SlideShare uma empresa Scribd logo

2 guerra mundial

Guerra Mundial

1 de 15
Baixar para ler offline
A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
Causas da Guerra
A Segunda Guerra Mundial é um prolongamento da Primeira (1914–18), cuja
conclusão deixou na Europa uma série de questões não resolvidas, ou mesmo criou
problemas novos: o Tratado de Versalhes, imposto à Alemanha pelos vencedores, foi
excessivamente pesado e gerou ressentimentos que exacerbaram o revanchismo dos
alemães; numerosas minorias étnicas foram colocadas sob domínio estrangeiro,
criando focos de tensão interna e tendendo a se unir à pátria-mãe (particularmente no
caso dos alemães); finalmente, a disputa das potências industriais por mercados e
matérias-primas não foi solucionada satisfatoriamente, pois Alemanha, Itália e Japão
continuaram carentes de insumos para suas indústrias. Seguindo a lógica imperialista
da época, esses três países iriam se associar em uma aliança agressiva e
expansionista, denominada Eixo.
A ascensão de Mussolini ao poder na Itália, em 1922, inaugurara um regime
político totalitário, militarista e fortemente nacionalista, denominado fascismo e situado
ideologicamente na extrema direita. A Crise de 29, agravando os problemas
econômicos e sociais dos países capitalistas, estimulou as camadas populares a
apoiar movimentos extremistas, tanto de esquerda (comunismo) como de direita
(denominados genericamente fascismos, por serem inspirados no modelo italiano). O
apoio da burguesia a estes últimos foi decisivo para que eles assumissem o controle
de vários Estados, dos quais o mais importante foi a Alemanha, onde Hitler tomou
posse na chefia do governo em 1933. O expansionismo nazista seria o fator
determinante para a eclosão da Segunda Guerra Mundial.
O avanço dos países do Eixo constituía uma ameaça aos interesses das
grandes potências da época: Grã-Bretanha, França, URSS e EUA. Mas nenhuma
delas opôs uma resistência efetiva. Os governos britânico e francês adotaram a
política de apaziguamento, cheia de concessões aos agressores; a URSS, sob a
ditadura de Stalin, encontrava-se isolada por parte das potências capitalistas, e os
EUA haviam assumido uma postura isolacionista, como se os problemas exteriores
ao continente americano não lhes dissessem respeito.
A progressão dos países do Eixo foi implacável:
O Japão tomou a Manchúria (1931), pertencente à China, e depois atacou
novamente esta última (1937); a Itália conquistou a Etiópia (1936) e a Albânia
(1939).Mas foi a expansão da Alemanha que levou diretamente à guerra: ocupação
da região desmilitarizada da Renânia (1936), anexação da Áustria (1938) e dos
Sudetos (também em 1938), pertencentes à Checoslováquia, invasão da própria
Checoslováquia (março de 1939) e, finalmente, o ataque à Polônia (setembro de
1939), que deu à Grã-Bretanha e França um pretexto para declarar guerra à
Alemanha. Estava iniciada a Segunda Guerra Mundial.
As partes em conflito
A maioria das pessoas acredita que o Eixo era formado apenas pela Alemanha,
Itália e Japão. Não obstante, Estados menores lutaram ao lado dessas potências, a
saber: Finlândia, Hungria, Romênia, Bulgária, Eslováquia, Croácia (as duas últimas
emancipadas respectivamente da Checoslováquia e Iugoslávia) e Tailândia. Além
disso, nos países conquistados pelas potências do Eixo, contingentes maiores ou
menores das populações locais apoiaram os invasores (foram os chamados
colaboracionistas), enquanto outros os combatiam (ficando conhecidos como
Resistência ou partisans).
Os países que se opuseram ao Eixo adotaram o nome de Aliados – que já fora
utilizado na Primeira Guerra Mundial e foi repetido na Guerra do Golfo, em 1991. As
principais potências envolvidas foram a China (desde 1937), Grã-Bretanha e França
(1939), URSS e EUA (1941). Ao todo, fizeram parte dos Aliados (ou Nações Unidas)
51 Estados, entre os quais o Brasil. Muitos, porém, proporcionaram apenas apoio
material, sem entrar propriamente em combate; tal é o caso de quase toda a América
Latina, onde apenas Brasil e México enviaram tropas ao campo de batalha.
Principais operações militares
A Segunda Guerra Mundial, por sua amplitude e duração, contou com inúmeras
campanhas e batalhas importantes. Neste texto, iremos nos reportar apenas àquelas
que tiveram influência decisiva na evolução do conflito.
Empregando de forma combinada todos os elementos militares de que
dispunham (aviação de assalto, aviação de bombardeio, blindados, artilharia e
infantaria), os alemães criaram uma tática de combate denominada Blitzkrieg (Guerra-
Relâmpago), de efeito esmagador. Ela lhes permitiu dominar rapidamente a Polônia
e, em 1940, praticamente toda a Europa Ocidental – inclusive a França, que foi
obrigada a se render. Mas a falta de recursos navais impediu Hitler de invadir a Grã-
Bretanha e o levou a atacar a URSS. Os alemães avançaram profundamente no
território soviético, até serem finalmente detidos na Batalha de Stalingrado (nov.
42/fev. 43). O Japão, envolvido contra a China desde 1937, atacou os EUA em
dezembro de 1941, bombardeando a base naval de Pearl Harbor, no Havaí. Os
japoneses conquistaram todo o Sudeste Asiático e o Pacífico Central, chegando às
fronteiras da Índia e próximo da Austrália. Todavia, derrotados pelos norte-americanos
na batalha naval de Midway (jun. 42), passaram a lutar defensivamente, de forma
obstinada e até mesmo desesperada, tendo em vista que se tornou habitual lutarem
até à morte, inclusive através de ataques suicidas.
A Itália foi invadida pelos Aliados em 1943. Mussolini, refugiado no norte do
país sob a proteção dos alemães, foi capturado por guerrilheiros comunistas italianos
e assassinado em abril de 1945. Hitler suicidou-se três dias mais tarde, quando os
soviéticos se encontravam a três quarteirões de seu abrigo subterrâneo, em Berlim. A
Alemanha capitulou pouco depois, em 8 de maio. Antes, em junho de 1944, ocorrera
o célebre Dia D, quando tropas anglo-americano-canadenses desembarcaram na
