www.grupocorreiodosul.com.br
ANO XXIV EDIÇÃO Nº 4.652
SEGUNDA-FEIRA, 20 DE ABRIL DE 2015
R$ 2,00
Grupo
25º 21º
Sol com mui...
Política
Jarbas Vieira
Correio do Sul
Segunda-feira,
20 de abril de 2015
jarbas@grupocorreiodosul.com.br
(48) 9966.5326
CH...
Geral 3Correio do Sul
Segunda-feira,
20 de abril de 2015
teves disse que a expan-
são da universidade está
sendo muito ráp...
empresários, decidimos
em financiar este grande
evento”, detalha o presi-
dente do Sicoob Credija,
Wolni José Walter.
A pa...
Política
Rolando Christian Coelho
Geral 5Correio do Sul
Segunda-feira,
20 de abril de 2015
PP de Sombrio está perdendo tem...
Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente
Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador J...
biente fazendo uso apenas
da criatividade e materiais
recicláveis.
De acordo com a artis-
ta, que realiza artesanato
há 12...
Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão
Cruzadinha
Novelas
Sete Vidas -18h
Alto Astral -19h
Babilônia -21h
C
astilho...
Publicidade 9Correio do Sul
Segunda-feira,
20 de abril de 2015
Publicidade10 Correio do Sul
Segunda-feira,
20 de abril de 2015
Geral 11Correio do Sul
Segunda-feira,
20 de abril de 2015
Colisão de frente fez automóvel sair da rodovia e parar
no meio ...
12 Correio do Sul
Segunda-feira,
20 de abril de 2015 Publicidade
Polícia 13Correio do Sul
Segunda-feira,
20 de abril de 2015
³Policiais estão recebendo instrução com carabina
> REGIÃO
Aud...
Publicidade14 Correio do Sul
Segunda-feira,
20 de abril de 2015
Publicações Legais 15Correio do Sul
Segunda-feira,
20 de abril de 2015
ESTADO DE SANTA CATARINA
MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ
___...
Publicações Legais16 Correio do Sul
Segunda-feira,
20 de abril de 2015
ESTADO DE SANTA CATARINA
MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ
___...
Publicações Legais Correio do Sul
Segunda-feira,
20 de abril de 2015
17
ESTADO DE SANTA CATARINA
MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ
__...
Publicidade18 Correio do Sul
Segunda-feira,
20 de abril de 2015
Entrevista 19Correio do Sul
Segunda-feira,
20 de abril de 2015
[PeloEstado] - Os resulta-
dos de 2014 devem ser co-
memora...
Publicidade20 Correio do Sul
Segunda-feira,
20 de abril de 2015
Jornal digital 4651_seg_20042015
Jornal digital 4651_seg_20042015
Jornal digital 4651_seg_20042015
Jornal digital 4651_seg_20042015
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal digital 4651_seg_20042015

351 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
351
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal digital 4651_seg_20042015

  1. 1. www.grupocorreiodosul.com.br ANO XXIV EDIÇÃO Nº 4.652 SEGUNDA-FEIRA, 20 DE ABRIL DE 2015 R$ 2,00 Grupo 25º 21º Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense Geral Geral Geral Polícia Credijaeparceiros organizamevento paraaconfecção Comissãotenta agilizarvindado cursodemedicina Artesãreúne criatividadee sustentabilidade PolíciaMilitarfaz treinamentocom armaspesadas Sombrio Araranguá Menos é Mais Tiro ao Alvo 4Página 3Página 7Página 13Página Bomníveldas partidasatrai públicoaosestádios Araranguaense 17Página
  2. 2. Política Jarbas Vieira Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015 jarbas@grupocorreiodosul.com.br (48) 9966.5326 CHARGEPor:CAZO “Muitos falaram aqui das dificuldades que o campus encontrou para se firmar, mas essas dificuldades seriam ainda maiores se não houvesse o empenho e a ajuda do deputado Boeira em Brasília e unindo as lideranças em prol do campus”. Ele disse: ‘ ‘Diretor do campus da UFSC em Araranguá, Paulo César Leite Esteves. Sintonia fina na coligação em Gaivota M anter boa harmo- nia em um grupo político é de fun- damental importância para que os projetos e planos de governo possam ter sucesso em coligação. Em Balneário Gaivota, o sucesso da administração e das conquis- tas que o município vem tendo é fruto de uma boa “convivência” dos partidos que compõem a coli- gação da base governista do pre- feito Ronaldo e vice Terri. Prova disto é que regularmente o grupo se reúne para dialogar. “Pela pri- meira vez em nosso município uma coligação mantém harmonia Prefeito de Ermo, Aldoir Ca- dorin,oZica(PSD),nãoestápo- dendo reclamar. Em pouco mais de quatro meses, encontrou-se pela terceira vez com o ministro das Cidades Gilberto Kassab (PSD), desta vez em Brasília. A audiência ocorreu na última semana, e nela foram tratados os últimos detalhes para finali- zação do projeto habitacional, além do apoio de Kassab, junto a Funasa, para a captação de recursos para o saneamento básico do Município. Junto com o deputado federal João Rodri- gues (PSD), Zica já apresentou o projeto na Fundação, e agora aguarda sua tramitação. (48) 3522-3777 como estamos mantendo, temos uma interação muito boa entre os partidos e uma amizade que Prova de fogo PresidentedaCâmaradeVerea- doresdeSantaRosadoSul,Agenor Francisco de Carvalho (PP), tem uma prova de fogo em suas mãos. TeráqueconduziraCasaLegislativa comsabedoria,emmeioàturbulên- ciaporcontadaprisãodovereador LenoirVieira(PMDB)naoperaçãoPontoFinal.Pormaisquehajarobustez deprovaseoimpactopelaoperaçãodaPolíciaFederal,ocaminhoparauma condenaçãoaindaélongo.Semela,nãoháhipóteseparaumacassaçãode mandato. O regimento interno da Casa ainda possibilita que um vereador se ausente por seis sessões (um mês e meio) sem que haja necessidade de se dar posse ao suplente. Apesar destas amarras, a população de bem desejaumposicionamentonãosódopresidente,comodosdemaiscolegas, uma vez que se trata de uma Casa de Leis. As sessões do Poder Legislativo que já contam com boa audiência no plenário, bem como pela internet, certamente será bastante prestigiada na noite de hoje. contribui para esta harmonia”, comentou Ronaldo. Na última semana o grupo novamente se Zica com acesso direto ao ministro Galeria Município ainda jovem, Balneário Arroio do Silva tem apenas três prefeitos em sua ga- leria, recém inaugurada: José Hélio Borges (PPB, hoje PP), Paulo Pedroso Vitor (PMDB), prefeito por duas vezes, assim como o atual, Evandro Scaini (PSD), que encerrará seu se- gundo mandato em 2016. reuniu para uma conversa com a presença de lideranças do PP, Zenisio da Rosa, presidente do partido, o prefeito Ronaldo, Ro- naldo Coelho e Fernando Gonçal- ves do PPS, Julian Domingos do PTB, Antenor Cardoso do DEM, Edson Junior do PR e Terrimar Ramos do PSD.
  3. 3. Geral 3Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015 teves disse que a expan- são da universidade está sendo muito rápida, que o campusjárecebeuequipa- mentos para o laboratório e curso de fisioterapia e que há necessidade de mais espaço para o bom andamento das ativida- des.SegundoPedroUczai, as negociações com a Uni- sul estão bem adiantadas e num prazo de 30 dias de- verá se consolidar a com- pra do prédio pela UFSC. O prefeito Sandro Maciel se comprometeu em bus- car o apoio do secretário de estado da Saúde João Paulo Kleinubing, para que o Hospital Regional – hoje administrado pela SPDM, abra as portas para os estudantes. Não havendo acordo outros hospitais serão consulta- dos. De acordo com Uczai, os hospitais-escola pode- rão estar localizados num raio de 100 km do local do curso. “Com a implanta- ção dos hospitais-escola, ganham as comunidades porque terão médicos resi- dentes e investimentos do governo federal”, afirma o deputado. O prefeito avaliou o encontro como produtivo. “Foi muito importante para definirmos metas para que possamos con- solidar esse sonho que é de instalar o curso de medicina no município”, finalizou. No momento, o cam- pus da UFSC de Araran- guá oferece quatro cursos degraduação:fisioterapia, tecnologias da informação e comunicação, engenha- ria da energia e enge- nharia da computação, além de cursos de pós- -graduação. implantação do curso de MedicinanaUniversidade FederaldeSantaCatarina em Araranguá. Conforme Uczai adiantou, para implanta- ção do curso, a partir de 2016, três metas devem ser cumpridas num curto espaço de tempo: buscar parceria com o Hospital Regional deAraranguá ou outrainstituiçãodaregião para que se transforme num hospital-escola; rea- lizar uma audiência entre as reitorias da UFSC e da Unisulparadefiniraques- tão da acessibilidade nos prédios do campus local e a negociação da compra do prédio em definitivo pela UFSC. O deputado também pediu para que seja lançado edital para contratação de professo- res e técnicos, bem como o concurso vestibular de medicina de preferência para o mês de julho. O diretor Paulo Es- > ARARANGUÁ Uma reunião no gabinete do pre- feito Sandro Maciel, no final da tarde de sexta- -feira, contou com a pre- sença do deputado federal e presidente da Comissão Parlamentar Catarinense na Câmara Pedro Uczai, diretorgeraldocampusda UFSC deAraranguá Pau- loEsteves,secretáriasmu- nicipais Rosângela Casa- grande(Educação),Rosane Kochann (Saúde) e Maria Aparecida Costa (Go- verno), representante da Aciva Evelyn Elias, coordenadora do curso de fisioterapia da UFSC professora Núbia Carelli, coordenadora do Progra- ma Estratégia da Saúde na Família enfermeira Li- lian V. Nolla da Silva e da chefe de gabinete Marilea Paulino.Ogrupotratouda Grupo tenta desatar nós que atravancam início das aulas, como compra do prédio da Unisul pela UFSC e parceria com HRA ³Prefeito Sandro (dir) tenta agilizar início do curso Da redação Curso de medicina volta a discussão Contra o Tempo ³Grupo esteve no terreno que ser permutado > ARARANGUÁ Dispostosacontribuir para resolver o impasse envolvendoafaltadeuma área adequada para a construçãodonovoprédio daEEBProfessoraNeusa Osteto Cardoso, no bairro Polícia Rodoviária, reuni- ram-se na sexta-feira o prefeito Sandro Maciel, o chefe de gabinete do pre- sidente da Câmara de Ve- readoresSandroXavier,a diretora da escola Maria José Barbosa Vieira, a Zeza, e o proprietário de um imóvel que pode ser utilizado numa permuta, Laudir Emerim. O grupo visitou o ter- reno onde pode ser ergui- do o prédio. A intenção é trocar uma área de terra que a Cohab possui na comunidade pelo terreno de Laudir.Atriangulação foi sugerida porque o go- Continua impasse de terreno para escola verno do estado exige que o terreno da escola tenha, no mínimo,milmetrosquadra- dos.Aárea disponível mede 720 metros quadrados, o que inviabiliza a execução do projeto. A atual escola apre- senta vários problemas es- truturais, que ameaçam a segurança de aproximada- mente 600 estudantes do ensinofundamentalaoensi- no médio nos três turnos. O governo estadual elaborou projetoeviabilizourecursos para a obra falta, no en- tanto, resolver o impasse em relação ao tamanho do terreno. Aconstrução do novo prédio da Neusa Osteto foi garantida junto ao Governo do Estado em parceria com Governo Federalainda em 2014. Na obra estão previstos investimentos na ordem de quase R$ 8 milhões, a estrutura física terá 5.956,08 metros quadra- dos. IFSCestácom96vagasabertas > ARARANGUÁ O Instituto Federal de SantaCatarina(IFSC)está cominscriçõesabertas,até o dia 25 de maio, para os cursos técnicos com início no segundo semestre de 2015. No campus Araran- guá, estão sendo oferta- das 96 vagas, 32 para o técnico concomitante em Eletromecânica, 32 para o técnico concomitante em Produção de Moda e 32 para o técnico concomi- tante em Têxtil. Todos os cursos são gratuitos. Ataxa de inscrição para os cursos técnicos é de R$ 30,00. Os cursos técnicos concomitantes em Produção deModaeemTêxtilnãopos- suemtaxadeinscrição.Can- didatos doadores de sangue, inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do GovernoFederal(CadÚnico) e integrantes de família de baixa renda podem solicitar o não pagamento da taxa de inscriçãoatéodia12demaio. As inscrições devem ser feitas no Portal do IFSC (www.ifsc.edu.br), onde também estão disponíveis os editais com todas as informações detalhadas sobre o processo seletivo. Paraingressarnoscur- sos técnicos concomitantes do IFSC, é necessário ter concluído pelo menos o primeiro ano do Ensino Médio e fazer uma prova de conhecimentos gerais. Os cursos técnicos conco- mitantes em Produção de ModaeemTêxtilnãoterão prova e a seleção será por sorteio público.
