PROGRAMA DE QUALIDADE 9 esses pdca 7cs SERGIO DE MELLO QUEIROZ

821 visualizações

Publicada em

PROGRAMA DOS CINCO ESSES (AGORA SÃO NOVE) PARA QUALIDADE TOTAL PROF SERGIO PDCA CONSULTORES ASSOCIADOS

Publicada em: Negócios
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
821
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
34
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PROGRAMA DE QUALIDADE 9 esses pdca 7cs SERGIO DE MELLO QUEIROZ

  1. 1. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ PROGRAMA 5 S SERGIO DE MELLO QUEIROZ MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ
  2. 2. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Este programa passou a ser uma ferramenta fundamental para a Gestão e Qualidade Total, principalmente àqueles que almejam a ISO 9000-2000. APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA 5 S’s Portanto o maior beneficiário da implantação é o AMBIENTE, pois com QUALIDADE e MEIOS, empregados e patrões, clientes e fornecedores serão atingidos.
  3. 3. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ PROGRAMA 5 S’s O programa pode ser implantado em casa, na escola, na empresa, na obra, em seu carro, enfim em qualquer ambiente, em qualquer local. Na verdade as pessoas só podem participar daquilo que conhecem. Portanto, começa-se pela educação e treinamento.
  4. 4. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ MARCO INICIAL DO PROGRAMA 5 S’s Estabelece-se um dia para realizar uma grande limpeza.. Realizamos uma faxina geral, direcionando o processo para os três primeiros sensos:
  5. 5. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ SELEÇÃO ORGANIZAÇÃO LIMPEZA
  6. 6. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Onde os 5 S’s podem ajudar? • Melhorar o ambiente de trabalho. • Economia de tempo e esforço na execução de atividades • Redução de desperdícios • Prevenção de acidentes. • Melhoria da moral dos empregados e • Incentivo à criatividade
  7. 7. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ É um programa que tem por FILOSOFIA a melhoria contínua no ambiente de trabalho e nas atividades desenvolvidas por todos nós.
  8. 8. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ CONHECENDO OS 5 S’s Programa de origem japonesa, cujo fundamento é baseado em cinco palavras japonesas que começam com a letra “S” SEIRI, SEILTON, SEISO, SEIKETSU e SHITSUKE
  9. 9. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Criando um ambiente organizado, onde se vive, trabalha-se melhor, sem perdas de tempo em buscas e prevenindo o erro. Diminui com isto o cansaço.
  10. 10. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I R I S E L E Ç Ã O S E I L T O N ORGANIZAÇÃO S E I S O LIMPEZA S E I K E T S U CONSERVAÇÃO S H I T S U K E DISCIPLINA 5 S’s
  11. 11. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ SEIRI = SELEÇÃO
  12. 12. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I R I Senso de Seleção I • Selecionar é separar o necessário do desnecessário para a área de trabalho. • Selecionar não significa atirar no lixo tudo, apenas manter ao alcance apenas aquilo que se use ou vai usar.
  13. 13. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I R I Senso de Seleção II • Muitas vezes é dar um destino certo para as coisas e até para a forma de fazer. Quantas canetas, lápis, grampeadores são necessários. • Guardar coisas quebradas, com tecnologia ultrapassada, mesas e cadeiras quebradas, pra que?
  14. 14. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I T O N Senso de Seleção III • A meta do administrador é ter o menor número de equipamentos e de material de expediente em nosso local de trabalho. • Evitar que cada funcionário tenha seu mini- almoxarifado. Afinal isto gera custos.
  15. 15. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I T O N Senso de Seleção IV • Como gera Custos? Se usarmos uma borracha a cada 6 meses,porque temos 3 estocadas? Isto também é selecionar. • Se usarmos uma caneta para que manter estoques? Isto com disquetes, clips, Pastas, etiquetas, etc...
  16. 16. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I T O N Senso de Seleção V • Documentos podem ser enviados ao arquivo geral; papéis podem ser reciclados. Existem até documentos que podem ser incinerados. • Ficamos com que é útil e colocamos à disposição o que não é útil para nós em nossa área de trabalho.