Normandia – região da França, então ocupada pelos alemães.
O Japão somente se rendeu em 15 de agosto de 1945, quando o imperador
Hirohito anunciou pessoalmente, pelo rádio, a capitulação do país. Essa decisão foi
consequência dos devastadores efeitos produzidos pelo bombardeio atômico das
cidades de Hiroshima e Nagasaki, ocorridos respectivamente em 6 e 9 daquele mês.
O emprego de bombas atômicas contra o Japão, a fim de forçá-lo a cessar a
luta, foi ordenado pelo novo presidente dos EUA, Truman (o presidente Franklin
Roosevelt falecera em abril de 1945). Atualmente, os historiadores tendem a
considerar que a ação norte-americana foi desnecessária, já que a capacidade de
resistência dos japoneses estava em seu limite. Assim sendo, os bombardeios
atômicos (com cerca de 200 mil vítimas fatais, sem considerar as sequelas da
radioatividade) teriam sido, fundamentalmente, um meio de intimidar a URSS – já no
contexto da futura Guerra Fria.
Consequências da Segunda Guerra Mundial
O mundo que emergiu do terrível conflito era bastante diferente daquele que
existia em 1939. As potências do Eixo estavam esmagadas, mas também a Grã-
Bretanha e a França saíram debilitadas da guerra. Para definir a nova relação de
forças internacionais, cunharam-se duas expressões: superpotências e bipolarização
– mostrando que o planeta se encontrava dividido em duas zonas de influência
econômica, política e ideológica, controladas respectivamente pelos EUA e URSS. Do
confronto entre ambos (Guerra Fria) resultaram a Guerra da Coréia (1950–53), a
Guerra do Vietnã (1961–75) e a Guerra do Afeganistão (1979–89). Somente em 1985,
com o início da Perestroika (reestruturação econômica) e da Glasnost (transparência
política), implantadas por Gorbachev na URSS, esse cenário instável começou a se
desfazer.
O socialismo marxista ganhou considerável impulso com o crescimento do
poder soviético, após a Segunda Guerra Mundial. Além dos países da Cortina de Ferro
(Europa Central e Oriental), passaram a ter governos comunistas Estados do Extremo
Oriente (China, Coréia do Norte, Vietnã, Laos, Camboja), do Oriente Médio (Iêmen do
Sul), da África (Angola, Moçambique, Etiópia) e até mesmo da América Latina (Cuba,
onde Fidel Castro se transformou no mais antigo ditador do mundo – está no poder
desde 1959).
Finalmente, os avanços tecnológicos provocados pela guerra resultaram em
numerosas aplicações pacíficas, que vão desde a penicilina até o radar ou a propulsão
a jato para os aviões.
GUERRA FRIA
Após a Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos e a União Soviética se
tornaram duas superpotências que competiam entre si: cada uma buscava abafar o
poder da outra. Esse período de tensão entre os dois países ficou conhecido como
Guerra Fria. Ainda que não tenha ocorrido uma guerra declarada entre eles, o conflito
provocou várias guerras menores.
Antecedentes
Durante a Segunda Guerra Mundial, a União Soviética libertou da ocupação
nazista diversos países da Europa oriental. Depois da guerra, porém, os soviéticos
continuaram a controlar esses países, implantando neles o sistema
econômico comunista.
Os Estados Unidos não queriam que o comunismo fosse adotado em outras
nações europeias. Também desejavam ter como aliados os países
da Europa ocidental, exercendo um poder sutil sobre eles. Assim, deram dinheiro
para a reconstrução desses países após a guerra. Esse programa, idealizado pelo
general americano George Marshal, ficou conhecido como Plano Marshall.
Alianças
Em 1949 os Estados Unidos, juntamente com os aliados europeus, formaram
a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), para proteger seus membros
em caso de ataque. Em 1955, a União Soviética e as nações do Leste Europeu
formaram o Pacto de Varsóvia, com as mesmas intenções.
Acontecimentos Guerra Fria
Duas grandes crises durante a Guerra Fria envolveram Berlim. No fim da
Segunda Guerra Mundial, a capital da Alemanha, assim como todo o país, foi dividida
em quatro zonas controladas por Estados Unidos, Reino Unido, França e União
Soviética. Em 1948, as três nações ocidentais anunciaram que passariam a atuar em
conjunto. A União Soviética interrompeu as ligações rodoviárias e ferroviárias de
Berlim, que ficava na parte soviética do país. A cidade ficou isolada pelas vias
terrestres, mas os Estados Unidos e o Reino Unido passaram a abastecê-la por avião.
Em 12 de maio de 1949, os soviéticos levantaram o bloqueio.
Nos anos seguintes, muitos habitantes de Berlim Oriental fugiram para Berlim
Ocidental. Em 1961, os dirigentes da Alemanha Oriental construíram um muro para
impedir as fugas. O Muro de Berlim se tornou o símbolo da Guerra Fria.
A Guerra Fria também atingiu lugares fora da Europa. Se por um lado a União
Soviética apoiou governos comunistas em outros continentes, por outro os Estados
Unidos tentavam deter o avanço comunista. Foi nesse contexto que aconteceram
a Guerra da Coreia, na década de 1950, e a Guerra do Vietnã, nas duas décadas
seguintes.
Outros episódios ocorreram em países do Ocidente. Em 1959, Fidel Castro
chegou ao poder em Cuba. Logo após, declarou-se favorável ao comunismo. Em
1962, ao detectar a presença de mísseis nucleares soviéticos em território cubano, os
Estados Unidos estabeleceram um bloqueio naval à ilha. Depois de vários dias de
tensão, os soviéticos retiraram as armas.
Fim da Guerra Fria
Nos anos 1970, os Estados Unidos e a União Soviética assinaram acordos de
limitação de armas nucleares. Outras mudanças aconteceram quando Mikhail
Gorbatchev se tornou líder da União Soviética em 1985. Ele tentou reorganizar a
economia e deu início à abertura política do regime (glasnost). O ano de 1989 marcou
a queda do Muro de Berlim. Em julho de 1991 o Pacto de Varsóvia foi dissolvido.
Pouco depois, a União Soviética se dividiu em quinze nações independentes. O fim
do comunismo na maior parte dos países que o adotavam significou o fim da Guerra
Fria.

