Manifesta patologias-revestimentos-fachadas

282 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
282
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manifesta patologias-revestimentos-fachadas

  1. 1. 19/05/2012 1 PATOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES Patologia em Revestimentos de Fachada 1 Patologia em Revestimentos de Fachada Nome:Fernando Marques Ribeiro Matricula: 27667 Docente: Orlando Carlos B. Damin Artigo: Patologia em Revestimentos de Fachada Fonte: Editora: Ordem dos Engenheiros Região Norte / 2011 Autores: Ana Margarida Vaz Alves Chaves Aires Camões 2
  2. 2. 19/05/2012 2 OBJETIVO: VERIFICAR AS PRINCIPAIS MANIFESTAÇÕES PATOLÓGICAS QUE OCORREM NOS REVESTIMENTOS APLICADOS ÀS FACHADAS DE EDIFICAÇÕES E/OU RESIDÊNCIAS BEM COM SEUS TRATAMENTOS. Patologia em Revestimentos de Fachada 3  Grande importância cultural e econômica da conservação de patrimônios nos países;  Países europeus, Portugal deixa degradar as edificações Atitudes de construir novamente. Taxa de crescimento de revitalização.  Em um sistema de revestimento de fachada devem ser levados em consideração tudo o que interfira na sua vida útil e desempenho. INTRODUÇÃO Patologia em Revestimentos de Fachada 4
  3. 3. 19/05/2012 3 Dados consideráveis: Edif. Mobilizaçãoe Desmobilizaçao Argamassa Pétreo (mármores) Esquadrias Ceramica Funilaria Total/Edificio A 4.508,14 5.978,30 58.792,95 0,00 0,00 5.079,84 74.359,23 B 26.092,85 43.150,84 1.764,62 18.187,35 0,00 3.752,76 92.948,42 C 18.501,24 45.129,56 1.054,01 3.722,67 0,00 2.982,62 71.390,10 D 13.997,27 413,72,19 128.793,53 20.827,93 17.617,89 14.585,15 195.821,77 E 10.703,24 192.026,10 32.385,94 5.959,93 0,00 4.748,68 245.823,89 F 0,00 21.719,71 0,00 8.537,00 0,00 0,00 30.256,71 73.802,74 308.004,51 222.791,05 57.234,88 17.617,89 31.149,05 TOTAL 710.600,12 Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul / Profº Ricardo Francisco - http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/ Patologia em Revestimentos de Fachada 5 Principais Patologias: Patologia em Revestimentos de Fachada Fachadas  Revestimentos de Pintura: • Manchas (mais representativas – níveis de peitoris); • Fissuras • Empolamentos das películas de pintura; 6
  4. 4. 19/05/2012 4 Principais Patologias: Patologia em Revestimentos de Fachada Fachadas  Revestimentos Cerâmicos: Patologias variam de acordo com o revestimento externo aplicado ao edifício. • Deslocamentos; • Eflorescências; • Fissuras; 7 Manifestações Revestimentos de Pintura: Patologia em Revestimentos de Fachada Manchas  Mais propícios em peitoris (superfícies horizontais);  Partículas de Sujidades;  Grande auxilio da água proveniente de chuvas;  Exposição prolongada, sem limpeza, ocorrerá a penetração no interior do revestimento (película difícil para limpeza) 8
  5. 5. 19/05/2012 5 Manifestações Revestimentos de Pintura: Patologia em Revestimentos de Fachada Manchas  TRATAMENTO  Pingadeira de 3 a 4cm além do plano de alvenaria da edificação;  Lavagem do revestimento;  Raspar antes as sujidades significativas : escova ou espátulas;  Lavar com jato de água, preferencial quente. 9 Manifestações Revestimentos de Pintura: Patologia em Revestimentos de Fachada Fissuras  Patologia freqüente em elementos superficiais;  Prováveis causas: • Dilatação térmica; • Recalque; • Locomoção estrutural; • Amarração das paredes e lajes; • Concentração de esforços; 10
  6. 6. 19/05/2012 6 Manifestações Revestimentos de Pintura: Patologia em Revestimentos de Fachada Fissuras As fissuras ao nível dos pisos (normalmente horizontais), situam-se entre laje e o pano de alvenaria; • Não há relação interdependência, porém os esforços parcialmente transferidos; • Comportamentos mecânicos distintos; • Ocasionando esforços localizados de tração, manifestando as fissuras. As fissuras ao nível de padieiras dos vãos são denominadas pela deformação higrotérmica (cunhas / quinas)da alvenaria da fachada, devido zonas de tensões mais elevadas. 11 Manifestações Revestimentos de Pintura: Patologia em Revestimentos de Fachada Fissuras  TRATAMENTO  Para reparação deve assumir as fissuras como juntas;  Abrindo em todo o seu desenvolvimento uma cunha em forma de V;  Remover todo o material de reboco e de aderência;  Sela-se a cunha com mástique de poliuretano, e preencher com argamassa de reparação armada com malha de vidro ou rede sintética;  Executar novo revestimento; 12
