Período entre Guerras

1.593 visualizações

Publicada em

https://www.facebook.com/nandop157
ATENÇÃO: Estou necessitando de seguidores no Slide Share

Publicada em: Educação
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.593
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
120
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Período entre Guerras

  1. 1. O Período entre Guerras
  2. 2. O mundo no Pós-Guerra • Após o final da primeira Guerra Mundial, a Europa enfrentava grandes dificuldades: muitas cidades haviam sido completamente destruídas e vastas áreas agrícolas estavam arrasadas. Os horrores da guerra criaram um clima de desilusão e desesperança em grande parte da população.
  3. 3. EUA, Nova Potência Mundial • Os EUA atravessaram uma época de grande prosperidade econômica depois da Primeira Guerra Mundial. Durante os anos 1919 e 1921, sua economia passou por um período de adaptação, porém, nos anos seguintes, houve o fortalecimento da indústria produtora de carvão, ferro, aço e petróleo e, também, na produção da indústria química, elétrica e automobilística.
  4. 4. As Linhas de Montagem • A primeira linha de montagem foi implantada por Henry Ford (1863-1947) em sua fábrica de automóveis. Nesse sistema de trabalho, conhecido como fordismo, cada trabalhador exercia uma tarefa específica como o auxílio de máquinas e, dessa forma, os automóveis eram produzidos com maior rapidez e qualidade.
  5. 5. O American Way of Life • O American Way of Life (ou 'estilo de vida americano') foi desenvolvido na década de 20, amparado pelo bem-estar econômico que desfrutavam os Estados Unidos. O sinal mais significativo deste Way of Life é o consumismo, materializado na compra exagerada de eletrodomésticos e veículos.
  6. 6. A Propaganda e o Consumismo • Como o desenvolvimento econômico e tecnológico alcançado nessa época, uma série de novos produtos invadiu os lares norte- americanos, sobretudo os da classe média crescente.
  7. 7. A cultura de massa e os mass media • Na década de 1920 as produções culturais também passaram a ser bens que podiam ser consumidos, “vendidos” ao grande público. O que antes era domínio de uma determinada elite intelectual. Que para designar esse tipo de produção cultural, criou-se o termo “cultura de massa”.
  8. 8. Mudanças no comportamento • Houve também mudanças nos padrões de beleza e de comportamento nesse período. Inspirados nos astros de cinema da época, como Gloria Swanson, Mary Pickford e Douglas Fairbanks, os homens e principalmente as mulheres tiveram maior liberdade na década de 1920.
  9. 9. Fotografia retratando um casal norte-americano dançando o charleston, na década de 1929.
  10. 10. Os EUA e a Intolerância no Pós-Guerra • Esse movimento foi caracterizado pela grande intolerância a tudo que não fosse “genuinamente americano”, e manifestou-se por meio de proibições de caráter reacionário e por um forte preconceito em relação a negros, judeus, católicos e imigrantes, que passaram a ser vistos como “antiamericanos”.
  11. 11. O racismo da Ku Klux Klan • Uma das manifestações mais destrutivas de intolerância nos EUA foi a organização racista chamada Ku Klux Klan (kkk), formada por nacionalistas extremados e fanáticos religiosos. Fotografia que retrata membros da KKK usando trajes e capuzes brancos, inclusive nos seus cavalos, fazendo uma manifestação na cidade de Tulsa, em Oklahoma, no ano de 1923.
  12. 12. A proibição às bebidas alcoólicas • Com auxílio de membros das Igrejas puritanas e da Liga Antibares, foi aprovada a 18ª emenda à Constituição norte-americana, em janeiro de 1920. Conhecida como Lei Seca, ela proibia a fabricação, o transporte e o consumo de bebidas alcoólicas nos Estados Unidos.
  13. 13. A Grande Depressão • O clima de prosperidade nos EUA, na década de 1920, gerou uma onda de investimentos em ações de empresas na Bolsa de Valores de Nova Iorque. O valor das ações subia de forma artificial, isto é, não correspondia ao crescimento real da economia.
  14. 14. A quebra da Bolsa de Valores de Nova Iorque • O dinamismo do mercado interno norte- americano também foi prejudicado pela queda no valor dos salários pagos aos trabalhadores. Assim, o consumo diminuía acompanhando a diminuição no poder de compra, porém as indústrias continuavam produzindo, gerando estoques que ficavam encalhados, desencadeando uma crise de superprodução.
  15. 15. Reflexos da crise • Os reflexos da crise logo foram sentidos em quase todos os países capitalistas, principalmente na Europa e na América Latina, onde havia grande dependência dos empréstimos e investimentos dos EUA.
  16. 16. O socialismo na União Soviética • Enquanto os países capitalistas atravessaram um período de dificuldades decorrentes da Grande Depressão, a União Soviética procurava atingir as metas estabelecidas pelos Planos Quinquenais. Esses planos, lançados pelo governo soviético na década de 1920, estipularam metas de desenvolvimento em setores considerados prioritários, como a produção de energia elétrica, máquinas pesadas e armamentos...
  17. 17. A intervenção estatal nos EUA • Em 1932, Franklin Roosevelt foi eleito presidente dos EUA, no momento mais crítico da Grande Depressão. Os EUA necessitavam de medidas urgentes para enfrentar a crise, por isso Roosevelt rompeu com os princípios econômicos liberais, segundo os quais o mercado se autorregularia de forma eficiente, tornando desnecessária a intervenção estatal na economia.
  18. 18. O New Deal • O programa de reformas lançado por Roosevelt ficou conhecido como New Deal (Novo Acordo). O plano consistia em grandes investimentos pelo governo em obras públicas (usinas hidrelétricas, pontes, estradas) com a finalidade de reduzir o desemprego que assolava o país.
  19. 19. O Fascismo na Itália • Fundado exatamente no dia 23 de março de 1919, Mussolini deu início a este movimento em uma reunião que acontecia na cidade de Milão. Na Itália os fascistas também ganharam a denominação de “camisas negras”, já que usavam esse tipo de uniforme. O símbolo era um machado com o cabo rodeado de varas, que simbolizavam o poder do Estado e a unidade do povo.
  20. 20. Os fascistas tomam o poder • Em maio de 1921, a associação nacionalista que havia sido fundada transformou-se em Partido Nacional Fascista, concorrendo nas eleições ao parlamento e conseguindo 35 assentos. O movimento teve o apoio da classe média e também de receosos do socialismo e comunismo, enquanto isso os donos de terra e industriais o viam como uma possível defesa contra a militância trabalhista.
  21. 21. O Nazismo na Alemanha • No período final da Primeira Guerra Mundial, a Alemanha passava por grande instabilidade política e econômica. Algumas reivindicações populares anteriores à guerra não haviam sido contempladas, gerando revoltas por todo o país.
  22. 22. Hitler e o nazismo • O nazismo apresentava princípios semelhantes aos do fascismo, porém dava grande ênfase ao racismo e ao antissemitismo, além de reprovar a democracia liberal da República de Weimar. O grade líder do Partido Nazista era Adolf Hitler.
  23. 23. Hitler e os nazistas no poder • No ano de 1925, Hitler já estava solto e retomou suas ações para chegar ao poder na Alemanha. No entanto, ele mudou de estratégia, abandonando as tentativas de golpe e tentando chegar ao poder pelas vias burocráticas e eleitorais.

×