Recomendados

Antecedentes militares da 2ª guerra
Antecedentes militares da 2ª guerraAntecedentes militares da 2ª guerra
Antecedentes militares da 2ª guerraEuna Machado
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial  A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial Alexander2512
 
Da 2 Guerra Mundial à Guerra Fria
Da 2 Guerra Mundial à Guerra FriaDa 2 Guerra Mundial à Guerra Fria
Da 2 Guerra Mundial à Guerra FriaAEDFL
 
2 guerra mundial(daiane)
2 guerra mundial(daiane)2 guerra mundial(daiane)
2 guerra mundial(daiane)ronualdo
 
Causas da Segunda Guerra - Prof.Altair Aguilar
Causas da Segunda Guerra - Prof.Altair AguilarCausas da Segunda Guerra - Prof.Altair Aguilar
Causas da Segunda Guerra - Prof.Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2ª guerra mundial
2ª guerra mundial2ª guerra mundial
2ª guerra mundialPablo Zanon
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundialPaloma Morais
 
2º guerra mundial vencidos e vencedores,custos da guerra
2º guerra mundial vencidos e vencedores,custos da guerra2º guerra mundial vencidos e vencedores,custos da guerra
2º guerra mundial vencidos e vencedores,custos da guerraDiogo Martins
 
Segunda guerra mundial slide resumo para a escola
Segunda guerra mundial slide resumo para a escolaSegunda guerra mundial slide resumo para a escola
Segunda guerra mundial slide resumo para a escolaGuilherme Ortiz Martins
 
Segunda guerra mundial (1939 -1945)
Segunda guerra mundial (1939 -1945)Segunda guerra mundial (1939 -1945)
Segunda guerra mundial (1939 -1945)emillyalmeida
 
II Guerra Mundial: Ascensão do Nazismo e escalada da violência
II Guerra Mundial: Ascensão do Nazismo e escalada da violênciaII Guerra Mundial: Ascensão do Nazismo e escalada da violência
II Guerra Mundial: Ascensão do Nazismo e escalada da violênciaFrancisco Cougo Jr
 
Aula - Segunda Guerra Mundial
Aula - Segunda Guerra MundialAula - Segunda Guerra Mundial
Aula - Segunda Guerra Mundialgleisonfvilela
 
Segunda Guerra Antecedentes
Segunda Guerra AntecedentesSegunda Guerra Antecedentes
Segunda Guerra AntecedentesLeopoldo Galvão
 
A segunda guerra mundial - Resumo - 9ºano
A segunda guerra mundial - Resumo - 9ºanoA segunda guerra mundial - Resumo - 9ºano
A segunda guerra mundial - Resumo - 9ºanoHizqeel Majoka
 
As causas da segunda guerra mundial
As causas da segunda guerra mundialAs causas da segunda guerra mundial
As causas da segunda guerra mundialJainny F.
 

