Praia de Carcavelos Registos geológicos e sua interpretação questionário
Arriba Fóssil  <ul><li>Quais as características desta arriba que a classificam como arriba fóssil? </li></ul><ul><li>Descr...
Estratos <ul><li>1 – arenito com cimento de carbonato de cálcio, muito duro.  </li></ul><ul><li>2 – arenito com menor dure...
Interpretação paleoambiental <ul><li>1 – arenito com cimento de carbonato de cálcio, muito duro.  </li></ul><ul><ul><li>am...
Interpretação paleoambiental <ul><li>4 - Estratos com muitos fósseis de ostras </li></ul><ul><ul><li>As ostras são organis...
Interpretação paleoambiental <ul><li>5 - arenito com corais, ouriços, gastrópodes, equinodermes, etc. </li></ul><ul><ul><l...
Indicadores <ul><li>De idade: foraminífero Macrobentoico com 18 Ma (Miocénico) </li></ul><ul><li>De ambiente: presença de ...
Extra crédito <ul><li>Comenta a afirmação: “Os fósseis não são apenas um elemento decorativo, mas possuem um valor científ...
Objectivos: <ul><li>Trabalhar em equipa para resolver problemas geológicos e gerar outros problemas. </li></ul><ul><li>Atr...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Praia Carcavelos Alunos

1.734 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.734
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
50
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Praia Carcavelos Alunos

