Abic apresentacao - Interface55

52 visualizações

Publicada em

Apresentação de Branding para ABIC - Concorrência 2015

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
52
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Abic apresentacao - Interface55

  1. 1. ABIC Associação Brasileira da Indústria do Café PROPOSTA PARA NOVA MARCA E SELOS COMUNICAÇÃO + DESIGN
  2. 2. Desafio de branding Cenário e tendências Nossas referências O que aprendemos Diretrizes estratégicas Inspiração As marcas Marcas aplicadas Investimento Cronograma A Interface55 CONTEÚDO COMUNICAÇÃO + DESIGN
  3. 3. DESAFIO DE BRANDING Atualizar a identidade visual dos principais programas de certificação da ABIC, partindo do princípio que marcas fortes geram valor, envolvimento emocional e bons negócios. Gerarreconhecimentoeidentificaçãocomospúblicos de relacionamento da associação – consumidores, indústria cafeeira, fornecedores, mídia, governos e funcionários. Fortalecer a ABIC e seus programas por meio do alinhamento das marcas. Expressar os valores de pureza, qualidade e susten- tabilidade em layouts contemporâneos, de fácil leitura e aplicabilidade eficiente. Consolidar e expandir a percepção da atuação da ABIC como certificadora do café nacional e promotora da qualidade do produto. COMUNICAÇÃO + DESIGN
  4. 4. O momento econômico adverso provoca mudanças culturais que estão transformando os hábitos, atitudes e escolhas do consumidor. A crise favorece o surgimento das pequenas indulgências*. Dos prazeres possíveis. Como um café quentinho. * Termo cunhado por Faith Popcorn, pesquisadora de tendências norta-americana. CENÁRIO E TENDÊNCIAS COMUNICAÇÃO + DESIGN
  5. 5. A aceleração dos sentidos, o “always on”, leva ao movimento slow. À valorização de momentos para serem fruídos, curtidos, saboreados. Como uma boa xícara de café preparada na hora, com grãos de alta qualidade. CENÁRIO E TENDÊNCIAS COMUNICAÇÃO + DESIGN
  6. 6. Ascafeteriassurgemcomoonovo“thirdspace” - áreas de despressurização e convivência entre o trabalho (ou estudos) e a casa. https://instagram.com/coffeecupsoftheworld/ CENÁRIO E TENDÊNCIAS COMUNICAÇÃO + DESIGN
  7. 7. O cenário atual aponta para oportunidades cada vez mais favoráveis ao preparo e ao consumo do café de qualidade. Vivemos um momento fértil para a criação de novos rituais de prazer e acolhimento. De reencontro com a pureza das nossas raízes, dos nossos afetos. A proposta de marca que apresentaremos a seguir conecta-se a esse novo cenário. Vai tangibilizar esses sentimentos emergentes, traduzindo-os em formas, cores e tipografia. CENÁRIO E TENDÊNCIAS - CONCLUSÃO COMUNICAÇÃO + DESIGN
  8. 8. Referências COMUNICAÇÃO + DESIGN
  9. 9. Selos de certificação COMUNICAÇÃO + DESIGN
  10. 10. Selos de certificação Não há unIformidade entre os selos de certificação, além do uso da cor verde para os certificados ecológicos. O recurso gráfico do serrilhado, alusivo ao universo dos selos, não constroi mar- cas contemporâneas - gera percepção de antiguidade. COMUNICAÇÃO + DESIGN
  11. 11. Marcas de café brasileiras As marcas de café mais conhecidas têm um gradiente que vai do marrom bem escuro, quase preto (cor do líquido), ao verde. O vermelho (cor do fruto) predomina – pos- sivelmente por sua eficiência nas prateleiras do varejo. COMUNICAÇÃO + DESIGN
  12. 12. Marcas das associações de cafés especiais As marcas das associações internacionais secaracterizampelousodecoresmaisfecha- das, transmitindo seriedade e sofisticação. Jáasmarcasbrasileirasincorporamapaisagem e as cores do Brasil. Os selos têm grafismo marcado pela gestualidade e leveza. COMUNICAÇÃO + DESIGN
