COLÉGIO MODELO LUIS EDUARDO MAGALHÃES COMPONETES: Jasiel, Arlan, Jean. PROFESSORA; Jaqueline TURNO: Matutino  TURMA: MD SE...
Resenha do filme “A Guerra do fogo”
<ul><li>O filme trata de dois grupos de hominídios pré-históricos: um que cultuava o fogo como algo sobrenatural e outro q...
<ul><li>Assim como, ao tornarem-se Homo Erectus viu-se com as mãos livres (antes usadas principalmente na locomoção) e des...
<ul><li>Em termos de linguagem, o primeiro grupo não está muito longe dos demais primatas, emitindo gritos e grunhidos qua...
Bibliografia:
<ul><li>Texto da Pré-História </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Em Livros da Pré-Hitória </li></ul><ul><li>  </li></ul...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

JASIEL 1MD 2007

395 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
395
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

JASIEL 1MD 2007

  1. 1. COLÉGIO MODELO LUIS EDUARDO MAGALHÃES COMPONETES: Jasiel, Arlan, Jean. PROFESSORA; Jaqueline TURNO: Matutino TURMA: MD SERIE: 1° **A Guerra do Fogo** Santo Antonio de Jesus-BA Julho de 2007
  2. 2. Resenha do filme “A Guerra do fogo”
  3. 3. <ul><li>O filme trata de dois grupos de hominídios pré-históricos: um que cultuava o fogo como algo sobrenatural e outro que dominava a tecnologia de fazer o fogo. Em termos de linguagem, o primeiro não está muito longe dos demais primatas, emitindo gritos e grunhidos quase na totalidade vocálicos. Esse tipo de comunicação assemelha-se ao que Rousseau considera, em seu Ensaio sobre a origem das línguas , como a primeira manifestação de linguagem no homem, que é a expressão de suas paixões, como a dor e o prazer. Já o segundo grupo parece ter uma comunicação mais complexa, com maior número de sons articulados. Há outros elementos culturais, como habitações e ritos, que denotam um maior grau de complexidade do segundo grupo com relação ao primeiro. </li></ul><ul><li>O filme tem uma antológica: nossos amigos homideos machos estão escondidos atrás de um morro perto de um rio, as fêmeas se aproximam para beber água quando elas se abaixam para refrescar a garganta os machos partem com tudo e acontece o acasalamento (sexo) e aí dar-se início o romance pré-histórico. O filme è meio parado, mas interessante se você estiver interessado em ciência e não somente em romance. É obvio que por se passar na pré-história, o filme não apresenta uma linha sequer de diálogo. Toda historia è movimentada somente pelas ações dos personagens e pela linguagem corporal. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Assim como, ao tornarem-se Homo Erectus viu-se com as mãos livres (antes usadas principalmente na locomoção) e descobriu que poderia usá-las para manipular as coisas; assim como, ao tornar-se Homo Sapiens descobriu que poderia usar essa capacidade de manipulação para interferir no seu meio; da mesma forma, descobriu que os órgãos utilizados para funções vitais como a respiração e a digestão, também serviam para emitir sons. A partir do momento em que aprendeu a diversificar os sons através das articulações, conseguiu aumentar as possibilidades de combinação entre eles. Uma vez estabelecidas determinadas convenções entre os seus semelhantes, possibilitou-se a troca de informações (como a tecnologia de fazer o fogo) de um indivíduo para o outro. </li></ul><ul><li>A sofisticação da linguagem serviu para facilitar a comunicação de uma informação complexa, talvez não expressável meramente pelo gesto. Portanto, como diria o pai da Lingüística Moderna, Ferdinand de Saussure, &quot;não é a linguagem que é natural ao homem, mas a faculdade de construir uma língua vale dizer: um sistema de signos distintos correspondentes a idéias distintas&quot;. Há 80 mil anos atrás, uma tribo de ancestrais humana que depende do fogo para proteção e aquecimento acidentalmente tem sua chama extinta. Assim três membros da tribo se separam do restante do grupo e partem em busca de uma nova chama. No caminho eles passam pelos mais variados problemas e parecem ganhar mais consciência e razão a cada novo obstáculo superado. Há inclusive o envolvimento de um deles com uma fêmea de outro bando. </li></ul><ul><li>O filme mostra também que os dois grupos lutavam por um mesmo objetivo, mas o que acontece è que o grupo cultuava o fogo como algo sobrenatural e outro que dominava a tecnologia de fazer fogo. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Em termos de linguagem, o primeiro grupo não está muito longe dos demais primatas, emitindo gritos e grunhidos quase a totalidade vocálica. Esse tipo de comunicação considera como a primeira manifestação de linguagem no homem que è a expressão e suas paixões como a dor e o prazer. Já o segundo grupo parece ter uma comunicação mais complexa com maior número de sons articulados. Há outros elementos culturais, Como habitação e ritos que denotam um maior grau de complexidade do segundo grupo com relação ao primeiro. </li></ul><ul><li>São notáveis também a violência e a hostilidade existente entre uma tribo e seus inimigos e a curiosidade com relação ao sexo, que é mais acentuada na tribo mais desenvolvida. O filme também acerta ao mostrar os membros da tribo menos complexa adquirindo conhecimento e razão com o passar do tempo. No final inclusive há até uma cena que sugere a “descoberta do amor” entre um macho e uma fêmea do bando .além de tudo isso, o filme de Annaud também permite várias analogia com o mundo atual, mas só vendo mesmo para se tirar alguma conclusão. Sem dúvida “a guerra do fogo“ è um filme bem original que pode ser visto por aqueles que realmente estiverem a fim de ver algo diferente de tudo que já viu no cinema. </li></ul>
  6. 6. Bibliografia:
  7. 7. <ul><li>Texto da Pré-História </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Em Livros da Pré-Hitória </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Pesquisa em Biblioteca </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Em Livros Desenvolvidos por Desmond Morris </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>No site: www.desmond_morris.com </li></ul>

×