Patologia

380 visualizações

Publicada em

Patologia na engenharia civil

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
380
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Patologia

  1. 1. Gabriele Lacerda Brenda Santa Ana
  2. 2. O que é patologia das construções? Patologia da construção civil é basicamente quando um edifício apresenta defeitos. O edifício deve exercer diversas funções para atender às necessidades humanas. Diz-se que um edifício apresenta uma patologia quando não atende adequadamente uma ou mais funções para as quais foi construído. Assim, o reparo (conserto) de uma patologia tem como objetivo recuperar essa função. O termo patologia vem da medicina. Estado patológico, na medicina, significa estado doentio, de anormalidade, de falta de saúde. Na construção o sentido é o mesmo.
  3. 3. Como Evitar Patologias Antes da concretagem Faça uma revisão das plantas do projeto e da obra. Confirme as boas condições das betoneiras, dos vibradores, dos equipamentos de transporte, das fôrmas para os corpos de prova, das medidas de segurança, etc. Durante a concretagem Você deve ter o controle sobre o preparo, transporte, lançamento e adensamento do concreto e outras interpéries como tempo quente, chuvoso e frio. Utilizando dos benefícios dos aditivos para ajudar a suprir essas e outras necessidades. Após a concretagem É importante o cuidado com a retirada de escoramento e desfôrma. Flechas e contraflechas. Acabamento de superfícies. Transporte e colocação de peças pré-fabricadas. Previsão das ações mecânicas durante a execução. Reparação de defeitos superficiais.
  4. 4. Corrosão de armaduras O que é: É o processo de enfraquecimento da armadura presente no concreto armado, que reduz sua resistência aos esfoços mecânicos da estrutura. Causas: Armadura exposta ou porosidade no concreto por deficiência do adensamento, permitindo a entrada de umidade e outros agentes agressivos.
  5. 5. Desplacamento em pisos O que é: É o lascamento de uma folha ou pedaço superficial de pisos polidos industriais. Causas: Polimento prematuro do piso ou qualidade inadequada do concreto.
  6. 6. Eflorescências O que é: É o aparecimento de manchas brancas nas fachadas e peças aparentes de concretos. Causas: Infiltração de umidade nas argamassas e concretos, gerando um material que em contato com o gás carbônico da atmosfera da origem ao material carbonato que vemos como manchas esbranquiçadas.
  7. 7. Esfarelamento do concreto O que é: É a baixa resistência do concreo ou argamassa, por diversos motivos alheios ao especificado no projeto, ao ponto de esfarelar com esforços mininos, ate manuais Causas: Aplicação do concreto com excesso de agua, dosagem incorreta do traço, uso de materiais de baixa qualidade e utilização após tempo de inicio de pega.
  8. 8. Fissura, trinca, rachadura e fenda Fissura Estado em que um determinado objeto ou parte dele apresenta aberturas finas e alongadas na sua superfície. Trinca Estado em que um determinado objeto ou parte dele se apresenta partido, separado em partes. Rachadura Estado em que um determinado objeto ou parte dele apresenta uma abertura de tal tamanho que ocasiona interferências indesejáveis. Fenda Estado em que um determinado objeto ou parte dele apresenta uma abertura de tal tamanho que pode ocasionar acidentes.
  9. 9. Simples atividades rotineiras, como lavar um piso com produto inadequado, pode resultar em problemas, como o descolamento da argamassa de assentamento do piso ou ate mesmo a resistência da estrutura.

×