FICHA DE LEITURA
FICHAMENTOO cuidar de pacientes terminais: experiência de acadêmicos de enfermagem duranteestágio curricular              ...
Fichamento 5
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fichamento 5

288 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
288
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fichamento 5

  1. 1. FICHA DE LEITURA
  2. 2. FICHAMENTOO cuidar de pacientes terminais: experiência de acadêmicos de enfermagem duranteestágio curricular Danúbia Mariane Barbosa Jardim Renata Mascarenhas Bernardes Ana Cristina Viana Campos Giovana Santos Pimenta Flávia Aparecida Rodrigues Resende Carolina Marques Borges Júlio César Batista Santana                                               Rev B.S.Publica Miolo. V 34 _ n 4,p.796-809 out./dez. 2010 http://files.bvs.br/upload/S/0100-0233/2010/v34n4/a2171.pdfObjetivo de estudo: Compreender as experiências de um grupo de acadêmicos deenfermagem durante o estágio de uma universidade privada sobre o contato estabelecido compacientes terminais e seus familiares.Metodologia e Sujeito: Estudo qualitativo com inspiração fenomenológica. A pesquisa foirealizada com um grupo de acadêmicos de enfermagem de uma universidade privada, queaceitaram participar do estudo voluntariamente. Os sujeitos foram selecionados de formaaleatória por sorteio e os critérios de exclusão ocorreram pela própria manifestação de nãoquerer mais participar da pesquisa. Para o desenvolvimento da pesquisa foi utilizada umaficha de identificação e uma entrevista gravada, contemplando a seguinte questão norteadora:Como foi a sua experiência no estágio com o paciente terminal e seus familiares?Resultados: A experiência no estágio curricular aconteceu de forma intensa para osentrevistados, sendo possível observar que o significado do cuidado ao paciente terminal estáintimamente relacionado à relação com a família e aos sentimentos e experiências pessoaisdos próprios entrevistados. As experiências pessoais dos acadêmicos permitiram a percepçãoda importância do apoio familiar, capaz de trazer conforto, segurança, carinho, amor nosmomentos mais difíceis e também a importância do apoio dos profissionais aos familiares dopaciente, pois a doença enraíza-se no cotidiano causando mudanças em todos os membros dafamília. A boa comunicação estabelecida entre profissional, paciente e família é a “pedraangular” do cuidado ao paciente terminal. É importante deixá-los cientes de todos osprocedimentos que serão realizados, bem como do prognóstico, por meio de informaçõesclaras e realistas, mas também compassivas e solidárias. Alguns estudantes de enfermagemperceberam a dificuldade que os profissionais de saúde têm em compreender que a dor que opaciente está sentindo ultrapassa o lado físico. Percebe-se nas falas dos acadêmicos que nãohá preparo para lidar com todas as questões complicadas que cercam o cuidado aos pacientesterminais e que não conseguem aceitar a morte.Conclusão: Concluiu-se que os profissionais sentem-se despreparados para lidar com atransição vida/morte e com os cuidados ao paciente terminal. Portanto, mais que decidirsobre como será o processo de morte do paciente terminal, faz-se necessário ouviratentamente, percebê-lo como sujeito com medos, angústias, desafios e desejos com direito auma morte digna.

×