Jornal digital 4588_seg_ 19012015

365 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
365
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal digital 4588_seg_ 19012015

  1. 1. 4Página 9Página Morreidosobaleadoemcasa Homemconfessacrimepassional Tomapossenova diretoriadaCDL Polícia Geral Violência Santa Rosa do Sul 3Página PMrecolheu 45armasem2014 Polícia Bom Saldo www.grupocorreiodosul.com.br ANO XXIV EDIÇÃO Nº 4.589 SEGUNDA-FEIRA, 19 DE JANEIRO DE 2015 R$ 2,00 Grupo 32º 23º Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense Entregadorcommoto Balanço mostra outros números positivos da Polícia Militar Página 13 RegiãoRegiãoRegião Polícia Civil planeja ações e faz balanço
  2. 2. Política Jarbas Vieira CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 jarbas@grupocorreiodosul.com.br (48) 9966.5326 CHARGEPor:CAZO “O partido está ao lado de Márcio, dando toda a cobertura necessária, com sustentação jurídica para fazer restabelecer a vontade do povo na eleição complementar de 2013”. Ele disse: ‘ ‘Deputado estadual Valmir Comin (PP) sobre o afastamento de Márcio Búrigo (PP) para posse de Clésio Salvaro, em Criciúma. Zé Milton mantém foco no apoio a rizicultura P ara debater as políticas públicas voltadas à rizicultura o deputado estadual José Milton Scheffer (PP) esteve reunido, na sede da Copagro em Tubarão, com lide- ranças catarinenses e gaúchas do setor. Dentre os temas abordados estiveram o seguro agrícola, o de- senvolvimento de pesquisa para redução do preço de produção e o preço mínimo do arroz ao pro- dutor. Outro desafio apresentado é a necessidade da formulação de uma lei trabalhista para o campo diferente da utilizada na indús- tria. “Precisamos estar atentos a demanda do setor. Tivemos um ano de conquistas, mas é necessá- rio estarmos debatendo constan- temente para evitarmos futuras crises na rizicultura, assim como Prefeito de Sombrio, Zênio Cardoso (PMDB), admitiu que promoverá mudanças em sua equipe de governo. Porém, não quis entrar em detalhes, apenas anunciando que os novos nomes deverão ser anunciados entre o final de janeiro e o início de fevereiro. Alega a necessidade da famosa reoxigenação, uma vez que al- guns quadros assumiram num momento difícil do governo, com orçamento limitado, e que agora precisam de um descan- so. Há também situações de alguns diretores que podem ser promovidos a secretários. A mudança que parece con- Escondendo o jogo (48) 3522-3777 darmos continuidade aos proje- tos e ações realizados”, ressaltou Zé Milton. Na foto com Zé Milton estão: o deputado federal Valdir Colatto (PMDB), Dionísio Bres- san, presidente da Copagro; Luiz Antônio Leon Valente, consultor da Federarroz RS; Henrique Dor- nelles, presidente da Federarroz RS; e o presidente da Cooperja, Vanir Zanatta. Veto 2 Lideranças municipais do PMDB se mostraram amplamen- te insatisfeitas com o convite do governador Raimundo Colombo (PSD)paraqueodeputadoSilvio Dreveck (PP) seja o líder do go- verno na Assembleia Legislativa. Os primeiros sinais já chegaram ao comando do partido na Capi- tal. Será que o PMDB quer tentar fazer com que Colombo “descon- vide” o deputado, assim como fez com Joares Ponticelli (PP) na formaçãodachapaparaadisputa daeleição?Comojáestáreeleito, Colombo tem menos motivos para temer o PMDB, até porque, o PP já deu mostras de que está muito interessado em participar da atual administração. Convênio Antes de sair de férias, o prefeito de Praia Grande Valcir Darós (PMDB) assinou o convê- nio com a Associação Hospitalar Nossa Senhora de Fátima de Praia Grande, presidida por Idalino Bongiolo, no valor de R$ 324 mil para o ano de 2015. “A Administração Municipal espera com este repasse contribuir com a manutenção da entidade que vem se destacando pelo exce- lente trabalho que vem sendo feito, prestando serviços não só aos praiagrandenses, como também aos cidadãos de outros municípios”, comentou Valcir. Confiança na economia Comentando o tema “repasse de recursos estaduais”, abordado na coluna da última sexta-feira, o prefeito Zênio Cardoso (PMDB) disse acreditar que o novo Shopping Outlet Japonês, com a abertura de 500 postos de trabalho, irá aquecer a economia do Município. Ele acredita que as grandes obras previstas para o centro da cidade, e a vinda em definitivo do Senai, oferecendo qualificação da mão de obra, também contribuirão para isso. Entretanto, Zênio sabe que outras ações são necessárias. Uma delas na agricultura, onde boa parte dos produtores rurais não tira nota ou as preenche de forma equivocada. “Estamos fazendo um trabalho com os contadores do Município, eles podem nos ajudar muito nessa questão”, argumenta. cretizada é na Secretaria de Agricultura, sem titular desde que o vice-prefeito Valmir Da- minelli (PPS) deixou a pasta. www.vitaanalise.lablaudo.com.br
  3. 3. .45, uma pistola calibre .380 e uma espingarda. Com relação às dro- gas, foram apreendidos 1.203 kg de maconha; 883 pedras de crack; 101 gramas de cocaína; 2 pés de maconha; 77 comprimidos de extasy e 26 pontos de LSD. Outro dado impor- tante é a recuperação de veículos furtados e roubados. Nessa região, os militares recuperaram 68 veículos. Na área da 2ª Compa- nhia, que abrange Som- brio, Balneário Gaivota, Polícia 3CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 Operações da Polícia Militar foram mais frequentes na região no ano passado Da redação Sombrio e Turvo Prevenção > REGIÃO Durante todo o ano de 2014, os policiais integrantes do 19º Batalhão de Polícia Militar (BPM) trabalha- ram firme no combate à criminalidade nos 15 municípios da região, de Maracajá a Passo de Torres. O Batalhão, sediado em Araranguá, possui três companhias de Polícia Militar: uma lo- calizada na própria cida- de de Araranguá e duas nas cidades de Sombrio e Turvo. Nos últimos 12 me- ses, a população pôde PMcomemoraresultadosde2014Em 2014, a PM fez 1079 prisões, apreendeu 45 armas, recolheu grande quantidade de drogas e recuperou 113 veículos Saldo Positivo sentir um aumento con- siderável de operações policiais e os números mostram os resultados. Na área da 1ª Com- panhia, que abrange Araranguá, Balneário Arroio do Silva e Mara- cajá, foram 668 prisões realizadas e 2058 pessoas adultas e 220 adolescen- tes conduzidos à dele- gacia. Esse número de conduções abrange todos os envolvidos nas prisões: criminosos, infratores, vítimas e testemunhas. Além disso, 20 armas foram apreendidas, sen- do: 7 revólveres calibre .38; 7 revólveres calibre .32; 3 revólveres calibre .22, uma pistola calibre PM chegou ao local, consta- tou o arrombamento. No prédio, que possui sistema de monitoramento por câmeras, funcionários da empresa de vigilância passaram informações aos > ARARANGUÁ Na madrugada de sexta-feira, a Polícia Mi- litar de Araranguá pren- deu um homem após arrombamento e furto em estabelecimento co- mercial. A Central de Ope- rações da Polícia Militar (Copom) foi acionada e informadasobreodisparo de alarme em um estabe- lecimento comercial, lo- calizado no bairro Cidade Alta.Quando a guarnição Ladrão arromba comércio Estabelecimento comercial foi arrombado policiaismilitares,quena posse das características dos ladrões iniciaram as buscas. Em seguida, um ra- pazfoiabordadonabeira rio e detido. Santa Rosa do Sul, São João do Sul, Praia Gran- de e Passo de Torres, 343 prisões foram realizadas e 688 pessoas foram con- duzidas à delegacia. Das 19 armas apreendidas 8 eram revólveres calibre .38; 1 revólver calibre .32; 1 revólver calibre .22; 1 revólver calibre .357; 1 revólver calibre .44; uma pistola calibre 9 milímetros, 5 espingar- das e uma garrucha. Em relação às drogas, foram apreendidas: 544 gramas de maconha; 6 pedras de crack; 193 gramas de co- caína; 1 pé de maconha e 4 comprimidos de extasy. Além disso, os policiais militares recuperaram 34 veículos furtados ou roubados. Na área da 3ª Compa- nhia, que abrange Turvo, Meleiro, Morro Grande, Jacinto Machado, Ermo e Timbé do Sul a PM fez 68 prisões e conduziu 88 pessoas à delegacia. Nessa região, 6 ar- mas foram retiradas de circulação, sendo um revólver calibre .38; 3 revólveres calibre .22 e duas espingardas. Em relação às drogas, fo- ram apreendidas uma pequena quantidade de maconha e 266 pedras de crack. Nesses municipios,11 veículos furtados foram recuperados pelos mili- tares. Sobre o trabalho re- alizado e os resultados de 2014, o major Maike Adriano Valgas, chefe da seção de instrução, pla- nejamento, operações e estatísticas do 19º BPM, destaca: “Com utilização de ferramentas que via- bilizam com rapidez e precisão a obtenção dos dados relacionados aos casos de ocorrências poli- ciais, o planejamento das ações passa a direcionar os esforços para o foco dos problemas, empre- gando o policiamento de maneira inteligente nos locais e horários de maior vulnerabilidade”. O responsável pelo comando do 19º Batalhão de Polícia Militar, major Cristian Dimitri Andra- de, ressalta que o traba- lho realizado em 2014, demonstra o comprome- timento e a abnegação dos policiais militares. Além de atuar na esfera da repressão e fiscalização, onde tem de- senvolvido uma série de trabalhos e operações no combate à criminalidade, a Polícia Militar também atua na prevenção, onde realiza as rondas escola- res, bancárias e comer- ciais. Também desenvol- ve o Proerd, programa educacional que tem o objetivo de afastar as crianças e adolescentes das drogas e da violência.
  4. 4. nem palavras para descre- ver o que estamos sentindo com toda esta situação. Somenteumafrasepodeser dita nessa hora: queremos justiça e o assassino atrás dasgrades”,pedeAnaSílvia durante o velório do pai, neste sábado, na casa de uma das filhas, no bairro São José, em Sombrio. OsepultamentodeVal- dir ocorreu às 9 horas de ontem no Cemitério São Cristóvão, em Santa Rosa do Sul. A jovem que estava na casa do idoso no dia do crimejáhaviaoencontrado em outras oportunidades, conformedepoimentodevi- zinhosaPolíciaMilitar,que esteve no local logo após os tiros. O autor do crime não foi localizado, apesar das inúmeras rondas realiza- das pela PM. O caso está sob investigação da Polícia CivildeSantaRosaeSom- brio, com a coordenação do delegado Luís Otávio Pohlmann, que informa já ter instaurado o inquérito e iniciado o processo que possa levá-lo até o autor do homicídio. “Estamos assustados comaviolênciaempregada contra meu pai”, desabafa Ana Sílvia, que acompa- nhou Valdir até o último minuto no hospital. Este foi o primeiro cri- medenaturezamaisgrave - contra a vida - em Santa Rosanesteano.Outrocaso que também está sob a co- ordenação de Luís Otávio é o assalto à mão armada seguido de cárcere privado na casa da ex-prefeita da cidade, Geci de Oliveira Casagrande. Os autores, quatro homens portando pistolas, ainda não foram localizados. O velório e enterro de Valdir, realizados pela Funerária Menino Deus, tiveram a presença de de- zenasdeamigos,vizinhose parentes,jáqueeleerabas- tante conhecido na região. O idoso, que era separado, deixou três filhas e seis netos. Polícia4 CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 Rafael Andrade IdosobaleadonacabeçamorreA casa foi invadida de madrugada e o senhor, que estava com uma moça, levou um tiro que atingiu a coluna cervical onde a bala ficou alojada. Valdir esteve dois dias internado Homicídio > SANTA ROSA DO SUL Oprimeirohomicídio do ano registrado em Santa Rosa do Sul viti- mouValdirSilveiraVargas, de70anos.Eleestavainter- nado no Hospital São José, emCriciúma,desdequinta- -feira,quandofoibaleadona cabeça dentro da própria casa,naavenidaJaguarari, marginal da BR 101, na localidade de Glorinha. O idoso estava acom- panhado de uma garota de programa de 24 anos, tam- bém atingida por disparos de arma de fogo, mas que não corre risco de morrer. Devido à gravidade do feri- mento, Valdir, que chegou a dar entrada no Hospital Regional de Araranguá, foi levado às pressas para Criciúma. “Meu pai estava consciente e chegou a con- versar conosco”, informa a filha Ana Sílvia Silvei- ra Vargas, que tem duas irmãs, todas moradoras de Sombrio. Valdir estava aposentado, mas era um conhecidoaçougueiroedono de bar na região. “Ele não tinha inimigos e era uma ótima pessoa. Não tenho Velório de seu Valdir comoveu amigos e parentes Wellington deu a sua versão sobre assassinato > ARARANGUÁ Aautoria do primei- ro homicídio ocorrido na região neste ano foi es- clarecido na sexta-feira durante o interrogató- rio do araranguaense Wellington Borges da Silva, de 24 anos. Ele confessou ter matado Rogério Matos Fortu- nato, 35, no início da tarde do dia 9. Rogério foi encontrado morto no banheiro da residência, no Caverazinho, em Araranguá, pelo irmão. A vítima recebeu um tiro a queima roupa no tórax quando estava na porta de casa e chegou a correr para dentro do banheiro onde acabou morrendo. O atirador até então não identifi- cado efetuou mais dois disparos, um contra a porta e outro contra a janela lateral da casa. Os agentes da Polí- cia Civil da DIC inves- tigaram o crime desde o momento em que foram acionados e colheram informações no local de que Rogério poderia ter sido vítima de crime passional. O assassi- nato não teve testemu- nhas e somente alguns vizinhos próximos es- cutaram três disparos seguidos. Os policiais após intenso trabalho de buscas chegaram a Wellington, que admi- tiu o crime. Segundo o atirador, Rogério es- tava assediando a sua companheira através de mensagens no WhatsA- pp desde o final do ano Rapazconfessaquematoupormulher passado. Wellington afirmou que chegou a ligar para Rogério pedindo que parasse de importunar sua companheira e aca- bou ameaçado de morte, apesar dos dois serem num passado recente bons amigos. Welling- ton levou a delegacia um revólver de calibre 38, possivelmente um Smith&Wesson, alegando que o adquiriu devido as ameaças que recebeu. Para surpresa dos poli- ciais, Wellington afirmou que não foi esta arma que usou, e sim a arma do próprio Rogério. Disse que recebeu um recado de que Rogério o esta- ria aguardando em casa para conversar. Ao che- gar na casa com um ami- go com quem trabalha na extração de madeira, estacionou a motocicleta no pátio. Enquanto o amigo aguardava com uma motoserra do traba- lho, Wellington foi até a porta dos fundos da casa de Rogério. Ao abrir a porta Rogério sentou-se numa pequena rampa e teria começado a ame- açar e ofender Welling- ton.Após uma pequena discussão Rogério teria sacado o revólver que estava no assoalho da casa, mas Wellington investiu contra ele e conseguiu desarmá-lo, efetuando o primeiro disparo. Temendo que Rogério pudesse ter ou- tra arma efetuou mais dois disparos contra a porta e janela para intimidá-lo. Após ati- rar fugiu de moto até a casa de um amigo e refugiou-se no Balneá- rio Arroio do Silva. O delegado Jorge Giraldi explica que a a versão dada por Wellington será com- provada ou não pelo exame de balística com os projetis colhido na casa, pelo instituto de criminalistica. Caso tinha escapado do fla- grante Wellington foi liberado após ser for- malmente indiciado pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e homicidio qualificado por motivo fútil.
