Orixas seus filhos arquetipo

1.655 visualizações

Publicada em

Apresentação de slides Sobre os Orixás e seus Arquétipos

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.655
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
34
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Orixas seus filhos arquetipo

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE NÚCLEO DE CIÊNCIAS DA RELIGIÃO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS  Seminário: Orixás, seus filhos e Arquétipos  Disciplina: Religião e Saúde  Docente: Sergio Alex Silva Lima  Discentes: Fernandes Bernardo Rocha Junior Maicon de Matos Souza Edilson Bastos
  2. 2. Arquétipo: Do grego ἀρχή - arché: principal ou princípio e τύπος - tipós: impressão, marca é o primeiro modelo ou imagem de alguma coisa, antigas impressões sobre algo. É um conceito explorado em diversos campos de estudo, como a Filosofia, Psicologia e a Narratológica. Filosofia: O termo é usado por filósofos neoplatônicos, como Plotino, para designar as ideias como modelos de todas as coisas existentes segundo a concepção de Platão. Na filosofia teísta, em suas várias vertentes, o termo indica ideias presentes na mente de Deus. Pela confluência entre neoplatonismo e cristianismo, o termo arquétipo chegou à filosofia cristã, sendo difundido por Agostinho, provavelmente por influência dos escritos de Porfírio, discípulo de Plotino. Psicologia-Analítica: Arquétipo, na Psicologia Analítica, significa a forma imaterial à qual os fenômenos psíquicos tendem a se moldar. Carl Gustav Jung usou o termo para se referir a estruturas inatas que servem de matriz para a expressão e desenvolvimento da psique. Narratológia: Jung constatou que, além de elementos tipicamente ligados à psique, como os sonhos, os arquétipos do inconsciente coletivo também se expressam através de narrativas, destacando e estudando especialmente o mito e o conto de fada. Ele diz:“ Nos mitos e contos de fada, como no sonho, a alma fala de si mesma e os arquétipos se revelam em sua combinação natural, como formação, transformação, eterna recriação do sentido eterno. ” TIPOS E ARQUÉTIPOS PSICOLÓGICOS
  3. 3. Para Jung, arquétipo é uma espécie de imagem apriorística incrustada profundamente no inconsciente coletivo da humanidade, refletindo-se (projetando-se) em diversos aspectos da vida humana, como sonhos e até mesmo narrativas. Jung deduz que as "imagens primordiais" - outro nome para arquétipos - se originam de uma constante repetição de uma mesma experiência, durante muitas gerações. Eles são as tendências estruturantes e invisíveis dos símbolos. Por serem anteriores e mais abrangentes que a consciência do ego, os arquétipos criam imagens ou visões que balanceiam alguns aspectos da atitude consciente do sujeito. Funcionam como centros autônomos que tendem a produzir, em cada geração, a repetição e a elaboração dessas mesmas experiências. Eles se encontram entrelaçados na psique, sendo praticamente impossível isolá-los, bem como a seus sentidos. Porém, apesar desta mistura, cada arquétipo constitui uma unidade que pode ser apreendidaintuitivamente.3É importante ressaltar, todavia, que os arquétipos não possuem formas fixas ou pré-definidas. Segundo Jung:3“ Nenhum arquétipo pode ser reduzido a uma simples fórmula. Trata-se de um ”recipiente que nunca podemos esvaziar, nem encher. Ele existe em si apenas potencialmente e quando toma forma em alguma matéria, já não é mais o que era antes. Persiste através dos milênios e sempre exige novas interpretações. Os arquétipos são os elementos inabaláveis do inconsciente, mas mudam constantemente de forma. AS IMAGENS PRIMORDIAIS UM OUTRO NOME PARA ARQUÉTIPO
