Fundado em Janeiro de 1972 - Ano XLI Nº 499

Outubro de 2013

67ANOS
de presença missionária e
evangelizadora na Praça Sec...
OUTUBRO DE 2013

PÁGINA 02
Editorial

NOVOS HORIZONTES

Aprofundando a Fé!
Pe. Valentim, mSC

A missão
do leigo
no
cotidia...
OUTUBRO DE 2013

PÁGINA 03

NOSSO TRANSPORTE

O Evangelho de Marcos
Diante de um povo necessitado e marginalizado pelas au...
OUTUBRO DE 2013

PÁGINA 04

TEMPO PAROQUIAL
O que aconteceu?
MISSAS DOS SANTOS
SÃO COSME E DAMIÃO E SÃO VICENTE DE
PAULA
N...
OUTUBRO DE 2013

PÁGINA 05

NOVOS HORIZONTES

PROGRAMAÇÃO
NOVENÁRIO
( “O CREDO”) EM
COMEMORAÇÃO AO
67º ANIVERSÁRIO DA
PARÓ...
OUTUBRO DE 2013

PÁGINA 06

NOVOS HORIZONTES

	
Nosso Pai deseja a alegria redor também. Como se pequenos
entrelaçada em n...
OUTUBRO DE 2013

PÁGINA 07

NOVOS HORIZONTES

COM A PALAVRA
A COMUNIDADE

CENTRO DA AÇÃO SOCIAL
PARÓQUIA NOSSA SENHORA DO
...
OUTUBRO DE 2013

Crônica do Mês

	
Se a última palavra não for a minha, então
eu me calo. Teimosia de
gente intransigente,...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal Novos horizontes outubro 2013

243 visualizações

Publicada em

JNH - edição outubro de 2013 - aniversário de 67 anos daParóquia

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
243
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
27
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal Novos horizontes outubro 2013