  5. 5. Rodrigo Turatti. Osprodutoresruraisque precisarem do maquinário devem entrar em contato com a Secretaria do Interior para agendar o uso. Deacordocomosecretá- rio do Interior Maureci Raul Rodrigues, as ensiladeiras geram bastante economia aos agricultores, uma vez que o valor que eles pagam por hora de serviço para o município é bem menor do queo cobradoporempresas. O secretário do Interior destacaqueasilageméuma ótima reserva alimentar para o gado. Porém, o milho não pode passar do pon- to de colheita. “Com mais Política Rolando Christian Coelho Geral 5CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 C onfirmada a eleição do vere- ador Rony da Silva (PMDB) para a presidência da Câmara de Araranguá, o burburinho se alastrou pela Cidade das Avenidas, dando conta de que seu partido compo- ria como vice do prefeito Sandro Maciel (PT) no pleito de 2016. Sabe-se lá se de forma articulada ou não, mas o fato é que algumas lideranças do PP, de maneira inte- ligente, deixaram a entender que o partido também poderia compor como vice do PT, como uma retribuição a dobradinha PP/PT de 2008. Com isto, no mínimo, criaram a expectativa de uma segunda opção ao PT, fazendo com que a sigla não se atire de corpo e alma para cima do PMDB. Oficialmente, no entanto, PMDB e PP se mantêm firmes no propósito de concor- rer à prefeitura em 2016. As cúpulas dos dois partidos não veem a possibilidade de algo em contrário a isto. Até porque, ima- ginam, com PT, PMDB e PP concorrendo novamente, todos têm condições iguais de vitória. O próprio prefeito Sandro Maciel, neste momento, vê como bastante difícil a O PMDB e o PP em Araranguá chance de ter um de seus dois principais ex- -adversários de 2012 como seu vice. Tanto é verdade que está apostando na manuten- ção da aliança com as pequenas siglas que o elegeu e ainda tentando ampliá-la com PPS e PSD, que no último pleito estavam na oposição. Se a tentativa de união de dois gran- des vingar, é muito provável que ela se dê entre PT e PMDB. A lógica é simples: nem de longe o PMDB tem a mesma união que tinha em 2012. Bem pelo contrário, o parti- do nunca pareceu tão dividido. A sigla está nitidamente fissurada entre o grupo ligado ao deputado Manoel Mota e ao ligado ao atual presidente, Anísio Prêmoli. A divisão, naturalmente, favorece as investidas do PT sobre o PMDB. No PP, ao contrário, não existe divisão explícita. O que há são pontos de vista diver- gentes sobre este ou aquele assunto. Esta coesão acaba mantendo a autoestima do partido, que só seria abalada se de fato PT e PMDB partissem para uma dobradinha. Nesta caso, o PP até poderia cogitar seria- mente a possibilidade de ser vice do PT. Mataram tarde Em um país com leis frouxas como é o nosso de fato fica difícil entender porquê o governo da Indonésia condenou e executou o brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, de 53 anos, por tráfico de drogas. Bom, na verdade a execução se deu porque as leis da Indonésia, ao contrário das do Brasil, valorizam prio- ritariamente a vida. E é justamente por valorizar a vida que a Indonésia mata traficantes. Atualmente, 138 estão na fila para serem fuzilados. No Brasil a popula- ção carcerária conta com cem mil detentos cumprindo pena por tráfico de drogas. Se fôssemos a Indonésia, teríamos cem mil a menos comendo, bebendo e dormindo às nossas custas. Acordão Corre a boca miúda em Florianópolis queodeputadoestadualSilvioDreveck(PP) aceitou ser o líder do governo de Raimundo Colombo (PSD) na Assembleia Legislativa mediante as seguintes condições: 1) Os deputadosdoPPserãoatendidoscomoosde- putadosdabasegovernistapelosSecretários deEstado.2)OsprefeitosdoPPnãosofrerão distinçãodetratamentopelogovernoeterão oportunidadesiguaisdeacessoaosrecursos. 3) Não haverá assédio político por parte do governo sobre lideranças de expressão do PP. Em troca, de forma gradativa, os depu- tados do PP se incorporariam a base aliada de Colombo, que sem os progressistas corre risco de CPIs. DIVERSÃOELAZERGARANTIDOS QUARTA,SÁBADOEDOMINGO BR101-KM413-ARARANGUÁ Secretaria dobra ajuda ao produtor Reforço > ARARANGUÁ Paraostrabalhosdes- te ano a Secretaria Municipal do Interior conta comduasensiladeirasadqui- ridas com recursos próprios da prefeitura de Araranguá no final de 2014. Os equipamentos auxi- liam os produtores rurais a aumentarem a produção na silagem de milho. “A aquisi- ção destes equipamentos é uma forma que a secretaria encontrou para incentivar e ajudar os produtores rurais a aumentar sua produti- vidade", diz o vice-prefeito duas ensiladeiras na frota da Secretaria do Interior poderemos atender um nú- mero maior de produtores”, pondera. Segundo o engenheiro agrônomo Zaqueu de Fá- veri, a prefeitura já possuia duas ensiladeiras e agora podeduplicaraprodutivida- de. Aproximadamente 500 agricultores do município desenvolvem a cultura do milho. Juntos eles cultivam em suas propriedades de 800 a 1,2 mil hectares do grão, diz Zaqueu. Cada ensiladeira, que custou cerca de R$ 19 mil, é capaz de produzir 30 to- neladasdeforragempordia. Da redação Desde final do ano prefeitura conta com mais duas ensiladeiras, que beneficiam os agricultores locais Equipamentos são colocados a disposição do produtor por um preço reduzido Bomba no PSDB (I) Coordenador regional do PSDB, Hélio Henrique Silva, diz ter uma “bomba” en- volvendo os diretórios de seu partido em Sombrio e Balneário Gaivota. Há cerca de um mês, em contato com a coluna, o coordenador ressaltou ter informações comprometedoras envolvendo o comando tucano nos dois municípios. No entanto, disse que só repassaria a informação de- pois que estivesse de posse de documen- tos que lhe assegurassem o que viesse a afirmar. Em novo contato durante o final de semana, Hélio disse já estar de posse destes tais documentos, e que nesta sema- na detonaria a tal bomba. Sendo assim, o negócio é esperar para ver que bomba é esta. Bomba no PSDB (II) A tal bomba prometida pelo coor- denador Hélio Henrique na verdade é mero reflexo da falta de entendimento entre ele e os comandos do PSDB de Sombrio e Gaivota, hoje exercidos res- pectivamente por Jucimar Custódio, o Bujão, e Fernando Borges. A falta de afinidade já levou até mesmo os tuca- nos dos dois municípios a sugerirem que seja criada uma nova coordenação do PSDB em nossa região, dividindo a que existe em duas. Estranhamente a ideia de se criar duas coordenadorias aqui no Extremo Sul é acatada de bom grado por Hélio Henrique, pelo menos publicamente. É chamada de silagem a forragem verde, conser- vada por meio de um pro- cesso de fermentação ana- eróbica. É o processo de cortar a forragem, colocá- -la no silo, compactá-la e protegê-la com a vedação Saibamaissobreasilagem do silo para que haja a fermentação. Quando bem feita, o valor nutritivo da silagem é semelhante ao da forra- gem verde. A ensilagem não melhora a qualidade das forragens, apenas conserva a qualidade ori- ginal. Na época seca ela podesubstituiropasto.Na engorda em confinamento ela é usada junto com os grãos e farelos. A silagem não é indicada para cava- los ou bezerros pequenos.
