Ermelino 216

40 visualizações

Publicada em

Jornal de Ermelino e Ponte Rasa

Publicada em: Design
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Ermelino 216

  1. 1. T i r a g e m 3 0 m i l - w w w . f b . c o m / ERME L I N OE P O N T ERA S A - T e l . : ( 1 1 ) 2 0 3 1 - 2 3 6 4 - r a l e st e @ g m a i l . c o m 15 de Setembro de 2015ANO XI / Nº 216 SÃO PAULO DISTRIBUIÇÃO GRATUITA ERMELINO & PONTE RASA STF proíbe doação empresarial nas eleições Da forma como foi decidida a proibição de doações de em- presas privadas, só uma nova Constituição ou uma compo- sição futura do STF (Supremo Pag. 05 Dilma: “Vamos fazer os ajustes e seguir A presidenta Dilma Rousseff afirmou que o Brasil tem todas as condições para superar a situ- ação econômica atual e voltar a crescer. “Temos conquistas que não vamos deixar atrás. Nós va- mos fazer os nossos ajustes e vamos seguir em frente”, disse durante a cerimônia de entrega da 28º edição do Prêmio Jovem Cientista, nesta terça-feira (15) no Palácio do Planalto. Dilma elencou os avanços conquistados pelo País nos últi- mos anos como demonstração desta...... Pag. 07 João Doria oficializa pré-candidatura a prefeito de São Paulo pelo PSDB O empresário e jornalista João Doria, presidente do GRU- PO DORIA e do LIDE e apre- sentador do programa Show Business, oficializou hoje, 28 de agosto, durante evento no di- retório municipal do PSDB em São Paulo, sua pré-candidatura ao comando do Governo Muni- cipal paulistano em 2016. Doria disse que a cidade precisa de liderança e não pode parar e deu o tom de sua campanha: “Vamos acelerar São Paulo”. A pré-candidatura de Doria foi a primeira....... Pag. 11 GCM visita a Subprefeitura de Ermelino Ma- tarazzo...... Pag. 03 Seu filho é sedentário? Pag. 03 Coisas que todo solteiro precisa saber..... Pag. 03 iOS 9 chega ao iPhone; saiba o horário da atua- lização........ Pag. 08 Tribunal Federal) poderiam re- ver a decisão histórica de hoje. Por 8 a 3, o Supremo derrotou os defensores de contribuições eleitorais de pessoas jurídicas. A ação proposta pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) argumentou, basica- mente, que a participação das empresas cria desigualdade na política. Deixa os eleitos sob influência do poder econômico de grandes empresas, uma dis- torção que diminui o voto do cidadão. Por isso.....
  2. 2. 2JORNAL DE ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Atualidades Diretor Executivo: Jornalistas (fl): Contato Comercial: Gerente Financeiro: Diagramador: Marketing: Reporter Fotográfico: Revisora: Distrib./Logistica: Divaldo Rosa Silmara Galvão Nunes-MTb 51.096 João Victor, Eduardo Rocha Ademir Rodrigues Bruno Barreto Rosa Ariane Andrade Eduardo Rocha Prof. Suseli Corumba MULTI-Distrib.Jornais e Folhetos As matérias publicadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não representam necessariamente a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa. REDAÇÃO E PUBLICIDADE Fone/Fax: 2031-2364 / 2513-0928 Av. dos Guachos, 166 - 08030-360-Vl.Curuçá–SP www.aconteceleste.com.br | E-mail: raleste@gmail.com A marca Ermelino & Ponte Rasa existe a 11 anos e faz parte do Grupo Acontece de Jornais e Revistas CIRCULAÇÃO: Itaim Paulista, Vl Curuçá, Jd Robrú, Alto Tiete (Itaquá, Poá, Ferraz de Vasconcelos e Suzano) Um veículo do GRUPO ACONTECE de Jornais e Revistas Associado a: Ed. 216 1ª Quinz.Set.2015 CPTM diz que recebeu 106 denúncias de abuso sexual neste ano A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) diz que recebeu 106 denúncias relacionadas a abuso sexual neste ano. Em 46 desses casos as usu- árias identificaram os mo- lestadores e lavraram bo- letins de ocorrência. O número do SMS-Denúncia é (011) 97150-4949. Nessa semana, passagei- ros relataram que tentaram avisar a companhia sobre um abuso na Linha 11-Co- ral. O acusado de praticar o abuso era funcionário da CPTM, que acabou preso em flagrante por assediar se- xualmente uma passageira dentro de um trem na Linha 11- Coral. O funcionário Levi Lopes da Silva, de 54 anos, é agente operacional e traba- lhava dando suporte na es- tação. Segundo a CPTM, ele não estava trabalhando no momento do assédio. A história foi parar nas redes sociais. A vítima, de 18 anos, estava no começo da manhã em um trem lota- do. Na Estação Corinthians- -Itaquera, percebeu que um homem se encostava nela de maneira inadequada. A jo- vem pediu ajuda e passagei- ros começaram a bater nele, que foi apanhando até ser jogado para fora do trem, na estação Tatuapé. A CPTM afirma que vai ampliar até o final deste mês a campanha “Se eu vejo, denuncio” nas 13% das casas online no Brasil usam internet pela conexão do vizinho A conexão da casa vizinha é o ponto de acesso à internet para 13% dos lares brasileiros que se acessam a rede mundial dos computadores, segundo a pesquisa TIC Domicílios 2014, realizada pelo Centro de Es- tudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação que é um órgão vinculado ao Núcleo de Informação e Coor- denação do Ponto BR (Nic.br), elaborou a pesquisa a partir de entrevistas a moradores de 19 mil domicílios em mais de 350 municípios de todo o Brasil en- tre outubro de 2014 e março de 2015. Baixa renda Os pesquisadores não questionaram se a conexão compartilhada é autorizada ou não. Mas constataram que a prática é mais comum entre as casas do Nordeste (22% dos lares consultados) e menos frequente no Centro-Oeste (10%), Norte e Sudeste (ambos com 11%) e Sul (12%). A pes- quisa mostra ainda que não há muita disparidade quando o critério analisado é a classe social. Entre os lares da classe A, 13% recorrem à internet do vizinho, enquanto nas casas do estrato DE esse índice é de 15% – o menor percentual é o da B, de 12%. Quando os aspecto analisado é a renda familiar, o índice de adeptos da conexão compartilhada aumenta conforme o dinheiro diminui. Chega a 18% dos do- micílios com renda de até um salário mínimo, enquanto é de 6% entre as casas que dispõem de mais de dez salários míni- mos. Mobilidade Essa prática só é possí- vel porque tanto a conexão quanto o tipo de aparelho escolhido para navegar estão cada vez mais móveis. Pri- meira edição a levantar da- dos de Wi-Fi e conexão com- partilhada, a TIC Domicílios 2014 mostra que, dos 32,3 milhões de lares com alguma conexão, 66% possuem uma dessas redes. “A gente está mostrando um cenário em que esses dis- positivos estão convivendo no domicílio. Pra dar conta disso, o domicílio passa a ro- tear a conexão de internet”, explica Winston Oyadomari, coordenador da pesquisa. Computador em baixa Instalar roteadores é a sa- ída, porque 39% das 32,9 mi- lhões de casas com computa- dor possuem mais de um tipo de aparelho. Além disso, o computador de mesa tradicio- nal e que precisa de uma rede cabeada vem perdendo força. Se em 2008, 95% dos domicí- lios conectados possuíam um computador, em 2014, 56% das casas dispunham do apa- relho. No ano passado, pela primeira vez, notebooks e lap- tops se tornaram os computa- dores mais presentes nesses lares (60%). Ainda assim, o ce- lular é o aparelho mais utiliza- do na maior parte dos domicí- lios online. Está presente em 76% dessas casas, seguido do computador de mesa (54%), notebook (46%), tablet (22%), TV (7%) e videogame (5%). redes sociais. Os passagei- ros serão informados que o anonimato da denúncia é ga- rantido. Metrô No Metrô, as queixas também são constantes. Um balanço mostra que 89% dos abusadores descritos pelas vítimas são detidos pelos agentes da companhia e en- caminhados para o Delpom, a delegacia do Metro. As denúncias podem ser feitas desde o ano passado por meio do SMS-Denúncia. O número é (011) 97333-2252. O número de manifesta- ções dos passageiros se mul- tiplicou. Passou de 10 casos em 2013 para 61 em 2014 e 62 em 2015, até agosto. Conexão comparti- lhada é mais difundida entre casas com menor renda. Dois terços dos lares conectados no Brasil têm Wi-Fi, diz TIC Domicílios
  3. 3. 3 JORNAL ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Destaque Local GCM visita a Subprefeitura de Ermelino Matarazzo A presença dos auditores da Controladoria Geral do Município é um pedi- do do Prefeito e seguirá às demais Subprefeituras A Subprefeitura de Erme- lino Matarazzo recebeu a visi- ta da equipe de auditores da Controladoria Geral do Muni- cípio como parte de uma ação determinada pelo Prefeito. Essa fiscalização será realiza- da em todas as subprefeituras da cidade. A equipe de auditores tem como objetivo verificar os controles e procedimentos adotados na subprefeitura, sua adequação, bem como, se a prestação de serviço à popu- lação está ocorrendo dentro do previsto. De acordo com Coorde- nador dos trabalhos, Mauro Roberto Soares, foi realizada auditoria operacional na Sub- prefeitura de Ermelino Mata- razzo com o objetivo de ava- liar os controles internos nos Contratos, área de Recursos Humanos, Patrimônio, Almo- xarifado, Execução Orçamen- tária e Financeira. Em complemento, na visão da Assessora técnica da Con- troladoria, Barbara Krysttal Motta Almeida Reis, a audito- ria operacional com enfoque em governo local, também exerce a função de promoção do fortalecimento do contro- le. A equipe é composta por 8 auditores e 2 assessores, e o tempo médio de atuação e fiscalização é de 3 semanas na Subprefeitura. Heliópolis será iluminado por LED Localizado na região do Ipiranga, o bairro de Helió- polis será o primeiro a ser to- talmente iluminado por lâm- padas de LED. A substituição das atuais lâmpadas começa em 21 de setembro, devendo beneficiar aproximadamente 195 mil habitantes distribuídos numa área de 1 milhão de me- tros quadrados. Ao todo serão 23.850 metros de vias ilumina- das (extensão dos logradouros de Heliópolis), num total de 913 pontos. De acordo com o Ilume, a obra está estimada em R$ 2,4 milhões e a expectativa é que seja concluída em janeiro de 2016. A remodelação da ilumina- ção de Heliópolis antecede ao lançamento da PPP (Parceria Público-Privada) da Iluminação Pública, que prevê a moderni- zação, expansão e manutenção de toda a rede de iluminação pública da cidade, composta por cerca de 580 mil pontos, por lâmpadas de LED. Com recursos do próprio Ilume, já receberam ilumi- nação de LED locais como a Avenida 23 de maio, Eleva- do Costa e Silva (Minhocão), Marginal Tietê, entorno do Estádio do Itaquerão, Viaduto do Chá, entorno da Biblioteca Mário de Andrade, entre ou- tros. Diferenças entre os tipos de lâmpadas utilizadas na ilu- minação paulistana Lâmpadas de vapor de mercúrio: possuem luz bran- ca. Tem a mesma durabilidade das lâmpadas de vapor de só- dio (cerca de 5 anos), porém perdem a luminosidade em pouco tempo Lâmpadas de vapor de sódio: possuem luz amare- la, apresentam cerca de 60% mais fluxo luminoso e são até três vezes mais econômicos do que as lâmpadas de vapor de mercúrio. Duram cerca de 5 anos. Lâmpadas de vapor metá- lico: duram em média 5 anos. Emitem luz branca, possuem maior luminância e reprodu- zem melhor as cores. Geral- mente são usadas em grandes avenidas, parques e praças. Lâmpadas LED: além de baixa manutenção e alta efici- ência energética, outra vanta- gem do LED é sua longa vida útil, cerca de 12 anos. Fonte: IMPRENSA SES
