Impiii

261 visualizações

Publicada em

Defesa do Trabalho de Investigação e métodos de pesquisa 2007

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
261
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Today our customers benefit from the 100% integration of access control and intrusion detection functionality combining flexibility and user friendliness. We can offer alarm control panels with integrated access control. Through the integration of alarm and access control, our security system allows you to not only signal a burglar at night but also safeguard your employees and stock during the day and cope with the flexibility of the shop’s working schedule.
  • Fundamentalismo Islâmico, o crescente aumento de ideias de extrema direita e xenofobismo na Europa, etc.
  • Organizações criminosas cada vez mais poderosas e globais, Potenciado pelas desigualdades Sociais, má política de realojamento urbano, etc.
  • Também cada vez mais globalizado e envolvendo contratos internacionais e verbas avultadas. Mercado ainda valoriza pouco Empresas com regras internas rigidas acerca de alguns temas: Preventing Violence in the Workplace Employment Data Privacy Document Creation Controllership Conflicts of Interest Employment Practices Intellectual Property Trading or Dealing and Stock Tipping Complying with the Competition Laws Environment Health and Safety Privacy Supplier Relationships Working with Governments Improper Payments International Trade Controls Money Laundering Prevention
  • A HID anunciou que começou a usar o novo “Label” duplo de ati-contrafação nos seus leitores a partir de 1 de Agosto 2006. Assim os instaladores e clientes finais poderão verificar se os equipamentos são ou não genuínos
  • Sismos; Cheias; Alterações Climatéricas, etc.
  • Potenciados também pela globalização
  • O Governo Italiano vai instalar Video Vigilância Urbana nas Cidades do Sul para combater a Máfia e os crimes de extorsão. A Máfia, de acordo com a Associação Empresarial do Sector é responsável por extorquir ás empresas 2.55,6 Milhões USD dia, sendo 102,3 Milhões USD no Comércio & Retail. 80% do Comércio na Sicília é afectado por esta questão assim como cerca de 50% em Nápoles. O Governo Chinês alterou algumas regras, onde passa a exigir a instalação de Video Vigilância em algumas actividades Comerciais e Espaços Públicos “Safe City Projects ou E-Police”. 180 Cidades já aderiram a esta iniciativa e só Pequim já instalou cerca de 170.000 Camaras estimando-se que em 2007 instalem mais 200.000. Negócio de CCTV que em 2006 se estimava em 6,9 Biliões USD chegará a 33,8 Biliões USD em 2009 (Um crecimento de 390%). Programas que arrancaram em 2006 e que vão benificiar a organização dos Jogos Olimpicos O “US Dep. Of Homeland Security” está preparado para libertar 25 Milhões USD para organizações não lucrativas de luta contra o Terrorismo (Instituíções Culturais; Saúde; Religiosas) assim como para projectos de Video Vigilancia em Museus, Sinagogas, etc.
  • Antecipando situações como a do 11 de Setembro. Tendo medidas de evacuação apropriadas para cada situação. Aplicando técnicas de contrução que reduzam a perca de bens e vidas.
  • Impiii