  4. 4. empresários, decidimos em financiar este grande evento”, detalha o presi- dente do Sicoob Credija, Wolni José Walter. A palestra terá parti- cipação de proprietários e gerentes das 39 lojas do Shopping Litoral, dos fun- cionários,vendedores,bal- conistas,caixas,decolabo- radores das várias facções de Sombrio e comunidade em geral. Profissionais ligadosaoShoppingAtaca- dista Prime, em São João do Sul, também devem participar.Wolniconvocaa todoserevelaqueestetipo de iniciativa já está incor- porada aos princípios do Sicoob. “Investir no social estáenquadradoemnosso sétimo princípio. Agimos assimnas14agênciasque estamos presente no Sul deSantaCatarinaeNorte do Rio Grande do Sul. É uma evolução voltada ao interesse comunitário”, resume. Os organizadores pre- tendem convidar várias autoridades, para que o eventosejaaindamaisfor- talecido e possa demons- trar ou refletir o poderio da economia da confecção Geral4 Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015 Línguagem própria Credcap sombriense, conhecida como referência no estado e uma das mais visitadas no turismo de compras, principalmente por clien- tes gaúchos. O município exportamarcasepeçasex- clusivasparaváriaspartes do país por meio das ven- das diretas para lojistas. A maior parte das roupas, seja moda feminina, mas- culina, peças íntimas, mo- dinhas, jeans ou esportiva é produzida em Sombrio, o que deixará a palestra ainda mais interessante. “O que falta é ascender o potencial que existe aqui. Isto tudo vamos discutir no dia 14 de julho e tentar estimularacriaçãodeuma harmoniaentreodonodas lojas, gerente, vendedores e colaboradores da origem de cada peça vendida, da fábrica e até mesmo da Rafael Andrade Mega palestra aborda a confecção Vai Abalar > SOMBRIO Adata e a hora fo- ram marcadas paraumdosmaioreseven- tos deste ano na região, a mega palestra voltada ao mundo da moda minis- trada pelo casal Nelson e Cristina Marinho, de Blu- menau. Será no dia 14 de julho, às 20 horas. O local será definido na próxima semana. Eles são especia- listasnoramodaconfecção e preparam para trazer a Sombrio uma estrutura motivacional que prome- te mexer com as ideias de lojistas e funcionários do vestuário. A iniciativa é do Sicoob Credija, em parceria com o Shopping Atacadista Litoral Sul e Grupo Correio do Sul. Oencontrodeveráreu- nir cerca de 400 pessoas e terá entrada franca. “Esta ação faz parte de um nú- cleo de projetos sociais do Sicoob, que há quatro anos investe e apoia a comunidade e o que ela mais necessita. Em Som- brio, notamos que o boom econômico da cidade é o setor da confecção. Ava- liamos a possibilidade de apoiar e alavancar este ramo e, em reuniões com ³Grupo discutiu a organização de uma palestra voltada ao setor de confecção estilista. Todos precisam falar a mesma língua e repassar este conteúdo ao clienteatacadista”,anteci- pa Nelson Marinho. Entre outros tópicos que deverão ser aborda- dos estão como realizar a melhor abordagem no ato de venda, a agilidade no atendimento e a moder- nização e o crescimento do setor. A Rádio 93 FM, do Grupo Correio do Sul, trará, no dia do evento, uma entrevista especial com os palestrantes, que prometem chacoalhar o potencial que cada profis- sional ligado à moda em Sombrio tem. Iniciativa da Credija em parceria com Shopping Litoral Sul e Grupo Correio do Sul, deverá reunir cerca de 400 pessoas do cooperativismo frente a economiadoBrasil”,desta- cou Wolni. Durante o evento foi colocado à disposição dos associadosR$11,4milhões, que após subtraída as re- servas, R$1,3 milhões fo- ram distribuídos em conta corrente e R$5,3 milhões integralizados na conta capital dos associados. Os valoresjáestãonascontas, e variam conforme a parti- cipação na movimentação financeira. Além da votação sobre a destinação das sobras, foramapresentadoseapro- vados o balanço financeiro e a prestação de contas do exercício de 2014. Os pre- Associados de toda a região compareceram ao ginásiodeesportesgover- nadorPedroIvoCampos, em Jacinto Machado, para a Assembleia Geral Ordinária (AGO). O pre- sidentedaCredija,Wolni José Walter, foi quem abriu o encontro apre- sentando o crescimento dacooperativaeasmetas para os próximos anos. “As ações da diretoria conjuntamentecomasde nossoscolaboradores,res- paldados pela confiança e credibilidade de nossos associados, resultaram noanode2014numcres- cimento considerável, provando a importância Credija apresenta sobras e entrega carro sentes também elegeram os novos membros do Con- selho Fiscal, com mandato até aAGO 2017. AofinaldaAssembleia, foirealizadoosorteiodeum automóvelzeroquilômetro, prêmiodacampanhadeca- pitalização Credcap, que chegou em sua nona edição. A ganhadora foi a empresa as- sociada Petromat, deSombrio,repre- sentadapelo proprietário Diogo Ma- tos. “Sou as- sociado por contadocooperativismo, da relação com as pes- soas e a praticidade dos serviços oferecidos da Credija”,comentouDio- go durante a entrega do carro, um Toyota Etios. Após a AGO todos os presentes foram recep- cionados com um jantar no salão paroquial da igreja matriz.
  5. 5. Política Rolando Christian Coelho Geral 5Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015 PP de Sombrio está perdendo tempo Venda de gás deve ser mais fiscalizada Economia É o que defende vereador ao receber denúncia de comércio feito por ambulantes de fora do município B ate bola dentro do PP sombrien- se, configurado pela falta de um projeto consistente para 2016, tende a criar uma série de difi- culdades para a sigla diante da eleição que se avizinha. O partido não mostrou ainda a seus simpatizantes qual o rumo a seguir, o que pode fazê-lo sucumbir novamente no pleito municipal. Em 2008 a sigla deu um tiro no pé ao lançar uma série de candidatos ao executivo. O processo de escolha acabou recaindo sobre JoséAntônioTiscoskidaSilva,oProfessorJusa, quevenceuaseleições,masaumcustointerno muito alto. Como reflexo daquele processo, o então presidente do PP, Valmir Daminelli, o últimoaabrirmãoparaJusa,acaboudeixando opartidoelogoemseguidasealiouaoposição. Hojeévice-prefeitodeZênioCardoso(PMDB). A dobradinha Zênio e Daminelli foi fatal para que o PP perdesse a eleição em 2012. Diante de 2016 a cúpula progressista novamente traz à baila uma série de pré- -candidatos, dentre eles os empresários Hélio Matos, Ademir Cardoso e Mário César Silvério; a esposa do deputado estadual José MiltonScheffer,donaJussaraBorbaScheffer; o presidente do partido José Eraldo Soares; o ex-deputadoLeodegarTiscoskieoex-prefeito JusaTiscoski.Oquepodepareceruma'mega- -ultra'auladedemocraciainterna,énaverdade uma total falta de Norte a ser seguido. Para se ter uma ideia, dos 15 atuais prefeitos de nossa região, apenas o de Passo de Torres, Juarez GodinhoScheffer(DEM),foilançadodeúltima hora.Eistosósedeuporcontadoimpedimento àsvésperasdaeleiçãodoentãocandidatodesua coligação, Valmir Rodrigues (PP). Todos os de- maisprefeitosficaramanosafiosemeandoseu projeto, o que inclui o próprio Zênio Cardoso, que já em 1996 era cotado para ser candidato pelo PMDB, ainda que estivesse filiado ao PDT. O principal líder progressista, José Milton Scheffer, só chegou a prefeito em 2000 depois de uma década de trabalho, o que se deu também com Jusa Tiscoski. Diante dos fatos, a impressãoqueseteméqueoPPdesaprendeua fazerpolítica,ouque,pelomenos,gostoutanto de ter errado em um passado recente, que novamentequertrilharpelomesmocaminho. DIVERSÃOELAZERGARANTIDOS QUARTA,SÁBADOEDOMINGO BR101-KM413-ARARANGUÁ Da redação > ARARANGUÁ Após receber várias reclamaçõessobreo indiscriminado comércio de botijãodegásemAraranguá por vendedores ambulantes deoutrascidades,overeador Kila Ghellere apresentou uma proposta para que o Poder Público Municipal intensifique a fiscalização e cobre o cumprimento da Lei Municipal 2414, de 15 de março de 2006. Segundoovereador,em síntese a referida lei estabe- lece que a venda domiciliar de gás liquefeito envasado necessita respeitar uma série de fatores.Alegislação determina que para receber o alvará de funcionamento às pessoas jurídicas que exercem essa atividade co- ³Kila conversa com um revendedor de gás e pede maior controle do comércio mercialdevemestarinstala- dasnoslimitesdomunicípio de Araranguá. Além disso, os veículos utilizados para o transporte e revenda do- miciliar dessa espécie de gás tem que possuir alvará expedidopelomunicípio,ter placas de advertência con- forme Portarias e Decretos do Departamento Nacional de Combustíveis. Outro ponto é que a exploração da venda domiciliar somente pode ocorrer após receber autorização do município, e no horário compreendido