  1. 1. Fundado em Janeiro de 1972 - Ano XLI Nº 499 Outubro de 2013 67ANOS de presença missionária e evangelizadora na Praça Seca!
  2. 2. OUTUBRO DE 2013 PÁGINA 02 Editorial NOVOS HORIZONTES Aprofundando a Fé! Pe. Valentim, mSC A missão do leigo no cotidiano Mês Missionário U 9hs e 19 hs.  expediente Sem dúvida ma senhora nos falará através da muito espontânea, me dis- celebração de São se: Padre, nosso Deus fala Francisco, no dia 4 , demais, fala em tudo, fala com a benção dos sempre, não para de falar. animais às 16 horas É verdade, dona Cremilda! e a santa missa às Tem razão! Nosso Deus é 19.l5hs. Ainda falaum falador. Nesse mês de rá do convite a fazer outubro, na Igreja e em do terço a oração nossa paróquia a gente diária em familia, percebe as infinitas manei- nesse mês do Rosáras que Ele vai nos falar. rio dando-nos muiComeça com o tema do tas oportunidades de mês das missões:” A quem escutá-lo.  Vai nos eu te enviar, irás”(Jr.1,7b). falar forte na noveFalará através da novena na de Aniversário da missionária, com belos e Paróquia, 67 anos. profundos testemunhos, Nove missas, rezanque chegam aos nossos do e aprofundando corações e estaremos me- o Credo da nossa ditando 10 minutos antes Fé, trazendo padres de cada missa domini- missionários do Sacal durante esse mês de grado Coração, que outubro. Falará através de nos ajudarão a essua mãe, a Senhora Apare- cutar esse Deus que cida, que celebraremos no tem Coração. dia 12, com duas missas, Orientador: Pe. Valentim Menezes, mSC Redatores: Aurenei Walterfang, Carlos Silveira, Carolina Belisário, Cerqueira Lima, Marli Jordão, Diácono Jatobá, Diácono João Walterfang, Ir. Gislene fdz, Sergio de Queiroz, Virgínia Lopes e Luiz Antônio. Fotografia: Anderson Lucena e Pascom Revisão: Maria Clara Fonseca Editoração e Diagramação: Bruno Tortorella Nos dias 18,19 e 20, através das festas em nosso pátio, Ele seguirá nos falando na música, na dança, na partilha, na procissão das velas, na carreata, no show de prêmios e em todas as situações de nossa caminhada. Amigo/a paroquiano/a, começando dia 1° de outubro  com Santa terezinha, padroeira das missões, às 19.15hs, abençõeando as rosas, passemos esse mês atentos ao Deus Falador.   De Cor, Pe.Valentim,msc Site: http://paroquianssc. wordpress.com E-mail:paroquianssc@gmail. com Anúncio:Secretaria Paroquial Administração: Rua Barão, 807 Praça Seca- Jacarepaguá- RJ Tel.: (21) 2452-5188 e 24641947 Impressão Gráfica:ZM Notícias - Tel: (21) 2669-1515 O termo missão, que na linguagem do papa Paulo VI era chamado diálogo, é fazer da vida o lugar de encontro com Deus, é o seguimento radical de Jesus, é a escuta do Espírito que sopra e nos faz descobrir o Reino. A missão acontece quando os católicos, na diversidade dos ministérios, redescobrem a Igreja e colaboram para manifestá-la no mundo, como sinal do reino de Deus. A Igreja quer continuar a missão de anunciar Jesus com renovado ardor missionário para formar o povo de Deus, a serviço da vida e da esperança nas diversas culturas, à caminho do Reino definitivo. A missão não é um trabalho pessoal, individual, e sim, um testemunho de empenho comunitário. Exige renovação de estruturas e unidade na diversidade. O novo papel de protagonistas dessa missão cabe aos leigos. A missão da Igreja foi tratada em dois documentos distintos do Concílio Vaticano II: Gaudium et spes, para expressar o serviço humanizador e libertador do Evangelho e Ad gentes, na linha de uma tarefa de conversão pessoal. A missão é um momento de conversão; mudança radical. Fazer a experiência pessoal do Deus de Jesus Cristo, é sentir-se chamado, amado e escolhido por Ele; por outro lado, não há experiência de chamado sem missão. “Nenhum cristão pode se omitir quanto às missões além das fronteiras. Se você não pode deixar tudo e seguir o caminho estritamente missionário, pode, porém, se interessar pela evangelização, ajudar com sua oração e recursos materiais. Mesmo onde você mora há gente que não conhece Jesus Cristo. É nessa hora que você pode virar missionário (...)” Lorsheider (1995) Diácono Jatobá EXPEDIENTE PAROQUIAL Missas: Domingos: às 7h, 9h, 18h15 e 20h. Segunda-feira: Missa da Esperança, às 19h15 Quarta-feira: Missa às 19h15 e após, Terço dos Homens Quinta e sexta-feira na Matriz, às 19h15 1ª sexta-feira do mês: às 6h45 e às 19h15 Todos os sábados, às18h, Missa no Repouso Santa Maria, Rua Japurá, 555. Secretaria Paroquial:Atendimento de segunda a sexta-feira, de 8h às 20h. Sábados, das 8h às 12h.