    1. 1. Apresentação do trabalho de Semestre 2007/2008 UNIDADE CURRICULAR: INVESTIGAÇÃO E MÉTODOS DE PESQUISA DOCENTE: Mestre Rui Brás
    2. 2. Índice <ul><li>Agradecimentos </li></ul><ul><li>Enquadramento ( Ameaças e Desafios) </li></ul><ul><li>Questões </li></ul><ul><li>Métodos </li></ul><ul><li>Universo </li></ul><ul><li>Variáveis </li></ul><ul><li>Resultados </li></ul><ul><li>Conclusões </li></ul>
    3. 3. Agradecimentos <ul><li>41,5% dos colegas da G1NA que amávelmente responderam ao nosso questionário. </li></ul><ul><li>GE Security que amávelmente cedeu dados. </li></ul><ul><li>Prof. Dr. Rui Manuel Brás que nos orientou e motivou. </li></ul>
    4. 4. Enquadramento O que é que a Segurança pode fazer pela Sociedade ? Quais são as Ameaças e Desafios ?
    5. 5. O aumento em Radicalismo Político e Religioso Algumas das ameaças com que a sociedade moderna se depara: Ameaças
    6. 6. <ul><li>O aumento em </li></ul><ul><li>Radicalismo Político e Religioso </li></ul><ul><li>Crime violento e contra a vida </li></ul>Ameaças Algumas das ameaças com que a sociedade moderna se depara:
    7. 7. <ul><li>O aumento em </li></ul><ul><li>Radicalismo Político e Religioso </li></ul><ul><li>Crime violento e contra a vida </li></ul><ul><li>Corrupção </li></ul>Algumas das ameaças com que a sociedade moderna se depara: Ameaças
    8. 8. <ul><li>O aumento em </li></ul><ul><li>Radicalismo Político e Religioso </li></ul><ul><li>Crime violento e contra a vida </li></ul><ul><li>Corrupção </li></ul><ul><li>Pirataria da Propriedade Intelectual </li></ul>Algumas das ameaças com que a sociedade moderna se depara: Ameaças
    9. 9. <ul><li>Possibilidade da existência de </li></ul><ul><li>Catástrofes naturais </li></ul>Algumas das ameaças com que a sociedade moderna se depara: Ameaças
    10. 10. <ul><li>Possibilidade da existência de: </li></ul><ul><li>Catástrofes naturais </li></ul><ul><li>Conflitos militares. </li></ul>Algumas das ameaças com que a sociedade moderna se depara: Ameaças
    11. 11. <ul><li>“… Se as empresas, governos e as populações quiserem minorar ou sobreviver a estas situações, terão que se preocupar e investir nesta área (da Segurança)…” </li></ul><ul><li>Fonte: Overseas Security Advisory Council (OSAC) </li></ul><ul><li>Radicalismo Político e Religioso </li></ul><ul><li>Crime violento e contra a vida </li></ul><ul><li>Corrupção </li></ul><ul><li>Pirataria da Propriedade Intelectual </li></ul><ul><li>Catástrofes Naturais </li></ul><ul><li>Conflitos Militares. </li></ul>Algumas das ameaças com que a sociedade moderna se depara: Ameaças
    12. 12. <ul><ul><ul><li>Consciência ou conhecimento acrescido acerca da Segurança. </li></ul></ul></ul>Desafios
    13. 13. <ul><li>Consciência ou conhecimento acrescido acerca da Segurança. </li></ul><ul><li>Balanço entre Segurança, privacidade e conveniência. </li></ul>Desafios
    14. 14. <ul><li>Consciência ou conhecimento acrescido acerca da Segurança. </li></ul><ul><li>Balanço entre Segurança, privacidade e conveniência. </li></ul><ul><li>Orçamentos apertados e </li></ul><ul><li>cada vez mais reduzidos. </li></ul>Desafios Nível de risco Risco & Gastos em Segurança baixo Investimento Custo & Custos associados alto
    15. 15. <ul><li>Consciência ou conhecimento acrescido acerca da Segurança. </li></ul><ul><li>Balanço entre Segurança, privacidade e conveniência. </li></ul><ul><li>Orçamentos apertados e cada vez mais reduzidos. </li></ul><ul><li>Integração de sistemas. </li></ul>Desafios Corporate Network Remote Access VPN Extranet VPN Mobile Users Site-Site VPN Branch Office Cell phone Internet
    16. 16. <ul><li>Consciência ou conhecimento acrescido acerca da Segurança. </li></ul><ul><li>Balanço entre Segurança, privacidade e conveniência. </li></ul><ul><li>Orçamentos apertados e cada vez mais reduzidos. </li></ul><ul><li>Integração de sistemas. </li></ul><ul><li>Convergência entre a Segurança, IT e outras áreas. </li></ul>Desafios Seg. Humana Seg. Electrónica BMS Facility Management
    17. 17. <ul><li>Consciência ou conhecimento acrescido acerca da Segurança. </li></ul><ul><li>Balanço entre Segurança, privacidade e conveniência. </li></ul><ul><li>Orçamentos apertados e cada vez mais reduzidos. </li></ul><ul><li>Integração de sistemas. </li></ul><ul><li>Convergência entre a Segurança, IT e outras áreas. </li></ul><ul><li>Estar a par dos avanços tecnológicos. </li></ul>Desafios
    18. 18. <ul><li>Integração de sistemas. </li></ul><ul><li>Convergência entre a Segurança, IT e </li></ul><ul><li>outras áreas. </li></ul><ul><li>Estar a par dos avanços tecnológicos. </li></ul><ul><li>Globalização e consolidação. </li></ul>Desafios <ul><li>Consciência ou conhecimento acrescido acerca da Segurança. </li></ul><ul><li>Balanço entre Segurança, privacidade e conveniência. </li></ul><ul><li>Orçamentos apertados e cada vez mais reduzidos. </li></ul>
    19. 19. Questões envolvidas <ul><li>Verificar a sustentabilidade e crescimento do sector da Segurança Electrónica a nível Nacional. </li></ul><ul><li>Factores mais determinantes que influenciam a escolha no mercado da Segurança Electrónica. </li></ul>