  4. 4. Em 1920, Jung escreveu o livro Tipos Psicológicos. Nele ele conta como os seres humanos são diferentes uns dos outros. Comparando a psicologia de Freud e Adler constatou que as diferentes maneiras de cada um encarar a vida provinha de seu tipo psicológico. Como já dissemos aqui, Jung deduz que as "imagens primordiais" - outro nome para arquétipos - se originam de uma constante repetição de uma mesma experiência, durante muitas gerações. Essas experiências fazem parte do desenvolvimento psíquico do homem, da sua relação de conhecimento e ação com o mundo e consigo, e se realizam a partir dos tipos psicológicos vivenciados e cultivados por incontáveis gerações. TIPOS PSICOLÓGICOS
  5. 5. CANDOMBLÉ: Religião do corpo e da alma, tipos psicológicos nas religiões afro-brasileiras, encontrará diversos trabalhos que pensam os sistemas de classificação, dos tipos e arquétipos humanos segundo a experiência das religiões de matriz africana. pg. 10 Classificar as pessoas, explicar seu comportamento, determinar expectativas tomando os orixás como referência. Reportando-se à sabedoria dos iniciados no candomblé jéje-nagô da Bahia, a autora ressalta a importância que, para eles; tem o sistema de classificação dos tipos psicológicos. A autora mostra também que essa psicologia popular vem sendo elaborada, enriquecida, diversificada, o que evidência um dos aspectos mais dinâmicos do candomblé e onde mais se revela a imaginação popular. Estas sociedades possuem um sistema global e coerente de explicação que integra todos os aspectos de sua experiência. Tudo é classificado de acordo com certos princípios lógicos, numa ou noutra de um reduzido número de categorias , entre as quais se repartem os orientes , os dias da semana, os elementos da natureza, os deuses, os vegetais, os animais e até os tipos humanos. De fato, todo santo está ligado a determinada cor, a determinados elementos ou forças primordiais, plantas, animais etc., a classificação englobando praticamente tudo. Mas a pesquisa interessou-se em particular, pela classificação dos tipos humanos. OS ESTEREÓTIPOS DA PERSONALIDADE NO CANDOMBLÉ
  6. 6. O TEMPERAMENTO DOS DEUSES Os Deuses possuem cada qual seu temperamento que, de acordo com as crenças populares, os seres humanos a eles consagrados herdam e reproduzem. Tal sistema de classificação permite classificar e julgar as pessoas de acordo com o que se sabe sobre o seu santo, explicar e prever o seu comportamento; proporciona, enfim, aos fiéis, modelos da personalidade e padrões de comportamento condizentes com estes últimos. Antes de dar uma ideia do que são os modelos da personalidade que o panteão do candomblé nos oferece, devemos explicar que os orixás são entidades que governam o mundo, atuando em vários níveis de realidade. No nível cosmológico, os orixás representam elementos da natureza, ou poderes primordiais. EX: AR, ÁGUA, FOGO, TERRA, NATUREZA E CIVILIZAÇÃO. Estão associados a funções sociais ou naturais E representam finalmente estereótipos da personalidade, possuem um temperamento próprio, que seus devotos reproduzem, e constituem um dos elementos da pessoa humana. Da analise dos estereótipos da personalidade surge uma concepção da pessoa humana, que combina quatro aspectos principais:1. Encontramos em primeiro lugar os traços que dizem respeito ao corpo: aparência física, tipo morfológico, saúde, defeitos de nascença, vigor, agilidade e beleza. 2. Em segundo lugar, podemos citar as características que se referem à sexualidade: potência, fecundidade, impotência e frieza. 3. A seguir encontramos aqueles dados que delineiam o perfil psicológico propriamente dito do sujeito: vaidade, segurança, generosidade, egoísmo, falsidade, indolência, impulsividade e etc... 4. Agressividade. OBS: Além do “santo da cabeça”, seu “signo” que contém seu destino, vai liga-lo a outras divindades associadas por suas funções ao santo da cabeça. Vemos por tanto, que as influências que constituem a personalidade são complexas. Mas, sem dúvida alguma, a do santo da cabeça é determinante.