  3. 3. OUTUBRO DE 2013 PÁGINA 03 NOSSO TRANSPORTE O Evangelho de Marcos Diante de um povo necessitado e marginalizado pelas autoridades, que estão mais preocupadas com a pureza e as condições rituais para comer do que se o povo tem algo para comer ou não, Jesus assume a tarefa de acolhê-lo e alimentá-lo. (Mc.6,34). Como sempre, Marcos não diz que o Jesus ensina, porque ele quer ressaltar o grande ensinamento que vem a seguir, que se fundamenta numa prática de vida (Mc. 35-38). A iniciativa soa como se fosse a favor do povo e de fato dentro da lógica dominante: Qual a solução do problema da fome? Comprar alimento e comer. Mas, a lógica de Jesus, na proposta do Reino de Deus, não é a da compra, mas a da partilha. Aquilo que tinham levado para comer e o que deve ser partilhado com o pessoal. E é justamente nessa partilha que se realiza o milagre. A primeira coisa necessária para que a partilha funcione é a organização do povo (MC. 6,39-40). Realmente, um povo marginalizado na sociedade em que tenta sobreviver, só poderá participar dos bens necessários à vida, se estiver organizado para iniciar uma prática diferente daquilo cujo objetivo é o lucro e o consumismo. Enquanto for “massa sem pastor”, certamente, os lobos vorazes devorarão aquilo que lhe é de direito: o pão de cada dia. Somente um povo organizado e consciente de uma lógica econômica diferente poderá realizar a partilha que substitua um comércio iníquo. É dentro desse contexto e dessa nova mentalidade que o milagre acontece. (Mc. 6,4). Note-se que são os discípulos que distribuem o alimento: os seguidores de Jesus em todos os tempos precisam aprender a participar da partilha, não só entre si, mas com todos aqueles que no mundo necessitam de pão. Os bens que sustentam a vida são dom de Deus, do qual todos tem direito e, se a partilha se realiza, não falta para ninguém e ainda sobra (Mc. 6, 42-44). (CONTINUA) Marli Jordão NOVOS HORIZONTES CABEÇÃO Nossa CABEÇÃO realidade Infelizmente, os assuntos: saúde, edu- mero muito menor de passageiros do que há cação e transporte, não se esgotam em um 50 anos quando a população era muito menor. simples texto. Temos que lembrar essas ne- A pouca rede de metrô se movimenta lotada cessidades da população, para que não sejam como uma verdadeira lata de sardinha. esquecidas, pois as eleições estão chegando e Os novos projetos já nascem subdimené preciso cobrarmos. sionados abarrotados. Possuímos a maior rede No transporte, por exemplo, temos vivido de ciclovias do Brasil que até agora não vidias difíceis, com enmos. Na década de 90, quando se “Fala-se em transporte iniciou a construção das primeiras garrafamentos o que não é privilégio só do alternativo, que a popu- ciclovias no Rio, seu objetivo era Rio de Janeiro, mas lação deixe seus carros só de lazer e já se solicitava a bios noticiários aponcicleta como transporte alternativo tam o problema em em casa, mas todo o mo- que não foi atendido. Na zona oestodo país. Fala-se em vimento do governo em te, usa-se a bicicleta para trabalho transporte alternati- soluções e incentivos há muito tempo, na Praça Seca vo, que a população construída na calçada privilegia o transporte foi vermelha chamada de uma faideixe seus carros em xa ciclovia casa, mas todo o mo- rodoviário.” compartilhada que não leva a lugar vimento do governo nenhum, e muito perigosa para os em soluções e incentivos privilegia o transpor- pedestres que a usam. te rodoviário, que surge deficiente. No início A hora é essa! Vamos usar o bom sendo século XX, tínhamos uma das maiores re- so, vamos cobrar compromissos, mas com des de transportes de bonde do mundo, que de projetos sérios que funcionem. Que não sejam repente, de Norte a Sul do país, se evaporou. só para conseguir votos! Nossa pouca opção de transporte ferroviário Carlos Silveira e Virgínia Lopes funciona precariamente transportando um nú- EXCURSÕES Excursão ao Sítio Jonosake, dia 27 de outubro, saída da Praça Seca, às 6h. Excursão Aparecida do Norte / Padre Marcelo / Frei Galvão ou Canção Nova, dia 15, 16 e 17 de novembro, saída da Praça Seca às 6h. Mais informações com Fernando ou Lúcia: 3340-0227/77576748/9454-2196 / 9448-0917 ÚLTIMAS VAGAS!