  6. 6. Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador Jornal Correio do Sul Publicações legais: Tomaz Fonseca Selau l48l 9985.8573 tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro Joice Ramos l48l 8802.5883 financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: Igor Borges l48l 9968.6084 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: Cristian Mello l48l 3533-0870 correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica Junior Muller l48l 9931.4716 sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: Marivânia Farias l48l 9995.9290 editor@grupocorreiodosul.com.br Política: Jarbas Vieira l48l 9966.5326 jarbas@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM Cássia Pacheco l48l 9912.9588 radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Rua João José Guimarães,176, Centro - Sombrio/SC - Fone: (48) 3533 0870 Editora: J. R. Pereira - ME CNPJ 17.467.695/0001-19 C.S. Empresa Jornalística LTDA. Geral6 CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 Let’s Learn semfronteirasEstudarnoExterior Inglês Hellothere, Em outro momento eu já escrevi sobre o que fazer para estudar no exterior. Visto alguns e-mails recebidos pelos leitores pedindo dicas sobre o assunto o reescrevo novamente. Escolher o país que você pretende estudar é uns dos primeiros “steps” (passos) a ser tomado. Faça uma pesquisa, avalie os pós e contras de cada país e então comece a planejar a sua viagem. Geralmente para estudar no exterior necessita-se de visto de estudante, ou seja para ser um “ InternationalStudent”requer um pouco de burocracia, mas nada que o impeça de prosseguir o seu sonho. Dica importante: nunca deixe o visto por último, a documentação éumas das etapas cruciais para o sucesso de sua viagem. Portanto fique atento ao tempo, programe-se com antecedência,poisas datas de inscrições, emis- sãode passaporte, exame de proficiência da língua comoToelf, tradução de documentos, cartas de recomendações entre outros geralmente são necessários para a obtenção do visto e/ou ingresso na escola, não deixe para a última hora para não ter surpresas perto da data da viagem. Depois de ter definido o país, documentação,o próximo passo é saber o que e onde estudar. Qual o pretensão, realizar curso de inglês, fazer intercâmbio em universidade? Curso de especialização na sua área? Enfim, entre nos sites dasescolas no país que é do seu interesse, pesquise e defina qual tipo de curso e escola irá fazer. Outro ponto éorçar os custos para estudar no exterior. Para começar, sem regalias, calcule os custos do curso, material escolar, moradia, contas de energia, celular e internet, comida, mercado e transporte. Atualmente para o custeio da “tuition” (mensalidades), há ofertas de bolsas não somente pelo governo federal como o programaCiências Sem Fronteiras, mas também por instituições pri- vadas e filantrópicasque ajudam qualquer interessado a estudar no exterior. Com pesquisa atenta na internet, você encontrar uma bolsa de estudo a qual, poderá aplicar e qualificar. Tip:Sites como Estudarfora.org.br e Hotcourses.com.br trazem diversas dicas para quem está programando estudar no exterior. Veja mais algumas dicas para estudar no exterior: 1.Agências de viagens especializadas e escola de idiomas também ofererecem pacotes para estudar no exterior. Converse com pessoas que viajaram para estudar, pergunte por dicas e tire suas dúvidas. 2.Há várias opções de programas para estudar fora dopaís, como cursos de idiomas mensal, de 6 meses e 1 ano. Sem esquecer dos programas universitários, profissionalizantes e high school. Informa-se sobre universidades, escolas e cursos eescolha o melhor programa para o seu objetivo. 3.Treine o idioma eprepare-se para enfrentar desafios para que sua experiência fora não seja pre- judicada, principalmentecom os choques culturais e “homesick” (saudade de casa). Esteja aberto para novas culturas e opiniões, evite comparações e respeite o sistema e as leis do país. Estude um pouco da cultura local antes de viajar. 4.Tenha um plano de saúde para viagens. Se você toma remédio controlado, é melhor levá-lo do Brasil. Confira alguns sites de intercâmbio no Brasil: Mundo Development http://br.md4s.org/ CJ Intercâmbio Cultural http://www.cjrh.com.br/intercambio/ E.E. Intercâmbio http://www.estudarnoexterior.com.br/ STW Intercâmbio http://www.stwintercambio.com.br/ BIRDS Intercâmbio http://www.birdsintercambio.com.br/ ABIC Intercâmbio http://www.trabalhoestudonoexterior.com.br/ ICGroup Education http://www.icg-education.co.uk/ EF Education First http://www.ef.com.br/ CI http://www.ci.com.br/ Experimento Intercâmbio http://www.experimento.org.br/ STB Intercâmbio http://www.stb.com.br/ Selecionei algumas frases básicas que podem ajudar em algumas situações ao viajar para exterior. I don’t speak English (very well). (Não falo inglês (muito bem)). Can you repeat, please? (Vocêpoderepetir?) Can you help me? ( Vocêpode me ajudar?) Please sit down and wait a minute. (Por favor, sente-se e espere um minuto.) Please. (Por favor.) I am sorry. (Perdão desculpa.) Excuse-me. (Desculpe-me, licença.). Thank you. (Obrigado.) You are welcome / Don’t mention it. (De nada.) It doesn’t matter. (Não faz mal). Sindia A. Rech Got a question? Feel free to contact me at sindiarech@gmail.com Haveaniceweek! Aulas Particulares de Inglês Individual ou em Grupo Todos os níveis Kids - Adults Informações: (48) 9809 24 20 / sindiarech@gmail.com By Sindia A. Rech
  7. 7. Publicidade 7CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015
  8. 8. Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão Cruzadinha Novelas Boogie oogie -18h Alto Astral -19h Império -21h M arcospagaMirandaparadarfimàvidadeSueli.Marcelo decide não mencionar a mediunidade de Caíque em sua reportagem sobre o hospital. Úrsula inventa para Maria Inês que Marcelo já teve diversas amantes. O advogado lê o testamento deixado por Haroldo, pai de Scarlett, que de- termina que Manoel administrará a herança da afilhada até que ela cumpra a exigência de trabalhar por um ano na lanchonete do padrinho. Á gata fala com Susana sobre o diamante e suspende a inves- tigação policial sobre a moça. Vitória descobre que Inês se mudará para os Estados Unidos. Beto convence Ricardo a desistir de sua invenção. Elísio se enfurece ao saber que Vitória combinou com Augusta de cuidar de seus filhos na ausência de Beatriz. Mário impõe que Rodrigo comece a trabalhar para pagar as contas de casa. Rodrigo começa a trabalhar na Star Trip. C ora confirma a presença de Maria Marta no bar de Mano- el. Xana afirma a Juliane que descobrirá se Luciano está sendo bem tratado. José Alfredo pensa em sua conversa com Jesuína. José Pedro discute com Amanda. Bruna flagra Danielle escutando a gravação de uma conversa com José Pe- dro. Cláudio sugere que Leonardo faça uma demonstração de seus hambúrgueres no restaurante. Marcão ouve uma conversa entre Cristina e Elivaldo e conta para Maurílio. Rapidinhas CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 Áries 21/03 a 20/0421/03 a 20/0421/03 a 20/04 Umbomdiapararefletirsobrecomovocêtemutilizadooseu poder e experiência profissional. Neste dia que antecede a fase lunar nova é um importante momento de interiorização e reflexões. Leão 21/07 a 20/0821/07 a 20/0821/07 a 20/08 Sagitário 21/11 a 20/1221/11 a 20/12 Hojepoderáterqueresolverpendênciasmateriaiseprofis- sionais, sagitariano. É um momento oportuno sobre como temexpressadoosseustalentosepotenciais. Gêmeos 21/05 a 20/0621/05 a 20/0621/05 a 20/06 O momento em que você deve estar focado na resolução dependênciasfinanceiraseemocionais.Apráticadodesa- pego tem sido um constante desafio aos geminianos nos últimostempos. Libra 21/09 a 20/1021/09 a 20/1021/09 a 20/10 O dia de hoje prioriza a introspecção e a reflexão sobre temasfamiliareseemocionais.Éummomentooportuno para perceber o quanto você foi desafiado em questões domésticas, ligadas ao lar e à privacidade. Aquário 21/01 a 18/0221/01 a 18/02 Um ciclo está findando neste momento aos aquarianos. Importantemomentodereflexões,introspecçãoeapren- dizadosemocionaiseespirituais. Touro 21/04 a 20/0521/04 a 20/0521/04 a 20/05 Profundas reflexões sobre a sua filosofia de vida, sobre o que vocêpensaeacredita,taurino.Ummomentoimportantepara refletirsobreascrençaseideiasqueorientamassuasatitudes. Virgem 21/08a20/0921/08a20/09 Omomentoatualcontémpoderososdesafiosemocionais ederelacionamentosaosvirginianos.Muitocuidadocom atendênciaaagirdeumaformailusóriaemsuasrelações, associaçõeseparceiras. Capricórnio 21/12 a 20/0121/12 a 20/01 LuaePlutãoestãoconjuntosemseusignonestedia,capri- corniano.Éimportanterefletirsobrecomoestáexpressando seussentimentoseemoções. Câncer 21/06 a 20/0721/06 a 20/0721/06 a 20/07 Oscancerianostêmvivenciadointensasmudançasemocio- nais e em seus relacionamentos. Um dia muito importante para refletir as conquistas realizações e os desafios de suas relações e parcerias. Escorpião 21/10 a 20/1121/10 a 20/11 Dequeformavocêtemutilizadoopoderdoconhecimento? O dia é favorável para reflexões sobre como você está se expressandoeinteragindocomaspessoas. Peixes 19/02 a 20/0319/02 a 20/0319/02 a 20/03 Reflitasobreospropósitoserealizaçõesquetevejuntoagrupos e empresas, pisciano. Momento de reflexão sobre como tem usadooseupotencialpessoaleprofissional. Horóscopo Um novo ciclo iniciará a partir de amanhã, hoje ainda é umdiadereflexõeseresoluçãodependências.Momento importantepararefletircomovocêtemagidoemrelação aotrabalhoeàsaúde. Viviane Araújo fez questão de prestigiar maisumavezaescoladesambaAcadêmicos do Salgueiro, da qual é rainha de bateria, em um ensaio técnico especial que aconteceu na noite de sábado (17), em homenagem ao aniversário da presidente da agremiação, Regina Celi Fernandes. A atriz esbanjou alegria enquanto apro- veitava um intervalinho nas gravações de Império para se jogar no samba, com um shortinho curto todo colorido e uma espécie de top preto brilhante. Em meio a empolgação do momento, elasearriscouatocarumpoucodetamborim, típico instrumento carnavalesco, junto com a bateria na quadra da Escola, enquanto fazia diversas poses para os fotógrafos presentes no local. Viviane tem feito bastante sucesso na tramadasnovedaGlobo,napeledamanicure Naná,edecidiuunirseusdois“trabalhos”aole- varpartedoelencodanovelaparacurtirumen- saio do Salgueiro há alguns dias, deixando-os bastante animados com o desfile na Sapucaí. Gracyanne Barbosa aproveitou bastante anoitedesábado(17).Amorenamostrouque tem samba no pé durante um ensaio técnico daEscoladeSambaX9Paulistana,noSambó- dromo do Anhembi, em São Paulo. Elaapostouemumvestidovermelhocur- tinhoparasejogarnaAvenidaedesfilar,cheia de poses, a frente dos instrumentistas, como Rainha de Bateria da agremiação, chamando atençãopelocomprimentodesuasmadeixas, com um enorme aplique. Gracyanne, que chegoujuntocomoesposoaolocal,também entrou na onda dos selfies e fez a alegria do público ao se juntar a eles também para fazer alguns registros.
  9. 9. Geral 9CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 Realizar mais ações e buscar novas parcerias estão entre os planos da primeira mulher a assumir a Câmara de Dirigentes Lojistas no município Escola traz Forquilhinha no samba enredo Posse da nova diretoria da CDL foi bem prestigiada e reuniu lojistas dispostos a fortalecer ainda mais o setor Setor em expansão Andradina com a filha que foi morar com ela > ARROIO DO SILVA A escola de samba Unidos do Arroio, cria- da em 2009, tem como tema no carnaval deste ano ‘Forquilhinha as riquezas da coloniza- ção Alemã’, uma ho- menagem ao município que está situado às margens do rio Mãe Luzia, na região da As- sociação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec). O desfile do tradi- cional Carnarroio será no dia 15 de fevereiro, e a Unidos do Arroio é a segunda escola a entrar na avenida com suas dez alas. O casal presidente da escola é GilmarLuis Du- tra e Aline Dahm Dutra e como carnavalesco se mantém James Périco. “As alas não serão sim- plesmente alas, e sim serão história, pois todo o brilho e toda a cultura da cidade serão contadas nelas”, adianta Périco. A preparação para o carnaval 2015 inicou em meados de dezembro. UnidoscontahistóriadeForquilhinha (SPC), diretor social, di- retor de relações públicas e três conselheiros. A equipe tem a missão de manter, em Santa Rosa do Sul, o título de uma das CDLs mais ativas de Santa Catarina. “Sei da dificuldade e importância do cargo. Vou me espelhar na gestão de Gilvago, que mudou a cara da nossa CDL nesses dois últimos anos e trabalhar muito, a fim de construir uma óti- ma relação com os parcei- ros, além de realizar um acompanhamento contí- nuo ao associado. Novas ideias também devem surgir”, resume Naira. Ela é a décima presiden- te da CDL do município, criada em 1994. O comércio da cidade gera cerca de 400 empre- gosdiretos.São75associa- dos e cerca de 140 pontos comerciais em atividade espalhados pelas 14 comu- nidades. Cada associado paga R$ 54,90 por mês à CDL. Além de ofere- cer serviço de consulta ao SPC, a instituição realiza um trabalha de ofertas de cursos e treinamen- tos contínuos,capacitação específica para emprega- dores e empregados. “As pessoas passam, mas a instituição fica. Espero ter deixado um legado positivo.Tive energia,com- prometimento e vontade de fazer a diferença”, disse Rafael Andrade NovadiretoriadaCDLéempossada > SANTA ROSA DO SUL Naira Luiz Perei- ra, de apenas 27 anos, entra para a história de Santa Rosa do Sul. Ela assumiu, na noite deste sábado, a presidência da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) do município. A solenidade de posse ocorreu no Restaurante Lagos de Pedra e contou com a participação de associados, amigos e pa- rentes da nova gestora de uma das principais enti- dades sulsantarrosenses. Apesar da pouca idade, Naira trabalha no comércio desde os 10 anos. Ela é proprietária da Maria Tereza Modas, na Vila São Cristóvão e atuava como secretária da gestão comandada pelo também jovem Gilvago da Silva Souza, 27, que estava na presidência da CDL desde 2013. “Foi um período de muita dedica- ção e trabalho. Mudamos muita coisa neste período. Construímos auditório e sala de reuniões na CDL, além de incrementar as ações e parcerias”, avalia Gilvago, que agora é o vice-presidente da insti- tuição. Além de Naira, na nova mesa-diretora da CDL foram empossados secretários, diretor finan- ceiro, diretor de Serviço de Proteção ao Crédito Gestão 2015/16 Gilvago em seu discurso emocionado e aplaudido por longos minutos pelo público que acompanhou a solenidade neste sábado. Prefeitura, Câmara de Vereadores,Sebrae,Senac, Instituto Federal Catari- nense, Pastoral da Crian- ça, Pastoral da Saúde, Po- lícia Militar e Polícia Civil são alguns dos parceiros da CDL. Os programas Pedágio do Brinquedo, Liberdade de Impostos, Natal Iluminado e Recicla CDL estão entre as ações que Naira garante man- ter nesta nova etapa como dirigente lojista.
