Ano 5 nº18 ag set out nov dez 2013

488 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
488
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ano 5 nº18 ag set out nov dez 2013

  1. 1. Boletim informativo - cultural do InBrasCI— Sede Nacional InBrasCI Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais Nesta edição: pág. Ano nº 05 — Nº 18 agosto,setembro,outubro,novembro,dezembro 2013 http://inbrasci.blogspot.com.br Rio de Janeiro, 18 de novembro de 2013 InBrasCI – Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais RCPJ-RJ n° 225964 – CNPJ n° 09.225.702/0001-48 Fundação: 13 de fevereiro de 2006 Rua Teixeira de Freitas, n° 5, 3° andar, s.303 Lapa,Rio de Janeiro, RJ – Brasil / CEP: 20021-350 Telefones: 2252 -7705 /após 15 horas, 3ª segunda feira de cada mês Biblioteca Bartira: do InBrasCI, instalada no Centro de Produção Cultural Mestre Raladinho, em Maricá– Tel: (21)9654-4221 centrocultural.emr@gmail.com http://inbrasci.blogspot.com.br Editorial 1 Poesias : *A Refletir sobre a Paz 2 Pela Cultura, para a Paz, através do Amor ! *Mina de Amor “ O problema não é querer a paz. É * Amor 2013 e seus meses estar preparado para pagar o preço. ” ( U ri Avnery em entrevista para Dani3, 4 internacional@oglobo.com.br Página de Elvandro Burity 5 *Coluna do Lybio Magalhães *Convite 6 Anuidade 2013/ Receita e Despesa 7 Antologia/ Programação FALARJ de novembro ela Kresch em Especial para O Globo 8 ************************ “Estar preparado para a paz...” Como pode alguém estar preparado – ou não – para a paz? No dia 04 de novembro próximo passado o InBrasCI se fez presente na reunião do ROTARY CLUB RIO DE JANEIRO MEIER na pessoa de sua Presidente Marilza de Castro, que apresentou a palestra “AMOR E PAZ” e através do conteúdo da mesma podemos concluir que estar preparado para a paz é ter feito aflorar, em si, o AMOR, sentimento que nasce com cada ser, mas que, em alguns, fica escondido bem no fundo do eu; é quando, na inconsciência desse amor, as pessoas não vivem e não convivem em paz, logo, estar preparado para a paz significa, primeiro, ser capaz de descobrir o amor em seu íntimo e depois trazer esse amor à tona de todo o seu ser, absorvendo-o e transmutandoo em equilíbrio e paz de espírito pessoal e esse estado de harmonia e felicidade do ser é, então, estendida às demais pessoas. Assim vai se transmitindo a todos a Paz... Lógico que nada disso acontece de um dia para o outro, é um “trabalho de formiguinha”, que leva tempo para acontecer em plenitude... O Natal se aproxima, embora não em todos os povos no Mundo seja comemorado com o mesmo espírito, mas não resta dúvida que é mais um chamamento para que todos cultivem em si o Amor, a fraternidade, o amor de todos os tipos, pois amar é vital para nós... Precisamos amar para vivermos em paz, para transmitirmos paz... O InBrasCI deseja à humanidade toda um Feliz Natal, um amor imenso e profundo por si e pelos seus semelhantes, por todos os seres vivos, um futuro de AMOR E PAZ para todos!...
