Relatório de jogo vianense maria da fonte (campeonato)

1.037 visualizações

Publicada em

RELATÓRIO DE JOGO Vianense - Maria da Fonte (1ª volta - 2011-2012)

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.037
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
52
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório de jogo vianense maria da fonte (campeonato)

  1. 1. RELATÓRIO DE JOGOJOGO: Vianense VS Maria da FonteLocal: Viana do Castelo Data: 18 / 09 /2011 Hora: 17:00hCompetição: Campeonato nacional da terceira divisão Resultado 3-0Condições Climatéricas: Tarde de sol, mas com muito vento Estado Relvado: Um pouco esgotado SISTEMA DE JOGO INICIAL Equipa Inicial Nome Nº Posição João Pedro 1 GR Pedro Coentrão 14 DD Bruno Graça 28 DC Gomes (C) 23 DC Pedro Branco 13 DE Israel 42 MDC 1 André 8 MC 1 Luís Coentrão 27 MC 4 Abílio 86 ED Nandinho 16 EE Alex 77 AV As substituições ocorreram na 2ª parte do encontro, 4-3-3 tendo sido substituído o nº 86 Abílio para a entrada do nº17 Bertinho. Saiu o nº16 Nandinho para a entrada do nº18 João Vítor. Saiu o nº 27 Luís Coentrão para a entrada do nº 10 NOTAS Miguel Mota já no final da partida. De referir que na primeira alteração efectuada, o avançado Alex (nº77) passou a jogar a extremo direito, o recém entrado Bertinho entrou para a posição de ponta de lança. João Pedro Araújo 1
  2. 2. ORGANIZAÇÃO OFENSIVA Esta equipa do Vianense é uma equipa com processos de jogo bastante simples, ou seja a sua construção de jogo incide essencialmente pelo corredor do lado direito e a maior parte do jogo é conduzido para lá. A movimentação consiste na subida constante do lateral Pedro Coentrão que funciona como um extremo puro, fazendo com que o extremo direito vá para uma posição mais interior causando situação de superioridade numérica naquela zona do terreno, o objectivo final da jogada passa por tabelas colocando a bola na linha de fundo para o cruzamento do lateral direito destinado ao avançado e ao extremo esquerdo que entra ao 2º poste. Há uma basculação de toda a equipa direccionada para o lado direito. Do meio campo para a frente a bola circula muito rápido a um e dois toques com tabelas e penetrações dos elementos muito móveis da frente do ataque. COMBINAÇÕES OFENSIVAS Os pontapés de baliza são cobrados de forma longa e direccionada para o lado direito após o sinal do GR, o médio defensivo Israel sobe um pouco no terreno juntando-se ao homens da frente o extremo direito Abílio e o médio centro Luís Coentrão, devidamente compensado para pelo nº8 o médio André, é uma situação bem mecanizada com o objectivo de colocar a bola no avançado e no extremo esquerdo, processo este em que o médio Israel ganha muitas bolas no jogo aéreo. As bolas foram quase sempre bem colocadas devido ao forte pontapé e colocação do GR João Pedro apesar do forte vento que se fez sentir. Pontapé de BalizaNo processo de transição ofensiva, o jogador mais procurado pelos companheiros de equipa é o médio LuísCoentrão, a bola é colocada rapidamente neste jogador veterano, que sobressai essencialmente pela excelentevisão de jogo e qualidade de passe, esta equipa quando está neste processo rápido tem dois objectivos, atravésdeste jogador mencionado, a bola é colocada de forma rápida nos homens da frente (efectuam muitas trocasentre eles) através de passes de ruptura, ou então como acima mencionei, a bola é conduzida de forma rápida ecom passes curtos para o lado direito, juntando-se o defesa direito para concluir o cruzamento. João Pedro Araújo 2
  3. 3. ORGANIZAÇÃO DEFENSIVA Esta equipa organiza-se em 4-5-1 nos processos defensivos ou seja, os dois extremos transformam-se em médios ala juntando-se aos dois médios centro ficando uma linha de 4 elementos á frente do bom trinco Israel. O adversário nunca conseguiu criar lances de perigo para esta equipa, optando sempre por bolas longas e directas quase sempre anuladas pelo forte jogo aéreo dos centrais, e do trinco da equipa. Os dois extremos são muito rápidos a defender e a fechar espaços, um jogador também importante neste processo é o nº 8 (André) pela capacidade de recuperação que empresta a este meio campo. COMPORTAMENTOS DEFENSIVOSNa transição defensiva, no momento em que perde a bola esta equipa tenta organizar-se em 4-5-1, como referianteriormente. A equipa contrária jogou em 4-3-3, sendo facilmente anulada pela organização defensiva doVianense mas mais por demérito da Equipa da Póvoa de Lanhoso.De salientar é, a rapidez em organizar-se enquanto bloco defensivo e a superação no jogo aéreo. João Pedro Araújo 3