  10. 10. 10 CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 Publicidade
  11. 11. Geral 11CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 Moradores e representantes da prefeitura discutiram solução para a reclamação Comunidade protesta por lombadaAssustados com velocidade e imprudência, eles se reuniram com prefeitura e câmara e fizeram ato pedindo quebra mola Trânsito > ARARANGUÁ Uma reunião reali- zada na sexta-feira pela manhã, na casa do mo- rador Nilson Alves de Souza debateu a insegurança oca- sionada pela imprudência e excessivavelocidadedealguns veículosquetrafegampelaEs- trada Geral do Caverazinho. Representantes da comuni- dade, da Câmara de Vereado- res e da prefeitura tentaram encontrar uma solução para o problema. A tarde Nilson e outrosmoradoresfizeramum protestopúblicoechegarama fechar a estrada. Nilson,de58anos,desta- couqueoexcessodevelocidade ocorre principalmente no ve- rão,quandomuitosmotoristas usam aquela via para chegar a praia. Segundo ele, o perigo édiário,porémseacentuaaos sábadosedomingos,emespe- cialnosfinaisdetarde,quando omovimentoficamaisintenso. Muitos motoristas tentam evitar às filas da SC 447 ou a averiguação da polícia e pas- sam pelo Caverazinho. “Além da alta velocidade e impru- dência de alguns motoristas, aindatemosqueconvivercom apoeira.Jáestamoscolhendo assinaturas para um abaixo- -assinado”, anunciou. O diretor municipal de Trânsito Paulo Roberto de Oliveira e a secretária de Go- verno MariaAparecida Costa comprometeram-seembuscar uma alternativa para o caso. “Viemos aqui com a intenção de escutar os anseios da co- munidade.Elestêmrazãoem reivindicar maior segurança. Vamosnosreunirinternamen- teeavaliaraquestãooquanto antes”, disse a secretária. Cida lembrou que existe uma Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Con- tran) que impede a implan- tação de lombadas físicas (quebra-molas) em estradas dechão.“Porissoéimportante queestecasosejaavaliadoem conjunto com a Procuradoria Geral do Município”, argu- mentou. O diretor do Departa- mento Municipal de Trânsito (Demutran), Paulo Roberto Oliveira, ressaltou que o Ar- tigo 94 da resolução 39/98 do Contran/Denatran proíbe a utilização de ondulações transversais e de sonorizado- res como redutores de veloci- dade,salvoemcasosespeciais definidos pelo órgão ou pela entidade competente, nos pa- drões e critérios estabelecidos pelo Contran. “A legislação prevêmultaparaquemcoloca lombadas sem permissão. O responsávelpeloquebra-mola irregular, se identificado, ain- dapoderáserpunidocriminal- mente por danos materiais e por homicídio. Por outro lado compreendo perfeitamente o anseio dos moradores, então é importante este debate. Vamos promover uma nova reuniãointerna,inclusivecom aparticipaçãodaProcuradoria JurídicadoMunicípioparade- Da redação > ARARANGUÁ Com o auxílio de uma retroescavadeira hidraúli- ca, a equipe da Secretaria de Obras de Araranguá está realizando a limpeza de vários canais públicos no município. Esta ação é realizada periodicamente para evitar alagamentos e garantir melhor vazão à água da chuva, que desem- boca no rioAraranguá. A Secretaria de Obras járealizaamanutençãodos canais nos bairro Jardim Cibele, Centro (avenida 15 de Novembro e Avenida Getúlio Vargas), MatoAlto, Polícia Rodoviária e no Lo- teamento Moradas do Sol. Conforme o secretário Albino Rezende de Souza a limpeza dos valões está sendo intensificada porque o verão de 2015 tem carac- terizado-sepelasconstantes chuvas. Outra ação da secreta- ria foi realizada na sexta- -feira, quando uma equipe de 11 integrantes do Pro- grama de Ressocialização, que é fruto do convênio entre prefeitura, Presídio deAraranguáeGovernodo Estado, realizou corte de grama e recolhimento de entulhosnamargemdireita Valões e Beira Rio recebem limpeza do rio Araranguá - rua Rui Barbosa, a Beira Rio. O trabalho foi simples, porém eficaz para garantir a limpeza, preservar a beleza e segurança pública num dos locais mais conhecidos de Araranguá, que é a margem do rio que corta o território municipal. “Além de podar a grama eprovidenciarorecolhimento, muito lixo como latinhas de alumínio, garrafas, sacolas plásticas e embalagens de pa- pelforamretiradasemmeioa vegetação.Infelizmente,ainda falta maior conscientização para muitas pessoas. Cada vez que chove ou venta com mais intensidade, este ma- terial acaba parando no rio. Isso prejudica a preservação ambientalecausatranstornos, especialmente em períodos de cheias do efluente”, disse secretário executivo da Secre- tariadeObras,AlfredoAfrânio Ronconi. “Trabalhamos em média 8horaspordia,entresegunda e sexta-feira, mas não rara- mente aproveitamos a redu- çãodemovimentodeveículos nos sábados e feriados para a pintura dos meio-fios das ruasecanteirospúblicos”.A revelaçãoédeAirtondeOli- veira, proprietário de uma empresa terceirizada que desde março de 2014 tem a tarefa de cuidar da pintura dos cordões nos passeios públicos, ruas, avenidas e praças. Oliveira afirma que por mês são pintados 35 quilômetros destes espaços públicos: “Dois servidores trabalhamtodososdiasnes- sa atividade. Além de usar o branco como cor padrão, a cor amarela é utilizada nos acessos para residência e também para sinalizar locais onde é proibido esta- cionar veículos ou existem vagasespecíficasreservadas para idosos ou portadores de necessidades especiais”, explica. A ação é permanente e rotineira, pois conforme Airton cada vez que é en- cerrado um ciclo de pintura imediatamente começa ou- tro percorrendo diferentes bairros. “Este trabalho é desgastante, mas por outro lado contribui para que nosso município fique mais limpo e bonito”, revelou. A pintura é supervisionada pela Secretaria de Obras e Serviços Urbanos. Na lei Pintura nas ruas poisapresentarumaposiçãoa comunidade”, justificou. O vereador Ozair da Sil- va,oBanha,tambémpresente noencontrocomosmoradores do Caverazinho, afirmou que situação semelhante ocorre em vários municípios do país, mesmo assim, exige solução. Na tarde de sexta, os moradores fizeram uma ma- nifestação pacífica em que bloquearam a estrada en- quanto pediam que quebra molas voltassem a ser feitos na rodovia. As lombadas já existiam, mas depois foram retiradas.
  12. 12. 12 CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 Publicidade
  13. 13. perícias e realiza o cumpri- mento de medidas judiciais, requeridas pelos delegados, tais como de quebras de sigi- los telefônico e bancário e de buscas e apreensões. Para os delitos de menor gravida- de, foram elaborados 1.411 termos circunstanciados. Por fim, foram mais de 500 procedimentos instaurados em casos envolvendo adoles- centes infratores. Dentre as 18 delegacias da região, Riva destacou a especializada em crianças e mulheres como a exemplar e elogiou o delegado titular Jair Pereira Duarte. “Dos últimostrêsanosparacá,ela conseguiu centralizar bem as ocorrências. A população viu o bom atendimento e, por isso, passou a procurar mais”, justificou o delegado regional. Por outro lado, ele re- afirma a necessidade de mais efetivo em toda região. Atualmente, são 86 policiais civis nos 15 municípios. A Circunscrição de Regional de Trânsito (Ciretran) é ou- tro “abacaxi”, nos termos do próprio Riva. A falta de efetivo fará com que sejam solicitados mais estagiários e policiais civis para atuar na Ciretran. A boa notícia é que mais policiais e delega- dos devem vir para a região ainda em 2015. Formados neste primeiro semestre já devem fazer parte da equipe a partir da metade do ano. “Esperamosquevenhamdois delegados e, sendo otimista, mais dez policiais civis, em- bora nossa deficiência seja de 50”, adianta Riva. Ele acrescenta que, apesar do Polícia 13CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 Djonatha Geremias Briga por mais efetivo Presídio problema Delegado regional Ari José Soto Riva (na mesa) recebeu imprensa com colegas Giraldi, Pohlmann e Jair Polícia Civil anuncia projetosDelegado regional apresentou balanço das ações de 2014, considerado positivo, e elencou prioridades deste ano Segurança Renovada > REGIÃO APolícia Civil anun- ciou na sexta-feira o resultado do trabalho rea- lizado nas 18 delegacias da região em 2014 e também anunciouasprioridadespara 2015, destacando temas já trazidos pelo Correio do Sul aos seus leitores. Em uma entrevista coletiva, o novo delegado regional Ari José Soto Riva, que substituiu Vanderlei Sala, reforçou a importância dos diferentes papeis da Polícia Civil e a parceria com a imprensa. Em 2014, a Central de Polícia de Araranguá, onde funcionaasededaDivisãode Inteligência Criminal (DIC), coordenada pelo delegado Jorge Giraldi, foi a quem mais produziu procedimen- tos, seguida pelas delegacias de Sombrio, 1ª Delegacia de Polícia de Araranguá, a delegacia de Arroio do Silva e a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mu- lher e Idoso de Araranguá. Aotodo,foram4.819procedi- mentos (inquéritos policiais, autosdeprisãoemflagrante, termos circunstanciados e outros ligados a menores de idade). Segundo Riva, foram 654 autos de prisão em fla- grante produzidos em 2014. “Além do cumprimento de mandados de prisão, que culminaram com a prisão de aproximadamentemilpesso- as”, acrescentou. Os inquéri- tos policiais somaram exa- tos 2.222, desde as simples discussões entre vizinhos, até os casos de homicídios, roubos, tráfico de drogas e outros em que a Polícia Civil colhedepoimentos,demanda escasso efetivo, a produção foi satisfatória. “Graças ao esforçoincondicionaldosnos- sos valorosos policiais que, embora acionados nos horá- rios de folga, prontamente se dispõem em atender a população”, reconhece. Também é justamente da população que a polícia precisa. “A polícia só é efi- ciente quando a comunidade se envolve”, ressalta Riva. No entanto, tem sido muito difícil estimular a popula- ção para criar e manter os Conselhos Comunitários de Segurança (Conseg) nos mu- nicípios. Em 2015, a Polícia Civil quer reforçar o diálogo com a comunidade para que ela dê mais atenção ao Con- seg e a prevenção. Outra prioridade em 2015 será a fiscalização em todos os estabelecimentos dejogosediversãodaregião. “Não se trata apenas de recolhimento de taxas, mas sim de segurança”, avalia Riva. O novo delegado re- gional assumiu o compro- misso de fiscalizar o setor de entretenimento, mas tam- bém não deixará os demais menos fiscalizados, e quer que as grandes empresas, como supermercados, deem o exemplo nos quesitos de segurança e licenciamento. Os delegados Jorge Gi- raldi, Jair Pereira Duarte, Luís Otávio Pohlmann e Ari José Soto Riva reforçaram a necessidade da Polícia Civil de ter liberdade para trabalhar sem se preocupar comcelassuperlotadas.Ain- terdiçãodoPresídioRegional de Araranguá em julho do ano passado e dos demais presídios da região sul ca- tarinense fizeram com que o Departamento de Estado da Administração Prisional (Deap) demorasse até cinco dias para recolher os presos nas delegacias, comprome- tendo o trabalho da Polícia Civil,queprecisouemvários casos abrir mão de funcioná- rios para que cuidassem e alimentassem os presos – o que seria função do Deap. Quando era delegado em Santa Rosa do Sul, Riva abraçou a causa e não pre- tende abandoná-la agora.
  14. 14. Publicidade14 CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015
  15. 15. Educação 15CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015  AlunosdoensinomédiodoColégioFuturãocomemorambomresultadonovestibular2015daUniversidadeFederal Da redação Resultado > ARARANGUÁ AComissão Per- manente de Ves- tibular da Universidade Federal de Santa Ca- tarina (Coperve/UFSC) divulgou na semana pas- sada, o resultado final do Vestibular 2015. Segundo o boletim de estatística de candidatos inscritos e classificados por escola deensinomédio,oColégio Futurão de Araranguá lidera o índice de apro- vação, com 23,33%. Em segundo lugar ficaram empatadas com 20% uma escola particular, o Ifsc Araranguá e a escola pública de ensino básico Neusa Osteto. O Colégio Futurão comemora sua colocação e parabeniza seus alu- nos e professores pela conquista. Com este ranking, Futurão lidera aprovação na UFSC o Futurão reconquista a liderança na qualidade de ensino. “Desde que haja parceria entre a direção, os professores, as famílias e principalmente os alu- nos, os índices de quali- dade crescem. Nós damos as ferramentas e o aluno dá o espetáculo”, explica a coordenadora pedagógica Amanda Cruz. Para ela, a vantagem em relação a outras esco- las é o empenho de todos e o comprometimento dos adolescentes em alcançar bons resultados. Outros fatores também ajuda- ram, como a estrutura de universidade colocada a disposição do estudan- te. “Temos uma ampla e moderna biblioteca, labo- ratórios de informática e de outras disciplinas, sala de aula com lousa digital, piscina térmica semiolím- pica, quadra poliesportiva e muito mais,” enfatiza Amanda. Alunos tiveram excelente desempenho no vestibular da Federal, conferindo à instituição o primeiro lugar na região
  16. 16. Publicidade16 CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015
  17. 17.  Polícia controlou trânsito que ficou mais movimentado do que já é comum no domingo. na estrada da praia Polícia 17CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 SC 449 Colisão só não foi mais grave porque motorista evitou batida frontal. Nenhum dos 11 envolvidos sofreu ferimentos Rafael Andrade > SOMBRIO Uma colisão envol- vendo três veícu- los e 11 pessoas, no fim da tarde de ontem, no quilô- metro 050 da SC 449, em Sombrio, quase na divisa com Balneário Gaivota, pelos números poderia ter sido uma tragédia. O acidente ficou re- sumido apenas ao susto e prejuízos materiais, mas pegou muita gente de sur- presa, pois a rodovia ficou em meia pista por quase duas horas. Durante a re- tirada dos veículos envolvi- dos pelo guincho, o trânsito chegou a ser interrompido totalmente, aumentando a confusão e a impaciência dos motoristas. A Polícia Militar Ro- doviária (PMRv) de Içara precisou se deslocar até o ponto da batida, já que aquele trecho da rodovia é de competência estadual.A PM de Balneário Gaivota deu apoio para controlar o tráfego, muito intenso naquele horário. O acidente foi provo- cado por um Gol vermelho com placas de Gravataí/ RS, onde três jovens e uma moça estavam. Segundo informações de testemu- nhas, este veículo vinha de Gaivota em direção a Sombrio, quando invadiu a pista contrária em uma ultrapassagem proibida. Uma caminhonete D10 com placas de Tubarão - adaptada como motorho- me, conduzida por Ângelo Nunes, de Criciúma, vinha no sentido contrário. “Mi- nha esposa e eu estávamos Acidente envolve três veículos em Passo de Torres pes- cando e decidimos vir até Gaivota para participar de um culto. Quando percebi o Gol vermelho em alta velocidade e na contramão não pensei duas vezes a não ser desviar. Fui para o acostamento e quase ca- potei. Se eu não desviasse a tempo pode ter certeza que todos do outro carro teriam morrido devido à velocidade que vinham, mais de 100 quilômetros por hora”, detalha Ângelo. A sua esposa foi a única a sofrer escoriações no dedo e uma batida na cabeça. O motorista do Gol vermelho e os caroneiros não sofreram nenhum ar- ranhão, mas o carro teve perda total. O terceiro en- volvido foi um Gol branco com placas de PortoAlegre/ RS, conduzido por Jorge Luís Almeida. A família de Cachoeirinha/RS, vinha da Gaivota logo à frente do Gol vermelho, foi atingida na traseira e saiu da pista indo parar em uma ribanceira. O carro passou a poucos centímetros de um mourão de cerca. “Foi o maior susto da minha vida. Ainda bem que os danos foram somen- te materiais”, conforma-se Jorge Luís. Cinco pessoas estavam no carro e todas saíram ilesas. O Corpo de Bombeiros chegou a ir até o local, mas ninguém precisou ser enca- minhado ao hospital. O aci- dente provocou a curiosida- dedemuitosmotoristasque passavam, o que resultou em uma maior demora no fluxo do trânsito. A PMRv não registrou outros aci- dentes de maior gravidade neste fim de semana nas rodovias estaduais.