  4. 4. 4 JORNAL ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Cotidiano
  5. 5. 5JORNAL DE ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Políticia Emanuel de Aquino Lopes escreve VIVER EM SEGURANÇA Brasil x IPS O índice de Progresso Social (IPS) passou a ser lembrado com uma ferra- menta de referência para os assuntos do segmen- to da segurança pública. Esse índice analisa 133 países e colocou recen- temente o Brasil na 122ª posição quando o assunto é segurança pessoal. A in- fluência negativa da taxa de homicídios, percepção de criminalidade e taxa de crimes violentos alimenta este índice cuja base de cálculo usa 52 indicadores objetivos para avaliar o bem estar da população. Feito pela ONG “Social ProgressImperative”, em parceria com a Deloitte e a Fundação Rockefeller, merece atenção e estudo. Embora o Estado de São Paulo tenha uma situação mais controlada apesar de seu gigantismo, olhando o país como um todo,a taxa de homicídios tem estado praticamente inalterada nos últimos 13 anos, apre- sentando como último re- sultado 23,2 homicídios a cada 100 mil habitantes. Os Poderes Executivo e Ju- diciário irmanados devem agir com postura proativa norteando ações inteli- gentes ao invés de atuar reativamente. Ações de prevenção, de correção e ocupação de territórios são necessárias usando visão interdisciplinar e so- cioeducativa. Medidas ur- gentes são esperadas. *Emanuel de Aquino Lopes é Coronel da Reserva da Policia Militar, Mestre em Ciências Policiais de Se- gurança e Ordem Pública, especializado em Direitos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas, membro do Núcleo de Projetos Es- tratégicos –ISAE Amazônia edo Luxembourg Brasil Bu- siness Council. (email: ma- jaquino@yahoo.com.br) Quase todos pretos A discriminação social e ra- cial, acasalada à violência po- licial, aparecem no topo dos problemas daquelas pessoas que chegaram à situação de rua por problemas econômi- cos, desarranjo familiar, seja desilusão amorosa ou dramas ocasionados por perda de em- prego, entre outros. Menos de 10% se deu por envolvimento com drogas, doenças mentais ou implicação criminal como constatou recente pesquisa do governo federal. Na condição de Secretário da Igualdade Racial da cidade de São Paulo logo percebi, na- quele encontro, que eu estava diante de um problema secu- lar, que teve início no período da escravização onde os negros que não serviam para o propó- sito do branqueamento, nem para economia, seja por ida- de ou doença, eram abando- nados ao seu próprio destino nas ruas e praças brasileiras. Problema este que se legali- zou em 13 de maio de 1888, na assinatura da Lei Áurea, que, sem indenização,empurrou os negros para muito além de ruas e praças e potencializou o surgimento de espaços aban- donados pelo poder público (favelas), herança da maldita escravização, registrada na cor da maioria de seus moradores. De lá para cá, pouco mais de um século se passou e quase nada mudou, apesar das adver- sidades. Demos muitos heróis para esse país, seja na música, no futebol, ciência e mesmo na literatura. Heróis como Francis- co Erasmo que vivia em situa- ção de rua e que perdeu sua vida para salvar outra, bem de frente às “portas fechadas” da catedral da Sé. Morreram ali um herói com dois tiros e um vilão com vários tiros da polícia, os dois, vítimas da mesma tra- gédia: a histórica discriminação racial e social brasileira. por Maurício Pestana Da forma como foi decidida a proibição de doações de em- presas privadas, só uma nova Constituição ou uma compo- sição futura do STF (Supremo Tribunal Federal) poderiam re- ver a decisão histórica de hoje. Por 8 a 3, o Supremo derrotou os defensores de contribuições eleitorais de pessoas jurídicas. A ação proposta pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) argumentou, basica- mente, que a participação das empresas cria desigualdade na política. Deixa os eleitos sob influência do poder econômico de grandes empresas, uma dis- torção que diminui o voto do cidadão. Por isso, no entender da OAB, agora acolhido pelo Supremo, a proibição de doa- ções de pessoas jurídicas seria uma cláusula pétrea da Consti- tuição. Ou seja, não poderia ser modificada por emenda consti- tucional. Uma alteração desse enten- dimento só poderia acontecer por uma nova Assembleia Cons- tituinte ou por uma maioria fu- tura do Supremo que venha a julgar em sentido contrário. A Câmara aprovou uma PEC (Proposta de Emenda Constitu- cional) para permitir doações das empresas, com o agravante de ressuscitar as contribuições ocultas. Essa emenda pode ser objeto de um mandado de se- gurança, que seria apresentado ao STF para pedir a paralisação de sua tramitação. No entanto, outros acreditam que, como se trata de assunto interno do Po- der Legislativo, a PEC poderia continuar tramitando. O senador Randolfe Ro- drigues (PSOL-AP) diz que os senadores contrários ao finan- ciamento empresarial pedirão que essa emenda seja votada na semana que vem. A ideia é “destacar” (separar) a parte de doação empresarial e rejeitá-la. Assim, o tema seria enterrado no Congresso. A decisão do Supremo dei- xará a presidente Dilma Rous- seff numa sinuca política. En- fraquecida politicamente, ela decidirá se sancionará ou ve- tará uma lei infraconstitucional que permite doações empre- sariais. Dilma poderá vetar, di- zendo que segue a decisão do Supremo. É a tendência, dizem auxiliares. Mas, se não quiser com- prar briga com Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câ- mara, poderá sancionar e dei- xar que seja apresentada ao Supremo uma contestação à constitucionalidade dessa lei. “Não quero acreditar que a presidente, depois da decisão do Supremo, vá sancionar essa lei”, diz o senador Randolfe. Os defensores da doação de empresas lutarão para man- ter esse tipo de contribuição, mas a decisão do Supremo praticamente inviabiliza esse plano. Em tempos de Lava Jato, partidos e políticos terão de mudar radicalmente a forma como se financiam. Houve uma grande vitória hoje da OAB e das entidades da sociedade civil que apoiaram essa luta, como a CNBB (Con- ferência Nacional dos Bispos do Brasil) e o MCCE (Movimento de Combate à Corrupção Elei- toral). KENNEDY ALENCAR STF proíbe doação empresarial nas eleições
  6. 6. 6 JORNAL ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Universo Masculina Coisas que você precisa saber agora que está solteiro de novo Terminou um relaciona- mento longo? Veja algu- mas dicas básicas para se mover nesse mundo novo e repleto de possibilida- des Após o término de uma relação longa é normal bater a insegurança: será que eu ainda sei como agir em um primeiro encontro? O que as mulheres solteiras querem? Esse tal de Tinder, funciona mesmo? Calma, todas estas dúvidas têm respostas sim- ples e voltar à ativa pode ser bem mais fácil do que pare- ce. Veja sete coisas que você precisa saber agora que está solteiro de novo. As mulheres estão mais livres e seguras Você lembra de sempre ter de tomar a iniciativa du- rante o flerte? Saiba que es- tes tempos estão chegando ao fim. E isso é uma boa no- tícia. As mulheres estão rei- vindicando para si o domínio sobre o próprio corpo, elas já não aceitam ficar esperando em casa pelo príncipe encan- tado. As experimentações sexuais são mais aceitas Não tenha medo de explo- rar o sexo em todas as possi- bilidades que ele pode ofere- cer. Use esta nova fase para dar asas a fantasias adorme- cidas, aproveitando para co- nhecer um pouco mais sobre si. Experimentações na cama podem ser extremamente poderosas e prazerosas. Os aplicativos facilitam o encontro casual Tinder, Happn, OkCupid… Você provavelmente já ouviu falar de alguns destes apps de encontros. Ainda que cada um tenha características es- pecíficas, o princípio por trás destas ferramentas é o mes- mo: conhecer novas parceiras em potencial. Lembra daque- las salas de bate-papo que faziam sucesso alguns anos atrás? É tipo isso, só que mais direto e sem firulas. Gostou de alguém? Convide para sair e dê o seu melhor durante o encontro para conquistá-la. Só não invista muita energia no online, ok? Quando a internet parece ser a única maneira de mar- car novos encontros, é por- que algo está errado. A curto prazo, é uma maneira fácil de encontrar mulheres para sair, mas a longo prazo a pes- soa deixa de desenvolver as habilidades necessárias para se relacionar. A ideia é que a tecnologia funcione como uma ferramenta de suporte, mas não gere dependência. Bares e baladas não são os únicos lugares para conhe- cer gente Pode ser que você adore a noite, ou pode ser que odeie. Independentemente de seus sentimentos em relação à vida noturna, no entanto, é importante saber que esta não é a única opção. Talvez, inclusive, nem seja a melhor das opções. Abordar mulheres durante o dia é interessante, pois não há álcool envolvido, é algo muito mais autêntico, antes de acrescentar: uma abordagem significa apenas duas pessoas se conhecendo. É melhor esperar um pou- co antes de iniciar outra relação Um comportamento mas- culino comum é se atirar na gandaia logo após o término, quase como uma tentativa de anular a tristeza. Agir de tal forma, no entanto, pode não ser muito saudável. É preciso tentar ser honesto consigo mesmo, tentando aprender com os erros cometidos no relacionamento que terminou. Sobrancelha masculina: aprenda a depilar e manter o visual naturalCom alguns toques, é fácil melhorar o aspecto do rosto Depilar ou não depilar: eis a questão. Tirar os pelos das sobrancelhas sempre é um dilema, principalmente para aqueles que tem o olhar bem marcado por elas. Porém, esse é um cuidado importante para evitar que o rosto fique pesa- do e com ar descuidado. Mais importante do que isso é saber quais áreas devem ou não alvo da pinça: do contrário, você pode ficar com aquela sobran- celha fina, à la Cristiano Ronal- do. O ideal mesmo é “limpar” a área em volta e não mexer nas áreas centrais da sobrancelha. Para isso, você vai precisar de uma boa pinça e de um espe- lho posicionado em local bem iluminado para não correr o risco de puxar um pelo que não deve. Depois disso, é o momento de delimitar a sobrancelha: as linhas brancas, que são forma- das pela ligação entre o canto do nariz e o canto externo dos olhos, limitam o comprimento da sobrancelha. As linhas azuis, que surgem da ligação entre o canto do nariz e o canto interno dos olhos, mostram o início da sobrancelha. Use essas medi- das imaginárias para saber até onde você pode tirar os pelos. Para quem tem a chamada “monocelha”, tirá-la pode ser um pouco mais complicado, pois o resultado fica mais apa- rente. Nesse caso, vale conver- sar com um profissional para decidir se deve ou não retirar os pelos dessa região. Quan- to pelos que ficam na área das têmporas e logo acima da so- brancelha, é necessário apenas retirar o excesso de pelos, prin- cipalmente das áreas afastadas.
