G14 métodos para o estudo do interior da terra

1.458 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.458
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
99
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

G14 métodos para o estudo do interior da terra

  1. 1. Métodos para o estudo do interior da Geosfera
  2. 2. 2Nuno Correia 10/11
  3. 3. 3Nuno Correia 10/11
  4. 4. 4Nuno Correia 10/11
  5. 5. 5Nuno Correia 10/11
  6. 6. 6Nuno Correia 10/11
  7. 7. 7Nuno Correia 10/11
  8. 8. Nuno Correia 10/11 8 Crosta Manto Descontinuidade de Moho Macedo de Cavaleiros Foto cedida por Ana Lereno
  9. 9. Zona de convergência para formar a PANGEIA II Maciço de Morais
  10. 10. Descontinuidade de MohoPeridotito Crosta Manto
  11. 11. 11Nuno Correia 10/11
  12. 12. 12Nuno Correia 10/11
  13. 13. 13Nuno Correia 10/11
  14. 14. 14Nuno Correia 10/11
  15. 15. 15Nuno Correia 10/11
  16. 16. 16Nuno Correia 10/11
  17. 17. 17Nuno Correia 10/11
  18. 18. 18Nuno Correia 10/11
  19. 19. 19Nuno Correia 10/11
  20. 20. 20Nuno Correia 10/11
  21. 21. 21Nuno Correia 10/11
  22. 22. Nuno Correia 10/11 22
  23. 23. 23Nuno Correia 10/11
  24. 24. 24Nuno Correia 10/11
  25. 25. 25Nuno Correia 10/11
  26. 26. 26Nuno Correia 10/11
  27. 27. 27Nuno Correia 10/11
  28. 28. 28Nuno Correia 10/11
  29. 29. 29Nuno Correia 10/11
  30. 30. 30Nuno Correia 10/11
  31. 31. 31Nuno Correia 10/11
  32. 32. Nuno Correia 10/11 32  Variação de temperatura em profundidade. até determinada profundidade, a temperatura conserva-se constante, designando-se esta faixa por zona de temperatura constante.
  33. 33. 33Nuno Correia 10/11
  34. 34. Nuno Correia 10/11 34  A profundidade que é preciso descer, abaixo da zona de temperatura constante, para que a temperatura interna da geosfera aumente l °C.
  35. 35. 35Nuno Correia 10/11
  36. 36. Nuno Correia 10/11 36  A diferença tem a ver com a forma como o calor é transmitido : ◦ Condução ◦ Convecção
  37. 37. Nuno Correia 10/11 37
  38. 38. Nuno Correia 10/11 38  Até cerca dos 1350 °C, o calor é transmitido através das rochas, por vibração atómica (condução)
  39. 39. Nuno Correia 10/11 39  A temperaturas mais altas, a convecção é o mecanismo utilizado para a transmissão de calor e o responsável pela dinâmica tectónica.
  40. 40. Nuno Correia 10/11 40  É a própria matéria aquecida que se move para zonas mais frias, devido a diferenças de densidade, o que torna a transferência de calor mais eficaz.
  41. 41. Nuno Correia 10/11 41  A convecção é, o principal processo responsável pelo arrefecimento do interior da Terra;
  42. 42. Nuno Correia 10/11 42  A condução, retendo mais calor, justifica os elevados valores do gradiente geotérmico que se verificam na parte mais superficial da Terra
  43. 43. Nuno Correia 10/11 43  Se a condução se mantivesse, em profundidade, provocaria, no centro da Terra, temperaturas muito superiores aos 5000°C actualmente estimados!
  44. 44. Nuno Correia 10/11 44 O calor da Terra provem: ► do calor remanescente da formação da Terra, ainda existente no núcleo: ● energia libertada pelo impacto dos planetesimais ● contracção gravitacional dos materiais. ► da desintegração dos elementos radioactivos que constituem as rochas.
  45. 45. 45Nuno Correia 10/11
  46. 46. 46Nuno Correia 10/11
  47. 47. 47Nuno Correia 10/11
  48. 48. 48Nuno Correia 10/11
  49. 49. 49Nuno Correia 10/11
  50. 50. 50Nuno Correia 10/11
  51. 51. 51Nuno Correia 10/11
  52. 52. 52Nuno Correia 10/11
  53. 53. 53Nuno Correia 10/11
  54. 54. 54Nuno Correia 10/11
  55. 55. 55Nuno Correia 10/11
  56. 56. 56Nuno Correia 10/11
  57. 57. 57Nuno Correia 10/11

×