  1. 1. Praia de Carcavelos Registos geológicos e sua interpretação questionário
  2. 2. Arriba Fóssil <ul><li>Quais as características desta arriba que a classificam como arriba fóssil? </li></ul><ul><li>Descreva e identifique as camadas/estratos observadas na arriba. </li></ul><ul><li>Indique todos os indicadores que podemos observar que nos dão informações para podermos fazer a reconstrução da história geológica daquele local. </li></ul><ul><li>Interprete a presença destes diferentes estratos (estratos 1,2,3 e 4), reconstrua a história daquele local, em termos de ambiente, clima, organismos, origem dos sedimentos... </li></ul><ul><li>Como poderá ser explicado a presença de fósseis de raízes (slide 7) no estrato que também tem, lateralmente, fósseis de animais marinhos? </li></ul><ul><li>Indique que fósseis se podem identificar no slide 8 (fotos 1,2,3 e4) </li></ul><ul><li>A foto do slide 9 mostra icnofósseis de galerias escavadas por animais no substrato enquanto este estava mole. Como é que os paleontólogos podem fazer esta interpretação? Em que dados se baseiam? </li></ul><ul><li>Que dados do estrato 4 apoiam a afirmação de que as ostras são seres oportunistas? </li></ul>
  3. 3. Estratos <ul><li>1 – arenito com cimento de carbonato de cálcio, muito duro. </li></ul><ul><li>2 – arenito com menor dureza, vestígios de galerias </li></ul><ul><li>3 - Conglomerados com seixos de dimensões variadas, arredondados, sem alinhamentos (que poderiam revelar correntes de um rio, p.e.) </li></ul><ul><li>4 - Estrato com muitos fósseis de ostras </li></ul><ul><li>5 – arenito com corais, ouriços, gastrópodes, equinodermes, etc. – examinado a nascente da praia visto que na arriba fica muito alto mas devido á inclinação das camadas fica aí a uma altura mais baixa . </li></ul>
  4. 4. Interpretação paleoambiental <ul><li>1 – arenito com cimento de carbonato de cálcio, muito duro. </li></ul><ul><ul><li>ambiente marinho, calmo, quente </li></ul></ul><ul><li>2 – arenito com menor dureza, vestígios de galerias </li></ul><ul><ul><li>ambiente menos profundo com mais oxigénio e mais organismos </li></ul></ul><ul><li>3 - Conglomerados com seixos de dimensões variadas, arredondados, sem alinhamentos (que poderiam revelar correntes de um rio, p.e.) </li></ul><ul><ul><li>Ambiente terrígeno, continental </li></ul></ul><ul><ul><li>Enxurrada rápida, alta energia </li></ul></ul><ul><ul><li>Linha de costa sofreu grande recuo </li></ul></ul>
  5. 5. Interpretação paleoambiental <ul><li>4 - Estratos com muitos fósseis de ostras </li></ul><ul><ul><li>As ostras são organismos com tolerância a variações de salinidade, oportunistas (o que é indicado pelo seu grande número e ausência de outras espécies). </li></ul></ul><ul><ul><li>Ambiente estuarino </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Mais em baixo predominam fósseis de ostras em posições de vida </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Por cima as conchas estão espalhadas, com as válvulas separadas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Já houve alteração do ambiente, as ostras morreram, o que causou a separação das válvulas e foram transportadas ( podemos comparara estes organismos com os mexilhões que formam grandes colónias) </li></ul></ul></ul></ul>
  6. 6. Interpretação paleoambiental <ul><li>5 - arenito com corais, ouriços, gastrópodes, equinodermes, etc. </li></ul><ul><ul><li>Marinho de baixa profundidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Subtropical </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Transgressão de estuarino para marinho </li></ul></ul></ul><ul><li>Rocha onde se observam as raízes fossilizadas. </li></ul><ul><ul><li>Ilhota onde se deu a acumulação de terra que ficava emersa (pelo menos na maré baixa) e que permitiu o desenvolvimento de árvores ou plantas como, por exemplo, os mangais. </li></ul></ul>
  7. 7. Indicadores <ul><li>De idade: foraminífero Macrobentoico com 18 Ma (Miocénico) </li></ul><ul><li>De ambiente: presença de fósseis de organismos marinhos, de plantas (raízes) que são organismos terrestres, de seixos; posição relativa dos sedimentos (maiores em cima – transgressão o inverso – regressão) </li></ul><ul><li>De alterações no ambiente: conchas de ostras em posição de vida, por vezes observa-se que as duas válvulas estão juntas; conchas espalhadas indicando transporte </li></ul><ul><li>Da presença de outros organismos (Icnofósseis): Cliona – esponja que faz perfurações no calcário com uma técnica de digestão ácida da rocha ou conchas. Este organismo vive no interior da válvula, é hospedeiro? </li></ul>
  8. 8. Extra crédito <ul><li>Comenta a afirmação: “Os fósseis não são apenas um elemento decorativo, mas possuem um valor científico e didáctico que fica comprometido quando é arrancado do seu meio natural por pessoas sem experiência ou com objectivos não-científicos. ” </li></ul><ul><li>Que estudos poderiam ser feitos para melhor conhecermos essas camadas e as mudanças climáticas e ambientais que se deram no passado? </li></ul>
  9. 9. Objectivos: <ul><li>Trabalhar em equipa para resolver problemas geológicos e gerar outros problemas. </li></ul><ul><li>Através da observação, no campo, formular e reconhecer problemas ; desenhar estratégias de resolução de problemas de acordo com a metodologia científica. </li></ul><ul><li>Conhecer os métodos usados em paleontologia (que se podem relacionar com outros métodos das ciências naturais) </li></ul><ul><li>Distinguir entre fósseis úteis para datar e fósseis úteis para obter dados paleoambientais. </li></ul><ul><li>Reconhecer a existência da geodinâmica externa através da interpretação dos dados geológicos observados. </li></ul><ul><li>Inferir a existência de transgressões/regressões marinhas e de mudanças climáticas ao longo do tempo geológico. </li></ul><ul><li>Aprender a integrar dados de diversas fontes para resolver problemas geológicos. </li></ul><ul><li>Adquirir a ideia que um fóssil é um elemento natural com utilidade. Saber valorizá-los e induzir ideias de conservação; Fomentar o conhecimento e respeito pelo ambiente natural. Os fósseis não são apenas um elemento decorativo, mas possuem um valor científico e didáctico que fica comprometido quando é arrancado do seu meio natural por pessoas sem experiência ou com objectivos não-científicos. </li></ul>

×