  13. 13. O que aprendemos com as referências Códigos: os selos certificadores não têm um código visual definido. As marcas brasileiras têm repertório visual predominantemente baseado na xícara, fumaça e cor vermelha. As associações de cafés especiais internacional têm cores sóbrias, em tons marrons, e ado- tam o grão e xícara (com fumaça) como símbolo prioritário. O mesmo vale para aassociaçãobrasileira,queassumetonsmais leves e incorpora a paisagem das plantações. Cores Universo visual Características SELOS DE CERTIFICAÇÃO Extremamente variado. A letra V (de check) aparece algumas vezes Não há uniformidade de cores, formas ou tipologia MARCAS CAFÉ (BR) Bastante literal: café Pilão tem ícone de pilão, floresta, ícone floresta, Santo Grão traz um santo estilizado. Cor vermelha e ícones de xícara e fumaça predominam. ASSOCIAÇÕES DE CAFÉ ESPECIAIS (mundo) Grão e xícara são os ele- mentos predominantes. Foco na origem e no consumo do produto. ASSOCIAÇÃO CAFÉS ESPECIAIS (BR) Selo: xícara e fumaça são os elementos predomi- nantes, numa linguagem bem gestual. Marca: linguagem baseada nas gravuras antigas, su- gerindo o trabalho manual no campo. Leveza e cores brasileiras. COMUNICAÇÃO + DESIGN
  14. 14. Diretrizes estratégicas Por meio do Branding iremos: - BUSCAR INSPIRAÇÃO nos atributos visuais e novos valores emocionais associados ao consumo do café. - CRIAR IDENTIFICAÇÃO entre os selos da ABIC e os códigos visuais da categoria. Como demonstramos, o universo da certificação não tem uma linguagem estabelecida, mas os códigos do café são mais claros. - ALINHAR A LINGUAGEM dos novos selos trazendo elementos de contemporaneidade e incorporando a brasilidade - a ABIC é uma marca que trabalha com eficiência pela pureza, qualidade e sustentabilidade do café produzido em todo o território nacional. COMUNICAÇÃO + DESIGN
  15. 15. Inspiração COMUNICAÇÃO + DESIGN
  16. 16. energia brasilidade sustentabilidade qualidade afetividade acolhimento AS CORES DO BRASIL E SEUS SIGNIFICADOS calor humano pureza COMUNICAÇÃO + DESIGN
  17. 17. Atributos organolépticos do café Os sentidos trabalhando a favor da marca: aroma, sabor, tato, visão COMUNICAÇÃO + DESIGN
  18. 18. marca e selo COMUNICAÇÃO + DESIGN
  19. 19. Associação Brasileira da Indústria de Café 40º Modernização da Marca Grid de Construção COMUNICAÇÃO + DESIGN
  20. 20. Tipologia - A letra Gotham, criada em 2000 pelo americano Tobias Frere-Jones, tem como principal característica a qualidade de leitura, atributo fundamental para marcas comreproduçãoemtamanhospequenos e mídias variadas. - A tipografia arredondada, de formas orgânicas, sugere fuidez sustentabilidade, aconchego, acolhimento. - As letras acompanham a linguagem do ícone. - As cores quentes transmitem calor humano, as cores escuras expressam qualidade, elegância. - O conceito de pureza está presente na limpeza das linhas. ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefghijklmnopqrstuvwxyz 1234567890 Família Gotham ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefghijklmnopqrstuvwxyz 1234567890 ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefghijklmnopqrstuvwxyz 1234567890 COMUNICAÇÃO + DESIGN
  21. 21. Tipologia de Apoio - Em 1931, o instituto DIN publicou DIN1451. Ela continha vários tipos de letra padrão paraletrasgravadasmecanicamente.Eram para ser usado nas áreas de sinalização, sinais de trânsito, em desenhos técnicos e documentação técnica. - Otipodeletraganhoupopularidadedevido à sua ampla exposição através de seu lançamento como um tipo de letra Post- Script em 1990. Desde então ele também é usado por organizações não-governamen- tais e empresas. Para o projeto gráfico e editoração eletrônica. ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefghijklmnopqrstuvwxyz 1234567890 DIN SCHRIFT COMUNICAÇÃO + DESIGN
