VIGILÂNCIA SOROEPIDEMIOLOGICA
EM ANIMAIS SENTINELAS

CELSO EDUARDO DE SOUZA
Campinas – Outubro -2013

Quarta-feira, 16 de ...
VIGILÂNCIA SOROEPIDEMIOLOGICA
EM ANIMAIS SENTINELAS

CELSO EDUARDO DE SOUZA
Campinas – Outubro -2013

Quarta-feira, 16 de ...
Objetivo:
Detectar a circulação da bactéria Rickettsia
rickettsii em animais sentinelas em áreas
com frequência humana e i...
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Diagnós(co	
  direto

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13

Diagnós(co	
  indireto
Diagnós(co	
  direto

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13

Diagnós(co	
  indireto
Diagnós(co	
  direto

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13

Diagnós(co	
  indireto
Identificar populações de
carrapatos infectados

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Identificar populações de
carrapatos infectados

?
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Diagnóstico
Direto :
Carrapato
Hemolinfa – Coloração de Giménez

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Diagnóstico
Direto:
Carrapato ou Hospedeiro Vertebrado
PCR – com alvo nos genes de Rickettsia sp
Sequenciamento de DNA – D...
Diagnóstico indireto

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Diagnóstico indireto

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Diagnóstico indireto

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Critérios para seleção de áreas para
realização da Sorologia:
 
•Áreas  com perfil paisagístico semelhante
ao de Áreas de ...
Diagnóstico indireto
Reação de imunofluorescência indireta (RIFI)

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Animais sentinelas:
Áreas com infestadas por :
Amblyomma aureolatum = cães
Amblyomma ovale = Cães
Amblyomma cajennense / A...
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Amostragem

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Idades dos Animais
Os animais a serem amostrados
deverão ter as seguintes idades:
Cães = 1 a 7 anos.
Eqüinos = 2 a 15 anos...
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Soroprevalência:
Rickettsiose do grupo da febre maculosa na Vila de Capoeirão,
Itabira, Minas Gerais, Brasil
 
 
Manoella ...
Soroprevalência:

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Critérios para Classificação
de Áreas de Risco
Prevalências esperadas para áreas com
circulação de Rickettsia rickettsii.
...
Visão Geral das áreas e municípios da
região de Campinas

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Áreas do Municípios de Campinas
Áreas estudadas

Cães Examinados

Cães reagentes

Prevalência

Vila Esperança

11

7

64%
...
Distribuição dos Cães reagentes e não reagentes por faixa
etária e localidades.
Inst.

Pq Cid. Cps

Faixa

R

Nr

R

Vl

B...
Vila Esperança - Campinas

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Parque Cidade - Campinas

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Áreas: Vila Esperança / Parque Cidade Campinas

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Vila Brandina / Instituto Biológico

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Vila Brandina / Instituto Biológico

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
ÁREA I - JUNDIAÍ

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Áreas - I
 

Equinos
Faixa etária
<2
2 a 15
>15
Totais

T

R

Nr

0

0

0

20

14

6

2

1

1

22

15

7

Prevalências:=
Q...
ÁREA I - JUNDIAÍ

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
ÁREA II - JUNDIAÍ

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Área II - Jundiaí
 

Equinos

Faixa etária T
<2
2 a 15
>15
Totais

R

Nr

1

1

0

30

7

23

4

1

3

35

9

26

Prevalên...
Área II - Jundiaí

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Valinhos
68 equinos examinados 32
reativos. Prevalência 47%

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Valinhos

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Local	
  do	
  monitoramento	
  -­‐	
  Valinhos

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Valinhos – Área Risco

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Região Metropolitana de São Paulo

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Região Metropolitana de São Paulo
Áreas estudadas

Cães Examinados

Cães reagentes

Prevalência

Serra da Cantareira

47

...
Serra da Cantareira

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Parque do Estado Região norte de Diadema

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
São Bernardo do Campo

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
Santo André 1 e 2

Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
OBRIGADO
PELA
ATENÇÃO

e_mail:	
  
Celsoesouza@gmail.com.
Tels.(19)38311900
	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Vigilancia soroepidemiologica de riquetsioses em animais sentinelas

403 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
403
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vigilancia soroepidemiologica de riquetsioses em animais sentinelas