entre 8h e 18h de segunda- -feira à sábado. “Recebi denúncias de que ambulantes de outras cidades vêm vender gás de maneira indiscriminada em Araranguá. Nada con- tra ninguém, mas a maio- ria deles não adequou-se a legislação e muitas vezes comercializam produtos de procedência duvidosa, onde especialmente a qualidade e quantidade de gás estão sob suspeita”, afirmou Kila Ghellere. Outro fator destaca- do pelo vereador é que o comércio indiscriminado do produto acaba prejudi- cando tanto o município quanto os vendedores lo- cais, já que estes negócios não incentivam a criação de postos de trabalho, nem a geração de renda para as famílias e riqueza, esta última diretamente associada ao repasse de impostos. “Por essa série de situações é importante que façamos valer a lei. Cumpre salientar, ainda, que os infratores ficam sujeitos a multas que va- riam de R$ 1.000,00 a R$ 10mil, valores que poderão ser duplicados em caso de reincidência”, acrescentou. ADVOCACIA EMPRESARIAL FONE: (48) 3533-0145 Sem mudanças Em entrevista ao Jornal A Notícia, de Joinville, governador Raimundo Colombo (PSD)admitiupelaprimeiravezqueoprojeto de reforma política elaborada por sua equipe, que tem o objetivo de enxugar a máquina pública, não encontrará o respaldo necessário naAssembleiaLegislativa.Noquedizrespeito à reforma da previdência estadual, que hoje dá um prejuízo anual de R$ 3,5 bilhões por ano, Colombo praticamente jogou a toalha, ressaltandoquequalquermudançanosetordi- ficilmenteseráfeitaemsuagestão.Aintenção decortar500cargosconsideradosdesnecessá- rios pelo governador também deve ficar só na teoria. Até agora foram cortados 47, a custa demuitodesgastepolítico,segundoColombo. Enfim:ogovernadorquerenxugaramáquina, mas os deputados, tanto da situação quanto a oposição, não estão a fim de colaborar. Sem entrosamento Afaltadereceptividadedoprojetodere- formaadministrativadeRaimundoColombo, na Assembleia Legislativa, em grande parte temneleprópriooprincipalculpado.Noinício daatuallegislaturaestadual,emfevereiro,os oito deputados do Sul do Estado solicitaram ao governador uma audiência para tratar de assuntos concernentes a região. Somente na última sexta-feira, dois meses e meio depois, Colomborespondeuquepoderiaseencontrar comosdeputadossulistas,masistosónopró- ximodia28.Sendoassim,entreasolicitaçãoe areuniãocomosdeputadossepassarãoquase trêsmeses.Comoogovernadornãoconversa comosdeputados,osdeputadostambémnão querem conversa com o governador, o que é observado nitidamente na forma como o projeto de reforma administrativa tem sido tratado na Assembleia. Rony no PPS É voz cada vez mais corrente em Araran- guá que o presidente da Câmara Municipal, RonydaSilva(PMDB),estariaindoparaoPPS comoobjetivodesercandidatoavice-prefeito deSandroMaciel(PT)anoquevem.Opartido, queestavaaliadoaoPMDBem2012,hojefaz partedabasedogovernoetudolevaacrerque permaneceráaliadoaoprojetodereeleiçãode Sandro. Paralelo a isto, o PPS também conta com o nome de Maureci Rodrigues, que arti- cula seu retorno a sigla. Maureci, aliás, seria o nome natural do PPS para uma composição majoritária, tanto com o PT, quanto com qualquer outro partido. A saída de Rony do PMDB está longe de ser algo líquido e certo. Trata-se de especulação, tendo em vista que a ala do partido comandada pelo presidente AnísioPrêmolipregacandidaturaprópriaano que vem. Já Rony quer composição com o PT. Reviravolta Caso se confirmem as filiações do ex- -vereadores Neno Fontoura (PMDB) e Gato Preto (PMDB) ao PSD, Araranguá poderá viver uma situação totalmente nova ano que vem. Os dois analisam esta possibilidade com base em um convite feito pelo vereador Giancarlo Soares de Souza (Pros), que tam- bémdeverásealiarasfileiraspessedistas.Em princípioaideiaédealiançacomoPT,sóque não há nenhuma garantia de que de fato isto irá acontecer. O PSD, aliás, tem orientado queopartidofaçajustamenteocontrárionos municípios. Prega o afastamento do PT e do PMDB,eaaproximaçãocomoPP.Diantedos fatos, os desdobramentos podem levar tanto Neno Fontoura quanto Gato Preto, que são figuras históricas e emblemáticas do PMDB, aestaremnomesmopalanquedoPPanoque vem. Coisas da política.
  6. 6. Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador Jornal Correio do Sul Publicações legais: Tomaz Fonseca Selau l48l 9985.8573 tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro Joice Ramos l48l 8802.5883 financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: Igor Borges l48l 9968.6084 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: Cristian Mello l48l 3533-0870 correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica Junior Muller l48l 9931.4716 sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: Marivânia Farias l48l 9995.9290 editor@grupocorreiodosul.com.br Política: Jarbas Vieira l48l 9966.5326 jarbas@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM Cássia Pacheco l48l 9912.9588 radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Rua João José Guimarães,176, Centro - Sombrio/SC - Fone: (48) 3533 0870 Editora: J. R. Pereira - ME CNPJ 17.467.695/0001-19 C.S. Empresa Jornalística LTDA. Geral6 Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015
  7. 7. biente fazendo uso apenas da criatividade e materiais recicláveis. De acordo com a artis- ta, que realiza artesanato há 12 anos, muitos móveis descartados pela comu- nidade são utilizados e repaginados, muitas vezes com a ajuda da Apae do município. “A entidade desenvolve oficinas de restauração e também faz móveis”, contou Gedy. No quarto ou na sala, cada objeto tem uma histó- ria. “O meu guarda-roupa foi tirado do lixo”, revelou a artesã que trabalha re- de berço. “Meus pais cul- tivavam abacaxi, milho e vocêjáherdaisso”,contoua artesã que organizou uma horta no quintal. No endereço localiza- do no Centro da cidade, Gedy une simplicidade, estilo e sustentabilidade, em cada canto do pátio ou no interior da residência. No jardim, uma bicicleta pintada de branco serve de enfeite, dois pufescoloridos feitos com pneus dão graça e charme ao ambiente; um balanço ajuda a criar um ar rústico e uma fonte engrandece todo o local, enchendoosolhos.Otraba- lho realizado pela gaúcha demonstra que é possível embelezar qualquer am- Geral 7Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015 ³Mulheres este ano vão se dedicar a tapeçaria ³Unindo sustentabilidade, criatividade e bom gosto, Gedy transforma sua casa em local cheio de encanto Clubesdemães iniciamencontros > JACINTO MACHADO A Secretaria de De- senvolvimento Social e da Família de Jacinto Machado deu início as atividades dos Clubes de Mães. “Espero que seja um ano muito produtivo, com muito amor, saúde e paz. Nosso primeiro tra- balhoseráemTapeçariae espero que todas possam exporna5ªBanarrozena Expofeira de Belo Hori- zonte”, disse a secretária Zete Molgaro Possamai Della, em sua fala as mu- lheres do Clube de Mães do bairro Paraguai. Com o apoio do pro- jeto Lalua, que coordena o ‘Paninho Amigo’, neste primeiro semestre as 450 mulheres que in- tegram os 19 clubes de mães irão trabalhar com tapeçaria e confeccionar peças como quadros de parede, tapetes e almo- fadas. Nos próximos dias serão entregues os kits de materiais, compostos de agulhas, 4 novelos de lã base, 6 meadas de lã colorida, canetas hi- drocor, régua, 1,5mt de talagarça para bordado e umarevistacomdezenas de modelos. Tirando do lixo Da redação Mulherunearteesustentabilidade Artesã, Gedy restaura móveis e materiais descartados por outras pessoas, dando um ar estiloso e aconchegante ao lugar onde mora Estilo de Vida > ARARANGUÁ Tranquilidade em meio à natureza. A casa da artesã Gedy de Souza é um verdadeiro paraíso cercado de flores e plantas. Além de contar com um belo e enfeitado jardim, a mãe de família tem animais como galinha, galo, pássaros e cachorro que fazem a alegria do lar. Natural de Torres/RS, de uma localidade do in- terior do município, Gedy residiu um tempo em Bal- neário Arroio do Silva e depois se mudou paraAra- ranguá. O envolvimento com o meio ambiente veio alizando atividades no Centro de Atenção Psicos- social, o Caps de Araran- guá. Mais de 50 pessoas participam das oficinas. “Eu faço dinâmicas e deixo livre para eles escolherem o que querem fazer”, expli- cou. “Na semana que vem vamos fazer um passeio, uma caminhada”, comen- tou Gedy. Também nos encon- tros, os alunos participam de oficinas com garrafas, caixinhas de MDF, teci- dos, patchwork e outros materiais.“Eufaçogrupos, pois cada pessoa tem suas necessidades”, explicou. O Caps funciona das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas, diariamente.