  2. 2. A REFLETIR SOBRE A PAZ (Carvalho Branco) O que fazer com tantas instituições a falar em Paz? O que fazer com tanta gente a trabalhar pela Paz? O que fazer com todos os títulos, prêmios e incentivos oferecidos aos que se dedicam a construir a Paz? O que fazer com tudo isso que acontece em nome da Paz em meio aos nossos seres vivos, se a Paz não ocorre na Terra? Se tanta gente morre pela guerra? O que fazer, Oh, Grande Ser, Arquiteto do Universo, com meu pobre verso que vive pregando o amor como reconstrutor do nosso equilíbrio e da nossa paz? Será uma questão de karma? Se a palavra é invencível arma, se a usamos como semente e água que nosso sonho alimente fazendo o amor crescer em cada humano ser, como a desarmonia permanece e a ira graça e sua teia tece entre o povo nosso, pela veia escorrendo, enquanto um sorriso esboço, tentando amenizar o ódio crescendo, monstro inserido sorrateiro em nossas vidas, fazendo nelas da desarmonia um celeiro e da agressão um barco a velas, em meio a um tufão, em cativeiro?... O que fazer, oh, Grande Pai? Amansai a fera e a tempestade amainai... Dai-nos a Luz da mente, para que nossa palavra seja força e fomente o sol do amor em nossas vidas, a enxada que a terra lavra, nela vertendo-se como semente da boa divina safra de Teu Ente... Assim, mais beneficiada pela Tua Divindade, nossa palavra possa renovar a humanidade, tornando nossas almas sãs guaridas do Amor transmutado em Fraternidade... tornando a Terra novamente o Paraíso, pacífico jardins de Academus não um deserto repovoado de improviso por robôs ocos de passo indeciso e máquinas velhas, algo fumegantes, com lembranças de raiva aguerridas... Só a Luz Divina da Verdade tornará nossa palavra franca convincente, iluminará, dos seres, cada mente e dará, ao homem, qualidade... Essa é a esperança que nós temos e que nos impele a seguir, sermos amantes do próximo irmão necessitado, para que não seja o Mundo aniquilado, para que o Universo seja afetado não mais, para que, finalmente, seja implantada a PAZ!... MINA DE AMOR (Carvalho Branco) Nem sei bem o que me leva A ficar assim exposta... Se ontem era nada mais que Deva Nas nuvens do Infinito, Hoje, Sereia, em águas do sul da costa, Duende a debater-se em atrito Nas negras pedras da encosta... No amanhã, o que serei? Uma lágrima que escoa, Triste dama sem valete Ou sem seu rei... Esgarro humano que reboa, Resto de cigarrete Que se esfumaça E ao sopro da vida passa?... Pássaro que voa ao infinito, Asas abertas, cujo cantar É nada mais que um grito, Som inaudível na imensidão do ar... Fênix das cinzas renascida, Alma liberta, chispa divina, vida, Parte, fração do verbo amar... A teus olhos me desnudo. Dispo-me de pudores E tu, em silêncio mudo, Mistura-te aos meus olores... Nada de nós é perdido À superfície do meio; Frasco ao conteúdo fundido, Tu, mergulhado em meu seio, Somos, assim, uno arco da aliança Que ao eterno mais avança, Mina de amor, inesgotável veio! **************** AMOR (Carvalho Branco) Amor é sopro da vida aninhado em cada ser; é promessa divina dividida entre metades, sem se perder. É chama que não fenece, essência que perpetua a Força de Deus e Poder. Da alma humana é prece, Sol da Terra, raio de Lua, eterna Luz do nosso viver!