  17. 17. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ SEITON = ORGANIZAÇÃO
  18. 18. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I T O N Senso de Organização I • Organizar aqueles materiais que são úteis para o nosso trabalho, e também para o ambiente. • Praticar a organização é colocar tudo no lugar, não deixando nada em locais onde não tenha utilidade ou possa atrapalhar
  19. 19. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I T O N Senso de Organização II As mesas devem estar livre de entulhos e as gavetas com o conteúdo organizado, bem como os arquivos devem estar organizados e identificados.
  20. 20. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I T O N Senso de Organização III Deve-se organizar da seguinte maneira: O que se usa a todo o momento, colocar bem perto de você. • O que se usa todo dia, num lugar de fácil acesso. • O que se usa esporadicamente, saber onde está
  21. 21. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I T O N Senso de Organização IV Ainda é necessário efetuar a manutenção dos recursos que temos à nossa disposição.
  22. 22. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ SEISO = LIMPEZA
  23. 23. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I S O Senso de Limpeza • A partir do momento que nosso ambiente se mantém limpo e arrumado, nos preocupamos em não sujar e a descobrir os focos de sujeira e como evitá-los, descobrir inclusive o que pode causar um acidente.
  24. 24. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I S O Senso de Limpeza II • Cria-se mais um hábito em nossa vida, pois aprendemos a sermos educados, zelamos pelo ambiente e pelas coisas que usamos.
  25. 25. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I S O Senso de Limpeza III • Colocar lixo no lixo é uma forma de embelezar o ambiente, podendo incluir nele arranjos e/ou outro tipo de decoração.
  26. 26. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I S O Senso de Limpeza IV • Não se esquecer jamais que podemos cultivar como hábito o selecionar o “lixo” que não é lixo.
  27. 27. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I S O Senso de Limpeza V • Para tanto utilizamos-nos dos 3R’s REDUZIR RECICLAR REUTILIZAR
  28. 28. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I S O Senso de Limpeza V REDUZIR - reduza consumo de tudo que não lhe for realmente necessário.
  29. 29. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I S O Senso de Limpeza V RECICLAR - promover a coleta seletiva do lixo, separando: vidro-plástico-metal-papel-orgânico
  30. 30. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I S O Senso de Limpeza V REUTILIZAR - promover a REAPROVEITAÇÃO DO LIXO, NA FORMA DE RECICLADOS, OU DE REAPROVEITADOS:
  31. 31. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ
  32. 32. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ SEIKETSU = CONSERVAÇÃO
  33. 33. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I K E T SU Senso de Conservação • Não se pode deixar a situação retroceder. • Deve-se estabelecer procedimentos para que a sujeira não volte, que o material não acumule e que os arquivos não fiquem entulhados e coisas absoletas
  34. 34. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I K E T SU Senso de Conservação II • É necessário que as pessoas passem a ter uma postura preventiva, manutenindo e preservando o ambiente de trabalho. • O programa na verdade é voltado a CULTURA (educação).
  35. 35. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E I K E T SU Senso de Conservação III • É necessário que as pessoas tenham uma postura preventiva, em vez de ficarem se desgastando, corrigindo imprevistos. • Por isso às vezes ficamos tão cansados. Parece-nos que o dia “não rendeu”. Trabalhamos e o resultado foi mínimo.
  36. 36. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ SHITSUKE = DISCIPLINA
  37. 37. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S H I T SU K E Senso de Disciplina • Quando optamos por sermos disciplinados, vamos perceber que isto traz uma série de vantagens. Disciplina nada mais que fazer o que foi acordado.
  38. 38. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S H I T SU K E Senso de Disciplina II • Inicialmente o contrato é consigo mesmo: horários, assiduidade, uso de crachá ou uniforme, equipamento individual e de segurança, seguir normas e regulamentos
  39. 39. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S H I T SU K E Senso de Disciplina III • basicamente é ser fiel aos S’s. • Poderíamos dizer que é necessário sermos disciplinados, para conservar a limpeza, organização e a seleção.