  8. 8. Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão Cruzadinha Novelas Sete Vidas -18h Alto Astral -19h Babilônia -21h C astilho faz com que Caíque salve a filha de Laura e do amigo. Bia confirma pela internet que a testemunha e o perito do acidente de seus pais estão vivos. Ricardo implora para Cidinha lhe dizer quem ela é. Marcos avisa a Sueli que atingirá Úrsula aos poucos. Maria Inês estranha ao ver Úrsula, Adriana e Celso conversando. Celso entrega exames de um paciente doente para Adriana e pede à médica que os apresente a Marcos como se fossem de Úrsula. J oão/Miguel fica transtornado com as lembranças de seu passado. Laila e Elisa tentam animar Júlia. Lígia conta para Vicente que Júlia já sabe da gravidez de Taís. Pedro decide ir com o pai para o Rio de Janeiro. João/Miguel fala com Lígia ao telefone e decide apagar todos os seus contatos com o instituto. Vicente, Bernardo e Pedro se despedem de Taís. Pedro liga para João/Miguel e ele se sente culpado por mentir. Laila assina contrato com Marta, mesmo depois de irritar a mãe de Júlia. R afael defende Teresa e Laís vai embora transtornada. Estela não acredita que Lauro virá para o casamento. Rafael tranquiliza Teresa. Guto descobre o telefone de Laís. Alice e Evandro conversam. Inês pede a Beatriz para marcar um jantar com Guto. Bento compra uma TV nova para Paula. Sandrinha critica Laís por ter terminado com Rafael. Tadeu discute com Paula por causa de Bento. Rapidinhas Correio do Sul Segunda-feira, 18 de abril de 2015 Áries 21/03 a 20/04 Neste domingo procure manter um ritmo mais sereno e estável, ariano. É um excelente dia para você refletir sobre comotemlidadocomodinheiroeosrecursos.Cuidadocom atitudes ciumentas, possessivas e apegadas. Leão 21/07 a 20/08 Sagitário 21/11 a 20/12 Procurecuidarmaisdasaúdeevalorizarobemestar.Um domingoemquepoderegenerarassuasenergiaseque devedescansar.Momentoemquepodeestarpensando nodesenvolvimentodenovosobjetivos. Gêmeos 21/05 a 20/06 Um domingo muito importante para você restaurar as energias, geminiano. A presença de Lua e Mercúrio no signo anterior ao seu pede reflexão e interiorização. É horadeavaliaroqueérealmenteessencialemsuavida. Libra 21/09 a 20/10 Momento de uma conexão mais profunda com o seus sentimentos e sexualidade. Profundas reflexões sobre o valordevínculosemocionais,libriano.Questõesfinancei- ras que você precisa avaliar e decidir. Aquário 21/01 a 18/02 Um domingo em que você valoriza o contato com familiares, aquariano. É um bom momento para refletir sobre os seus valores emocionais mais profundos. Cui- dado com a tendência à dificuldade de se desapegar do passado. Touro 21/04 a 20/05 NestedomingotemosapassagemdeLuaeMercúriopeloo seusigno,Taurino.Momentoimportanteparavocêunirehar- monizarmaisaemoçãoearazão.Novasideiasesentimentos podem surgir neste momento. Virgem 21/08a20/09 Cuidadocomatendênciaàteimosiaeasesentirodono darazão.Devesermaisflexíveleaceitarpontosdevista diferentesdosseus.Asatividadesligadasàcomunicação, estudos e viagens estão estimuladas. Capricórnio 21/12 a 20/01 Fortes energias emocionais e instintivas caracterizam o dia dos capricornianos. Momento de reflexões sobre como está expressando os sentimentos e a criança interior. A sensualidade, o afeto e a criatividade são características marcantes deste período. Câncer 21/06 a 20/07 O domingo favorece a conexão com amigos e com grupos, canceriano. É hora de você estimular mais a sua participa- ção em atividades sociais e culturais. Momento em que as amizades e os relacionamentos estão com uma energia mais estável. Escorpião 21/10 a 20/11 Hoje temos a passagem de Lua e Mercúrio pelo signo oposto ao seu, escorpiano. É um bom momento para refletir sobre os valores que regem as suas relações. Contatosquepodemsermuitopositivos,mascuidado com o apego. Peixes 19/02 a 20/03 Saiba observar mais a beleza ao seu redor, pisciano. Um belo dia para leituras, conversas e contatos que levam ao crescimentos. A apreciação da beleza por meio da arte está favorecida. Horóscopo Um momento importante para refletir sobre os seus valores pessoais e talentos profissionais. É um momento em que você pode pensar em como melhorar no seu trabalhoecarreira.Umafaseoportunaparaagircommais constânciaeprodutividade,leonino. Após um flagra de Marcelo Adnet traindo Dani Calabresa em um bar no Rio de Janeiro, Dani Calabresa preferiu o si- lêncio e nunca explicou o motivo pelo qual resolver manter seu casamento. Em entrevista para a Revista da TV, do jornal O Globo, a humorista resolveu mostrar seu lado da situação. “Todo mundo erra. Como você lida com o erro é que faz a essência de cada um”, disse ela. “A gente vê foto e acha que aquilo representa uma noite. Aquilo repre- senta minutos que não significam nada na vida de um casal que se ama e é unido”. Com o casamento fluindo bem, Dani também falou sobre a pretensão de ter filhos. “Amo criança. Tenho muita vontade de ter um filho ou adotar. Como ainda estamos muito na ponte aérea não é um bom momento”, disse. Monique Evans publicou uma foto curiosa. Após uma série de comentários maldosos e preconceituosos, a apresen- tadora apareceu nas redes sociais dando gargalhadas no vaso sanitário. De forma bem clara, Titia mandou o recado aos insistentes críticos de pron- tidão: “Para vocês que acham anti-higi- ênico a pata da Love no meu rosto, tem preconceito do meu relacionamento com a Cacá Werneck ou simplesmente não vão com a minha cara, Sorry... Eu tô assim, c... e andando!”, escreveu.
  9. 9. Publicidade 9Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015
  10. 10. Publicidade10 Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015
  11. 11. Geral 11Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015 Colisão de frente fez automóvel sair da rodovia e parar no meio do matagal, na SC. Motorista pouco se feriu ³Automóvel foi parar fora da pista, e felizmente motorista estava consciente Djonatha Geremias > ARROIODOSILVA Um acidente qua- se terminou em tragédia na última sexta- -feira, em Balneário Arroio do Silva. Foi por volta das 19h50min que um automó- velinvadiuapistacontrária darodoviaestadualecolidiu contra um caminhão. O motoristafoilevadoaoHos- pitalRegionaldeAraranguá (HRA). Não foi possível identificar se ele estava alcoolizado. O caminhoneiro envol- vidonoacidente,Guilherme SantosdeSouza,de25anos, deCapivarideBaixo,estava Gol invade pista eacertacaminhão indoaoArroiobuscaracom- panheira. O caminhão Sca- nia com placas de Tubarão seguia pela SC 447, quando GuilhermeviuumGolvindo na pista contrária (em dire- ção a Araranguá), fazendo zigue-zague na pista. “Um outro motorista vinha atrás dando sinais pedindo para que ele parasse. Parecia embriagado”, comentou o caminhoneiro. Quando se aproximou, o Gol acabou invadindo a pista contrária e batendo de frente no caminhão. A força do veículo pesado, que estava a aproximadamente 60 quilômetros por hora, foi osuficienteparafazeroGol, deplacasLXK9045,deDom Pedro de Alcântara/RS, ser Perigo jogado para trás, saindo da pista e parando no matagal ao lado do acostamento. O trânsito não chegou a ser interrompido, embora es- tilhaços de vidros tenham ficado na rodovia. O motorista continuou conscienteecompoucosferi- mentos.OCorpodeBombei- ros socorreu Diego Pereira, de 40 anos, que estava com suspeitadefraturanopées- querdo. Ele foi levado para o HRA sem risco de morte. Já o caminhoneiro teve apenas escoriações leves. A Polícia Militar de Araran- guádeuapoionaocorrência, enquanto a Polícia Militar RodoviáriaEstadualsedes- locava de Içara, o que levou mais de uma hora. ³ NegoGomes,ZênioePaulinhoacompanham ostrabalhos > SOMBRIO OprefeitodeSombrio Zênio Cardoso esteve na manhã de sábado acom- panhando a medição do último trecho que faltava ser liberado para a aber- tura da avenida Nereu Ramosesualigaçãoentre otrechojáaberto,apartir da Guarita e outro, na mesma situação, a partir do Parque das Avenidas. Após a colheita do maracujá, feita por um empresárioeproprietário dasterrasemquepassará aavenida,houvealibera- ção para a obra. “Não po- demos perder mais tem- po, temos que entregar essa obra importante aos sombrienses, que ligará a cidade ao distrito de Gua- rita com mais segurança, sem ser pela marginal da Neste 21 de abril, data em que se comemo- ra o dia do Policial Civil, quero lembrar à socieda- de a importância de ter- mos esses profissionais no nosso meio. O policial civil, muitas vezes, é um herói anônimo, trabalha sem ser visto e, portanto, nãoélembrado,emborao resultadodeseutrabalho muito representa para o bem comum. Atividades afins, como a investiga- ção, visando a elucidação dos crimes, são exercidas rotineiramente e quase nunca são vistas pelas pessoas, embora tenham enormeimportânciapara o controle do crime e a punição dos envolvidos. Além disso, o policial civil tem funções nas ati- vidades meio, como as de trânsito, fiscalização de estabelecimentos comer- ciais e outras tantas, que a sociedade necessita e é Começa abertura de último trecho de avenida Dia do Policial Civil BR e que ficará muito boa quando abrirmos também o calçadão e destravar essa ligação”, disse o prefeito, que estava acompanhado do vereador Nego Gomes e do diretor de Desenvol- vimento Econômico, Paulo Humberto Borges. Serão mais de 5,5 km de avenida, após a conclu- são, com investimento em parceria com o Governo do Estado. A via terá 20 metros de largura, espaço para pistas, calçadas e ciclovia. Nesta primeira etapa, 600 metros serão asfaltados, a partir da avenida Quintino Manoel Domingos, enquanto o restante ficará com base de brita, já colocada em boa parte. atendida diuturnamente. Quando acontecem os crimes mais graves, prin- cipalmente a noite e nas horas de folga, em regra, o policial é acionado e pron- tamente se faz presen- te para os atendimentos, sendo que os resultados das apurações, de maneira geral, são positivos, com a elucidação e a prisão dos envolvidos. Ser policial civil e es- tar entre esses profissio- nais, fazendo segurança, mesmo com o risco da própria vida, para nós, representa um orgulho. Nossas homenagens a todos os policiais civis de Santa Catarina. Ari José Soto Riva Delegado Regional de Polícia
  12. 12. 12 Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015 Publicidade
  13. 13. Polícia 13Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015 ³Policiais estão recebendo instrução com carabina > REGIÃO Auditores fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda notificaram 70 contribuintes durante a segunda etapa da ope- ração Presença Fiscal, realizada na quinta- -feira, em todo o Estado. O valor das infrações chegou a R$ 196.152,18. Uma equipe de 66 fiscais dos Grupos Re- gionais de Ação Fiscal vistoriaram 1.186 ve- ículos, verificando a regularidade fiscal no transporte de mercado- rias. No caso de sone- gação fiscal, é cobrado Fazendafazoperação eautuaumveículo o valor do ICMS, acres- cido de juros e multa (que pode variar entre 75% e 150% do valor do imposto que deixou de ser pago). Na primeira etapa de 2015, realizada em fevereiro, 1.141 veícu- los foram fiscalizados em SC. Dentre eles, 56 foram notificados, totalizando um valor de R$ 147,8 mil. Até o fim deste ano, mais quatro etapas serão realizadas. Na região de Ara- ranguá foram vistoria- dos 38 veículos e feita uma notificação no va- lor de R$ 5.475,86. Aperfeiçoamento PM faz treinamento com carabinasPoliciais militares estão sendo habilitados para usar semi- automáticas em dois modelos Da redação > ARARANGUÁ Policiais Militares do 19º Batalhão de Polícia Militar (19º BPM) estão sendo habi- litados para utilizar as carabinas semi-automá- ticas Taurus. Na última quarta-feira, 12 policiais fizeram treinamento com os modelos CT e CTT-40, calibre .40 S&W. A instrução foi minis- trada pelo major Cristian Dimitri Andrade e pelo capitão Alberto Cardoso Cichella, oficiais multi- plicadores de tiro do 19º BPM. Conforme major Di- mitri, a habilitação foi dividida, seguindo as re- comendações da Chefia do Departamento de Tiro da PM, em teoria e prática. Num primeiro momento, foi explanado aos policiais militares sobre o histó- rico, descrição técnica das armas, realização da desmontagem e monta- gem, bem como noções de limpeza e conservação do armamento. Poste- riormente os policiais realizaram a prática do tiro, no Yate Club Morro dos Conventos, usando as duas carabinas, re- alizando sequências de tiros nas posições de pé, de joelhos (com e sem apoio), bem como deitado. Foram feitas recargas de emergência e a transição de arma longa para arma curta. Segundo o chefe da Seção de Planejamento e Ensino do 19º BPM, major MaikeAdrianoValgas,esta foi a primeira turma habi- litada de 2015,sendo que ainda haverá mais habili- tações e adaptações para o empregodacarabinatática CTT-40 pelos militares.