  22. 22. Associação Brasileira da Indústria de Café Nova Marca ABIC A modernização da marca ABIC começa pela escolha de uma tipologia sem arestas, que sugere organicidade, acolhimento e cuidado. Nas reproduções em 4 cores, a cor da letra ganha tons quentes e amarronzados que evocam calor humano, energia e a riqueza da nossa terra. O ícone do grão torrado é substituído pelo pé decaféintegradoàletraI.Umatransformação que sugere sustentabilidade e agrega o com- prometimentodaABICcomaindústriadocafé e toda a sua cadeia produtiva - simboliza a indústria que cuida, que preserva, que valoriza os recursos naturais. O resultado é uma marca contemporânea, de fácil aplicação e alto impacto. Uma proposta que contribui para aprofundar o compromisso da ABIC com suas raízes, ao mesmo tempo em que aponta para um futuro de inovação e expansão COMUNICAÇÃO + DESIGN
  23. 23. Associação Brasileira da Indústria de Café Nova Marca ABIC Comparativo COMUNICAÇÃO + DESIGN
  24. 24. Nova marca ABIC + selo QUALID ADE + SUSTENTABIL IDADE CER TIFICADO de PUR EZA TRADICIONAL SU S T E N T A B I L I D A D E Q U A L I D A D E “Café: não basta ser puro, tem que ter qualidade” é a essência da marca ABIC. Nos novos selos de certificação, os conceitos de pureza, qualidade e sustentabilidade são integrados de forma indissociável, balizando e impulsionando o consumo. A leitura dos tipos de café fica assegurada pela clara distribuição das informações, mesmo em superfícies reduzidas. COMUNICAÇÃO + DESIGN
  25. 25. Nova marca ABIC + selos Certificação de Pureza Tradicional QUALID ADE + SUSTENTABIL IDADE C ERTIFICADO de PUREZ A TRADICIONAL CER TIFICADO de PUR EZA TRADICIONAL CE RTIFICADO DE PUREZ A TRADICIONAL SU S T E N T A B I L I D A D E C ERTIFICADO de PUREZ A TRADICIONAL Q U A L I D A D E QUALID ADE + SUSTENTABIL IDADE C ERTIFICADO de PUREZ A GOURMET CER TIFICADO de PUR EZA GOURMET CE RTIFICADO DE PUREZ A GOURMET SU S T E N T A B I L I D A D E C ERTIFICADO de PUREZ A GOURMET Q U A L I D A D E O ícone do planeta simboliza a certificação de sustentabilidade. O grão dentro do losan- go, a qualidade. Quando o café é certificado pelos 2 atributos, os ícones se fundem. COMUNICAÇÃO + DESIGN
  26. 26. Nova marca ABIC + selos Certificação de Pureza Gourmet de PUREZ A CIONAL D A D E QUALID ADE + SUSTENTABIL IDADE C ERTIFICADO de PUREZ A GOURMET CER TIFICADO de PUR EZA GOURMET CE RTIFICADO DE PUREZ A GOURMET SU S T E N T A B I L I D A D E C ERTIFICADO de PUREZ A GOURMET Q U A L I D A D E QUALID ADE + SUSTENTABIL IDADE C ERTIFICADO de PUREZ A SUPERIOR CER TIFICADO de PUR EZA SUPERIOR CE RTIFICADO DE PUREZ A SUPERIOR SU S T E N T A B I L I D A D E C ERTIFICADO de PUREZ A SUPERIOR Q U A L I D A D E COMUNICAÇÃO + DESIGN
  27. 27. Nova marca ABIC + selos Certificação de Pureza Superior PUREZ A MET D E QUALID ADE + SUSTENTABIL IDADE C ERTIFICADO de PUREZ A SUPERIOR CER TIFICADO de PUR EZA SUPERIOR CE RTIFICADO DE PUREZ A SUPERIOR SU S T E N T A B I L I D A D E C ERTIFICADO de PUREZ A SUPERIOR Q U A L I D A D E COMUNICAÇÃO + DESIGN
  28. 28. Nova marca ABIC + selos Sistema QUALID ADE + SUSTENTABIL IDADE C ERTIFICADO de PUREZ A TRADICIONAL CER TIFICADO de PUR EZA TRADICIONAL CE RTIFICADO DE PUREZ A TRADICIONAL SU S T E N T A B I L I D A D E C ERTIFICADO de PUREZ A TRADICIONAL Q U A L I D A D E QUALID ADE + SUSTENTABIL IDADE C ERTIFICADO de PUREZ A GOURMET CER TIFICADO de PUR EZA GOURMET CE RTIFICADO DE PUREZ A GOURMET SU S T E N T A B I L I D A D E C ERTIFICADO de PUREZ A GOURMET Q U A L I D A D E QUALID ADE + SUSTENTABIL IDADE C ERTIFICADO de PUREZ A SUPERIOR CER TIFICADO de PUR EZA SUPERIOR CE RTIFICADO DE PUREZ A SUPERIOR SU S T E N T A B I L I D A D E C ERTIFICADO de PUREZ A SUPERIOR Q U A L I D A D E COMUNICAÇÃO + DESIGN
