida pela SIBRAPE única e exclusivamente para aqueci- mento de piscinas, não sendo recomendada para qualquer outro tipo de apli- cação. A linha PLACALOR SIBRAPE de coletores solar foi desenvolvida através de estudos e informações, e seu aprimoramento veio através das necessidades de cada cliente e através de estudos e informações podemos produzir um produ- to com firme resistência estrutural, durabilidade e ótimo desempenho térmico Leia com atenção as instruções na seqüência descritas, pois a garantia dos coletores PLACALOR SIBRAPE está condicionada a uma correta instalação. Nosso depar- tamento de assistência técnica esta disponível dando assim um melhor esclarecimento no caso de qualquer duvida que possa surgir. Nosso contato 0800 727 3737 e sac@ sibrape.com.br04
  4. 4. PlacalorAquecedor Solar de Piscina O Coletor Solar Placalor, é o grande responsável por captar a energia solar, trans-formá-la em energia térmica e transferir o calor para a água da piscina. Contudo suas carac-terísticas construtivas são bastantes diferentes dos coletores convencionais. Desenvolvidoem módulos, podemos ver na figura 1 abaixo, que o coletor é fabricado basicamente atravésde um sistema feito totalmente com tubos de alta vazão e tubos de elevação. Ambos fab-ricados em polipropileno. E com isso conseguimos a climatização ideal para sua piscina;- Placalor SIBRAPE deixa ao mercado 5 anos de garantia e alta tecnologia.- Placas especiais testadas e aprovadas com aditivo anti-UV, simples instala-ção e alto grau de eficiência. Tubulação Mestre Pente 44 Tubo de ElevaçãoFigura I – Característica do Coletor Solar Placalor 05
  5. 5. Vantagens de se obter o Aquecedor Solar PLACALOR• É fabricado com material atóxico, ou seja, que não reage com os produtosquímicos utilizados no tratamento da piscina.• Possui elevada durabilidade, o que leva o Placalor a dar 5 anos de garantia contra defeitode fabricação no produto.• Projetado para trabalhar com altas vazões;• Produto com maior eficiência enegetica produzindo 100,5 KW/h• É fabricados em diferentes tamanhos;• Possui pigmentação resistente aos raios ultravioletas;• Possui alta resistência a pressão, ate 40mca;• São leves, flexíveis e de fácil instalação;• Se corretamente instalado, não oferece risco de superaquecer a água dapiscina;• São todos testados, aprovados e certificados pelo INMETRO.A Linha Placalor trabalha com coletores de diferentes tamanhos. Coletor Solar Modelo PLC 2000 PLC 3000 PLC 4000 Caracteristicas construtivas Materia Prima Polipropileno Polipropileno Polipropileno Pintura Preto Fumo Preto Fumo Preto Fumo Nº. de tubos 44 44 44 Entrada/Saída 40 mm 40 mm 40 mm Dimensões Comprimento 2.000 mm 3.000 mm 4.000 mm Largura 350 mm 350 mm 350 mm Espessura 64 mm 64 mm 64 mm OBS, Produzimos ate 6m. 06
  6. 6. Kit de Instalação O Kit de instalação é essencial para melhor instalação dos coletores PLACALOR.Formado por vários tipos de conexões e válvulas que contribuem para instalação segura ecorreta do aquecedor solar garantindo assim um ótimo funcionamento. O kit pode sofrervariação quanto a quantia de peças em função do numero de coletores o qual deseja insta-lar. Segue abaixo ilustração do que é um kit de instalação e quais suas respectivas funções ediâmetros. Conectores 50mm x 40mm Fabricados em ABS, os adaptadores são utilizados para efetuar a liga-ção dos coletores com os canos de PVC na alimentação e no retorno entrebaterias de coletores, para vedar os finais das baterias. Conector Macho Conector Fêmea Tampões 40mm Fabricados em poliacetal são utilizados para vedar entrada e saída nos co-letores. Tampa Fêmea Tampa Macho Anel Oring / Pasta Lubrificante É um anel que veda com eficiência todas conexões do sistema quan-do bem lubrificado com a Pasta Lubrificante Anel Oring Pasta Lubrificante Outros Acessórios Além do kit de instalação existem alguns acessórios de igual importância cujaaquisição pode ser feita através da SIBRAPE. 07