  14. 14. Publicidade14 Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015
  15. 15. Publicações Legais 15Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015 ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC DECRETO N° 6.839, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2015. DECLARA DE UTILIDADE PÚBLICA ÁREAS DE TERRAS RURAIS DE PROPRIEDADE DE MARIA COSTA SABINO E OUTROS. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no uso das atribuições emanadas do art. 83, VII, da Lei Orgânica do Município, c/c os artigos. 2º, 5º, i e 6º, do Decreto-Lei nº 3.365, de 21 de junho de 1941, DECRETA Art. 1º - Fica declarada de utilidade pública, para posterior desapropriação amigável ou judicial áreas de terras rurais de propriedade de Maria Costa Sabino e outros, provenientes da Matrícula nº 59.995 Lº 2-RG, sendo: Área ocupada pelo leito da Rua Tinho Réus com 614,04m² Ao Norte, onde mede 14,00m com terras de Antonio Zeferino de Souza; Ao Sul, onde mede 14,00m com terras de Manoel Zeferino de Souza; Ao Leste, onde mede 51,48m com a Área remanescente n° 02; Ao Oeste, onde mede 51,48m com a Área remanescente n° 01. Área Remanescente n° 2.1 com 9.983,96m² de formato irregular, com as seguintes medidas e confrontações: Ao Norte, onde mede 226,64m com terras de Antonio Zeferino de Souza; Ao Sul, onde mede 199,91m com terras de Manoel Zeferino de Souza; Ao Leste, onde mede 51,48m com a Rua Tinho Reus; Ao Oeste, onde mede 51,48m com a João Jose de Oliveira. Área Remanescente n° 2.2 com 15.000,00m² de formato irregular, com as seguintes medidas e confrontações: Ao Norte, onde mede 327,542m com terras de Antonio Zeferino de Souza; Ao Sul, onde mede 354,272m com terras de Manoel Zeferino de Souza; Ao Leste, onde mede 44,00m com terras do DER – Departamento de Estradas e Rodagens de Santa Catarina; Ao Oeste, onde mede 51,48m com a Rua Tinho Reus. Art. 2º - A declaração de utilidade pública a que se refere este decreto tem o amparo, fins e objetivos constantes dos arts. 2º, 5º, i e 6º do Decreto Lei nº 3.365, de 21 de junho de 1941 e se destina à regularização da área ocupada pelo leito da Rua Tinho Reus. Art. 3º - A indenização do imóvel expropriado será efetuado pelo Município de Araranguá, através de composição amigável, determinação judicial ou, ainda, por doação dos proprietários ao Município. Art. 4º - Fica nomeada Comissão Especial de Avaliação, composta pelos servidores Gesse Espindola Gomes, Paulo Ricardo da Silva, Gilmar Farias, se necessário, sob a presidência do primeiro, procederem à avaliação do imóvel, podendo usar dos critérios que julgar necessários, inclusive consulta ao mercado imobiliário e o profissional habilitado para tanto. ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Art. 5º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 6º - Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 23 de fevereiro de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 23 de fevereiro de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net DECRETO Nº 6.878, DE 20 DE MARÇO DE 2015. DISPÕE SOBRE A SUPLEMENTAÇÃO DE DOTAÇÕES NO ORÇAMENTO DO SERVIÇO AUTÔNOMO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTO – SAMAE DE ARARANGUÁ DO EXERCÍCIO DE 2015. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no exercício das suas atribuições, e de acordo com a Lei Orgânica do Município de Araranguá – LOMA, combinado com o Art. 8º e Art. 12. da Lei nº 3.300, de 12 de Dezembro de 2014 e Lei nº 2.645, de 20 de Maio de 2008, e em conformidade com o art. 43, § 1º, Inciso I e § 2º da Lei 4.320/64 de 17 de Março de 1964. DECRETA Art. 1º Fica suplementado o Orçamento do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto – SAMAE, nos itens orçamentários abaixo, no valor total de R$ 600.000,00 (Seiscentos mil reais). Administração Indireta Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgotos – SAMAE Projeto/ Atividade: 1.014 CONSTRUÇÃO DA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTO Elemento: 4.4.90.00.00.00.081 Aplicações Diretas R$ 600.000,00 TOTAL R$ 600.000,00 Art. 2º Para atender à suplementação supra serão utilizados parte dos recursos do Superávit Financeiro, apurado no Balanço Patrimonial do exercício de 2014, em conformidade com o art. 43, § 1º, Inciso I e § 2º da Lei 4.320/64 de 17 de Março de 1964, no valor de R$ 600.000,00 (Seiscentos mil, reais). Art. 3º Esta Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário. Decreto nº 6.878, de 20 de março de 2015. Fls. 02 Prefeitura Municipal de Araranguá, em 20 de Março de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria de Administração Municipal, em 20 de Março de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ DECRETO Nº 6.883, DE 27 DE MARÇO DE 2015. CONCEDE ISENÇÃO DE IPTU E CONTRIBUIÇÃO DE MELHORIA ÀS PESSOAS QUE MENCIONA. O Prefeito Sandro Roberto Maciel no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, e ao que determina o art. 22, VI, da Lei Complementar nº 006, de 03 de dezembro de 1997 (Código Tributário Municipal), com alteração das Leis Complementares nº 036, de 31 de outubro de 2002, nº 038, de 26 de Novembro de 2003, nº 043, de 27 de agosto de 2003, nº 48, de 07 de maio de 2004 e n° 101/2010: DECRETA Art. 1º Fica concedida isenção do pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano - IPTU e Contribuição de Melhoria, às pessoas abaixo relacionadas, as quais requereram a aludida isenção, na forma dos artigos. 22, VI e 116, II, da Lei Complementar nº 006, de 03 de dezembro de 1997 (Código Tributário Municipal), com alteração das Leis Complementares nº 036, de 31 de outubro de 2002, nº 038, de 26 de Novembro de 2003, nº 043, de 27 de agosto de 2003 e nº 48, de 07 de maio de 2004 e n° 101/2010. NOME MATRÍCULA CADASTRO MUNICIPAL DATA DO BENEFÍCIO TIPO (%)      Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net do Município, e ao que determina o art. 22, VI, da Lei Complementar nº 006, de 03 de dezembro de 1997 (Código Tributário Municipal), com alteração das Leis Complementares nº 036, de 31 de outubro de 2002, nº 038, de 26 de Novembro de 2003, nº 043, de 27 de agosto de 2003, nº 48, de 07 de maio de 2004 e n° 101/2010: DECRETA Art. 1º Fica concedida isenção do pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano - IPTU e Contribuição de Melhoria, às pessoas abaixo relacionadas, as quais requereram a aludida isenção, na forma dos artigos. 22, VI e 116, II, da Lei Complementar nº 006, de 03 de dezembro de 1997 (Código Tributário Municipal), com alteração das Leis Complementares nº 036, de 31 de outubro de 2002, nº 038, de 26 de Novembro de 2003, nº 043, de 27 de agosto de 2003 e nº 48, de 07 de maio de 2004 e n° 101/2010. NOME MATRÍCULA CADASTRO MUNICIPAL DATA DO BENEFÍCIO TIPO (%)                                                                                                                         ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net                                                                                                                    Art. 2º O prazo de validade da isenção é de dois (2) anos, após o que deverá o beneficiado submeter-se a recadastramento, para comprovar a permanência das condições de concessão do benefício. Art. 3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 27 de março de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 27 de março de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net DECRETO Nº 6.884, DE 31 DE MARÇO DE 2015. CONSTITUI COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES E JULGAMENTO DA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DE ARARANGUÁ. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, especificamente o art. 83, VII, e ao que determina a Lei Federal nº 8.666, de 21 de junho de 1993: DECRETA Art. 1º Fica constituída a Comissão Permanente de Licitações e Julgamento, da Administração Municipal de Araranguá, que será formada pelos seguintes membros, todos servidores municipais: 1 - PRESIDENTE: Luiz Carlos de Souza 2 - MEMBRO: Valdir José Sauer 3 - MEMBRO: Gesse Espíndola Gomes 4 - SUPLENTE: Liliane Silva de Souza 5 - SUPLENTE: Maria das Dores Souza Art. 2º Este decreto entra em vigor na data da sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário, especificamente o Decreto nº 6.837, de 19 de fevereiro de 2015. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 31 de março de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 31 de março de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ DECRETO Nº 6.885, DE 31 DE MARÇO DE 2015. REVOGA CONCESSÃO DE GRATIFICAÇÃO POR SERVIÇO DE RELEVÂNCIA DO SERVIDOR QUE ESPECIFICA. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, e ao que determina o artigo 83, VII da Lei Orgânica do Município. DECRETA Art. 1º Fica revogada a Gratificação por Serviços de Relevância do servidor Jailson Ramos, concedida através do Decreto n° 5.992, de 01 de março de 2013. Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, retroagindo seus efeitos a 02/03/2015. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 31 de março de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 31 de março de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net DECRETO Nº 6.888, DE 01 DE ABRIL DE 2015. DETERMINA A BAIXA DE BENS MÓVEIS INSERVÍVEIS NO PATRIMÔNIO DO MUNICÍPIO. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, especificamente o art. 83, VII: Considerando que laudo de constatação verificou que os bens patrimoniais constantes deste Decreto foram julgados inservíveis; Considerando que referidos bens, quando passíveis de reparação ou conserto tem custo de recuperação superior ao valor de mercado do respectivo bem restaurado; Considerando que o Balanço Patrimonial deve refletir a exata situação dos bens municipais, DECRETA Art. 1º Fica determinada a baixa no patrimônio do Município dos bens móveis que seguem relacionados, autorizando-se sua baixa do Patrimônio Público Municipal e sua inutilização definitiva: DESCRIÇÃO DOS BENS QUANTIDADE Arquivo de aço 16 Cadeira escolar 183 Carteira escolar 100 Estante de aço 3 Geladeira 5 Autoclave 12 Lavadora de roupas 7 Ar condicionado 6 Bebedouro 6 Cadeira de dentista 6 Balança 5 Fogão 5 Ventilador 50 Berço 13 Mesa auxiliar 10 Cadeira giratória 15 Cadeira fixa 20 Maquina de pão 2 Maquina de pastorizar leite 1 Art. 2º Os bens descritos no artigo 1º deste Decreto são considerados desativados, danificados ou obsoletos, irrecuperáveis, que não possuem numeração de patrimônio em virtude de sua antiguidade. Art. 3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 01 de abril de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 01 de abril de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net DECRETO Nº 6.889, DE 01 DE ABRIL DE 2015. EXONERA OUVIDOR DA SECRETARIA DE GOVERNO. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, especificamente o art. 83, VII: DECRETA Art. 1º Fica exonerado LUIZ DJALMA MARCELINO JUNIOR do cargo em comissão de Ouvidor, da Secretaria de Governo, símbolo CC3, do quadro de pessoal do Poder Executivo Municipal. Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 01 de abril de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 01 de abril de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ DECRETO Nº 6.890, DE 02 DE ABRIL DE 2015. EXONERA CHEFE DO SERVIÇO DE OFICINA E GARAGEM. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, especificamente o art. 83, VII: DECRETA Art. 1º Fica exonerado RAFAEL COSTA LAURINDO do cargo em comissão de Chefe do Serviço de Oficina e Garagem, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Obras e Serviços, símbolo CC5, do quadro de pessoal do Poder Executivo Municipal. Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 02 de abril de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 02 de abril de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ ERRATA A ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DE ARARANGUÁ TORNA PÚBLICO QUE O DECRETO Nº 6.806/2015, PUBLICADO NO DIA 16 DE MARÇO DE 2015 NA EDIÇÃO Nº 4628, PÁGINA 21 DESSE JORNAL, É INEXISTENTE, SENDO PUBLICADO POR EQUIVOCO.