  18. 18. Publicidade18 CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015
  19. 19. EDITAL DE INTIMAÇÃO ARLINDOEDÍLIODAROSA,TabeliãodoTABELIONATODENOTAS E PROTESTOS DE TÍTULOS desta Comarca de Sombrio, situado naAv. Nereu Ramos, 1300 - Fone (48) 3533-0318 - CEP 88960-000, faz saber na forma da Lei aos que o presente EDITAL virem, que se encontram nesse tabelionato para serem protestados, decorrido o prazo legal, por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, ou por se recusarem a tomar conhecimento, os títulos cujos responsáveis estão abaixo discriminados. PROT. APRESENTANTE / CNPJ DEVEDOR / CNPJ Prot: 131659; Dev: ADALBERTO SARETTO - 506.302.379-72; Ced: CENTAURO COMERCIO DE MOVEIS LTDAME; Sac: CENTAURO COMERCIO DE MOVEIS LTDA ME; Tit: 20151120 ; Apr: CAIXA ECONÔMICAFEDERAL;VEN:30/12/2014;Esp:DuplicatadeVenda Mercantil por Indicação; Val: 1.920,00+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 131658; Dev: ANTONIO PORTO FERREIRA - 288.814.609- 63; Ced: RELOJOARIA E OTICA TRESPACH LTDA EPP; Sac: RELOJOARIA E OTICA TRESPACH LTDA EPP; Tit: 0001/016726 ; Apr: FCDL; VEN: 10/09/2012; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 416,00+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot:131619;Dev:CSTTRANSPORTESDEPASSAGEIROSLTDA- 19.324.945/0001-97;Ced:POADISTROBUIDORADEPEÇASLTDA.; Sac: POADISTROBUIDORADE PEÇAS LTDA.; Tit: 26622/01 ;Apr: BANCO DO BRASILSA; VEN: 12/01/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 110,00+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 131656; Dev: JERRI ADRIANI POSSAMAI - 613.600.589-15; Ced: MARTSA COMÉRCIO DE PNEUS LTDA EPP; Sac: MARTSA COMÉRCIO DE PNEUS LTDA EPP; Tit: 5464002 ; Apr: CAIXA ECONÔMICAFEDERAL;VEN:03/01/2015;Esp:DuplicatadeVenda Mercantil por Indicação; Val: 150,00+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 131671; Dev: JOÃO BATISTA SILVANO DA CUNHA - 767.173.309-10; Ced: J.M. PNEUS E RECAPAGENS LTDA; Sac: J.M. PNEUS E RECAPAGENS LTDA; Tit: 25006/01 ; Apr: BANCO DOBRASILSA;VEN:10/01/2015;Esp:DuplicatadeVendaMercantil por Indicação; Val: 413,00+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 131641; Dev: SOARES E SOUZA CONFECCOES LTDA - 11.261.342/0001-81;Ced:INDUSTRIAECOMDEMALHASACRILA LTDA; Sac: INDUSTRIA E COM DE MALHAS ACRILA LTDA; Tit: 803-002 ;Apr: BANCO BRADESCO SA ; VEN: 05/01/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 647,70+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 131680; Dev: ZENAILDO FRANCISCO DA SILVA - 08.351.333/0001-77;Ced:CLAUDIAFERLA; Sac:CLAUDIAFERLA; Tit: 02005/01 ; Apr: BANCO DO BRASIL SA; VEN: 10/01/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 1.385,83+Juros Legais; Emol.: 46,96. Sombrio - SC, 19/01/2015 ARLINDO EDÍLIO DA ROSA ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE PRAIA GRANDE EXTRATO DE TERMO DE DISPENSA Contrato Nº.: 32/2015 Contratante.: PREFEITURA MUNICIPAL DE PRAIA GRANDE. Contratado: Empresa de PesquisaAgropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina - Epagri Objeto.........:ACONTRATAÇÃO DE EMPRESAESPECIALIZADA EM ASSISTENCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL PARA ORIENTAÇÃO AOS AGRICULTORES DO MUNICIPIO. Licitação....: Valor..........: DISPENSA DE LICITAÇÃO P/ COMPRAS E SERVIÇOS N° 04/2015 R$ 21.621,00 (vinte e um mil, seiscentos e vinte e um reais). Vigência.....: Recursos.....: Início : 02/01/2015 Término : 31/12/2015 DOTAÇÃO :2.030/3.3.90/DR 01.00 PRAIA GRANDE, 02 de Janeiro de 2015. ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE PRAIA GRANDE Extrato de Termo Aditivo PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 35/2014, assinado em 03/03/2014 entre a Prefeitura Municipal de Praia Grande e a Empresa LUAN INFORMÁTICALTDAME, cujo objeto é o aditamento de mais R$ 10.781,00 (dez mil e setecentos e oitenta e um reais), correspondente a 25% (vinte e cinco por cento) dos produtos licitados e homologados, totalizando o valor de R$ 53.906,90 (cinqüenta e três mil e novecentos e seis reais e noventa centavos). Publicações Legais 19CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ AVISO DE CANCELAMENTO DE EDITAL DE LICITAÇÃO N° 01/2015 O Município deAraranguá, por intermédio da sua Pregoeira, torna público para o conhecimento dos interessados que CANCELA o seguinte edital de licitação: Edital de Licitação nº 01/2015 – Pregão Presencial Objeto: Contratação de empresa do ramo pertinente objetivando a prestação de serviços especializados em assessoria técnica na área de captação e gestão de recursos junto ao Governo Federal, tudo em conformidade com Termo de Referência, anexo ao Edital. O referido cancelamento se dá decorrência de adequações necessárias ao objeto, quantitativos e modalidade licitatória, tendo em vista as necessidades futuras da Administração Municipal. Araranguá, SC, 16 de janeiro de 2015. Sandro Roberto Maciel Prefeito Municipal Liliane S. de Souza Pregoeira LEI COMPLEMENTAR Nº 162/2014. INSTITUI O TRATAMENTO DIFERENCIADO E FAVORECIDO A SER DISPENSADO ÀS MICROEMPRESAS, ÀS EMPRESAS DE PEQUENO PORTE EAOS MICROEMPRESÁRIOS INDIVIDUAIS NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO, DE QUE TRATA A O ARTIGO 18, INCISO XIV, § 22-A DA LEI COMPLEMENTAR FEDERAL Nº. 123, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2006 E ALTERAÇÕES POSTERIORES. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no uso das suas atribuições legais faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º - Os escritórios de contabilidade optantes pelo Simples Nacional recolherão o Imposto Sobre Serviços de Qualquer ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE BALNEARIO GAIVOTA PORTARIA N. 009 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. PRORROGA LICENÇA MATERNIDADE O PREFEITO MUNICIPAL DE BALNEÁRIO GAIVOTA, usando da competência privativa que lhe confere o inciso V do Artigo 58 da Lei Orgânica Municipal, Lei n° 831/2014, RESOLVE: Art. 1º Conceder a prorrogação de licença maternidade às servidoras abaixo descritas, sem prejuízo das suas remunerações: Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. Balneário Gaivota, 05 de Janeiro de 2015. RONALDO PEREIRA DA SILVA PREFEITO MUNICIPAL Publicada e registrada na Secretaria deAdministração e Finanças na data supracitada. JEFERSON RAUPP SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE BALNEARIO GAIVOTA INEXIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 14/2015 Credor: Mauricio Martins 05957558958 CNPJ: 21.447.092/0001-22 Objeto: Contratação de um show com o grupo Estância Divina, que se realizará no dia 17/01/2015 às 21 horas com duração de uma hora e trinta minutos para atender a programação “Viva Verão”. Base legal: Inciso III do artigo 25 da Lei 8.666/93 e alterada pela Lei 8.883/94. Valor: R$ 4.150,00 (quatro mil, cento e cinquenta reais) Balneário Gaivota, 16 de janeiro de 2015. RONALDO PEREIRA DA SILVA PREFEITO MUNICIPAL PORTARIA N. 009 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. PRORROGA LICENÇA MATERNIDADE O PREFEITO MUNICIPAL DE BALNEÁRIO GAIVOTA, usando da competência privativa que lhe confere o inciso V do Artigo 58 da Lei Orgânica Municipal, Lei n° 831/2014, RESOLVE: Art. 1º Conceder a prorrogação de licença maternidade às servidoras abaixo descritas, sem prejuízo das suas remunerações: Matrícula Nome Período da Licença Maternidade Período de Prorrogação da Licença Maternidade 1806 Márcia Pereira de Souza 11/11/2014 a 10/03/2015 11/03/2015 a 08/06/2015 1918 Daniela Panato 01/12/2014 a 30/03/2015 31/03/2015 a 28/06/2015 Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. Balneário Gaivota, 05 de Janeiro de 2015. RONALDO PEREIRA DA SILVA PREFEITO MUNICIPAL Publicada e registrada na Secretaria de Administração e Finanças na data supracitada. JEFERSON RAUPP SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS Natureza - ISSQN devido ao município em valor fixo, de acordo com o nº de sócios profissionais habilitados e responsáveis ao exercício do objeto da sociedade e/ou responsável técnico conforme ato constitutivo, na forma prevista no artigo 18, § 22- A, da Lei Complementar nº 123/2006 e alterações posteriores. § 1º - os sócios profissionais habilitados e responsáveis ao exercício do objeto da sociedade e/ou responsável técnico conforme atos constitutivos deverão: I – recolher o ISS em valor fixo mensal calculado na conformidade das seguintes faixas demonstradas na tabela: II - O valor estimado mensal, nos termos do caput, será aplicado a partir do exercício seguinte ao da publicação desta lei. III -As microempresas que possuam mais de um estabelecimento no município ficam impedidas de utilizar o disposto neste artigo. IV - O valor estimado apurado na forma deste artigo será devido ainda que tenha ocorrido retenção ou substituição tributária. V - O valor estimado apurado na forma deste artigo deverá ser recolhido pela microempresa, por meio de Documento de Arrecadação Municipal – DAM. § 2º. Na hipótese de descumprimento das obrigações de que trata o parágrafo anterior, a empresa passará a ser tributada e recolherá o ISS de acordo com a tabela prevista na Lei Complementar nº 123/06 e suas alterações posteriores, a partir do mês subsequente ao do descumprimento. Art. 2º - O disposto no “caput” não se aplica às sociedades: a) Que tenham sócio pessoa jurídica; b) Que tenham natureza Comercial; c) Que exerçam atividade diversa da habilitação profissional; Art. 3º - Os valores da UFM serão atualizados anualmente com base na variação do IGP-M - Índice geral de Preços no Mercado, com base parágrafo único da Lei Complementar nº 27, de 23 de novembro de 2001; Art. 4º - O ISS devido deve ser pago até o 20º dia útil do mês seguinte ao de referência. Art. 5º - Os escritórios de serviços contábeis, individualmente ou por meio de suas entidades representativas de classe deverão: I – promover atendimento gratuito relativo à inscrição, à opção de que trata o art. 18-A da Lei Complementar nº 123/2006 e à primeira declaração anual simplificada da microempresa individual, podendo, para tanto, por meio de suas entidades representativas de classe, firmar convênios e acordos com a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, por intermédio dos seus órgãos vinculados; II – fornecer, na forma estabelecida pelo Comitê Gestor, resultados de pesquisas quantitativas e qualitativas relativas às microempresas e empresas de pequeno porte optantes pelo Simples Nacional por eles atendidas; IV – promover eventos de orientação fiscal, contábil e tributária para as microempresas e empresas de pequeno porte optantes pelo Simples Nacional por eles atendidas. § 1º - Na hipótese de descumprimento das obrigações que tratam do Caput deste artigo e o previsto no artigo 18, § 22-B, da Lei Complementar nº 123/2006 e alterações posteriores, o escritório será excluído do Simples Nacional, com efeitos a partir do mês subsequente ao do descumprimento, na forma regulamentada pelo Comitê Gestor. Art. 6º - Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos: I – a partir da publicação, os artigos que disciplinarem matérias que não se subordinem aos princípios da anualidade ou anterioridade da lei, e não dependam de suplementação orçamentária; II - a partir de 1º de janeiro de 2015, os demais artigos. Art. 7º - Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 12 de dezembro de 2014. