Aula 01 intro des técnico

70 visualizações

Publicada em

aula desenho técnico

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
70
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 01 intro des técnico

  1. 1. INTRODUÇÃO AO DESENHO O desenho como linguagem é uma ferramenta importante para a comunicação de informações, de forma imediata ou detalhada. Desde suas origens o homem comunica-se através de grafismos e desenhos. As primeiras representações que conhecemos são as pinturas rupestres, em que o homem representava não apenas o mundo que o cercava, mas também as suas sensações: alegrias, medos, danças. 2
  2. 2. HISTÓRIA DO DESENHO Desenho como ferramenta de comunicação Desenho como ferramenta de interação Desenho como ferramenta de produção Desenho como ferramenta artística 3
  3. 3. EVOLUÇÃO DO DESENHO Desenho a serviço da arte Começo da definição do desenho de caráter artístico e técnico O desenho começou a ser usado como meio preferencial de representação técnica, mas sem rigor de normas. 4
  4. 4. EVOLUÇÃO DO DESENHO TÉCNICO Com a Revolução Industrial, os projetos das maquinas passaram a demandar maior rigor e precisão e consequentemente os diversos projetistas necessitavam agora de um meio comum para se comunicar e com tal eficiência que evitasse erros grosseiros de execução de seus produtos. Acontece a separação do papel do projetista do papel do executor do projeto. Projeto era necessário para o desenvolvimento das ideias. Intensifica-se a utilização do sistema de representação conhecido como Mongeano: a Geometria Descritiva. 5
  5. 5. CONSOLIDAÇÃO DO DESENHO Desta forma, instituíram-se a partir do Século XIX as primeiras normas técnicas de representação gráfica de projetos, as quais incorporavam os estudos feitos durante o período de desenvolvimento da Geometria Descritiva, no século anterior. O desenho técnico era, neste momento, considerado um recurso tecnológico imprescindível ao desenvolvimento econômico e financeiro. 6
  6. 6. A GEOMETRIA DESCRITIVA É considerada a origem do desenho técnico. Foi criada pelo Matemático francês Gaspard Monge (1746-1818). É a metodologia para representação de elementos mono, bi ou tridimensionais por duas projeções ortográficas em planos perpendiculares entre si (vertical e horizontal). Ela permite a reconstituição da figura a partir das imagens projetadas em planos. 7
  7. 7. 8
  8. 8. TRANSIÇÃO GD PARA DT NORMAS TÉCNICAS 9
  9. 9. NORMATIZAÇÃO Regularização gráfica e executiva da Geometria Descritiva para uso como desenho técnico e consequentemente para Desenho Arquitetônico. Existem organizações internacionais, nacionais, regionais e setoriais. E as principais organizações são: ISO, DIN, AS. No Brasil a principal instituição é a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), responsável pelas Normas Brasileiras (NBR) que regulam vários setores da produção técnica. 10
  10. 10. NORMATIZAÇÃO De definição NBR 10647 – norma geral NBR 10067 – princípios gerais de representação em desenho técnico De apresentação NBR 10068 – folha de desenho NBR 10582 – apresentação da folha para desenho técnico NBR 13142 – dobramento de cópias De execução NBR 6158 – sistema de tolerâncias e ajustes NBR 8402 – execução de caracteres para escrita NBR 8403 – aplicação de linhas em desenhos NBR 8404 – indicação do estado de superfície em desenhos técnicos NBR 8196 – emprego de escalas NBR 8993 – representação convencional de partes roscadas NBR 10126 – cotagem NBR 12298 – representação de área de corte por meio de hachuras 11
  11. 11. CONSIDERAÇÕES FINAIS Parece muita informação mas vamos aprender nossa nova língua aos poucos... É preciso dedicação e paciência para execução de um bom desenho; Deve-se ter respeito às Normas Técnicas para garantir o aprendizado; Zelo na representação e apresentação. 12
  12. 12. MONTENEGRO, Gildo A. Desenho arquitetônico. 4ª Ed. São Paulo: Edgar Blucher, 2008. OBERG, L. Desenho Arquitetônico. São Paulo: Editora Ao Livro Técnico S/A, 1986. MICELI, M. T. E FERREIRA, P. Desenho Técnico Básico. 2 ed. São Paulo: Editora Imperial Novo Milênio, 2008. BIBLIOGRAFIA 13

×