  4. 4. OUTUBRO DE 2013 PÁGINA 04 TEMPO PAROQUIAL O que aconteceu? MISSAS DOS SANTOS SÃO COSME E DAMIÃO E SÃO VICENTE DE PAULA No dia 26 de setembro, São Cosme e Damião foram celebrados em nossa matriz. Ao final da missa em honra aos santos, os fiéis compartilharam os muitos doces trazidos. Além dessa motivação, no mesmo dia, houve a missa de entrega do 11º EAC de nossa paróquia que ocorreu nos dias 28 e 29 de setembro. O encontro, com o tema “Deixa Deus te surpreender”, foi um sucesso e alcançou o coração daqueles que estiveram envolvidos no EAC. Já no dia 27, os Vicentinos, junto a comunidade reunida, festejou seu patrono, São Vicente de Paula, em missa na Matriz. NOVOS HORIZONTES EDIÇÃO NOVEMBRO No próximo mês, o jornal Novos Horizontes completará 500 edições, em 41 anos de existência. Para comemorar, a edição de Novembro será especial. Não perca! O que acontecerá? SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA No mês da padroeira do Brasil, nossa paróquia celebrará Nossa Senhora Aparecida com missa festiva no dia 12 de outubro, às 9h, na Matriz. A missa das 18h será com base na liturgia do 1º dia do novenário em comemoração ao aniversário de 67 anos da paróquia. SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Agora em nossa Matriz há uma programação especial para devoção ao Sagrado Coração de Jesus, na primeira sexta-feira de cada mês. Às 6h45 da manhã ocorre uma missa. Essa Eucaristia tem por finalidade atingir as pessoas que trabalham durante a semana e não podem participar da Santa Missa a noite. A partir das 7h30 até às 19h haverá adoração ao Santíssimo Sacramento. Às 19h15, outra missa encerra a programação. Participe! FEIRA DA SAÚDE Dia 27 de outubro, de 8h às 13h, no Ceuzinho. A Feira é uma promoção da Pastoral da Saúde e contará com atendimento em várias especialidades médicas e jurídicas, além de promover uma ação social. O evento é gratuito. FESTIVAL DE CORAIS No dia 26 de outubro, nossa paróquia acolhe o encontro de Corais. O festival receberá diversos corais e começará às 17h, na igreja Matriz. Venha apreciar e prestigiar músicas sacras e não sacras. Você é nosso convidado! FINADOS As missas pelo dia de Finados, 2 de novembro, serão celebradas, em nossa paróquia, nos seguintes horários: 9h, 15h e 18h.
  5. 5. OUTUBRO DE 2013 PÁGINA 05 NOVOS HORIZONTES PROGRAMAÇÃO NOVENÁRIO ( “O CREDO”) EM COMEMORAÇÃO AO 67º ANIVERSÁRIO DA PARÓQUIA. *PADRES MSC CELEBRARÃO CADA DIA DO NOVENÁRIO. 12/10 (SÁBADO) 18H - CATEQUESE “CREIO EM DEUS PAI TODOPODEROSO, CRIADOR DO CÉU E DA TERRA” RESSUREIÇÃO DA CARNE” 15/10 (TERÇA) 19H15 - PROFESSORES 19/10 (SÁBADO 18H - ESTUDANTES “A SANTA IGREJA CATÓLICA E A COMUNHÃO DOS “PADECEU SOB PÔNCIO SANTOS”,APÓS PROCISSÃO DAS VELAS E BARRAPILATOS” QUINHAS NO PÁTIO. 16/10 (QUARTA) 19H15 - ADVOGADOS “DESCEU A MANSÃO DOS MORTOS” 20/10 (DOMINGO) 9H - MISSA SOLENE. 10H30-CARREATA PELAS RUAS DO BAIRRO. 12H ALMOÇO PAROQUIAL (FRICASSÊ DE “SUBIU AOS CÉUS” FRANGO), NO VALOR DE 13/10 (DOMINGO) 10 REAIS, COM DIREITO A 18/10 (SEXTA) 18H15 - COMERCIÁRIOS SOBREMESA. 19H15 - PROFISSIONAIS DA “CREIO EM JESUS CRISTO 14HSHOW DE SAÚDE NOSSO ÚNICO SENHOR.” “CREIO NO ESPÍRITO PRÊMIOS. PRÊMIO MÁXIMO SANTO”, APÓS, NOITE DE DE UMA POUPANÇA NO 14/10 (SEGUNDA) VALOR DE R$ 5.000. PETISCOS. 19H15 - BANCÁRIOS PARTICIPE E TRAGA TODA “REMISSÃO DOS PECADOS, SUA FAMÍLIA! 17/10 (QUINTA) 19H15 - MILITARES