  40. 40. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ •S E T S U Y A K U - ECONOMIA •S E K I N I N - RESPONSABILIDADE •S H I T S U K O K U - PERSISTÊNCIA •S H U K A N - HÁBITO Além dos 5 S’s, utilizado no Brasil, existem ainda mais 4 S’s:
  41. 41. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ •S H U K A N - HÁBITO S E T S U Y A K U - ECONOMIA 4 NO BRASIL USAM-SE MAIS ESTES QUATRO ESSES S E K I N I N - RESPONSABILI DADE S H I T S U K O K U - PERSISTÊNCIA
  42. 42. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ SETSUYAKU = ECONOMIA
  43. 43. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E T S U Y A K U Senso de Economia • Reduzir o volume de consumo, adequar-se ao necessário (várias canetas, borrachas, etc... na gaveta). • Reciclar seus hábitos, adequando-os a modernidade e necessidade do ambiente • Reutilizar os excessos ( versos de folha de papel podem ser bons blocos de rascunho)
  44. 44. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ SEKININ = RESPONSABILIDADE
  45. 45. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S E K I N I N Senso de Responsabilidade • Adotar o patrimônio da empresa como se seu fosse, pois no lar não pode haver desperdícios, nem exageros. • Uma cadeira em sua casa, ao quebrar, é providenciado a reforma, na empresa é trocada por outra - Auto fiscalização.
  46. 46. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ SHITSUKOKU = PERSISTÊNCIA
  47. 47. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S H I T S U K O K U Senso de Persistência • Levar suas idéias e metas até o fim, pois quando não se objetiva, a tentativa fada ao fracasso. • Insistir na melhoria do ambiente, mesmo se outros não aderirem, pois lembre-se do contágio - quem sabe você não sirva de exemplo.
  48. 48. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ SHUKAN = HÁBITO
  49. 49. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ S H U K A N Senso de Hábito • Um hábito só é colocado em prática se você usar de 23 a 31 dias consecutivos. • Procure eliminar os hábitos negativos, pois são prejudiciais ao próprio ambiente.
  50. 50. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ •A perseverança é fundamental. Um programa não acontece em um dia, um mês, um ano.... É um processo contínuo. É melhoria contínua.
  51. 51. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ •Ele é um processo permanente, capaz de mudar nossas atitudes e até valores. TUDO ISTO VALE A PENA. Tudo em nome da QUALIDADE DE VIDA
  52. 52. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ *Diretora da DDG Educação & Consultoria. Pedagoga e Mestre em Engenharia da Produção pela COPPE/UFRJ. Consultora Sênior da CM Consultoria Os sete C s do Gestor Educacional Publicado em 24/06/2002 às 02:00 Débora Dias Gomes* Liderança: um diferencial competitivo "Quando as pessoas estão impacientes com a lentidão de uma imediata evolução e quando querem evitar a explosão de uma revolução, é preciso que surja um líder genial para inventar uma revolução em marcha lenta" . Débora Dias Gomes (Livro fator K)
  53. 53. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ A profissionalização do ambiente administrativo nas instituições de ensino vem suscitando mudanças de posturas e atitudes por parte dos gestores educacionais, principalmente no que se refere à difícil questão de relacionamento entre o acadêmico e o administrativo. Neste cenário, o item LIDERANÇA reveste- se de especial importância para o sucesso da instituição.
  54. 54. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Não existem livros, cursos e nem MBAs (pós-graduação em administração de "negócios") que ensinem a alguém o que realmente é ser líder. O verdadeiro aprendizado vem com as vivências diárias, suas diversidades, conflitos e consensos. Podemos sim explorar uma série de reflexões sobre o que exigem do Líder no século XXI. Este é o objetivo do presente texto.
  55. 55. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Ser líder é ter uma missão e uma visão compartilhada, educar e treinar os outros para agir. Orientar e encorajar seus liderados a identificarem a direção a ser seguida, para que a instituição possa competir pelo futuro. Enfim, ser líder é ter uma missão e uma equipe para planejar, executar, ter controle sem estar no comando, verificar e corrigir rumos. E, por fim, "assinar embaixo" de cada batalha vencida, cada desafio alcançado.