  7. 7. 7JORNAL DE ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Variedades Uma infraestrutura de transportes integrada e moderna vai trazer mais agilidade na distribuição da produção brasileira, mais competitividade nas exportações e mais qualidade nos serviços prestados à população. Além de gerar emprego e renda para os brasileiros e impulsionar o crescimento do país. É assim que o Brasil vai seguir avançando. R$8,5 bilhões para 4 aeroportos AEROPORTOS R$37,4 bilhões para portos e terminais privativos PORTOS R$66,1 bilhões para 7 mil km de estradas RODOVIAS R$86,4 bilhões para 7,5 mil km de ferrovias FERROVIAS PROGRAMA de INVESTIMENTO em LOGÍSTICA. O Brasil vai seguir avançando. 198,4 BILHÕES DE REAIS EM INVESTIMENTOS PROJETADOS. Dilma: “Vamos fazer os ajustes e seguir A presidenta Dilma Rousseff afirmou que o Brasil tem todas as condições para superar a situ- ação econômica atual e voltar a crescer. “Temos conquistas que não vamos deixar atrás. Nós va- mos fazer os nossos ajustes e vamos seguir em frente”, disse durante a cerimônia de entrega da 28º edição do Prêmio Jovem Cientista, nesta terça-feira (15) no Palácio do Planalto. Dilma elencou os avanços conquistados pelo País nos últi- mos anos como demonstração desta capacidade de avançar. “Sou extremamente otimis- ta no que se refere a superação das dificuldades que temos en- frentado. Sou otimista porque nesses últimos anos nós acumu- lamos um grande arsenal para reagir. O Brasil está passando por alguns problemas, é verda- de, mas ele é mais forte e maior do que esses problemas. Nós te- mos uma agricultura avançada, somos um dos poucos países do mundo que tem uma agricul- tura familiar em crescimento. Nós temos todo uma política de inclusão de empreendedores, universalizamos praticamente o Simples e incluímos mais de cinco milhões de microempre- endedores individuais”. Ao citar uma das estudantes que ganharam o prêmio, Dilma destacou a capacidade da ciên- cia de mudar o mundo. E disse que “nós sabemos que o Brasil tem que fazer um grande es- forço no sentido de construir as bases para que mais jovens, mais mulheres, mais homens se transformem nos cientistas que vão desenvolver o nosso País”. E ressaltou que em um país que pretende cada vez mais se desenvolver, considerando a capacidade de distribuir seu desenvolvimento com a popu- lação, “transformar o mundo significa necessariamente levar a cada uma das pessoas as me- lhores condições de vida”. E Dilma lembrou mais uma grande conquista recente do País: sair do Mapa da Fome em 2014. A“saída do Brasil do Mapa da Fome não foi o trabalho de um dia, mas um grande esforço no sentido de elevar o padrão de vida de milhões de brasileiros, que saíram da pobreza, e outros tantos foram para a classe mé- dia”. E atribuiu esse feito a pro- gramas como o Bolsa Família. Dilma frisou também que o prêmio de Mérito Institucional do Ensino Médio, recebido por uma escola de Fortaleza (CE), demonstra que, no processo de inclusão conduzido pelo gover- no, “nós também percebemos a importância de desenvolvi- mento do Nordeste”. Citando a premiação de um estudante de Erechim (RS), fa- lou da determinação em buscar a interiorização de universida- des e a regionalização do de- senvolvimento. “Quero dizer que nós va- mos continuar buscando isso. Esse país tem capacidade cria- tiva e, sobretudo, quando esta- mos juntos somos capazes de superar desafios e dificuldades. Agora nós temos de nos dedi- car, de corpo e alma, a cons- truir a trajetória para o País vol- tar a crescer”.
  8. 8. 8JORNAL DE ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Tecnologia iOS9chegaaoiPhone;saibao horáriodaatualizaçãoO iOS 9 chega aos iPhone nesta quarta-feira (16) para os donos dos modelos iPhone 6, iPhone 6 Plus, iPhone 6S, iPhone 6S Plus e iPhone 5S, en- tre tantos outros. A fabricante costuma liberar o download da atualização às 14h, pelo horário de Brasília. Para evitar transtor- nos e receber rapidamente o update, confira nesta matéria algumas informações sobre o sistema, que também marca presença no iPad. Se você pre- tender instalar o novo iOS ain- da hoje, tenha em mente que o smartphone pode demorar um pouco mais para baixar o arqui- vo, visto que os servidores da Apple costumam ficar conges- tionados. Quais iPhones são compatíveis com o iOS 9? Basicamente todos os dis- positivos da Apple que rodam o iOS 8 podem receber a atua- lização para o iOS 9; do iPhone 4S para cima. Já em relação aos iPAds, o único que fica de fora é o iPad original, lançado em 2010. O iOS 9 está disponível do iPad 2 em diante, incluindo o iPad Aire iPad mini. Devo ter o iTunes mais recen- te? Sim, o iTunes do seu PC ro- dando Windows ou OS X (um Mac, portanto) deve estar atu- alizado para a versão 12.2.2. Embora não seja mais obriga- tório o uso do aplicativo para gerenciar o seu dispositivo da Apple, ele é importante para sincronizar os dados também no computador. Por falar nis- so, faça backup de seus dados. Como diz o ditado, “o seguro morreu de velho”. É impor- tante fazer um cópia das suas informações mais importantes tanto no iCloud quanto no PC, por meio do iTunes. Quais são as novidades do iOS 9? As mudanças do iOS 8 para o iOS 9 não são tantas como na época da migração do iOS 6 para o iOS 8. A Apple voltou seus esforços para consertar falhas e melhorar a estabilida- de geral do sistema. Entre os novos recursos está uma nova tipografia (a “letra” da plata- forma), que passou a ser a San Francisco; o visual da Siri foi al- terado; e a busca nativa (pelo Spotlight) ganhou sugestões de contatos e apps. Além disso, a multitarefa recebeu ótimas no- vidades. O Slide Over permite que se abra outro aplicativo em uma janela na lateral. Já a fun- ção Split View permite que se usar dois apps ao mesmo tem- po – eles dividem a tela. Por ser um recurso que consome mui- ta RAM, ele só está disponível no iPad Air 2, iPad Mini 4 e no recém-lançado iPad Pro. Pokémon Go é anunciado para Android e iOS em 2016 A Pokémon Company anun- ciou um novo jogo para mobile intitulado “Pokémon Go”, de- senvolvido em colaboração com a Nintendo e a Niantic, a antiga subsidiária da Google ligada ao jogo de realidade aumentada Ingress. O jogo “Pokémon Go” segue algumas das “pisadas” do Ingress ao permitir aos seus utilizadores encontrar virtualmente os dife- rentes Pokémon e ter batalhas no mundo real, graças ao GPS. A Nintendo está a desenvol- ver um dispositivo smartwatch chamado “Pokémon Go Plus”, concebido para permitir que os utilizadores emerjam no jogo sem ter de estar a olhar todo o dia para o seu telemóvel. Este dispositivo irá vibrar e acender uma luz quando se aproxima de um Pokémon no mundo real. O Pokémon Go vai estar dis- ponível em 2016 para os dispo- sitivos Android e iOS, vinte anos depois dos jogos originais Poké- mon. Será gratuito, com algumas opções de compra disponíveis. Ainda não foi definido um preço para o smartwatch Pokémon Go Plus.
