A Geopolítica do Petróleo

8.770 visualizações

Publicada em

Aula ministrada pelo professor de Geografia Leonardo Miranda, no curso "Aprimoramento paro Enem".

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.770
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6.837
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
106
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Geopolítica do Petróleo

  1. 1. A GEOPOLÍTICA DO PETRÓLEOA GEOPOLÍTICA DO PETRÓLEOA GEOPOLÍTICA DO PETRÓLEOA GEOPOLÍTICA DO PETRÓLEO Prof. Léo - GeografiaProf. Léo - GeografiaProf. Léo - GeografiaProf. Léo - Geografia
  2. 2. CENÁRIO ATUALCENÁRIO ATUALCENÁRIO ATUALCENÁRIO ATUAL • O petróleo segue ladeira abaixo neste início de ano, NEGOCIADO ABAIXO DE US$ 50 O BARRIL, nos valores MAIS BAIXOS EM CERCA DE 6 ANOS. • Os principais "culpados" pela queda dos preços são o AUMENTO DA PRODUÇÃO, em especial NAS ÁREAS DE XISTO NOS EUA, e uma DEMANDA MENOR que a esperada na Europa e na Ásia.
  3. 3. QUEM PERDE E QUEM LUCRA?QUEM PERDE E QUEM LUCRA?QUEM PERDE E QUEM LUCRA?QUEM PERDE E QUEM LUCRA? QUEM PERDE A) Países da OPEP (PRINCIPAIS) Venezuela, Arábia Saudita, Irã) B) Rússia  Maior produção desde o fim da União Soviética; C) Canadá  Demissões em massa; QUEM LUCRA •China, Índia, Indonésia, Japão  QUEDA DOS PREÇOS
  4. 4. Consumidores – Milhões de barris ao dia (2013)Consumidores – Milhões de barris ao dia (2013)Consumidores – Milhões de barris ao dia (2013)Consumidores – Milhões de barris ao dia (2013)
  5. 5. PETRÓLEO, O QUE É?PETRÓLEO, O QUE É?PETRÓLEO, O QUE É?PETRÓLEO, O QUE É? Compostos de ORIGEM MARINHA de CARBONO, HIDROGÊNIO e OXIGÊNIO, sob a forma HIDROCARBONETOS. O comprimento das cadeias de carbono dita as propriedades de cada composto.
  6. 6. FORMAÇÃOFORMAÇÃOFORMAÇÃOFORMAÇÃO 1o ) 2o ) 3o )
  7. 7. UM POUCO DA HISTÓRIAUM POUCO DA HISTÓRIAUM POUCO DA HISTÓRIAUM POUCO DA HISTÓRIA • 1867: o alemão Nicolaus Otto inventa o motor de COMBUSTÃO INTERNA por pistões com combustível líquido. • 1885: também na Alemanha, Karl Benz constrói o PRIMEIRO AUTOMÓVEL com esse motor. CONSEQUÊNCIA: FLEXIBILIDADE no TRANSPORTE , FRANCIONAMENTO da produção.
  8. 8. A CRIAÇÃO DAA CRIAÇÃO DA OPEPOPEPA CRIAÇÃO DAA CRIAÇÃO DA OPEPOPEP • 1950: mercado mundial controlado por grande empresas estadunidenses e Europeias (Cartéis) REFLEXO  BAIXO PREÇO do petróleo • 1960: VENEZUELA, ARÁBIA SAUDITA, IRÃ, IRAQUE e KUWAIT criam a OPEP. OBJETIVO: AUMENTAR GANHOS com o petróleo.
  9. 9. A CRIAÇÃO DAA CRIAÇÃO DA OPEPOPEPA CRIAÇÃO DAA CRIAÇÃO DA OPEPOPEP • SETEMBRO DE 1960  ORGANIZAÇÃO DOS PAÍSES EXPORTADORES DE PETRÓLEO • OBJETIVOS (PRINCIPAIS) A) Estabelecer uma POLÍTICA PETROLÍFERA COMUM a todos os grandes produtores de petróleo do mundo (países membros); B) Definir ESTRATÉGIAS DE PRODUÇÃO; C) CONTROLAR PREÇOS de venda de petróleo no mercado mundial;
  10. 10. MEMBROS DAMEMBROS DA OPEPOPEPMEMBROS DAMEMBROS DA OPEPOPEP … os países membros da OPEP possuem cerca de 75% DAS RESERVAS MUNDIAIS de petróleo.