  3. 3. 2013 E SEUS MESES SETEMBRO: AGOSTO—nome dado em homenagem ao imperador Otávio Augusto. SETEMBRO— era o sétimo mês do ano. OUTUBRO– era o oitavo. NOVEMBRO— era o nono mês. DEZEMBRO— era o décimo. Ao serem acrescentados os meses de janeiro, em homenagem a Janus, deus que protegia as portas de Roma e fevereiro, de februa (festas de purificação para afastar os maus espíritos), os nomes dos meses acima não se alteraram. DATAS COMEMORATIVAS AGOSTO: 01 – Dia Nacional do Selo 03 – Dia do Capoeirista 05 – Dia Nacional da Saúde 06 – Falecimento de Jorge Amado 09 – Dia Internacional dos Povos Indígenas 11 – Dia da Televisão 11 – Dia do Advogado 11 – Dia do Estudante 11 – Dia Internacional da Logosofia 11 – Dia dos Advogados 11 – Dia da Consciência Nacional 11 – Dia dos Pais 12 – Dia Nacional da Artes 12 – Dia Internacional da Juventude 12 – Dia Nacional de Luta Contra a Violência no Campo e por Reforma Agrária 14 – Dia da Unidade Humana 14 – Dia do Combate a Poluição 16 – Dia do Filósofo 19 – Dia do Artista de Teatro 19 – Dia Mundial da Fotografia e Fotógrafo 19 – Dia Nacional do Historiador 19 – Dia do Ator 22 – Dia do Folclore 22 – Dia do Supervisor Escolar 24 – Dia da Infância 24 – Dia dos Artistas 26 – Dia Internacional da Igualdade Feminina 01 – Início da Semana da Pátria 01 – Dia do Profissional de Educação Física 01 – Dia do Bailarino 02 – Dia do Repórter Fotográfico 02 – Dia Internacional do Livro Infantil 03 – Dia das Organizações Populares 05 – Dia da Amazônia 05 – Dia do Irmão 06 – Oficialização da letra do Hino Nacional 07 – Dia da Pátria e Independência do Brasil 08 – Dia Internacional da Alfabetização 08 – Dia Mundial da Alfabetização 10 – Dia da Imprensa 10 – Fundação do 1º Jornal do Brasil 14 – Dia do Frevo 15 – Dia da Musicoterapia e do Musicoterapeuta 16 – Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozônio 17 – Dia da Compreensão Mundial 18 – Dia dos Símbolos Nacionais 18 – Dia da TV Brasileira 18 – Dia do Perdão 19 – Dia do Teatro 21 – Dia da Festa da Árvore 21 – Dia do Radialista 21 – Dia Internacional da Paz das Nações Unidas 22 – Dia da Defesa da Fauna 23 – Inicio da Primavera 25 – Dia Nacional da Radiodifusão e do Rádio 27 – Dia Mundial de Turismo e do Turismólogo 27 – Dia da Música Popular Brasileira 27 – Dia da Caridade 30 – Dia da Secretária 30 – Dia Mundial do Tradutor 30 – Dia Nacional do Jornaleiro OUTUBRO: 02 – Dia do Repórter Fotográfico 02 – Dia Internacional do Notário 04 – Dia da Ecologia 04 – Dia do Poeta 04 – Dia Mundial dos Animais 07 – Dia do Compositor Brasileiro 08 – Dia pelo Direito à Vida 11 – Dia do Teatro Municipal 12 – Dia de Nossa Senhora Aparecida 12 – Dia da Criança
  4. 4. 08 • Dia dos Produtores de Rádio e Televisão 08 • Dia do Cronista Esportivo 09 • Dia do Cronista 10 • Dia da Declaração Internacional dos Direitos Humanos 10 • Dia Internacional dos Povos Indígenas 10 • Dia Nacional da Inclusão Social 10 • Dia Universal do Palhaço 11 • Dia do Arquiteto 11 • Dia da Unicef 11 • Dia do Tango NOVEMBRO: 14 • Dia Nacional da Ópera 15 • Dia do Jornaleiro 01 · Dia de Todos os Santos 15 • Dia do Esperanto 02 · Dia de Finados 16 • Dia do Teatro Amador 04 · Dia do Inventor 18 • Dia do Museólogo 05 · Dia da Ciência e Cultura 20 • Dia da Bondade 05 · Dia do Cinema Brasileiro 05 · Dia do Radioamador/Técnico Eletrônica 21 • Dia dos Artistas Profissionais 22 • Dia da Consciência Ecológica 08 · Dia do Aposentado 24 • Dia Universal do Perdão 08 · Dia Mundial do Urbanismo 11 · Dia do Soldado Desconhecido 25 • Natal 26 • Dia da Lembrança 12 . Dia do Diretor de Escola 14 · Dia Nacional da Alfabetização 31 • Réveillon 31 • Dia de São Silvestre I 15 · Proclamação da República 31 • Dia da Esperança 16 · Semana da Música 17 . Dia da Criatividade 19 · Dia da Bandeira 20 · Dia Nacional da Consciência Negra 21 · Dia da Homeopatia 21 · Dia das Saudações 22 · Dia do Músico 22 · Dia Internacional do Livro 28 · Dia Mundial de Ação de Graças 15 – Dia do Professor 18 – Dia do Pintor 24 – Dia das Nações Unidas – ONU 24 – Dia Nacional do Desenvolvimento 25 – Dia da Democracia 27 – Dia Mundial de Oração pela Paz 28 – Dia do Funcionário Público 29 – Dia Nacional do Livro 31 – Dia das Bruxas – Halloween DEZEMBRO: 01 • Dia Internacional da Luta contra a AIDS 01 • Dia do Numismata 02 • Dia Nacional do Samba 02 • Dia do Sambista 02 • Dia Internacional para a Abolição da Escravatura (ONU) 02 • Dia da Astronomia 02 • Dia Pan-americano da Saúde 02 • Dia Nacional das Relações Públicas 04 • Dia do Repentista Gaúcho 04 • Dia Mundial da Propaganda (Dia do Publicitário) 05 • Dia da Cruz Vermelha Brasileira 08 • Dia Nacional da Família 08 • Dia da Justiça (feriado forense) 08 • Dia da Iluminação do Buda (tradição Zen)
  5. 5. Página de Elvandro Burity II VICE-PRESIDENTE InBrasCI http://elvandroburity.blogspot.com Membro Efetivo da AMACLERJ PERDEMOS A BÚSSOLA... SERÁ? Sou do tempo em que o melhor aluno do colégio, turno da manhã, tinha como função a missão de hastear o Pavilhão Nacional. O melhor aluno do turno da tarde ficava incumbido de arriar. O cerimonial era realizado com as turmas formadas e todos cantavam o Hino Nacional Brasileiro. Bons tempos... Tal prática parece ter caído em desuso. A comemoração das datas cívicas é uma atividade cultural que tem por finalidade "acordar" os cidadãos para o patriotismo. É, por demais, sentida a ausência ou a diminuição do ensino de civismo nas escolas públicas e privadas, da maneira como havia antigamente: Moral e Cívica, depois substituída por Estudos dos Problemas Brasileiros. Cantavam-se os hinos a cada data histórica e trabalhos diversos eram executados pelos alunos, que eram orientados pelos professores das respectivas disciplinas. Explicações para o abandono de tais práticas existem várias, mas justificativas convincentes, nenhuma. Então como podemos querer que o povo tenha, pelo menos, a noção do verdadeiro sentido das comemorações? O máximo que se consegue, é a satisfação por mais um feriado, isto é, um descanso adicional sempre bem-vindo. Principalmente quando cai numa 3ª ou numa 5ª feira, fazendo com que o fim-de-semana seja prolongado, devido ao inevitável “enforcamento” da segunda-feira ou da sexta-feira, por parte daqueles que podem fazê-lo com a institucionalização seja prolongado, devido ao inevitável “enforcamento” da segunda-feira ou da sexta-feira, por parte daqueles que podem fazê-lo com a institucionalização do "ponto facultativo", em alguns setores do serviço público, o que facilita o ócio e o descompromisso com envolvimentos cívicos. Como deve ser o resgate? De maneira global e continuada, pois a formação de mentalidades não é trabalho para uma ou duas gerações somente. Não convém apelar para os exemplos demonstrados por outros países, porque cada um deles tem uma característica diferente. Mas lá, todos nós concordamos que o sentimento de patriotismo existe, e deveríamos segui-los. Quando o nosso País disputa uma competição internacional globalizada como é o caso da Copa do Mundo de Futebol e as Olimpíadas, aí o "patriotismo" aflora e o povo tomado de "ufanismo" enrola-se na