  7. 7. Capa Térmica SIBRAPE Reduz significativamente as perdas térmicas da piscina. Apesar de ser opcional ( ocliente possuindo a capa térmica) o seu uso é obrigatório nos períodos em que a piscina nãoé utilizada. Afinal, sabe-se que 70% das perdas térmicas de uma piscina ocorrem pela suasuperfície, daí a necessidade de protegê-la.A capa térmica é aquela confeccionada com plastico bolha e deve ser instalada comas bolhas para baixo formando assim um bolsão de ar, se a capa for feita de lona nãoterá o mesmo efeito, pois não forma a bolsa de ar grande responsável por manter atemperatura da água Bomba Hidráulica Bomba responsável por circular a água dentro dos coletores solares. CDT - Controlador Digital de Temperatura Esse controlador é responsável por acionar a bomba hidraulica a medida que oaquecimento aumenta ou diminui nos coletores.O controle é feito através de dois sensores, um na saída das placas e outro que é instaladona sucção da bomba.É apartir do aquecimento ou resfriamento excessivo que é acionada a bom-ba. 08
  8. 8. Filtro PLC O filtro Autolimpante foi desenvolvido para que a água que adentraao filtro, entre na forma de turbilhão, criando-se o efeito vórtice que arrastaas partículas para a base (tampa) do mesmo, diminuindo em muito as opera-ções de limpeza.Construído totalmente em ABS, resiste a todo tipo de intempéries, além de su-portar pressões de até 100 m.c.a. A perda de carga é da ordem de 0,2 m.c.a.para uma vazão de 5.000 litros de água e de cerca de 2,5 m.c.a. para umavazão de 10.000 litros por hora. A sua manutenção é extremamente simples,bastando tirar a tampa com os anéis filtrantes e lavá-los em água corrente. O Filtro é indicado para todos os tipos de instalações e sua função é reter partículas que normalmente não são retidas pelas motobombas que contém pré-filtro. Válvula Ventosa PLC Válvula responsável pela drenagem dos coletores após o desligamento da bomba,sem que ocorra pressão negativa nos coletores. Dimensionamento dos Coletores Para saber a quantidade de coletores solares necessários para aquecer de- terminada piscina, é feito um balanco energético entre as perdas térmicas diárias de uma piscina e a quantidade de energia térmica que o coletor solar pode produzir. Este método de dimensionamento é mais conhecido como “método da reposição das perdas”, onde a ideia básica é dimensionar um numero de coletores solar que, em alguns dias, aqueça todo volume de agua da piscina e que posteriormente, seja capaz de repor diariamente as perdas térmicas da mesma, mantendo-a sempre aquecida. Para isto, leva-se em consideração no dimensionamento: 1 - Temperatura desejada pelo cliente, recomenda-se: - 26° C – Piscinas de treinamento; - 28° C a 30°C – Piscinas de Clube; - 30°C a 32° C – Piscinas de residencias e academias; - 34° C – Piscinas de Fisioterapia e SPAS. 09
  9. 9. 2 - Tipo de piscina ( fechada, coberta ou aberta );3 - Tempo de utilizacão da piscina;4 - Taxa de utilizacão da piscina;5 - Tempo disponível para utilizacão de capa térmica ;6 - Dimensões da piscina;7 - Velocidade do Vento ;8 - Umidade relativa do ar9 - Temperatura ambiente;10 - Orientação geográfica da área disponível para instalação do coletoressolares;11 – Características térmicas do coletor solar.Através do balanço de energia que envolve avaliação em conjunto de to-das as variáveis mencionadas a cima. Chegamos a um parâmetro conhe-cido como “Relação da área”, que nada mais é que uma relação