Período entre guerras e 2ª guerra

359 visualizações

Publicada em

Tópicos importantes e resumidos dos acontecimentos ocorridos durante o período entre 1ª e 2ª Guerras Mundiais e sobre a própria Segunda Guerra.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
359
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • A França já tinha um sentimento de “revanchismo” contra a Alemanha, por ter tomado os territórios da Alsácia e da Lorena. Então, após o Tratado de Versalhes, a França vinga-se da Alemanha e reconquista esses territórios (que anteriormente haviam sido tomados).
  • Crash significa “quebra”, “choque” ou “colisão” em inglês. Neste caso, refere-se à Quebra da Bolsa de Nova York, ocorrida em 1929.
  • New Deal significa “novo plano” ou “novo negócio” em inglês. Nesse contexto, representa o novo plano econômico estadunidense, para dar solução à quebra da bolsa.
  • Período entre guerras e 2ª guerra

    1. 1. 1919-1939 PERÍODO ENTRE GUERRAS E SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
    2. 2. Tratado de Versalhes Foram cláusulas contra a Alemanha com os objetivos de: devolver a região da Alsácia- Lorena, proibir o desenvolvimento da indústria bélica pesada e pagar indenização aos vencedores da 1ª Guerra Mundial. 2
    3. 3. Liga das Nações Essa liga não possuía poder militar. Ela tinha como objetivo intermediar conflitos e manter a paz no mundo. Por outro lado, a política de Apaziguamento foi insuficiente, já que o fato de não reprimir as anexações dos territórios com mais rigidez, levou ao conflito mundial. 3
    4. 4. Saída dos EUA da 1ª Guerra Durante o conflito, a economia estadunidense cresceu e este país tornou-se o principal credor dos países capitalistas em suas reconstruções das economias após o término da guerra. Dessa forma, os Estados Unidos passaram a fazer parte e influenciar, de maneira significativa, a área econômica de quase todo o mundo. 4
    5. 5. Crash de Nova York (1929) Neste período, ocorreram: A corrida para a venda das ações da bolsa à levaram a quebrar. 5
    6. 6. DEPRESSÕES Grande Depressão Grande Depressão no Mundo  Iniciou nos EUA por causa da quebra da bolsa de valores, e também, devido aos salários que estavam em desequilíbrio com a superprodução do campo e da indústria, à concentração da renda nas mãos de poucos e à diminuição do consumo de produtos norte-americanos na Europa. A crise levou ao desemprego em massa, falência de bancos e de empresários, aumento da inflação e de dívidas não pagas.  Os países que dependiam da economia dos EUA, também tiveram suas economias afetadas com o crash. Os Estados Unidos diminuíram as importações (matéria prima ou manufatura), cortaram investimentos externos, precisaram cobrar dívidas e pararam de conceder novos empréstimos. A crise espalhou-se mundialmente. Tornando assim, uma depressão em escala global. 6
    7. 7. New Deal Foi um plano econômico ocorrido nos Estados Unidos, que visava uma solução à Crise de 1929. As medidas consistiram em: Significou a intervenção do Estado na economia, o que representou um distanciamento do liberalismo econômico, antes praticado. 7
    8. 8. Fascismo Foi o Regime Totalitário que prometeu resolver os problemas econômicos da nação e exercer um controle social. Os fascistas responsabilizavam os governos democráticos e o liberalismo pelas crises de seus países. Um fato importante foi que o fascismo era totalmente contra a influência comunista. 8
    9. 9. Fascismo Italiano Benito Mussolini e seus seguidores, acreditavam que o nacionalismo, a perseguição dos opositores, a censura aos meios de produção, a liberdade de expressão e um único partido – o Nacional Fascista – ,eram essenciais para fazer a economia italiana crescer novamente através do controle do Estado. 9
    10. 10. Nazismo (fascismo alemão) O presidente anterior da Alemanha, Hindenburg, conseguiu controlar a crise do país pós guerra com a ajuda norte americana. Mas, com a Crise de 1929, as altas taxas de inflação aumentaram. Isso fez aumentar os seguidores do nazismo. Esse regime possuía as mesmas características do fascismo italiano, porém suas particularidades eram: Hitler tinha apoio dos industriais, de parlamentares e dos militares para subir ao poder. 10
    11. 11. 2ª Guerra Mundial (1939-1945) Japão, Itália e Alemanha formavam o EIXO: Tóquio-Roma-Berlim. Japão • Manchúria (China) Itália • Etiópia (África) Alemanha • Áustria • Tchecoslováquia 11
    12. 12. Conferência de Munique Reuniu Alemanha, Itália, Inglaterra e França para resolverem o problema de Sudetos, que permitiu a anexação do território desde que a Alemanha passasse a consultar a Liga das Nações antes de qualquer anexação para evitar um conflito bélico. Essa política exercida pela França e Inglaterra de tolerância ao imperialismo, ficou conhecida como Política de Apaziguamento. 12
    13. 13. Pacto Germânico-Soviético O interesse de Hitler no acordo com Stalin era de não ter que enfrentar duas frentes de conflito caso ele invadisse a Polônia, como fez tempos depois, inaugurando a 2ª Guerra Mundial. 13
    14. 14. Invasão da URSS Como Hitler estava certo da vitória, diante das várias conquistas pelo lado Ocidental que tivera, ele quebra o pacto e invade a URSS pelo interesse no petróleo e carvão (energia). Os soviéticos utilizaram da tática “terra arrasada” como resistência, e apesar dos avanços germânicos, os alemães tiveram uma grande batalha em Stalingrado contra os soviéticos e o frio. A vitória da URSS sobre a Alemanha, fez com que as tropas alemãs voltassem para casa. 14
    15. 15. Entrada dos EUA Como o Japão via os Estados Unidos como um empecilho para o expansionismo, fez um ataque aéreo surpresa à base americana Pearl Harbor, no Havaí. Por esse motivo, os EUA declararam guerra ao Japão, consequentemente ao EIXO. 15
    16. 16. “Dia D” Enquanto Hitler tentava vencer a URSS, britânicos e norte-americanos faziam uma ofensiva a oeste. Um ataque surpresa, em 1944, na Normandia, província francesa, contra as tropas alemãs foi chamado de Dia “D”, para que a espionagem não identificasse o local, nem o momento exato. Foi importante porque marcou o início de uma ofensiva (no oriente e no ocidente) de vitórias dos aliados contra a Alemanha, que até o momento, estava ganhando a guerra. A luta dos alemães com duas frentes (Ocidente e Oriente) levou à derrota alemã. Com a chegada de tropas soviéticas à Berlim em 1945, o exército alemão assinou a rendição. 16
    17. 17. Fim da Guerra Mesmo depois da chegada dos norte-americanos e soviéticos a Berlim, os EUA continuaram o conflito com o Japão pelas terras do oriente. Os japoneses enfraquecidos com os anos de guerra, usaram de uma tática suicida: os camicazes, que consistia em jogar o avião e o piloto sobre as tropas norte-americanas. Isso para fazer resistência ao poderio naval dos norte-americanos. Para encerrar a guerra e mostrar seu poderio bélico, o último golpe dos EUA foi fazer dois ataques de bombas atômicas contra a resistência japonesa. Esse foi o evento final da 2ª Guerra Mundial. 17
    18. 18. Aluna: Fernanda Rocha de Lima – 3° ano FIM DA APRESENTAÇÃO

    ×