  9. 9. 9 JORNAL ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Cotidiano Respeite os limites de velocidade. CB 300R 15/15 á vista R$ 13.860,00. CG Titan 150 EX 15/15 à vista R$ 9.696,00 ou entrada R$ 2.800,00 + 48x R$ 296,00 (Total a prazo R$ 17.008,00) Banco Honda c/ juros 2,29% a.m. (31,22% a.a.). CG 150 Start 15/15 à vista R$ 7.593,00 ou entrada R$ 2.450,00 + 48x R$ 199,00 (Total a prazo R$ 12.002,00) Banco Honda c/ juros 2,29% a.m. (31,22% a.a.). PCX 150 15/15 à vista R$ 9.839,00 ou entrada de R$ 3.936,00 + 36x R$ 243,00(Total a prazo R$ 12.684,00). Banco Honda c/ juros 1,69% a.m. (22,28% a.a.)Tabela sujeita a alteração sem prévio aviso conforme política de comercialização da fábrica. Consulte todas as informações em nosso showroom. Promoções válidas somente para os modelos anunciados até o término do estoque (2 unidades de cada). Ofertas não cumulativas com outras. Imagens ilustrativas. Reservamos o direito de corrigir possíveis erros gráficos e de digitação. MOTO HONDA É AQUI! CG 150 START ENTRADA + MENSAIS R$ 199 CG 150 TITAN EX ENTRADA + MENSAIS R$ 296 JAPAUTO JAPAUTO www.japauto.com.br PCX 150 ENTRADA + MENSAIS R$ 243 CB 300 ALPHAVILLE / BARUERI / CAMBUCI / CARAPICUÍBA /CENTRO / FRANCISCO MORATO / FRANCO DA ROCHA / ITAQUERA / JABAQUARA / LIBERDADE / MAIRIPORÃ / MAUÁ / GUARULHOS / PIRITUBA / SANTO AMARO / SANTO ANDRÉ / VILA MARIA ITAIM PAULISTA F.: 2025-7777 AV. MARECHAL TITO, 7003 Quer explicar a crise financeira para crianças? Veja dicas Educador defende que tema deve ser abordado por pais e professores em escolas. A crise financeira atual do Brasil é uma realidade deli- cada e complexa não só para adultos. As crianças também sentem de maneira diferente que algo está errado quando, por exemplo, demoram mais para comprar um brinquedo ou veem seus pais preocupa- dos. Mas como explicar esse assunto para elas? Veja dicas de como introduzir o assunto sem causar traumas. A partir dos 3 anos a criança já com- preende as movimentações ao seu redor, principalmen- te no âmbito familiar e isso incluiu questões financeiras em exemplos simples: espera maior por um brinquedo, tro- ca de marcas de seus alimen- tos favoritos, impossibilidade de aquisição de equipamen- tos eletrônicos. Para que a conversa não seja traumática é necessária uma atenção es- pecial a linguagem adotada de acordo com a idade para que as crianças entendam as informações. Além disso é es- sencial mostrar neutralidade diante do tema, permitindo que os pequenos interpretem os dados e tirem suas próprias conclusões. Veja dicas para ex- plicar a crise para as crianças em casa e também nas escolas: De 3 a 6 anos Entre os 3 e 6 anos, as crian- ças não entendem a relação entre dinheiro e compra, elas apenas sentem a frustração de não poderem ter algo novo. Nessa fase são necessárias fer- ramentas ilustrativas e lúdicas para trabalhar o tema da crise. O pai ou educador pVode ini- ciar com conversas amigáveis, evitando fazer o famoso “ter- rorismo”. Na sala de aula é in- teressante o uso de tirinhas ou quadrinhos que abordem uma situação de crise financeira e a partir daí resgatar as informa- ções que o grupo tem sobre o assunto. De 7 a 12 anos As crianças entre 7 e 12 anos já conseguem estabele- cer relações entre o dinheiro ou a falta dele, trabalho, des- pesas e compras. Nesse caso a conversa também deve focar em como ‘superar’ a crise. O tema pode ser trabalhado por meio de reportagens, leituras complementares e recortes que permitam a construção do conhecimento. Na escola, é interessante solicitar pes- quisas e comparativos, além de produções de texto que estimularão a discussão de maneira autônoma. Com es- ses hábitos o termo ‘crise fi- nanceira’ será aprendido não apenas como definição, mas segundo suas características e consequências e possibilida- des de equilíbrio e sustentabi- lidade. Poupatempo tem sistema para facilitar pagamento de taxas Quem for tirar a segunda via da Carteira de Identidade (RG) em um dos postos do Pou- patempo conta agora com mais uma facilidade. O pagamento da taxa do serviço pode ser paga diretamente no portal. O novo sistema vai facilitar o atendimen- to e reduzir ainda mais o tempo de espera. No momento em que a pessoa faz o agendamento do dia e horário em que deseja ser atendida, o site oferece a opção de entrada no internet banking, para que o pagamento seja efe- tuado sem a necessidade de des- locamento até a agência bancá- ria. Por enquanto, o sistema atende os clientes do Banco do Brasil e do Bradesco. Quem não é cliente tem a opção de impri- mir o boleto bancário, que pode ser pago em todos os bancos. As novas tecnologias estão sen- do introduzidas para aprimorar o Programa Poupatempo, am- pliando seu alcance. Com o aten- dimento virtual, mais barato, o Poupatempo pode multiplicar a capacidade de atendimento e levar serviços diretamente aos usuários pela internet. Nos últi- mos meses, além de reformular o Portal, o Poupatempo ganhou um aplicativo no SP Serviços, loja de apps do Governo do Estado, que facilita o agendamento. https://www.poupatempo.sp.gov.br/
  10. 10. 10JORNAL DE ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Feminissíma Estilo o ano inteiro! Veja como usar seis peças atemporais em dias quentes ou frios Saiba quais os mode- los que garantem looks estilosos, não importa qual seja a tendência, e inspire-se em diferentes formas de combiná-los em qualquer estação! A cada temporada, novas tendências invadem as lojas e somos seduzidas por uma in- finidade de produtos irresistí- veis. Mal os termômetros co- meçam a mudar, já estamos buscando a nova peça hit que vai dar destaque aos nossos looks na nova estação. Mas encher o guarda-roupa para acompanhar a moda não é sinônimo de produções com estilo, e isso fica claro cada vez que, ao abrir o guarda- -roupa lotado, sentimos que não temos nada para vestir. Por isso selecionamos seis itens-chave atemporais, que você usou no inverno e vai experimentar em novas com- binações no verão. BLAZER Um blazer com bom cai- mento é indispensável para quem quer um visual alinha- do. A peça é aposta certeira em uma produção elegante perfeita para o trabalho, e fica cool com flats no fim de semana. Invista em um mo- delo de cor neutra, como o branco ou preto, para garan- tir infinitas combinações com o resto do seu guarda-roupa. CAMISA DE ALGODÃO O essencial em uma ca- misa é que ela te vista bem. Escolha um modelo que faça o seu estilo e dê preferência para cores clássicas, como o branco e azul claro, que estão sempre em alta. A peça pode servir de base para diversas combinações, seja em um vi- sual comportado ou em uma produção despojada. ANKLE BOOT Se tiver que escolher ape- nas uma bota, a ankle boot é a eleita! A botinha é dis- creta e completa produções diversas com muito estilo. O modelo é o par ideal de cal- ça skinny em dias mais frios e fica cool combinado com minis quando o tempo es- quenta! VESTIDO BRANCO Enganou-se quem acha que a peça só tem vez nas festas de Réveillon ou em ce- nários de frente para o mar. Um modelo básico permite ótimas produções o ano in- teiro e em diferentes ocasi- ões: com acessórios de peso, a peça perde o estigma de roupa de férias e ganha a ci- dade. CAMISETA LISTRADA Com o estilo navy em alta ou não, essa peça nunca está deslocada. Combinações de branco com preto ou azul marinho funcionam há déca- das e dão uma impressão de elegância acidental. Cool, a peça é fácil de combinar e dá um toque de estilo extra sem nenhum esforço a qualquer produção básica. SAIA DE COURO Esqueça a imagem de fe- tiche associada à saia de cou- ro: o material se firmou há algumas temporadas como truque fashion que levanta qualquer produção básica. Uma saia reta de couro per- mite combinações que vão das mais versáteis, como em um look todo preto, às inusitadas. Vale contrapor a peça com texturas diferentes como o tricô, ou equilibrar a produção unindo a rigidez do couro com uma blusa de um tecido fluído e levinho, como a seda. VESTIDO DE MALHA CINZA Queridinho de quem curte um visual minimalista, o cinza mescla ganhou as ruas na ulti- ma temporada e mostrou que sua versatilidade veio para fi- car. Com ares urbanos, a cor é vista por fashionistas como tão básica quanto o branco ou o preto. Os vestidos de malha dão uma sensação de conforto discreto e, com os complementos certos, enca- ra dias frios com elegância e dias quentes com charme. Maneiras práticas para combater o frizzOs fios arrepiados são um verdadeiro pesadelo para as mulheres. Independente do tipo de cabelo, o frizz parece ser um problema persistente, que resiste às mais variadas tentativas de combate. Esse inimigo tão comum, contudo, pode ser a chave para reve- lar importantes informações sobre a saúde das mechas. Entre os fatores que contri- buem para o aparecimento dos arrepiadinhos estão os danos causados pelo uso ex- cessivo de secadores e cha- pinhas, processos químicos agressivos, ressecamento das fibras capilares, o calor, a po- luição, o vento e até mesmo a aplicação incorreta de pro- dutos, cuja formulação acaba por agredir a estrutura capi- lar. Com os cuidados certos, contudo, é possível corrigir e prevenir o aparecimento do frizz – e sem precisar investir em tratamentos caros ou que dependam de inúmeras idas ao salão de beleza. Hidratação antes de tudo Uma das causas centrais para o aparecimento dos fios rebeldes é o comprometi- mento da cutícula capilar por falta de hidratação. Assim como uma folha seca, o cabe- lo acaba quebrando por con- ta do ressecamento. O resul- tado é o indesejado efeito espiga. Além da influência de fatores externos – e que acabam sendo inevitáveis, gerando esse efeito estáti- co – a exposição direta com fontes de calor derivadas do uso contínuo de ferra- mentas para alisar os fios ou definir os cachos acaba propiciando como resultado negativo o surgimento do frizz. Por isso, a receita prin- cipal para prevenir o apare- cimento dos fios arrepiados é investir na hidratação con- tínua. A escolha do kit xampu, condicionador e pente Pode parecer obvio, mas os cuidados diários básicos podem colaborar para o sur- gimento de frizz ao invés de evitá-lo e sem que você se dê conta. O motivo? Ao apli- car produtos inadequados para o seu tipo de cabelo o resultado pode ser um esti- mulo extra para a geração da carga elétrica que dei- xa os fios arrepiados. Para quem sofre com o problema, o mais indicado é optar por uma dupla de xampu e con- dicionador sem sal e com queratina, o que ajudará a fechar as cutículas da fibra capilar e domar a rebeldia dos arrepiadinho. Leave-in como aliado de todas as horas Os chamados cremes para pentear promovem o controle de volume dos fios e adicionalmente exer- cem um papel importante no combate aos frizz. Esse tipo de composição colabo- ra para devolver a flexibili- dade natural dos cabelos e criar uma barreira bloquea- dora de umidade, ajudando a domar os fios mais rebel- des. Assim como a escolha do xampu e condicionador, a recomendação é sempre buscar o produto indicado para o seu tipo de fio, o que garantirá um apoio extra à recuperação da saúde da fi- bra capilar. Como regra ge- ral, vale optar por um leave- -in que ofereça um controle leve, sem ser oleoso ou mui- to pesado, para que as suas mechas matenham o equilí- brio entre maciez, brilho e balanço naturais.