adimen-sional entre a área coletora necessária para repor as perdas térmicas diáriasda piscina e a área da própria piscina. ACR = ------ A P , onde:Significados das silabas;AC – Área ColetoraAP – Área da PiscinaR – Relação da áreaPara facilitar o dimensionamento, estabelecemos dimensoes para diferentestipos de climas e piscinas, veja abaixo: Relação de área Clima recomendada Muito Quente Quente Frio Muito Frio Aplicações Temperatura Fechada Aberta Fechada Aberta Fechada Aberta Fechada Aberta Clubes 26ºC a 30 ºC 70% 80% 90% 100% 100% 110% 110% 120% Residencias e 30ºC a 32 ºC 80% 90% 100% 110% 110% 120% 120% 130% Academias Fisioterapias e 34ºC Spars 120% 130% 130% 140% 140% 150% 160% 170% Exemplos de referência quanto ás Cuiaba, Campo Belo Horizonte, São Paulo, Flori- Campos do Jordão Grande, Fortaleza Araçatuba, Rio de anopolis, Poços de Curitiba, Porto Alegre, variações climaticas Recife, Salvador, etc. Janeiro, Brasilia, etc. Caldas, Londrina, etc. etc. 10
  10. 10. Observações Importante• É recomendada a utilização da capa térmica para piscina nas horas inutilizáveis;• Recomendamos que a instalação seja feita com orientação ao norte-geográfico. Caso nãoseja possivel acrescente 15% na area de coletores solares para desvio de 45° a 90°.• A tabela acima é recomendada para dimensionamento de piscinas com ate 100m² de áreasuperficial.• A profundidades das piscinas não influem significativamente no dimension-amento, uma vez que 70% das perdas ocorrem pela superfície da piscina;• Para piscinas profissionais ( clubes, academias, clinicas, hotéis, etc .. ) é re-comendada a ultilizacao de equipamento auxiliar para complementaçãoda temperatura nos meses de inverno;• Para piscinas de grande porte é recomendado recorrer ao departamento técnico da SI-BRAPE para que possa ser feito um dimensionamento mais criterioso;Alem de dimensionar o numero de coletores temos também que dimensionaro kit de instalação. Para isso criamos uma regra para facilitar seu dimension-amento, cada bateria de placas pode receber no seu limite 20m² de cole-tores, onde a cada bateria um kit de instalação deverá ser usado.Kit de Instalação 01 Conector Fêmea 01 Conector Macho 01 Tampa Macho 01 Tampa Fêmea 01 Lubrificante PLC 02 PLC Anel Oring (por coletor) 01 Pasta Lubrificante 01 Válvula Ventosa PLC 01 Filtro PLC*Para projetos especiais consulte departamento técnico da SIBRAPE. 11
  11. 11. Preparando para instalaçãoOs Coletores Solar da Linha PLACALOR podem ser instalados em telhados, lajes, solos, pla-no inclinado ou suportes, contudo antes de iniciar a instalação é fundamental dar atençãoa alguns pontos que garantirão uma perfeita instalação completa do aparelho.1 - Defina o Local de instalação, verifique se o espaço é suficiente para instalação completado sistema.2 - No Caso de instalação sobre suportes, o mesmo deve ser revestido com folhas de zinco,aço galvanizado ou telha, de forma a minimizar a perda térmica por baixo dos coletores.3 - Verifique o sombreamento, pois os mesmos não podem ter obstáculos que projetemsombra durante o período de insolação.4 - Verifique se a orientação geográfica do local é ideal. Lembre-se os coletores nunca de-vem ser instalados para o sul, sempre para o hemisfério norte geográfico.5 - Procure sempre um local de fácil acesso para instalação dos coletores, pois os mesmosnão devem ser pisados a não ser que não aja outra opção.6 - Minimize os riscos de acidentes. Confira se o local de instalação é seguro e use acessóriosde proteção individual (EPI), tome precauções que possam proteger e evitar acidente usesapatos de solado especial para evitar escorregões.7 - Recomenda-se usar canos e conexões de PVC soldável na alimentação hidráulica dos co-letores, retorno e ligação com a casa de maquinas. O PVC soldável resiste a temperatura deate 45º C, ou seja um limite bem acima da temperatura a qual trabalha o coletor da piscina.Não use canos e conexões de cobre em instalação hidráulica que aqueçapiscinas pelo sistema solar.O cobre cria conflito com os produtos químicos utilizados no tratamento dapiscina e acelera o processo de corrosão da tubulação, alem de não ser ap-ropriado para elevadas vazões praticadas na instalação. 12