  56. 56. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Tudo isso seria fácil de controlar se as pessoas fossem todas iguais, se não houvesse necessidade de regular suas práticas tornando- as aptas para reagirem à pressão da conjuntura, ou seja, o ambiente competitivo com novas variáveis, riscos e oportunidades; uma sociedade cada vez mais carente e clientes mais exigentes; um ambiente rico em incertezas, complexidade e muita pressão. Nossas pessoas estão preparadas para mudança?
  57. 57. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Não há quem duvide deste momento especial, estressante, dinâmico, confuso, cheio de ameaças no setor educacional. No entanto só contemplaremos verdadeiras e significativas inovações nas instituições de ensino brasileiras se os seus líderes forem os principais "agentes de mudança". A começar pela Alta Direção.
  58. 58. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Não há quem duvide deste momento especial, estressante, dinâmico, confuso, cheio de ameaças no setor educacional. No entanto só contemplaremos verdadeiras e significativas inovações nas instituições de ensino brasileiras se os seus líderes forem os principais "agentes de mudança". A começar pela Alta Direção.
  59. 59. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Os líderes em todos os níveis hierárquicos precisam estar à frente da mudança. Fazer a mudança acontecer é tanto uma habilidade quanto uma arte para quem tem um empreendimento para desenvolver e pessoas para liderar. Líderes precisam mostrar a direção, buscar soluções onde estão as ações - "ouvindo suas pessoas". A hierarquia existe para dividir papéis e responsabilidades e não dividir pessoas.
  60. 60. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Líder que é líder tem seguidores! Não é por acaso que todos os movimentos mundiais que se dispuseram a estudar uma lista de esforços considerados "critérios de excelência em gestão" colocam LIDERANÇA sempre no topo da lista. Enfim, liderança é o diferencial competitivo para as organizações educacionais que querem competir no século XXI. Gosto de brincar com a letra "C", por isso veja a seguir os 7 C s do líder educacional:
  61. 61. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Cuidar - o ato de cuidar tem efeito dominó, acaba por multiplicar a "mania de cuidar" por toda a organização. Quando a gente gosta é claro que a gente cuida de nossas pessoas, dos nossos processos internos, métodos e produtos de qualidade, com afetividade e empatia. Todos estarão cuidando da produtividade, de um bom clima de trabalho; os processos terão bom relacionamento e comunicação entre si, gerando a relação cliente e fornecedor interno. Todos cuidarão de maneira coletiva da construção do projeto pedagógico (nosso produto) e inovarão os métodos que fazem com que este seja desdobrado até a sala de aula, junto aos nossos clientes (alunos), que merecem e necessitam de muito cuidado. "Cuidar de..." é o primeiro "C" do líder educacional.
  62. 62. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Confiança - o líder precisa delegar, portanto, confiar em si mesmo, ter a humildade de reconhecer suas fraquezas. Confiar na capacidade de suas pessoas será a chance para potencializar suas forças e neutralizar suas fraquezas. A confiança no líder e do líder para com sua equipe gera o próximo "C". Este é um novo jeito de lidar com a velha questão do "poder".
  63. 63. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Comprometimento - a liderança deve ser a primeira a mostrar compromisso com as ações de mudanças. Deve se fazer presente, assíduo em todas as discussões que gerem análise crítica organizacional e consenso de "quem somos" e "para onde vamos". Por isso o líder deverá orientar a direção e construir mecanismos de controle (um conjunto de indicadores) que mostrarão se o que foi planejado está sendo executado. Um painel útil para o próximo "C".
  64. 64. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Controle - o principal desafio do gestor é ter controle sem estar no comando. Assim a medição é que vai gerar capacidade de gerenciamento, o que por sua vez assegura melhorias. Checar é prestar atenção aos sinais e verificar dados e fatos em comparação com indicadores levantados em ocasião de planejamentos.