  11. 11. 1 1 JORNAL ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Política JOAO DORIA É O PRIMEIRO A OFICIALIZAR A PRÉ-CANDIDATURA PARA PREFEITO DE SÃO PAULO PELO PSDB Doria assinou a formali- zação da pré-candidatura a prefeito de São Paulo no diretório municipal do PSDB, na presença de membros do partido, empresários e personali- dades O empresário e jornalista João Doria, presidente do GRU- PO DORIA e do LIDE e apre- sentador do programa Show Business, oficializou hoje, 28 de agosto, durante evento no di- retório municipal do PSDB em São Paulo, sua pré-candidatura ao comando do Governo Muni- cipal paulistano em 2016. Doria disse que a cidade precisa de liderança e não pode parar e deu o tom de sua campanha: “Vamos acelerar São Paulo”. A pré-candidatura de Do- ria foi a primeira oficialmente inscrita no partido - as inscri- ções terminam em outubro e a escolha está prevista para dezembro. O diretório da Rua dos Ingleses ficou lotado com a presença de membros do par- tido, entre os quais o senador Aloysio Nunes; o presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Fernando Capez; o presidente municipal do PSDB, Mario Covas Neto; o subsecre- tário de Tecnologia e Serviço ao Cidadão do Governo do Estado de São Paulo, Júlio Semeghini; o secretário-geral da Executiva Nacional do PSDB, deputado federal Silvio Torres, empresá- rios, familiares, amigos de Do- ria e algumas personalidades como a atriz Bruna Lombardi e o marido, Carlos Alberto Ric- celli; além do apresentador Ronnie Von e a chef de cozinha Morena Leite. Depois de agradecer a pre- sença de líderes do partido e dos demais convidados presen- tes – destacando a família, mili- tantes e políticos com os quais mantém relações há várias dé- cadas, desde que foi presidente da Paulistur, no Governo Má- rio Covas, a quem mencionou várias vezes ao longo de seu discurso, Doria apresentou, em forma de compromisso com a população, as razões que o mo- tivaram a disputar a Prefeitura Municipal: dever cívico, res- peito por São Paulo, compro- metimento com a mudança, coragem para avançar, inovar e globalizar, disposição e dedi- cação. Doria admitiu que adminis- trar São Paulo é um desafio gi- gantesco que assume com dis- posição e com as características que marcam sua trajetória no mundo empresarial: de traba- lhar muito, ser perfeccionista, atuar em equipe, cercar-se de talentos e cultivar como atitu- de de humildade o “nós” e não o “eu”, pois “o trabalho é sem- pre coletivo”. Ainda elencando as moti- vações que o levaram a candi- datar-se, Doria assinalou que pretende governar para todos – paulistanos, paulistas, brasi- leiros e estrangeiros que vivem em São Paulo. “Não haverá eles contra outros”, destacou. “Ad- ministrar São Paulo é um exer- cício que requer um conjunto de valores e atitudes, vontade, experiência, gestão eficiente, sentido de prioridade, atração de capital e investimentos, me- ritocracia, responsabilidade, transparência, senso de urgên- cia, controle de programas e prazos, além de compromisso com todos os seus habitantes”. Segundo o pré-candidato, o momento atual impõe a ne- cessidade de mudanças de padrões, sistemas e métodos. Exige uma profunda reforma administrativa, com foco na descentralização e eficiência. Os serviços públicos estão de- teriorados. “Há questionamen- tos do Tribunal de Contas do Município sobre a exorbitância de valores pagos em obras. O PSDB, meu partido, não com- pactua com o mal feito, nem com a falta de lisura e descon- trole de despesas”, ressalta, complementando que “é pre- ciso resgatar a autoestima dos habitantes de São Paulo”. Para João Doria, já pas- sou da hora de modernizar e melhorar o diálogo na admi- nistração pública, fortalecer a relação com o legislativo mu- nicipal, aumentar as parcerias com o Governo Estadual e a comunicação com a sociedade civil. “É preciso desburocrati- zar e melhorar o atendimen- to às demandas dos cidadãos de São Paulo e compreender que o senso de urgência é ta- refa do setor público. Atender bem e rápido ao cidadão é uma obrigação da administração municipal, demonstra respeito ao dinheiro público e uma das mais eficazes armas contra a corrupção”. Condutor pode recorrer a multas pelo portal Detran SP O sistema é válido para recursos de autuações aplicadas exclusivamen- te pelo Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo Os motoristas de todo o Estado de São Paulo podem usar a internet para apresen- tar recursos contra multas aplicadas pelo Departamen- to Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP). Basta entrar no site do Detran.SP e seguir as orientações. O serviço permite pedir a aplicação da penalidade de advertência por escrito, apresentar defesa da autua- ção e recurso de multa. O re- sultado do julgamento tam- bém pode ser acompanhado pelo portal. O sistema só é válido para recursos de multas aplicadas exclusivamente pelo Detran. SP por meio de fiscalizações realizadas pela Polícia Mili- tar. Conforme estabelece o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), cada órgão de trânsito é responsável por julgar re- cursos das multas que aplica. Para mais informações acesse o site do Detran.SP. http://www.detran.sp.gov.br/ Senador Aloísio Nunes, Vereador Mario Covas Neto e João Doria
  12. 12. 12JORNAL DE ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Emprego Novas soluções preparam o terreno para profis- sionais se destacarem Você pode se lamentar das circunstâncias ou se preparar para as circuns- tâncias. O ambiente na grande maioria das empresas do País definitivamente não é agradável. Termos como cor- tes, layoffs e férias coletivas – amenizados pelos departa- mentos de Recursos Humanos como “ajuste de orçamento” – já viraram rotina para mui- ta gente. Mas o que fazer em momentos como este, em que a economia não vai nada bem das pernas? De acordo com especialistas, é hora de apare- cer e aproveitar para crescer na carreira. Momentos de cri- se, em que novas fórmulas e soluções têm de ser testadas, armam o caminho para aquele profissional que não tinha es- paço mostrar seu valor. É hora de as pessoas demonstrarem interesse, não se acovarda- rem, arregaçarem as mangas, proporem soluções, o que deveria ser uma prática coti- diana. Neste momento que essas pessoas mais acanha- das podem aparecer. Tudo o que os chefes esperam neste momento é poder repartir os problemas – para encontrar novos caminhos – com outros profissionais. No entanto, os extremos de temperamento e ímpeto devem ser evitados: isso evita atrito com colegas e, até mesmo, problemas com hierarquia. É a tal da habilida- de política, rara nas pessoas. Se [o profissional] não enten- der o momento oportuno que alia competência e oportu- nidade, [ele] não consegue. Essa leitura de como se posi- cionar e como ganhar confian- ça é uma habilidade. Qualificação (prévia) é trunfo Levantamento recente- mente realizado com cerca das 500 maiores companhias do País revelou que três em cada quatro corporações ava- lia a possibilidade de substi- tuir funcionários que apre- sentem resultados abaixo do esperado. Nesse cenário de alta competitividade, os valores criativos costumam ser mais valorizados e novas ideias ganham mais espaço. A tão valorizada capacidade produtiva pode ficar um pou- co em stand-by e a demanda parte para o campo gerencial. Cenário bom para os mais qualificados. Como a frase do [ex-téc- nico de basquete americano] John Wooden: ‘Você pode se lamentar das circunstâncias ou se preparar para as cir- cunstâncias’. Sim, a qualifi- cação precisa ser contínua, afinal, o capital humano é uma grande vantagem com- petitiva das organizações. O ideal é que nesse momento, ele [o profissional] já esteja preparado e atualizado. É importante aproveitar mo- mentos nos quais se tem caixa e investir em conheci- mento.