  12. 12. Instalação Hidráulica A instalação hidráulica de um sistema de aquecimento solar para piscina é sim- ples e de fácil aprendizagem. Siga as instruções abaixo para efetuar a instalação. Interligação Hidráulica entre Coletores Solares A interligação dos coletores é bem simples de ser realizada para faze-lo você vaiprecisar de duas placas, pasta lubrificante e um anel O’ring.Conforme pode ser visto na figura abaixo, siga os passos: 1. Posicione as placas alinhadas uma ao lado da outra; 2. Coloque o anel o´ring no local indicado; 3. Lubrifique bem o anel o´ring; 4. Encaixe as Placas. Apesar da facilidade, a interligação entre coletores não pode ser feita de forma indiscrimida. Para garantir o equilibrio hidráulico e eficiencia termica do sistema, deve-se respeitar o limite maximo por bateria e ainda lubrificar muito bem os anéis o’ring que são fundamentais para não ocorrer vazamento nas instalações. 13
  13. 13. Interligação Hidráulica entre baterias de coletores Há varias forma de se interligar coletores. A mais comum delas éatravés de uma única bateria (Conjunto Simples). Conforme a figura abaixo. No entanto, em situações em que o espaço disponível é pequeno ou o numerode coletores dimensionados seja superior a 20m ² recomendamos dividir os coletores em 2ou 3 baterias (conjunto duplo ou triplo), que podem ser interligados em series ou paralelo,conforme figuras abaixo. 14
  14. 14. 15
  15. 15. 16
  16. 16. Para um bom desempenho dos sistema de aquecimento solar as interliga-ções das baterias devem seguir as seguintes regras:• Não instale mais que 3 baterias de coletores em serie. O coletor solar temseu limite térmico, ou seja, a partir da terceira bateria, a água já absorveutoda energia térmica que o sistema de aquecimento solar pode fornecer,portanto inserir mais uma bateria em serie é desperdício;• Não instale mais de 3 ramais de alimentação não garantem equilíbriohidráulico na alimentação das baterias de coletores, comprometendo aeficiência térmica do sistema; 17
  17. 17. • A alimentação ou retorno dos coletores deve estar compensado, ouseja, a trajetória por onde a água passa deve ter comprimentos iguais, conforme asfiguras anteriores. Desta forma, garante-se que a vazão nas baterias será a mesma; • O circuito hidráulico entre coletores e casa de maquinas deveser o mais curto e o mais simplificado possível. Sempre que possível, evitede utilizar joelhos 90º, eles oferecem alta resistência hidráulica (perdade carga) â passagem da água. O retorno dos coletores deve ser sem-pre mais curto que alimentação, desta forma a perda térmica é menor; • Os coletores e tubulações devem ser instalados de uma manei-ra que no momento que a bomba hidráulica desarma, a drenagem dos cole-tores seja feita automaticamente. Nunca deixe de instalar a válvula ventosa,pois ela não permite a criação de pressão negativa no momento da drenagem. Alem de definir a melhor forma de interligar os coletores ou bateriasde coletores, é importante dimensionar corretamente a tubulação para quepossa ser feita a distribuição de água entre os coletores seja perfeita. A ta-bela abaixo mostra as vazões máximas em tubos de PVC. Diametro de tubo Vazão em m²/h 20 mm 1,2 25 mm 2,8 32 mm 5,8 40 mm 9 50 mm 14,4 60 mm 17,3 75 mm 28,4 85 mm 43,2 110 mm 68,4 Os coletores solares da linha PLACALOR, foram projetados para trabalhar com omáximo desempenho térmico em uma faixa de vasao que varia de 250 litros/h/m² de cole-tor solar a 300 litros/h/m² de coletor solar. Para saber qual a tubulação ideal para a instalação, calcule a vazãonecessária para a sua instalação e defina usando a tabela acima de tubosde PVC mais adequado. 18