  29. 29. Nova marca ABIC Aplicação Associação Brasileira da Indústria de Café Associação Brasileira da Indústria de Café João da Silva j.silva@abic.com.br Rua Visconde de Inhaúma, 50 - 8º Andar - Centro Rio de Janeiro, RJ. Brasil - CEP 2 0 0 9 1 - 0 0 7 Tel +55 (21) 2206.6161 - Fax +55 (21) 2206.6155 ABIC. Associação Brasileira da Indústria de Café Associação Brasileira da Indústria de Café Rua Visconde de Inhaúma, 50 - 8º Andar - Centro Rio de Janeiro, RJ. Brasil - CEP 2 0 0 9 1 - 0 0 7 Tel +55 (21) 2206.6161 - Fax +55 (21) 2206.6155 ABIC. Associação Brasileira da Indústria de Café COMUNICAÇÃO + DESIGN
  30. 30. Nova Marca ABIC Aplicações COMUNICAÇÃO + DESIGN
  31. 31. Nova marca ABIC + selo Aplicação CAFÉ CAFÉ CAFÉ QUALID ADE + SUSTENTABIL IDADE CER TIFICADO de PUR EZA TRADICIONAL QUALIDA DE + SUSTENTABILI DADE CE RTIFICADO de PU REZA TRADICIONAL COMUNICAÇÃO + DESIGN
  32. 32. Quem somos Monica Maligo é planner e diretora de criação espe- cializada em estratégia e conteúdo de Branding.RealizouprojetosparaComi- tê Organizador dos Jogos Rio 2016, Dataprev, Amil, Coca-Cola, Natura e Light, entre muitas outras marcas. Como criativa tem campanhas, filmes, spots e anúncios premiados no New York Festival, Clube de Criação de São Paulo, Clube de Criação do Rio de Janeiro, Anuário da Folha de São Paulo, Colunistas Rio e Colunistas Brasil. E peças publicadas em revistas inter- nacionais, como a Lüerzers Archive, e em livros do trade. Fernando Salles é diretor de criação, MBA Branding e Gestão de Marcas, pós-graduado em webdesign possui mais de 15 anos de experiência na área de Comunicação Corporativa. Desenvolveu projetos de marca e comunicação para KFandB, Artplan,DioMarketing,Amil,ICAPBra- sil, Contemporânea, Opportunity, BMG Brasil, reposicionamento de marca CalçadosBeiraRiopelaGasCom,design para Dzigual Multidesign e partici- pação na implementação do projeto monomarca Portobello Cerâmica. Fundou a Interface55 em 2008. COMUNICAÇÃO + DESIGN
  33. 33. ETAPA 2 APRESENTAÇÃO Debriefing + Alternativas COMUNICAÇÃO + DESIGN
  34. 34. Desenvolvimento do selo para pré-aprovação do trabalho Debriefing Manter uma conexão com o selo antigo. A referência será feita por meio do picote e do logotipo ABIC, que, para esta fase, será mantido. O formato quadrado também reforça a conexão. Por hora manteremos no selo apenas o Programa PQC e o texto “Certificado de Pureza”, descartando a certificação de sustentabilidade. Desconsiderar o texto do desenho e manter o briefing anterior OBS REFERÊNCIA ENVIADA COMUNICAÇÃO + DESIGN
  35. 35. Inspiração - Atributos organolépticos do café - aroma e sabor, principalmente. - Os sentimentos associados ao consumo do café. - As cores da brasilidade. - Pesquisa aprofundada dos códigos visuais de selos de certificação, principalmente da indústria do café Premissas - O selo deve ser percebido de forma integrada, como um único elemento visual. - O uso da mesma tipologia é fundamental: diferentes letras e pesos tipográficos num espaço pequeno como um selo dificultam a leitura, atrapalhando o entendimento do conteúdo. - A ordem das informações orienta o olhar doconsumidor,estabelecendoprioridades. Qualidade Q COMUNICAÇÃO + DESIGN
  36. 36. CERTIFICADO de PUREZA QUALIDADE SUPERIOR CERTIFICADO de PUREZA QUALIDADE TRADICIONAL CERTIFICADO de PUREZA QUALIDADE TRADICIONAL CERTIFICADO de PUREZA QUALIDADE TRADICIONAL CERTIFICADO de PUREZA QUALIDADE GOURMET 4,5 - 5,9 6 - 7,2 7,3 - 10 Organização da Informação Redução do selo A pequena área reservada ao selo, nas embalagens de café, faz com que a leitura das palavras seja prejudicada. É importante que a criação traga outros elementos ao universo visual da ABIC - como cores, símbolos e grafismos. CERTIFICADO de PUREZA QUALIDADE SUPERIOR CERTIFICADO de PUREZA QUALIDADE TRADICIONAL CERTIFICADO de PUREZA QUALIDADE TRADICIONAL CERTIFICADO de PUREZA QUALIDADE TRADICIONAL CERTIFICADO de PUREZA QUALIDADE GOURMET 4,5 - 5,9 6 - 7,2 7,3 - 10 20mm 15mm 24mm 18mm Visualização da Informação quando reduzida SELO SIMULADO COMUNICAÇÃO + DESIGN