  13. 13. 1 3 JORNAL ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Saúde Seu filho é sedentário? Veja dicas para incentivá-lo a fazer atividades físicas Estilo de vida saudável inclui alimentação balanceada, além de exercícios Que exercitar-se é funda- mental não só para adultos, mas também para crianças muita gente sabe. O que mui- tas pessoas não imaginam é como introduzir na vida de seu filho o prazer pelas ati- vidades físicas. Afinal, qual- quer mãe ou pai quer o me- lhor para seu pequeno. Vê-lo aprender desde novinho a ter um estilo de vida saudável, além de diminuir o risco de ele desenvolver algumas do- enças, o ajudará na vida so- cial e também afastará o risco de obesidade infantil. É com- provado que uma das formas mais eficazes de aprendizado para a criança é o exemplo dos adultos que a rodeiam. De nada adianta você falar para seu filho da importância de fazer atividades físicas, se você for totalmente sedentá- rio. Obviamente, não há ne- cessidade de ser um atleta de alta performance, mas fazer algum exercício físico, além de motivar seu filho, terá im- pacto direto em sua própria saúde. Alimentação saudável é um ponto fundamental na luta contra a obesidade in- fantil e adulta também, claro. A ideia não é privar seu filho de toda e qualquer guloseima que as crianças adoram, mas limitar o consumo delas. Não faz mal comer um chocola- te de vez em quando, o que não pode acontecer é permi- tir que a criança faça trocas alimentares nada saudáveis sempre. Ainda sobre alimentação, evite oferecer a seu filho co- midas vendidas em fast-food, refrigerante e sucos de caixi- nha. Há muito conservante, sódio e calorias nesse tipo de comida e bebida. Em algum momento, evidentemente, seu pequeno será apresen- tado a esses alimentos, mas faça o possível para adiar esse dia o máximo que conseguir. A saúde de seu filho agradece! Seu filho vive lhe pedindo um bichinho de estimação? Que tal se você presenteá-lo com um pet, sob a condição de que ele cuide dele, eviden- temente, sob sua supervisão. Note que, nesse caso, o ideal é que seja um animal que pre- cise passear, como um gato ou cachorro. Dessa forma, seu filho passará a se exercitar in- diretamente, sempre que sair com o seu bicho. Por mais corrida que seja sua vida, tire um tempo do seu dia para brincar com seus filhos. Para esses momentos, escolha atividades que exijam que a criança movimente-se, vale pega-pega, vôlei e até es- conde-esconde. Só não pode ficar parado! Gostou das dicas? Agora é só colocá-las em prática e garantir uma vida saudável ao seu filhote! Boa sorte!
  14. 14. 14JORNAL DE ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Cinema Após os chocantes acon- tecimentos em A Entida- de, uma mãe protetora (Shannyn Sossamon) e seus filhos gêmeos de 9 anos (Ro- bert e Dartanian Sloan) se mudam para uma casa no campo marcada pela morte. James Ransone, que viveu O Delegado no primeiro filme, repete seu papel em A Enti- dade 2. Gênero: Terror Idade: 16 anos Duração: 97 min Após cortar o dedo aciden- talmente, a jovem Angela Hol- mes (Dudley) começa a ter um efeito devastador sobre as pes- soas, provocando graves feri- mentos e até mortes. O vigário da comunidade, Padre Lozano (Michael Peña), examina Ange- la e acredita que ela está possu- ída. Mas quando o padre Imani (Djimon Hounsou) e o cardeal Bruun (Peter Andersson) che- gam do Vaticano para exorcizar a garota, eles descobrem uma força satânica mais ancestral e poderosa do que poderiam imaginar. Gênero: Terror Idade: 16 anos Duração: 91 min O exorcista do Vatincano No centro de tudo está A Pequena Garota, que está sendo pre- parada por sua mãe para o mundo muito adulto no qual vivem – e é interrompida por seu excêntrico e amável vizinho, O Aviador. O Aviador apresenta sua nova amiga a um mundo extraordinário, no qual tudo é possível. Um mundo ao qual ele mesmo foi apresen- tado há muito tempo pelo Pequeno Príncipe. É aí que começa a jornada mágica e emocionante da Pequena Garota pela sua pró- pria imaginação – e pelo universo do Pequeno Príncipe. E é onde a Pequena Garota redescobre sua infância e aprende que o que importa são as relações humanas e o que é realmente essencial somente pode ser visto com o coração. Gênero: Animação Idade: Livre Duração: 108 min Carga Explosiva: O Legado Prequel de Carga Explosiva. O início da trajetória de Frank Mar- tin, seu relacionamento com o pai e a vida antes de se tornar trans- portador de mercadorias desconhecidas. No filme, Frank é contra- tado pela femme fatale Anna e suas três deslumbrantes ajudantes, mas logo ele descobre que ele está sendo enganado. Anna e suas cúmplices sequestraram seu pai (Ray Stevenson), a fim de coagir Frank em ajudá-las a derrubar um grupo cruel de traficantes de seres humanos russos. Alimentado pela vingança, ele irá quebrar todas as suas regras e não vai parar por nada para resgatar seu pai neste longa de ação através da Riviera Francesa. Gênero: Ação Idade: 14 anos Duração: 96 min Médica muito famosa, Paula (Gloria Pires) descobre como re- solver o drama das mulheres modernas: a celulite. Com o recém- -criado Milagra, ela espera salvá-las deste `mal´. Porém, Paula toma o remédio e morre de um inesperado efeito colateral. Agora, seu espírito preso à Terra precisa denunciar o próprio remédio e salvar as futuras vítimas de seu inescrupuloso sócio, Dr. Francis (Angelo Paes Leme). Para isso ela conta apenas com duas pessoas: o esta- banado Dr. Daniel (Emilio Dantas), que acaba de herdar o dom da mediunidade da avó (Susana Vieira), e Alice (Antonia Morais), sua filha com quem vivia às turras quando era viva. Gênero: Comédia Idade: 12 anos Duração: 115 min Linda de Morrer
  15. 15. 1 5 JORNAL ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Comportamento Sinais de que você está preso a um casamento sem amor É normal que os senti- mentos mudem ao longo da relação, mas preste atenção se está passando mais tempo fora de casa e trata seu parceiro com indiferença. Será que o amor simples- mente acabou? Esta é a per- gunta que muitos se fazem quando o relacionamento parece estagnado. Antes de tomar uma decisão precipi- tada, no entanto, é melhor ter certeza do que sente. Nossos sentimentos mudam constantemente, temos que aprender a escutá-los. Não é a amiga, o terapeuta ou os familiares que dirão o momento certo de termi- nar uma relação. Esta é uma decisão baseada num senti- mento, não numa ideia. Em caso de resposta afirmativa, procure não lutar contra, mas sim aceitar o fim como um fato da vida. O término é um episódio de transição im- portantíssimo; devemos ten- tar aprender o máximo pos- sível com momentos como estes. Confira sinais de que você pode estar preso a um casamento sem amor: Não há mais interesse pelo outro Quando perdemos o in- teresse tanto sexual quanto intelectual pela pessoa com quem vivemos, devemos nos questionar. Em um relacio- namento amoroso, é normal que a gente se interesse pelo que a pessoa faz, pelo o que ela pensa e como ela reage. Outras pessoas come- çam a parecer cada vez mais interessantes Quando estamos insatis- feitos, é comum que comece- mos a procurar por soluções fora do relacionamento. Se isso está acontecendo com frequência, talvez seja algo a ser conversado. Apenas não encare o fato como algo irre- parável. Este sinal é um sin- toma, não uma sentença. Há muito ressentimento entre os dois Assuntos mal resolvidos podem tornar a relação in- suportável. Quando erros do passado não são devidamen- te perdoados, o rancor pode dar a tônica da relação. Mui- tas vezes, no entanto, ainda há espaço para a resolução. Procure, por meio do diálogo franco, cicatrizar as feridas e recomeçar a relação do iní- cio novamente. Nas relações afetivas não existem remen- dos. O melhor é começar tudo de novo. Você passa mais tempo fora do que em casa Se você alonga o expe- diente no trabalho sem ne- cessidade ou passa as noites no bar, sempre adiando a volta para casa, é melhor fi- car atento. Quando a pessoa fica demasiado tempo fora do lar, este é um sinal de que ela não se sente bem junto ao parceiro. O sentimento amoroso deu lugar à indiferença Não é que você não gos- ta de seu parceiro ou sente raiva dele, você apenas não se importa mais. Esse sen- timento de indiferença é comum quando o amor não está mais presente. É algo do tipo: tanto faz se ele está ali ou não. Todas as tentativas de recu- peração do relacionamento já foram feitas Vocês já tentaram de tudo: passar mais tempo juntos, fazer menos críti- cas ao outro, apimentar a relação. Nada, no entanto, parece surtir efeito dura- douro. Quando esgotamos todas as tentativas de re- solução para um relacio- namento, é mais fácil con- seguir ouvir o sentimento que nos indica o término da relação. Especialistas norte-americanos dão quatro ideias simples para transformar essa situação em um momento de aprendizado Quando nossos filhos re- solvem fazer birra, começam a espernear, se jogam no chão ou emburram, a vontade da maioria de nós é sair corren- do. Ou mesmo cair no choro. Mas existem algumas ideias que podem acalmar as crian- ças e evitar que a gente perca o controle da situação. Claro, a criança tem que ser educada para saber que birra não é a solução dos problemas, mas até lá algumas estratégias po- dem ajudar. Dê um pouco de espaço para seu filho Algumas vezes a criança só precisa extravasar sua rai- va ou frustração. Deixe que ela faça