  16. 16. Publicações Legais16 Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015 ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net DECRETO Nº 6.891, DE 02 DE ABRIL DE 2015. NOMEIA OUVIDOR DA SECRETARIA DE GOVERNO. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, especificamente o art. 83, VII e ao que determina a Lei Complementar nº 145/2012: DECRETA Art. 1º Fica nomeado VALDIR CESAR MERÊNCIO para exercer em comissão o cargo de Ouvidor, da Secretaria de Governo, símbolo CC3, no quadro de pessoal do Poder Executivo Municipal. Art. 2º Fica concedido 100% (cem por cento) de Função Gratificada, conforme o artigo 219 da Lei Complementar nº 145, de 26 de dezembro de 2012. Art. 3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário, especificamente o Decreto nº 5.885, de 14 de janeiro de 2013. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 02 de abril de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 02 de abril de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC DECRETO N° 6.892, DE 02 DE ABRIL DE 2015. DECLARA DE UTILIDADE PÚBLICA ÁREAS DE TERRAS RURAIS NO MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no uso das atribuições emanadas do art. 83, VII, da Lei Orgânica do Município, c/c os artigos. 2º, 5º, i e 6º, do Decreto-Lei nº 3.365, de 21 de junho de 1941, DECRETA Art. 1º - Ficam declaradas de utilidade pública, para posterior desapropriação amigável ou judicial as áreas de terras que menciona: ÁREA 04 - DOAÇÃO DA RODOVIA VALMIRO MANOEL GONÇALVES: 10.026,70m² Um terreno rural, situado no Bairro Coloninha, nesta Cidade e Comarca de Araranguá-SC, com a área de 10.026,70m², com as seguintes medidas e confrontações: Inicia-se a descrição deste perímetro no vértice P01, situado no limite com Nelson Silva Nunes e Outros, deste segue sentido Sul, confrontando ao OESTE, com distancia total de 501,03m, em 09 (nove) lances, sendo o primeiro com distancia de 258,03m, até o vértice P02; o segundo com distancia de 28,14m, até o vértice P03; o terceiro com distancia de 18,42m, até o vértice P04; o quarto com distancia de 28,07m, até o vértice P05; o quinto com distancia de 32,36m, até o vértice P06; o sexto com distancia de 35,58m, até o vértice P07; o sétimo com distancia de 38,99m, até o vértice P08; o oitavo com distancia de 32,42m, até o vértice P09; o nono com distancia de 29,02m, até o vértice P10, ambos confrontando com Área 02 de Maria de Lourdes Ferreira Mouta Campos e outros; deste segue sentido Oeste, confrontando ao SUL, onde mede 20,15m, com terras de AKLLA- Indústria e Comércio de Ingredientes Naturais Ltda (matr.54.749), até o vértice P24; deste segue sentido Norte, confrontando ao LESTE, onde mede o total de 504,47m, em 08 (oito) lances, sendo o primeiro com distancia de 30,41m, até o vértice P25; o segundo com distancia de 29,82m, até o vértice P26; o terceiro com distancia 37,61m, até o vértice P27; o quarto com distancia de 32,72m, até o vértice P28; o quinto com distancia de 35,66m, até o vértice P29; o sexto com distancia de 35,14m, até o vértice P30; o sétimo com distancia de 27,61m, até o vértice P31; o oitavo com distancia de 275,50m, até o vértice P19, ambos confrontando com Área 03 de Maria de Lourdes Ferreira Mouta Campos e outros; deste segue sentido Oeste, confrontando ao NORTE, onde mede 26,79m, com terras de Nelson Silva Nunes e outros (matr. 40.681), ate o vértice P01; Fechando o perímetro do Imóvel. ÁREA 05- DOAÇÃO DA RUA GOV. CELSO RAMOS: 1.151,20m² Um terreno rural, situado no Bairro Coloninha, nesta Cidade e Comarca de Araranguá-SC, com a área de 1.151,20m², com as seguintes medidas e confrontações: com as seguintes medidas e confrontações: Inicia-se a descrição deste perímetro no vértice P14, situado no limite com a Rua Lucio Antonio Timboni, deste segue sentido Leste, confrontando ao SUL, ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC com distancia de 94,36m, com Área 02 de Maria de Lourdes Ferreira Mouta Campos e outros; até o vértice P15, deste segue sentido Norte, confrontando ao LESTE, com distancia de 34,73m, com terras de Nelson Silva Nunes e outros (matr. 40.681), até o vértice P16; deste segue sentido Oeste, confrontando ao NORTE, com distancia de 55,55m, com Área 01 de Maria de Lourdes Ferreira Mouta Campos e outros, até o vértice P17; deste segue sentido Sul, confrontando ao OESTE, com distancia total de 17,16m, com a Rua Lucio Antonio Timboni, até o vértice P14; Fechando o perímetro do Imóvel. Art. 2º - A declaração de utilidade pública a que se refere este decreto tem o amparo, fins e objetivos constantes dos arts. 2º, 5º, i e 6º do Decreto Lei nº 3.365, de 21 de junho de 1941 e se destina à regularização da doação das áreas ocupadas pela Rua Governador Celso Ramos e pela Rodovia Valmiro Manoel Gonçalves. Art. 3º - A indenização dos imóveis expropriados será efetuado pelo Município de Araranguá, através de composição amigável, determinação judicial ou, ainda, por doação dos proprietários ao Município. Art. 4º - Fica nomeada Comissão Especial de Avaliação, composta pelos servidores Gesse Espindola Gomes, Paulo Ricardo da Silva, Gilmar Farias, se necessário, sob a presidência do primeiro, procederem à avaliação dos imóveis, podendo usar dos critérios que julgar necessários, inclusive consulta ao mercado imobiliário e o profissional habilitado para tanto. Art. 5º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 6º - Revogam-se as disposições em contrário, especificamente o Decreto nº 6.845, de 02 de março de 2015. Decreto nº 6.892, de 02 de abril de 2015. Fls. 02 Prefeitura Municipal de Araranguá, em 02 de abril de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 02 de abril de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ DECRETO Nº 6.893 DE 02 DE ABRIL DE 2015. CONCEDE IMUNIDADE TRIBUTÁRIA À ASSOCIAÇÃO DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL DE ARARANGUÁ. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, especificamente o art. 83, VII, e ao que determina o artigo 150, VI, “c”, da Constituição Federal/1988, e artigo 86 V “g”, do Código Tributário Municipal (Lei Complementar 006/1997), considerando o parecer no processo administrativo nº 8208/2014: DECRETA Art. 1º Fica reconhecida imunidade tributária à ASSOCIAÇÃO DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL DE ARARANGUÁ, portadora do CNPJ Nº 00.124.506/0001-02, na forma determinada pelo artigo 150, VI, “c”, da Constituição Federal/1988, e artigo 86 V “g”, do Código Tributário Municipal (Lei Complementar MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net DECRETO Nº 6.893 DE 02 DE ABRIL DE 2015. CONCEDE IMUNIDADE TRIBUTÁRIA À ASSOCIAÇÃO DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL DE ARARANGUÁ. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, especificamente o art. 83, VII, e ao que determina o artigo 150, VI, “c”, da Constituição Federal/1988, e artigo 86 V “g”, do Código Tributário Municipal (Lei Complementar 006/1997), considerando o parecer no processo administrativo nº 8208/2014: DECRETA Art. 1º Fica reconhecida imunidade tributária à ASSOCIAÇÃO DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL DE ARARANGUÁ, portadora do CNPJ Nº 00.124.506/0001-02, na forma determinada pelo artigo 150, VI, “c”, da Constituição Federal/1988, e artigo 86 V “g”, do Código Tributário Municipal (Lei Complementar 006/1997). Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 02 de abril de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 02 de abril de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net DECRETO Nº 6.894, DE 06 DE ABRIL DE 2015. DECLARA NÃO INCIDÊNCIA DE IMPOSTOS SOBRE ÁREAS DE TERRAS. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, e ao que determina a alínea “e” do Inciso I do artigo 4º, da Lei Complementar nº 006, de 03/12/97 (Código Tributário Municipal), e Processo Administrativo nº 520/2015: DECRETA Art. 1º Fica declarada a não incidência do Imposto Predial e Territorial Urbano - IPTU sobre os imóveis matriculados no Cartório de Registro de Imóveis sob os nºs 31.272, 33.630 e 35.692, com áreas de 79.152m²; 7.656m² e 14.769m², respectivamente, localizado no Bairro Lagoão, de propriedade de Vanderlei Esmeraldino Francisco, na forma determinada pelo art. 4º, § único, da Lei Complementar nº 006, de 03 de dezembro de 1997 (Código Tributário Municipal). Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 06 de abril de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 06 de abril de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net DECRETO Nº 6.896 DE 07 DE ABRIL DE 2015. CONCEDE IMUNIDADE TRIBUTÁRIA À ASSOCIAÇÃO DE APOIO ÀS ATIVIDADES EQUESTRES. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, especificamente o art. 83, VII, e ao que determina o artigo 150, VI, “c”, da Constituição Federal/1988, e artigos 25, 86 V “g”, 92, 99 II, 130 do Código Tributário Municipal (Lei Complementar 006/1997), considerando o parecer no processo administrativo nº 1288/2015: DECRETA Art. 1º Fica reconhecida imunidade tributária à ASSOCIAÇÃO DE APOIO ÀS ATIVIDADES EQUESTRES, neste Município, portadora do CNPJ Nº 04.432.501/0001-06, na forma determinada pelo artigo 150, VI, “c”, § 2º da Constituição Federal/1988, e artigos 25, 86 V “g”, 92, 99 II, 130 do Código Tributário Municipal (Lei Complementar 006/1997). Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 07 de abril de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 07 de abril de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ DECRETO Nº 6.897, DE 09 DE ABRIL DE 2015. CONCEDE ISENÇÃO/NÃO INCIDÊNCIA DE ITBI À PESSOA QUE MENCIONA. O Prefeito Sandro Roberto Maciel no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, e ao que determina o art. 34, inciso V da Lei Complementar n° 006/1997: DECRETA Art. 1º Fica concedida isenção/não incidência do pagamento do Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis - ITBI, à pessoa abaixo relacionada, a qual requereu a aludida isenção/não incidência, na forma do artigo. 34, inciso V da Lei Complementar nº 006, de 03 de dezembro de 1997 (Código Tributário Municipal), com base no processo que menciona. NOME PROCESSO ADMINISTRATIVO   Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 09 de abril de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 09 de abril de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net DECRETO Nº 6.898 DE 09 DE ABRIL DE 2015. CONCEDE IMUNIDADE TRIBUTÁRIA AO YATE CLUBE MORRO DOS CONVENTOS. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, especificamente o art. 83, VII, e ao que determina o artigo 150, VI, “c”, da Constituição Federal/1988, e artigos, 86 V “g”, 92, 99 II, 130 do Código Tributário Municipal (Lei Complementar 006/1997), considerando o parecer no processo administrativo nº 430/2015: DECRETA Art. 1º Fica reconhecida imunidade tributária ao YATE CLUBE MORRO DOS CONVENTOS, neste Município, portador do CNPJ Nº 95.782.769/0001-15, na forma determinada pelo artigo 150, VI, “c”, § 2º da Constituição Federal/1988, e artigos 86 V “g”, 92, 99 II, 130 do Código Tributário Municipal (Lei Complementar 006/1997). Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 09 de abril de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 09 de abril de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net DECRETO Nº 6.899 DE 09 DE ABRIL DE 2015. NOMEIA OS MEMBROS COMPONENTES DO CONSELHO GESTOR DO FUNDO MUNICIPAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL - FHIS DO MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ. Prefeito do Município de Araranguá, Sandro Roberto Maciel, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 5º, da Lei Municipal nº 2.607, de 21 de dezembro de 2007, DECRETA: Art. 1º Ficam nomeados os membros componentes do Conselho Gestor do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social - FHIS do Município de Araranguá, na forma determinada pelo art. 5º, da Lei Municipal nº 2.607, de 21 de dezembro de 2007, cuja composição é a seguinte: I – Ana Lúcia Gioppo Calegari, titular e Marcos Tramontin Serafim, suplente, representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação; II – Eduardo Gomes Goulart, titular e Alfredo Afrânio Ronconi, suplente, representantes da Secretaria Municipal de Obras; III – Sandro Xavier, titular e Gilson Manoel Pereira, suplente, representantes do Poder Legislativo de Araranguá; IV - Ivan Francisco Balthazar, titular, e Cesar Antonio Kindermann, suplente, representantes do CREA - SC Inspetoria de Araranguá; V - Solene Feltrin, titular, e Dotina Felizberto, suplente, representantes da União das Associações de Moradores de Araranguá - UAMA; VI – Everson Cleber Cardoso, titular e Israel Borges, suplente, representantes da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB Subseção de Araranguá; Art. 2º O mandato dos Conselheiros será de 02 (dois) anos permitindo a recondução para mais um mandato. Decreto nº 6.899, de 09 de abril de 2015. Fls. 02 Art. 3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 09 de abril de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 09 de abril de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net DECRETO Nº 6.900 DE 09 DE ABRIL DE 2015. DISPÕE SOBRE OS CRITÉRIOS NACIONAIS E OS CRITÉRIOS ADICIONAIS MUNICIPAIS PARA PRIORIZAÇÃO DE CANDIDATOS À BENEFICIÁRIOS DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA - PMCMV, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito Municipal de Araranguá-SC, Sandro Roberto Maciel, no uso das atribuições legais, conferidas pela Lei Orgânica Municipal, Lei nº 2.607 de 21 de dezembro de 2007, Lei nº 11.977 de 07 de julho de 2009, Lei nº 12.424 de 16 de junho de 2011, Lei nº 12.693 de 24 de julho de 2012 e Portaria nº 595 de 18 de dezembro de 2013 e demais disposições legais pertinentes; DECRETA: Art. 1º – São considerados critérios nacionais de priorização para a seleção de candidatos ao PMCMV- Programa Minha Casa Minha Vida, nos termos da Lei nº 11.977 de 07 de julho de 2009 e da Portaria nº 595 de 18 de dezembro de 2013: I) famílias residentes em áreas de risco ou insalubres ou que tenham sido desabrigadas; II) famílias com mulheres responsáveis pela unidade familiar; III) famílias de que façam parte pessoas com deficiência; Art. 2º- São considerados critérios municipais, segundo aprovação pelo Conselho Gestor do Fundo Municipal De Habitação De Interesse Social – CGFHIS do Município De Araranguá na ata de reunião datada de 16 de março de 2015 e considerando a Portaria nº 595 de 18 de dezembro de 2013: I) Famílias que residam no município de Araranguá no mínimo há 5 anos; II) Famílias com grupo familiar formado de até 4(quatro) pessoas; e III) Famílias residentes na região geográfica atendida pelas Unidades Básicas de Saúde Coloninha I e Coloninha II; Art. 3º - Das unidades habitacionais, serão reservado o mínimo de 3% (três por cento) para atendimento aos idosos, conforme disposto no inciso I do art. 38 da Lei Federal nº 10.741/2003 e 3% (três por cento) para atendimento a pessoa com deficiência, nos termos item 5.6 da Portaria MCIDADES nº 610/2011. Art. 4º - Do critério do ítem III do Art. 2º deste decreto, será priorizada a destinação de 65% das unidades habitacionais para moradores da referida área geográfica. Os demais 35% poderão ser selecionados de outras regiões do município. Art. 5.º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogando as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 09 de abril de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 09 de abril de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração
  17. 17. Publicações Legais Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015 17 ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ _______________________________________________________ Rua: Dr. Virgulino de Queirós, nº 200 – Centro – Araranguá/SC Fone: (48)35210900 www.ararangua.net DECRETO Nº 6.902 DE 09 DE ABRIL DE 2015. PRORROGA OS EFEITOS DO DECRETO N° 5.995, DE 01 DE MARÇO DE 2013. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Municipal nº 2.311 de 14 de Julho de 2005, no que determina o art. 1º, e parágrafos §1º, 2º, 3º, 4º, 5º e considerando o parecer no Processo Administrativo nº 557/2015. DECRETA Art. 1º Fica prorrogado por mais 02 (dois) anos, os efeitos do Decreto n° 5.995, de 01 de março de 2013, que concedeu a pedido, licença sem vencimentos à servidora CINTIA VITTO BONGIOLO DIAS, para tratar de assuntos particulares, na forma permitida na Lei nº 2.311 de 14 de julho de 2005. Art. 2º Este Decreto entra em vigor em na data de sua publicação, retroagindo seus efeitos a 01/03/2015. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 09 de abril de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 09 de abril de 2015. THAIZA DANDOLINI Secretária Interina de Administração AVISO DE PRORROGAÇÃO DE EDITAL EDITAL Nº64/2015 MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL O Município de Araranguá, Estado de Santa Catarina, torna público para o conhecimento dos interessados na licitação nº. 64/2015 – Pregão Presencial que tem como objeto Contratação de empresa do ramo pertinente para execução de estudo técnico objetivando a viabilização das informações e estatísticas para realização de processo licitatório para contratação de transporte coletivo urbano no município de Araranguá, que prorrogou o prazo de retirada do edital e entrega dos envelopes. Os envelopes contendo a documentação e propostas de preços deverão ser entregues até às 13h45 do dia 05 de maio 2015 no Serviço de Protocolo Geral da Prefeitura Municipal de Araranguá, sito à Rua Dr.Virgulino de Queiróz, 200,centro. A abertura dos envelopes será no dia 05 de maio de 2015, às 14h00, na sala de reuniões do Departamento de Licitações da Prefeitura Municipal de Araranguá. O edital alterado poderá ser lido/retirado no endereço eletrônico: www.ararangua.sc.gov.br – transparência-licitações. Maiores informações poderão ser obtidas pelo telefone 48 3521.0929 ou pelo e-mail: licitacao@ararangua.sc.gov.br Araranguá, SC,17 de abril de 2015. Sandro Roberto Maciel Prefeito Municipal Liliane Silva de Souza Pregoeira ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE ARARANGUÁ AVISO DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 75/2015 MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL OBJETO: REGISTRO DE PREÇOS para contratação de empresa objetivando a prestação de serviços na manutenção, através de "pequenos reparos" nas unidades de ensino e unidades de saúde do município de Araranguá, cujas especificações encontram-se detalhadas no termo de referência anexo I do edital de licitação. TIPO DA LICITAÇÃO: Menor Preço por Item ENTREGA DOS ENVELOPES: Até às 8h45min; do dia 05 de maio de 2015, no Serviço de Protocolo Geral da Prefeitura, sito à Rua Dr. Virgulino de Queiróz, 200, centro. ABERTURA DOS ENVELOPES: As 09h00min do dia 05 de maio de 2015, na sala de reuniões do Departamento de Licitações da Prefeitura. REGIMENTO: Leis Federais 8.666/93 e 10.520/02, Lei Complementar 123/2006 e Decreto Municipal nº 2.676/05. EDITAL COMPLETO E INFORMAÇÕES: Está à disposição dos interessados no horário de expediente da Prefeitura, no endereço eletrônico; www.ararangua.sc.gov.br, e afixado no mural, localizado no hall de entrada da sala do Departamento de Licitações da Prefeitura. Maiores informações poderão ser obtidas pelo telefone (fax) 0XX48 3521.0929 ou pelo e-mail: licitacao@ararangua.sc.gov.br Araranguá, SC, 17 de abril de 2015. Sandro Roberto Maciel Prefeito Municipal Liliane Silva de Souza Pregoeira ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE ARARANGUÁ EDITAL DE INTIMAÇÃO ARLINDO EDÍLIO DA ROSA, Tabelião do TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTOS DE TÍTULOS desta Comarca de Sombrio, situado na Av. Nereu Ramos, 1300 - Fone (48) 3533-0318 - CEP 88960-000, faz saber na forma da Lei aos que o presente EDITAL virem, que se encontram nesse tabelionato para serem protestados, decorrido o prazo legal, por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, ou por se recusarem a tomar conhecimento, os títulos cujos responsáveis estão abaixo discriminados. PROT. APRESENTANTE / CNPJ DEVEDOR / CNPJ Prot: 134266; Dev:AGENOR FELICIANO DACRUZ - 036.549.549- 28; Ced: M.C.C. MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA ME; Sac: M.C.C. MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDAME; Tit: 850/14 ;Apr: BANCO DO BRASILSA; VEN: 10/04/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 445,00+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 134255; Dev: ANDRÉ LUIS DE AMORIM - 345.987.310-87; Ced: LAJOSUL MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO LTDA; Sac: LAJOSULMATERIAIS PARACONSTRUÇÃO LTDA; Tit: 28094/03 ; Apr: BANCO DO BRASIL SA; VEN: 10/04/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 553,61+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 134193; Dev: CLAUDIONOR DA SILVA GOMES - 13.574.947/0001-58; Ced: BANCO COOPERATIVO SICREDI SA; Sac: KRAFCHINSKI & MORAES LTDA; Tit: 010976-004 ; Apr: BANCO BRADESCO S A ; VEN: 07/04/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 437,86+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 134271; Dev: GUARITA TRANSPORTES LTDA - ME - 07.190.543/0001-68; Ced: ANTT - AGENCIA NACIONAL DE TRANS. TERRESTRES; Sac: ANTT - AGENCIA NACIONAL DE TRANS. TERRESTRES; Tit: 57362014 ; Apr: PGF - PROCURADORIA-GERAL