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração em 12 de dezembro de 2014. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net DIFERENCIADO E FAVORECIDO A SER DISPENSADO ÀS MICROEMPRESAS, ÀS EMPRESAS DE PEQUENO PORTE E AOS MICROEMPRESÁRIOS INDIVIDUAIS NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO, DE QUE TRATA A O ARTIGO 18, INCISO XIV, § 22-A DA LEI COMPLEMENTAR FEDERAL Nº. 123, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2006 E ALTERAÇÕES POSTERIORES. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no uso das suas atribuições legais faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º - Os escritórios de contabilidade optantes pelo Simples Nacional recolherão o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISSQN devido ao município em valor fixo, de acordo com o nº de sócios profissionais habilitados e responsáveis ao exercício do objeto da sociedade e/ou responsável técnico conforme ato constitutivo, na forma prevista no artigo 18, § 22-A, da Lei Complementar nº 123/2006 e alterações posteriores. § 1º - os sócios profissionais habilitados e responsáveis ao exercício do objeto da sociedade e/ou responsável técnico conforme atos constitutivos deverão: I – recolher o ISS em valor fixo mensal calculado na conformidade das seguintes faixas demonstradas na tabela: Número de Profissionais Valor pago por Profissional da UFM Total a pagar por Escritório 1 30% 30% 2 30% 60% 3 20% 80% 4 20% 100% 5 20% 120% 6 20% 140% 7 10% 150%
  20. 20. LEI Nº 3.301, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014. CONCEDE AJUDA DE CUSTO A ATLETAS DO MUNICÍPIO QUE SE DESTACAREM EM COMPETIÇÕES ESTADUAL OU NACIONAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, faz saber a todos os habitantes do Município que a Câmara de Vereadores aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º Aos atletas amadores que representam o Município e se destacarem em competições oficiais, Estadual ou Nacional, promovida por Entidade Governamental, serão concedidas ajuda de custo, desde que o beneficiado continue representando o Município em competições oficiais. § 1º Será beneficiado pela referida Lei, atletas que obtiverem resultados em competições nacionais e nas seguintes competições estaduais: JASC (Jogos Abertos de Santa Catarina), Joguinhos Abertos de Santa Catarina, OLESC (olimpíadas escolares de Santa Catarina), JESC (jogos escolares de Santa Catarina). § 2º Os atletas terão direito ao benefício desta Lei pelo período de 02 (dois) anos consecutivos, a contar do ano subseqüente ao que competiu. § 3º Os atletas cuja renda familiar exceder a 15 salários mínimos, não terão direito a usufruir desta Lei. Art. 2º O benefício de que trata a referida lei, só beneficiará atletas estudantes que estiverem devidamente matriculados, e apresentarem atestado de frequência. Art. 3º A concessão da referida ajuda, obedecerá a seguinte proporcionalidade: Primeiro lugar - R$ 400,00 (mensal) Segundo lugar - R$ 300,00 (mensal) Terceiro lugar - R$ 200,00 (mensal) Art. 4º Fica estabelecido que o reajuste dos valores mencionados no artigo anterior, será o mesmo concedido aos servidores públicos do Município de Araranguá, em sua revisão geral anual. Art. 5º O benefício proposto nesta Lei só será concedido ao atleta que comprovadamente residir em Araranguá, ou que já esteja competindo pelo Município a 02 (dois) anos ou mais. Art. 6º A premiação não permitirá acúmulo de benefício, o atleta que tiver mais que uma conquista no ano, terá que optar por uma delas. Art. 7º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 8º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 12 de dezembro de 2014. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração em 12 de dezembro de 2014. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração LEI Nº 3.303, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014. DENOMINA RUA “ANTONIO TAVARES”, A ATUAL RUA PROJETADA QUE INICIA NA RUA MANOEL TAVARES DA ROSA, NO SENTIDO LESTE/OESTE EM DIREÇÃO À BR-101, NO BAIRRO JARDIM CIBELI, NESTE MUNICÍPIO.................... O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no uso das suas atribuições legais faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º - Fica denominada “ANTONIO TAVARES”, a atual Rua Projetada, com início na Rua Manoel Tavares da Rosa, sentido Leste/Oeste, em direção à BR-101, no bairro Jardim Cibeli, neste Município. Art 2º - Esta lei entra em vigor na data da sua publicação. Art 3º - Revogam-se as disposições em contrario. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 15de dezembro de 2014. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração em 15 de dezembro de 2014. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração LEI Nº 3.305, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014. DENOMINA RUA “EMILIA MARIA COSTA DA LUZ”, A ATUAL RUA PROJETADA QUE INICIA NA RUA IDA CORREA SABINO, NO SENTIDO OESTE/LESTE, PARALELA À RUA AROLDO JANUÁRIO SABINO, NO BAIRRO OPERÁRIA, NESTE MUNICÍPIO. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no uso das suas atribuições legais faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º - Fica denominada Rua “EMILIA MARIA COSTA DA LUZ”, a atual Rua Projetada que inicia na Rua Ida Corrêa Sabino, no sentido Oeste/Leste, paralela à Rua Aroldo Januário Sabino, no Bairro Operária, neste município. Art 2º - Esta lei entra em vigor na data da sua publicação. Art 3º - Revogam-se as disposições em contrario. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 15 de dezembro de 2014. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração em 15 de dezembro de 2014. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração LEI Nº 3.306, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014. AUTORIZA O PODER EXECUTIVO MUNICIPAL A EFETUAR DEVOLUÇÃO DE RECURSOS DE CONVÊNIO FEDERAL. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no uso das suas atribuições legais faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º - Autoriza à devolução de saldo residual do Convênio nº 830088/2007 – Creche Pró-infância, no valor de R$ 72.402,15 (setenta e dois mil e quatrocentos e dois reais e quinze centavos), em virtude da aprovação parcial de prestação de contas por divergências técnicas apontadas na utilização e ocupação da área inicialmente prevista no referido Termo de Convênio. Art. 2º - Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a suplementar dotação no orçamento vigente no valor de até R$ 30.000,00 (trinta mil reais), para cobrir a devolução decorrente desta Lei, no seguinte órgão: Art. 3º - Para atender à suplementação que trata o artigo 2º desta Lei, ficarão reduzidos saldo de dotação orçamentária, em conformidade com o disposto no artigo 43, § 1º inciso III da Lei Federal nº 4.320/64, a saber: Art. 4º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 5º - Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 12 de dezembro de 2014. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração em 12 de dezembro de 2014. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração LEI Nº 3.304, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014. INSTITUI O PROGRAMA DE APOIO ÀS MULHERES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no uso das suas atribuições legais faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º - Fica instituído o Programa de Apoio às Mulheres Vítimas de Violência. Art. 2° - O Programa de apoio às mulheres vitimas de violência, destina-se a oferecer condições de proteção à integridade física e apoio psicológico às mulheres submetidas à violência. Art. 3° - O programa de Apoio às Mulheres Vitimas de Violência consistirá em: I - identificar nos postos médicos, pelos agentes do Programa Saúde da Família as mulheres submetidas à violência e indicar para os equipamentos de proteção existentes no município de Araranguá. II - orientar, acolher e fazer o acompanhamento médico e psicológico; III - prestar assistência psicológica e social; IV - prestar orientação jurídica; Parágrafo único: Para realização das atividades previstas o Poder Executivo poderá estabelecer convênios e parceria com entidades publica e privadas, pessoas físicas e jurídicas que atuem ou tenham comprometimento com a questão da proteção e apoio à Publicações Legais20 CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ LEI Nº 3.299, DE 02 DE DEZEMBRO DE 2014. DENOMINA RUA “MANOEL FRANCISCO DE OLIVEIRA”, A ATUAL RUA “01”, PARALELA COM A RUA PAULINO ANTONIO MACIEL, NO BAIRRO POLICIA RODOVIÁRIA, NESTE MUNICÍPIO. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, faz saber a todos os habitantes do Município que a Câmara de Vereadores aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º Fica denominada “MANOEL FRANCISCO DE OLIVEIRA”, a atual Rua “01”, paralela à Rua PaulinoAntonio Maciel, no bairro Policia Rodoviária, neste Município. Art. 2º Esta lei entra em vigor na data da sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrario. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 02 de dezembro de 2014. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração em 02 de dezembro de 2014. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração LEI Nº 3.302, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014. AUTORIZA O CHEFE DO PODER EXECUTIVO A FIRMAR CONVÊNIO COM O ESTADO DE SANTA CATARINA, ATRAVÉS DA POLÍCIA MILITAR DE SANTA CATARINA, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no uso das suas atribuições legais faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º - Fica o Prefeito Municipal autorizado a celebrar convênio com o Estado de Santa Catarina, através da Polícia Militar de Santa Catarina. Art. 2º - O convênio terá por objeto a delegação de competência do Estado de Santa Catarina ao Município de Araranguá, para o lançamento e arrecadação das Taxas de Segurança Preventiva, previstas na Lei Estadual n. 7.541, de 30 de dezembro de 1988, oriundas dos atos de Polícia Militar, desde que realizados no Município de Araranguá/SC, descritos na citada lei, atualizada pela Lei nº 15.711, de 21 de dezembro de 2011, para execução das atividades de preservação de ordem pública, através das Ações de Polícia Ostensiva, desenvolvidas pela Polícia Militar do Município de Araranguá-SC, em consonância com o artigo 144, § 5º da Constituição Federal/88, artigo 107, incisos I e II, da Constituição do Estado de Santa Catarina, e disciplinar as relações entre os convenentes quanto ao numerário arrecadado e sua aplicação, nos termos da lei.. Art. 3º - O convênio preverá obrigações recíprocas entre os convenentes para a realização dos serviços previstos no artigo 2º desta lei. Art. 4º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 5º - Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 12 de dezembro de 2014. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração em 12 de dezembro de 2014. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração mulheres vitima de violência. Art. 4º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 5° - Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 15 de dezembro de 2014. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração em 15 de dezembro de 2014. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net LEI Nº 3.306, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014. AUTORIZA O PODER EXECUTIVO MUNICIPAL A EFETUAR DEVOLUÇÃO DE RECURSOS DE CONVÊNIO FEDERAL. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no uso das suas atribuições legais faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º - Autoriza à devolução de saldo residual do Convênio nº 830088/2007 – Creche Pró- infância, no valor de R$ 72.402,15 (setenta e dois mil e quatrocentos e dois reais e quinze centavos), em virtude da aprovação parcial de prestação de contas por divergências técnicas apontadas na utilização e ocupação da área inicialmente prevista no referido Termo de Convênio. Art. 2º - Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a suplementar dotação no orçamento vigente no valor de até R$ 30.000,00 (trinta mil reais), para cobrir a devolução decorrente desta Lei, no seguinte órgão: Órgão 11 SECRETARIA DE EDUCAÇÃO U. Orçam. 04 Departamento de Educação Infantil Proj/Ativ. 2.037 Manutenção do Ensino Infantil Elemento 146/33.90.00.00.114 Aplicações Diretas R$ 30.000,00 Art. 3º - Para atender à suplementação que trata o artigo 2º desta Lei, ficarão reduzidos saldo de dotação orçamentária, em conformidade com o disposto no artigo 43, § 1º inciso III da Lei Federal nº 4.320/64, a saber: Órgão 11 SECRETARIA DE EDUCAÇÃO U. Orçam. 03 Departamento de Ensino Fundamental Proj/Ativ. 2.033 Manutenção do Ensino Fundamental Elemento 134/44.90.00.00.114 Aplicações Diretas R$ 30.000,00 ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net LEI Nº 3.306, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014. AUTORIZA O PODER EXECUTIVO MUNICIPAL A EFETUAR DEVOLUÇÃO DE RECURSOS DE CONVÊNIO FEDERAL. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no uso das suas atribuições legais faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º - Autoriza à devolução de saldo residual do Convênio nº 830088/2007 – Creche Pró- infância, no valor de R$ 72.402,15 (setenta e dois mil e quatrocentos e dois reais e quinze centavos), em virtude da aprovação parcial de prestação de contas por divergências técnicas apontadas na utilização e ocupação da área inicialmente prevista no referido Termo de Convênio. Art. 2º - Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a suplementar dotação no orçamento vigente no valor de até R$ 30.000,00 (trinta mil reais), para cobrir a devolução decorrente desta Lei, no seguinte órgão: Órgão 11 SECRETARIA DE EDUCAÇÃO U. Orçam. 04 Departamento de Educação Infantil Proj/Ativ. 2.037 Manutenção do Ensino Infantil Elemento 146/33.90.00.00.114 Aplicações Diretas R$ 30.000,00 Art. 3º - Para atender à suplementação que trata o artigo 2º desta Lei, ficarão reduzidos saldo de dotação orçamentária, em conformidade com o disposto no artigo 43, § 1º inciso III da Lei Federal nº 4.320/64, a saber: Órgão 11 SECRETARIA DE EDUCAÇÃO U. Orçam. 03 Departamento de Ensino Fundamental Proj/Ativ. 2.033 Manutenção do Ensino Fundamental Elemento 134/44.90.00.00.114 Aplicações Diretas R$ 30.000,00
  21. 21. Publicações Legais 21CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 FUNDAMENTADO NOS TERMOS DO ART. 281 PARÁGRAFO ÚNICO, INCISO II, DA LEI N. 9.503, DE 23/09/1997, A AUTORIDADE DE TRÂNSITO, AO FINAL IDENTIFICADA, NOTIFICA O(S) PROPRIETÁRIO(S) DO(S) VEÍCULO(S) ABAIXO ESPECIFICADO(S), DA AUTUAÇÃO PELO COMETIMENTO DA(S) INFRAÇÃO(ÕES) RESPECTIVA(S), PODENDO, CASO QUEIRA , NO PRAZO DE 60 (SESSENTA) DIAS, APRESENTAR RECURSO EM 1a E 2a INSTÂNCIAS NA FORMA DOS ART. 285 E SEGUINTES DO CTB. ESTADO DE SANTA CATARINA SISTEMA DE INFRAÇÕES / SC - DETRAN.NET DETRAN - DEINFRA EDITAL DE NOTIFICAÇÃO DE IMPOSIÇÃO DE PENALIDADE PELO COMETIMENTO DE INFRAÇÃO DE TRÂNSITO Nº 057 983/2014 Página : 1 / 5 EnquadramentoAuto de InfraçãoPlaca Data da Infração Valor da Infração Código da Infração / Desdobramento AGJ1287 54559353E 2336920/0 18/06/2013 R$ 127,69 AQF0010 54561110E 2336920/0 13/02/2014 R$ 127,69 BAM2293 54559674E 2336920/0 26/07/2013 R$ 127,69 BFH0231 55641713D 230 * V6599/2 17/07/2013 R$ 191,53 BYD6188 54559063E 230 * V6599/2 14/06/2013 R$ 191,53 BYD6188 54559064E 181 * IX5460/0 14/06/2013 R$ 85,12 CAJ3956 54559167E 2336920/0 10/06/2013 R$ 127,69 CGS7050 54559336E 181 * I5380/0 26/08/2013 R$ 85,12 CSA2109 54558772E 162 * I5010/0 12/05/2013 R$ 574,61 CSA2109 54558773E 164 c/c 162 * I5118/0 12/05/2013 R$ 574,61 CSA2109 54558774E 230 * V6599/2 12/05/2013 R$ 191,53 CSP8876 54559392E 2336920/0 24/06/2013 R$ 127,69 CXD3404 54559474E 1675185/1 03/07/2013 R$ 127,69 CZQ8553 55639204D 181 * VIII5452/2 07/06/2013 R$ 127,69 DFM4875 54559160E 2336920/0 07/06/2013 R$ 127,69 DHQ8383 54559572E 181 * VIII5452/2 21/07/2013 R$ 127,69 DPF2481 55642328D 252 * VI7366/2 24/05/2013 R$ 85,12 DQE1249 55065223D 181 * XVII5541/1 15/06/2013 R$ 53,20 DWL3318 54559493E 1675185/1 05/07/2013 R$ 127,69 DWL3318 54559494E 252 * VI7366/2 05/07/2013 R$ 85,12 GPP2773 54559172E 230 * V6599/2 19/06/2013 R$ 191,53 GUN9922 54559375E 2336920/0 21/06/2013 R$ 127,69 IAV4066 55642375D 230 * V6599/2 29/05/2013 R$ 191,53 IBZ0695 54559310E 181 * VIII5452/1 30/06/2013 R$ 127,69 ICD2326 54559550E 2336920/0 11/07/2013 R$ 127,69 IDP0194 54559376E 2336920/0 21/06/2013 R$ 127,69 1 / 5 EnquadramentoAuto de InfraçãoPlaca Data da Infração Valor da Infração Código da Infração / Desdobramento IGL6070 54559492E 1675185/1 05/07/2013 R$ 127,69 IGP9191 55641891D 230 * V6599/2 23/05/2013 R$ 191,53 IGS0115 54559518E 2336920/0 09/07/2013 R$ 127,69 IHD5428 54559153E 2336920/0 04/06/2013 R$ 127,69 IJI8440 54559599E 1675185/1 24/07/2013 R$ 127,69 IJO0830 54559677E 2336920/0 26/07/2013 R$ 127,69 IKC0929 55640848D 181 * VIII5452/2 20/07/2013 R$ 127,69 ILE9871 54560424E 181 * XVII5541/5 23/12/2013 R$ 53,20 ILG1596 54559382E 2336920/0 21/06/2013 R$ 127,69 INR2501 55642123D 162 * I5010/0 30/04/2013 R$ 574,61 INR2501 55642124D 164 c/c 162 * I5118/0 30/04/2013 R$ 574,61 INR2501 55642125D 230 * V6599/2 30/04/2013 R$ 191,53 IOD0278 54559255E 162 * V5045/0 04/07/2013 R$ 191,53 IOD8272 54559457E 2336920/0 01/07/2013 R$ 127,69 IOL8339 54559672E 2336920/0 26/07/2013 R$ 127,69 IQV0745 54559657E 2336920/0 24/07/2013 R$ 127,69 IRZ1987 54559509E 2336920/0 09/07/2013 R$ 127,69 JVT6980 55640011D 181 * IV5410/0 24/06/2013 R$ 85,12 KMZ6076 54558985E 2336920/0 29/05/2013 R$ 127,69 LBT5225 54559326E 181 * VIII5452/2 06/07/2013 R$ 127,69 LWV2815 54559873E 2336920/0 20/08/2013 R$ 127,69 LWW8976 54559328E 181 * I5380/0 06/07/2013 R$ 85,12 LXB7145 54559307E 181 * I5380/0 15/06/2013 R$ 85,12 LXC3337 54558909E 163 c/c 162 * V5096/0 24/05/2013 R$ 191,53 LXC4235 54559542E 2336920/0 11/07/2013 R$ 127,69 LXD5444 55642426D 162 * I5010/0 10/05/2013 R$ 574,61 LXD5444 55642430D 230 * V6599/2 10/05/2013 R$ 191,53 LXD5444 55642431D 164 c/c 162 * I5118/0 10/05/2013 R$ 574,61 LXH6021 55642434D 230 * V6599/2 11/05/2013 R$ 191,53 LXH6021 55642435D 162 * I5010/0 11/05/2013 R$ 574,61 LXH6021 55642436D 164 c/c 162 * I5118/0 11/05/2013 R$ 574,61 LXH6821 55642237D 230 * V6599/2 14/05/2013 R$ 191,53 LXH6821 55642238D 162 * I5010/0 14/05/2013 R$ 574,61 LXH6821 55642239D 164 c/c 162 * I5118/0 14/05/2013 R$ 574,61 LXH6821 55642240D 230 * IX6637/1 14/05/2013 R$ 127,69 LXZ0727 54559665E 1675185/1 26/07/2013 R$ 127,69 LYA4515 54559464E 252 * VI7366/2 01/07/2013 R$ 85,12 2 / 5 EnquadramentoAuto de InfraçãoPlaca Data da Infração Valor da Infração Código da Infração / Desdobramento LYD5414 54559510E 2336920/0 09/07/2013 R$ 127,69 LYM0087 54559804E 162 * I5010/0 31/08/2013 R$ 574,61 LYM0087 54559805E 164 c/c 162 * I5118/0 31/08/2013 R$ 574,61 LYM1082 54559377E 2336920/0 21/06/2013 R$ 127,69 LYP2656 55641714D 1675185/1 17/07/2013 R$ 127,69 LYW2219 54559379E 2336920/0 21/06/2013 R$ 127,69 LZS0066 55642487D 230 * V6599/2 06/05/2013 R$ 191,53 LZS0066 55642488D 230 * I6556/1 06/05/2013 R$ 191,53 MAP9209 54559394E 252 * VI7366/2 25/06/2013 R$ 85,12 MAT3249 54558881E 252 * VI7366/2 06/08/2013 R$ 85,12 MAU8273 54559500E 2336920/0 05/07/2013 R$ 127,69 MBE2202 55642342D 162 * I5010/0 02/06/2013 R$ 574,61 MBE2202 55642343D 230 * V6599/2 02/06/2013 R$ 191,53 MBE2202 55642344D 164 c/c 162 * I5118/0 02/06/2013 R$ 574,61 MBM0255 54559633E 230 * V6599/2 01/09/2013 R$ 191,53 MBM1095 55066632D 162 * I5010/0 08/06/2013 R$ 574,61 MBM1095 55642388D 162 * I5010/0 20/07/2013 R$ 574,61 MBN2896 54559062E 181 * IX5460/0 14/06/2013 R$ 85,12 MCD6973 54559173E 230 * I6556/1 19/06/2013 R$ 191,53 MCJ0423 55641896D 162 * I5010/0 07/06/2013 R$ 574,61 MCL8043 54559495E 2336920/0 05/07/2013 R$ 127,69 MCM7583 54559170E 2336920/0 10/06/2013 R$ 127,69 MCO3938 54558869E 230 * XIII6670/0 07/06/2013 R$ 127,69 MCP9701 54559413E 1655169/1 21/07/2013 R$ 1.915,38 MCQ5534 55640839D 230 * V6599/2 04/07/2013 R$ 191,53 MDK1404 54558971E 2336920/0 23/05/2013 R$ 127,69 MDL4326 54559806E 186 * I5720/0 31/08/2013 R$ 127,69 MDR0179 55642376D 230 * V6599/2 09/06/2013 R$ 191,53 MDR0179 55642377D 162 * I5010/0 09/06/2013 R$ 574,61 MDR0179 55642378D 164 c/c 162 * I5118/0 09/06/2013 R$ 574,61 MDR0179 55642379D 244 * I7030/1 09/06/2013 R$ 191,53 MDU5251 54559406E 2356947/1 14/07/2013 R$ 127,69 MDU6901 54559122E 164 c/c 162 * I5118/0 15/07/2013 R$ 574,61 MDU6901 54559124E 162 * I5010/0 15/07/2013 R$ 574,61 MDU7933 54559374E 2336920/0 18/06/2013 R$ 127,69 MDX7596 55642479D 2336920/0 02/05/2013 R$ 127,69 MED5163 54559186E 230 * V6599/2 15/07/2013 R$ 191,53 3 / 5 EnquadramentoAuto de InfraçãoPlaca Data da Infração