GRUPO MUNICIPAL
Assembleia Municipal de Abrantes
_________________________________________________________________________...
GRUPO MUNICIPAL
Assembleia Municipal de Abrantes
_________________________________________________________________________...
GRUPO MUNICIPAL
Assembleia Municipal de Abrantes
_________________________________________________________________________...
GRUPO MUNICIPAL
Assembleia Municipal de Abrantes
_________________________________________________________________________...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Intervenção da Deputada Manuela Ruivo na AM 06092013

583 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
583
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Intervenção da Deputada Manuela Ruivo na AM 06092013

  1. 1. GRUPO MUNICIPAL Assembleia Municipal de Abrantes ___________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ 2009-2013·· Página 1 de 4 Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Municipal Exma. Senhora e Senhores Membros da Mesa Exmas. Senhoras e Senhores Deputados Municipais e Presidentes de Junta Exma. Senhora Presidente da Câmara Municipal Exma. Senhora e Senhores Vereadores Comunicação social e público presente Temos a convicção que o concelho de Abrantes merece mais e tem potencialidades, pela localização, história, cultura, atividade económica e, fundamentalmente, pela qualidade das suas gentes, a aspirar a poder ser melhor. Rejeitamos o definhamento do concelho. Sentimos imensa tristeza por Abrantes ser uma cidade sem gente, sem vida, sem comércio e sem serviços, fruto das lamentáveis opções e políticas erradas, que levaram à dispersão dos serviços públicos pela periferia. À Universidade e às escolas Básicas querem fazer o mesmo. Querem retirar o que resta de vivências boas à nossa cidade. Nem mesmo depois de todos nós pagarmos montantes avultados a grupos e empresas de fora, em que os estudos e análises dão razão ao que o PSD de Abrantes sempre tem dito, quanto à importância de manter no centro da cidade determinados serviços, emendam a mão. Gostam de persistir no erro. Sentimos vergonha e repulsa pelas ações e decisões que os que dirigiram e dirigem a Câmara de Abrantes tomaram a respeito da instalação de uma fábrica de painéis solares, no desbaratamento de recursos públicos associado à aquisição de oliveiras, na opção de abandono do Mercado Municipal, ou à falta de respeito como foram tratados os Bombeiros Municipais de Abrantes; episódios que colocaram Abrantes na ribalta pelas piores razões. Mete pena como um investimento de grande relevância como a Mitsubishi no Tramagal nunca foi aproveitado para potenciar o loteamento industrial e instalar empresas fornecedoras do ramo automóvel. Não era necessário ser criativo, mas empenhado e replicar o que noutros concelhos, em circunstâncias semelhantes foi possível fazer.
  2. 2. GRUPO MUNICIPAL Assembleia Municipal de Abrantes ___________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ 2009-2013·· Página 2 de 4 Por pudor ou tentando que o assunto não fosse muito badalado nesta campanha, a Câmara resolveu revogar o acordo a respeito da instalação da RPP, farta de promessas não cumpridas, mas não assumindo a incompetência própria da contratualização. Desenganem-se! Todos sabemos quem são os dois responsáveis por esta gestão danosa dos recursos e interesses públicos. Nelson Carvalho, ex-Presidente da Câmara Municipal de Abrantes, ex- diretor de recursos humanos da RPP Solar (a tal fábrica dos painéis solares) e candidato nº 1 à Assembleia Municipal e Maria do Céu Albuquerque, atual e candidata à Presidência da Câmara Municipal de Abrantes. Até à exaustão vamos clamar por responsabilização. A atual Presidente conseguiu colocar Abrantes no mapa das anedotas em Portugal. É um feito. E o feito é maior porque o conseguiu com o nosso dinheiro, com o dinheiro dos nossos impostos. É um feito para constar nos maus exemplos da gestão autárquica em Portugal e de como é fácil e irresponsável gastar o dinheiro dos contribuintes e munícipes. Gastou 60 mil euros em 30 oliveiras para colocar no já inaugurado Centro escolar de Alferrarede (2M € por árvore!). É uma ofensa aos orçamentos dos Senhores Presidentes de Junta. É uma ofensa aos munícipes que