Mais procurados (20)

2ª guerra mundial
2ª guerra mundial2ª guerra mundial
2ª guerra mundial
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
Causas da 2ª Guerra
Causas da 2ª GuerraCausas da 2ª Guerra
Causas da 2ª Guerra
 
2º guerra mundial vencidos e vencedores,custos da guerra
2º guerra mundial vencidos e vencedores,custos da guerra2º guerra mundial vencidos e vencedores,custos da guerra
2º guerra mundial vencidos e vencedores,custos da guerra
 
A segunda guerra mundial
A segunda guerra mundialA segunda guerra mundial
A segunda guerra mundial
 
A guerra fria prof rodrigo
A guerra fria  prof rodrigoA guerra fria  prof rodrigo
A guerra fria prof rodrigo
 
Segunda guerra mundial slide resumo para a escola
Segunda guerra mundial slide resumo para a escolaSegunda guerra mundial slide resumo para a escola
Segunda guerra mundial slide resumo para a escola
 
Segunda guerra mundial (1939 -1945)
Segunda guerra mundial (1939 -1945)Segunda guerra mundial (1939 -1945)
Segunda guerra mundial (1939 -1945)
 
II Guerra Mundial: Ascensão do Nazismo e escalada da violência
II Guerra Mundial: Ascensão do Nazismo e escalada da violênciaII Guerra Mundial: Ascensão do Nazismo e escalada da violência
II Guerra Mundial: Ascensão do Nazismo e escalada da violência
 
Aula - Segunda Guerra Mundial
Aula - Segunda Guerra MundialAula - Segunda Guerra Mundial
Aula - Segunda Guerra Mundial
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
Sintese power point
Sintese power pointSintese power point
Sintese power point
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
2ª guerra mundial
2ª guerra mundial2ª guerra mundial
2ª guerra mundial
 
Segunda Guerra Antecedentes
Segunda Guerra AntecedentesSegunda Guerra Antecedentes
Segunda Guerra Antecedentes
 
2º GUERRA MUNDIAL
2º  GUERRA MUNDIAL2º  GUERRA MUNDIAL
2º GUERRA MUNDIAL
 
A segunda guerra mundial - Resumo - 9ºano
A segunda guerra mundial - Resumo - 9ºanoA segunda guerra mundial - Resumo - 9ºano
A segunda guerra mundial - Resumo - 9ºano
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
As causas da segunda guerra mundial
As causas da segunda guerra mundialAs causas da segunda guerra mundial
As causas da segunda guerra mundial
 
Segunda guerra
Segunda guerraSegunda guerra
Segunda guerra
 

Semelhante a 2 guerra mundial

TRABALHO DE GEOGRAFIA- SEGUNDA GUERRA MUNDIAL.pdf
TRABALHO DE GEOGRAFIA- SEGUNDA GUERRA MUNDIAL.pdfTRABALHO DE GEOGRAFIA- SEGUNDA GUERRA MUNDIAL.pdf
TRABALHO DE GEOGRAFIA- SEGUNDA GUERRA MUNDIAL.pdfGrazieleFreiredeOliv
 
Aula 21 2ª guerra mundial
Aula 21   2ª guerra mundialAula 21   2ª guerra mundial
Aula 21 2ª guerra mundialJonatas Carlos
 
2 guerra mundial(daiane)
2 guerra mundial(daiane)2 guerra mundial(daiane)
2 guerra mundial(daiane)ronualdo
 
2 guerra mundial(daiane)
2 guerra mundial(daiane)2 guerra mundial(daiane)
2 guerra mundial(daiane)ronualdo
 
Segunda guerra e guerra fria
Segunda guerra e guerra friaSegunda guerra e guerra fria
Segunda guerra e guerra friaIsabel Aguiar
 
A segunda guerra mundial
A segunda guerra mundialA segunda guerra mundial
A segunda guerra mundialJulio Fernando
 
As causas da 2 guerramundial
As causas da 2 guerramundialAs causas da 2 guerramundial
As causas da 2 guerramundialMónica Monteiro
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundialguestd2595e
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialLutero Ramos
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialJorge Almeida
 
Segunda guerra mundial resumo
Segunda guerra mundial resumoSegunda guerra mundial resumo
Segunda guerra mundial resumoemersongoncalves
 
2° guerra mundial
2° guerra mundial2° guerra mundial
2° guerra mundialceufaias
 
SOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.ppt
SOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.pptSOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.ppt
SOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.pptVinciusKusma
 
SOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.ppt
SOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.pptSOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.ppt
SOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.pptJeffersonPereira360732
 
1 a 2ª guerra mundial
1  a 2ª guerra mundial1  a 2ª guerra mundial
1 a 2ª guerra mundialtiagocanhota
 