  6. 6. OUTUBRO DE 2013 PÁGINA 06 NOVOS HORIZONTES Nosso Pai deseja a alegria redor também. Como se pequenos entrelaçada em nossas vidas, de- atos pudessem ganhar grandes proseja ver nossos sonhos realizados, porções. deseja ver em cada filho tão amado Cabe a humanidade queum sorriso brotando. Vale ressaltar rer experimentar o sabor da vida que também temos o compromisso nas coisas mais simples, valoride não só sermos felizes, mas tam- zando quem sabe, quem está ao seu bém proporcionar aos outros - nos- lado?Ou quem está muito longe e sos irmãos - uma dose generosa de necessita urgentemente de ajuda! sorriso, carinho, gentileza e solidar- Assim, penso que o mundo é isto: iedade. lutar pelos seus sonhos, buscar a Ser feliz também é ver a fe- felicidade e ajudar e compartilhar licidade no outro! E num mundo com os outros tais realizações e cheio de traços obscuros, basta a alegrias, sem esperar algo em troca, cada um de nós a missão de propa- espalhando a Boa Nova e as diver A juventude é repleta de sonhos e motivações. Essa chama de lutar gar essa felicidade e esperança, sas coisas belas que Jesus sempre incessantemente por algo deve se manter acesa em todos os momentos de sua tendo a certeza de que um simples nos mostrou e quer nos deixar vivida, sem jamais perder suas forças, pois viver é um caminho em busca do gesto sincero pode desencadear di- venciar. Em síntese, creio que não autoconhecimento, da felicidade, e principalmente, do amor compartilhado versos gestos semelhantes, não só em você, mas nas pessoas ao seu perderemos a essência e a identie difundido para todos. dade da vida cristã, que é uma base sólida e inesgostável de renovação e fé. Leituras declamadas, ajudam comuni- O QUE É A FELICIDADE? Carolina Belisario dade a aprofundar a Sagrada Escritura Durante todo o mês de Setembro, em que a Igreja celebra o mês da Bíblia, leigos de nossa paróquia declamaram as leituras na Santa Missa das 20h, em todos os domingos. Essa prática vem desde a época do padre Átila e tornou-se um costume em nossa comunidade. A paroquiana Danielle Rocha conta que utilizou o método da repetição e da memorização para ajudar a decorar a leitura. Ela considera que memorizando a palavra de Deus, pode analisar como está sua vida em relação a essa palavra e como é possível vivenciá-la no dia a dia. “No meu caso é difícil decorar um texto da Sagrada Escritura, pois preciso fazer a leitura repetidamente e com disciplina. Eu tenho o costume de fazer a leitura de alguns salmos antes de dormir, e quando estou esca- lada pra declamar uma leitura na Santa Missa, acrescento às leituras dos salmos o texto sagrado que preciso decorar e leio todas as noites até chegar o dia da declamação. Também, pra facilitar a memorização, costumo declamar a leitura todas as manhãs e associo a cada frase do texto sagrado uma imagem da natureza, da cultura, do cotidiano”, disse. Já para o leitor Délio Martins, considera memorizar as leituras, um exercício espiritual profundo. Segundo ele, a prática o tornou mais humano e o ajudou a enxergar melhor a misericórdia e o amor de Deus. “No momento da declamação sempre fico ansioso procurando olhar para os fiéis e tentando fazer com que escutem e entendam o que o Senhor quer lhes dizer. Sou um instrumento pelo qual Deus fala ao povo. O único objetivo é, ao final, saber se toda assembleia entendeu/aprendeu a mensagem que o Senhor quer passar” – afirmou. Bruno Tortorella PATROCÍNIO Quer divulgar seu produto ou negócio em nosso jornal Novos Horizontes? Basta ligar para a secretaria da igreja: 24525188. Você anuncia e colabora com essa obra de evangelização! Nota de Falecimento DOAÇÕES FESTA DA PARÓQUIA Doações para limpeza: SACO DE LIXO 200L - 100 UNIDADES SACO DE LIXO 100L - 100 UNIDADES PAPEL HIGIÊNICO - 30 PCT COM 4 UNIDADES PANO DE CHÃO - 30 UNIDADES DETERGENTE - 10 UNIDADES DESINFETANTE - 20 UNIDADES DE 1L As doações podem ser entregues na secretaria. A Ministra Extraordinária da Sagrada Comunhão de nossa paróquia, Tunica, faleceu no dia 28 de agosto. Nossa comunidade se solidariariza com os familiares e agradece ao Pai pelo convívio com essa pessoa humilde e bondosa. Descanse em Paz!