  18. 18. Interligação entre Sistema Solar e Sistema de Filtragem O circuito Hidráulico dos sistemas de filtragem de piscina costumamter características variadas, isto devido a diferentes motivos: espaço da casade maquina, regime de filtragem, instalação de acessórios, etc. Apesar dis-so, a idéia básica para inserção do sistema solar na maioria das piscinas depequeno e médio porte não muda nada e pode ser montada com base nafigura abaixo. VÁLVULA DE RETENÇÃORALO DE FUNDO Note que a válvula de retenção, logo após a bomba de filtragem, tem a função deevitar o “golpe de ariete” sobre o motor da bomba somente em que a mesma desarma e aágua escoa pela tubulação de alimentação dos coletores para a piscina. A segunda válvulade retenção, posicionada na tubulação de retorno, impõe o sentido único ao fluxo da água,ou seja, sempre dos coletores para a piscina. Quanto aos registros utilizados recomenda-setrabalhar com registro gaveta ou esfera. Apesar de simples, a interligação do sistema solar a casa de maquinaexige do instalador habilidade. Convém, antes de iniciar o trabalho, planejarem que pontos serão serrados os canos e inseridas as válvulas, conexão etoda tubulação. 19
  19. 19. Notas importantes:• Utilize sempre o registro globo entre as tubulações de alimentação e retornodo sistema solar, quando houver necessidade de regular a vazão da bombahidráulica;• Utilize, tubulações e conexões de PVC de boa qualidade, faça solda utili-zando lixa, solução limpadora e cola adesiva, conforme orientação do fabri-cante. Após a conclusão verificar se não a vazamento;• Sempre que possível de a preferência em inserir os pontos de alimentaçãodo filtro quando não houver espaço suficiente ou sobrecarga na pressão detrabalho do próprio filtro.• Este esquema de instalação é recomendado apenas para piscinas de pequeno e médioporte.• Sempre que possível pinte a tubulação de preto, de forma a evitar os raiosUV a danifique. Para facilitar a aderência da tinta, limpe a tubulação comsolução limpadora.Para não ter que regular a vazão dos coletores, utilize um bomba bem dimen-sionada. Para isso siga os passos a seguir:1 - Calcule a vazão necessária para alimentação dos coletores, ou consulteas tabelas 5 e 6 deste manual;2 - Calcule a altura manométrica entre o nível da casa de maquina e o pontoauto do local onde serão instalados os coletores solares;3 - Defina um fornecedor de bomba hidráulica para água da piscina;4 - Consulte o catalogo do fornecedor e defina a bomba ideal a partir davazão e altura manométrica calculada. 20
  20. 20. Fixação dos Coletores SolaresConcluída a instalação hidráulica, agora o mais importante é fixar bem oscoletores para que não sejam levados por ventanias ou tempestades.Primeiro passo, utilizar arame de cobre ou aço galvanizado de boa quali-dade.Segundo passo, ao fixar os coletores utilize uma régua evitando assim que osmesmos criem barriga.OBS: a fixação deve ser feita somente na parte superior das placas para queo equipamento possa dilatar. 21