Segunda guerra mundial (1939 1945)
Segunda guerra mundial (1939   1945)Segunda guerra mundial (1939   1945)
Segunda guerra mundial (1939 1945)emillyalmeida
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundialJOCAGAMER1
 
II guerra mundial
II guerra mundialII guerra mundial
II guerra mundialgdfsabc
 

Semelhante a 2 guerra mundial (20)

TRABALHO DE GEOGRAFIA- SEGUNDA GUERRA MUNDIAL.pdf
TRABALHO DE GEOGRAFIA- SEGUNDA GUERRA MUNDIAL.pdfTRABALHO DE GEOGRAFIA- SEGUNDA GUERRA MUNDIAL.pdf
TRABALHO DE GEOGRAFIA- SEGUNDA GUERRA MUNDIAL.pdf
 
Aula 21 2ª guerra mundial
Aula 21   2ª guerra mundialAula 21   2ª guerra mundial
Aula 21 2ª guerra mundial
 
2 guerra mundial(daiane)
2 guerra mundial(daiane)2 guerra mundial(daiane)
2 guerra mundial(daiane)
 
2 guerra mundial(daiane)
2 guerra mundial(daiane)2 guerra mundial(daiane)
2 guerra mundial(daiane)
 
Segunda guerra e guerra fria
Segunda guerra e guerra friaSegunda guerra e guerra fria
Segunda guerra e guerra fria
 
A segunda guerra mundial
A segunda guerra mundialA segunda guerra mundial
A segunda guerra mundial
 
As causas da 2 guerramundial
As causas da 2 guerramundialAs causas da 2 guerramundial
As causas da 2 guerramundial
 
EUA
EUAEUA
EUA
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
Geopolítica da Europa
 Geopolítica da Europa Geopolítica da Europa
Geopolítica da Europa
 
Segunda guerra mundial resumo
Segunda guerra mundial resumoSegunda guerra mundial resumo
Segunda guerra mundial resumo
 
2° guerra mundial
2° guerra mundial2° guerra mundial
2° guerra mundial
 
SOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.ppt
SOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.pptSOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.ppt
SOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.ppt
 
SOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.ppt
SOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.pptSOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.ppt
SOLUÇÃO-SEGUNDA-GUERRA-MUNDIAL-E-GUERRA-FRIA.ppt
 
1 a 2ª guerra mundial
1  a 2ª guerra mundial1  a 2ª guerra mundial
1 a 2ª guerra mundial
 
Segunda guerra mundial (1939 1945)
Segunda guerra mundial (1939   1945)Segunda guerra mundial (1939   1945)
Segunda guerra mundial (1939 1945)
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
II guerra mundial
II guerra mundialII guerra mundial
II guerra mundial
 

Último

5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...azulassessoriaacadem3
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024excellenceeducaciona
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...excellenceeducaciona
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 