bandeira nacional, pinta o corpo com as cores verdeamarelo, usa criativos modelitos, etc. Não assistimos tal explosão de ufanismo, nas datas alusivas aos grandes feitos, hoje não se tenha uma exata noção de sua importância, porque não se faz um trabalho didático efetivo, voltado para as crianças e, por que não dizer, para os adultos, nem que seja com o intuito de relembrar as lições aprendidas no passado. Sob a alegação de "difícil e longo" contra o Hino Nacional Brasileiro houve tentativa de mudança... Felizmente, prevaleceu o bom senso e a forma (continua página 07)
  6. 6. Coluna de Lybio Magalhães DIRETOR FINANCEIRO InBrasCI CONVITE Membro Efetivo da ACLERJ Membro do Cons. Diretor do ICEB SAUDAÇÃO AO ANO NOVO É belo o despertar do Ano Novo. Devo lembrar, contudo ao nosso povo Que, entre tantas benesses, regalias, Se a vida persevera e acontece; Minh’alma, sob o aroma de uma prece, Realimenta-se da paz, da poesia. Todavia, assim que se segue a noite, Às defecções, mágoas e açoites, No meu doce e aguerrido vai e vem... Tangido pelo sopro do Ano Novo, Deletando frustrações e desenganos, Percebo encantos que esta vida tem. Encantamento é Deus em toda parte, Fazer da redenção obra de arte Descartando opressão e desalento, É remontar a Jesus; braços abertos, O que a vida sugere de concreto. Senão remodelar o sentimento? ********* “Não existe o caminho da paz, a paz é o caminho.” *** “Deus não tem nenhuma religião.” Mahatma Gandhi (02-10-1869/30-01-1948) A Federação das Academias de Letras e Artes do Rio de Janeiro – FALARJ, Academia de Letras e Ar- tes de Paranapuã –ALAP e a Associação dos Poetas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro - APPERJ Tem a satisfação de convidar V.S. e Família para a Confraternização, onde brindaremos com muita música e alegria o ano que está para chegar e agradeceremos o que este nos deixou de bom. Dia: 19 de dezembro de 2013 (quinta-feira) Horário:a partir das 19hs e 30 min. Local:Casa das Beiras (Rua Barão de Ubá, nº 341 – Tijuca- RJ). Adesão: R$ 50,00 (incluído bebida e coquetel). Reserva de mesas e confirmação de presença até 15/12, através do telefax 2293-3054 ou alap.rj@ig.com.br ou mariath@bol.com.br Esperamos poder contar com vossa presença para alegrar ainda mais nossa confraternização. Até lá!
  7. 7. (Continuação pág. 05) original foi mantida. O que precisamos, mais do que nunca, é motivar os jovens a estudar a nossa história, numa tentativa de melhorar o nível de compreensão dos problemas conjunturais que, hoje, nos afligem. As origens, certamente, estão no passado, e devem servir de parâmetro para as iniciativas válidas, no sentido de buscar o desenvolvimento atual e futuro do nosso imenso, querido e riquíssimo país. Cremos que muitas das atitudes erradas, covardes e antipatrióticas precisam ser substituídas por ações efetivas de combate à sonegação fiscal, em todos os níveis; coibição ao desvio das verbas públicas, etc. A lista é imensa, não cabendo neste espaço. São apenas exemplos do que precisa ser feito para acabar de vez com a malfadada impunidade, que serve de incentivo para mais crimes. Sejamos patriotas em tempo integral! O futuro nos sorri! Ordem e Progresso não são meras palavras, sem significado real, é o parâmetro que devemos seguir para um porvir radioso e feliz! Se alguém disser: Em meio ao esplendor da técnica... esta época passou. Eu direi: Tudo aconteceu ao embalo de um estranho sonambulismo onde perdemos a bússola e a decadência surge como possibilidade real. ANUIDADE 2013: • R$150,00, podendo pagá-la em duas