  21. 21. CDT (Controlador Digital Temperatura)O Quadro de Comando para Piscina (CDT) é responsável pelo gerenciamento de aciona-mento da bomba hidráulica que alimenta os coletores solares. O CDT controla a tempera-tura da água da piscina a partir de sensores de temperatura locacalizados nas saídas doscoletores solares (sensor I) e na tubulação de entrada da Motobomba de sucção (sensor II).A partir do diferencial da temperatura, o CDT tem a funcao de armar e de-sarmar a bomba hidráulica em funcao do nível de radiação solar incidenteno plano do coletor.O controle de acionamento da bomba hidráulica pode ser feito automaticamente atravésdo CDT (chave na posição I) ou manualmente através da chave localizada na parte inferiordo CDT (chave na posição II). Há ainda, a possibilidade de deixa desligado todo sistema(chave na posição O), conforme pode ser visto na figura abaixo.O quadro de comando já sai de fabrica programado, no entanto, se houvernecessidade, é possível reprogramá-lo a partir da utilização do manual domesmo. 22
  22. 22. Para se evitar ruídos nos sinais dos sensores comprometendo a medição detemperatura, deve-se fazer uma instalação independente para os cabosdos sensores, ou seja, não se devem passar estes cabos junto a nenhumcabo de força, conforme a figura:Notas Importantes:1. O CDT deve ser instalado na casa de maquina ou próximo a ela, parafacilitar instalação.2. O comprimento do cabo do sensor é de 2,5 metros e pode ser aumen-tado pelo próprio usuário com ate 200 metros utilizando cabo coaxial tipomicrofone 1 x 0,5mm2 (20 AWG). 23
  23. 23. O sensor CDT ligado aos coletores deve ser instalado sobre os mesmos, presoentre os tubos dos coletores de maneira que fique exposto ao sol pressio-nado em sua parte superior. Tubos de elevaçãoSensorCertifique-se de que o sensor I fique sempre em meio as radiações solarespara que seu aparelho funcione de maneira correta.O sensor 2 do CDT deve ser instalado através de um poço num cano desucção de bomba hidráulica dentro da casa de maquina, conformeabaixo.Em caso de duvidas na programação do CDT, entre em contato com o nosso departamen-to de assistência Técnica da SIBRAPE PLACALOR. 24
  24. 24. Como Inicializar o Aquecimento da PiscinaParabéns, seguindo todos os passos você conseguiu instalar nossos sistema,é importante seguir alguns procedimentos, com base na figura 23 a seguir.1. De o tempo suficiente para secagem da cola que unem tubos e con-exões;2. Verificar registro e a regulagem dos mesmos;3. Verifique se os adaptadores e tampões estão instalados de maneira cor-reta;4. Verifique se os coletores estão instalados de maneira correta;5. Certifique-se que a drenagem dos coletores ocorrera de maneira correta;6. Verifique se a energia do local é compatível com a do controle de tem-peratura (CDT)7. Verifique se a programação do CDT esta correta;8. Verifique se o quadro de comando esta instalado corretamente;9. Verifique se os sensores de temperatura foram instalados corretamente e se a emendados fios foi bem feita. 25
  25. 25. Figura 23Instalação do sistema de aquecimento SolarPLACALOR RALO DE FUNDO 26
  26. 26. Após checar todos os pontos mencionados acima, inicialize o sistema de aquecimento dapiscina optando por operacionalizá-lo no modo automático (I) ou manual (II).Para desligar, basta mudar a chave seletora para o modo desligado (O).Nota ImportanteOpte preferencialmente por inicializar o sistema no modo automático (I), de forma a terum sistema solar mais eficiente e otimizado. O modo manual (II) é uma segunda opçãoque deve ser usada em casos de defeito ou manutenção do CDT.Se após a leitura deste manual as duvidas ainda persistirem, não hesite ementrar em contato com nosso departamento de assistência técnica.ManutençãoO Coletor Placalor para aquecimento de piscinas, foi desenvolvido de forma a garantirexcelente resistência estrutural, praticidade na instalação e durabilidade.Contudo, há alguns procedimentos que devem ser seguidos para garantir obom funcionamento do sistema:Evite caminhar sobre os coletores. Caso seja necessário, utilizem calçadosapropriados e de forma que agrida o mínimo possível o coletor solar;Repita os procedimentos de inicializacao do sistema periodicamente ecertifique-se de que todas as válvulas, registros estão corretamente regula-dos e em bom estado de funcionamento. 27