  11. 11. AS CRISES DO PETRÓLEOAS CRISES DO PETRÓLEOAS CRISES DO PETRÓLEOAS CRISES DO PETRÓLEO 1ª) Outubro de 1973 ....tropas do EGITO e da SÍRIA atacam ISRAEL na guerra do YOM KIPPUR, para tentar reconquistar territórios ocupados em uma guerra anterior, em 1967, mas fracassam. CONSEQUÊNCIAS: A)EMBARGO total de petróleo pela OPEP aos EUA e à Holanda, por apoiarem Israel. B) OPEP reduz sua produção em 25%, os preços do barril quadruplicam
  12. 12. AS CRISES DO PETRÓLEOAS CRISES DO PETRÓLEOAS CRISES DO PETRÓLEOAS CRISES DO PETRÓLEO 2ª) 1979 - Irã ... REVOLUÇÃO NO IRÃ, que derruba o governo do xá Reza Pahlevi, grande aliado das potências ocidentais. O Irã reduz sua produção, e os principais países produtores decidem cortar a extração e a venda. A crise é AGRAVADA com a GUERRA IRÃ-IRAQUE (1980-1988). CONSEQUÊNCIA: •Nova RETRAÇÃO NA PRODUÇÃO e AUMENTO DE PREÇOS;
  13. 13. UM POUCO DA HISTÓRIAUM POUCO DA HISTÓRIAUM POUCO DA HISTÓRIAUM POUCO DA HISTÓRIA • DÉCADA DE 1980 A) REDUÇÃO do consumo mundial, ENDIVIDAMENTO dos países subdesenvolvidos; B) Busca por ALTERNATIVAS energéticas; • DÉCADA DE 1990 RETOMADA do consumo elevado  Causa: CRESCIMENTO ECONÔMICO CHINÊS.
  14. 14. BRASILBRASILBRASILBRASIL • CONSTITUIÇÃO de 1946 ... PRODUÇÃO e a DISTRIBUIÇÃO de petróleo em território brasileiro passam a ser controladas por companhias estadunidenses, como a STANDARD OIL e TEXACO; • “O PETRÓLEO É NOSSO” (1948-1953)  Getúlio Vargas ESTATIZA AS JAZIDAS BRASILEIRAS e cria a PETROBRAS
  15. 15. BRASILBRASILBRASILBRASIL • INÍCIO DOS ANOS 90 A Petrobras AMPLIA A PROSPECÇÃO e EXTRAÇÃO do óleo e CONSTRÓI REFINARIAS • 1997: GOVERNO FHC (1995-2002) • PETROBRAS: ABERTURA DO CAPITAL (30%) • FIM DO MONOPÓLIO da PETROBRAS sobre a PROSPECÇÃO (ADOÇÃO DO MODELO DE CONCESSÃO)
  16. 16. AUTOSSUFICIENTE?AUTOSSUFICIENTE?AUTOSSUFICIENTE?AUTOSSUFICIENTE? ... em 2006, o governo Lula anunciou a autossuficiência do Brasil em petróleo. PRODUÇÃO = CONSUMO (1,8 MBD) 2013 PRODUÇÃO (2,1 MBD) – CONSUMO (2,9 MBD) = - 0,8 MDB (IMPORTADO) AGRAVANTE •ÓLEO PESADO  94% das reservas; (Asfalto, Diesel...) •ÓLEO LEVE  6% das reservas; (Gasolina)
  17. 17. PRÉ-SALPRÉ-SALPRÉ-SALPRÉ-SAL • DESCOBERTA : Anunciada ao INÍCIO DE 2007; • ESTADOS: Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina; • INÍCIO DA EXPLORAÇÃO: ANO 2010; • RESERVAS ESTIMADAS: entre 28 a 35 bilhões de barris; • EXPECTATIVA DE PRODUÇÃO: 4,2 MILHÕES DIÁRIOS até 2020  Arábia Saudita: 11,5 mbd / Venezuela: 2,6 mbd (DADOS ATUAIS)
  18. 18. PRÉ-SALPRÉ-SALPRÉ-SALPRÉ-SAL
  19. 19. PRÉ-SALPRÉ-SALPRÉ-SALPRÉ-SAL MAIORES POÇOS: LULA (antigo TUPI) e LIBRA  BACIA DE SANTOS
  20. 20. PRÉ-SALPRÉ-SALPRÉ-SALPRÉ-SAL CONSEQUÊNCIAS DA DESCOBERTA A)Criação da estatal Pré-sal Petróleo S.A; B)A PETROBRAS TEM PARTICIPAÇÃO DE 30% em TODOS os poços descobertos após 2012; C)Criação do FUNDO SOCIAL; D) Desenvolvimento de novas tecnologias de PROSPECÇÃO EM ÁGUAS PROFUNDAS; E) Estímulo a indústria naval  Navios Plataforma; F) Mudança do REGIME DE CONCESSÃO para o de PARTILHA;