FEDERAL; VEN: À VISTA; Esp: Certidão de Dívida Ativa; Val: 663,94+Juros Legais; Emol.: 54,62. Prot: 134237; Dev: HAHNTEC COMERCIAL LTDA ME - 02.535.270/0001-22; Ced:ATLANTAFUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITO; Sac: KRAFITAS INDUSTRIA E COMERCIO DE EM; Tit: 6115 ; Apr: BANCO BRADESCO S A ; VEN: 13/04/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 2.318,40+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 134204; Dev: MARIA DE FÁTIMA CAETANO BORBA - 016.011.389-03; Ced: MRS COMÉRCIO DE JÓIAS E EMBALAGENS LTDA; Sac: MRS COMÉRCIO DE JÓIAS E EMBALAGENS LTDA; Tit: 0000108002 ;Apr: CAIXAECONÔMICA FEDERAL; VEN: 02/04/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 442,08+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 134251; Dev: MARISA LAURECI BERNARDO -ME - 21.240.349/0001-70; Ced: LANABELLA TEXTIL LIMITADA; Sac: LANABELLA TEXTIL LIMITADA; Tit: 8029/003 ; Apr: ITAU UNIBANCO SA ; VEN: 13/04/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 1.257,47+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 134213; Dev: MAYKSUL COMERCIO E TRANSPORTES LTDA ME - 01.964.577/0001-86; Ced: PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO; Sac: PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO; Tit: 15000139163 ; Apr: PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO; VEN: À VISTA; Esp: Certidão de DívidaAtiva; Val: 2.234,16+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 134222; Dev: ODAIR ROCHA SILVERIO - 001.505.499-38; Ced: EMERSON STALBAUM; Sac: ; Tit: 900109 ;Apr: EMERSON STALBAUM; VEN: 09/04/2015; Esp: Cheque; Val: 3.100,00+Juros Legais; Emol.: 46,96. Sombrio - SC, 20/04/2015 ARLINDO EDÍLIO DA ROSA
  18. 18. Publicidade18 Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015
  19. 19. Entrevista 19Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015 [PeloEstado] - Os resulta- dos de 2014 devem ser co- memorados? Cleverson Siewert - O de- sempenho econômico do Grupo Celesc, que é formado por gera- ção, transmissão e distribuição de energia, além de gás e mais água e saneamento, em 2014, foi muito mais aproximado daquilo que o mercado, e a própria socie- dade, espera de um grupo desse tamanho. E também muito mais aproximado das metas que nos impusemos. Estamos alinhando a companhia. Foi o maior resul- tado da história da empresa! Ti- vemos um crescimento da ordem de 30% em 2014. Tudo isso é fruto do processo de transforma- ção pelo qual estamos passando desde 2011, quando o governador Raimundo Colombo determinou mudanças na gestão. Foram vá- rios movimentos nesse sentido: mudança estatutária, plano dire- tor e plano de eficiência operacio- nal, com objetivos muito bem es- tabelecidos e que remunera tanto os empregados como corpo dire- tivo pelo atingimento das metas. [PE] - Isso se refletiu na área operacional? Siewert - Sem dúvida. Não adianta ter resultados econômi- cosedegestãoimportantes,enão prestar um bom serviço. No final do ano passado fomos escolhidos a segunda melhor distribuidora do Brasil e a terceira melhor da América Latina. Temos índices de satisfação elevados junto aos clientes. Entretanto, sabemos que isso não quer dizer que está tudo bem. Por isso temos planos de investimentos, para melhorar cada vez mais. Acho que é impor- tante destacar que o apoio que o governador, o vice-governador Eduardo Moreira e os acionistas Podemos ser eficientes, podemos ser competitivos e podemos prestar um serviço adequado para a sociedade.PeloEstado Entrevista CLEVERSON SIEWERT No Balanço da Celesc de 2014, o indicador EBITDA (em português, lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) consolidado alcançou R$ 1 bilhão e o Lucro Líquido, R$ 5,1 milhões. No acumulado de 2014, a Receita Operacional Bruta consolidada chegou ao montante de R$ 8,5 milhões, ou 26,6% de incremento. Os números são comemorados pelo presidente da Celesc, Cleverson Siewert, engenheiro civil, pós-graduado em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas, que comanda a estatal desde 2013. Ele recebeu a reportagem da Coluna Pelo Estado para uma entrevista exclusiva, durante a qual falou também sobre os investimentos programados, novos negócios, renovação da concessão e setor energético nacional. Diante do bom desempenho da Celesc, ele projeta 2015: “Vai ser um ano tão positivo quanto foi 2014. Também com crescimento”. têm dado para a Celesc é funda- mental. Conseguimos passar por umperíododetransformaçãoim- portante, cujos resultados estão demonstrados em números posi- tivos. Nós, como empresa públi- ca, temos orgulho em dizer isso: podemos ser eficientes, podemos ser competitivos e podemos pres- tar um serviço adequado para a sociedade. [PE] - Resultados positivos em um cenário difícil. Siewert - É verdade. Nos úl- timos três anos o setor elétrico passa por problemas de hidrolo- gia,demudançasregulatórias–a cada momento se pensa de uma forma –, e tudo isso impactou muito o setor, sobremaneira as distribuidoras de energia. Ainda assim, conseguimos suplantar todas as dificuldades externas e internas, de adequação de ges- tão. Nossos custos gerenciáveis caíram 6% em 2014. Se conside- rarmos a inflação, esse índice vai a 13%. É algo bastante significa- tivo. Desde 2011 já acumulamos mais de R$ 200 milhões em cor- tes de custos. [PE] - Qual o impacto do ba- lanço no mercado? Siewert - Desde que publicamos os resultados, no dia 27 de mar- ço, a Celesc teve uma valorização bastante significativa em seus papéis. Nos últimos 12 meses, fomos a terceira empresa do se- tor elétrico que mais cresceu. O Índice Bovespa cresceu em torno de 12% e nós, 25%. Se considerar- mos o período de janeiro até aqui, somos a elétrica que mais cresceu em termos de valorização. Isso nos animou bastante e podemos dizer que o mercado está voltan- do a enxergar a Celesc como uma boa opção de investimento. [PE] - O que o senhor espera para 2015? Siewert - Vai ser um ano tão positivo quanto foi 2014. Tam- bém com crescimento. Agora que a Distribuidora tem um pa- râmetro mais estabelecido, nos- so foco vai se voltar para novos negócios, novas oportunidades. A rentabilidade da empresa vem dessas oportunidades e não da Distribuição de energia, que é uma caixinha totalmente regu- lada. Hoje, 98% do nosso fatura- mento vêm da Distribuição, mas precisamos deslocar isso para outras frentes. Definimos isso já no nosso plano diretor, em 2012. O cenário continua sendo com- plexo, mas é preciso fazer um registro. Em 2012 o governo fe- deral criou um problema com a MP 579 (Dispõe sobre as conces- sões de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, sobre a redução dos encargos setoriais, sobre a modicidade tarifária, convertida na Lei nº 12.783, de 2013), mas desde en- tão eles tentam corrigir isso. As medidas tomadas pelo governo federal, especialmente em 2014 e, agora, em 2015, foram muito competentes e muito coerentes, uma vez que procuram trazer de volta a condição de previsibilida- de para o setor. [PE] - Fale mais sobre os no- vos negócios. Há uma proje- ção de participação no mix da empresa? Siewert - Nunca desenhamos percentuais de participação de uma ou de outra área dentro do faturamento, mas montantes. Por exemplo, na Geração, até 2016 queremos chegar à capaci- dade instalada de 150 megawatts (MW), subindo para 300 MW em 2020 e para 1.000 MW em 2030. Fora isso, temos oportu- nidades em transmissão, em te- lecomunicações, em iluminação pública. No caso das telecomuni- cações, o maior parque de fibra óptica do estado é da Celesc. Te- mos mais de 5 mil quilômetros de rede. Podemos alugar fibra, compartilhar serviços, fornecer serviços de banda larga para al- guns grandes players. Estamos completando 60 anos em 2015 e nunca olhamos de dentro para fora, assim como não olhavam para a Celesc de fora para den- tro. É esse olhar que permite a identificação de oportunidades e promove uma mudança cultu- ral importante. Nos últimos dois anos estamos consolidando esse novo olhar na empresa. [PE] - Qual a previsão de in- vestimentos? Siewert - Há um plano de in- vestimentos em andamento, e anualmente estamos aplicando, em média, R$ 300 milhões na Distribuição. Em 2015 será da mesma forma. Em Geração, por exemplo, vamos investir R$ 110 milhões, para colocar 20 MW no sistema, e podemos poten- cializar esse valor com financia- mentos vindos do mercado. Os investimentos estão acontecen- do, os indicadores operacionais da empresa continuam fortes, tanto que na temporada de verão 2014/2015 tivemos pouquíssi- mos problemas, mesmo com a demanda elevada. Os investi- mentos feitos em 2014 funciona- ram conforme previsto. [PE] - Como está a relação com a Aneel e as tratativas para renovar a concessão? Siewert - Estamos falando da renovação das concessões agora, em 2015. Há sinalização de in- teresse pela renovação por mais 25 ou 30 anos, com base em cri- térios técnicos de desempenho. E aí a Celesc vai muito bem. Por isso estamos confiantes. O prazo para renovação é 15 de julho. E eles têm que decidir meio logo, pois isso abrange 60% do par- que de distribuição de energia do país.Comooprazoficoucurto,há duas alternativas: eles renovam por mais 25 ou 30 anos, de for- ma imediata, dando ênfase para as questões técnicas, ou renovam por mais dois ou três anos, pelos critérios atuais, e nesse período criam as novas regras. [PE] - No que depender da Celesc, Santa Catarina tem condições de receber novos grandes empreendimentos? Siewert - Sim! Nós temos hoje cerca de 6,5 mil mega volt-ampè- re (MVA) de capacidade transfor- madoranonossosistema,enossa demanda máxima foi de 4,7 mil MVA. Ou seja, nosso sistema é compatível. É óbvio que há regi- ões que têm maior tranquilidade entre a demanda existente e a nossa capacidade transformado- ra, enquanto noutras a situação é mais apertada. E por isso nossas obras e nossos investimentos são importantes. O limitador, hoje, para a chegada de novos empre- endimentos em Santa Catarina não é a Celesc. Nosso sistema é bastante robusto e contempla as necessidades do estado. [PE] - Afinal, há risco de ra- cionamento? Siewert - Faltou olhar detalhes e quando foram olhar já era tarde. Talvez esse tenha sido um erro e por isso vem se falando em um eventual racionamento. Eu, pes- soalmente, não acredito em ra- cionamento em 2015. “Não acredito em racionamento em 2015” Andréa Leonora | Foto: Anelice Conci/Divulgação | A íntegra da entrevista está em www.centraldediarios.com.br/cnr Florian��oli�� ��Florian��oli�� �� 20Abr15 CENTRAL DE DIÁRIOS TRINTA E DOIS INTEGRADOS DIÁRIOS INTEGRADOS PRESENÇA EM 62% DE SC PeloEstado peloestado@centraldediarios.com.br www.centraldediarios.com.br
  20. 20. Publicidade20 Correio do Sul Segunda-feira, 20 de abril de 2015

×