  65. 65. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Clareza - o líder tem de dominar as ambigüidades entre as ações e os pedidos feitos às equipes. O mau entendimento leva à falta de comprometimento. Além disso, toda relação de confiança começa com políticas compromissos que são claramente definidos e comunicados. Por isso o quinto "C" se constitui na clareza de papéis (níveis de responsabilidades) e no fluxo da informação. As pessoas precisam saber o porquê, o quê, e como acatar decisões da liderança.
  66. 66. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Consistência - os verdadeiros líderes vivem o que falam: se eles se apresentam como honestos e justos e são pegos numa atitude incoerente, a confiança desaparece. Se o líder foge de alguns compromissos, estará dando um exemplo inadequado. As pessoas se concentram no que nossos líderes FAZEM e não no que falam. Para tanto a "pedagogia do exemplo" é a principal ferramenta gerencial para ensinar ética e padrões comportamentais .
  67. 67. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Constância de Propósito - a verdadeira virtude de um líder é a persistência. Será considerado inteligente, como diria Piaget, cada vez que superar um obstáculo. É ser capaz de além de iniciativas, ter "constância de propósitos", gerando "acabativa" através de inovações e melhorias contínuas.
  68. 68. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Estamos falando de líderes de pessoas e não de coisas. Este não é um trabalho fácil, mas é um exercício que dignifica ambos os lados, pois descobre-se como se aprende quando se tem a humildade de ouvir, de compreender que a auto-estima em baixa é o ponto de partida para a ineficiência. É neste contexto que surge o último "C".
  69. 69. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Nosso líder precisa ter um bom CORAÇÃO para segurar as pressões sem que fique doente e sem dúvida nenhuma, para amar o que faz e aos que estão a sua volta. Como disse o sábio Exupéry "Você é responsável pelo que cativou. É responsável por criar um ambiente de ternura e consideração para os que estão à sua volta". •Quanto vale um professor desmotivado? •Quanto vale uma instituição de ensino com um clima em que "entusiasmo, esforço e comprometimento" não fazem parte da cultura"
  70. 70. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Falar em líderes atualmente não é apenas se referir àqueles que exercem funções gerenciais, de chefia ou que detêm algum poder formal nas estruturas hierárquicas de nossas instituições. O conceito hoje é bem mais amplo, abrangendo todos os que precisam obter resultados com e por intermédio das pessoas, independentemente da posição ou cargo. Fala-se até que são líderes de líderes, já que todos precisam ter a competência de liderar algo em algum momento. A esta altura, não me resta a menor dúvida de que tudo começa na alta-liderança. Nos principais tomadores de decisão.
  71. 71. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ As instituições de ensino precisam de: •Líderes visionários, que inspirem uma visão compartilhada. •Líderes abertos ao novo - o sucesso do passado não garante o sucesso no futuro. •Líderes que tratem a velha questão do PODER sob uma NOVA perspectiva. •Líderes com visão sistêmica •Líderes estrategistas •Líderes educadores •Líderes em constante aprendizado.
  72. 72. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Nossas instituições precisam que seus líderes, em todos os níveis hierárquicos: •Desafiem o "status-quo", o estado atual dos processos de sua instituição. Nada é tão bom que não possa ser melhorado •Sejam facilitadores do aprendizado institucional e saibam capacitar os outros para agirem •Modelem o caminho para o futuro da instituição •Encorajem corações e mentes a acreditarem numa causa. Assim estarão fortalecendo a marca de sua instituição
  73. 73. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Este líder precisa: Conhecer suas pessoas (forças e fraquezas) •Estar aberto às renegociações. Se as situações mudam, é muito provável que desempenhos, resultados e prazos sejam renegociados. •Ter escuta ativa - ouvir tudo, tudo mesmo, incluindo o que é verbalizado e o que não é. Ter cuidado com o "sim" com sabor de "não" e para o "não" com cheiro de "sim" •Apurar seu sensor, prestar atenção aos sinais externos e internos para ser pró-ativo e não reativo
  74. 74. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ •Manter cautela, ser persistente e paciente, mas nunca complacente - paciência tem limite Planejar e gerar indicadores de controle, estimular e educar as pessoas para executar, medir, corrigir rumos e reconhecer sucessos. Assim, para responder à pergunta inicial: "Como ter controle sem estar no comando", sugiro que o caro leitor faça uma auto-análise e crie o seu plano de crescimento pessoal e profissional, somando todas as competências e comportamentos sugeridos até aqui. Vimos que o desafio está na MEDIÇÃO: quem não mede, não controla, quem não controla não lidera e quem não lidera não gerencia melhorias. Esta reflexão nos remete a uma ferramenta bastante conhecida no mundo da "GESTÃO" - o famoso PDCA.