  7. 7.  ORIXÁ: Oxalá.  ELEMENTO DA NATUREZA OU PODER PRIMORDIAL: Ar.  FUNÇÃO SOCIAL OU NATURAL: Criação e Paz.  ESTERIÓTIPO DA PERSONALIDADE: Tranquilidade, Autocontrole, odeia desordem, barulho, confusão. Grande força moral. Inteligência Irrepreensível Inflexível generoso, tolerante, paternal e hospitaleiro, observador e desprovido de agressividade.  TIPO MORFOLÓGICO: Frágil, possui algum defeito de nascença.  VIDA SEXUAL CARACTERIZADA POR: Moderação, castidade, frieza ou impotência. OXALÁ
  8. 8.  ORIXÁ: Iemanjá.  ELEMENTO DA NATUREZA OU PODER PRIMORDIAL: Água.  FUNÇÃO SOCIAL OU NATURAL: Maternidade.  ESTERIÓTIPO DA PERSONALIDADE: Calma, séria, sensual, esposa e mãe fiel, ciumenta, possessiva, fechada, Tranquila, doce, paciente, prestativa.  TIPO-MORFOLÓGICO: Altas, robustas, de ossatura grande, ancas largas seios generosos.  VIDASEXUAL CARACTERIZADA POR: Fecundidade. IEMANJÁ
  9. 9. OXUM  ORIXÁ: Oxum.  ELEMENTO DA NATUREZA OU PODER PRIMORDIAL: Água.  FUNÇÃO SOCIAL OU NATURAL:.  ESTERIÓTIPO DA PERSONALIDADE: Meigas, Sensuais, emotivas, instáveis, emotivas, inconstantes, infiéis, levianas, fúteis, ingênuas, crédulas, infantis, preguiçosas e indecisas, ambiciosas, astutas, intrigantes, hipócritas, mentirosas e interesseiras.  TIPO MORFOLÓGICO: Delicadas, Belas.  VIDA SEXUAL CARACTERIZADA POR:
  10. 10.  ORIXÁ: YewáEwá.  ELEMENTO DA NATUREZA OU PODER PRIMORDIAL: Água.  FUNÇÃO SOCIAL OU NATURAL: Rege as neblinas e nevoeiros.  ESTERIÓTIPO DA PERSONALIDADE: Devota, tímida, valente, guerreira  TIPO MORFOLÓGICO:  VIDA SEXUAL CARACTERIZADA POR: Casta. YEWÁEWÁ
  11. 11.  ORIXÁ: Nanã.  ELEMENTO DA NATUREZA OU PODER PRIMORDIAL: Terra.  FUNÇÃO SOCIAL OU NATURAL:  ESTERIÓTIPO DA PERSONALIDADE: hábitos austeros, previdente, organizada, intolerantes, ranzinzas e rabugentas, sábias e carinhosas.  TIPO MORFOLÓGICO: Sem idade definida, sem beleza, sem vaidade, força física.  VIDA SEXUAL CARACTERIZADA POR: Não gosta de homens (praticamente assexuada). NANÃ
  12. 12. OMOLUOBALUAIÊ  ORIXÁ: Omolu.  ELEMENTO DA NATUREZA OU PODER PRIMORDIAL: Terra.  FUNÇÃO SOCIAL OU NATURAL:  ESTERIÓTIPO DA PERSONALIDADE: Ambicioso e combativo, perseverante, conservador, realista, objetivo e lógico, exigente, meticuloso e responsável.  TIPO MORFOLÓGICO: Atarracado, pesado, taurino, rústico, desajeitado  VIDA SEXUAL CARACTERIZADA POR: Alguns, são resignados.
  13. 13.  ORIXÁ: Oxumaré.  ELEMENTO DA NATUREZA OU PODER PRIMORDIAL: Terra.  FUNÇÃO SOCIAL OU NATURAL: A força que move os astros.  ESTERIÓTIPO DA PERSONALIDADE: Inteligente, dinâmico, observador, nervosos, originais, curioso, indiscreto, irônico e maledicente, eloquente, esnobe e sedutor, esperto, bem-sucedido e generoso.  TIPO MORFOLÓGICO: Beleza aristocrata, cheios de cacoetes e tornam-se precocemente enrugados, elegante e altivo.  VIDA SEXUAL CARACTERIZADA POR: Bissexualidade. OXUMARÉ