2 guerra mundial

  • 1. A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL Causas da Guerra A Segunda Guerra Mundial é um prolongamento da Primeira (1914–18), cuja conclusão deixou na Europa uma série de questões não resolvidas, ou mesmo criou problemas novos: o Tratado de Versalhes, imposto à Alemanha pelos vencedores, foi excessivamente pesado e gerou ressentimentos que exacerbaram o revanchismo dos alemães; numerosas minorias étnicas foram colocadas sob domínio estrangeiro, criando focos de tensão interna e tendendo a se unir à pátria-mãe (particularmente no caso dos alemães); finalmente, a disputa das potências industriais por mercados e matérias-primas não foi solucionada satisfatoriamente, pois Alemanha, Itália e Japão continuaram carentes de insumos para suas indústrias. Seguindo a lógica imperialista da época, esses três países iriam se associar em uma aliança agressiva e expansionista, denominada Eixo. A ascensão de Mussolini ao poder na Itália, em 1922, inaugurara um regime político totalitário, militarista e fortemente nacionalista, denominado fascismo e situado ideologicamente na extrema direita. A Crise de 29, agravando os problemas econômicos e sociais dos países capitalistas, estimulou as camadas populares a apoiar movimentos extremistas, tanto de esquerda (comunismo) como de direita (denominados genericamente fascismos, por serem inspirados no modelo italiano). O apoio da burguesia a estes últimos foi decisivo para que eles assumissem o controle de vários Estados, dos quais o mais importante foi a Alemanha, onde Hitler tomou posse na chefia do governo em 1933. O expansionismo nazista seria o fator determinante para a eclosão da Segunda Guerra Mundial. O avanço dos países do Eixo constituía uma ameaça aos interesses das grandes potências da época: Grã-Bretanha, França, URSS e EUA. Mas nenhuma delas opôs uma resistência efetiva. Os governos britânico e francês adotaram a política de apaziguamento, cheia de concessões aos agressores; a URSS, sob a ditadura de Stalin, encontrava-se isolada por parte das potências capitalistas, e os EUA haviam assumido uma postura isolacionista, como se os problemas exteriores ao continente americano não lhes dissessem respeito. A progressão dos países do Eixo foi implacável:
  • 2. O Japão tomou a Manchúria (1931), pertencente à China, e depois atacou novamente esta última (1937); a Itália conquistou a Etiópia (1936) e a Albânia (1939).Mas foi a expansão da Alemanha que levou diretamente à guerra: ocupação da região desmilitarizada da Renânia (1936), anexação da Áustria (1938) e dos Sudetos (também em 1938), pertencentes à Checoslováquia, invasão da própria Checoslováquia (março de 1939) e, finalmente, o ataque à Polônia (setembro de 1939), que deu à Grã-Bretanha e França um pretexto para declarar guerra à Alemanha. Estava iniciada a Segunda Guerra Mundial. As partes em conflito A maioria das pessoas acredita que o Eixo era formado apenas pela Alemanha, Itália e Japão. Não obstante, Estados menores lutaram ao lado dessas potências, a saber: Finlândia, Hungria, Romênia, Bulgária, Eslováquia, Croácia (as duas últimas emancipadas respectivamente da Checoslováquia e Iugoslávia) e Tailândia. Além disso, nos países conquistados pelas potências do Eixo, contingentes maiores ou menores das populações locais apoiaram os invasores (foram os chamados colaboracionistas), enquanto outros os combatiam (ficando conhecidos como Resistência ou partisans). Os países que se opuseram ao Eixo adotaram o nome de Aliados – que já fora utilizado na Primeira Guerra Mundial e foi repetido na Guerra do Golfo, em 1991. As principais potências envolvidas foram a China (desde 1937), Grã-Bretanha e França (1939), URSS e EUA (1941). Ao todo, fizeram parte dos Aliados (ou Nações Unidas) 51 Estados, entre os quais o Brasil. Muitos, porém, proporcionaram apenas apoio material, sem entrar propriamente em combate; tal é o caso de quase toda a América Latina, onde apenas Brasil e México enviaram tropas ao campo de batalha. Principais operações militares A Segunda Guerra Mundial, por sua amplitude e duração, contou com inúmeras campanhas e batalhas importantes. Neste texto, iremos nos reportar apenas àquelas que tiveram influência decisiva na evolução do conflito. Empregando de forma combinada todos os elementos militares de que dispunham (aviação de assalto, aviação de bombardeio, blindados, artilharia e
  • 3. infantaria), os alemães criaram uma tática de combate denominada Blitzkrieg (Guerra- Relâmpago), de efeito esmagador. Ela lhes permitiu dominar rapidamente a Polônia e, em 1940, praticamente toda a Europa Ocidental – inclusive a França, que foi obrigada a se render. Mas a falta de recursos navais impediu Hitler de invadir a Grã- Bretanha e o levou a atacar a URSS. Os alemães avançaram profundamente no território soviético, até serem finalmente detidos na Batalha de Stalingrado (nov. 42/fev. 43). O Japão, envolvido contra a China desde 1937, atacou os EUA em dezembro de 1941, bombardeando a base naval de Pearl Harbor, no Havaí. Os japoneses conquistaram todo o Sudeste Asiático e o Pacífico Central, chegando às fronteiras da Índia e próximo da Austrália. Todavia, derrotados pelos norte-americanos na batalha naval de Midway (jun. 42), passaram a lutar defensivamente, de forma obstinada e até mesmo desesperada, tendo em vista que se tornou habitual lutarem até à morte, inclusive através de ataques suicidas. A Itália foi invadida pelos Aliados em 1943. Mussolini, refugiado no norte do país sob a proteção dos alemães, foi capturado por guerrilheiros comunistas italianos e assassinado em abril de 1945. Hitler suicidou-se três dias mais