  7. 7. 19/05/2012 7 Manifestações Revestimentos de Pintura: Patologia em Revestimentos de Fachada Empolamento  Caracterização  presença de bolhas com excesso de umidade em revestimentos; Infiltrações através de defeitos de construção e/ou falta de aderência devido uma deficiência na execução do revestimento; Adição de água na tinta de revestimento; Tempo insuficiente entre demãos; 13 Manifestações Revestimentos de Pintura: Patologia em Revestimentos de Fachada Empolamento  TRATAMENTO  Proceder a escovagem do revestimento até sua profundidade onde encontra-se boa aderência;  Preferencialmente com água quente, para eliminação de possíveis bactérias ou fungos (umidade); Aplicar novos revestimentos; Na escolha do produto para pintura verificar compatibilidade com as condições de exposição externa. 14
  8. 8. 19/05/2012 8 Manifestações Revestimentos Cerâmicos: Patologia em Revestimentos de Fachada Deslocamentos  Verifica-se por problemas de compatibilidade de deformações, sendo elas: variações dimensionais (variação térmica) ou movimentos do revestimento (locomoção estrutural e/ou recalques); Caracterizado pelas locações das peças cerâmicas revestidas na fachada. 15 Manifestações Revestimentos Cerâmicos: Patologia em Revestimentos de Fachada Deslocamentos  As deformações na alvenaria geram tensões, que são transmitidas às peças cerâmicas, por não serem compensadas a juntas de dilatação, destroem a aderência mecânica entre as peças e a argamassa colante acarretando no deslocamento; A utilização de uma argamassa com uma razão A/C elevada em alvenarias insuficientemente úmida, acarreta nessa patologia, devido a alvenaria absorver toda a água da argamassa. Local de aplicação deve estar limpo, isento de poeiras e gorduras para melhor aderência da argamassa. 16
  9. 9. 19/05/2012 9 Patologia em Revestimentos de Fachada Empolamento  TRATAMENTO  Remoção de todo o revestimento que não apresenta boas condições de aderência;  Limpar alvenaria; Garantir umidade na alvenaria para assentamento e dosagem correta na razão A/C.  Realizar assentamento de nova argamassa para revestimento; Assentar mesmo revestimento (remoção parcial), ou novo revestimento adequado (remoção total). Manifestações Revestimentos Cerâmicos: 17 Manifestações Revestimentos Cerâmicos: Patologia em Revestimentos de Fachada Eflorescência  Depósitos salinos na superfície do concreto ou argamassas; Transportados pela água utilizada na construção ou vinda de infiltrações;  Considerado um grande dano a construção – alterar a aparência do elemento onde se deposita;  Casos agressivos ocasionando degradação profunda; 18
  10. 10. 19/05/2012 10 Patologia em Revestimentos de Fachada Eflorescência  TRATAMENTO  O sucesso para sua remoção depende das características do revestimento aplicado a fachada;  Outro fator que depende para remoção completo é a solubilidade dos sais contidos no revestimento.  Realizar lavagem da superfície atingida com água limpa; Em alguns casos recomenda-se aguardar o máximo de tempo para que ocorram todas as reações . Manifestações Revestimentos Cerâmicos: 19 Manifestações Revestimentos Cerâmicos: Patologia em Revestimentos de Fachada Fissuras  Pode-se dizer que se dá devido falta de aderência entre o revestimento e a alvenaria; Aparecimentos de esforços de tração superior, ao que as juntas não é capaz de absorver; Esforços de cortes, devido o revestimento possuir pouca capacidade de dilatação térmica; Pouco espaçamento entre os revestimentos; 20
  11. 11. 19/05/2012 11 Patologia em Revestimentos de Fachada Fissuras  TRATAMENTO  Retirada de todo o revestimento afetado;  Remover toda a argamassa da alvenaria, até atingir a profundidade da fissura;  Aplicar fitas de vedação ao longo da fissura;  Acrescer nova argamassa, garantindo a aderência com o revestimento cerâmico;  Assentar o revestimento cerâmico de acordo com as especificações do fornecedor, inclusive espaçamento mínimo. Manifestações Revestimentos Cerâmicos: 21 Patologia em Revestimentos de Fachada  Do estudo desenvolvido os edifícios analisados são de épocas distintas;  Repetição das manifestações patológicas são evidentes;  Pouco realizada a manutenção das fachadas;  A degradação depende do tipo de material aplicado;  Para diminuição em futuras construções, necessário maior investimento na fase de projeto;  Qualidade dos materiais (item crucial); Considerações Finais: 22
  12. 12. 19/05/2012 12 OBRIGADO! Manifestações Patológicas na Impermeabilização de Concreto em Saneamento 23

×