  1. 1. VIGILÂNCIA SOROEPIDEMIOLOGICA EM ANIMAIS SENTINELAS CELSO EDUARDO DE SOUZA Campinas – Outubro -2013 Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  2. 2. VIGILÂNCIA SOROEPIDEMIOLOGICA EM ANIMAIS SENTINELAS CELSO EDUARDO DE SOUZA Campinas – Outubro -2013 Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  3. 3. Objetivo: Detectar a circulação da bactéria Rickettsia rickettsii em animais sentinelas em áreas com frequência humana e infestada por carrapatos do gênero Amblyomma. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  4. 4. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  5. 5. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  6. 6. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  7. 7. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  8. 8. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  9. 9. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  10. 10. Diagnós(co  direto Quarta-feira, 16 de Outubro de 13 Diagnós(co  indireto
  11. 11. Diagnós(co  direto Quarta-feira, 16 de Outubro de 13 Diagnós(co  indireto
  12. 12. Diagnós(co  direto Quarta-feira, 16 de Outubro de 13 Diagnós(co  indireto
  13. 13. Identificar populações de carrapatos infectados Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  14. 14. Identificar populações de carrapatos infectados ? Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  15. 15. Diagnóstico Direto : Carrapato Hemolinfa – Coloração de Giménez Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  16. 16. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  17. 17. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  18. 18. Diagnóstico Direto: Carrapato ou Hospedeiro Vertebrado PCR – com alvo nos genes de Rickettsia sp Sequenciamento de DNA – Determinação da Espécie No mínimo três genes diferentes. Ex: gltA, ompA, ompB, Sca1, Sca4, htrA. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  19. 19. Diagnóstico indireto Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  20. 20. Diagnóstico indireto Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  21. 21. Diagnóstico indireto Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  22. 22. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  23. 23. Critérios para seleção de áreas para realização da Sorologia:   •Áreas  com perfil paisagístico semelhante ao de Áreas de transmissão e/ou limítrofes e  com alta frequência humana. •Áreas de risco com capivaras passíveis de isolamento ou isoladas sem possibilidade de introdução externa de novos animais. •Áreas de transmissão sem a ocorrência Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  24. 24. Diagnóstico indireto Reação de imunofluorescência indireta (RIFI) Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  25. 25. Animais sentinelas: Áreas com infestadas por : Amblyomma aureolatum = cães Amblyomma ovale = Cães Amblyomma cajennense / Amblyomma dubitatum = Equinos / Capivaras.* *Situações especiais o cão poderá ser utilizado como sentinela desde que freqüente áreas de mata. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  26. 26. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  27. 27. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  28. 28. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  29. 29. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  30. 30. Amostragem Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  31. 31. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  32. 32. Idades dos Animais Os animais a serem amostrados deverão ter as seguintes idades: Cães = 1 a 7 anos. Eqüinos = 2 a 15 anos Capivaras = 6 meses. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  33. 33. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  34. 34. Soroprevalência: Rickettsiose do grupo da febre maculosa na Vila de Capoeirão, Itabira, Minas Gerais, Brasil     Manoella Campostrini Barreto ViannaI; Maurício Claudio HortaI; Luis Antônio SangioniI; Adriana CortezI; Rodrigo Martins SoaresI; Cláudio Lisias MafraII; Márcio Antônio Moreira GalvãoIII; Marcelo Bahia LabrunaI; Solange Maria GennariI Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  35. 35. Soroprevalência: Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  36. 36. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  37. 37. Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  38. 38. Critérios para Classificação de Áreas de Risco Prevalências esperadas para áreas com circulação de Rickettsia rickettsii. Cães = 45% Eqüinos = 70% Capivaras = 40% Apresentar Títulos > 1024 Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  39. 39. Visão Geral das áreas e municípios da região de Campinas Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  40. 40. Áreas do Municípios de Campinas Áreas estudadas Cães Examinados Cães reagentes Prevalência Vila Esperança 11 7 64% Parque Cidade Campinas 11 4 36% Instituto Biológico 14 5 36% Vila Brandina 90 40 44% Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  41. 41. Distribuição dos Cães reagentes e não reagentes por faixa etária e localidades. Inst. Pq Cid. Cps Faixa R Nr R Vl Brandina Biológico Vl Esperança R Nr R Nr Nr etária <1 2 1 1 0 0 0 1 0 1 11 7 4 1 a7 9 3 6 11 4 7 82 34 48 0 0 0 3 3 2 0 0 0 12 6 6 0 0 0 14 5 9 11 4 7 95 40 55 11 7 4 >7 Totais Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  42. 42. Vila Esperança - Campinas Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  43. 43. Parque Cidade - Campinas Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  44. 44. Áreas: Vila Esperança / Parque Cidade Campinas Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  45. 45. Vila Brandina / Instituto Biológico Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  46. 46. Vila Brandina / Instituto Biológico Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  47. 47. ÁREA I - JUNDIAÍ Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  48. 48. Áreas - I   Equinos Faixa etária <2 2 a 15 >15 Totais T R Nr 0 0 0 20 14 6 2 1 1 22 15 7 Prevalências:= Quarta-feira, 16 de Outubro de 13   Cães Faixa etária <1 1 a7 >7 Totais T R Nr 6 1 5 81 8 73 35 5 30 122 14 108 Equinos = 68% Cães = 11,5
  49. 49. ÁREA I - JUNDIAÍ Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  50. 50. ÁREA II - JUNDIAÍ Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  51. 51. Área II - Jundiaí   Equinos Faixa etária T <2 2 a 15 >15 Totais R Nr 1 1 0 30 7 23 4 1 3 35 9 26 Prevalência = 26% Quarta-feira, 16 de Outubro de 13   Cães Faixa etária <1 1 a7 >7 Totais T R Nr 0 0 0 56 9 47 15 2 13 71 11 60 Prevalência = 15%
  52. 52. Área II - Jundiaí Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  53. 53. Valinhos 68 equinos examinados 32 reativos. Prevalência 47% Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  54. 54. Valinhos Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  55. 55. Local  do  monitoramento  -­‐  Valinhos Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  56. 56. Valinhos – Área Risco Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  57. 57. Região Metropolitana de São Paulo Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  58. 58. Região Metropolitana de São Paulo Áreas estudadas Cães Examinados Cães reagentes Prevalência Serra da Cantareira 47 0 - Parque do Estado Zona 30 6 20% São Bernardo do Campo 30 15 50% Santo André 1 30 0 - Santo André 2 23 16 69,5% norte de Diadema Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  59. 59. Serra da Cantareira Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  60. 60. Parque do Estado Região norte de Diadema Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  61. 61. São Bernardo do Campo Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  62. 62. Santo André 1 e 2 Quarta-feira, 16 de Outubro de 13
  63. 63. OBRIGADO PELA ATENÇÃO e_mail:   Celsoesouza@gmail.com. Tels.(19)38311900                            38611233 Quarta-feira, 16 de Outubro de 13

×