tarde, quando os soviéticos se encontravam a três quarteirões de seu abrigo subterrâneo, em Berlim. A Alemanha capitulou pouco depois, em 8 de maio. Antes, em junho de 1944, ocorrera o célebre Dia D, quando tropas anglo-americano-canadenses desembarcaram na Normandia – região da França, então ocupada pelos alemães. O Japão somente se rendeu em 15 de agosto de 1945, quando o imperador Hirohito anunciou pessoalmente, pelo rádio, a capitulação do país. Essa decisão foi consequência dos devastadores efeitos produzidos pelo bombardeio atômico das cidades de Hiroshima e Nagasaki, ocorridos respectivamente em 6 e 9 daquele mês. O emprego de bombas atômicas contra o Japão, a fim de forçá-lo a cessar a luta, foi ordenado pelo novo presidente dos EUA, Truman (o presidente Franklin Roosevelt falecera em abril de 1945). Atualmente, os historiadores tendem a considerar que a ação norte-americana foi desnecessária, já que a capacidade de resistência dos japoneses estava em seu limite. Assim sendo, os bombardeios atômicos (com cerca de 200 mil vítimas fatais, sem considerar as sequelas da radioatividade) teriam sido, fundamentalmente, um meio de intimidar a URSS – já no contexto da futura Guerra Fria.
  • 4. Consequências da Segunda Guerra Mundial O mundo que emergiu do terrível conflito era bastante diferente daquele que existia em 1939. As potências do Eixo estavam esmagadas, mas também a Grã- Bretanha e a França saíram debilitadas da guerra. Para definir a nova relação de forças internacionais, cunharam-se duas expressões: superpotências e bipolarização – mostrando que o planeta se encontrava dividido em duas zonas de influência econômica, política e ideológica, controladas respectivamente pelos EUA e URSS. Do confronto entre ambos (Guerra Fria) resultaram a Guerra da Coréia (1950–53), a Guerra do Vietnã (1961–75) e a Guerra do Afeganistão (1979–89). Somente em 1985, com o início da Perestroika (reestruturação econômica) e da Glasnost (transparência política), implantadas por Gorbachev na URSS, esse cenário instável começou a se desfazer. O socialismo marxista ganhou considerável impulso com o crescimento do poder soviético, após a Segunda Guerra Mundial. Além dos países da Cortina de Ferro (Europa Central e Oriental), passaram a ter governos comunistas Estados do Extremo Oriente (China, Coréia do Norte, Vietnã, Laos, Camboja), do Oriente Médio (Iêmen do Sul), da África (Angola, Moçambique, Etiópia) e até mesmo da América Latina (Cuba, onde Fidel Castro se transformou no mais antigo ditador do mundo – está no poder desde 1959). Finalmente, os avanços tecnológicos provocados pela guerra resultaram em numerosas aplicações pacíficas, que vão desde a penicilina até o radar ou a propulsão a jato para os aviões.
  • 5. GUERRA FRIA Após a Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos e a União Soviética se tornaram duas superpotências que competiam entre si: cada uma buscava abafar o poder da outra. Esse período de tensão entre os dois países ficou conhecido como Guerra Fria. Ainda que não tenha ocorrido uma guerra declarada entre eles, o conflito provocou várias guerras menores. Antecedentes Durante a Segunda Guerra Mundial, a União Soviética libertou da ocupação nazista diversos países da Europa oriental. Depois da guerra, porém, os soviéticos continuaram a controlar esses países, implantando neles o sistema econômico comunista. Os Estados Unidos não queriam que o comunismo fosse adotado em outras nações europeias. Também desejavam ter como aliados os países da Europa ocidental, exercendo um poder sutil sobre eles. Assim, deram dinheiro para a reconstrução desses países após a guerra. Esse programa, idealizado pelo general americano George Marshal, ficou conhecido como Plano Marshall. Alianças Em 1949 os Estados Unidos, juntamente com os aliados europeus, formaram a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), para proteger seus membros em caso de ataque. Em 1955, a União Soviética e as nações do Leste Europeu formaram o Pacto de Varsóvia, com as mesmas intenções. Acontecimentos Guerra Fria Duas grandes crises durante a Guerra Fria envolveram Berlim. No fim da Segunda Guerra Mundial, a capital da Alemanha, assim como todo o país, foi dividida em quatro zonas controladas por Estados Unidos, Reino Unido, França e União Soviética. Em 1948, as três nações ocidentais anunciaram que passariam a atuar em
  • 6. conjunto. A União Soviética interrompeu as ligações rodoviárias e ferroviárias de Berlim, que ficava na parte soviética do país. A cidade ficou isolada pelas vias terrestres, mas os Estados Unidos e o Reino Unido passaram a abastecê-la por avião. Em 12 de maio de 1949, os soviéticos levantaram o bloqueio. Nos anos seguintes, muitos habitantes de Berlim Oriental fugiram para Berlim Ocidental. Em 1961, os dirigentes da Alemanha Oriental construíram um muro para impedir as fugas. O Muro de Berlim se tornou o símbolo da Guerra Fria. A Guerra Fria também atingiu lugares fora da Europa. Se por um lado a União Soviética apoiou governos comunistas em outros continentes, por outro os Estados Unidos tentavam deter o avanço comunista. Foi nesse contexto que aconteceram a Guerra da Coreia, na década de 1950, e a Guerra do Vietnã, nas duas décadas seguintes. Outros episódios ocorreram em países do Ocidente. Em 1959, Fidel Castro chegou ao poder em Cuba. Logo após, declarou-se favorável ao comunismo. Em 1962, ao detectar a presença de mísseis nucleares soviéticos em território cubano, os Estados Unidos estabeleceram um bloqueio naval à ilha. Depois de vários dias de tensão, os soviéticos retiraram as armas. Fim da Guerra Fria Nos anos 1970, os Estados Unidos e a União Soviética assinaram acordos de limitação de armas nucleares. Outras mudanças aconteceram quando Mikhail Gorbatchev se tornou líder da União Soviética em 1985. Ele tentou reorganizar a economia e deu início à abertura política do regime (glasnost). O ano de 1989 marcou a queda do Muro de Berlim. Em julho de 1991 o Pacto de Varsóvia foi dissolvido. Pouco depois, a União Soviética se dividiu em quinze nações independentes. O fim do comunismo na maior parte dos países que o adotavam significou o fim da Guerra Fria.