  7. 7. OUTUBRO DE 2013 PÁGINA 07 NOVOS HORIZONTES COM A PALAVRA A COMUNIDADE CENTRO DA AÇÃO SOCIAL PARÓQUIA NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃO A Paróquia Nossa Senhora do Sagrado Coração completa, neste mês de outubro, 67 anos de fundação. Assim, o PRAÇA SECA jornal Novos Horizontes convidou dois paroquianos que representam os extremos do perfil dos fiéis de nossa comunidade: uma paroquiana que viu a Igreja Matriz ser erguida e um jovem que chegou à nossa igreja há 2 anos. Histórias bem diferentes que se unem numa mesma fé. Não deixe de ler! Nos dias 6, 7 e 8 de setembro de 2013, realizamos a 7ª Assembleia Nacional da Comissão de Justiça e Paz e Integridade da Criação da Pro-Província NH: Como a senhora passou a frequentar a paróquia? do Rio de Janeiro dos Missionários do Sagrado Coração, em São Gonçalo. Com Dona Renecita: Meu pai fazia questão de acordar eu e minhas duas irmãs para irmos à missa. Era uma a participação de 56 integrantes reprecapelinha, do outro lado da praça, muito pobrezinha, mas que sempre ficava lotada. sentando as paróquias: Nossa Senhora do Sagrado Coração – Contagem/MG, Santa Terezinha do Menino Jesus – Vila NH: A senhora participa de alguma pastoral ou atividade na Igreja? Qual(is)? Velha/ES, São Pio X – Juiz de Fora/MG, Nossa Senhora de Lurdes – São GonDona Renecita: Participo do grupo Brisa Suave aqui na paróquia há mais de 30 anos e acompanho as çalo/RJ, São Pedro de Alcântara –São atividades na igreja. Sempre participo dos cursos da Bíblia e vou à missa todo domingo. Gonçalo/RJ, Santuário Nossa Senhora Aparecida do Sul - Itapetininga – SP, NH: O que mais marcou a senhora nesses 67 anos de paróquia? Nossa Senhora do Sagrado Coração – (Praça Seca) Rio de Janeiro, Pai Eterno Dona Renicita: A missa. Ela é sempre tocante e me emoe São José (Cidade de Deus) Rio de Jaciona muito. Há sempre palavras das homilias de tantos paneiro, São Judas Tadeu – Belford Roxo. Estiveram presentes também os padres: dres que passaram pela paróquia, que eu trazia para casa e Antonio Bartolomeu da Cruz - Casa de para minha vida, falava aos meus netos, familiares. A missa Formação de Florianópolis/SC e Eugeé fundamental na minha vida, sempre tem uma palavra que nio Luiz de Barros do Santuário das Alguardo em meu coração com amor. Eu posso chegar à Igremas – SP, atuante na Pastoral Carcerária. ja preocupada, chateada, mas quando entro na igreja e as No início, padre Vicente lemsisto a missa, sou renovada, tenho um encontro com Deus. brou o seu patrono, padre Agostinho, que dedicou o seu trabalho missionário em NH: Qual sua mensagem? favor dos mais necessitados das localidades por onde passou. Padre Maristelo fez Dona Renicita: Só tenho a agradecer a Deus, porque desde minha infância, até hoje, pela fé que eu alia abertura oficial e teve como palestrante mento pela minha igreja, nossa paróquia. principal o Dr. Lauro, advogado e professor - atuando na Justiça Militar, em Juiz de Fora, que desenvolveu o Acesso a O Jovem Érick Zagnoli foi batizado e fez primeira Eucari- Justiça II. Com a presença de muitos jovens entre os participantes, todos muito stia na Igreja Católica. Depois, ele se desviou do caminho de interessados pelo assunto em discussão, Deus. Graças ao chamado do Pai, hoje ele é monitor da Cris- Dr. Lauro interagiu e o assunto ganhou ma na paróquia e participa do EAC. Acompanhe seu testemunho: enorme repercussão em toda assembleia. No domingo, dia 8, foi a vez do Deputa Minha história na Igreja começou com o batismo e a Primeira Comunhão. Veio do Estadual Robson Leite, que discutiu a adolescência e o mundo se abre, fiz amizades que acabaram me levando às bebidas sobre as Políticas Públicas para a Juvene às drogas. Mas, Deus nunca abandona seus filhos e não me abandonou. Enviou até tude e o seu contexto no quadro atual em mim pessoas que me tiraram deste caminho sem volta e uma delas foi o Ayrton aqui que vivemos. da paróquia. Ele me convidava para ir à missa, mas resisti por muito tempo. Com o tempo, A nossa paróquia tem agora um grande trabalho a cumprir através dos seus conheci vários jovens da Igreja, saíamos e percebi uma forma de comportamento diferente dos dez representantes, sendo três jovens da demais, não precisavam “encher a cara”, nem usar drogas pra se divertirem. Me perguncomunidade Divino Espírito Santo, que tava: como assim? Saem, se divertem, brincam entre si e são