  21. 21. A PARTILHA DOSA PARTILHA DOS ““ROYALTIESROYALTIES””A PARTILHA DOSA PARTILHA DOS ““ROYALTIESROYALTIES”” ….hoje, os royalties perfazem 10% DO VALOR DO PETRÓLEO PRODUZIDO; nos blocos do PRÉ-SAL, os royalties SERÃO DE 15% (a partir de 2013).
  22. 22. EDUCAÇÃOEDUCAÇÃOEDUCAÇÃOEDUCAÇÃO
  23. 23. 1. "O petróleo é um combustível fóssil, originado provavelmente de restos de vida aquática acumulados no fundo dos oceanos primitivos e cobertos por sedimentos. O tempo e a pressão do sedimento sobre o material depositado no fundo do mar transformaram esses restos em massas viscosas de coloração negra denominadas jazidas de petróleo.” (Adaptado de TUNDISI. Usos de energia. São Paulo: Atual Editora, 1991.) As informações do texto permitem afirmar que: a) o petróleo é um recurso energético renovável a curto prazo, em razão de sua constante formação geológica. b) a exploração de petróleo é realizada apenas em áreas marinhas. c) a extração e o aproveitamento do petróleo são atividades não poluentes dada sua origem natural. d) o petróleo é um recurso energético distribuído homogeneamente, em todas as regiões, independentemente da sua origem. e) o petróleo é um recurso não-renovável a curto prazo, explorado em áreas continentais de origem marinha ou em áreas submarinas.
  24. 24. 2. Com o avanço do consumo como lógica de expansão capitalista, a demanda por energia tende a crescer em todo o mundo. A partir da análise do gráfico, é correto inferir que a(o) a) estabilização do crescimento da população assegurará o decréscimo da utilização de petróleo. b) consumo gradativo do combustível fóssil possibilitará a equalização do acesso ao recurso no mundo. c) relação direta entre natalidade e utilização energética permitirá o controle de crises nos formigueiros humanos. d) ampliação gradual do uso do hidrocarboneto revelará a inserção crescente da população no circuito consumista. e) limitação espacial das reservas de petróleo impedirá a expansão industrial nas áreas economicamente desenvolvidas.
  25. 25. 3. Sobre a dependência externa de energia registrada pelo Brasil e as causas de sua evolução recente, é correto afirmar que: a) O aumento da dependência externa de eletricidade, registrado a partir de 1985, resultou da entrada em operação de hidrelétricas binacionais na região amazônica. b) Uma parcela cada vez maior do carvão mineral usado no Brasil é importada, fato que vem agravando a dependência externa de energia registrada pelo país. c) A partir de 2000, quando teve início a exploração em larga escala das camadas pré-sal, o Brasil se tornou autossuficiente em petróleo. d) Entre 1970 e 2000, o petróleo era responsável por parcela significativa da dependência externa de energia. e) A diminuição da dependência externa do petróleo resultou da transição brasileira para um modelo energético mais sustentável e limpo.

×