Estuario do sado

2.376 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.376
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
449
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estuario do sado

  1. 1. EstuárioDoSado
  2. 2. Morfologia O Estuário do Sado é o segundo maior estuáriode Portugal e constitui a terceira zona húmidamais importante do território português, emtermos das aves aquáticas que o visitam. O estuário do Sado possui uma área deaproximadamente 160 km2 com umcomprimento de 20km e uma largura média de8Km. A profundidade média é 8m, sendo amáxima da ordem dos 50m. A região constitui uma das áreas naturais demaior valor ecológico e paisagístico dePortugal.
  3. 3. A fauna Na Reserva Natural do Estuário do Sado estão registadas261 espécies de vertebrados, das quais 8 são anfíbios, 11 sãorépteis, 211 são aves e 31 são mamíferos. Destes destaco o plâncton que serve de alimento aosanimais maiores que os conseguem "filtrar" da água. Nos lodos habitam as minhocas, muito procuradas para apesca desportiva. Entre os animais aquáticos temos : os polvos, chocos e lulas, a amêijoa e a ostra portuguesa os caranguejos, santolas, sapateiras e camarões robalo, o charroco, a taínha, a solha o linguado, o salmonete e acorvina.
  4. 4. A fauna Os Golfinhos Roazes são a imagem de marca desteEstuário, onde existe uma comunidade residente quecontinuamente busca os peixes e chocos que são a baseda sua alimentação.
  5. 5. A fauna Entre as aves temos perna -longa,os alfaiates eflamingos. Podem ainda ser vistas em grandes bandos os maçaricos,as garças, os borrelhos e os pilritos. As aves aventureiras são gaivotas, patos, mergulhões,mergansos, e corvos marinhos. O trono dos céus é ocupado pelas aves de rapina, águiassapeiras e águias pesqueiras. As cegonhas apesar de se tratar de uma espéciemigradora, nos últimos anos, devido à melhoria dascondições climatéricas, tem preferido permanecer porPortugal todo o ano.
  6. 6. A flora Quilómetros de dunas a perder de vista com enormesextensões de pinhal (e nenhuma construção) e um marmagnífico constituem um cenário que poucos paíseseuropeus se podem gabar de possuir. Portugal podeorgulhar-se, por enquanto, de possuir paisagensnaturais únicas, embora, para manter intacta estasurpreendente faixa litoral, seja urgente torná-la numadas zonas mais protegidas na reserva, com acessopedonal limitado.
  7. 7. A flora Das inúmeras espécies de flora que se podemencontrar nas diversas áreas da R.N.E.S., como ossapais, as dunas, entre outras, destacam-se asseguintes pela sua manifesta beleza: Giesta, Dedaleira,Lírio, Feto, Camarinheira, Tomilho, Santolina, Cardorolador e Bocas de lobo
  8. 8. Campos de arroz Os campos de arroz são uma das imagens símbolo dasterras do sado. Terrenos alagados onde, ao longo detodo o ano, esta planta vai ganhando forma,pacientemente, até à chegada da queima do restolhono final de Setembro, que se prolonga por diasconsecutivos. Ao anoitecer, a paisagem pinta-se detons laranja e vermelho, com as chamas a alcançar ohorizonte.
  9. 9. Construções típicas da região doSado Construções típicas da região do Sado podem serobservadas em diversos locais da reserva, com especialincidência para a Carrasqueira. Construídas emmateriais como a madeira, o adobe e o caniço, estascabanas eram usadas como habitação e armazém parapescadores e agricultores. Hoje em dia, algumas foramrecuperadas para utilização turística.
  10. 10.  Trabalho realizado por:Caetana (3ºano- Turma 5)

×