  27. 27. Principais Problemas, Causas e SoluçõesCaso ocorra algum problema no funcionamento do equipamento, recorraao quadro de falhas, causa e soluções, conforme a tabela abaixo. Problema Local Causa Ação Colagem mal feita Refazer a colagem Na Tubulação Aperto Insuficiente Apertar as conexões Anel Oring mal Recoloca-los bem Nos Painéis lubrificado lubrificados Vazamento No Tubo Entrar em contato com Mestre Extras departamento tecnico Nos Tubos de Entrar em contato com elevação Extras departamento tecnico Quadro de Co- mando desligado Ligar o quadro Registro fechado Abrir Registro Avaliar causa do sombreamento Sombreamento A água não Piscina Verificar pré-filtro aquece Verificar filtro Pouca vazão de água Verificar bomba Verificar obstrução no dreno da piscina Verificar entupimento nos painéis Falta de energia Verificar disjuntores Falta de capa Colocar capa térmica térmica Registro de by Abrir Registro pass fechado Tubos cheios Válvula quebra Retira-la e fazer limpeza de água Alimentação vácuo travada com sistema dos painéis desligado Registros Fechados Abrir Registro Retorno da piscina Abrir o retorno fechadoCaso os problemas continuem, entre em contato com o vendedor de seu equipamentopara assistência técnica, ou diretamente com a assistência técnica da Placalor Sibrape peloemail sac@sibrape.com.br ou pelo Telefone 0800 727 3737. 28
  28. 28. A Cliente: ___________________________________________________________ Produto:__________________________________________________________ Data: ______/_______/_________ Nota Fiscal: ___________________________ Revenda: __________________________________________________________ Rua Armando Tarozzo, 210 Ribeirão Preto - SP CEP: 14095-200 Fone/Fax: (16) 2101-7000____________________________________________________________________________________________________________________________________________ TERMO DE GARANTIA A obrigação da Sibrape Placalor, sob a presente Garantia, esta expressamente limitada ao reparo ou substituição, a seu critério, da parte ou componente fornecido, caso se verifique defeituoso no prazo de 60 meses, contados a partir da data de fabricação impressa no produto. A presente garantia cobre os equipamentos quando em uso e serviço regular e dentro das recomendações de instalações, conforme descrita no manual sem autorização expressa, por escrito. Do departamento Técnico da Sibrape Placalor, cancela a presente garantia. A Garantia perde seu valor nos seguintes casos • Extinção do prazo de validade; • Avarias durante o transporte; • Manuseio do equipamento em transito ou armazenagem; • Instalação, montagens ou reparos, quando não são executados conforme orientação do MANUAL de instalação; • Uso, operação ou manutenção de forma imprópria; • Utilização de água corrosiva, contudo substancias químicas que ataquem internamente o equipamento; • Caso fortuito ou de força maior (acidentes catastróficos, incêndios, ex- plosões, inundações, vendavais, vandalismo e outros). Essa garantia substitui expressamente toda a qualquer outra garantia subtendida ou expressa, nada obrigando a Placalor Sibrape, a aceitar outra garantia além da presente. A Placalor Sibrape, não se responsabiliza por lucros cessantes, perdas ou danos emergen- tes, direitos e indiretos.

×