  14. 14. ODUDUÁ  ORIXÁ: Oduduá.  ELEMENTO DA NATUREZA OU PODER PRIMORDIAL: Terra.  FUNÇÃO SOCIAL OU NATURAL:  ESTERIÓTIPO DA PERSONALIDADE: Invejosa, dominadora, tagarela, ninfomaníaca e hipócrita.  TIPO MORFOLÓGICO:  VIDA SEXUAL CARACTERIZADA POR:
  15. 15.  ORIXÁ: Iansã.  ELEMENTO DA NATUREZA OU PODER PRIMORDIAL: Fogo.  FUNÇÃO SOCIAL OU NATURAL:  ESTERIÓTIPO DA PERSONALIDADE: Impulsivo, agressivo, autoritário  TIPO MORFOLÓGICO: Vigor físico.  VIDA SEXUAL CARACTERIZADA POR: Sexualidade intensa. IANSÃ
  16. 16.  ORIXÁ: Xangô.  ELEMENTO DA NATUREZA OU PODER PRIMORDIAL: Fogo.  FUNÇÃO SOCIAL OU NATURAL:  ESTERIÓTIPO DA PERSONALIDADE: Impulsivo, agressivo, autoritário, Libertino, Marido infiel, Ciumento, Vingativo, Orgulhoso Prepotente, Teimoso, caprichoso, impulsivo, Imprevisível, mais instintivo que racional, atrevidos, Valentes e agressivos.  TIPO MORFOLÓGICO: Vigor físico Robusto, pesado, imponente  VIDA SEXUAL CARACTERIZADA POR: Sexualidade intensa. XANGÔ
  17. 17. EXU  ORIXÁ: Exu.  ELEMENTO DA NATUREZA OU PODER PRIMORDIAL: Fogo.  FUNÇÃO SOCIAL OU NATURAL:  ESTERIÓTIPO DA PERSONALIDADE: CHEIO DE CONTRADIÇÕES Animado, alegre, brincalhão inteligente, vivo, briguento, insolente, desordeiro, mal educado, cínico, manhoso, e amoral, prestativo, querido e popular.  TIPO MORFOLÓGICO: Robusto.  VIDA SEXUAL CARACTERIZADA POR:
  18. 18.  ORIXÁ: Oxóssi.  ELEMENTO DA NATUREZA OU PODER PRIMORDIAL: Natureza selvagem.  FUNÇÃO SOCIAL OU NATURAL:  ESTERIÓTIPO DA PERSONALIDADE: Sensibilidade Romântico Inteligente, Intuitivo, sociável, Nervoso, Amoroso, Carinhoso, Volúvel, Instável, Introvertido, Discreto, Criativo, Calmos, Estimados.  TIPO MORFOLÓGICO: Beleza, Atraente, Esbelto.  VIDA SEXUAL CARACTERIZADA POR: OXÓSSI
  19. 19. OSSÂIM  ORIXÁ: Ossâim.  ELEMENTO DA NATUREZA OU PODER PRIMORDIAL: Natureza selvagem.  FUNÇÃO SOCIAL OU NATURAL:  ESTERIÓTIPO DA PERSONALIDADE: Sensibilidade, Romântico Inteligente, Intuitivo, sociável, Imprevisível, Sonhador, Esquisito, Desligado, Estudioso, Generoso, Afetuoso, Tolerante, Desprendido de interesses materiais.  TIPO MORFOLÓGICO: Beleza Frágil, Saúde Delicada  VIDA SEXUAL CARACTERIZADAPOR: Propensão ao Homossexualidade.
  20. 20. OGUM  ORIXÁ: Ogum.  ELEMENTO DA NATUREZA OU PODER PRIMORDIAL: Cultura e civilização.  FUNÇÃO SOCIAL OU NATURAL:  ESTERIÓTIPO DA PERSONALIDADE: Agressivo, Extrovertido, Emotivos, impacientes e intolerantes, desagradável, Antipático, Ativo, Trabalhador, Rápido, Audacioso, Arrebatado, Empreendedor.  TIPO MORFOLÓGICO: Atlético, Viril, Vigoroso, saudável.  VIDA SEXUAL CARACTERIZADA POR:
  21. 21. Referência Bibliográfica: CARLOS EUGÊNIO MARCONDES DE MOURA (Organizador) CANDOMBLÉ: Religião do corpo e Alma CLAUDE LÉPINE Contribuição aos estudos do sistema de classificação dos tipos psicológicos no candomblé Ketu de Salvador. Departamento de serviço sociais, Faculdade de Filosofia , Letras e Ciências Humanas-USP,1978 (Tese de Doutorado). Editor: Cristina Fernandes Warth Produção Editorial: Pallas Editora Capa Marcello Gemmal Works Producer of the PowerPoint Slides & Folder: Fernandes Bernardo Rocha Junior

×