Bem-querer a Abrantes
_____________________________________________________________________________
Apresentação da Candid...
Bem-querer a Abrantes
_____________________________________________________________________________
Os tempos difíceis, co...
Bem-querer a Abrantes
_____________________________________________________________________________
Enfim, não exercemos a...
Bem-querer a Abrantes
_____________________________________________________________________________
Quem sabe se não terá ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mt apresentação candidatura 28 agosto 2013

349 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
349
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mt apresentação candidatura 28 agosto 2013

  1. 1. Bem-querer a Abrantes _____________________________________________________________________________ Apresentação da Candidatura Permitam-me que me dirija, em primeiro lugar, aos cidadãos do Concelho de Abrantes e, de forma particular, aos que quiseram juntar-se a nós, hoje, aqui, para partilharem connosco este momento. Exmo Senhor Vice Presidente do PSD - Dr. Marco António Costa Exmo Senhor Vice-presidente da Comissão Política Distrital – Dr. Ramiro Matos Exmo Senhor Deputada Isilda Aguincha Exmos Senhores Deputados da Assembleia Municipal e das Assembleias de Freguesias Exmo Senhor Presidente do Conselho de Jurisdição Distrital – caro Dr. Octávio Oliveira. Exma. Senhora Presidente da Comissão Política do PSD de Abrantes e Diretora de Campanha – Cara amiga e interlocutora assídua e empenhada no debate de ideias e opiniões - Engª Manuela Ruivo Exmo Senhor Presidente da Mesa da assembleia de Militantes do PSD de Abrantes – Sr. Anacleto Batista Exmo Senhor Vereador - Dr. Belém Coelho Exmos Senhores Presidentes da Juventude Social-democrata – João Leite e José Miguel Vitorino e todos os membros da JSD aqui presentes, que são exemplo do sentido de responsabilidade cívica dos jovens e garantia da continuidade Exmos Senhores Mandatários - Dr. Fernando Teimão - Tiago Aperta - Dr. António Lopes - Dr. Israel Matos Dias Exma. Senhora candidata à Câmara Municipal de Abrantes – minha caríssima amiga e companheira de quase duas décadas na promoção do desenvolvimento da vida musical no Concelho – Dra. Elza Vitório
  2. 2. Bem-querer a Abrantes _____________________________________________________________________________ Os tempos difíceis, como aqueles que atravessamos, têm, normalmente, o mérito de agitar as consciências e de estimular uma atitude crítica e reflexiva perante aquilo que nos rodeia. Tal atitude conduz-nos, inevitavelmente, à formulação de muitas questões para as quais, inquietados, procuramos respostas. E nenhum cidadão responsável poderá ficar indiferente ao constatar que só chegámos onde chegámos por culpa de todos nós. Sim! Por comodismo, por ingenuidade, ou por andarmos demasiado ocupados com os nossos afazeres do dia-a-dia, confiámos e permitimos que outros pusessem e dispusessem daquilo que é de todos nós, abstendo-nos mesmo de questionar, de criticar de forma esclarecida e responsável e de exigir que fossem apuradas as responsabilidades, quando tal se justificasse. De facto, Permitimos que interesses pessoais se sobrepusessem aos interesses colectivos e ao bem comum; Permitimos que a lógica clientelista se sobrepusesse à lógica do mérito e da competência; Permitimos que a arrogância e a prepotência se sobrepusessem ao respeito e à tolerância; Permitimos que “lógicas virtuais”, absolutamente desligadas da realidade, se sobrepusessem às reais necessidades das pessoas; Permitimos que muitos vícios se instalassem. Não teremos também permitido tudo isto no Concelho de Abrantes nos últimos 20 anos??!
  3. 3. Bem-querer a Abrantes _____________________________________________________________________________ Enfim, não exercemos a nossa cidadania da forma como é expectável e desejável para a afirmação e consolidação da Democracia e do Estado de Direito, que tanto apreciamos, e pelos quais tanto lutámos. Mas felizmente, parecem soprar ventos de mudança! Ventos provocados pelo acordar de muitas consciências adormecidas e pela indignação perante a onerosa herança que as nossas crianças e os nossos jovens, para sua desgraça, não poderão repudiar. A sociedade civil parece estar a dar sinais significativos de que está cansada dos vícios instalados e de que exige mudanças profundas. A composição das listas que integram a candidatura da Dra. Elza Vitório à Câmara Municipal de Abrantes é bem disso exemplo: é composta por um número muito significativo de independentes, que, afastados da lógica e do compromisso partidário, entenderam ser este o momento para exercerem de forma mais activa e exigente a sua cidadania, apesar do esforço que a conciliação da actividade profissional com uma intervenção política responsável e determinada exige. E a este propósito não posso deixar de expressar a minha satisfação pela abertura, tolerância e capacidade de congregar as várias experiências e contributos em torno de uma vontade comum: bem-querer a Abrantes, manifestadas quer pela candidata, Dra. Elza Vitório, quer pela Direcção do PSD local, que, desde o início, encararam esta diversidade como oportunidade privilegiada de debate de ideias e de envolvimento dos cidadãos, na construção de um Concelho que queremos para todos. Mas há outros sinais! E não resisto a referir aqui a coragem, a independência e o exemplar exercício de cidadania de José Gomes Ferreira, bem patentes no seu recente livro “O Meu Programa de Governo”. É, sem dúvida, um documento inspirador que não permite, a quem o lê, continuar como simples e paciente espectador: é tempo de agir, é tempo de mudar!
  4. 4. Bem-querer a Abrantes _____________________________________________________________________________ Quem sabe se não terá sido um incentivo importante? Obviamente, são muitos os desafios e os entraves que se colocam no caminho de quem se predispõe a lutar por essa mudança. Todavia, importa termos consciência de que ela é possível se todos nós estivermos disponíveis para dar o nosso contributo e colocarmos ao serviço do bem comum aquilo que de melhor temos para dar. Aceitei este desafio de me candidatar, como independente, à presidência da Assembleia Municipal de Abrantes, motivada por verdadeiro espírito de serviço e determinada a ser agente de mudança, na construção de um Concelho melhor. Podem contar com a minha dedicação, o meu empenho e o meu compromisso para com o bem comum. Mas permitam-me, também, desafiar-vos a colocarem o vosso sentido crítico, os vossos talentos e a vossa energia ao serviço desta causa: fazer do Concelho de Abrantes um território forte, de oportunidades e com qualidade de vida. Obrigada pelo vosso tempo e pela vossa atenção!

×