  75. 75. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ
  76. 76. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ DESCOMPLICANDO A ISO 9000:2000 EM UMA VISÃO PASSO A PASSO Por Alexandre Moreira Cysne* SERGIO DE MELLO QUEIROZ GESTOR DE QUALIDADE E PRODUTIVIDADE, MEIO AMBIENTE 9000-2000 AUDITOR DE QUALIDADE E PRODUTIVIDADE, MEIO AMBIENTE 14001 T’ECNICO DE ENSINO PROGRAMA 5 S, 5W e 1H
  77. 77. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Confesso que quando vi a figura da ISO 9001:2000 em que mostra todo o modelo de processo (Figura 1) adotado nesta nova versão fiquei confuso quanto a clareza da figura devido à quantidade de informações, pois estava muito acostumado com o modelo simples apresentado na ISO 14001 (Figura 2), que apresenta o ciclo do PDCA bem fácil de ser visualizado.
  78. 78. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ
  79. 79. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ
  80. 80. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Uma abordagem que facilita a compreensão desta figura é trabalhando-a figura passo a passo. O primeiro passo (Figura 3) é fácil de entender se levarmos em conta o fluxo básico de um processo. Para a fabricação de um produto (ou serviço), temos as entradas sendo transformadas através da Realização do produto em saídas que nada mais são que os próprios produtos fabricados. Este é um esquema básico que qualquer empresa no mundo utiliza.
  81. 81. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ
  82. 82. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ O segundo passo (Figura 4) aparentemente é igual ao primeiro, porém a pequena diferença é que não só os processos finalísticos (que geram os produtos) devem ser levados em consideração como também todos os processos que estejam ligados ao nosso sistema de gestão da qualidade e que influem na qualidade estabelecida. Por isso aparece na figura os polígonos na caixa de Realização do produto. Esta preocupação com os demais processos mostra que todos eles devem trabalhar de forma harmônica com a Realização do produto.
  83. 83. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ .
  84. 84. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ O terceiro passo (Figura 5) apresenta uma grande mudança da ISO nesta revisão. Na versão de 1994 a satisfação do cliente estava 'escondida' na norma. Nesta revisão, os clientes ganham destaque. Eles estão antes da Realização do produto informando quais são os requisitos requeridos ao nosso sistema e na saída para que a satisfação dos mesmos seja medida.
  85. 85. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ
  86. 86. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ No quarto passo (Figura 6) é introduzido o ciclo de qualidade nas demais etapas. A norma reforça que é importante a Realização do produto e a voz do cliente mas isso deve ser realizado através de um planejamento coerente (Responsabilidade da direção e Gestão de recursos ) e com Medição, análise e melhoria de todo o nosso sistema de gestão da qualidade. Este é um ponto que garante a continuidade do sistema.
  87. 87. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ
  88. 88. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ No quinto passo (Figura 7) a norma nos apresenta uma outra grande mudança, que é a introdução da Melhoria contínua. Este conceito promove a renovação e atualização do sistema de gestão da qualidade permitindo que o mesmo evolua com o tempo.
  89. 89. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ
  90. 90. PEQUEDEBRAZIL TM CONSULTORIA AMBIENTAL & PROJETOS, RECURSOS ESPECIAIS 5 S’s SERGIO DE MELLO QUEIROZ - MARIA CELIA BESBATTI DE MELLO QUEIROZ Acredito que nesta abordagem fica fácil o entendimento da figura adotada pela ISO 9000:2000 em toda a sua totalidade e a visualização do modelo de processo desta revisão.

×