  4. 4. BOLAS PARADAS A FAVOR Canto Lado Direito (Cobrado pelo nº 13 o defesa esquerdo PedroLivre (lance do 3ºgolo), a bola é Branco, este Canto é o maiscolocada no homem que está em fora Canto Lado Esquerdo (Cobrado perigoso tendo saido o primeirode jogo, no momento em que o livre é pelo nº27 Luis Coentrão, a golo do jogo, são dois jogadores acobrado, o médio Israel recua importunar o GR, fica o nº 77 Alex). importunar o GR e a bola érapidamente tendo a bola entrado de colocada entre o 1ºposte e aforma directa na baliza. pequena área, este canto é muito bem cobrado). BOLAS PARADAS CONTRAQuer em livres, quer em cantos, esta equipa deixa sempre 1 homem na frente, o nº86 (Abílio) mais tarde, funçãodesempenhada pelo nº16 (Nandinho).Esta equipa, nas bolas paradas efectua marcação Homem a Homem. João Pedro Araújo 4
  5. 5. RESUMO Pontos Fortes, Pontos Fracos e SugestõesResumo:O jogo foi dominado pelo Vianense, até ao 1º golo da partida, o jogo estava a ser muito confuso, com muitas bolaspelo ar de parte a parte, quando o Vianense se colocou em vantagem, os niveis de confiança subiram e a equipacomeçou a ter um jogo mais organizado e com maior esclarecimento no jogo. Acabou por ser uma tarde tranquilae um adversário bastante acessível para o Vianense.2golos de bola parada e um de contra ataquePontes fortes:Organização Ofensiva.Mobilidade e velocidade dos três homens da frente.Equipa com jogadores experientes.Bolas Paradas.Forte no seu tipo de jogo, ou seja conduzir a bola pelo flanco direito com grande profundidade do lateral direito.Capacidade de desmarcação, penetração e muitas tabelas no meio campo ofensivo.Joga rápido e simples.Pontes fracos:Centrais pesados e lentos.A linha mais recuada tem dificuldades em trocar a bola, o médio Israel foi exemplo disso com muitos passeserrados.O lado mais forte a atacar é também o lado mais permeável a defender, ficando muito espaço naquela zona.É uma equipa acessível. João Pedro Araújo 5
  6. 6. Caracterização individual dos jogadores do VianenseGR- João Pedro (nº1): Um GR com grande poder de comunicação orientando sempre o posicionamento da equipa,forte no jogo de pés e com bons reflexos. No global é um GR alto e seguro também no jogo aéreo.DD- Pedro Coentrão(nº14): É um jogador de estatura média, não é forte fisicamente sendo até um pouco magro, ébastante rápido e ofensivo, é melhor a atacar do que a defender, acaba por ser fundamental nesta equipa, sempreem alta rotação nos 90 minutos.DC-Bruno Graça (nº28): É um jogador alto e pesado, não émuito forte no jogo de pés e é bastante falível emvelocidade. Destaco o bom posicionamento deste jogadoDC- Gomes (nº23): É também um jogador alto e pesado, a velocidade também não é o seu forte, prima mais peloposiconamento e experiência como o seu colega de posição. É o lider da equipa, uma voz de comando.DE- Pedro Branco (nº13): Destaco neste jogador, a marcação de bolas paradas, conduz a bola pelo seu flanco comqualidade, não dá tanta profundidade como o defesa direito da sua equipa, junta-se mais aos centrais paracompensar a subida do lateral. É um jogador de estatura média, não sendo também muito rápido.TRINCO- Israel (nº42): É alto e forte fisicamente, defende muito bem e com agressividade, participa muito poucono jogo ofensivo sendo apenas solicitado no pontapé de baliza porque é forte no jogo aéreo, vejo-o como um líderda equipa, no geral é um bom trinco e experiente jogador.Médio Centro- Luís Coentrão (nº27): É um ex jogador da primeira liga, é bastante alto mas um pouco gordo, émuito experiente, grande visão de jogo e qualidade no passe, em termos físicos é muito lento e pouco participanos processos defensivos da sua equipa.MC- André(nº8): Vejo este jogador como um Box to Box, muito trabalhador e forte fisicamente, tanto está adefender e bem no seu meio campo defensivo, como se desdobra em termos ofensivos, é um bom médio centro eum recuperador de bolas. Marcou um bom golo aparecendo na área após cruzamento do lateral direito numajogada de contra ataque.Extremo Direito- Abílio(nº86): Passou um pouco ao lado do jogo, é alto e veloz, trocou muitas vezes de posiçãomas pouco ou nada deu á equipa tendo sido substituido e bem pelo avançado Bertinho nº17.Extremo Esquerdo-Nandinho (nº16): É de estatura média e forte fisicamente, é muito rápido o seu movimentopreferido é estar do lado esquerdo colado á linha e fazer movimentos interiores pois é um destro, procura sempreo pé direito, não cruza de esquerdo. É forte também no jogo defensivo e nas recuperações de bola.AV- Alex (Nº77): Não é um jogador fixo bem pelo contrário, muito móvel, participa muito no jogo ofensivo, é umjogador forte no 2x1 ou seja nas tabelas, é muito solicitado pela velocidade e jogo de pés, o seu ponto fraco é ojogo aéreo. Jogador de estatura média, boa qualidade de passe e boa técnica.Suplentes:Avançado- Bertinho (nº17): é um jogador que trouxe mais qualidade á equipa, fisicamente é parecido com ojogador Alex, mas mais vertical ou seja não tem tanta mobilidade mas assume mais a baliza.É lutador e tem uma boa técnica individual.EE- João Vitor (nº18): Pouco tempo de jogo teve, é muito novo ainda, trouxe mais frescura e velocidade ao seucorredor.MC-Miguel Mota (nº10): Entrou nos descontos, nem tocou na bola. João Pedro Araújo 6

×