vezes , sendo R$75,00 em março ou abril e os outros R$75,00 em julho ou agosto; • pode ser paga também mensalmente: R$ 15,00 a cada mês, de março a dezembro. CONTRIBUIÇÕES JÁ REALIZADAS EM 2013 : • Gecy Cândida da Silva — R$150,00  Lybio Ribeiro Magalhães – R$300,00 (anuidade + contribuição de ajuda)  Marilza A. de Castro— R$300,00— (anuidade + contribuição de ajuda)  Elvandro Burity— R$150,00  Vanise A. de Castro Buarque— R$150,00  Zilda Pires—R$150,00  SAPEMA— R$ 150,00  Pagamentos realizados em março, abril, maio e junho: - anuidade da sala da COFALB: R$600,00 - lanches das reuniões de março, maio e julho: R$380,20 - Xerox, papel e cartucho da impressora: R$100,00 - xerox do jornal nº 16 e 17: R$250,00 Receita do 1º semestre 2013—R$ 1 350,00 Despesa do 1º semestre 2013 - R$ 1 330,20 Saldo do 1º semestre 2013—R$ 19,80 *** Despesa com o Jornal e a reunião em setembro e novembro:   Xerox, papel e cartucho da impressora — R$450,00 Lanche das reuniões de setembro e novembro: R$400,00 Despesa 2º semestre: R$ 850,00 Receita do 2º semestre: Saldo do 1º semestre: R$ 19.80 Contribuição da presidência para cobrir despesa: R$ 830,20 CONTINUAMOS RECEBENDO AS ANUIDADES
  8. 8. Antologia InBrasCI Tema: CONSTRUINDO A PAZ (OU tema LIVRE) Zilda Pires já contribuiu financeiramente em 2012 para a próxima Antologia InBrasCI, falta enviar o texto. Enviem seus textos para a Rua Teixeira de Freitas, nº 5, sala 303—InBrasCI Obs.: Estamos aguardando propostas de Editores para uma antologia de 80 páginas. Enviem-nos suas ofertas de serviços e preços. FEDERAÇÃO DAS ACADEMIAS DE LETRAS E ARTES DO RIO DE JANEIRO (FALARJ) Rua Teixeira de Freitas, nº. 05/ 3º andar/ sala 303 - Passeio Público CEP: 20021-350 Rio de Janeiro, RJ/ Brasil Telefone: 21- 22527705 (CONFALB) E-mail: federacao.falarj@hotmail.com Fundada em 15/ 08/ 2003.    Programação para NOVEMBRO de 2013, 16 horas. (Não deixem de prestigiar as reuniões. Sua presença será a maior retribuição ao nosso trabalho acadêmico.) Dia 18, 2ª feira = InBrasCI: Palestra de Zélia Balbina sobre “Um passeio por Gabriela Mistral” Dia 19, 3ª feira = LUSO-BRASILEIRA: Encerramento do ano acadêmico. Encontro com a Profa. Cleonice Berardinelli. Premiação do Concurso de Ensaios Literários. Lançamento da Revista no. 13. Dia 20, 4ª feira = CEBLA: Palestra do poeta Jorge Rocha sobre “Bandeira do Brasil”. Ternura e canto na voz de Rosa Garcia com o tecladista Ararypê Silva. Dia 21, 5ª feira = ACLERJ: Identificação e premiação dos vencedores dos Concursos Literários da ACLERJ (Crônica, Poesia e Trova). Dia 22, 6ª feira = ACADEMIA BRASILEIRA TEOLÓGICA DE LETRAS: Palestra de Dr. Roberto de Carvalho Miguel com tema "A Bíblia e as Teorias do Big Bang e da Evolução". Dia 25, 2ª feira = *AJEB (16h): Maria Amélia Palladino e seus motivos de poesia. *APPERJ (18h30min): Festival Carioca de Poesia. Dia 26, 3ª feira = LITERATURA: Posse de Zara M. Paim de Assis, Membro da Acad. Luso-Brasileira de Letras e da UBE, na cadeira 01 de Afonso Peixoto tendo como antecessor Kepler Alves Borges (Fundador da Acad. Luso - Brasileira de Letras e Membro do Liceu Literário Português). Encerramento das atividades Culturais com chapa de eleição para nova diretoria. Dia 27, 4ª feira = ASBAERJ: Sem informação. Dia 28, 5ª feira = *ABRACE (16h): Sessão Solene, posse dos neo-acadêmicos Thiago de Alcântara Pereira (Cadeira Patronímica de José de Anchieta) e Valéria Di Thot (Patronímica de Lima Barreto). * SINDICATO DOS ESCRITORES (18h30min): Sem informação. Acad. Maria Amélia Amaral Palladino Presidente

×