  • 7. DESCOLONIZAÇÃO DA ÁFRICA O continente africano foi colônia de potências europeias até a segunda metade do século XX. Sua independência se deu pela ocorrência da Segunda Guerra Mundial, que aconteceu na Europa entre 1939 e 1945. Um acontecimento que envolveu muitos países, dentre eles nações europeias que detinham territórios de exploração no continente africano. Após o conflito, a Europa ficou bastante debilitada no âmbito político e econômico. O enfraquecimento das nações fez ressurgir movimentos de luta pela independência em todas as colônias africanas. No decorrer da década de 1960, os protestos se multiplicaram e muitos países europeus concederam pacificamente independência às colônias. Porém, a independência de alguns territórios se efetivou depois de prolongados confrontos entre nativos e colonizadores. As antigas colônias se transformaram em países autônomos, no entanto, a partilha do território foi realizada pelas nações europeias, que não consideraram as divergências étnicas existentes antes da colonização. Desse modo, os territórios estipulados pelos colonizadores separaram povos de mesma característica histórico- cultural e agruparam etnias rivais. Tal iniciativa produziu instabilidade política, que resultou em diversos conflitos entre grupo étnicos rivais. Diante dessa situação, as minorias continuaram sendo reprimidas por grupos majoritários, assim como acontecia no período colonial. O continente está atualmente fragmentado em 53 países independentes. A incidência de conflitos tribais e o neocolonialismo dificultam a instabilidade política e econômica da região. A DESCOLONIZAÇÃO DA ÁSIA Para estruturar as colônias europeias no mundo foram necessários mais de quatro séculos, contando a partir do período das feitorias até a segunda metade do século XX. A independência do continente asiático se deu por duas causas: o enfraquecimento das nações europeias após a Segunda Guerra Mundial e a eclosão de movimentos de luta pela independência.
  • 8. O processo de descolonização asiático contou com o apoio norte-americano e soviético. Isso é explicado pelo fato de que naquele momento desenrolava-se a Guerra Fria. Desse modo, ambos desejavam expandir suas áreas de influência do capitalismo e do socialismo, respectivamente, isso nos países que iriam emergir com a independência. A descolonização asiática sucedeu quase que simultaneamente com a Segunda Guerra Mundial. Muitas colônias se tornaram independentes entre 1945 e 1950, das quais podemos citar: Índia, Paquistão, Sri Lanka, Filipinas, Indonésia, Vietnã, Laos. A China promoveu a revolução socialista, em consequência disso pôs fim na dominação inglesa, alemã e japonesa em seu território. Em 1945, a Coreia deixou de se submeter aos domínios japoneses. Essa ex-colônia japonesa se dividiu em 1948, formando dois países: Coreia do Norte e Coreia do Sul. O Camboja tornou-se independente da França em 1953. A Malásia e Cingapura conseguiram se libertar da colonização inglesa entre os anos de 1957 e 1965. As colônias onde hoje se encontra o Oriente Médio se submeteram aos domínios europeus por muito tempo. Países como Líbano e Síria tiveram suas independências oficializadas em 1943 e 1946, respectivamente. O restante dos países que integram o Oriente Médio obteve a independência somente após a Segunda Guerra Mundial. Com exceção do Irã, que teoricamente nunca foi colônia de nenhuma metrópole europeia. Em razão de muitos anos de intensa exploração por parte das metrópoles europeias, as colônias se tornaram independentes, no entanto herdaram muitos problemas de caráter socioeconômico, os quais são percebidos até os dias atuais.
  • 9. Conclusão Depois de toda a pesquisa realizada podemos concluir que a Segunda Grande Guerra Mundial envolveu diversos países pelo mundo, que causou diversas mortes e destruições, contudo não ouve só consequência negativas, depois deste conflito foi criada uma importante negociação a ONU. .Já em relação a Guerra Fria podemos dizer ela envolveu duas grandes potências da época os EUA e a URSS que tinha o intuito de esparralharem suas doutrinas econômicas e políticas, onde as duas se armaram a um combate eminente que, contudo, não ocorreu, como nas duas outras guerras. A descolonização da Ásia e África foi o processo por meio do qual as nações Africanas e Asiáticas foram adquirindo suas respectivas independências, porém na maioria das vezes foi um processo longo e doloroso.
  • 11. Introdução Neste trabalho abordaremos sobre diversos assuntos referente a fatos da história mundial, dentre eles a Segunda Guerra Mundial, mostrando como ocorreu, antecedentes, consequências, veremos ainda sobre a Guerra Fria, mostrando quais os países envolvidos e quais a suas consequências, por fim como se deu a descolonização de dois continentes a África e a Ásia.
  • 12. Colégio Estadual Professor Claudiano Rocha Disciplina: História Série: 3º Ano Turma: B Alunos: Matheus Pereira dos Anjos Pablo Borges do Carmo Willy Borges Wigna José da Silva Segunda Guerra Mundial Guerra Fria Descolonização da África e Ásia Formosa – GO 2017
  • 14. ANEXO A Imagens da 2º Guerra Mundial e Guerra Fria