Relatório CD Cerveira

628 visualizações

Publicada em

3ª Divisão Nacional - Época 2011/2012

Publicada em: Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
628
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório CD Cerveira

  1. 1. Campeonato Nacional da Terceira Divisão Relatório da equipa CD CERVEIRA Classificação:12º com 9pontos 18J - 2V -3E - 13D Golos: 16M – 36S O observador: João Araújo
  2. 2. Sistema de Jogo Inicial Tiago Vieira Serginho Nélson Miguel Costa Flávio Edinha Zé Luís Miguel Barbosa Luís João Góios Anhas21-Fev-12 Relatório de Jogo 2
  3. 3. Sistema de Jogo Inicial Equipa Inicial Nome Nº Posição Flávio Costa (19anos) 1 Guarda - redes João Anhas (22anos) 2 Defesa direito Miguel Fernandes (24anos) 6 Defesa Central (lado direito) Nélson Costa (29anos) 3 Defesa Central (lado esq.) Tiago Vieira (21anos) 5 Defesa esquerdo Edinha (25anos) 4 Trinco Luís Góios (22anos) 10 Médio interior direito José Luís (25anos) 11 Médio ofensivo Serginho (26anos) 8 Médio interior esquerdo Miguel Correia (26anos) 7 Avançado Avançado Luís Barbosa (23anos) 921-Fev-12 Relatório de Jogo 3
  4. 4. Organização Ofensiva • Esta equipa do Cerveira actua num habitual Flávio 1-4-1-3-2 . • Opta por um tipo de jogo rápido e directo, em prole de uma boa circulação de bola. Miguel Nélson João Anhas Tiago • Linha defensiva: O lateral direito sobe muito pelo Edinha corredor com a bola controlada, já o colega do lado oposto raramente sobe no terreno. • Linha intermédia: O médio Serginho ataca Góios Serginho frequentemente “colado” á linha lateral. Zé Luís • O médio Zé Luís troca muitas vezes com Góios nas suas acções quer ofensivas quer defensivas. Miguel Barbosa • Linha da frente: São dois avançados móveis, Barbosa recua no terreno para “pegar” no jogo e efectuar o passe de ruptura para o rapidíssimo Miguel, que cai em todas as zonas da frente. • Estes dois jogadores são as referências da equipa quase sempre servidos por bolas aéreas.21-Fev-12 Relatório de Jogo 4
  5. 5. Organização Defensiva • Organizam-se em 1-4-1-3-2, recuam muito as Flávio suas linhas ficando apenas 2 elementos fora do meio campo defensivo, os dois avançados . Anhas Miguel Nélson Tiago • A primeira linha de pressão são os dois avançados, por serem muito móveis pressionam Edinha de imediato os centrais ou os laterais (sinal de pressão). Góios Zé Luís Serginho • A 2ª linha de pressão são os médios da zona centro, que pressionam bastante no meio sendo auxiliados nas laterais pelos dois homens da Miguel Barbosa frente. • Os centrais encostam rapidamente nos PL adversários, complicando-lhes a recepção de bola e respectiva rotação. São Centrais típicos de Distrital, sentem a necessidade de uma referência perseguindo para todo o lado o opositor, não sabem jogar em contenção. • São valentes e fortes no jogo aéreo.21-Fev-12 Relatório de Jogo 5
  6. 6. Transição Ofensiva – Recuperação da bola • No momento em que esta equipa recupera Flávio a bola no meio campo defensivo, parte para o ataque quase sempre da mesma Miguel Nélson Tiago forma, a bola é colocada maioritariamente Anhas na frente de ataque através de passes Edinha longos e directos nas costas da defesa, procurando principalmente a velocidade do avançado Miguel. Góios Zé Luís Serginho • Quando a bola é recuperada no meio Barbosa campo ofensivo, o jogador chave é o Avançado Barbosa, ele é o homem do Miguel último passe e nesta zona do terreno opta por passes rasgados para espaços vazios servindo a velocidade de Miguel.21-Fev-12 Relatório de Jogo 6
  7. 7. Transição Defensiva – Perda de bola • Quando esta equipa perde a bola procura Flávio reagrupar-se rapidamente, principalmente os 4médios da zona central do terreno, mas este rápido reagrupamento não é sinónimo de qualidade Miguel Nélson defensiva. Anhas Tiago • É uma equipa que pressiona com bastante gente o Edinha portador da bola, ficando depois desposicionada quando a bola é colocada noutro lado do terreno. • Têm dificuldades em defender contra equipas que Góios Zé Luís Serginho joguem em posse de bola e com trocas rápidas da mesma, pois ficam desnorteados abrindo as brechas como acima referi. Barbosa • Durante os primeiros 45min de jogo é difícil fazer Miguel golos a esta equipa, pois mantêm níveis de concentração elevados ao longo deste tempo e compensam a falta de qualidade do seu jogo com uma atitude agressiva na procura da bola, sendo considerada uma equipa “chata”.21-Fev-12 Relatório de Jogo 7
  8. 8. Bolas Paradas a favor• Não é uma equipa forte neste tipo de lances.• Não apresentam jogadas estudadas.• Quando estão em vantagem no marcador têm colocado 5homens na área.• Em desvantagem colocam 6homens.21-Fev-12 Relatório de Jogo 8
  9. 9. Bolas Paradas Contra• Têm sofrido bastantes golos neste tipo de lances.• Problema de atitude ou falta dela na abordagem aos lances.• Defendem ao Homem.21-Fev-12 Relatório de Jogo 9
  10. 10. Colocação da bola em jogo através do GRedes • O GR Flávio opta quase sempre Flávio pelo pontapé longo bem como Miguel Nélson muitos dos jogadores desta Anhas Tiago equipa, a bola é geralmente Edinha colocada nesta zona. Góios Serginho • Não há confiança nesta Zé Luís equipa, nem qualidade para Barbosa Miguel saírem a jogar pelos homens mais recuados.21-Fev-12 Relatório de Jogo 10
  11. 11. Dados estatísticos* Golos Marcados 1; 14% 1ª Parte 2ª parte Golos Sofridos 6; 86% 3; 16% 1ª Parte 2ª Parte 16; 84%*Dados analisados a partir da 13ª jornada. 21-Fev-12 Relatório de Jogo 11
  12. 12. Dados estatísticos* Golos Marcados e Sofridos ao Longo dos 90 min. 12 10 8 6 12 Golos Marcados Golos Sofridos 4 2 4 3 3 1 1 2 0 0-30 min. 30-45 min. 45-65 min. 65-90 min.*Dados analisados a partir da 13ª jornada. 21-Fev-12 Relatório de Jogo 12

×