com grande engenho e dificuldade gerem as instituições da cultura e do desporto no concelho. É o momento oportuno para perguntar se foi a Senhora Presidente de Câmara, Maria do Céu Albuquerque, que deu autorização à Senhora Candidata do Partido Socialista, Maria do Céu Albuquerque, para que a prestadora de serviços da Câmara, Fernanda Duarte a acompanhasse na entrevista à Rádio Tágide, no passado mês de Agosto? Provavelmente a resposta evidenciará que não se consegue apurar onde começa uma e acaba a outra prestação. O que sendo significativo a ninguém espanta. Todos sabemos que foi feita uma aquisição de serviços de jornalismo para apoio especializado ao gabinete de comunicação da CMA no valor de 37Mil Euros a esta prestadora de serviços.
  3. 3. GRUPO MUNICIPAL Assembleia Municipal de Abrantes ___________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ 2009-2013·· Página 3 de 4 Aquisição de serviços para a organização do evento 180 “ Creative Camp” que decorreu em Abrantes de 6 a 14 de Julho, sob o tema “Think Big” – PENSAR EM GRANDE. http://www.base.gov.pt/base2/html/pesquisas/contratos.shtml?adjudicanteid=888 Os artistas do “Creative Camp” não só conseguiram inflacionar o valor do Creative Camp de 2012 em Vila Nova da Cerveira de 9.999.00€, para 68.080.00€ +IVA em Abrantes (sete vezes mais!), como conseguiram captar na perfeição o POLVO tentacular que se instalou em Abrantes! Efetivamente é uma crítica mordaz, um gozo completo que coloca a nu e na perfeição ao que Abrantes chegou…a ostentação e desperdício típicos da governação Abrantina. O pensamento luxuoso (pensar em grande por 68.000.00€ +IVA) característico deste executivo que desbarata o nosso dinheiro, a pintura do Polvo enorme, tentacular que tenta silenciar e amarrar o Concelho de Abrantes. Quanto custou os “Mercados Ribeirinhos”? Se é um investimento, traduza-o em empregos sustentáveis? Quantos empregos este evento criou, ou vai gerar? Têm a noção que conseguiram esvaziar as festas típicas do nosso Concelho? Temos o exemplo concreto de São Lourenço. Por muito que queiram continuar a fingir, não gostam do nosso Concelho! Não gostam das nossas tradições! Andam a inventar festas de luxo, atípicas e gastam largas dezenas de milhares de euros em luxos efémeros. Basta ver as últimas atas das reuniões de Câmara…assinaturas e mais assinaturas de protocolos com as associações e instituições (à porta de eleições), betão nos últimos dias…muito interessante o exercício criativo. Curioso é que algumas associações não chegaram a receber duas oliveiras! Esta própria Assembleia Municipal é o culminar do aproveitamento das nossas Associações e Instituições. É o fingimento do cumprimento das promessas eleitorais destes últimos quatro anos.
  4. 4. GRUPO MUNICIPAL Assembleia Municipal de Abrantes ___________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ 2009-2013·· Página 4 de 4 Não fizeram nenhum Núcleo Museológico nos últimos quatro anos, mas fizeram uma grande cerimónia no Tramagal, em véspera de eleições para assinar um contrato! Não conseguiram fazer mais! Assinaturas e discursos por duas vezes ! Porque não fizeram uma cerimónia semelhante para a adjudicação das Oliveiras? Ou do Creative Camp? ACREDITAMOS na mudança em ABRANTES! Apesar destes tristes episódios, acreditamos que o concelho de Abrantes é um território privilegiado onde é possível viver harmoniosa e saudavelmente, na busca de felicidade. Acreditamos que o concelho de Abrantes pode ser um território coeso, inclusivo, inteligente, sustentável, resultado de uma boa governação. Queremos uma cidade com vida, pujante, em competição com os outros polos regionais, âncora estruturante do concelho. Queremos que seja possível viver nas nossas aldeias, conciliando os valores culturais da ruralidade com a modernidade. Para finalizar, queremos saudar democraticamente todos os deputados Municipais, Vereadores (uma palavra especial para o senhor vereador Belém Coelho…combativo até ao fim!), Presidente da Câmara, Presidente da Assembleia Municipal. Dizer-vos que foi enriquecedor o tempo que dedicamos às pessoas do nosso Concelho. Foi por todos vós que preparámos e fizemos cada uma das intervenções aqui proferidas. Sem nunca claudicar! Sem nunca ter medo! Manuela Ruivo

×