isso. Leve-a para um lugar reservado para que ela tenha um pouco de privaci- dade. Sabe aquele momento em que se precisa de uns dois minutos para voltar a si? A criança às vezes também pre- cisa disso e lida com sua raiva fazendo birra. Crie um momento de distra- ção Enquanto a criança está tendo aquele acesso de birra, pense em alguma distração que tire o foco daquele mo- mento. Pode ser um brinque- do que esteja na sua bolsa, um livro com atividades, um programa de televisão ou a sugestão de um novo passeio. O melhor é que essa estraté- gia pode ser usada até mesmo para evitar uma futura birra. Converse com seu filho Tente ouvir o que está frustrando seu filho, ele pode ter muito a dizer. As crianças menores têm um vocabulário limitado para expressar seus sentimentos e podem usar a birra para dizer o que as pa- lavras ainda não podem tra- duzir. Use um tom de voz cal- mo, mas que passe confiança. Seu filho vai perceber que a birra não está lhe atingindo e isso vai também ajudar você a manter a cabeça no lugar. Se sua voz estiver alterada, o efeito vai ser o inverso: todo mundo vai ficar mais nervo- so. Abraço, comida e uma soneca Abraçar vai ser a última coisa que você vai querer fa- zer no momento da birra, em que você também está irrita- da. Mas esse gesto pode aju- dar muito a criança a se acal- mar. Tem que ser um abraço firme, grande, e o melhor é que os pais não digam nada enquanto abraçam o filho. Depois, ofereça alguma coisa para a criança comer, um lan- che gostoso e saudável ou um suco que ela goste. Algumas vezes, ela está chorando por um brinquedo, mas na verda- de sente fome ou sono. Como acabar com a birra dos pequenos
  16. 16. 16JORNAL DE ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Educação Há oportunidades mesmo com suspensão dos concursos do governo federalMais uma vez, a notícia de que concursos serão suspensos deixa os candidatos alarmados e preocupados com o futuro de seu projeto. Mas é preciso mui- ta serenidade para analisar os fatos antes de mudar de planos ou entrar em desespero. Para começar, toda essa confusão em nada afeta os concursos es- taduais ou municipais. Concursos já autorizados No que se refere aos con- cursos federais, as notícias dão conta de um contingenciamen- to para os concursos de 2016. Aqueles que já foram autoriza- dos em 2015, em princípio, po- dem ter seus editais liberados. Veja alguns dos que são aguar- dados em breve: INSS, ANAC, ANP e ANS, IBGE e FUNAI. O que fazer A preparação para ser apro- vado num concurso público é algo que demora algum tempo e está sujeita a muitas interfe- rências. O candidato precisa sa- ber tomar algumas precauções para poder seguir no projeto, independentemente do que aconteça. 1 – organize a situação finan- ceira para poder seguir estudan- do até passar (não há prazo para isso acontecer). Pode ser uma reserva financeira proveniente de uma demissão, um acordo com familiares para ter suporte material enquanto estuda ou a decisão de conciliar trabalho e estudo. 2 – escolha o tipo de con- curso que interessa e estude as matérias básicas cobradas em todos os editais, com an- tecedência. Desta forma, você já pode antecipar boa parte do conteúdo, independentemente do edital que sair – seja ele mu- nicipal, estadual ou federal, des- de que da área escolhida. Isso dará boa vantagem em relação aos outros candidatos quando o edital for publicado. 3 – fique atento a concur- sos paralelos ou intermediários. Mesmo que não seja exatamen- te o seu sonho de consumo, pode ser interessante fazer um concurso parecido ou até abai- xo do desejado, enquanto con- tinua estudando para outros mais atrativos. Afinal, também no mercado privado pessoas estão aceitando colocações um pouco abaixo de sua qualifica- ção. Já aprovados A nomeação de candidatos que já foram aprovados dentro de vagas oferecidas no edital, se para a esfera federal, pode demorar um pouco, mas não está sob risco. A administração pública tem até o fim do prazo de validade do concurso, mas é obrigada a fazê-lo. Vale lembrar que isso pode acontecer mes- mo sem haver situação de con- tingenciamento e o candidato deve estar preparado para isso. Quem são os profissio- nais mais cobiçados em tempos de crise? O Orçamento apresentado para 2016 é deficitário, o País perdeu o grau de investimen- to, empresas são rebaixadas por agências de risco e, natu- ralmente, tudo isso é refletido em um mercado de trabalho mais apertado, com menos vagas. Apesar disso, não são todas as profissões que com- partilham da crise com tanta intensidade – algumas nem mesmo participam dela. Em pesquisa recente, a Page Personnel, uma das maiores empresas globais de recrutamento, mostrou quais são as oito profissões mais procuradas pelo mercado contratante na atualidade. Cargos de áreas relacionadas a resultados e inovação, como marketing e tecnologia da in- formação (TI), são alguns dos destaques. Mudança de gestão na cri- se A antiga prática de cortar os gastos ditos supérfluos em momentos de dificuldades fi- nanceiras não é mais realida- de no mercado brasileiro. De acordo com a coordenadora acadêmica da Academia de Varejo PatriciaCotti, a crise serviu como combustível para empurrar as empresas e colo- car em prática o discurso de evolução de processos. “As empresas estão se voltando para os setores que apresentam resultados, tiran- do um pouco o foco da ope- ração, da produção. Elas que- rem o profissional que vai dar a solução para, por exemplo, conseguir vender mais ou oti- mizar a gerência do negócio”, diz. Para a especialista, conse- gue se destacar hoje quem já vinha se qualificando em um ritmo constante e que mostra amplo conhecimento do ramo em que trabalha, não só de sua área específica. “Às vezes, o profissional entende tudo da área dele, mas não entende a ponta do negócio, o que o con- sumidor daquele negócio bus- ca. O mesmo acontece no perfil inverso, quando falta a base teórica. Quem consegue suprir esses dois lados é o profissional mais procurado”, completa. Veja algumas das profissões mais cobiçadas: - Executivo de Vendas - Ma- rketing de Perfomance e Mídia Digital / Remuneração: R$ 5 mil a R$ 8 mil Analista de Marketing Di- gital / Remuneração: R$4 mil a R$6 mil. Analista de Planejamento Financeiro Sênior / Remunera- ção: R$ 6 mil a R$ 9 mil. Coordenador de IT *genera- lista / Remuneração: R$ 8 mil a R$ 10 mil. Técnico de Manutenção / Remuneração: R$ 3,5 mil a R$ 7 mil. Especialista de Compras / Remuneração: R$ 6 mil a R$ 10 mil. Secretária Jr / Remunera- ção: R$ 3 mil a R$ 4 mil. Coordenador/Supervisor de Vendas / Remuneração: R$ 4 mil a R$ 6 mil.
  17. 17. 1 7 JORNAL ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 TV Diário DIÁRIO DE S. PAULO - QUINTA-FEIRA / 17 DE SETEMBRO DE 201538 diáriodafama Pode acreditar: ela come coxinha! n Todo nutricionista diz que para manter o corpo em forma é preciso praticar exercícios e ter uma alimen- tação saudável. Não é por acaso que Thaiz Schmitt ostenta este corpaço. Mas ninguém é de ferro, né? Pen- sando nisso, Thaiz criou uma receita de coxinha fit, para devorar sem cul- pa. “É minha receita coringa na hora que bate aquela vontade de comer uma besteirinha (risos)”, contou a modelo. “Às vezes faço no jantar e até quando recebo amigos em casa. Todos adoram e quase não perce- bem a diferença (risos)”, disse, or- gulhosa. O segredo da coxinha é usar batata-doce e assá-la no for- no, em vez de fritar em óleo. Thaiz criou uma receita fit do salgado para satisfazer sua vontade n Se nas telinhas as vilãs são odiadas pelo público, na vida real elas estão com tudo. Melissa (Paolla Oliveira), na novela das 18h, e Soraya (Letícia Spiller), na das 19h, lideram a lista das con- sultas do mês de agosto no CAT (Central de Atendimento do Te- lespectador) da Globo. Melissa se destacou pelo batom roxo (foto) e Soraya, pelo esmalte metalizado. Projota celebra hit na novela Vilãs em alta com o público n Que mulher nunca quis deixar um homem caidinho aos seus pés? Franciely Freduzeski conseguiu, li- teralmente!ComfotosnoInstagram e um site exclusivo, ela conquistou uma legião de loucos por pés. “Co- locavamuitafotodosmeuspésnas redes sociais e as pessoas curtiam e me pediam mais imagens. Um fã entrou em contato comigo para pe- dir autorização para criar um perfil no Instagram. Depois, com ajuda de um amigo, criei uma página exclu- siva para assinantes”, contou a atriz. “No site, não falo sobre minha carreira. É para mostrar os pés. Mas é importante ressaltar que não é nada ligado ao pornográfico”, expli- cou a atriz. n Com mais de 11 mil seguidores, a conta no Instagram de Franciely já é um sucesso e, claro, as cantadas são inevitáveis. “Isso sempre aconteceu. Umas eu respondo com naturalidade ou simpatia. Ou- n Quem ouve a música “Elas Gostam As- sim” imagina que o hit foi criado para “I Love Paraisópolis”. Mas, acredite, foi mera coin- cidência ou, como disse Projota, sorte. “É in- crível. Fiz a música em novembro do ano passado e a direção procurou e viu que tinha tudoaver.Foisorte,misturadepreparocom oportunidade”, filosofou o cantor. TatianaSooz Reprodução Divulgação n Após o filme “Que Horas Ela Vol- ta?” ter sido indicado ao Oscar do ano que vem, Regina Casé opinou sobre o sucesso que o longa-me- tragem tem alcançado com o públi- co. “Acho que por ser um assunto muito atual e meio tabu, né? Nin- guém nunca tinha entrado desse jeito nessa questão”, disse