    20. 20. Métodos envolvidos <ul><li>Dados Secundários que nos permitiram obter dados qualitativos. </li></ul><ul><li>Inquérito que nos facultou dados quantitativos. </li></ul>
    21. 21. Universo <ul><li>Inquiridas 100 pessoas nas áreas de Lisboa e grande Lisboa. </li></ul><ul><li>Tamanho “alvo” da amostra teve em conta o facto do tempo disponível, recursos e de não comprometer os resultados pretendidos. </li></ul><ul><li>Natureza da amostra retirada do Universo foi aleatória e simples, segmentada por sexo, idade, estado civil e com ou sem filhos. </li></ul><ul><li>0,0033% da população da grande Lisboa </li></ul>
    22. 22. Universo “ ...De acordo com os dados colhidos em “... Lisboa – Wikipédia.mht...” , a cidade de Lisboa e a sua área metropolitana representam cerca de 22% do total da população Portuguesa ...”
    23. 23. Variáveis Informação pessoal: Sexo? Idade? Nacionalidade? Estado civil? Tem filhos? Já foi vitima de algum crime? Tem algum sistema de segurança instalado na sua casa?
    24. 24. Variáveis <ul><li>Sensibilidade pessoal: </li></ul><ul><li>  Acha que a população se preocupa com as questões da criminalidade? </li></ul><ul><li>Como vê a evolução da criminalidade? </li></ul><ul><li>Principal razão da criminalidade? </li></ul><ul><li>Com que tipo de crime se preocupa mais? </li></ul><ul><li>Acha importante ter um sistema de segurança na sua casa? </li></ul><ul><li>Que sistema de segurança pensa prioritário? </li></ul><ul><li>O que pensa prioritário num sistema ou marca? </li></ul>
    25. 25. Resultados Estratificação do Inquérito por Sexo
    26. 26. Resultados Estratificação do Inquérito por Faixas Etárias
    27. 27. Resultados Estratificação do Inquérito por Nacionalidade
    28. 28. Resultados Estratificação do Inquérito por Estado Civil
    29. 29. Resultados Estratificação do Inquérito dos Inquiridos com ou sem filhos
    30. 30. Resultados Estratificação do Inquérito por vítimas de Crime
    31. 31. Resultados Estratificação do Inquérito por Inquiridos com e sem Sistema de Alarme em Casa
    32. 32. Resultados Estratificação do Inquérito quanto ao sentimento da evolução da Criminalidade
    33. 33. Resultados Estratificação do Inquérito face à principal razão da criminalidade
    34. 34. Resultados Estratificação do Inquérito face ao tipo de crime mais temido
    35. 35. Resultados Estratificação do Inquérito face à importância de ter um Sistema de Alarme em casa
    36. 36. Resultados Estratificação do Inquérito face à importância de cada Sistema
    37. 37. Resultados Estratificação do Inquérito face ao que é prioritário num sistema
    38. 38. Resultados Estratificação do Mercado Português da Segurança Electrónica por Área de Negócio Nota: em volume de negócios
    39. 39. Resultados Estratificação do Mercado Português da Segurança Electrónica por Segmento
    40. 40. Resultados Estratificação do Mercado Português da Segurança Electrónica 2005 versus 2006
    41. 41. Resultados Evolução do tipo de crime em Portugal
    42. 42. Resultados Evolução do crime em Portugal
    43. 43. Conclusões Sexo, 56% Masculino e 44% Feminino, Idade, 52% entre 31 e 40 anos, Estado civil, 45% casados, Filhos, 53% tinha filhos. O único factor não homogénio , como era de esperar, foi o da Nacionalidade 96% Portuguesa. Universo dos Inquiridos foi homogénio em termos de:
    44. 44. Conclusões Sector da Segurança Electrónica cresceu 4% de 2005 para 2006, enquanto que o crescimento do Produto Interno Bruto cresceu 1,3% em igual periodo . Quanto à sustentabilidade do Sector da Segurança Electrónica:
    45. 45. Conclusões 71% dos inquiridos referem a importância de ter um Sistema de alarme em casa, mas só 33% o têm efectivamente. Apesar de a Criminalidade estar a baixar, 56% dos inquiridos mencionou que cresceu muito. Quanto à sustentabilidade do Sector da Segurança Electrónica:
    46. 46. Conclusões <ul><li>Principal razão para o crime, de acordo com 33% dos inquiridos, tem a ver com questões ligadas à economia. </li></ul><ul><li>Este facto, também não preconiza uma evolução positiva no sentimento das pessoas face ao tema. </li></ul><ul><li>Sector benificia do sentimento de insegurança das pessoas, e em virtude disso, com a apetência para utilização de sistemas. Comprova-se com a taxa de crescimento do Sector face a outras variáveis (exemplo o PIB). </li></ul>Quanto à sustentabilidade do Sector da Segurança Electrónica:
    47. 47. Conclusões 23% dos Inquiridos referem a detecção de Intrusos prioritária, no entanto o grande motor do Sector é o CFTV com 40% do volume. Factores determinantes que influenciam a escolha
    48. 48. Conclusões Em Portugal a Qualidade, Fiabilidade e Funcionalidade é o factor determinante para a escolha de um sistema ou de uma marca, logo seguido dos factores Manutenção / Pós Venda e Preço. No Gráfico seguinte poderemos verificar os resultados em Portugal com os de um estudo similar realizado na China Factores determinantes que influenciam a escolha
    49. 49. Conclusões Factores determinantes que influenciam a escolha
    50. 50. G1 NA - Grupo 3 Natércia Santos Nuno Figueiredo Susana Alcântara Vanda Gameiro Isabel Fatela Obrigado!

    ×