  37. 37. Selos Código Cromático O tamanho reduzido dos selos exige elementos de leitura rápida, como as cores. Cores inspiram emoções e têm significados. Buscamos nas sensações provocadas pelos tons a orientação para as classificações Tradicional, Superior e Gourmet. TRADICIONAL Gradiente de Classificação de Sabor 4,5 – 5,9 6 – 7,2 7,3 – 10 SUPERIOR BASE - COR DE CAFÉ COMBINAÇÕES GOURMET Amarelo Ouro Otimismo Alegria Sol Medalhas Calor humano Energia Fogo Cor tradicional no forro de coroas heráldicas Azul Inteligência Sugere pesquisa Confiança Seriedade Tranquilidade +- COMUNICAÇÃO + DESIGN
  38. 38. Elementos do Universo Visual Símbolo A letra Q representa a qualidade de forma uni- versal. O Q foi redesenhado, ganhando a forma de uma xícara de café vista de cima, com a fu- maça se sobreponto à asa. Dessa forma a letra torna-se um elemento proprietário dos selos de qualidadeABIC. Grafismos As linhas gráficas, em formato de sorriso ou sugerindo a fumaça do café, organizam ainformaçãodentrodoselo. Qualidade Q Qualidade Q Qualidade Q COMUNICAÇÃO + DESIGN
  39. 39. ETAPA 2 Soluções COMUNICAÇÃO + DESIGN
  40. 40. Proposta -1 Nesta proposta, a curva na forma de sorriso reforça o prazer e a segurança proporcionado pelas informações Certificado de Pureza ABIC e classificação de qualidade O elemento gráfico em branco indica a palavra qualidade, trazendo mais peso e atenção para essa certificação. CERTIFICADO de PUREZA QUALIDADE TRADICIONAL CERTIFICADO de PUREZA QUALIDADE TRADICIONAL CERTIFICADO de PUREZA QUALIDADE SUPERIOR CERTIFICADO de PUREZA QUALIDADE GOURMET COMUNICAÇÃO + DESIGN
  41. 41. Proposta -2 Esta versão dos selos segue o modelo enviado no briefing. A proposta traz a letra ”Q”, estilizada num grafismo que converge elementos como a xícara e pires vistos de cima, a fumaça e um pouco da mancha do café. O símbolo Q ganha destaque, com o propósito de ratificar a qualidade dos produtos, e orienta a informação. A cor preta destaca a marca ABIC. CERTIFICADO de PUREZA TRADICIONAL QUALIDADE CERTIFICADO de PUREZA SUPERIOR QUALIDADE CERTIFICADO de PUREZA SUPERIOR QUALIDADE CERTIFICADO de PUREZA GOURMET QUALIDADE COMUNICAÇÃO + DESIGN
  42. 42. Proposta -3 Aqui o símbolo Q também tem grande destaque, substituindo a palavra “qualidade” e deixando o layout mais limpo. A cor marrom de fundo espelha os tons do café, conferindo appetite appeal à peça. TRADICIONAL CERTIFICADO de PUREZA TRADICIONAL CERTIFICADO de PUREZA SUPERIOR CERTIFICADO de PUREZA GOURMET CERTIFICADO de PUREZA COMUNICAÇÃO + DESIGN
  43. 43. Proposta - 4 O símbolo de qualidade torna-se central, ganhando peso e destaque O grafismo orienta a informação. As cores de fundo diferenciam e destaca os tipos de café. CERTIFICADO de PUREZA SUPERIOR CERTIFICADO de PUREZA TRADICIONAL CERTIFICADO de PUREZA TRADICIONAL CERTIFICADO de PUREZA GOURMET COMUNICAÇÃO + DESIGN
  44. 44. Proposta - 5 O formato redondo transmite organicidade e é adotado por diferentes selos de classifi- cação, conforme demonstrado nos exemplos da apresentação estratégica. Os pequenos círculos em vermelho trans- mitem a sensação de produto feito em casa. O código cromático, o símbolo Q e o grafismo da fumaçado café permanecem. T RADICIO NA L CER TIFICADO de PUR EZA SU P E RIOR CERTIFICADO de PUR EZA GO U R M ET CER TIFICADO de PUR EZA COMUNICAÇÃO + DESIGN
  45. 45. Atenciosamente, Fernando Salles fernando.salles@interface55.com [21] 98143.7909 / 2512.1698 www.interface55.com Muito obrigado e bons negócios COMUNICAÇÃO + DESIGN

×