da igreja! Minha visão era deverão colocar em prática o que foi trapequena demais. E me perguntei: por que não poderia voltar? Então, passei a frequentar tado em assembleia, incentivando toda as missas aos domingos. Como um bom filho que a casa retorna, fui bem recebido por a comunidade paroquial a participar das todos, fiz amizades e passou a ser um lugar onde me sentia bem. Aqui me crismei. Moro atividades das Pastorais Sociais, a fim na freguesia e me perguntam porque não frequento uma Igreja por lá; simples, é aqui que me sinde tornar a vida dos nossos mais necessitados mais fácil nessa difícil situação to em casa e acolhido, gosto muito de estar aqui, é sempre meu refúgio e uma extensão da minha de acesso aos serviços públicos de nossa casa. Foram tantas as graças desde que entrei na Igreja, só tenho a agradecer a Deus, a minha cidade. Diácono João Ananias família e a todos que de certa forma por meio Dele me ajudaram a crescer e a ser quem sou hoje. “ “
  8. 8. OUTUBRO DE 2013 Crônica do Mês Se a última palavra não for a minha, então eu me calo. Teimosia de gente intransigente, que não sabe agradecer até um esclarecimento, mesmo porque ninguém tem a obrigação de saber de tudo. Existem situações onde estamos de fato convencidos da nossa razão e da nossa opinião, portanto é difícil e até sofrido ter que abrir mão da nossa convicção. Só que abrir mão da pseuda certeza é um grande teste de maturidade. No decorrer da vida vamos copiando tudo o que nos parece dar fortaleza, pois no fundo, sabemos ser fracos. Sei, pela minha vivência, que essa conduta não vem dos princípios morais nem dos valores que trazemos de berço, logo, são hábitos adquiridos, muitas vezes, pela filosofia de vida que carregamos. Daí, o PÁGINA 08 NOVOS HORIZONTES Prepotência e arrogância desmerecem o próximo! complexo de superioridade não percebido, que se mostra, muitas vezes, como elegância e nos coloca de forma altiva e poderosa. A palavra nos diz que: quanto mais humildes formos, mais aparecemos aos olhos de Deus. Eu sou bom! Eu sou o melhor! Logo, não vou aceitar ser corrigido, pois pode parecer fraqueza de minha parte. Isso nada mais é que prova de OS INCONSEQUENTES Há de chegar o momento de a sociedade se sentir obrigada a se posicionar diante de tão inconsequentes atitudes de revolta de pequenos grupos que resolveram  assumir os problemas que a nação atravessa.  Não é quebrando e incendiando ônibus, saqueando lojas comerciais e bancos, que encontraremos o viés da solução dos problemas que carregamos   há tanto tempo. É importante que organizemos manifestações de rua, parte imaturidade ou, para ser bem mais claro, infantilidade. Seja, portanto missionário da simplicidade, não a que você faz transparecer, mas aquela que Jesus mostra a todo momento. E tenha a certeza absoluta de que, nem sempre os que sentam com frequência a mesa contigo, vão te oferecer a melhor refeição. Sérgio de Queiroz integrante de nossos la- ideológico, jamais acontecido em nosso país. res, como forma de co- Não são anarquistas, como já tentaram identimunicação direta com ficá-los, e muito menos comunistas ou socianossos representantes listas. São, isto sim, arruaceiros, bandidos, sanos poderes da “res pú- queadores, ladrões e covardes escondidos no blica”, mas é triste olhar anonimato de suas máscaras. para as ruas e sentir que Sou francamente a favor de manifesfomos vítimas de um tações populares, t o r mas não comungo “ Tarifa zero sim. nado, com as ações  dos forma- Depredações, incên- fascistóides e de do nas dios de ônibus e trens suas violências, mentes que infestaram as não” de deruas das grandes bilóicidades de junho  aos nossos dias. des fantasiados de preto, Tarifa zero sim. Depredações, incêncarregando uma bandei- ra preta, atirando pedras dios de ônibus e trens N Ã O. O transporte de e coquitéis molotovs nos massa é o responsável pelas riquezas que a naagentes da lei, alimen- ção produz. Ele leva o operário até o seu lugar tados, com toda certe- de trabalho e o seu trabalho gera a riqueza de za,  por um vazio ideoló- que o país precisa. gico, jamais acontecido Antonio Cerqueira

×