Case A Gente Transforma

653 visualizações

Publicada em

Apresentação realizada no curso de Inovação Social da ESPM no dia 19 de outubro de 2011. Desafio lançado aos alunos para o desenvolvimento de um projeto para o Parque Santo Antonio.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
653
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Case A Gente Transforma

  1. 1. Objetivos do Projeto Conectar pessoas criando uma grande Rede Solidária que promova o desenvolvimento local na região do Parque Santo Antônio, zona sul de São Paulo.
  2. 2. Sobre o Parque Santo Antônio Localizado no chamado Triângulo da Morte (Capão Redondo, Jd São Luiz e Jd Ângela). O distrito do Capão Redondo possui 275.230 habitantes, dos quais 17% se encontram em situação de alta vulnerabilidade e 43% em situação de média vulnerabilidade, segundo o IPVS da Fundação Seade. A cada 100.000 habitantes, 34% dos jovens de 15 a 19 anos são vítimas de homicídio por armas de fogo na região. Apenas 20,3% de responsáveis por famílias chegaram a concluir o ensino fundamental. 72,9% dos chefes de família recebem abaixo de 3 salários mínimos.
  3. 3. O ProjetoReinvenção a partir da tecnologia social criada nomovimento Oásis Santa Catarina e pelo arquitetoMarcelo Rosenbaum.Conexão e interação entre moradores dacomunidade, estudantes universitários(brasileiros e estrangeiros) e parceiros.Eixos de atuação:TRANSFORMAÇÃO social através da inclusão,TRANSFORMAÇÃO dos espaços através da cor,TRANSFORMAÇÃO social através da arte,educação e inclusão digital.
  4. 4. Fases do Projeto em 2010 • Presencial Mobilização • Virtual • Inscrição e Seleção • Pintores Capacitação • Designers • Inclusão Digital • Durante uma semana no mês de julho todos os atores farão o mapeamento da comunidade,Transformação planejarão a ação e colocarão a mão-na- massa.
  5. 5. Em 2011...
  6. 6. Nossas inquietações: Avaliar os nossos erros e acertos O projeto ampliou as conexões? Como a comunidade pode resolver os seus próprios problemas?
  7. 7. Nossas provocações:Como a Biblioteca pode ser reconhecida com umHUB Cultural da Comunidade?Como a Biblioteca pode conectar as manifestaçõesculturais da cidade de SP com a cultura local?

×