Valor da Infração Código da Infração / Desdobramento MED5163 54559187E 162 * I5010/0 15/07/2013 R$ 574,61 MEJ7280 55640829D 162 * I5010/0 26/05/2013 R$ 574,61 MEJ7280 55640830D 164 c/c 162 * I5118/0 26/05/2013 R$ 574,61 MEK8663 54558989E 2336920/0 29/05/2013 R$ 127,69 MEP8088 55065350D 230 * V6599/2 12/05/2013 R$ 191,53 MFE0866 54558770E 162 * I5010/0 12/05/2013 R$ 574,61 MFE0866 54558771E 164 c/c 162 * I5118/0 12/05/2013 R$ 574,61 MFE7734 54558871E 186 * I5720/0 04/07/2013 R$ 127,69 MFN9388 54559565E 1675185/1 18/07/2013 R$ 127,69 MFV1157 54560245E 181 * XVII5541/5 24/12/2013 R$ 53,20 MFX3306 54559887E 181 * XVII5541/4 23/08/2013 R$ 53,20 MGH3726 55640010D 162 * V5045/0 21/06/2013 R$ 191,53 MGK4321 54559030E 230 * V6599/2 02/06/2013 R$ 191,53 MGR8284 55642358D 162 * I5010/0 01/05/2013 R$ 574,61 MGT5438 54559503E 252 * VI7366/2 08/07/2013 R$ 85,12 MGZ5034 54559256E 230 * V6599/2 04/07/2013 R$ 191,53 MHA8853 55642440D 162 * I5010/0 25/05/2013 R$ 574,61 MHC7348 54559386E 252 * VI7366/2 18/06/2013 R$ 85,12 MHD7907 54558815E 1675185/1 09/05/2013 R$ 127,69 MHD7907 54558816E 252 * VI7366/2 09/05/2013 R$ 85,12 MHD8563 54558981E 2336920/0 29/05/2013 R$ 127,69 MHE8370 54559506E 1675185/1 08/07/2013 R$ 127,69 MHE8370 55642465D 252 * VI7366/2 30/04/2013 R$ 85,12 MHU3875 54559012E 162 * I5010/0 24/05/2013 R$ 574,61 MHU3875 54559013E 164 c/c 162 * I5118/0 24/05/2013 R$ 574,61 MHU3875 54559014E 230 * V6599/2 24/05/2013 R$ 191,53 MIA0933 54559331E 203 * V5967/0 08/07/2013 R$ 191,53 MIA4282 54558926E 203 * V5967/0 08/07/2013 R$ 191,53 MIC5900 54559317E 181 * VIII5452/2 02/07/2013 R$ 127,69 MIC9376 54558761E 181 * VIII5452/2 09/05/2013 R$ 127,69 MID6415 55066648D 2336920/0 28/01/2014 R$ 127,69 MIE3349 54559589E 1675185/1 23/07/2013 R$ 127,69 MII5849 54559573E 181 * VIII5452/2 22/07/2013 R$ 127,69 MIK9497 54559658E 2336920/0 24/07/2013 R$ 127,69 MIO4112 54559451E 2336920/0 27/06/2013 R$ 127,69 MIQ7803 54559479E 252 * VI7366/2 04/07/2013 R$ 85,12 MIT0287 54559466E 1675185/1 01/07/2013 R$ 127,69 4 / 5
  22. 22. Publicações Legais22 CORREIO DO SUL Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 EnquadramentoAuto de InfraçãoPlaca Data da Infração Valor da Infração Código da Infração / Desdobramento MIV2601 54559903E 181 * VIII5452/2 28/08/2013 R$ 127,69 MIV8742 54559404E 162 * V5045/0 11/07/2013 R$ 191,53 MIV8742 54559405E 230 * V6599/2 11/07/2013 R$ 191,53 MIZ1170 55642283D 181 * XV5525/0 19/04/2013 R$ 85,12 MJB6789 55640744D 2336920/0 05/02/2014 R$ 127,69 MJC9032 55640840D 162 * I5010/0 10/07/2013 R$ 574,61 MJC9032 55640841D 164 c/c 162 * I5118/0 10/07/2013 R$ 574,61 MJC9032 55640842D 1955835/0 10/07/2013 R$ 127,69 MJE6914 54559183E 2326912/0 10/07/2013 R$ 53,20 MJI1926 54559602E 1695207/0 01/08/2013 R$ 53,20 MJI7011 54559588E 252 * VI7366/2 23/07/2013 R$ 85,12 MJJ4185 54559620E 230 * V6599/2 08/08/2013 R$ 191,53 MJW2814 54559662E 1675185/1 26/07/2013 R$ 127,69 MKB0833 55642444D 162 * I5010/0 25/05/2013 R$ 574,61 MKB0833 55642445D 164 c/c 162 * I5118/0 25/05/2013 R$ 574,61 MKB0833 55642446D 2326912/0 25/05/2013 R$ 53,20 MKC1248 54561044E 252 * VI7366/2 18/12/2013 R$ 85,12 MKE6368 54559468E 252 * VI7366/2 01/07/2013 R$ 85,12 MKK7880 54559470E 252 * VI7366/2 02/07/2013 R$ 85,12 MKR9104 55640014D 162 * I5010/0 15/07/2013 R$ 574,61 MKR9104 55640015D 164 c/c 162 * I5118/0 15/07/2013 R$ 574,61 MLC9551 55642306D 252 * VI7366/2 09/05/2013 R$ 85,12 MMH6999 54559498E 2336920/0 05/07/2013 R$ 127,69 MMM2955 54560890E 162 * I5010/0 03/02/2014 R$ 574,61 MRA0084 54560250E 1995878/0 28/01/2014 R$ 85,12 MYR8020 54561105E 2336920/0 13/02/2014 R$ 127,69 NMN5195 54560683E 2336920/0 26/12/2013 R$ 127,69 TRANSCORRIDO O PRAZO ACIMA, SEM A APRESENTAÇÃO DO RECURSO, OU POR SEU INDEFERIMENTO, FICA(M) O(S) NOTIFICADO(S) CIENTE(S) DA IMPOSIÇÃO DE PENALIDADE NOS TERMOS DO ART. 282 DA LEI N. 9503, DE 23/09/1997, E SEUS PARÁGRAFOS 4 E 5 (ACRESCIDOS PELA LEI 9.602/1998), PARA, EM 60 (SESSENTA) DIAS, EFETUAR O PAGAMENTO. OS PRAZOS ACIMA REFERIDOS ENTRAM EM VIGOR NA DATA DA PUBLICAÇÃO DESTE EDITAL. SOMBRIO/SC, 7 DE OUTUBRO DE 2014 ANDRE GAZZONI COUTRO DELEGADO DE POLICIA 5 / 5 FUNDAMENTADO NOS TERMOS DO ART. 281 PARÁGRAFO ÚNICO, INCISO II, DA LEI N. 9.503, DE 23/09/1997, A AUTORIDADE DE TRÂNSITO, AO FINAL IDENTIFICADA, NOTIFICA O(S) PROPRIETÁRIO(S) DO(S) VEÍCULO(S) ABAIXO ESPECIFICADO(S), DA AUTUAÇÃO PELO COMETIMENTO DA(S) INFRAÇÃO(ÕES) RESPECTIVA(S), PODENDO, CASO QUEIRA , NO PRAZO DE 60 (SESSENTA) DIAS, APRESENTAR RECURSO EM 1a E 2a INSTÂNCIAS NA FORMA DOS ART. 285 E SEGUINTES DO CTB. ESTADO DE SANTA CATARINA SISTEMA DE INFRAÇÕES / SC - DETRAN.NET DETRAN - DEINFRA EDITAL DE NOTIFICAÇÃO DE IMPOSIÇÃO DE PENALIDADE PELO COMETIMENTO DE INFRAÇÃO DE TRÂNSITO Nº 057 985/2014 Página : 1 / 1 EnquadramentoAuto de InfraçãoPlaca Data da Infração Valor da Infração Código da Infração / Desdobramento IFX9207 54560426E 162 * I5010/0 03/01/2014 R$ 574,61 IFX9207 54560427E 164 c/c 162 * I5118/0 03/01/2014 R$ 574,61 ITH8281 54559576E 2336920/0 19/07/2013 R$ 127,69 TRANSCORRIDO O PRAZO ACIMA, SEM A APRESENTAÇÃO DO RECURSO, OU POR SEU INDEFERIMENTO, FICA(M) O(S) NOTIFICADO(S) CIENTE(S) DA IMPOSIÇÃO DE PENALIDADE NOS TERMOS DO ART. 282 DA LEI N. 9503, DE 23/09/1997, E SEUS PARÁGRAFOS 4 E 5 (ACRESCIDOS PELA LEI 9.602/1998), PARA, EM 60 (SESSENTA) DIAS, EFETUAR O PAGAMENTO. OS PRAZOS ACIMA REFERIDOS ENTRAM EM VIGOR NA DATA DA PUBLICAÇÃO DESTE EDITAL. SOMBRIO/SC, 7 DE OUTUBRO DE 2014 ANDRE GAZZONI COUTRO DELEGADO DE POLICIA 1 / 1 FUNDAMENTADO NOS TERMOS DO ART. 281 PARÁGRAFO ÚNICO, INCISO II, DA LEI N. 9.503, DE 23/09/1997, A AUTORIDADE DE TRÂNSITO, AO FINAL IDENTIFICADA, NOTIFICA O(S) PROPRIETÁRIO(S) DO(S) VEÍCULO(S) ABAIXO ESPECIFICADO(S), DA AUTUAÇÃO PELO COMETIMENTO DA(S) INFRAÇÃO(ÕES) RESPECTIVA(S), PODENDO, CASO QUEIRA , NO PRAZO DE 30 (TRINTA) DIAS, APRESENTAR DEFESA DA AUTUAÇÃO, OU AINDA INFORMAR O REAL CONDUTOR, CONFORME DISPOSTO NO ART. 257, PARÁGRAFO 7 DA MESMA LEI, COMBINADO COM A RESOLUÇÃO N. 017/1998 DO CONTRAN. SENDO PESSOA JURÍDICA O PROPRIETÁRIO DO VEÍCULO, A NÃO INDICAÇÃO DO CONDUTOR IMPLICARÁ NAS SANÇÕES DO ART. 257, PARÁGRAFO 8 DO CTB. ESTADO DE SANTA CATARINA SISTEMA DE INFRAÇÕES / SC - DETRAN.NET DETRAN - DEINFRA EDITAL DE NOTIFICAÇÃO POR AUTUAÇÃO PELO COMETIMENTO DE INFRAÇÃO DE TRÂNSITO Nº 057 986/2014 Página : 1 / 3 EnquadramentoAuto de InfraçãoPlaca Data da Infração Código da Infração / Desdobramento AER1272 55094125E 2336920/0 17/03/2014 BRD2655 55094359E 252 * VI7366/2 24/03/2014 BUM4441 54561146E 181 * II5398/0 18/03/2014 BUS5860 55094416E 2336920/0 03/04/2014 CDG8827 55094332E 2336920/0 24/03/2014 CYG6659 55094069E 2326912/0 22/03/2014 CYG6659 55094070E 230 * V6599/2 22/03/2014 DHN6301 55094065E 230 * VII6610/2 13/03/2014 DPX8701 55094464E 2336920/0 07/04/2014 DQE6489 55094429E 252 * VI7366/2 04/04/2014 ETJ3854 55094256E 252 * VI7366/2 17/03/2014 IBL7195 55094205E 2336920/0 11/03/2014 IEU0964 55094334E 2336920/0 24/03/2014 IKQ2798 55094471E 2336920/0 07/04/2014 ILH6368 55094484E 2336920/0 11/04/2014 IOJ3777 54560982E 162 * I5010/0 24/03/2014 IPV9329 55094399E 162 * I5010/0 02/04/2014 IPV9329 55094400E 164 c/c 162 * I5118/0 02/04/2014 KLE7356 55094397E 162 * I5010/0 01/04/2014 KLE7356 55094398E 164 c/c 162 * I5118/0 01/04/2014 KLG5090 55094371E 1675185/1 27/03/2014 LYG1611 55094279E 230 * XI6653/1 07/04/2014 LYP6299 55094116E 162 * I5010/0 13/03/2014 LYP6299 55094117E 164 c/c 162 * I5118/0 13/03/2014 LYP6299 55094118E 230 * V6599/2 13/03/2014 LZN3530 54560985E 163 c/c 162 * I5061/0 24/03/2014 1 / 3 EnquadramentoAuto de InfraçãoPlaca Data da Infração Código da Infração / Desdobramento LZU5034 55094451E 162 * V5045/0 02/04/2014 LZU5034 55094452E 164 c/c 162 * V5142/0 02/04/2014 MBI4946 55094123E 252 * VI7366/2 14/03/2014 MBW2756 54561149E 230 * V6599/2 21/03/2014 MBX1991 55094289E 162 * I5010/0 10/04/2014 MBX1991 55094290E 164 c/c 162 * I5118/0 10/04/2014 MBX1991 55094291E 230 * V6599/2 10/04/2014 MBY7429 55094414E 2336920/0 03/04/2014 MCE0607 55094079E 162 * V5045/0 31/03/2014 MCE0607 55094080E 164 c/c 162 * V5142/0 31/03/2014 MCH2412 55094409E 230 * V6599/2 31/03/2014 MCO3771 55094308E 2336920/0 20/03/2014 MCV7472 55094487E 2336920/0 11/04/2014 MDP1861 55094418E 2336920/0 03/04/2014 MDY3508 55094131E 2336920/0 17/03/2014 MEC6610 55094132E 2336920/0 17/03/2014 MEH4579 55094363E 162 * V5045/0 26/03/2014 MEH4579 55094364E 2326912/0 23/03/2014 MER4661 55094343E 252 * IV7340/0 26/03/2014 MET2152 55094344E 162 * I5010/0 26/03/2014 MFE1031 55094280E 230 * V6599/2 07/04/2014 MFE1031 55094281E 162 * I5010/0 07/04/2014 MFE1031 55094282E 164 c/c 162 * I5118/0 07/04/2014 MFE1031 55094477E 2336920/0 11/04/2014 MFE2556 55094278E 252 * IV7340/0 07/04/2014 MFE5423 55094257E 162 * I5010/0 20/03/2014 MFE5423 55094258E 164 c/c 162 * I5118/0 20/03/2014 MFE5423 55094259E 1655169/1 20/03/2014 MFH9918 55094453E 162 * V5045/0 03/04/2014 MFH9918 55094454E 164 c/c 162 * I5118/0 03/04/2014 MFM0816 55640749D 2336920/0 20/03/2014 MFN4788 55094306E 2336920/0 20/03/2014 MFZ7564 55094475E 2336920/0 11/04/2014 MGG4890 55094335E 181 * VIII5452/2 26/03/2014 MGH0912 55094481E 2336920/0 11/04/2014 MGY4159 55094370E 181 * VIII5452/2 27/03/2014 MHB0762 55094421E 2336920/0 03/04/2014 2 / 3 EnquadramentoAuto de InfraçãoPlaca Data da Infração Código da Infração / Desdobramento MHN3635 55094301E 162 * I5010/0 20/03/2014 MHN3635 55094302E 164 c/c 162 * I5118/0 20/03/2014 MHN3635 55094303E 230 * V6599/2 20/03/2014 MHO5689 54561150E 186 * II5738/0 21/03/2014 MHQ0939 55094112E 162 * I5010/0 12/03/2014 MHR9205 55094126E 2336920/0 17/03/2014 MHW2926 55094078E 181 * XI5487/0 31/03/2014 MIC0639 55094458E 252 * VI7366/2 03/04/2014 MIQ9311 55094288E 230 * XI6653/1 10/04/2014 MIU2404 55094412E 2336920/0 03/04/2014 MJW5361 54560581E 230 * V6599/2 06/04/2014 MKD0660 55094203E 2336920/0 11/03/2014 MKD8366 55094128E 2336920/0 17/03/2014 MKN8567 55094406E 162 * V5045/0 31/03/2014 MKN8567 55094407E 2326912/0 31/03/2014 MKN8567 55094408E 1955835/0 31/03/2014 MKV9390 54561147E 2326912/0 20/03/2014 MLH6431 55094415E 252 * VI7366/2 03/04/2014 MLH7368 54560569E 162 * I5010/0 14/03/2014 MLH7368 54560570E 164 c/c 162 * I5118/0 14/03/2014 TRANSCORRIDO O PRAZO ACIMA, SEM A APRESENTAÇÃO DE DEFESA DA AUTUAÇÃO, OU POR SEU INDEFERIMENTO, FICA(M) O(S) NOTIFICADO(S) CIENTE(S) DA IMPOSIÇÃO DE PENALIDADE NOS TERMOS DO ART. 282 DA LEI N. 9503, DE 23/09/1997, E SEUS PARÁGRAFOS 4 E 5 (ACRESCIDOS PELA LEI 9.602/1998), PARA, EM 30 (TRINTA) DIAS, EFETUAR O PAGAMENTO OU, QUERENDO, AINDA, APRESENTAR RECURSO À JARI. OS PRAZOS ACIMA REFERIDOS ENTRAM EM VIGOR NA DATA DA PUBLICAÇÃO DESTE EDITAL. SOMBRIO/SC, 7 DE OUTUBRO DE 2014 ANDRE GAZZONI COUTRO DELEGADO DE POLICIA

×