a atriz, que contou sobre a repercussão in- ternacional. “O surpreendente é que lá fora, mesmo com uma realidade tão diferente, as pessoas ficaram tocadas pelo filme. Acredito que o filme é tão humano, mas tão huma- no que transcende tudo isso.” Regina exalta tema do filme... ... fala de inspiração n Para viver a empregada Val no longa, Regina usou a experiência pessoal e profissional . “Eu me ins- pirei não apenas em uma mulher, mas em milhares e milhares de pes- soas como ela, que conheci nesses tantos anos viajando pelo Brasil.” E exemplificou: “Com o programa ‘Brasil Legal’, como também pelo sertão do Nordeste e mesmo pelas favelas e periferias das grandes ci- dades, com o ‘Central da Periferia’, ‘Minha Periferia’... Acho que (a per- sonagem) é uma homenagem a to- das essas mulheres”. DaviBorges por Camila Juliotti camilaj@diariosp.com.br tras não respondo”, confessou a atriz, que faz os cliques com a ajuda dos internautas. “As (fotos) que eu posso satisfazê-los, sen- do provocantes e não vulgares, eu faço. As outras, não”, afirmou. n Apesar de atender aos pedi- dos dos fãs, Franciely assume que também gosta de admirar belos pés. “Gosto de ver pes- soas que se cuidam. Para mim, quem cuida dos pés, cuida bem do resto. A primeira coisa que olho são os pés e, depois, as mãos”, disse. n A atriz revelou ainda que já se envolveu algumas vezes com homens que tinham fetiches por pés. “Não conheço um ho- mem que não se sinta atraído por uma mulher de salto alto, seja ele com os dedos para fora ou não”, afirmou a bela. “Tam- bém não conheço um homem que ao ver uma mulher de ha- vaianas com as unhas benfei- tas e solas macias, sem aque- las rachaduras, não se sinta atraído. Para mim, a beleza e os cuidados têm de ser dos pés à cabeça”, declarou Franciely. Fica a dica... aos seus pés Franciely deixa os homens A atriz, que mora nos EUA, diz fazer os pés toda semana
  18. 18. 18JORNAL DE ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Esporte DIÁRIO DE S. PAULO - QUINTA-FEIRA / 17 DE SETEMBRO DE 201532 Caos no trânsito Os jogadores do Palmeiras passaram nervoso para che- gar ao Maracanã, palco do duelo com o Fluminense. O motivo: o trânsito do fim de tarde no Rio. Apesar da ajuda da escolta policial, o Verdão le- vou 45 minutos no caminho. Segundo lugar Com os 67 mil ingressos ven- didos para o jogo com o Cori- tiba, nesta noite, o Flamengo ultrapassará o Palmeiras e se tornará o clube com melhor média de público do Brasileirão deste ano. O Verdão hoje tem média de 33.090. jorgenicolajorge.nicola@diariosp.com.br Flamengo faz oferta por Rafael Marques O atacante palmeirense Rafael Mar- ques pode começar 2016 no Fla- mengo. A pedido do técnico Oswaldo de Oliveira, o Rubro-Negro já enviou até uma proposta oficial ao Henan Jianye, da China, clube que detém os direitos econômicos do jogador. A ideia rubro-negra é comprá-lo pa- gando R$ 800 mil em suaves pres- tações e, em troca, emprestar um jo- gador por uma temporada. Um dos nomes pensados inicialmente foi o de Paulinho, atacante reserva. O Palmeiras não parece muito preo- cupado com a possibilidade de per- der um de seus principais jogadores do primeiro semestre. Tanto que o Henan Jianye consultou a diretoria recentemente, a fim de saber se ha- via interesse em comprá-lo em defi- nitivo e a resposta foi “não”. Os direitos de Rafael Marques estão fixados em R$ 5,7 milhões, valor considerado alto pelo Verdão levando em conta que o atacante já tem 32 anos. Coincidência ou não, desde a saída de Oswaldo de Oliveira, a pro- dução de Rafael Marques caiu e ele se transformou em reserva. O atleta havia sido indicado pelo treinador. Rafael Marques caiu de rendimento após a saída de Oswaldo e o Verdão não fará força para comprá-lo CesarGreco/Ag.Palmeiras MÃOSATADAS? “Osgrandestimes paulistastêmmedo daFPF,quequero campeonatodela esomenteparaela” _Roque Citadini Conselheiro corintiano, defendendo as ligas Galinheiro? A Sangue Jovem, uma das or- ganizadas do Santos, afixou ontem na Vila a convocação para a caravana até o Itaque- rão, palco do jogo contra o Co- rinthians. No texto (foto), o es- tádio é chamado de “galinhei- ro” e o rival de “galinhada”. Maratona matinal Depois de perder da Ponte Preta por 3 a 1, o Santos ainda jogará às 11h da manhã nos dois próximos domingos. Pri- meiro, contra o Corinthians, em Itaquera. Na sequência, recebe o Internacional, na Vila. De fora? A ausência de Matheus Pereira da convocação da seleção pa- ra o Mundial Sub-17, no Chile, causou revolta no Corinthians. Há a convicção no clube de que o meia é o melhor da ca- tegoria no Brasil atualmente. Indicações... Foi Tite quem pediu a contrata- ção de Lucca, do Criciúma. O treinador corintiano já gostava do meia-atacante havia anos. Nos últimos dias, inclusive, o treinador mandou um olheiro para ver Lucca de perto. ...divididas Já Lincom chegou ao Corin- thians por recomendação de Mauro da Silva, observador do clube há algum tempo. Foi Mauro, por exemplo, quem in- dicou Romarinho e Felipe, ou- tros ex-atletas do Bragantino. Adiantamento O São Paulo não é o único de olho na antecipação da cota de TV do Paulistão de 2016. O pre- sidente corintiano Roberto de Andrade esteve na segunda- feira na FPF, a fim de tratar do assunto com Reinaldo Bastos. Pavor na FPF A criação da Liga Sul-Minas, que ainda inclui Fluminense e Flamengo, tem causado preo- cupação na FPF. É que a chan- ce de os clubes paulistas se- rem convidados afetaria o Paulistão, já que os torneios têm datas conflitantes. Futebol x social Presidente do São Paulo, Car- los Miguel Aidar está fazendo campanha para separar o fute- bol do clube social. A intenção é impedir que as receitas e despesas dos dois centros de custo se misturem. 6gols foram feitos por brasileiros na 1a- rodada da Liga dos Campeões: Oscar (foto) anotou um deles Reprodução StefanWermuth/Reuters VOCÊ SABIA? O Villa Nova é dono do pior público da história da Série D do Campeonato Brasileiro. A “façanha” foi alcançada no último domingo, quando apenas cinco pessoas pagaram para assistir à derrota por 2 a 0 para o Crac, de Goiás. O mais incrível é Time mineiro entra para a história da Série D ao levar apenas cinco pagantes ao jogo que, de acordo com o boletim financeiro da partida, 65 pessoas entraram de graça no estádio. Como cada ingresso custou R$ 10, a arrecadação foi de R$ 50. E o Villa Nova conheceu a sétima derrota em oito jogos.
  19. 19. 1 9 JORNAL ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 Passatempo DIÁRIO DE S. PAULO - QUINTA-FEIRA / 17 DE SETEMBRO DE 201540 horóscopopor João Bidu ÁRIES (21/3 a 20/4) Não falta pique para deixar algumas coisas de lado e até vencer algum mau hábito. Agir em segredo ao lidar com assunto de trabalho pode ter resultado melhor do que imagina. TOURO (21/4 a 20/5) Bom dia para espantar a solidão e valo- rizar mais a companhia das pessoas que estão sempre ao seu lado. Reforce os laços com filhos, sobrinhos, amigos e gente querida que está longe. GÊMEOS (21/5 a 20/6) O trabalho vai concentrar grande parte da sua energia. Aproveite para investir na carreira, fazer mudanças mais drás- ticas no serviço e até colocar em dia tu- do o que está pendente na sua casa. CÂNCER (21/6 a 21/7) Melhor pensar bem antes de discutir em casa. Em compensação, não falta animação para dar conta de qualquer tarefa. Aproveite para unir os colegas em torno de um objetivo em comum. LEÃO (22/7 a 22/8) Se está em busca de trabalho, peça aju- da à família. Bom dia para dar uma força nas tarefas domésticas e até mudar de casa. Mercúrio retrógrado pede mais atenção com envio de informações. VIRGEM (23/8 a 22/9) Mercúrio pede um pouco mais de cui- dado ao lidar com as finanças. Mas não se preocupe, pois você conta com o apoio das estrelas e uma dose extra de charme para mostrar o que pensa. LIBRA (23/9 a 22/10) Pode comprar algo para a casa que de- seja há um tempo. Boa hora para bata- lhar por um aumento, desde que mos- tre serviço. Evite contar suas metas a qualquer um, pois não faltam invejosos. ESCORPIÃO (23/10 a 21/11) Mercúrio pode atrapalhar seus planos: redobre a atenção com segredos, que correm o risco de ser descobertos. Ain- da bem que outros astros agem a seu favor, protegendo seus interesses. SAGITÁRIO (22/11 a 21/12) Melhor manter seus planos em segre- do, hoje. Lidar com dinheiro pode trazer bons resultados, desde que não co- mente suas ideias nem confie demais nos outros. Vale a pena ter mais cautela. CAPRICÓRNIO (22/12 a 20/1) Mercúrio retrógrado pede cuidado com a carreira: pense duas vezes antes de repassar informações. A companhia dos amigos vai aquecer seu coração. Aproveite para colocar o papo em dia! AQUÁRIO (21/1 a 19/2) Bom dia para se jogar de cabeça no tra- balho, tentar algo novo e buscar um ou- tro emprego. Mudança no visual pode agradar. Se sonha com promoção, me- lhor conversar nos bastidores. PEIXES (20/2 a 20/3) Os estudos recebem ótimas energias, ainda mais se estiver com amigos. Pla- nos para uma viagem com a turma po- dem ser bem-sucedidos. Manter o bom humor aumenta chances de sucesso. Cruzadas passatempo Soluções Sete erros Sudoku O conteúdo de Passatempo é fornecido pela www.coquetel.com.br Preencha os espaços vazios com algarismos de 1 a 9. Os algarismos não podem se repetir nas linhas verticais e horizontais, nem nos quadrados menores (3.3).
  20. 20. 20JORNAL DE ERMELINO & PONTE RASA - 15 de Setembro de 2015 TV

×